Arquivo da tag: esfaqueada

Grávida de seis meses é esfaqueada, na PB; suspeito é o ex-namorado

Uma mulher grávida de seis meses foi esfaqueada na madrugada desta quinta-feira (31), no bairro de Cruz das Armas, em João Pessoa. De acordo com relato dela à polícia, o suspeito é o ex-namorado dela.

A mulher, de 24 anos, foi ferida por volta das 2h. Os golpes de faca atingiram a perna, o pescoço e as costas da vítima. Ela foi socorrida para a UPA de Cruz das Armas e, em seguida, encaminhada para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, onde deu entrada por volta das 3h.

Ela relatou à polícia que o ex-namorado teria a esfaqueado e fugido em uma moto logo depois. De acordo com informações do Hospital de Trauma, o bebê está bem e não houve complicações na gravidez. O estado de saúde da mulher é considerado estável. Até as 7h50 não havia informações sobre a prisão do suspeito e qual seria a motivação das facadas.

G1

 

Mulher é esfaqueada por ex-companheiro em CG

Uma mulher foi esfaqueada pelo ex-companheiro na manhã desta quarta-feira (30), em Campina Grande, no momento em que chegava ao seu local de trabalho, uma fábrica de biscoitos situada no Distrito Industrial. O homem foi detido por funcionários da empresa e está preso.

Segundo uma prima da vítima, o relacionamento da mulher com o suspeito durou mais de oito anos e havia acabado há alguns meses, por decisão dela. O homem, porém, não aceitava o término e chegou a fazer ameaças. “Ela foi na delegacia, fez B.O. e estava vivendo com medo. A delegacia só age quando a pessoa morre”, desabafou a parente.

Ainda conforme o relato da prima da vítima, o suspeito premeditou o crime. Ele esperou a ex-companheira se despedir do irmão, que sempre a levava até as imediações do local de trabalho, para atacar a vítima. “Ele esperou o momento certo para fazer isso com ela”, disse. “Ele correu por trás dela. Ela abriu a porta e entrou, aí ele invadiu a empresa e já foi esfaqueando, enquanto ela gritava pedindo para que ele não a matasse”, completou.

Funcionários da empresa detiveram o suspeito, o amarram e chamaram a polícia. O Portal Correio tentou contato com a Delegacia de Atendimento Especializado à Mulher de Campina Grande, mas as ligações não foram atendidas.

A vítima foi socorrida para o Hospital de Emergência e Trauma, onde segue internada em situação estável.

 

portalcorreio

 

 

Mulher de 29 anos é esfaqueada em João Pessoa; suspeito é o companheiro, diz polícia

Uma mulher de 29 anos foi esfaqueada na manhã deste sábado (19), em João Pessoa. De acordo com a Polícia Militar, a vítima foi atingida com golpes de faca na cabeça, tórax e braço, e o principal suspeito do crime é o companheiro dela. Após ser esfaqueada, a vítima foi socorrida e levada para o Hospital de Emergência e Trauma da cidade.

O caso aconteceu na comunidade do Timbó, no bairro dos Bancários. Após o crime, o suspeito fugiu do local. A vítima foi socorrida por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o Hospital de Trauma de João Pessoa.

Até as 11h deste sábado, as informações do hospital eram de a mulher permanecia internada com estado de saúde regular. Conforme a polícia, o suspeito do crime ainda não havia sido preso e a PM estava realizando rondas na região para tentar localizá-lo.

G1

 

Adolescente morre após ser esfaqueada por companheiro em Teixeira, na Paraíba

Uma adolescente de 16 anos morreu após ser esfaqueada pelo companheiro, em Teixeira, no Sertão da Paraíba, na tarde desta segunda-feira (14). Segundo a Polícia Militar, o casal estava em processo de separação e o suspeito não aceitava o fim do relacionamento.

O crime aconteceu por volta das 15h, na casa onde vítima e suspeito moravam juntos. A residência fica localizada no bairro Três Poços. De acordo com a Polícia Civil, a adolescente correu em busca de socorro na rua.

Ela ainda chegou ser atendida pelo Samu, mas não resistiu aos ferimentos. O suspeito fugiu do local onde o crime aconteceu. Até as 19h desta segunda-feira, ele ainda não havia sido localizado.

G1

 

Mulher esfaqueada na porta de casa por vizinho morre em hospital de João Pessoa

A mulher esfaqueada na porta de casa, em um apartamento no bairro do Bessa, em João Pessoa, morreu na manhã deste sábado (10), no Hospital de Emergência e Trauma da cidade. Juliana Mônica Alves, de 32 anos, estava internada no hospital desde o dia 8 de julho deste ano. De acordo com a unidade de saúde, ela apresentou um quadro de infecção generalizada e não resistiu.

Juliana Alves e o companheiro dela, Jefferson Soares, foram esfaqueados na noite do dia 7 de julho deste ano. Na época, as informações da Polícia Militar e de testemunhas eram de que o vizinho teria batido na porta do apartamento do casal durante a noite. Quando a mulher abriu a porta, ele a esfaqueou. Em seguida, o marido dela saiu, entrou em luta corporal com o vizinho, mas acabou sendo esfaqueado também.

O casal foi levado para o Hospital de Emergência e Trauma por outros vizinhos. Jefferson Soares, de 31 anos, recebeu alta. Já a esposa dele, Juliana Alves, passou por cirurgia e o estado de saúde dela era considerado estável.

Juliana Alves era técnica em enfermagem. No dia do crime, ela foi golpeada com 14 facadas. Conforme o hospital, antes de morrer a mulher passou cerca de 33 dias na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) e por quatro procedimentos cirúrgicos.

Casal foi esfaqueado na porta do apartamento, quando recebia o vizinho que bateu na porta, em João Pessoa — Foto: Clara Rezende/G1

Casal foi esfaqueado na porta do apartamento, quando recebia o vizinho que bateu na porta, em João Pessoa — Foto: Clara Rezende/G1

Suspeito era vizinho do casal

Após o crime, o vizinho do casal, suspeito do crime, fugiu. No entanto, ele foi detido pela Polícia Militar na mesma rua onde o prédio fica localizado. Em depoimento, o suspeito, de 26 anos, contou para Polícia Civil que estava em casa quando um oficial de Justiça foi até a casa dele para entregar uma medida protetiva por conta de agressões que ele teria praticado contra a mãe, além de ter ameaçado uma jovem de 14 anos.

Ainda segundo depoimento do suspeito à polícia, após receber o documento do oficial da Justiça,, ele disse que “surtou”, foi até o guarda-roupa, pegou um canivete e foi até a casa dos vizinhos. Ele ainda disse que não sabe por qual motivo teve essa atitude. O suspeito era advogado e, após o depoimento, permaneceu preso.

Suspeito foi para instituto de psiquiatria

O homem suspeito de esfaquear o casal foi encaminhado para o Instituto de Psiquiatria Forense (IPF), após passar por audiência de custódia, na tarde do dia 8 de julho deste ano. De acordo com o juiz Adilson Fabrício, diretor do Fórum e magistrado que conduziu a audiência, a prisão em flagrante do suspeito foi convertida em prisão preventiva. Ele informou que o homem foi encaminhado para um instituto psiquiátrico, e não para um presídio comum, por apresentar um histórico de distúrbios mentais.

Na época, o juiz explicou ainda que, enquanto estiver internado provisoriamente no IPF, o homem passaria por um exame de sanidade mental, com psicólogos e psiquiatras, havendo um prazo de 45 dias para realização da avaliação e, tendo em vista o resultado, o caso seguirá na Justiça.

G1

 

Jovem é esfaqueada durante assalto, em Santa Rita, na Paraíba

Uma jovem foi esfaqueada durante um assalto, na manhã desta quinta-feira (4), no bairro do Marcos Moura, na cidade de Santa Rita, na Grande João Pessoa. De acordo com informações do posto da Polícia Militar no Hospital de Trauma, a mulher estava indo trabalhar quando o assalto aconteceu.

Um homem teria chegado no ponto de ônibus, onde ela aguarda para ir ao trabalho, e anunciado o assalto. A jovem de 21 anos entregou o celular, mas mesmo assim foi esfaqueada no abdômen.

Ainda conforme informações da Polícia Militar, a jovem deu entrada no Hospital de Emergência e Trauma no início da manhã e passa pelos primeiros atendimentos. Até as 6h40 o suspeito não havia sido localizado.

G1

 

Mulher morre após ser esfaqueada pelo companheiro na Paraíba, diz polícia

Uma mulher de 36 anos foi morta a facadas, na noite deste domingo (4), dentro da sua residência em São José de Piranhas, no Sertão paraibano. Segundo a Polícia Militar o principal suspeito é o companheiro da mulher.

A vítima identificada como Maria de Fátima Cavalcanti foi encontrada pelos vizinhos abraçada com seu filho, um bebê. Ela foi socorrido para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Até as 8h (horário local) desta segunda-feira (5), ninguém foi preso.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Jovem é espancada e esfaqueada ao tentar fugir de assaltantes em Santa Rita, PB

Uma jovem de 18 anos foi espancada e esfaqueada por assaltantes ao tentar fugir de um assalto na noite de quarta-feira (18) no Alto das Populares, em Santa Rita, na Grande João Pessoa. De acordo com a mãe da vítima, ela foi abordada por cinco homens, por volta das 21h quando retornava para casa, tentou correr, mas foi rendida e agredida.

Os assaltantes espancaram a jovem e desferiram uma facada na cabeça da vítima. Ainda de acordo com relato da mãe da vítima, os suspeitos fugiram levando a bolsa dela. A jovem foi socorrida e encaminhada para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de Santa Rita.

Por volta das 21h30 de quarta, a vítima foi transferida para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, onde passou por procedimentos médicos de emergência. De acordo com boletim médico divulgado na manhã desta quinta-feira (19), a jovem segue internada em estado de saúde regular.

A Polícia Militar foi acionada e realizou buscas pelos bairros, mas até as 8h20 desta quinta-feira nenhum dos suspeitos tinha sido localizado.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Professora é esfaqueada pelo marido e pede ajuda no facebook

baraunaUma professora identificada como Vitória foi esfaqueada pelo marido, neste na tarde deste sábado (05), na cidade de Baraúna, Serido paraibano. Ferida, a mulher postou um vídeo no facebook pedindo ajuda.

Uma equipe do SAMU da cidade de Picuí foi acionado e socorreu a professora ferida para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, onde está internada. Seu estado de saúde é regular.

O marido, identificado como Normando, tentou fugir, mas foi preso.

A polícia não tem pistas sobre os motivos que levaram o homem a tentar matar a esposa.

MaisPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Grávida é esfaqueada pelo ex, mas sobrevive na Paraíba

delegacia-de-itaporangaUma grávida de quatro meses foi esfaqueada, na noite dessa terça-feira (27), na cidade de Itaporanga, no Sertão paraibano.

De acordo com informações, a mulher identificada como Valmira Érica, de 25 anos, sofreu duas perfurações de um homem com quem mantinha relações amorosas.

Após cometer o crime, o homem identificado como Hélio Batista Ribeiro, de 44 anos, tentou fugir do local, mas foi capturado pelos populares até a chegada dos policiais.

A jovem foi socorrida para o Hospital Distrital do município e  transferida em seguida para o Hospital da cidade de Patos, onde permanece internada.

O suspeito foi encaminhando para delegacia da cidade, onde foi autuado pelo crime de feminicídio.

Segundo a Polícia, o motivo do crime pode ter sido passional.

MaisPB com Folha do Vali (reprodução autorizada)

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br