Arquivo da tag: espetos

Rebelião deixa feridos no Lar do Garoto, em Lagoa Seca, PB e Polícia Militar encontra espetos

Equipes da Polícia Militar foram acionadas para o centro educacional Lar do Garoto, em Lagoa Seca, no Agreste paraibano, na tarde desta terça-feira (4). O Centro Integrado de Operações da Polícia Militar confirmou o chamado era para apoio no controle de um princípio de rebelião. Mas, ao chegar no local, os policiais se deparam com uma rebelião já em andamento.

A informação sobre feridos foi confirmada pelo presidente da Fundação da Criança e do Adolescente (Fundac), Noaldo Meireles, que disse que ao todo 22 internos tiveram ferimentos leves. Por volta de 21h a Polícia Militar confirmou que três internos precisaram ser levados para o Hospital de Trauma de Campina Grande.

A Polícia Militar também informou a reportagem da TV Paraíba que foi encontrado um bilhete, mas o conteúdo não foi divulgado. De acordo com a Polícia Militar, os internos conseguiram abrir algumas grades pra ter acesso ao pátio. Cinco internos foram vistos em cima do muro já para fugir, mas foram impedidos por policias que usaram armas com munições de borracha.

G1 tentou contato com a direção do Lar do Garoto e com a Delegacia de Polícia Civil em Lagoa, mas não teve sucesso. O presidente da Fundação da Criança e do Adolescente (Fundac), Noaldo Meireles, disse que vai abrir um procedimento administrativo para apurar o caso. A suspeita da Fundac é de tentativa de fuga com a proximidade do São João.

“Nos últimos anos temos percebido que sempre na semana de abertura do São João 2019 em Campina Grande acontecem planos e tentativas de fuga. Uma revista já estava programada para a próxima quinta-feira (6). No ano passado havia um plano e há dois anos tivemos um rebelião mais grave com mortes”, disse ele.

Revista no Lar do Garoto

Ainda durante a tarde desta terça-feira, a Polícia Militar deu apoio a um procedimento de revista. O presidente da Fundac disse que na revista foram encontrados três pedaços de cadeado, quadro espetos de ferro, quatro pedaços da cabo de vassoura, um lápis e um pedaço de madeira.

G1

 

Espetos, droga e porrete com ‘pequenas causas’ são apreendidos no Roger, em JP

espetosDiversos celulares, carregadores, maconha, porretes e espetos de madeira e de ferro foram apreendidos, na manhã desta segunda-feira (13), durante operação realizada por agentes penitenciários no Presídio do Roger, em João Pessoa. Em um pedaço de madeira apreendido existia a frase “pequenas causas”.

Segundo o coordenador de segurança da unidade, Robson Leite, a operação foi realizada após policiais militares alertarem os agentes sobre o arremesso de um pacote para dentro do presídio.

“O fato aconteceu enquanto os detentos dos pavilhões 5 e 6 estavam recebendo visitas. Realizamos a operação e conseguimos apreender todo o material”, contou o coordenador.

Ainda segundo o coordenador, os agentes não conseguiram identificar, até a publicação desta matéria, para qual preso era destinado o pacote arremessado.

portalcorreio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

 

Pente fino apreende facas e espetos artesanais, além de celulares, em presídio da Paraíba

Reprodução/Diário do Sertão
Reprodução/Diário do Sertão

Seis facas artesanais, sete espetos e três celulares foram encontrados em poder de detentos do Presídio Regional de Cajazeiras, no Sertão da Paraíba, após operação pente fino, realizado pelos agentes penitenciários do presídio na última sexta-feira (10).

Segundo informações do diretor do presídio, Jailson Santos, todos os objetos encontrados foram recolhidos e estão sob responsabilidade da direção, que tomara as providências com relação ao fato.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O diretor do presídio disse que a operação pente fino foi realizada com a intenção de manter a ordem e o controle dos detentos dentro da casa penal. “Estamos trabalhando exaustivamente para que possamos garantir a ordem dentro da penitenciaria”, afirmou.

 

portalcorreio

Operação no Presídio PB1 apreende 21 espetos e oito facas artesanais; 11 detentos foram autuados

pb1Vinte e um espetos e oito facas artesanais foram apreendidas em operação de pente-fino realizada na Penitenciária Romeu Gonçalves de Abrantes, o presídio PB1, em João Pessoa. Os trabalhos foram realizados  de maneira conjunta  entre Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) e equipes da Polícia Militar no sábado (12). O balanço da operação só foi divulgado na tarde deste domingo (13) pelo gerente do Sistema Penitenciário da Paraíba, Arnaldo Sobrinho.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Segundo o gerente, 11 detentos foram autuados por desacato, lesão corporal e resistência, após um conflito iniciado entre os próprios presidiários durante a operação. Na confusão seis ficaram feridos, três deles foram encaminhados para o Hospital de Trauma de João Pessoa, passaram procedimentos médicos e no início da noite de sábado receberam alta médica.

De acordo com o secretário Wallber Virgolino foram disparadas balas de borracha e houve mais feridos, além dos encaminhados ao Hospital de Trauma. Os que apenas que tiveram ferimentos leves foram atendidos na enfermaria do presídio. Os presos foram colocados no pátio do PB1 durante as revistas.

paraiba.com.br

Pente fino realizado em dois presídios da Capital resulta na apreensão de espetos improvisados e celulares

Um pente fino realizado nessa quinta-feira (18) e sexta-feira (19) nas penitenciárias do Róger e Silvio Porto, em João Pessoa, resultou na apreensão de 30 espetos improvisados e 20 aparelhos celulares…

As ações foram solicitadas pela direção das unidades e ordenadas pela Secretaria de Estado da Administração penitenciária (Seap).

Participaram da ação, policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar, do Grupo Penitenciário de Operações Especiais (Gpoe) e agentes penitenciários de plantão. De acordo com a gerência executiva do sistema penitenciário (Gesipe) as ações têm por objetivo assegurar a segurança das unidades. O tenente coronel Arnaldo Sobrinho disse que novas operações podem ocorrer em outras penitenciárias.

Secom/PB

Pente-fino recolhe 100 celulares, revólver de plástico, espetos e facas artesanais no Roger

A polícia encontrou 100 aparelhos celulares e dezenas de espetos e facas de fabricação artesanal e um revólver de plástico, na revista que fez nas celas da Penitenciária do Roger, logo depois que a rebelião foi controlada.

De acordo com o coronal Almeida, comandante do 1ª Batalhão da PM, que comandou a revista nos pavilhões, os aparelhos celulares fora encontrados nas celas e os presos arrancaram as 30 grades das celas nos pavilhões dois, três e quatro.

Ele contou que os amotinados queimaram objetos e destruíram as celas, o que vai obrigar a coordenação do Sistema Penitenciário a acomodar os presos num pavilhão denominado de igrejinha e no ambulatório.

Ele garantiu que não existem presos feridos e a situação está controlada, embora uma parte dos amotinados esteja no pátio da penitenciária enquanto a Secretaria de Administração penitenciária decide para onde eles vão.

Parte dos homens da polícia que participaram da operação pente fino já deixaram o presídio, mas o policiamento continua reforçado.

Jonas Batista/Jota Ferreira

Polícia faz operação em presídio da PB e recolhe telefones e espetos

A Polícia Militar em parceria com agentes penitenciários fizeram uma operação de segurança na Penitenciária de Segurança Máxima Raimundo Asfora, o “Serrotão”, em Campina Grande. A ação, que aconteceu no sábado (14), faz parte do plano estratégico de contenção qualificada e revistas rotineiras.

A varredura, feita por militares da tropa de choque, ocorreu em nove pavilhões e foi feita cela a cela. Foram apreendidos 13 aparelhos de telefonia celular, acessórios e espetos.

O tenente-coronel Arnaldo Sobrinho afirmou que a oportunidade serviu também para fazer o remanejamento de alguns detentos nos pavilhões, facilitando as obras de melhorias por que passa a unidade penal.

O titular da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), Washington França, afirmou que o governo tem atuado em dois eixos temáticos principais: programa de ressocialização e programa de contenção qualificada e operação.

G1 PB