Arquivo da tag: engano

Morre o soldado atacado ao entrar por engano no Complexo da Maré

helioA Secretaria Extraordinária de Segurança para Grandes Eventos (SESGE) confirmou, na madrugada desta sexta-feira, a morte do soldado Hélio Vieira, baleado na cabeça ao entrar por engano junto com outros agentes da Força Nacional na Vila Do João, no Complexo da Maré, na última quarta-feira. Ele passou por cirurgias no Hospital Salgado Filho, no Méier, porém não resistiu e teve morte cerebral dada pelos médicos.

Natural de Roraima, o soldado Hélio Vieira dirigia a viatura que foi atacada por traficantes da comunidade. Ele perdeu massa encefálica e foi encaminhado para o centro cirúrgico Hospital Salgado Filho. O agente chegou a passar uma cirurgia com quatro horas de duração e, segundo a Secretaria Municipal de Saúde, não reagiu bem ao procedimento.

Nesta sexta-feira, o Disque-Denúncia divulgou um cartaz com a foto de três traficantes envolvidos no ataque. Segundo o órgão, já foram recebidas 11 denúncias sobre a possível localização deles. De acorco com a polícia, eles são líderes do tráfico do Complexo da Maré, membros da mesma facção criminosa, conhecidos como TH, Pescador e Paulinho PL.

Em sua página do Facebook, o Ministro da Justiça do Brasil, Alexandre de Moraes, publicou uma mensagem de apoio aos familiares do soldado. Ele disse que o presidente interino Michel Temer decretará luto oficial.

“Quero expressar meus sentimentos aos familiares do soldado Hélio Vieira, que sofreu um ataque covarde e, infelizmente, morreu hoje em decorrência dos ferimentos”, diz um trecho da postagem do ministro.

Os parentes acompanharam os últimos momentos do soldado no hospital. Ainda não foi confirmado o local do enterro.

Extra

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

‘Por engano’, mulher envia foto de seio nu ao chefe pelo Snapchat

(Crédito: Reprodução/Twitter(cow poly))
(Crédito: Reprodução/Twitter(cow poly))

Uma mulher enviou pelo Snapchat, aparentemente por engano, uma foto em que aparece com um seio nu ao chefe, de acordo com reportagem do “Daily Mirror”.

“O que você está perdendo este fim de semana”, escreveu a funcionária oa enviar a foto.

Teoricamente, o destinatária inicial da foto picante era um homem no qual a funcionária tinha interesse.

A imagem se tornou viral na internet.

O chefe mandou, de volta, a imagem de um bilhete no qual alerta para o “engano” e pede que ela seja mais cuidadosa.

“Oi, você provavelmente não quis mandar isso para mim, mas seja mais cuidadosa. Sou o seu CHEFE”, escreveu.

O Snapchat tem cerca de 100 milhões de usuários no mundo e, muitas vezes, é usado para o envio de fotos sexy. Após ser visualizada, a imagem é apagada automaticamente. Mas há mecanismos para burlar essa diretriz.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Page Not Found / O Globo

Polícia prende suspeitos e revela que professor foi morto por engano em CG

coletivaA Polícia Civil da Paraíba divulgou, nessa sexta-feira (29), em Campina Grande,  os detalhes da prisão de um dos suspeitos de participar do assassinato do professor Eraldo César de Araújo, na escola Major Veneziano. Jailton Carolino dos Santos, 29 anos, foi preso no final da tarde da quinta-feira (28), suspeito de dar fuga a três outros participantes da ação criminosa. O crime aconteceu no dia 12 de maio deste ano.

As investigações iniciadas no dia do crime revelam que o professor Eraldo foi morto por engano. A intenção dos criminosos era matar Josuélio Patrício dos Santos, 25 anos. Como ele usava roupas de cores semelhantes às do professor foi alvo do crime. Josuélio estava na escola no momento do homicídio, mas não foi visto pelos assassinos.

De acordo com a delegada Maíra Roberta, dois adolescentes são apontados como autores dos disparos. “Eles não conheciam Josuélio e agiram de acordo com as características que lhes foram repassadas, vitimando o professor por engano”, disse Maíra. Os adolescentes já foram identificados pela Polícia Civil.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

O mandante do crime é Alisson Soares, 19 anos que, no dia do homicídio, ficou no portão da escola impedindo o acesso de pessoas, até que os adolescentes matassem a vítima.  Conforme as informações apuradas pela Polícia Civil, Alisson teria sido alvo de disparos efetuados por Josuélio cerca de 15 dias antes do ataque na escola.

“Tudo indica que existe entre eles uma disputa por pontos de drogas, o que se apresenta como uma das principais motivações do delito”, disse o delegado Francisco de Assis, chefe da equipe de investigadores que elucidaram o caso.

Além da prisão de Jailton, os policiais cumpriram também um mandado de busca e apreensão na casa de Deda, que está foragido. No local, foram encontradas duas balanças de precisão, um cartucho de calibre 36 e pedaços de uma espingarda. Os indícios fortalecem as denúncias repassadas pelo telefone 197, apontando-o como traficante na região.

Jailton já havia sido preso no ano de 2011, quando foi acusado de participar do assassinato de um travesti no Centro de Campina Grande, crime registrado por câmeras, cujas imagens repercutiram em todo o país. Segundo a denúncia na época, a função de Jailton no episódio foi justamente dar fuga aos assassinos, como fez agora no caso do professor Eraldo. Ele será encaminhado ao sistema penitenciário, onde ficará à disposição da Justiça.

MaisPB

Laudo da PF: Marice foi presa por engano

policia federalPeritos da Polícia Federal confirmaram que não é a cunhada de João Vaccari Neto, Marice, quem aparece em vídeos fazendo depósitos à mulher do ex-tesoureiro do PT, mas, sim, a própria Giselda.

Segundo a colunista Vera Magalhães, o laudo assinado pelo grupo de perícias em equipamentos audiovisuais da PF em Curitiba foi encaminhado à força-tarefa da Operação Lava Jato.

O juiz Sérgio Moro se baseou nas imagens para prorrogar a prisão preventiva da cunhada de Vaccari. Ele escreveu que não havia “margem para dúvidas” sobre a atuação de Marice. O Ministério Público a acusou de ter mentido em depoimento ao negar ter feito depósitos à irmã.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

O dinheiro, que seria de propina da OAS, entrou na conta da mulher de Vaccari, Giselda Rosie de Lima, no mesmo horário que mostrava a mulher fazendo depósito no vídeo. Marice negou ter feito os depósitos e Giselda admitiu ser ela mesma nas imagens do banco.

Marice foi solta após sua defesa levantar dúvida sobre a versão da Procuradoria.

Abaixo, o vídeo que mostra as imagens de uma agência do Itaú e que confundiu os investigadores da Lava Jato, divulgado pelo portal da revista Exame:

 

 

brasil247

Engano faz casal buscar a criança errada na creche

meninaOs pais de uma menina de três anos levaram um susto ao buscar a filha em uma creche em Palmas e não encontrá-la, nesta segunda-feira (2). A criança, Isabella Campos, ficou desaparecida por cerca de 1h30. Segundo os pais, a menina havia sido entregue a um casal que foi a escola buscar a filha do patrão e que tinha o mesmo nome. Quando eles perceberam o engano, levaram a menina de volta para a unidade educacional.

A surpresa nada agradável foi no primeiro dia de aula da menina. O pai, Moacyr Duarte Campos, conta que a mãe, ansiosa para ver a filha no final da tarde, entrou em desespero. “Eu deixei a criança às 7h da manhã. Então quem veio buscá-la, às 17h, foi a mãe. Na hora de buscar minha mulher voltou em seguida, chorando e gritando desesperada. Alguém tinha entregado a minha filha para estranhos.”

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook
O episódio deixou a família assustada. Mas, mesmo se sentindo inseguro, ele garante que a menina vai voltar para a creche, já que a unidade é a única opção da família. “Eu não tenho alternativa, vou ter que confiar. Não é possível que aconteça duas vezes”, reclamou Campos.

A empregada doméstica Josana dos Santos também é mãe de um aluno que estuda na unidade. Ela conta que a falta de segurança é um problema antigo e pede que seja colocado um vigia no portão para que as crianças fiquem mais seguras. “Já aconteceu no ano passado de uma criança sair só da creche por causa da falta de guarda e nada foi resolvido até agora”.

Os funcionários da creche não se manifestaram sobre o caso. A Secretaria Municipal da Educação disse que no ato da matrícula, os pais ou responsáveis dos alunos assinam um documento indicando o nome de três pessoas que podem buscar a criança na creche. Todos os funcionários estão cientes das regras. No caso específico do Centro Municipal de Educação Infantil Chapeuzinho Vermelho, o órgão informou que vai apurar e tomar as providências necessárias. O município reforçou que foi um episódio isolado.

G1

Filha de Paulo Roberto Costa recebeu R$ 500 milhões por engano

Paulo-Roberto-CostaUm cheque de R$ 500 milhões virou motivo de discórdia entre o Bradesco e Arianna Costa Bachmann, filha do ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa. Na segunda-feira, o banco recorreu à Justiça para obter um mandado de busca e apreensão contra Arianna e, assim, receber de volta o cheque errado que havia emitido em nome dela há mais de um mês. Costa foi preso na Operação Lava-Jato e deverá entregar todo seu patrimônio à Justiça.

Na versão do advogado dela, Raphael Montenegro, tudo começou no dia 30 de dezembro, quando Arianna foi ao Bradesco do Largo da Carioca para sacar uma aplicação de previdência privada no valor de R$ 650 mil. Segundo ele, tratava-se de recursos que não estão bloqueados pela Justiça, apesar de Arianna figurar como beneficiária do acordo de delação premiada que o pai firmou com o Ministério Público Federal.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Cheque de R$ 500 milhões entregue pelo Bradesco à filha de Paulo Roberto Costa – Raphael Montenegro Hirschfeld

Ainda de acordo com Montenegro, aquele era o último expediente bancário do ano, e Arianna solicitou dois cheques administrativos: um de R$ 150 mil e outro de R$ 500 mil. Guardou-os sem conferir. Só em 3 de janeiro, após as festas de fim de ano, ela percebeu que um deles tinha valor mil vezes maior que o original: R$ 500 milhões, em vez de R$ 500 mil.

O que poderia ser motivo de felicidade para muita gente, virou, segundo o advogado, uma dor de cabeça a mais para Arianna. O pai dela foi preso em março de 2014 depois que a Polícia Federal descobriu que ele estava destruindo provas com a ajuda de familiares. Arianna, uma irmã e seus maridos figuram como sócios de empresas usadas no esquema de corrupção operado por Costa. O ex-diretor obteve prisão domiciliar e livrou os parentes da cadeia ao se comprometer com a delação e a entrega do patrimônio fruto de sua ação criminosa. Todos os bens do ex-diretor estão bloqueados. Se a família for flagrada movimentando recursos ocultados da Justiça, os benefícios perderão efeito.

— A família já está muito fragilizada, com a intimidade devassada. Arianna ficou com medo de que esse cheque circulasse como indício de movimentação de dinheiro não declarado. Por isso, pedi uma reunião no Bradesco para garantir a solução do mal-entendido em vez de entregar o cheque na agência — contou Montenegro. — Dei uma cópia do cheque. O banco pediu tempo para fazer uma auditoria interna, alegando que não tinha como saber se ele havia sido adulterado. A troca ficou acertada para após a apuração.

A reunião foi realizada na segunda-feira, num escritório do Bradesco na Rua Senador Dantas. No mesmo dia, o banco pediu à Justiça a apreensão do cheque na casa de Arianna. O mandado foi autorizado na terça-feira, em regime de urgência, pelo juiz Luiz Felipe Negrão, da 3ª Vara Cível da Barra da Tijuca, onde ela mora. O magistrado registrou que “há prova inequívoca” de que Ariana solicitou o cheque no valor de R$ 500 mil e que tudo indica que houve erro de funcionários do banco. Ele suspendeu imediatamente os efeitos do cheque, mas negou o sigilo judicial solicitado pelo Bradesco. Ontem, antecipando-se a uma possível busca, o advogado entregou o cheque ao juiz.

Procurado pelo GLOBO, o Bradesco não quis comentar o caso. É o segundo erro cometido pelo banco envolvendo um personagem da Lava-Jato. No dia 23, o Bradesco atribuiu a um “erro humano” a informação equivocada enviada ao Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), em 2011, de um saque de R$ 200 mil do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró.

 

O Globo

Médico diz que recebeu R$ 1 milhão por engano do Ministério da Saúde

susUm médico de Salvador, proprietário de uma clínica que presta serviço ao SUS, recebeu por engano na conta bancária da unidade de sáude um depósito de quase R$ 1 milhão, feito pelo Ministério da Saúde. Roberto Jacobino, dono da clínica Lithocenter Hospital Dia, localizada no bairro da Graça, conta que o depósito foi feito em 11 de novembro, mas desconfiou do valor repassado que, segundo ele, está bem acima da quantia de R$ 50 mil que costuma receber do SUS.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“Temos que ser honestos. Se o dinheiro não é meu, tenho que devolver”, afirmou Roberto. O médico conta que, ao perceber o erro, foi até uma agência da Caixa Econômica Federal e procurou a gerente da unidade, que se surpreendeu com a quantia, mas confirmou que o depósito de R$ 999 mil foi feito pelo Ministério da Saúde. O problema ficou ainda mais complicado quando, 17 dias após o depósito, o valor foi estornado da conta da clínica, e o médico não sabe onde o dinheiro foi parar.
Documento enviado pelo Ministério da Saúde (Foto: Arquivo Pessoal)Documento enviado pelo Ministério da Saúde
(Foto: Arquivo Pessoal)

“Foi feito um estorno da conta da empresa 17 dias depois que o dinheiro foi depositado. Mas eles não poderiam ter tirado o dinheiro da minha conta após o prazo de 24 horas, porque só com autorização do titular é que o valor pode ser estornado. Agora, estamos aguardando para saber qual o promotor que vai direcionar o processo. Quero saber onde foi parar o dinheiro”, afirma.

Roberto revelou que na última quinta-feira (11), ele recebeu uma correspondência do Ministerio da Saúde. “Dizia que o dinheiro foi colocado indevidamente na conta e que eles autorizaram a Caixa a retirar o valor da minha conta”, afirma. Entretanto, o médico questiona o fato do Ministério ter autonomia para fazer uma movimentação em contas bancárias de terceiros. “Eles não podem fazer isso porque eu sou o reponsável pela minha conta”, diz.

O Ministério Público Federal informou nesta segunda-feira (15), por meio da assessoria de comunicação, que o processo ainda está sob análise do procurador Fábio Loula, que tem um prazo de até 30 dias para ingressar com uma ação na Justiça ou optar pelo arquivamento do caso.

O G1 também entrou em contato com o Ministério da Saúde, que informou que os depósitos são de responsabilidade da Caixa Econômica Federal. A Caixa, por sua vez, afirmou em nota que informações sobre movimentações financeiras são protegidas legalmente por sigilo bancário.

G1

Rixa entre famílias leva a duplo homicídio no Conde; jovem pode ter sido morto por engano

Duplo homicídio no Conde. Foto Washington Luis
Duplo homicídio no Conde. Foto Washington Luis

Uma rixa entre famílias na cidade do Conde levou a dois homens a matarem com tiros pelas costas dois homens nesta terça-feira (03). Dois homens que trabalhavam numa empresa terceirizada da Cagepa foram abordados pelos seus assassinos quando estavam se encaminhado em direção à empresa.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Ronaldo Camilo da Silva, de 45 anos, e Marcos Gil Lima da Silva, 26 anos. Segundo informações da Polícia, o alvo principal seria o Ronaldo. O crime aconteceu por volta das 9h na cidade de Jacumã próximo a caixa d’água. Os dois foram assassinados ainda com a farda do trabalho.

 

A briga entre famílias foi deflagrada desde de um homem foi morto no Mercado Público da cidade numa disputa por um Box. Segundo informações da Polícia Militar, é possível que Marcos Gil não tenha nada a ver com a história, estava apenas ao lado de Ronaldo no momento da execução. Ronaldo levou cinco tiros e Marcos Gil apenas um tiro.

 

Esse é o quarto homicídio desde o início da rixa entre as famílias.

Paulo Dantas/Washington Luis

Doente mental é assassinado por engano

Aguinaldo Mota

 

José Marcone Silva dos Santos, 24 anos, foi assassinado com vários tiros na noite deste sábado (16), na rua Saturnino de Brito no bairro de Cruz das Armas em João pessoa.

De acordo com testemunhas, a vitima estava acompanhado de uma mulher e um homem conhecido por Frajola, quando alguns homens chegaram em um veiculo Palio de cor cinza e efetuaram vários disparos, que atingiram Marcone.

Familiares da vitima informaram à policia que Marcone sofria de problemas mentais e que o alvo dos assassinos seria Frajola, que fugiu.

Redação Tambaú 247 com Aguinaldo Mota

Milhares de litros de uísque escocês vão para o esgoto por engano

BBC
BBC

Milhares de litros de uísque foram jogados pelo ralo em um acidente em uma fábrica de engarrafamento na cidade britânica de Dumbarton, na Escócia. A destilaria Chivas Brothers disse, em nota, que o incidente ocorreu na noite de terça-feira (28), durante a limpeza dos equipamentos.

Em vez de jogar fora água suja, os trabalhadores despejaram milhares de litros de uísque. O cheiro era tão forte que os trabalhadores do sistema de esgoto perceberam que se tratava da bebida.

A Chivas Brothers emprega 600 trabalhadores e produz o Ballentine’s, que é o segundo uísque mais vendido do mundo. A empresa disse que está investigando o incidente. “Estamos investigando uma perda acidental ocorrida em 26 de fevereiro na nossa fábrica em Dumbarton, onde algumas bebidas foram liberadas. Não houve despejo nenhum no rio Leven ou em qualquer outro rio. Nós informamos a (companhia de água) Scottish Water e outras autoridades relevantes.”

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook


Um porta-voz da Scottish Water disse que a empresa está ciente do derramamento. “O despejo de grandes volumes de álcool na rede de esgoto pode ter um impacto negativo no processo de tratamento de água, especialmente durante épocas secas e frias. Estamos monitorando de perto nosso sistema de tratamento de Dumbarton para nos certificar que nada seja comprometido”, afirmou o porta-voz.

 

 

BBC Brasil