Arquivo da tag: estão

Sem remédio, pacientes com câncer estão sem fazer quimioterapia na PB

laureanoOs pacientes com linfoma estão sem poder fazer quimioterapia no Hospital Napoleão Laureano, que é referência no tratamento contra o câncer na Paraíba, devido à falta de um medicamento. Segundo o diretor técnico da unidade hospitalar, Fernando Carvalho, uma parte do lote do medicamento ciclofosfamida estava contaminada e não pode ser usada no tratamento.

A dona de casa Josefa Ferreira descobriu o linfoma no ano passado. Ela mora em Aguiar, no Sertão do estado, e precisa ir ao Hospital Laureano, em João Pessoa, uma vez por mês. Quando foi fazer a terceira sessão, ela descobriu que o remédio, que segundo a médica dela é essencial para o tratamento, estava em falta.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

 

“Quando eu perguntei algumas coisas sobre a medicação, disseram que estava em falta. E disseram que eu não era a primeira e foi ali que eu me choquei mais ainda, eu vi que o negócio era sério”, comentou a paciente. Agora, Josefa está sentindo dores no abdome e responsabiliza a interrupação no ciclo de quimioterapias. “Pra mim tá, eu não vou dizer o fim porque a gente tem que ter fé em Deus, mas não tá fácil. De jeito nenhum”.

Segundo o diretor técnico da unidade hospitalar, existem 700 doses do medicamento ciclofosfamida no hospital, mas todas elas estão contaminadas. Fernando Carvalho explicou que o próprio laboratório reconheceu o problema e avisou ao hospital da contaminação.

“Eles se dispuseram a vir ao hospital pra fazer a substituição. Acontece que, por alguns problemas do laboratório, eles não chegaram a nós para fazer essa substituição. Mas, esta semana, eles devem estar chegando trazendo o lote não contaminado e nós vamos devolver o lote contaminado e a partir daí vamos fazer a quimioterapia em nossos pacientes”, explicou o diretor técnico.

O laboratório falou com a TV Cabo Branco e informou que o lote está em análise e por isso está sendo recolhido em todo país. A reposição no Hospital Laureano está prevista para a primeira semana de abril.

 

G1

Gasolina e diesel estão mais caros no Brasil que no exterior

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa

O preço da gasolina está entre 20% e 24% mais alto no Brasil do que no exterior. No diesel, a diferença é de cerca de 15%. O cálculo compara o preço praticado no país e no golfo do México, principal referência internacional.

Os brasileiros estão pagando mais que os estrangeiros pelos combustíveis, porque o petróleo desabou no mercado internacional, mas a queda não foi repassada no país.

O governo foi na contramão e, após a reeleição da presidente Dilma, reajustou a gasolina em 3% e o diesel em 5%. O objetivo do reajuste é fortalecer as combalidas finanças da Petrobras.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

De 2010 até outubro de 2014, a estatal subsidiou o consumidor brasileiro ao vender gasolina mais barata do que no exterior.

O governo resistia a reajustar a gasolina para não elevar ainda mais a inflação. No auge, a diferença desfavorável à Petrobras chegou a 30%.

Editoria de Arte/Folhapress

Conforme o CBIE (Centro Brasileiro de Infraestrutura), a estatal acumulou perdas de R$ 51,4 bilhões no período pelo custo de oportunidade (o quanto poderia ter ganho se vendesse em outro mercado).

Agora, são os consumidores brasileiros que estão subsidiando a Petrobras. Com a atual diferença de preços, o ganho mensal da estatal é de R$ 607 milhões na gasolina e de R$ 1,059 bilhão no diesel.

É preciso ressaltar, no entanto, que nem tudo vai para a empresa, porque o custo do frete encarece o produto brasileiro em cerca de 10%.

Procurada, a Petrobras não deu entrevista.

VULNERABILIDADE

“A estatal está ganhando musculatura, mas depois de anos de perdas ainda falta muito”, diz Fábio Silveira, diretor de pesquisa da consultoria GO Associados.

Segundo Adriano Pires, diretor do CBIE, uma desvalorização brusca do real pode anular a vantagem da Petrobras, pois encareceria os combustíveis em moeda local e elevaria o custo da dívida em dólar.

A queda do preço do petróleo também não favorece os investimentos da Petrobras. Os analistas já têm dúvida sobre qual é o patamar de preços que viabilizaria os altos investimentos no pré-sal.

Só nos últimos 30 dias, o preço do petróleo tipo Brent, referência para o mercado, caiu 15,7% para US$ 72,05 por barril. Um ano atrás, o barril era cotado a US$ 106,4.

A queda se acentuou na semana passada, quando a Opep, cartel dos países petroleiros, informou que não vai reduzir a produção. Nesta segunda (1º), o dia foi de recuperar parte das perdas, e os preços subiram 3,4%.

A derrocada do preço é consequência, sobretudo, da redução do consumo nos EUA com a maior utilização do gás de xisto. Investidores que aplicavam dinheiro em commodities também estão migrando para títulos da dívida americana na expectativa de que os juros subam.

RAQUEL LANDIM

Em crise, integrantes da banda O Rappa estão prestes a se separar

rappa1Depois da saída do baterista Marcelo Yuka, em 2001, parece que uma nova crise se instaura na banda O Rappa. Segundo uma fonte da coluna que é próxima do grupo, o clima entre os integrantes é péssimo. Recentemente, eles inclusive fizeram uma reunião e, enquanto apontavam suas diferenças, chegou a ser cogitado por um deles que a solução só poderia vir com o rompimento do grupo.

É sabido no meio artístico que o temperamento do vocalista Falcão não é dos mais fáceis. Depois que saiu da banda, Yuka publicou sua biografia ‘Marcelo Yuka — Não se Preocupe Comigo’, na qual fez críticas ao vocalista. “Falcão não entende o que está cantando. Aliás, na grande maioria das músicas, ele nem sabe o que tem ali”, diz Yuka no livro.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Na publicação, o ex-baterista da banda também falou sobre sua decepção em relação aos colegas do Rappa: “Os caras foram gananciosos e me tiraram. Em nenhuma outra empresa eu poderia ser mandado embora naquela situação (de cadeirante), mas fui demitido da banda que criei.” Apesar da crise, a banda emplacou recentemente dois novos sucessos que tocam em todas as rádios do Brasil: Anjos (Pra Quem Tem Fé) e Fronteira (D.U.C.A.). Procurada pela coluna, a assessoria da Warner Music não se manifestou até o fechamento desta edição.

O Dia Online

Inscrições para Agente de Inovação estão abertas até 31 de julho

sebraeEstão abertas até o dia 31 de julho as Inscrições para seleção de 50 profissionais de nível superior, com até três anos de formados, para atuar como bolsistas do Programa Agentes Locais de Inovação (ALI) do Sebrae Paraíba. O processo seletivo está oferecendo  30 vagas para contratação imediata e 20 para o cadastro de reserva, além de uma vaga para orientador, que deve ter no mínimo  seis anos de formado.  As inscrições podem ser feitas no site da Contemax Consultoria (www.contemaxconsultoria.com.br).

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Os profissionais selecionados irão atuar em nove cidades paraibanas com o objetivo de contribuir para a melhoria da competitividade e da inovação das micro e pequenas empresas do Estado. Os agentes têm como função facilitar, orientar e buscar soluções para as necessidades das micro e pequenas empresas. Em conjunto com os empresários, os ALI irão identificar oportunidades de inovação, além de acompanhar a implementação das soluções, segundo a necessidade de cada negócio.

 

Os aprovados terão direito a bolsa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), no valor de R$ 3,6 mil para agentes e R$ 4 mil para orientador. O contrato é de dois anos. As inscrições custam R$ 50 e R$ 70 para as vagas de agente e orientador, respectivamente. No site da Contemax Consultoria (www.contemaxconsultoria.com.br),  os interessados podem ter acesso ao edital e obter mais informações sobre a seleção.

 

Para o cargo Agente Local de Inovação é necessário ter bacharelado em um dos seguintes cursos: Administração de Empresas, Arquitetura, Ciências Econômicas,  Ciências Contábeis, Ciência da Computação, Desenho Industrial, Engenharia (todas as áreas), Comunicação, Direito, Nutrição, Pedagogia, Psicologia, Química Industrial e Turismo e áreas afins.

 

Podem também participar da seleção os tecnólogo em Gestão Administrativa,  Gestão Comercial, Gestão da Produção Industrial, Gestão da Qualidade, Gestão de Finanças, Gestão de Marketing Empresarial, Gestão de Negócios, Gestão de Pessoas, Gestão de Produção, Gestão de Produção Industrial, Gestão de Projetos, Gestão de Serviços de Saúde, Gestão de Turismo, Gestão de Varejo, Gestão de Vendas e de Representações Comerciais, Gestão e Marketing de Pequenas e Médias Empresas, Gestão Estratégica, Gestão Financeira, Logística, Marketing, Processos Gerenciais, Processos Industriais, Gestão de Micro e Pequenas Empresas, Gestão de Processos de Importação e Exportação, Gestão de Recursos Humanos.

 

Já para função de orientador é necessário ter mestrado ou doutorado nas áreas de Administração, Economia ou Engenharias. A atribuição deste cargo é orientar os Agentes Locais de Inovação selecionados na  elaboração dos artigos científicos.

 

De acordo com o gestor do projeto ALI do Sebrae Paraíba, Cláudio Soares, os agentes selecionados irão atender empresas das regiões da Zona da Mata, Agreste, Curimataú e Sertão no ciclo que vai de julho deste ano até junho de 2016. “Nesta edição, ampliamos o número de cidades que serão beneficiadas pelo programa. Nossa expectativa é levar ações de inovação para 1,5 mil micro e pequenas empresas do Litoral ao Sertão do Estado nos próximos dois anos”, explicou o gestor.

 

Neste 3º ciclo do programa, serão atendidas empresas dos setores de serviço, comércio e indústria nos segmentos de Alimentação e Bebidas; Vestuário, Calçados, Acessórios e afins; Artigos e Serviços do Lar; Saúde, Estética e Bem-estar; Construção Civil e Negócios Imobiliários; Transportes e Suprimentos; Entretenimento, Turismo, Meios de Hospedagens e afins; Serviço de formato e Apoio aos Negócios; Indústria Criativa, Educação e Cultura; Saúde, Estética e Bem-estar para animais; e Agronegócios.

 

O ALI é um programa gratuito e continuado, oferecido pelo Sebrae, que provoca a reflexão do empresário a partir de um processo inovador. As empresas atendidas pelo ALI recebem a visita dos agentes locais treinados pelo Sebrae, que fazem um diagnóstico e propõem as mudanças. Dependendo da inovação que o empresário queira ou precise implantar, haverá necessidade de investimentos.

 

Para esses casos, o Sebrae oferece os programas SebraeTec, através do qual o empresário conta com subsídios para financiar seu investimento em inovação, e Sebrae Mais, que oferece consultoria para implantação de modelos avançados de gestão empresarial. Além de soluções e produtos do Sebrae, o ALI também pode

 Sebrae pb

19 milhões de pessoas não sabem que estão infectadas pelo HIV, alerta Unaids

aidsDos 35 milhões de pessoas que vivem com HIV no mundo, 19 milhões não sabem que estão infectados. Os dados foram divulgados hoje (16) pelo Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV e Aids (Unaids). O órgão alertou que, para dar fim à epidemia até 2030, é preciso ampliar esforços para acabar com a lacuna de pessoas sem diagnóstico e, consequentemente, sem acesso ao tratamento.

O relatório destaca que, na África Subsaariana, quase 90% das pessoas que testaram positivo para HIV buscaram acesso à terapia antirretroviral. Dessas, 76% alcançaram a supressão da carga viral, reduzindo significativamente o risco de transmissão para seus parceiros. Estudos recentes indicam que, para cada 10% de ampliação na cobertura antirretroviral, os casos de novas infecções caem 1%.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

De acordo com o Unaids, os esforços globais para aumentar o acesso aos medicamentos antirretrovirais estão funcionando. Em 2013, 2,3 milhões de pessoas passaram a fazer uso da terapia, totalizando 13 milhões de soropositivos em tratamento no mundo. A estimativa é que, atualmente, cerca de 13,9 milhões de pessoas façam uso de antirretrovirais.

“Se acelerarmos os esforços até 2020, estaremos no caminho certo para acabar com a epidemia em 2030”, disse o diretor-executivo do Unaids, Michel Sidibé. “Se não conseguirmos, corremos o risco de aumentar significativamente o tempo que seria necessário para isso – adicionando uma década, se não mais”, completou.

Ainda segundo o relatório, atingir a meta de encerrar a epidemia de aids até 2030 significaria evitar 18 milhões de novas infecções por HIV e 11,2 milhões de mortes relacionadas à doença entre 2013 e 2030.

Atualmente, 15 países contabilizam mais de 75% dos 2,1 milhões de casos de novas infecções registrados em 2013. Na África Subsaariana, apenas três países – Nigéria, África do Sul e Uganda – somam 48% dos casos de novas infecções no mundo.

O Unaids alerta que países como República Democrática do Congo, Indonésia e Sudão do Sul estão “abandonados” em relação ao combate ao HIV, com baixas taxas de cobertura antirretroviral e quedas mínimas ou nulas nos índices de infecção.

Dados do órgão mostram também que o risco de infecção é 28 vezes maior entre usuários de drogas; 12 vezes maior entre profissionais do sexo; e até 49 vezes maior entre mulheres transgênero (homens que se identificam como mulheres). Na África Subsaariana, meninas adolescentes e jovens mulheres representam um de cada quatro novos casos de infecção.

“Não haverá o fim da aids sem que as pessoas sejam colocadas em primeiro lugar, sem assegurar que as pessoas que vivem a epidemia sejam parte de uma nova estratégia”, disse o diretor-executivo do Unaids. “Sem uma abordagem centrada nas pessoas, não conseguiremos avançar na era pós-2015”, concluiu.

 

Unaids

Agência Brasil

 

Quatro açudes sangram na PB, mas 52 estão com volume baixo, diz Aesa

Reprodução/ValtércioRufino
Reprodução/ValtércioRufino

As chuvas no mês de junho deixaram, até esta quinta-feira (26), quatro açudes sangrando na Paraíba. Porém, 52 mananciais continuam com volume total abaixo de 20% e seis destes ainda estão em colapso, segundo informou a Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa). A previsão do órgão é que as chuvas continuem intensas até agosto no Litoral, mas com o fim do período chuvoso no Sertão, apenas Agreste e Brejo ainda devem receber chuvas esparsas.

A Aesa apontou que 68 reservatórios monitorados estão com capacidade armazenada superior a 20%, outros 32 estão em observação com menos de 20% do volume e 20 açudes têm atualmente menos que 5% do seu volume total, considerados em situação crítica.

Dos 123 reservatórios monitorados, ultrapassaram a capacidade máxima os mananciais Gramame-Mamuaba, em João Pessoa; Jangada, em Mamanguape; Olho d’Água, em Mari; e Araçagi, na cidade de mesmo nome. Estão em colapso, com 0% do volume total, os reservatórios de Campos, em Caraúbas; açudes Pocinhos e Serrote, em Monteiro; Santa Luzia e Taperoá II, nos municípios de mesmo nome; e São José IV, em São José do Sabugi.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Outros sete açudes também já estão próximos do sangramento: açude das Marés (93,1%), em João Pessoa; São Salvador (90,3%), em Sapé; Tavares II (90,8%), no município de Tavares; São José II (99,7%), em Monteiro; Santa Rosa (99,4%), em Brejo do Cruz; Cafundó (93,4%), em Serra Grande; e Poço Redondo (96,4%), em Santana de Mangueira.

Dentre os maiores açudes paraibanos, apenas o Epitácio Pessoa, em Boqueirão, deve ainda receber recarga de volume. “As chuvas devem continuar no Agreste, Brejo e Litoral. No Sertão, Cariri e Curimataú o período chuvoso já está encerrado, vai de fevereiro a maio. No Cariri, por resquícios dessa chuva no Agreste, que devem ainda oferecer recarga no açude de Boqueirão, podem ocorrer chuvas esparsas”, explicou a meteorologista Marle Bandeira.

“Como estamos no período mais chuvoso da região leste, essa evolução no nível dos açudes é normal. A tendência é de que as recargas aconteçam de forma ainda mais significativa em julho e agosto, já que nesse período ocorrem as chuvas que são responsáveis por 70% do abastecimento dos reservatórios do litoral”, informou o gerente de Monitoramento e Hidrometria da Aesa, Alexandre Magno.

Chuvas
A perspectiva dos meteorologistas é de que nos próximos dois meses as cidades litorâneas consolidem os maiores índices pluviométricos da Paraíba no ano. “Esse ano já choveu 1.175,2 milímetros na Baía da Traição, 994,5 milímetros em Alhandra e 946,6 milímetros em João Pessoa, números que devem aumentar de forma significativa. Em algumas cidades, a pluviometria pode ser acima da esperada”, acrescentou Alexandre Magno.

Previsão
Para as próximas 24 horas, a previsão da Aesa é de tempo instável com chuvas no Litoral, Brejo e Agreste. “Praticamente todo setor leste da Paraíba encontra-se com nuvens do tipo ‘baixa’, associadas ao transporte de umidade vinda do oceano Atlântico.  Com isso, o tempo deverá permanecer instável e com chuvas, por vezes de intensidade moderada na faixa litorânea. Nas demais regiões, o céu deverá manter-se com nebulosidade variável”, informou a meteorologista Marle Bandeira.

 
Do G1 PB

Todas as chapas ainda estão indefinidas na Paraíba, diz Wilson Santiago

wilson-santiagoO presidente estadual do PTB, ex-senador Wilson Santiago, declarou, nesta segunda-feira (9), que a formação das possíveis chapas majoritárias do PSB e do PMDB para as eleições estaduais deste ano na Paraíba, com a escolha de seus respectivos nomes para o Senado, neste momento da pré-camapnha, é apenas “conversa fiada”.

Durante entrevista ao Correio Debate, da 98 FM, Santiago foi questionado se já não estava tarde para ele se definir como senador na chapa de Cássio Cunha Lima (PSDB), pois o mesmo espaço na aliança com o governador Ricardo Coutinho (PSB) já teria sido prometido a Rômulo Gouveia (PSD) e na de Veneziano Vital do Rêgo (PmDB) destinado a Lucélio Cartaxo (PT); e disse que ainda tem tempo para se definir as coligações.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Apesar de acreditar que os nomes indicados não são os definitivos nas composições, Wilson Santiago disse que em nenhum momento recebeu convite para ser o senador na chapa de nenhum dos pretendentes ao Palácio da Redenção.

O petebista revelou que chegou a conversar pessoalmente com o governador Ricardo Coutinho, mas não chegou a receber nenhum chamado para a composição.

Já em relação ao PMDB, o ex-senador declarou que não recebeu sequer uma só ligação da cúpula do partido.

“Isso deve ser por conta do tamanho da minha insignificância”, brincou Wilson Santiago.

Roberto Targino – MaisPB

Ingressos para o jogo Botafogo e Treze já estão sendo vendidos

Imagens da Internet
Imagens da Internet

O clássico entre Botafogo e Treze acontece na quinta-feira(29), às 20h30, no Estádio José Américo de Almeida, O Almeidão. O confronto será válido pela 12ª rodada do segundo turno do Campeonato Paraibano 2014. Nesta sexta-feira, os ingressos começaram a  ser vendidos. Com valores reduzidos, o objetivo é lotar as arquibancadas.

Para o primeiro lote, foram disponibilizados quatro mil ingressos no total. Os preços estão fixados em R$ 20,00 para arquibancada sol, com meia-entrada por R$ 10,00, e R$ 30,00 para arquibancada sombra, com meia-entrada por R$ 15,00. Os valores são válidos até o encerramento deste lote.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“Esta será a primeira grande decisão deste ano e para enfrentar esta batalha, o time precisa do apoio da torcida. O desafio que faço é lotar as arquibancadas na quinta-feira”, convocou o Presidente Nelson Lira.

As vendas já estão acontecendo na Loja Oficial BeloMania e contando com a promoção “Com Timemania paga Meia”, que continua. Quem adquire o volante da Timemania na Loja Oficial tem 50% de desconto no valor de inteira.

Vale salientar que a Timemania está acumulada e a previsão de pagamento para o prêmio principal é de R$ 9,2 milhões no sorteio deste sábado (24). “O Belo precisa do seu 12º jogador em campo, lotando as arquibancadas”, acrescentou o Presidente.

Quem compra o ingresso para os jogos do alvinegro da estrela vermelha concorre a um apartamento no valor de 150 mil reais, na promoção Um Belo Apartamento pra Você, em parceria com a Fibra Construtora.

 

ClickPB com a Assessoria

UFPB e UFCG estão entre as 58 instituições que devem fazer concurso para preencher 150 vagas

UFPBO Ministério do Planejamento autorizou as universidades federais vinculadas ao Ministério da Educação realizarem concurso público em todo o país para o preenchimento de 150 vagas para cargos isolados de professor titular-livre. São 58 instituições de ensino superior que devem realizar concurso público, condicionado à existência dessas vagas.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A Universidade Federal da Paraíba (UFPB), com cinco vagas; e a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), com três vagas, foram contempladas com a realização desse concurso.

O prazo para publicação do edital de abertura para realização do concurso será de até seis meses. A responsabilidade da sua realização será do reitores dessas universidades, a quem caberá baixar as normas, mediante editais, portarias e outros atos administrativos.

O edital com a relação das universidades autorizadas a realizar o certame foi publicado no Diário Oficial da União, na edição desta quinta-feira (22). O edital é assinado pela ministra do Planejamento, Miriam Belchior.

 

portal correio

Mais de 200 gestores da Paraíba estão na lista dos ‘inelegíveis’ apontados pelo TCU

Edição paraibana do Diálogo Público
Edição paraibana do Diálogo Público

O Tribunal de Contas da União (TCU) enviará ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a lista com mais de 6 mil gestores de todo o país que tiveram contas rejeitadas. Quem constar dessa lista será enquadrado na Lei da Ficha Limpa e não poderá disputar mandatos eletivos deste ano. Segundo o presidente do TCU, ministro Augusto Nardes, da Paraíba são mais de 200 gestores que terão os nomes encaminhados à Justiça Eleitoral.

Nessa segunda-feira (19), em Campina Grande, o presidente do TCE, conselheiro Fábio Nogueira, já tinha revelado que estará encaminhando ao Tribunal Regional Eleitoral, também nos próximos dias, uma lista com mais de 540 nomes de gestores públicos que tiveram as contas reprovadas e que, portanto, estariam impedidos de se candidatar este ano.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Augusto Nardes defendeu que as cortes de contas trabalhem mais na prevenção, para que evitar desvios de recursos públicos e orientar, uma nova forma de trabalhar, junto com o Tribunal de Contas do Estado, e junto com todos os tribunais do Brasil. “Vamos fazer as chamadas ‘auditorias coordenadas’, que é mostrar como é que está a educação, como está a entrega da educação, mostrar como está a saúde, como é que está a segurança”, disse.

João Augusto Ribeiro Nardes participou, nesta terça-feira (20), em João Pessoa, da sétima edição estadual do Diálogo Público, realizado no Hotel Tambaú. Esse encontro é promovido pelo TCU e pelo Tribunal de Contas do Estado e foi aberto com a presença do governador Ricardo Coutinho e do prefeito Luciano Cartaxo. Também participaram o presidente da Assembleia legislativa, deputado Ricardo Marcelo (PEN), e o presidente da Câmara de Vereadores de João Pessoa, vereador Durval Ferreira (PP).

Para o presidente do TCU, é inaceitável que no Brasil não tenha um trabalho integrado de segurança no país. “O controle se antecipa, faz um trabalho preventivo que, desta forma, a gente pode racionalizar e entregar com mais eficiência, com mais qualidade os produtos. As pessoas morrerem sem dignidade nos hospitais, nos corredores. Isso está acontecendo em todo o Brasil e é inaceitável”, comentou.

A edição paraibana do Diálogo Público é uma parceria do TCU com o TCE-PB, a Controladoria-Geral da União, a Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup), Focco-PB (Fórum Paraibano de Combate à Corrupção) e o Conselho Regional de Contabilidade da Paraíba (CRCPB).

Durante o evento foram ministradas palestras com o procurador geral do Ministério Público junto ao TCU, Sérgio Ricardo Costa Caribe (O Papel do Controle Externo na Promoção da Acessibilidade), o auditor do TCU Luiz Geraldo Santos Wolner (Controles Internos: Gestão de Risco) e o coordenador do Núcleo de Ação de Prevenção da Controladoria Geral da União na Paraíba, Gabriel Aragão Wright (Acesso à Informação e Transparência).

Por Hermes de Luna