Arquivo da tag: estadual

Prefeitura de Casserengue entrega escritura de terreno para construção do Colégio Estadual

Nessa terça-feira (30) a prefeitura municipal de Casserengue deu mais um grande passo para a construção do tão sonhado Colégio Estadual de Ensino Médio do nosso município.

A prefeitura de Casserengue, representada pelo secretário chefe de gabinete Daniel Inaimo entregou o documento de escritura do terreno onde será construído o Colégio Estadual de Ensino Médio no município. O documento foi entregue diretamente ao secretário adjunto da educação, ciência e tecnologia da Paraíba (Prof. Cláudio Furtado), o terreno tem uma área de 8 mil metros quadrados, o processo de construção segue aguardando a análise da SUPLAN (Superintendência de Obras do Plano de Desenvolvimento do Estado).

Após o processo de análise do terreno pela SUPLAN, a prefeitura municipal faz o processo de desvinculação da área, em seguida encaminha um projeto de lei para câmara dos vereadores, para que os vereadores possam aprovar, sendo assim, autorizando a doação deste terreno por parte da prefeitura municipal.

 

PREFEITURA MUNICIPAL DE CASSERENGUE

 

 

Gabarito preliminar do concurso para professor da rede estadual da Paraíba é divulgado

Foram liberados na manhã desta segunda-feira (22) os gabaritos preliminares das provas objetivas do concurso para professor da rede estadual da Paraíba. A organizadora do concurso, o Instituto AOCP, também colocou à disposição dos candidatos os cadernos de questões. Do total de 43.104 candidatos inscritos para o concurso público da Educação do Governo da Paraíba, 8.303, cerca de 19,3%, faltaram à prova objetiva que aconteceu nesse domingo (21)

O concurso realizado no domingo (21) em João Pessoa outras 13 cidades da Paraíba contou com 43.104 candidatos inscritos para mil vagas de professor em 13 disciplinas. As vagas são para as 14 Gerências Regionais de Ensino, em todas as regiões da Paraíba.

De acordo com a Secretaria de Estado de Administração da Paraíba (Sead), responsável pela parte operacional do certame, os candidatos podem solicitar recurso contra o gabarito preliminar, a partir da 0h da terça-feira (23) até as 23h59 da quarta-feira (24), também pelo site da AOCP.

O maior número de oportunidades, 199, segundo o edital, é para a disciplina de matemática, seguido por língua portuguesa, com 195. O vencimento previsto pelo edital é de R$ 2.110.12, para uma carga horária de 30 horas semanais.

G1

 

Prefeito de Solânea participa de reunião com Secretário Estadual e agiliza aquisição de equipamentos para abertura do matadouro

Secretário Estadual de Infraestrutura e Recursos Hídricos do Estado, afirma compromisso com abertura do matadouro

O Prefeito de Solânea, Kayser Rocha, e o Deputado Estadual, Ricardo Barbosa, participaram de reunião com Secretário de Infraestrutura e Recursos Hídricos do Estado Deusdete Queiroga, nessa quarta-feira (03) pela manhã, para viabilizar a  aquisição de equipamentos com o objetivo de abertura do Matadouro Público Regional de Solânea.

“Participamos dessa reunião para efetivamente agilizar a aquisição dos equipamentos e posterior funcionamento do matadouro regional. O prédio já está pronto e o Estado tem demonstrado total interesse em resolver. O Deputado Ricardo Barbosa também tem se empenhado diuturnamente para resolvermos essa questão”, contou o prefeito Kayser, logo após a reunião. Ele esclareceu também que já vem acompanhando e realizando reuniões com técnicos em relação à estruturação dos equipamentos. “Estamos nessa luta junto com a população de Solânea há meses, o Governador já demonstrou interesse para obtenção dos equipamentos durante o Orçamento Participativo. Essa é uma necessidade apontada por todos, e já temos o compromisso do Secretário como um procedimento prioritário que dará máxima agilidade”, enfatizou Kayser.

Prefeituras irão gerenciar o funcionamento

Durante o Orçamento Participativo em Solânea, que aconteceu no último mês de  abril, foi assinado um termo de compromisso entre os prefeitos das cidades de Solânea, Bananeiras, Arara, Borborema, Casserengue e Damião que firmaram acordo para o gerenciamento do Matadouro Público Regional de Solânea.

 Assessoria de Comunicação

 

Divulgados locais de prova do concurso para professor da rede estadual da Paraíba

Foi divulgado nesta quarta-feira (3) o edital com o horário e local de prova do concurso para professor da rede estadual da Paraíba. As provas estão previstas para o dia 21 de julho, no turno da tarde, na cidade escolhida pelo candidato no momento da inscrição. A consulta do local de prova deve ser feita no site da organizadora.

De acordo com o edital, as provas acontecem nas cidades de João Pessoa, Campina Grande, Cajazeiras, Catolé do Rocha, Cuité, Guarabira, Itabaiana, Itaporanga, Mamanguape, Monteiro, Patos, Pombal, Princesa Isabel e Sousa.

Os portões de acesso aos locais de prova vão ser abertos às 12h15 e fechado às 13h. A prova tem início 15 minutos depois que o portão é fechado, e tem duração total de quatro horas.

A identificação do local de realização da prova é de responsabilidade exclusiva do candidato e a orientação do edital é de chegar no local com pelo menos 45 minutos de antecedência para o horário de fechamento do portão.

Os candidatos devem estar com caneta esferográfica de tinta azul ou preta, fabricada em material transparente, além de um documento oficial de identificação, com foto, e o cartão de informação do candidato.

O concurso oferece mil vagas para 13 disciplinas do ensino médio e estão distribuídas nas 14 Gerências Regionais de Educação. O maior número de oportunidades, 199, segundo o edital, é para a disciplina de matemática, seguido por língua portuguesa, com 195. O vencimento previsto pelo edital é de R$ 2.110.12, para uma carga horária de 30 horas semanais.

G1

 

Concurso para professor da rede estadual da PB divulga lista final de inscrições deferidas

Foi divulgada nesta sexta-feira (28) a lista final das inscrições deferidas pós-recurso para o concurso público com 1 mil vagas para professor da rede estadual da educação básica da Paraíba. O edital com a relação dos candidatos inscritos está disponível no site da organizadora.

Conforme o edital de divulgação, os candidatos que impetraram recurso contra o indeferimento da solicitação de inscrição podem consultar a resposta no site da organizadora. As respostas aos recursos interpostos pelos candidatos estarão disponíveis por 10 dias,

Conforme cronograma do edital, os candidatos podem acessar o site da organizadora, a partir das 15h do dia 3 de julho, e imprimir o cartão de informação, que contém o horário e local da prova objetiva, que está prevista para ser aplicada no dia 21 de julho.

As vagas são para 13 disciplinas do ensino médio e estão distribuídas nas 14 Gerências Regionais de Educação. O maior número de oportunidades, 199, segundo o edital, é para a disciplina de matemática, seguido por língua portuguesa, com 195. O vencimento previsto pelo edital é de R$ 2.110.12, para uma carga horária de 30 horas semanais.

G1

 

Concurso para professor da rede estadual da PB divulga lista preliminar de inscrições deferidas

Foi divulgada nesta terça-feira (18) a lista preliminar das inscrições deferidas para o concurso público com 1 mil vagas para professor da rede estadual da educação básica da Paraíba. De acordo com o edital, publicado no Diário Oficial do Estado da Paraíba (DOE-PB), a lista vai estar disponível no site da organizadora, o instituto AOCP.

Conforme o edital de divulgação, foram divulgadas as listas preliminares de inscrições deferidas para ampla concorrência e também para candidatos que se declararam com deficiência e dos pedidos de atendimento especial.

Os candidatos que tiveram as inscrições indeferidas podem interpor recurso no prazo máximo de 2 dias úteis, contados a partir da data da publicação do edital. O recurso deve ser protocolado em formulário próprio, disponível no site da organizadora, das 0h da quarta-feira (19) até a 23h59 da sexta-feira (21).

Conforme cronograma do edital, após a publicação da relação definitiva de inscrições deferidas, pós-recurso, os candidatos podem acessar o site da organizadora, a partir das 15h do dia 3 de julho, e imprimir o cartão de informação, que contém o horário e local da prova objetiva, que está prevista para ser aplicada no dia 21 de julho.

As vagas são para 13 disciplinas do ensino médio e estão distribuídas nas 14 Gerências Regionais de Educação. O maior número de oportunidades, 199, segundo o edital, é para a disciplina de matemática, seguido por língua portuguesa, com 195. O vencimento previsto pelo edital é de R$ 2.110.12, para uma carga horária de 30 horas semanais.

G1

 

Escola estadual de Bananeiras funciona sem energia elétrica desde março

“O transformador queimou e até hoje estamos estudando sem energia. Somos quase 500 alunos. Além do ginásio às ruínas, os funcionários vão em casa imprimir as atividades e estocar as merendas da escola”. A denúncia, publicada nas redes sociais através de vídeos, foi feita por um estudante da Escola Cidadã Integral José Rocha Sobrinho, localizada no município de Bananeiras, no Brejo da Paraíba.

Há quase três meses, os alunos da unidade precisam estudar no escuro. A escola está sem luz desde o mês de março, quando o transformador de energia parou de funcionar. Desde então, eles continuam tendo aula, mas em condições precárias, dependendo da luz natural que entra pelas janelas.

Além das aulas, a falta de energia prejudicou também o preparo da merenda na escola. Como as geladeiras e o freezer estão desligados, não é possível armazenar produtos perecíveis. Assim, os funcionários levam e guardam a comida nas suas casas.

O que dizem as autoridades

Portal Correio entrou em contato com a Secretaria de Educação do estado e com a Energisa, empresa responsável pelo sistema elétrico. A secretaria, através da assessoria, informou que, após o transformador queimar, foi providenciado outro para manter a energia na escola enquanto a Energisa não religava a rede, mas os alunos desmentem essa versão.

“Mandaram um poste e um transformador novo, mas ele não foi ligado. A escola continua sem energia. Cavaram um buraco e tapearam, porque nada foi feito”, denunciam em vídeo.

Energisa

A Energisa relatou que o transformador queimou porque a escola teria passado por uma reforma, que sobrecarregou o sistema elétrico. Por causa disso, o Governo do Estado chegou a procurar a empresa para ampliar a rede, mas só no dia 15 de maio, dois meses depois da pane. Após as solicitações, o projeto foi desenvolvido, com um prazo de 120 dias para conclusão, mas o governo não retornou para assinar os contratos.

“Toda a rede da escola terá que ser trocada. O projeto foi desenvolvido em cima disso, com um prazo de 120 dias, mas geralmente se conclui antes. Ele já foi aprovado pela Energisa, faltando apenas a assinatura do cliente, que, no caso, é o governo”, explicou a empresa.

A Energisa finalizou explicando que, após as assinaturas, a obra começará com urgência. “Quando o governo assinar os contratos, será realizada uma obra de conexão de rede para o Grupo A, que é a rede que alimenta clientes com carga mais alta. Tanto essa obra quanto a conclusão dela será realizado com urgência. Mas só podemos dar andamento a isso após a assinatura do representante do governo, que é o cliente solicitante”.

Após a versão da Energisa, o Portal Correio voltou a procurar a Secretaria de Educação, que informou que ia checar como está o trâmite para religar a rede elétrica, mas, até a publicação desta matéria, os esclarecimentos não foram além.

 

Portal Correio

 

 

Aluno é esfaqueado dentro de escola estadual em Cacimba de Dentro-PB

Um aluno esfaqueou um estudante dentro de sala de aula na manhã desta segunda-feira (20). O fato ocorreu na Escola Estadual Pedro Targino, no município de Cacimba de Dentro, interior da Paraíba.

Segundo informações, a discussão teve início na sexta-feira (17), quando um dos envolvidos insinuou que a música que o outro estava ouvindo era de boiola (Palavra de origem baiana que define o sujeito que possui preferência sexual por indivíduo do mesmo sexo).

A vítima conseguiu se defender com a mão que ficou ferida. Ele passa bem.

A direção da escola ainda não se manifestou.

Por Mídia PB

 

Divulgado edital do concurso para professor da rede estadual da Paraíba

Foi divulgado nesta terça-feira (23) o edital do concurso público com 1 mil vagas para professor da rede estadual da educação básica da Paraíba, sendo 50 para pessoas com deficiência. Conforme o edital, o maior número de vagas é para a disciplina de matemática, com 199 oportunidades, seguido da disciplina de língua portuguesa, com 195 vagas. O edital foi publicado no Diário Oficial do Estado desta terça.

As inscrições estão abertas a partir das 9h desta quarta-feira (24) e seguem até 6 de junho. Elas devem ser feitas online, no site da organizadora, o instituto AOCP. Também será disponibilizado um posto de inscrição presencial para os candidatos que não têm acesso à internet, na Escola Estadual Lyceu Paraibano, na Avenida Presidente Getúlio Vargas, localizada no Centro, João Pessoa. O posto vai funcionar das 10h às 14h, de segunda a sexta-feira, no mesmo período da inscrição online.

A taxa de inscrição custa R$ 39 para todos os cargos. O prazo para pedir isenção da taxa começa no dia 24 de abril e até o dia 30 do mesmo mês.

As vagas são para 13 disciplinas do ensino médio e estão distribuídas nas 14 Gerências Regionais de Educação. As provas vão ser realizadas nos municípios sede de cada uma, na data prevista de 21 de julho.

O vencimento previsto pelo edital é de R$ 2.110.12, para uma carga horária de 30 horas semanais. Veja o quadro de vagas por disciplina:

Quadro de vagas no concurso da rede pública estadual de ensino

Disciplina Vagas
Artes 72
Biologia 150
Educação física 68
Filosofia 6
Física 47
História 78
Língua espanhola 18
Língua inglesa 61
Língua portuguesa 195
Matemática 199
Química 28
Sociologia 6

O concurso será composto por duas fases, sendo a prova objetiva, de caráter classificatório e eliminatório, e a prova de títulos, unicamente de caráter classificatório.

Concurso para professor do Estado da Paraíba

 

G1

 

 

Botafogo-PB vence o Campinense e conquista tricampeonato estadual

Botafogo-PB e Campinense protagonizaram mais um ‘Clássico Emoção’ na tarde deste sábado (20), nos 90 minutos finais da decisão do título do Campeonato Paraibano 2019, no estádio Almeidão, em João Pessoa. Após vantagem adquirida fora de casa, podendo ser campeão em caso de empate, o Belo não precisou nem contar com essa possibilidade e, com uma vitória por 2 a 0, conquistou o tricampeonato estadual de forma consecutiva.

Primeiro tempo

Já nos primeiros instantes do jogo, o gramado molhado devido à chuva, com presença de algumas poças, mostrou que seria um empecilho na partida e, apesar de a drenagem ter diminuído os pontos mais críticos, dificultava o movimento da bola. Mesmo assim, não demorou para que o time da casa balançasse as redes adversárias.

Logo aos três minutos, Marcos Aurélio iniciou uma jogada no campo de defesa até que a bola chegou a Nando. O camisa 9 tocou na medida para Clayton, que só carregou para dentro da área e chutou na saída do goleiro Wagner Coradin, deixando o Belo ainda mais perto do título e assumindo a liderança isolada na artilharia da competição, com sete gols.

Com o aumento da desvantagem, a Raposa parecia apresentar certo nervosismo em campo, cometendo faltas bobas no campo de defesa. O Belo, por sua vez, seguia ameaçando a defesa rubro-negra. Aos 20 minutos, Marcos Aurélio cobrou falta para a área, Lula desviou de cabeça e Wagner Coradin defendeu, evitando o segundo gol do time da Capital. Cinco minutos depois, o goleiro do Campinense seguiu mostrando serviço: Clayton chutou colocado, com o pé direito, e o arqueiro fez mais uma boa defesa.

Aos 45 minutos, quase que o Belo ampliou. Marcos Aurélio mandou para a área, Jean tirou curto, Nando se aproveitou e chutou com o pé esquerdo. A bola passou perto do gol de Coradin.

Segundo tempo

O Campinense começou tentando surpreender na segunda etapa. Denis invadiu a grande área, mas Saulo saiu do gol para fazer a defesa. O Botafogo-PB voltou menos ofensivo, parecendo administrar a vantagem no confronto.

Com a obrigação de partir para cima, a Raposa desperdiçou uma boa chance de marcar gol aos 26 minutos. A equipe de Campina Grande chegou com perigo, Jean chutou de forma despretensiosa e o goleiro do Belo teve que tirar com a ponta dos dedos, dando um ‘susto’ ao alvinegro da estrela vermelha.

O Botafogo-PB seguiu contendo as tentativas do Campinense e, nos acréscimos, aos 50 minutos, assegurou o tricampeonato com gol de Paulo Renê. Dico tocou para o atacante, que, livre de marcação, marcou o segundo do Belo, dando números finais à partida.

(Foto: Paulo Cavalcanti/Botafogo FC)

portalcorreio