Arquivo da tag: escolher

Trump anula norma que permitia aos transexuais escolher banheiro nas escolas

trumpO presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anulou nesta quarta-feira uma norma proclamada por seu antecessor, Barack Obama, para que as escolas públicas do país permitissem aos alunos transexuais usar os banheiros e vestiários que prefiram em função do gênero com o qual se identifiquem.

O procurador-geral, Jeff Sessions, anunciou em comunicado que o governo de Trump tinha decidido suspender a medida porque produzia muita confusão em nível local e não incluía “uma análise legal suficiente” sobre como essa iniciativa era coerente com os poderes que a Constituição outorga ao Executivo.

Desta forma, Trump se coloca ao lado dos estados governados por republicanos que asseguravam que Obama se excedeu em seu poder em maio do ano passado ao proclamar uma norma que, embora não tivesse categoria de lei, ameaçava tirar fundos federais das escolas que não permitissem aos alunos usar os banheiros de sua escolha.

Em seu comunicado, Sessions indicou que agora o Congresso, os parlamentos estaduais e os governos locais “estão em condições de adotar políticas ou leis apropriadas que abordem esta questão”.

Sem a norma de Obama, agora as entidades locais terão liberdade para proclamar suas próprias leis e determinar se os estudantes podem ou não usar os banheiros que desejem de acordo com o gênero com o qual se identifiquem, ao invés de em consonância com o sexo de sua certidão de nascimento.

Na nota, Sessions também assegurou que o Departamento de Justiça “mantém seu compromisso” de proteger da discriminação, da intimidação e do assédio “todos os estudantes”, inclusive aqueles que pertencem à comunidade lésbica, gay, bissexual e transexual.

A mudança na posição do governo não terá um impacto imediato, pois a medida de Obama já havia sido bloqueada em agosto do ano passado pelo juiz federal do Texas, Reed O’Connor, a pedido de 13 estados.

No entanto, o giro adotado por Trump impactará nos litígios que estão sem solução e que incluem um caso que deveria ser analisado pela Suprema Corte em março.

Este caso se centra na figura de Gavin Grimm, um jovem da Virgínia que se identifica como homem e que foi obrigado por sua escola a usar os banheiros para mulheres.

O Departamento de Justiça notificou hoje o Supremo da mudança em sua política para os estudantes transexuais, o que poderia fazer com que a máxima corte anule a audiência prevista para março e devolva o caso de Grimm a tribunais inferiores.

EFE

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Mais de 2,8 mil eleitores estão aptos para escolher os seus representantes neste domingo na Paraíba

urnaDados do Tribunal  Regional Eleitoral (TRE) apontam que a Paraíba tem 2.889.731 eleitores aptos a votar nas eleições deste domingo (2). Os dados revelam ainda que nos 223 municípios paraibanos houve um aumento de 53 mil novos eleitores em relação às eleições estaduais de 2014.

A Paraíba tem 53% do eleitorado do sexo feminino, com mais de 1.5 milhões de eleitoras. São mais de 10 mil seções eleitorais, 1.770 locais de votação, 121 municípios com identificação biométrica, quase 12 mil candidatos, 719 coligações e 32 partidos. As Eleições deste ano na Paraíba custarão R$ 11 milhões e 53 mil pessoas trabalhando diretamente no pleito.

Do total de eleitores da Paraíba, 53% são do sexo feminino, o que corresponde a 1.524.143 em números. Os homens são 1.365.531 em números. Há ainda 57 eleitores que não informaram o sexo.
Na classificação por faixa etária, a maioria do eleitorado na Paraíba tem entre 30 a 34 anos (11,51%), seguido pelos eleitores com idades entre 25 a 29 anos, com 11,35%. Com relação ao grau de instrução, 26,66% têm grau superior incompleto, 19.18% declararam que apenas ‘leem e escrevem’ e 8,63% são analfabetos.

A Paraíba aparece com o 4º maior número de candidatos a vereador da região Nordeste. Levantamento mostra que 10.610 candidatos disputam vagas nas 223 Câmaras Municipais do Estado. À frente da Paraíba, aparecem os estados da Bahia, com 33.426 postulantes, seguido do Maranhão, com 16.576 e do Ceará, com 13.533 candidatos.

No tocante à disputa pelas Prefeituras, a Paraíba também aparece em 4º lugar entre os estados nordestinos. Ao todo, 554 candidatos disputam o comando dos 223 municípios paraibanos.

Catorze municípios paraibanos contarão com reforço de homens do Exército para reforçar a segurança das eleições de domingo. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) autorizou o envio de tropas federais para Campina Grande, Esperança, Sousa, Pombal, Montadas, Areial, Aparecida, Lastro, Marizópolis, Nazarezinho, São Francisco, São José da Lagoa Tapada, Santo Cruz e Vieirópolis.

Paulo Cosme

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Óleo certo faz motor gastar menos e trabalhar melhor; saiba escolher

Shutterstock
Shutterstock

Não caia na armadilha (ou tentação) de só completar o nível do óleo a cada parada no posto de combustível. Nem se acomode em adicionar o produto periodicamente. Pôr qualquer lubrificante no motor e nunca trocá-lo totalmente trará consequências graves lá na frente — é como aquele cara que passa a vida comendo em fast food: uma hora, o organismo vai reclamar.

Perda de desempenho, falhas na partida, consumo elevado e até comprometimento da garantia são alguns dos problemas comuns ao se optar por utilizar um óleo qualquer. Isso porque lubrificantes errados podem resultar em borras e acúmulo de verniz, além de aumentar o atrito entre as peças. Em alguns casos extremos, o motor pode até quebrar. UOL Carros explica porque isso acontece, mostra como fazer a verificação do nível correta e dá dicas do que fazer na hora da troca.

Como verificar

O nível do lubrificante tem que ser checado com o carro frio e em lugar plano, para não dar falsa impressão de que esteja fora do nível recomendado. Abra o capô, retire a vareta do cárter, limpe-a com uma flanela (ou algum pano que não solte fios e fibras) e ponha-a novamente no recipiente. Retire-a de novo para verificar o nível. Caso o veículo esteja rodando há algum tempo, desligue o motor e aguarde por cinco minutos.

Importante: se você já tiver saído com o carro e a luz do óleo acender no painel, pare o veículo imediatamente e verifique o nível. Se estiver abaixo do traço de mínima capacidade, complete-o com produto das mesmas especificações do lubrificante recomendado no manual do proprietário — misturar marcas é permitido. Contudo, não fique só completando, pois essa é uma das principais causas para formação de borras. Se o nível estiver alto, leve o carro até a oficina e verifique a bomba de óleo.

Também não se intimide com o diagnóstico assustador do frentista, que pode condenar seu óleo por estar escuro. É normal o produto ficar escurecido, afinal, tem poder detergente para limpar o motor e manter as impurezas em suspensão. Assuste-se somente se aparecer borras na vareta. Corra para fazer a troca.

Lucas Lacaz Ruiz/A1 – 26.02.2011

Para não ter dor de cabeça, faça a troca em concessionárias ou lojas especializadas

Quando trocar

Em média, o óleo é substituído a cada 5 mil ou 10 mil km — a troca varia conforme a marca do carro e o tipo de lubrificante. Carros mais modernos registram consumo médio de óleo de 300 ml a cada 1.000 km. Se o seu consome mais que isso, procure a concessionária.

Para fazer a troca, vá a uma concessionária ou lojas especializadas. Esses estabelecimentos têm maquinário apropriado e seguem procedimentos para a troca, como o aperto no parafuso que abre o bujão do cárter. Em veículos zero km, a substituição geralmente está prevista nas revisões programadas. Lembre-se que colocar óleo fora da especificação pode acarretar em perda da garantia do carro.

Também é importante ressaltar a importância dos filtros de óleo: sempre que for trocar o lubrificante, coloque um novo e opte por produtos de marcas conhecidas.

Sopa de letrinhas

Aquela overdose de letras e números na embalagem do lubrificante tem explicação: são as informações e características do produto, como índice de viscosidade, temperatura, aditivos etc. Mas o leque hoje é maior. Geralmente, fabricantes recomendam mais de uma especificação de óleo para o mesmo modelo. Por isso, consulte o manual.

Veja, por exemplo, a explicação da Shell sobre um rótulo com a seguinte classificação: 5W40, 0W30 ou 10W30 e API SN, API CJ-4. “Os primeiros números dos óleos multiviscosos representam o comportamento do motor na partida a frio, ou seja, quanto menor o valor, menor será o tempo necessário para que o óleo chegue à todas as partes do motor; o outro número indica a viscosidade à temperatura; já a segunda classificação é a de serviços (as mais conhecidas são a American Petroleum Institute, API, e a Association of Constructors of European Automobiles. a ACEA)”.

O deciframento continua: “A primeira é dividida em duas categorias, a “S” (óleos de Serviço) é voltada para motores ciclo otto; a “C” (óleos Comerciais) é voltada para motores ciclo diesel. E dentro de cada categoria existe os níveis de performance, que aumentam na medida em que a letra após o “S” ou “C” evolui. Por exemplo, o SB é melhor que o AS, e o CB é melhor que o CA. Atualmente, as classificações mais modernas são: API SN e API CJ-4 — o número que acompanha a categoria C é voltado para motores de dois ou quatro tempos”. Ufa.

Reprodução

Nunca use óleo mineral em veículo cuja recomendação é de óleo sintético, nem o contrário: misturar é queimar dinheiro, já que um “contaminará” o outro

Sintético ou mineral?

A principal mudança entre os dois está no tempo de oxidação: o produto mineral oxida em menos tempo e perde mais rapidamente o poder de fluidez, corrosão e formação de espuma. O sintético tem viscosidade estável, que facilita a lubrificação mais rápida das partes altas do motor e forma película mais resistente.

Por conta disso, nunca use óleo mineral em veículo cuja recomendação é de óleo sintético, já que este tem mais aditivos em sua composição, nem faça o contrário. Fique atento, pois misturar é queimar dinheiro, já que um “contamina” o outro.

Perigos do óleo errado

O produto fora da especificação para aquele carro pode não suportar a dilatação provocada pelo calor do motor. Desse modo, ele vai se degradar mais rapidamente. Isso pode causar o depósito de verniz e borras, que chegam a gerar entupimentos. Em casos extremos, o motor pode fundir.

A viscosidade diferente comprometerá toda a lubrificação e pode até quebrar o motor. Isso porque o lubrificante é responsável, entre outras coisas, por manter uma película para minimizar os atritos entre as peças metálicas do conjunto. Se o óleo tiver viscosidade diferente, essa película simplesmente se romperá e ocasionará mais atrito entre esses componentes.

Outro exemplo: o óleo mais “fino” que o recomendado pode subir para a câmara de combustão e queimar junto com o combustível.

Aditivos para quê?

O óleo lubrificante tem detergentes próprios para limpar a parte interna do motor. Por isso, aditivos adicionais não são recomendados, já que podem alterar a viscosidade e desgastar precocemente componentes como o virabrequim e os eixos comandos de válvulas.

Uol

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

PT se reúne nesta terça para escolher candidato a vice da Câmara

Os deputados Luiz Sérgio (RJ), José Guimarães (CE) e Paulo Teixeira (SP), que disputam as preferências do PT para a vaga de vice-presidente da Câmara (Foto: Lucio Bernardo Jr. e Luis Macedo/Câmara)
Os deputados Luiz Sérgio (RJ), José Guimarães (CE) e Paulo Teixeira (SP), que disputam as preferências do PT para a vaga de vice-presidente da Câmara (Foto: Lucio Bernardo Jr. e Luis Macedo/Câmara)

A bancada do PT na Câmara se reúne na tarde desta terça-feira (6) para decidir o nome que irá apoiar para a vice-presidência da Casa, cargo que ficou vago com a renúncia do deputado federal André Vargas (sem partido-PR), alvo de denúncias de envolvimento com o doleiro Alberto Youssef. O doleiro foi preso pela Polícia Federal em março por suspeita de participar de um esquema de lavagem de dinheiro que movimentou cerca de R$ 10 bilhões.

Segundo o líder do PT, deputado Vicentinho (SP), a bancada vai tentar entrar em consenso para que apenas um parlamentar do partido registre candidatura. Entre os cotados para o posto está o ex-ministro de Relações Institucionais Luiz Sérgio (RJ) e o deputado Paulo Teixeira (SP).

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

De acordo com petistas ouvidos pelo G1, Vicentinho e o presidente da sigla, Rui Falcão, tentam encontrar um “terceiro nome” que possa obter consenso e evitar a “briga” no voto entre os dois deputados petistas.  Entre as possibilidades está o deputado e ex-líder do PT na Câmara José Guimarães (CE).

A eleição para a vice-presidência está marcada para ocorrer nesta quarta-feira (7) no plenário da Câmara. Os cargos na Mesa Diretora da Casa são distribuídos às legendas proporcionalmente ao tamanho das bancadas.

O PT, partido com mais deputados, tem direito à presidência, mas, por um acordo com o PMDB, segunda maior bancada, ocupa atualmente a vice. Pelo acordo, o PT ficou com a presidência nos dois primeiros anos da atual legislatura e o PMDB, nos dois últimos.

“Estou trabalhando até o fim para conseguir uma candidatura. Todos estaremos unidos de qualquer modo, mas podemos estar unidos em torno de um candidato. Seria um sinal ainda mais forte de união”, disse Vicentinho ao G1.

Segundo o petista, a bancada tentará escolher por acordo. Se houver divergência, os deputados votarão, na própria reunião desta terça. O objetivo é que a eleição no plenário da Câmara tenha candidato único.

“Se não houver acordo, a escolha vai ser no voto, mas dentro da bancada, não no plenário. No plenário vai ter um candidato apoiado pela bancada”, ressaltou Vicentinho.

Deputado André Vargas, no centro, presidiu sessão do Congresso que promulgou criação de novos tribunais (Foto: José Cruz/Agência Senado)
André Vargas preside sessão do Congresso que
promulgou criação de novos tribunais, em junho de
2013 (Foto: José Cruz/Agência Senado)

Entre as funções do vice-presidente está a de presidir as sessões da Câmara e definir a pauta de votações do plenário na ausência do presidente. Também cabe ao vice presidir o Congresso Nacional, na ausência do presidente do Senado.

Em uma tentativa de evitar “desgastes” na eleição do vice-presidente, o presidente nacional do PT, Rui Falcão, se reuniu com a bancada do partido na Câmara no último dia 23 e pediu “empenho” na busca por um acordo.

“Fiz uma ponderação que, para um mandato tampão, que é o caso, a bancada tentasse encontrar uma unidade em torno em torno de um nome, mas que, se isso não for possível, as disputas do PT são legítimas. Que isso se faça sempre nos termos de fraternidade e sobretudo que, apurado o resultado, haja unidade”, afirmou.

 

Nathalia Passarinho

Ossinhos para cães: conheça benefícios e perigos na hora de escolher

Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

Adorados pelos cachorros, os ossinhos são itens bastante presentes nos lares em que habitam pets caninos – no entanto, embora sejam considerados uma ótima maneira de distrair e até divertir os cães, os ossos também podem representar alguns perigos para os animais, e ficar atento na hora de escolher um para o seu bichinho de estimação pode fazer toda diferença para sua saúde.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Primeiramente, é importante lembrar que não são todos os ossos que podem ocasionar problemas para os cães, e alguns tipos deles, inclusive, podem ser extremamente benéficos para os pets que os roem – como os de boi e que têm carne e tutano – já que ajudam a limpar a região oral do animal (livrando-o do acúmulo de tártaro ou sujeiras que possam ter ficado em seus dentes) e ainda fornecem proteínas e sais minerais ao animal.

 

A situação muda de figura quando falamos em ossos menores e mais quebradiços, como os de frangos e galinhas, por exemplo. Por serem muito frágeis, estes ossinhos podem se quebrar com facilidade ao passo que o cão o morde e, com isso, seus pequenos e pontiagudos pedaços podem causar complicações sérias – como ferimentos e a obstrução das vias respiratórias do animal.

 

Embora esse tipo de situação seja mais rara quando o osso usado é maior e mais resistente, isso não quer dizer que os donos do pet possam perder a atenção no seu bichinho de estimação enquanto ele pratica suas roídas – já que, por serem grandes e dificilmente partidos, estes ossos costumam ser comidos pelo cão até que fiquem menores e, quando isso ocorre, não é difícil que o bicho tente engolir o pedaço restante de uma vez.

 

Nesse tipo de situação, o osso pode ficar entalado na garganta do animal e até mesmo no seu intestino, exigindo uma cirurgia para a sua retirada. Portanto, é importante lembrar que os ossinhos tão queridos pelos cães podem ser uma boa fonte de proteínas, diversão e até limpeza oral; no entanto, os pequenos e quebradiços também podem ser um convite aos problemas e, portanto, nunca é demais ficar atento às brincadeiras do seu cãozinho quando ele estiver com seu osso.

 

Terra

Profissional deve agir ‘como investidor’ ao escolher emprego

Você já teve a sensação de estar perdendo tempo no emprego errado? Saiba que o problema pode estar na incompatibilidade entre o seu perfil e o da empresa em que você trabalha.

O “headhunter” Luiz Gustavo Mariano, sócio diretor da Flow, empresa de recrutamento de executivos, tem uma dica simples e eficaz para quem quer planejar a carreira: pense com a cabeça de um investidor.

Lai Seng Sin/Associated Press
Investidor monitora preços de ações em um banco da Malásia
Investidor monitora preços de ações em um banco da Malásia

Quando se trata de dinheiro, como você se comporta? Ter um perfil agressivo, muito competitivo, e trabalhar em uma empresa moderada, que valoriza o trabalho colaborativo, será dor de cabeça na certa. O mesmo vale para um profissional conservador que entra em uma companhia com gestão ousada.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“As pessoas escolhem a vaga e não a empresa. Deveria ser o contrário”, afirma Mariano. Para ajudar a encontrar o par perfeito, o “headhunter” dá três sugestões.

1) Busque autoconhecimento, mas não se contente apenas nas suas próprias percepções. Peça para amigos de confiança fazerem uma avaliação franca sobre suas características comportamentais. Você provavelmente ficará surpreso com o que vai ouvir.

2) Antes de escolher uma empresa, avalie o setor, como fazem os investidores. Segmentos com ciclos de investimentos mais curtos, como os de serviços e bens de consumo, valorizam pessoas com habilidade para assumir mais risco. Aqueles com ciclos alongados, entre eles bens de capital, energia e infraestrutura, tendem a preferir perfis mais moderados.

3) A sua entrevista de emprego deve ser uma via de mão dupla. Comece avaliando as características do seu entrevistador. Pergunte a ele sobre os planos da empresa no médio prazo, o perfil das pessoas que trabalham na companhia e qual foi o motivo da demissão mais recente. Em suma: aja como o mesmo cuidado de uma companhia na hora de escolher um funcionário.

“Não há certo ou errado. O que existe é a pessoa certa no lugar certo. O importante é planejar, traçar metas e definir onde você quer estar. Para isso, tem que escolher a empresa ou mercado certo para seu estilo profissional”, diz o especialista.

 

 

Folha.com

Cardeais foram escolher novo Papa ‘no fim do mundo’, diz Francisco I

O Papa Francisco I aparece pela primeira vez para os fiéis nesta quarta-feira ((Foto: Reprodução Globo News)
O Papa Francisco I aparece pela primeira vez para os fiéis nesta quarta-feira ((Foto: Reprodução Globo News)

O conclave elegeu nesta quarta-feira (13) o cardeal Jorge Mario Bergoglio, argentino, como novo Papa, Francisco I, sucessor de Bento XVI à frente da Igreja Católica Apostólica Romana.

Ele se torna o 266º Papa da história, o primeiro latino-americano e também o primeiro jesuíta.

Em sua primeira bênção, para uma Praça de São Pedro lotada de fiéis apesar da chuva, o argentino afirmou, em tom de brincadeira, que “parece que seus colegas cardeais foram buscar o Papa no fim do mundo”, em uma referência à sua Argentina natal.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Depois, já em tom mais sério, ele pediu aos cerca de 1,2 bilhão de católicos do mundo para “empreender um caminho de fraternidade, de amor” e de “evangelização”.

Falando em italiano e com um leve sotaque, ele também agradeceu ao seu predecessor, o agora Papa Emérito Bento XVI, em um gesto sem precedentes na Igreja moderna: um Papa agradecendo a um sucessor vivo.

Em seguida, ele pediu orações “a todos os homens e mulheres de boa vontade”.

“Rezem por mim, e nos veremos em breve”, disse, acrescentando que, nesta quinta, pretende rezar para Nossa Senhora.

“Boa noite a todos e bom descanso”, finalizou, na varanda da Basílica de São Pedro, sob aplausos da multidão.

O Vaticano informou que a Missa de Inauguração do pontificado vai ocorrer na próxima terça-feira, 19 de março.

Anúncio
O nome do escolhido pelos 115 cardeais foi anunciado com o tradicional “Habemus Papam!” (“Temos um Papa!”), pelo mais velho dos cardeais-diáconos, o francês Jean-Louis Tauran, e recebido com aplausos. Também houve festa na Basílica de Buenos Aires, em que 200 fiéis assistiam a missa no momento do anúncio.

A decisão surpreendeu, pois o argentino, citado inicialmente, não aparecia nas últimas listas de favoritos, que incluíam o brasileiro Dom Odilo Scherer e o italiano Angelo Scola.

O novo Papa, um jesuíta de 76 anos, assume com a função de manter a unidade de uma igreja que, nas palavras de seu próprio antecessor, está dividida e imersa em crises.

A fumaça branca apareceu por volta das 19h08 locais (15h08 de Brasília), e foi recebida com festa pela multidão que tomava a Praça de São Pedro. Os sinos da Basílica de São Pedro tocaram.

Trajetória
Arcebispo de Buenos Aires e primado da Argentina, Jorge Mario Bergoglio é um homem tímido e de poucas palavras, que goza de grande prestígio entre seus seguidores, que apreciam sua total disponibilidade e seu estilo de vida sem ostentação.

Ele é admirado por seus dotes intelectuais e, dentro do Episcopado argentino, é considerado um moderado.

Nascido em 17 de dezembro de 1936, em Buenos Aires, na Argentina, Bergoglio formou-se engenheiro químico, mas escolheu posteriormente o sacerdócio, entrando para o seminário em Villa Devoto. Em março de 1958, ingressou no noviciado da Companhia de Jesus (jesuítas). Em 1963, ele estudou humanidades no Chile, retornando posteriormente a Buenos Aires.

Entre 1964 de 1965, Bergoglio foi professor de literatura e psicologia no Colégio Imaculada Conceição de Santa Fé e, em 1966, ensinou as mesmas matérias em um colégio de Buenos Aires. De 1967 a 1970, estudou teologia.

Em 13 de dezembro de 1969, foi ordenado sacerdote.

Bergoglio foi reitor da Faculdade de Filosofia e Teologia de San Miguel, entre 1980 e 1986.

Após completar sua tese de doutorado na Alemanha, serviu como confessor e diretor espiritual na cidade de  Córdoba.

Em 1992, Bergoglio foi nomeado bispo titular de Auca e auxiliar de Buenos Aires. Em 1997, ele foi nomeado arcebispo titular de Buenos Aires.

Também atuou como presidente da Conferência Episcopal da Argentina de 2005 até 2011.

Foi criado cardeal pelo então Papa João Paulo II, no consistório de 21 de fevereiro de 2001.

Conclave
O conclave, votação secreta que escolhe o novo pontífice, foi convocado após a renúncia de Bento XVI, anunciada em 11 de fevereiro e concretizada em 28 de fevereiro.

Bento XVI saiu alegando que não tinha mais forças para a tarefa de liderar a igreja. Seu pontificado foi marcado por várias crises, pelo escândalo do acobertamento da pedofilia e pelo vazamento de documentos secretos no chamado escândalo VatiLeaks.

O conclave ocorreu após dez congregações gerais de cardeais, nas quais os problemas da igreja foram debatidos exaustivamente, em meio a muitas especulações e conversas de bastidores sobre os prováveis papáveis.

A imprensa italiana afirmou que um dos principais temas das congregações foi um dossiê preparado no ano passado, a pedido do hoje Papa Emérito Bento XVI, sobre irregularidades na Cúria Romana. Cardeais estariam pressionando pelo acesso ao documento. Questionados abertamente, o Vaticano e cardeais minimizaram a importância do documento.

Renúncia de Bento XVI
O alemão Bento XVI, desde 28 de fevereiro Papa Emérito, anunciou em 11 de fevereiro que havia decidido renunciar.

Ele foi o primeiro pontífice a renunciar em mais de seis séculos, o que criou situações praticamente inéditas para a Igreja Católica Apostólica Romana.

Desde a renúncia, Bento XVI está em Castel Gandolfo, a residência de verão dos Papas, que fica a cerca de 25 km do Vaticano. Ele permanecerá lá por dois meses e depois ficará recluso num antigo convento sobre as colinas do Vaticano, com vista para a cúpula da Basílica de São Pedro.

 

 

G1

Pão light, integral ou com grãos? Entenda as diferenças para escolher

pao-integral-lightDifícil imaginar um dia sem consumir pão, alimento indispensável na mesa do brasileiro, especialmente no café da manhã. Mas quando o assunto é a dieta, ele passa a ser considerado um vilão, pois é rico em carboidrato e pobre em fibras.

 

Uma alternativa são os pães integrais, por serem mais nutritivos. “O pão francês é composto apenas de farinha refinada, pobre em fibras e nutrientes. Este tipo de carboidrato colabora para o aumento de gordura abdominal e causam tanta saciedade como os integrais. Já os integrais fazem bem pela ação das fibras e trazem saciedade e devem ser sempre priorizados. Para aqueles que gostam muito do francês, ele pode ser consumido no fim de semana, e sem miolo”, orienta a nutricionista Andrea Santa Rosa Garcia, membro do Centro Brasileiro de Nutrição Funcional.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Ela explica a diferença entre alguns tipos de pães:

Tradicional: contém apenas farinha refinada, pobre em fibras e nutrientes.

Integral: de uma forma geral, tem uma porcentagem maior de farinha integral que branca. Porém, já existem algumas marcas que possuem 100% de farinha integral. Para saber se possui mais farinha integral que branca, basta olhar no rótulo na lista de ingredientes e ver o que vem primeiro. Se aparecer a de trigo comum primeiro que a integral, quer dizer que possui uma porcentagem maior de branca na sua composição, o que não é válido.

Light: se restringe a diminuição de 25% das calorias em relação à versão normal, podendo ser encontrado na forma tradicional ou integral.

Com grãos: possui em sua composição grãos, trazendo mais fibras e nutrientes. Porém, deve-se ter cuidado com as calorias, pois geralmente eles são mais calóricos.

De aveia: tem apenas a adição deste alimento no processo de fabricação, ou seja, ele não é elaborado apenas com a aveia.

O número de calorias varia muito entre as diferentes marcas. Mas a porção ideal, segundo a nutricionista, é uma fatia de no máximo 70 calorias no café da manhã. “A melhor combinação é uma fatia de pão integral com ovos caipiras mexidos ou geleia de frutas sem adição de açúcar para recheio e uma porção de frutas com farelo de aveia e chia (1 colher de sopa desse mix) ou suco natural. Outra opção é o iogurte sem adição de açúcar com frutas e farelo. Se o pão for integral, pode ser consumido até duas fatias ao dia”, recomenda.

 

 

bolsademulher