Arquivo da tag: escola

Adolescente suspeito de agredir funcionário de escola com faca é apreendido em Guarabira

Um adolescente suspeito de ato infracional semelhante à lesão corporal que teria agredido com uma faca um inspetor da escola onde estuda, na cidade de Pilõezinhos, foi apreendido por policiais militares e civis na tarde desta quarta-feira (21), no Alto da Boa Vista, em Guarabira. A guarnição do comando do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar), juntamente com o GTE (Grupo Tático Especial) da 8ª Delegacia Seccional de Policia Civil, recebeu uma informação de que o adolescente que teria agredido o funcionário da escola, localizada no Sítio Amarelinha, estaria em Guarabira. Os policiais foram até o endereço informado e conseguiram localizar o adolescente, que foi apreendido e conduzido à delegacia.

Em uma operação conjunta também envolvendo os policiais militares e civis, um homem com mandado de prisão em aberto por associação ao tráfico foi preso na sua residência, localizada no centro da cidade de Belém. Após levantamentos feitos, os policiais chegaram até o acusado, que foi localizado e preso, em seguida, conduzido à delegacia.

DURANTE A MADRUGADA – Os policiais foram acionados para atender a uma ocorrência na qual a solicitante informou haver um indivíduo muito agressivo na UPA de Guarabira. De imediato, a guarnição foi até o local e, ao chegar, se deparou com o suspeito, que estava gritando e causando tumulto. Mesmo a esposa estando sendo atendida, ele continuava bastante alterado, querendo agredir o segurança. Diante disso, as partes envolvidas foram conduzidas à delegacia.

 

Assessoria 4º BPM

 

 

Adolescente ataca alunos com golpes de machado em escola no Rio Grande do Sul

Um jovem invadiu com uma machadinha o Instituto Estadual Educacional Assis Chateubriand, em Charqueadas, na Região Metropolitana de Porto Alegre, e deixou cinco alunos e uma professora feridos, no começo da tarde desta quarta-feira (21). Um jovem de 16 anos está sendo identificado com autor do atentado. Segundo a polícia, ele entrou na escola portando gasolina e uma “machadinha”, ameaçando alunos e funcionários. Uma professora ficou ferida e dois alunos. Todos encaminhados para o Hospital de Charqueadas e não correm risco.

Segundo a Brigada Militar, o homem fugiu e está sendo procurado. Não se sabe ainda, ao certo, qual a idade dele.

A BM acrescentou que os estudantes não tiveram ferimentos graves e foram encaminhamos para o Hospital de Charqueadas. A instituição informou que eles não correm riscos.

A Secretaria Estadual de Educação informou que está se deslocando para a escola. Segundo a pasta, a direção do colégio informou que um adolescente, que não seria aluno da instituição, jogou um coquetel molotov dentro do pátio. Eles não têm informações de feridos.

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), informou que o vice, Ranolfo Vieira Júnior, está se deslocando para a escola.

 

clickpb

 

 

Escola é interditada em Araruna, PB, após vistoria dos Bombeiros e Ministério Público

Uma escola municipal na cidade de Araruna, cidade a 220 km de João Pessoa, foi interditada por falta condições estruturais e risco à integridade dos alunos. A interdição ocorreu na quarta-feira (17) após fiscalização do Corpo de Bombeiros e do Ministério Público da Paraíba. Após a interdição, a promotoria solicitou a realocação dos alunos, que têm entre quatro a 11 anos, para a escola mais próxima.

A escola municipal Nossa Senhora da Luz fica localizada na zona rural de Araruna. Entre os problemas encontrados na visita, estavam a falta de vigia no local e a presença de cisternas sem tampas, oferecendo risco de acidentes aos estudantes. A fiscalização aconteceu após uma denúncia firmada pelos pais dos alunos junto à promotora de Justiça de Araruna, Gláucia Maria de Carvalho Xavier.

De acordo com a promotora, a maior parte das crianças estudavam em uma outra escola mais próxima da localidade onde moram, mas foram transferidas para escola Senhora da Luz, que fica a 3 quilômetros do local em que vivem, após uma decisão tomada pela secretaria de educação de Araruna.

O secretário de educação de Araruna, Francisco Santos, explicou ao Ministério Público que a transferência dos alunos foi decidida junto com os pais no início do ano e que o transporte escolar é ofertado a todos os estudantes da escola vistoriada. Ainda de acordo com a prefeitura, as providências em relação à cisterna aberta estão sendo tomadas.

Ainda de acordo com o laudo técnico emitido pelo Corpo de Bombeiros, além dos problemas iniciais, foi constatado que calçada de entrada da escola está muito danificada, a presença de maribondos nos telhados de salas de aula, a falta de extintores de incêndio, saídas de emergência e problemas na instalação elétrica.

“Em virtude dessas pendências, faz-se necessário que as atividades escolares fiquem suspensas até que as irregularidades sejam sanadas”, informou a promotora Gláucia Maria de Carvalho Xavier.

A Promotoria também determinou que o município providencie, no prazo de 30 dias, as medidas cabíveis para adquirir uma unidade extintora para a escola e afixar no local indicado; para adequar a entrada da unidade de ensino interditada, de forma a garantir a acessibilidade ao prédio e para isolar e demolir o acesso às cisternas existentes na escola, de acordo com o laudo técnico emitido pelo Corpo de Bombeiros, sob pena de adoção das medidas administrativas, cíveis e criminais cabíveis.

Foto: Divulgação/Ministério Público da Paraíba

G1

 

Prorrogadas as inscrições dos Prêmios Mestres da Educação e Escola de Valor

A Secretaria de Estado da Educação e da Ciência e Tecnologia (SEECT) prorrogou até o dia 19 de julho as inscrições para os prêmios Mestres da Educação e Escola de Valor. O objetivo é possibilitar a participação do maior número de professores e gestores. A prorrogação foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) no dia 13/07/2019.

As inscrições, que iniciaram no dia 29 de junho, poderão ser feitas exclusivamente no endereço eletrônico: http://www.see.pb.gov.br/premios. Podem participar professores e gestores em exercício na rede pública estadual da Educação Básica.

Os professores devem ter carga horária de sala de aula registrada no Sistema de Acompanhamento Pessoal (SAP) e estarem lotados em escolas da rede pública estadual da Educação Básica.

A inscrição será exclusivamente por meio de preenchimento de formulário eletrônico, sendo obrigatório que o professor e o gestor escolar informem o e-mail que utiliza no Sistema SABER.

Através do formulário o candidato envia o seu projeto como professor, no caso do Mestres da Educação, e o Projeto de Intervenção Pedagógica (PIP), no caso do Escola de Valor, elaborados para o ano de 2019, em consonância com os requisitos estabelecidos no item 4 do Edital. Este procedimento é condição indispensável para a emissão do comprovante com número que identifica e confirma a inscrição do professor no Prêmio Mestres da Educação e da escola no Escola de Valor.

A Secretaria de Estado da Educação e da Ciência e Tecnologia disponibiliza guia de orientação para elaboração dos documentos exigidos nos editais que regem os Prêmios. O guia está disponível no novo site dos prêmios, ou pode ser acessado diretamente através do link: http://www.see.pb.gov.br/premios/guia.

A homologação da inscrição dos professores e das escolas públicas nos prêmios ocorrerá no dia 19 de julho de 2019, no endereço eletrônico: http://www.see.pb.gov.br/premios e dar-se-á após confirmado o envio do projeto do professor e do PIP da escola no ato da inscrição.

Os prêmios são uma iniciativa do Governo do Estado que consistem no fomento, seleção, valorização e premiação das experiências administrativas e práticas pedagógicas exitosas, resultantes de ações integradas e executadas por profissionais de educação em exercício e lotados nas escolas públicas estaduais de Educação Básica, e que, comprovadamente, estejam tendo sucesso no enfrentamento dos desafios no processo de ensino e de aprendizagem.

Em 2019, os prêmios farão alusão ao Ano Cultural Jackson do Pandeiro. Em 2018, 212 professores receberam as duas premiações que garantiram o 14º e 15º salários.

As demais orientações estão nos editais, que podem ser acessados no endereço eletrônico dos Prêmios ou através dos links: Mestres: http://www.see.pb.gov.br/premios/edital-mestres-da-educacao, Escola: http://www.see.pb.gov.br/premios/edital-escola-de-valor.

PB Agora

 

 

Abertas inscrições para Prêmios Mestres da Educação e Escola de Valor

As inscrições para os Prêmios Mestres da Educação e Escola de Valor 2019 da Rede Estadual de Ensino da Paraíba estão abertas e vão até o dia 12 de julho de 2019 no site responsável. Podem participar professores e gestores em exercício na rede pública estadual da Educação Básica.

Os professores devem ter carga horária de sala de aula registrada no Sistema de Acompanhamento Pessoal (SAP) e estar lotados em escolas da rede pública estadual da Educação Básica. A inscrição será exclusivamente por meio de preenchimento de formulário eletrônico, sendo obrigatório que o professor e o gestor escolar informem o e-mail que utiliza no Sistema Saber.

Por meio do formulário, o candidato envia o seu projeto como professor, no caso do Mestres da Educação, e o Projeto de Intervenção Pedagógica (PIP), no caso do Escola de Valor, elaborados para o ano de 2019, em consonância com os requisitos estabelecidos no item 4 do Edital. Este procedimento é condição indispensável para a emissão do comprovante com número que identifica e confirma a inscrição do professor nos  Prêmios Mestres da Educação e da escola no Escola de Valor.

A Secretaria de Estado da Educação e da Ciência e Tecnologia disponibiliza guia de orientação para elaboração dos documentos exigidos nos editais que regem os Prêmios. O guia está disponível no novo site dos prêmios, ou pode ser acessado diretamente por meio do link.

A homologação da inscrição dos professores e das escolas públicas nos prêmios ocorrerá no dia 19 de julho de 2019, no endereço eletrônico, após confirmado o envio do projeto do professor e do PIP da escola no ato da inscrição.

Os prêmios são uma iniciativa do Governo do Estado que consistem no fomento, seleção, valorização e premiação das experiências administrativas e práticas pedagógicas exitosas, resultantes de ações integradas e executadas por profissionais de educação em exercício e lotados nas escolas públicas estaduais de Educação Básica, e que, comprovadamente, estejam tendo sucesso no enfrentamento dos desafios no processo de ensino e de aprendizagem.

Neste ano, os prêmios fazem alusão ao Ano Cultural Jackson do Pandeiro. Em 2018, 212 professores receberam as duas premiações que garantiram o 14º e 15º salários.

 

 

portalcorreio

 

 

Governador inaugura Escola Cidadã Integral Técnica de Guarabira

O governador João Azevêdo inaugurou, nesta quarta-feira (29), a Escola Cidadã Integral Técnica (ECIT) Dom Marcelo Pinto Carvalheira, em Guarabira, no Brejo paraibano. A construção da unidade escolar representou um investimento de aproximadamente R$ 16 milhões e irá atender diretamente 540 alunos.

A vice-governadora Lígia Feliciano, os deputados estaduais Adriano Galdino (presidente da Assembleia Legislativa), Ricardo Barbosa, Jeová Campos, Júnior Araújo, Bosco Carneiro, Pollyanna Dutra, Nabor Wanderley, Lindolfo Pires, Branco Mendes, Felipe Leitão, João Gonçalves (secretário da Articulação Política),Tião Gomes, Anísio Maia, Dr. Érico, Caio Roberto, Inácio Falcão, o suplente de deputado estadual Trocolli Júnior, prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, lideranças da região, além de auxiliares do Governo da Paraíba participaram do evento.

Na ocasião, o chefe do Executivo Estadual ressaltou que a educação tem recebido um olhar diferenciado e grandes investimentos do Governo do Estado. “Qualquer política relacionada à educação me deixa feliz porque eu acredito que ela é a mãe de todas as políticas. Nós sabemos que o futuro dos nossos jovens está na educação e quando a associamos ao ensino técnico estamos qualificando ainda mais nossa juventude e poder participar desse momento é uma alegria muito grande”, frisou.

Ele aproveitou a ocasião para anunciar a pretensão da gestão estadual de incluir cursos técnicos voltados para a Agroecologia na ECIT de Guarabira. “Nós sabemos da importância da preparação da mão-de-obra para uma disputa de mercado que está cada vez mais difícil. O nosso objetivo é direcionar os cursos técnicos para o potencial da região, preparando o jovem para que ele possa traçar o seu próprio caminho”, completou.

O secretário da Educação, Aléssio Trindade, destacou a satisfação de entregar a décima primeira ECIT que contribuirá com a melhoria da educação da Paraíba. “A Escola Cidadã Integral vem com uma preparação muito forte para o Enem; abre portas para outros países, por meio do programa Gira Mundo; para as Artes, por meio do Festival Arte em Cena; para o esporte, por meio dos jogos escolares; para os ginásios, com o programa Bom de Bola; e a Escola Técnica, em especial, com o programa Primeira Chance. Também destacamos que Guarabira vem passando por uma revolução muito grande na educação desde 2011, com reformas e construção de ginásios”, evidenciou.

O presidente da Assembleia Legislativa, Adriano Galdino, falou da satisfação de participar de um momento especial na vida dos jovens de Guarabira. Já o deputado estadual Ricardo Barbosa disse que a Paraíba se agiganta com ações na educação e enfatizou a importância da implantação das escolas técnicas na rede estadual. “Lembro quando estivemos em Brasília, no Ministério da Educação, para fazermos as primeiras gestões para assegurar as Escolas Técnicas para a Paraíba e o Governo continua com esse compromisso de pensar no seu povo”, afirmou.

O secretário executivo do Orçamento Democrático, Célio Alves, disse que Guarabira vive hoje um momento de celebração. “Não vamos encontrar na história nenhum outro momento como este em que Guarabira e Região ganharam algo desta envergadura – um investimento de R$ 16 milhões na maior política pública, na mais transformadora ação de Governo que é a educação. Uma escola desse porte vai fazer a diferença na vida de tanta gente da região. Com esta escola vamos garantir a qualificação dos nossos jovens”, declarou.

A diretora da ECIT de Guarabira, Betânia Barros, destacou que a unidade de ensino tem a melhor infraestrutura da Região.  “Essa é a única Escola Técnica Estadual do Brejo e nós temos alunos de 11 municípios que estudam aqui e fazem cursos de Análises Clínicas e de Informática e que vão ter direito a uma primeira chance, que já é um projeto do governador João Azevêdo”, relatou.

A aluna Carolina Araújo agradeceu o investimento do Governo do Estado e elogiou as novas instalações da escola. “É uma obra magnífica. A gente tem uma estrutura inimaginável para a cidade de Guarabira e temos a oportunidade de fazer cursos técnicos, com laboratórios e equipamentos, a exemplo de microscópios, que tornaram o nosso curso mais fácil e garantem a melhoria do nosso futuro”, comemorou.

A estudante Carolina Teles também compartilhou a alegria de ter um local adequado para estudar. “A educação é o que move o mundo e sempre vai abrir novos caminhos. A estrutura do prédio traz bem mais oportunidades, podemos fazer experimentos nos laboratórios e aulas práticas e o conforto nos ajuda a estudar porque aqui também é nossa casa. Além disso, a importância desse prédio é mostrar que a educação pode avançar não só pela estrutura, mas pelas pessoas que aqui trabalham”, pontuou.

O administrador da Catedral Nossa Senhora da Luz, padre Kleber Rodrigues, agradeceu a homenagem do Governo do Estado a dom Marcelo Pinto Carvalheira. “Ele foi fundador da nossa Diocese, ficou por 20 anos nesta cidade que recebeu grandes ações sociais da parte dele, e para nós é uma honra acompanhar esse reconhecimento”, frisou.

A ECIT oferta atualmente os cursos de técnico em Análises Clínicas e técnico em Informática e já foi premiada nos projetos ‘Escola de Valor’ e ‘Mestres da Educação’. Este ano, 15 alunos da unidade escolar alcançaram a aprovação na primeira fase do programa Gira Mundo. Durante o período de construção do novo prédio, os estudantes tiveram aula no Polivalente de Guarabira.

A unidade escolar foi projetada obedecendo aos padrões ambientais, assegurando conforto térmico, acústico e visual dos alunos, professores e funcionários. A obra permite uma melhor utilização da iluminação natural para que seja minimizado o uso permanente de iluminação artificial e não seja necessária a adoção de sistemas de condicionamento de ar.

A nova estrutura também permite a utilização de água de chuva, trazendo várias vantagens, a exemplo da redução do consumo de água da rede pública e do seu custo de fornecimento, evitando a utilização de água potável onde não há necessidade, como, por exemplo, na descarga de vasos sanitários, irrigação de jardins e na lavagem de pisos.

O pavimento térreo da ECIT é composto de quadra poliesportiva coberta com vestiários masculino e feminino; depósito de materiais esportivos; dois laboratórios especiais; banheiros masculino e feminino e para pessoas com deficiência; grêmio; depósito/manutenção imobiliário; lavagem de utensílios; cozinha; despensa; despensa fria; cantina; vestiários masculino e feminino; refeitório; área de vivência com palco descoberto; sanitários masculino e feminino; laboratório de informática; laboratório de línguas; laboratório de matemática; laboratório de física; laboratório de biologia; laboratório de química; depósito de material de multimídia; almoxarifado de laboratórios; depósito de material pedagógico; almoxarifado de informática; sala de multimídia para professores; sala de professores; diretoria; coordenação pedagógica; coordenação de estágio; recepção; almoxarifado; reprografia; secretaria; biblioteca; auditório com capacidade para 201 lugares e sala técnica. Já o pavimento superior tem 12 salas de aula, biblioteca e banheiros masculino e feminino.

 

assessoria

 

 

Estudante é esfaqueado após discussão em escola na cidade de Caaporã

Um estudante de 18 anos foi esfaqueado, nesta quarta-feira (29), após uma discussão durante o horário de intervalo em uma escola municipal da cidade de Caaporã, na Grande João Pessoa. O suspeito é um aluno de 16 anos, que estuda na mesma instituição.

Segundo informações policiais, o suspeito foi detido após deixar a escola. Ficou constatado que o ele já tinha passagem pela polícia por roubos e furtos na região.

A vítima foi socorrida por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levada para o Hospital de Emergência e Trauma Humberto Lucena, na Capital.

Segundo o boletim divulgado no final da manhã pelo hospital, o jovem foi submetido a procedimentos médicos e seguia sendo atendido. No momento, o estado de saúde dele era estável.

 

portalcorreio

 

 

Escola estadual de Bananeiras funciona sem energia elétrica desde março

“O transformador queimou e até hoje estamos estudando sem energia. Somos quase 500 alunos. Além do ginásio às ruínas, os funcionários vão em casa imprimir as atividades e estocar as merendas da escola”. A denúncia, publicada nas redes sociais através de vídeos, foi feita por um estudante da Escola Cidadã Integral José Rocha Sobrinho, localizada no município de Bananeiras, no Brejo da Paraíba.

Há quase três meses, os alunos da unidade precisam estudar no escuro. A escola está sem luz desde o mês de março, quando o transformador de energia parou de funcionar. Desde então, eles continuam tendo aula, mas em condições precárias, dependendo da luz natural que entra pelas janelas.

Além das aulas, a falta de energia prejudicou também o preparo da merenda na escola. Como as geladeiras e o freezer estão desligados, não é possível armazenar produtos perecíveis. Assim, os funcionários levam e guardam a comida nas suas casas.

O que dizem as autoridades

Portal Correio entrou em contato com a Secretaria de Educação do estado e com a Energisa, empresa responsável pelo sistema elétrico. A secretaria, através da assessoria, informou que, após o transformador queimar, foi providenciado outro para manter a energia na escola enquanto a Energisa não religava a rede, mas os alunos desmentem essa versão.

“Mandaram um poste e um transformador novo, mas ele não foi ligado. A escola continua sem energia. Cavaram um buraco e tapearam, porque nada foi feito”, denunciam em vídeo.

Energisa

A Energisa relatou que o transformador queimou porque a escola teria passado por uma reforma, que sobrecarregou o sistema elétrico. Por causa disso, o Governo do Estado chegou a procurar a empresa para ampliar a rede, mas só no dia 15 de maio, dois meses depois da pane. Após as solicitações, o projeto foi desenvolvido, com um prazo de 120 dias para conclusão, mas o governo não retornou para assinar os contratos.

“Toda a rede da escola terá que ser trocada. O projeto foi desenvolvido em cima disso, com um prazo de 120 dias, mas geralmente se conclui antes. Ele já foi aprovado pela Energisa, faltando apenas a assinatura do cliente, que, no caso, é o governo”, explicou a empresa.

A Energisa finalizou explicando que, após as assinaturas, a obra começará com urgência. “Quando o governo assinar os contratos, será realizada uma obra de conexão de rede para o Grupo A, que é a rede que alimenta clientes com carga mais alta. Tanto essa obra quanto a conclusão dela será realizado com urgência. Mas só podemos dar andamento a isso após a assinatura do representante do governo, que é o cliente solicitante”.

Após a versão da Energisa, o Portal Correio voltou a procurar a Secretaria de Educação, que informou que ia checar como está o trâmite para religar a rede elétrica, mas, até a publicação desta matéria, os esclarecimentos não foram além.

 

Portal Correio

 

 

Dupla é detida suspeita de tentar aliciar adolescente para praticar ataque em escola da Paraíba

Um jovem e um adolescente foram detidos na noite da quinta-feira (23) suspeitos de tentar recrutar um adolescente para praticar um ataque em uma escola de Campina Grande. De acordo com a Polícia Militar, após se recusar a participar da ação criminosa, a vítima foi ameaçada de morte pela dupla.

Conforme a polícia, após ser ameaçado, o adolescente de 16 anos acionou a PM. Ele contou à polícia que a dupla, um jovem de 19 anos e um adolescente de 15, estudam em uma mesma escola da cidade e planejavam cometer o ataque na instituição.

“A dupla chamou a vítima para participar de uma ação criminosa em uma escola, provavelmente com emprego de arma de fogo, mas o jovem se recusou e foi ameaçado. O adolescente denunciou à PM, e nas diligências localizamos o menor e o adulto autor da ameaça”, relatou o sargento David Venceslau, da Companhia de Choque do Batalhão de Operações Especiais (Bope).

Os dois suspeitos foram detidos no bairro Bodocongó III. Eles foram encaminhados para a Central de Flagrantes de Campina Grande, no bairro do Catolé. A Polícia Civil investiga a participação deles em outros crimes na cidade.

G1

 

Aluno é esfaqueado dentro de escola estadual em Cacimba de Dentro-PB

Um aluno esfaqueou um estudante dentro de sala de aula na manhã desta segunda-feira (20). O fato ocorreu na Escola Estadual Pedro Targino, no município de Cacimba de Dentro, interior da Paraíba.

Segundo informações, a discussão teve início na sexta-feira (17), quando um dos envolvidos insinuou que a música que o outro estava ouvindo era de boiola (Palavra de origem baiana que define o sujeito que possui preferência sexual por indivíduo do mesmo sexo).

A vítima conseguiu se defender com a mão que ficou ferida. Ele passa bem.

A direção da escola ainda não se manifestou.

Por Mídia PB