Arquivo da tag: enxada

Cachorro é morto a golpes de enxada, em Campina Grande

Um cachorro foi morto a golpes de enxada na tarde do domingo (9), em Campina Grande. Conforme um Boletim de Ocorrência registrado na Polícia Civil, o suspeito de matar o cachorro teria confessado o crime ao dono do animal, que denunciou o caso.

Segundo relato do dono do animal à polícia, ele tinha dois cães da raça pitbull. Os dois animais teriam saído pelo portão da casa, quando Zeus, como era chamado o cachorro, foi morto a golpes de enxada pelo vizinho.

O dono do animal encontrou o cachorro morto em frente a uma vala, próximo à casa onde mora. Ele relatou à polícia que saiu à procura de Zeus, mas que já encontrou o cão morto e conversou com o suspeito do crime, que confessou ter matado o animal.

De acordo com o relato, o suspeito disse que matou o cão do vizinho após o animal brigar com o cachorro dele. Na manhã desta segunda-feira (10), a Polícia Civil informou que o caso será investigado e que o homem será chamado para prestar esclarecimentos.

G1

 

Índia é presa suspeita de matar enteado com golpes de canivete e enxada no Litoral Norte

sireneUma índia de uma aldeia de Marcação (Litoral Norte do estado, a 66 km de João Pessoa) foi presa, nessa segunda-feira (19), suspeita de matar o enteado com golpes de canivete e enxada. De acordo com o capitão Alberto Filho, o crime aconteceu na noite do domingo (18) e a suspeita, de 54 anos, contou com ajuda do filho e da nora, de 20 anos.

Ainda conforme o policial militar, a família trabalha com a captura e venda de crustáceos e o crime teria acontecido após uma discussão envolvendo a quantidade de carne de siri que ficaria para cada pessoa. “Eles começaram a brigar e então a índia, junto com o filho e a esposa dele, agrediram o enteado com golpes de canivete e enxada. O rapaz chegou a ser socorrido para um hospital, mas acabou não resistindo aos ferimentos”, explicou o capitão Alberto Filho.

Apesar de o crime ter ocorrido no domingo, a polícia só foi informada do ocorrido nessa segunda-feira. “A índia disse ao pessoa da aldeia que a briga tinha sido só entre o filho e o enteado e que não queria chamar a polícia. Mas depois de saber da morte da vítima, os outros índios da aldeia me telefonaram e contaram o que houve”, completou o policial.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Quatro viaturas da Polícia Militar foram enviadas até a aldeia para apurar a ocorrência. Na frente das duas suspeitas, vizinhos afirmaram que elas também tinham participado do crime e as mulheres acabaram confessando, segundo o capitão Alberto Filho.

As duas mulheres foram presas e levadas para a delegacia de Rio Tinto. Já o terceiro suspeito, que também é índio, permanecia foragido até a manhã desta terça-feira (20).

 

 

portalcorreio

Mulher é presa destruindo imagem com golpes de enxada

Mullher-revoltadaUma mulher de 48 anos foi presa por tentar destruir, com golpes de enxada, uma imagem de Nossa Senhora da Piedade, que fica na igreja católica no Centro de Belo Oriente (MG), nessa terça-feira (24). A obra feita há vinte anos e ficou parcialmente destruída.

O padre Luiz Carlos Macedo conta que está há vinte anos na paróquia. Ele relata como ficou sabendo do fato e disse que nunca aconteceu nada parecido no local. “Eu estava na casa paroquial, quando duas pessoas chegaram e me avisaram que uma mulher estava destruindo a imagem. De imediato chamamos a polícia e três rapazes da igreja conseguiram tomar a enxada dela. Após a chegada da polícia, algumas pessoas chegaram no local chorando, foi muito triste, nunca vi algo igual”, declarou.

Segundo a Polícia Militar, durante a prisão, a mulher parecia estar confusa. “Recebemos a informação e fomos até o local. Durante a abordagem, ela demonstrava estar em situação de confusão psicológica, chamando os familiares e dizendo palavras desconexas”.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

A mulher foi detida e encaminhada para a delegacia. No local ela foi ouvida, assinou o Termo Circunstancial de Ocorrência, e vai responder o processo em liberdade. A pena para este crime é detenção de um a seis meses ou multa.

G1

Agricultor assassina colega a golpes de enxada e faca por questões políticas

Imagem - Aguinaldo Mota

Uma briga por questões políticas levou o agricultor conhecido por Antônio de Inácio a assassinar o também agricultor Carlos José da Conceição, de 32 anos a facadas e golpes de pá.

O assassinato aconteceu por volta das 5h dessa segunda-feira, 15, no sítio Igarapu, distrito de Mata Redonda, zona rural de Alhandra, litoral sul do Estado. De acordo com a polícia, a vítima teria sido atingida por uma pá e depois esfaqueada várias vezes, inclusive, o acusado deixou a arma cravada no pescoço de Carlos José.

Segundo levantamento feito pela polícia, vítima e acusado teriam discutido na sexta-feira, 12, por questões políticas e também por causa de um monte de areia que ambos diziam lhe pertencer.

Antônio de Inácio, na ocasião, teria jurado Carlos. Na manhã de hoje, quando se dirigia de moto para o roçado com um sobrinho na garupa, o agricultor foi surpreendido por Antônio que estava escondido por trás de um monte de areia, usou uma pá e derrubou o inimigo.

Nesse momento Carlos tentou sacar uma faca, mas Antônio se apoderou da arma e golpeou o inimigo e ainda deixou a faca cravada no pescoço da vítima. Em seguida fugiu numa moto.

José Carlos da Silva, 22 anos, sobrinho da vítima, sofreu escoriações por ter caído da moto. Ele não conseguiu evitar a morte do tio. Guarnições da PM realizaram diligências, no entanto, não conseguiram localizar e prender o criminosos.

ClickPB, com Aguinaldo Mota