Arquivo da tag: estuprar

Ex-policial suspeito de estuprar duas crianças em Santa Rita, PB, é liberado após audiência

O ex-policial militar preso suspeito de estuprar duas crianças, no município de Santa Rita, na Região Metropolitana de João Pessoa, foi liberado, após audiência de custódia realizada nesta sexta-feira (31), no Fórum da cidade, segundo a Polícia Civil. O homem, de 55 anos de idade, foi detido no distrito de Forte Velho, na quinta-feira (30).

De acordo com a delegada Paula Monalisa, que acompanha o caso, o suspeito foi liberado após o juiz expedir um alvará de soltura. Ela informou que a Polícia Civil continuará as investigações. Também há a suspeita de que o padrasto das crianças esteja envolvido.

As vítimas têm 9 e 10 anos de idade e, conforme a delegada, contaram que o ex-policial as atraía para uma fábrica de móveis, que ele tem nos fundos de uma casa, e dava dinheiro para as crianças, para cometer os abusos.

A delegada afirmou que os relatos da crianças apontam que os abusos não chegaram a envolver relações sexuais, mas ocorriam por meio de toques.

Parentes das vítimas também devem ser ouvidos pela Polícia Civil, uma vez que existe a suspeita de que alguns parentes sabiam dos abusos sofridos pelas crianças, que estão sendo acompanhadas pelo Conselho Tutelar de Santa Rita.

G1

 

Ex-policial é preso suspeito de estuprar crianças de 9 e 10 anos

Um ex-policial militar de 55 anos foi preso, nessa quinta-feira (30), em Forte Velho, Distrito de Santa Rita, suspeito de estuprar duas crianças, de 9 e 10 anos. Os crimes aconteciam em conluio com o padrasto das crianças, que também abusava sexualmente das vítimas e é procurado pela polícia. Existe suspeitas de que a mãe das crianças era conivente com a violência. O relacionamento dela com o suspeito teria começado há cerca de 4 anos.

De acordo com a Polícia Civil, o caso foi denunciado ao Conselho Tutelar e repassado para a Delegacia de Atendimento Especializado à Mulher. Após o relato das crianças, acompanhadas da psicóloga do Conselho, agentes de investigação saíram em diligências e prenderam o ex-policial militar, que trabalha atualmente como comerciante. Ele é vizinho das crianças. O padrasto, quando soube da presença da polícia na localidade, fugiu.

Segundo a delegada Paula Monalisa, as crianças eram atraídas para o local de comércio, onde eram abusadas sexualmente pelo ex-policial e pelo padrasto. “O relato delas é muito forte. As crianças chegaram à delegacia acompanhadas de uma psicóloga do Conselho Tutelar, que nos informou que elas estavam sendo abusadas sexualmente. Elas foram ouvidas e relataram que eram obrigadas a tirar a roupa e recebiam dinheiro por isso, mas não informaram o valor. Depois, eram acariciadas e obrigadas a pegar nas partes íntimas dos suspeitos, chegando eles inclusive ejacular em cima da roupa delas. Elas, inclusive chegaram em casa com as roupas sujas de sêmen”, relatou.

Ainda de acordo com a delegada, as diligências continuam e o caso ainda está em investigação. “Nós vamos continuar diligenciando porque o padrasto não foi localizado. A mãe da criança não sabe informar se o nome dele é realmente o que ele lhe disse quando o conheceu, pois ele não tem nenhum documento. Eles se conheceram em um parque de diversões que se instalou na cidade há quatro anos e começaram a namorar. Quando soube que a polícia estaria indo ao local, ele se evadiu, mas ainda estamos em diligências para localiza-lo”, informou Paula Monalisa.

 

portalcorreio

 

 

Acusado de tentar estuprar comadre em Arara tem prisão mantida pela Justiça

Em harmonia com o parecer ministerial, por unanimidade, a Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Paraíba negou provimento ao apelo de Juarez Pereira dos Santos, condenado a uma pena de cinco anos de reclusão em regime semiaberto, pela prática do crime de estupro tentado, tipificado no artigo 213, c/c artigo 14, inciso II, todos do Código Penal. O relator do processo foi o desembargador Arnóbio Alves Teodósio. O julgamento ocorreu nessa terça-feira (21).
De acordo com a denúncia, o acusado tentou estuprar a vítima, à época com 18 anos, no dia 24 de julho de 2007, por volta das 18h, mediante violência e grave ameaça, não concluindo o seu intento por circunstâncias alheias a sua vontade. O fato aconteceu no Sítio Serra, Município de Arara.
De acordo com a peça acusatória, o denunciado, que é compadre da ofendida, chegou na sua residência alegando que a esposa dele estava esperando a vítima, tendo a mesma montado na garupa da motocicleta do réu e seguido viagem com o referido, que desviou o caminho, parou o veículo e passou a assediá-la. A vítima reagiu desferindo um empurrão no ofensor, que caiu ao solo, oportunizando a fuga em direção a um matagal próximo.
Conforme os antecedentes, o denunciado é dado à prática de crimes contra os costumes, já tendo respondido a processo na Comarca de Serraria por estuprar uma menor paralítica com apenas 11 anos de idade.
Nas razões do recurso, a defesa do réu pediu a absolvição, alegando que não há provas suficientes a respaldar a condenação.
Com relação a esses argumentos, o relator assim se posicionou: “Não há como dar provimento ao pleito absolutório, uma vez que a materialidade e a autoria delitivas restaram cabal e indubitavelmente consubstanciadas nos autos”.
O magistrado ressaltou que os elementos fáticos probatórios produzidos ao longo da instrução processual, em especial, as declarações da vítima, não deixam dúvidas quanto à veracidade da ocorrência delituosa narrada na peça inicial acusatória.
Por Clélia Toscano

Assessoria 

 

 

Pescador é preso suspeito de estuprar a neta de 13 anos, em Cabedelo, na PB

Um pescador de 55 nos foi preso na noite desta segunda-feira (20), suspeito de estuprar a neta de 13 anos, no município de Cabedelo, Região Metropolitana de João Pessoa. Uma outra criança também seria vítima do suspeito.

O caso foi descoberto porque a neta contou para uma professora da escola. Conforme a delegada Amim Oliveira, os abusos aconteciam desde os 10 anos e a criança nunca revelou o que acontecia porque recebia ameaças do suspeito. Um laudo sexológico comprovou o estupro.

Após relatar para a professora, a mãe da criança foi chamada na escola, juntamente com a companheira dela, que confessou que também suspeitava que o homem abusava da filha dela.

O homem foi preso em flagrante porque ameaçou agredir a companheira da filha. Ele foi conduzido para a Central de Polícia Civil, em João Pessoa.

G1

 

Suspeito de estuprar menina de 9 anos é preso em hospital da PB após sofrer acidente, diz polícia

Um homem de 45 anos foi preso na quarta-feira (16) suspeito de estuprar uma menina de 9 anos, em Pombal, no Sertão da Paraíba. De acordo com o delegado plantonista, Ilamilto Simplício, o suspeito foi preso no Hospital Regional da cidade, após sofrer um acidente de moto e machucar os testículos.

A prisão aconteceu por volta das 11h30. Segundo o delegado, já havia um mandado de prisão expedido pela Justiça contra o homem. O suspeito foi localizado no hospital após uma denúncia anônima.

Conforme o delegado, o suspeito teria estuprado a criança no dia 29 de janeiro deste ano, no bairro Francisco Pereira. A mãe da menina, que é prima do homem, relatou à polícia que saiu para um velório e deixou as duas filhas em casa. Ao retornar, encontrou o suspeito abusando sexualmente de uma delas.

De acordo com Ilamilto Simplício, o suspeito sofreu um acidente de moto no último domingo (12) e por isso estava internado no Hospital Regional de Pombal. Ele recebeu alta médica e foi encaminhado para a Cadeia Pública da cidade, onde permanece à disposição da Justiça.

Ainda conforme o delegado, por recomendação médica, na cadeia, o suspeito terá que usar uma sonda por cerca de oito dias.

G1

 

Idoso é condenado a 18 anos de prisão por estuprar criança em Sapé, PB

Um idoso foi condenado a 18 anos e 4 meses de prisão por estuprar um menino na cidade de Sapé, na Mata paraibana. A sentença de Adriano Alexandrino Ourique foi proferida em uma sessão ordinária da Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Paraíba na terça-feira (14). Adriano teve a sentença absolutória reformada e foi condenado a prisão em regime fechado por estupro de vulnerável continuado.

Conforme os autos do processo, cujo relator foi o desembargador Ricardo Vital de Almeida, o condenado, que à época da denúncia tinha 64 anos, teria estuprado a vítima por pelo menos dois anos, oferecendo balas, pipocas e até dinheiro para consumar o ato criminoso.

Para o desembargador, a materialidade do crime é evidente conforme o inquérito policial, os depoimentos da vítima e das testemunhas, além da Certidão de Nascimento do menino, que atesta que ele tinha 13 anos na época da denúncia e que o crime teria começado quando ele tinha 11 anos de idade.

Quanto à autoria, o relator afirmou ser incontroversa, principalmente pela declaração da vítima que, além de apontar o réu como autor do crime, descreveu a dinâmica do evento comprovada pelas provas no inquérito e pelos demais depoimentos.

G1

 

Suspeito de estuprar vítima por três anos é preso durante operação do MPPB e Polícia Civil

Um homem de 41 anos suspeito de estuprar vítima por, pelo menos, três anos foi preso na manhã desta terça-feira (7), em Santa Rita, Região Metropolitana da Paraíba. A prisão aconteceu durante o cumprimento do mandado de prisão e outro de busca e apreensão, na casa onde ele mora, pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB) e Secretaria de Estado e Defesa Social (Seds). A investigação está aberta na Delegacia da Mulher há, pelo menos, um ano.

De acordo com o 6º promotor de Justiça de Santa Rita, Romualdo Tadeu de Araújo Dias, a prisão preventiva cumpre os requisitos de uma medida excepcional para garantir a ordem pública e a conveniência da instrução criminal. Quando os estupros aconteceram, a vítima tinha 14 anos.

Os mandados tiveram como objetivo reunir mais provas que contribuam com a investigação. A operação do MPPB e Polícia Civil tem como finalidade identificar outros atos criminosos da mesma natureza ou de outros tipos, que podem surgir com a análise do material coletado com a busca e apreensão.

O suspeito está sendo acusado de crime de estupro contra uma pessoa menor de 18 anos. Participaram da ação uma equipe do MPPB, uma equipe da Delegacia Especializada da Mulher (Deam) e uma equipe da Polícia Militar. Os mandados foram expedidos pela 5ª Vara de Santa Rita, com base em inquérito policial. O preso foi encaminhado para a Deam de Santa Rita.

G1

 

Servidor público é preso suspeito de estuprar sobrinhas e tentar abusar da própria filha em Bayeux

Um funcionário público foi preso em flagrante suspeito de estuprar duas sobrinhas e tentar abusar sexualmente da própria filha de 15 anos. A prisão aconteceu na última terça-feira, mas só foi divulgada pela Polícia Civil nesta quarta-feira (17).

Segundo a delegada Maria da Conceição Casado, da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher de Bayeux (Deam), as declarações de uma das vítimas e depoimentos de testemunhas apontaram para abusos contra as menores há pelo menos oito anos.

“Após denúncia do Conselho Tutelar no início deste mês nossa equipe de investigadores caiu em campo para averiguar a veracidade dos fatos. Também intimamos testemunhas e na tarde de ontem conseguimos prender o suspeito. Ele abusou pela segunda vez da sobrinha de sua esposa, uma menina de apenas 7 anos de idade, na última quinta-feira”, informou.

Ainda segundo a delegada Conceição Casado, a menina foi levada para fazer os exames de praxe e ficou confirmado o abuso sexual. “Severino Gomes colocava a criança no colo e praticava os atos libidinosos, enquanto a mãe da criança dava aulas de reforço escolar próximo à casa do suspeito”.

Uma outra vítima de Severino seria a irmã da primeira. Ela tem 17 anos, mas começou a ser abusada pelo suspeito quando tinha apenas 9 anos de idade. Durante três anos Severino abusou da adolescente.

Além disso, pesa contra o suspeito a tentativa de estupro da própria filha, fato que teria acontecido no final do ano passado. A prisão de Severino Gomes de Oliveira deixou sua esposa surpresa, pois a mesma informou que não desconfiava de nada e ficou sabendo dos fatos apenas quando houve a denúncia do Conselho Tutelar à Delegacia da Mulher de Bayeux.

 

 

Da Redação
Portal WSCOM

 

 

PC prende professor suspeito de estuprar criança em cidade no Sertão

Policiais Civis prenderam, na manhã deste domingo (14), um professor de 35 anos suspeito de estuprar uma criança de 8 anos de idade em Pombal, no Sertão da Paraíba. O suspeito, identificado como um professor de uma escola em São Domingos de Pombal, foi preso conforme um mandado de prisão expedido pela 2ª Vara Mista de Itaporanga.

O crime ocorreu em 2015, quando a criança tinha apenas 8 anos de idade. A vítima é sobrinha da esposa do acusado.  O acusado foi condenado a uma pena de 13 anos e seis meses e encaminhado à delegacia da cidade.

 

pbagora

 

 

Suspeito de estuprar menina de 10 anos é queimado em fogueira

O principal suspeito de estuprar uma menina de 10 anos foi encontrado morto, na manhã desta terça-feira (10), na cidade de Alhandra, no Litoral Sul paraibano.  O corpo foi encontrado carbonizado dentro de um fogueira, na comunidade Novo Monte.

A principal suspeita é de que Joselito do Vale Silva, 33 anos, tenha sido cercado, imobilizado pela população e levado para execução. A garota foi abordada pelo homem ao se dirigir a uma mercearia da cidade.

De acordo com a mãe da criança, o suspeito ofereceu um par de sapatos para a menina, e então levou a levou até a parte de trás de um colégio, onde abusou sexualmente da criança. Ao Portal MaisPB o tenente Diolindo explicou que a polícia foi acionada, mas ao chegar ao local o corpo já estava em chamas.

MaisPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br