Arquivo da tag: equilíbrio

Como manter o equilíbrio emocional e controlar a ansiedade em tempos de pandemia

*Por Conceiyção Montserrat

Como controlar nossas emoções e pensamentos negativos diante de tantas situações e circunstâncias que alteram toda nossa rotina de vida e nos limitam a quase tudo?

Poucas pessoas costumam trabalhar o equilíbrio emocional rotineiramente e conseguem manter o equilíbrio com tantas mudanças e rupturas em toda sua rotina, mas a grande maioria tem sofrido muito com todas as limitações e costumes que essa pandemia nos força a cumprir.

Não poder abraçar seus amigos, sua família, não poder ter uma vida social onde podemos confraternizar com a família, apreciar lugares, vivenciar experiências gastronômicas , enfim, somos muito calorosos, afetuosos e vivenciar estas demonstrações de carinho faz parte de nossas vidas como um alimento diário e de repente somos tolhidos de tudo e de todos.

Como manter o equilíbrio emocional diante de tudo isto?

É um grande exercício mental e emocional, é como lutar com você mesmo nos menores detalhes e nos pequenos desejos. A ansiedade é indubitavelmente o que mais devemos trabalhar no dia a dia. Não permitindo que ela tome boa parte de seus pensamentos e emoções prejudicando tomadas de decisão e planejamento.

Devemos aproveitar esta situação para explorar nossas capacidades, nos descobrindo em tarefas e condutas que não havíamos experimentado anteriormente. Me dei conta que muitos de nós passávamos muito tempo focados em nosso trabalho, nos preocupando com questões futuras e não vivenciávamos momentos que eram importantes e que estavam acontecendo a todo tempo e nosso olhar sempre aguardando algo que planejávamos, deixando passar situações maravilhosas ao nosso lado ou a nossa frente, ansiando sempre algo ou alguma coisa que não sabíamos o que era.

Como diz o trecho de uma música Epitáfio – Titãs “Devia ter complicado menos, trabalhado menos, ter visto o sol se pôr. Devia ter me importado menos, com problemas pequenos, ter morrido de amor…” podemos utilizar este momento para realizar o verbo no tempo passado nesta letra e diante desta crise sanitária fazer disto um verbo no tempo presente, organizando mais este “tempo” para dizer aos nossos amigos, familiares, clientes o quanto são importantes para nós.

Ver quanto é prazeroso ter estas pessoas em nossas vidas e o quanto somos felizes em tê-los ao nosso lado. Substituir a forma física neste período pela escrita, narrando em detalhes pensamentos e emoções que muitas vezes não podemos expressar. Aproveitar este momento tão difícil e doloroso para expressar nossos sentimentos de outras formas, sendo escritas, faladas e principalmente através de gestos, pois, podemos doar trabalho e ações a quem de fato necessita em campanhas e instituições que necessitam de nossa ajuda em trabalhos coletivos e sociais.

Desta forma conseguiremos organizar nossa mente e a relação com o entorno, pois, estamos olhando para nossas necessidades com olhar diferente, sem tanta ansiedade, podendo participar de projetos coletivos, torcendo para que tudo acabe da melhor forma possível e que possamos sair desta situação GRANDESFORTES e TRANSFORMADOS para evoluirmos a cada dia mais.

*Conceiyção Montserrat – Atenta as transformações do mercado brasileiro, Conceiyção Montserrat reuniu ao longo da sua carreira em mais de 25 anos (atuando no mercado nacional e internacional à frente de gestão e fomentação de negócios), grandes experiências, pois teve a oportunidade de desenvolver trabalhos nas áreas de gestão de projetos, comunicação, criação e design gráfico, produção audiovisual, marcas e patentes, eventos corporativos, acompanhando as questões jurídicas e gerenciamento de crise nos projetos, vivenciando a oportunidade de trabalhar com profissionais altamente capacitados e atuando junto a empresas com parceiros de larga experiência nas áreas de assessoria de imprensa, planejamento estratégico e conteúdos educacionais .

Sempre desenvolve projetos que valorizam os produtos e serviços acompanhando todos os processos até sua conclusão e resultado planejado.Em sua trajetória profissional, em grandes projetos, sempre aplica um olhar muito atento aos acontecimentos e novidades em geral.

 

Assessoria

 

 

Imagens da natureza ajudam a manter o equilíbrio mental! Filósofo explica esta ligação da natureza com os humanos

Fabiano de Abreu revela o motivo pelo qual temos essa ligação com a natureza

Uma pesquisa da Universidade de Chiba, no Japão, revelou que passear em áreas verdes pode diminuir o cortisol em até 16%. E esse contato nem sempre precisa ser físico. No Hospital Albert Einstein, em São Paulo, imagens de natureza são mostradas a pacientes em sessões de quimioterapia para trazer mais tranquilidade e inibir aspectos de preocupação e ansiedade.

O filósofo e psicanalista Fabiano de Abreu é especialista em estudos da mente humana e tem como principal base das responsabilidades pelas nossas atitudes o passado.

“Carregamos em nós o nosso código genético ao nascer. O esfenoide é o ponto de partida da formação de todos os ossos; esponjoso como o nosso cérebro, ele encerraria a nossa impressão genética, a memória primitiva. O elo de ligação entre os instintos e o inconsciente que se encontra na mente em nosso cérebro.

Abreu defende que nosso comportamento é o resultado da nossa necessidade ancestral: “Se nos falta algo que não sabemos responder, se nos comportamos de uma maneira sem entender o motivo, lembre-se que não há perguntas sem respostas. Tudo tem um motivo, uma razão e através delas as circunstâncias. Todo o nosso presente é resultado de um passado.”

Como respostas para o equilíbrio emocional, Abreu diz que a natureza e outros fatores ancestrais podem ser determinantes: “Tenta em um engarrafamento buscar a natureza e refletir sobre ela. Busque o cheiro das flores ou das plantas e sinta como é relaxante. Não é somente o fato de convivermos com a natureza milhares de anos, somos a natureza. Nosso corpo é formado pelo carbono(23%), enxofre(0,2%), cálcio(1,4%), fósforo(0,83%), nitrogênio(2,6%), água(55%), potássio(0,2%), cloro e sódio(0,27%) e metais(0,009%) ou seja, nós fazemos parte dela. Se unirmos a nossa composição corporal que é formada por elementos da natureza e nosso instinto que está vinculado a milhares de anos de convivência, o resultado é como o de uma mãe. Não é à toa que chamamos de mãe natureza pois, é nela que encontramos o conforto de quem nos gerou.”

Sobre o filósofo e psicanalista

Fabiano de Abreu é membro da Mensa, associação de pessoas mais inteligentes do mundo com sede na Inglaterra conseguindo alcançar o maior QI registrado com 99 de percentil o que equivale em numeral a um QI acima de 180. Especialista em estudos da mente humana, é membro e sócio da CPAH – Centro de Pesquisas e Análises Heráclito, com sede em Portugal e unidades no Brasil e na Holanda.

 

Filtrar informações e usar redes sociais para ficar em contato com pessoas queridas pode contribui para manter equilíbrio mental

O surgimento de uma nova doença gera sempre a sensação de medo e insegurança nas pessoas. Foi assim com a Febre Amarela, o H1N1, e tantas outras patologias que integram a história da humanidade. O mesmo ocorre agora com a chegada do Coronavírus (Covid-19). A doença fez suas primeiras vítimas brasileiras nos últimos dias e está gerando pânico na população, que tem adquirido álcool em gel de forma cumulativa e, em alguns casos, fazendo até reservas de alimentos.

Diante de tal realidade, a psicóloga do Hapvida em João Pessoa, Danielle Azevedo, ressalta que além dos cuidados básicos, que englobam as etiquetas respiratórias, é preciso estar atento também a saúde mental em meio ao alto bombardeio de informações acerca da doença. “No meio a tantas informações, já era esperado que, em uma sociedade tão conectada como a nossa, o fluxo seria imenso diante de uma pandemia. Buscando o equilíbrio emocional, o melhor de tudo é filtrar o que chega e isso significa escolher alguns veículos de confiança para se informar e evitar compartilhar mensagens das quais não se sabe a procedência ou a fonte. Isso vale também para aquele momento de angústia em que se decide expor esse sentimento nas redes sociais”, esclarece. Ela destaca que as redes sociais são aliadas para manter contato com pessoas queridas nesse período de quarentena.

A especialista destaca que em situações de pandemias, como a que se vive na atualidade, manter o bem-estar da mente humana é essencial. “Vamos assumir que essa é uma situação completamente atípica e que foge ao nosso controle. O melhor então é voltar-se para dentro e pensar: o que posso fazer? Como posso contribuir como mãe, como filha, como cidadã? Tornar-se útil nesses momentos é uma boa medida para reduzir a sensação de impotência e ainda encontrar um sentido no meio de todo o problema”, orienta a psicóloga.

No caso de pessoas que já apresentam ansiedade, depressão ou outra perturbação do foro mental, a psicóloga afirma que em situações como a de pandemia, é possível que desenvolvam um agravamento do distúrbio. “Em casos como estes, as pessoas tendem a experimentar um agravamento de sintomas nos próximos dias e podem experimentar reações psicossomáticas caso vivenciem um ataque de pânico. Se isso acontecer, é importante não sofrer sozinho e buscar ajuda com um médico de confiança ou seu psicólogo, para que seja avaliada a necessidade de medicamentos ou outras medidas terapêuticas”, pontua.

Apesar de se ter a consciência de que o ser humano é naturalmente social, a psicóloga ressalta que ficar isolado pode ser bastante complicado e pode agravar ainda mais o quadro de ansiedade e o estresse do momento. “Por isso, tentar manter contato com pessoas queridas, como amigos e familiares é importante e as redes sociais podem ajudar nessa tarefa, fazendo com que as pessoas consigam interagir sem estar fisicamente presentes”, destaca.

Dicas – Pensando na melhoria da qualidade de vida da saúde mental do indivíduo, a psicóloga Danielle sugere algumas medidas para contribuir com este momento. “É uma ótima oportunidade para refletir sobre prioridades na vida e ainda pensar em novas formas de executar o trabalho ou colocar algumas atividades que estavam atrasadas em dia, por exemplo”, orienta.

Danielle Azevedo afirma ainda que a capacidade de lidar com problemas, adaptar-se à mudanças, superar obstáculos ou resistir à pressão de situações adversas é a definição de resiliência, que cai muito bem para esse momento atual. “Isso quer dizer: olhar o problema de frente, mas sem entrar em pânico e, ao contrário, pensar em formas de lidar com ele até que a situação melhore”, pontua.

 

Assessoria de Imprensa

 

 

Tai chi chuan melhora equilíbrio de pacientes com parkinson

taiO tai chi chuan é uma verdadeira fonte de juventude. Ele ativa os hormônios e as células imunes, fortalece o coração, melhora os reflexos e equilíbrio e diminui os sinais da idade, de acordo com pesquisas realizadas – como o estudo feito no Serviço de Geriatria do Hospital das Clínicas, da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo – o poder de rejuvenescimento do tai chi chuan, tanto físico como mental, tem sido comprovado, pois a atividade abaixa a pressão sanguínea, irriga as juntas, estimula a circulação, fortalece os músculos e o sistema imunológico, promovendo a calma mental.

Outra boa notícia é que o tai chi chuan ajuda os pacientes com Parkinson a melhorarem seu equilíbrio e aumentarem a força muscular, segundo estudos dos pesquisadores do Instituto de Pesquisa de Oregon, liderados pelo médico Fuzhong Li.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

O acupunturista Ansélio D’Castilho, mestre em tai chi chuan, explica que o tai chi chuan é e uma meditação em movimento. Ao mesmo tempo em que nos concentramos (meditando), exercitamos os músculos e, alongamos os tendões. E, a cada movimento executado, expiramos ou inspiramos o ar dos pulmões. Esse conjunto de ações equilibra as energias Yin e Yang observando os mesmos princípios da acupuntura (Medicina Tradicional Chinesa).

De acordo com o mestre Ansélio D’Castilho o exercício é feito por meio de movimentos simples, suaves e fáceis de serem aprendidos. “Não exige habilidades especiais e pode ser executado em qualquer lugar, interior ou exterior, sozinho ou em grupo. Qualquer pessoa pode desenvolver a arte a níveis bastante elevados. Basta uma prática consistente, concentração e um bom professor”, explica.

O sistema respiratório é beneficiado pela prática de respiração constante, trabalhando-a de forma correta.

O sistema cardiovascular é beneficiado, pois há um aumento da elasticidade das artérias, que encolhe com o avanço da idade, e está ligado a doenças cardiovasculares como a hipertensão, por exemplo. É uma atividade ótima para a redução do peso corporal. o tai chi busca o equilíbrio do sistema nervoso e das emoções. Um coração calmo é a base do caminho para o rejuvenescimento.

Benefícios

*Equilibra a pressão sanguínea

* Reduz o estresse, diminuem a frequência cardíaca e aumentam

*Aumenta a capacidade de concentração:

* Alonga os músculos e deixa as juntas flexíveis

*Melhora o equilíbrio e reduz o risco de quedas e acidentes:

* Melhora a circulação

* Melhora o humor

 

 

correiodaparaiba