Arquivo da tag: enganar

Vereadores afastam presidente da Câmara do Conde sob acusação de enganar o Sagres e superfaturar até no cafezinho

Em maio, uma ação popular protocolada na Justiça, já pedia o afastamento de Naldo Cell da presidência da Câmara (Foto: Da Rádio J.A)

Os vereadores do município do Conde, no litoral sul da Paraíba, decidiram  afastar  nesta segunda-feira (7) o presidente da Casa,   Ednaldo Barbosa da Silva (PT). Naldo Cell, como é mais conhecido é  acusado de  improbidade administrativa, favorecimento pessoais  e suspeita de desvio de dinheiro.

O pedido de afastamento foi apresentado pelo vereador Malbatan Neto (SD) e acatado pela maioria. Naldo Cell deve ficar fora por 20 dias enquanto os vereadores apuram as denúncias. O vice-presidente da Câmara vai dirigir a Mesa Diretora nesse período.

A Câmara também instalou uma Comissão Processante para investigar as acusações e Da Silva terá cinco dias para provar que não fez nada.

Na sessão desta segunda-feira (7), que foi marcada por denuncia contra o presidente, Naldo Cell ainda chegou a abrir os trabalhos, mas foi retirado pelos vereadores.

Na sessão, os parlamentares se queixam de falta de transparência administrativa, em supostas alterações dos dados no Sagres (Sistema de Acompanhamento da Gestão dos Recursos da Sociedade) do TCE e até de possível superfaturamento na compra do cafezinho.

Em maio, uma ação popular protocolada na Justiça, já pedia o afastamento de Naldo Cell da presidência da Câmara.

A ação, assinada pelo advogado Carlos Magno, apontou que o parlamentar teria contratado uma empresa pertencente à mãe dele para executar obras na Câmara. O advogado diz que foram pagos R$ 10,5 mil no contrato, embora a obra não tenha avançado.

Outra queixa apresentada contra Naldo diz respeito ao gasto de R$ 23 mil com a locação de veículos, além de suposto uso de veículo da Câmara Municipal para fins particulares.

ClickPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Arnaldo: Governador comete estelionato eleitoral ao enganar povo dizendo que água de Esperança vem de Camará

arnaldoO deputado estadual Arnaldo Monteiro (PSC) acusou o governador Ricardo Coutinho de cometer estelionato eleitoral ao ludibriar o povo de Esperança e de Remígio dizendo que as cidades estão sendo abastecidas pela barragem de Camará, quando, na verdade, continuam recebendo água de Vaca Brava, em Areia. O parlamentar lembrou que foi preciso recorrer ao Ministério Público para que a água que estava represada há três meses fosse liberada um pouco antes da vontade do governador.

“A água que foi liberada para Esperança, infelizmente, só vai durar mais uns 90 dias, caso não chova. A água de Camará é imprestável, pois o reservatório tem apenas 1% da sua capacidade. Enganando o povo, por ter interesses políticos, o Governo do Estado represou a água de Vaca Brava para só liberar agora na eleição, pois se tivesse liberado antes a água já tinha acabado. Quis mostrar que tinha resolvido o nosso problema da água, quando não o fez. Reconheço a importância da barragem para a região, mas repudio essa enganação que vem sendo feita com o povo”, comentou.

Arnaldo lembrou que o Ministério Público do Estado (MPE) recomendou que a Cagepa liberasse a água para a população de Esperança, após uma denúncia feita pelo vereador Sizinho Dias. Mesmo com água na barragem de Vaca Brava, a empresa tinha suspendido a distribuição deixando a cidade desabastecida.

“Neste momento de profunda crise a Cagepa, que levava o nosso dinheiro nos vendendo água, agora deu as costas para Esperança. Mesmo com água na barragem de Vaca Brava represada há mais de três meses, a empresa deixou para soltar a água agora na época de eleição”, alertou o deputado.

Para ele, a situação é grave uma vez que a população vem sofrendo com os desmandos do Governo do Estado no município orientado pelo candidato a prefeito Nobinho. “O adversário ligado ao Governo não teve a menor consideração e piedade com o nosso povo. Mandou represar a água para liberar apenas agora em período eleitoral.  E ainda diz que quer o bem do povo, mesmo deixando todos sem água”, disse.

Para o deputado Arnaldo Monteiro, querem fazer da água uma questão eleitoreira, mas diante das denúncias ao Ministério Público e da imprensa, tiveram que ligar a água e agora estão inventando que ela vem de Camará. “Não se pode brincar dessa forma com a vida das pessoas”, lamentou.

Assessoria

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Com a mudança na Lei, dúvidas são as principais ferramentas para enganar eleitor no período eleitoral

eleiçõesA Lei nº 13.165/2015, conhecida como Reforma Eleitoral 2015, promoveu importantes alterações nas regras das eleições deste ano ao introduzir mudanças nas Leis n° 9.504/1997 (Lei das Eleições), nº 9.096/1995 (Lei dos Partidos Políticos) e nº 4.737/1965 (Código Eleitoral). Além de mudanças nos prazos para as convenções partidárias, filiação partidária e no tempo de campanha eleitoral, que foi reduzido, está proibido o financiamento eleitoral por pessoas jurídicas. Na prática, isso significa que as campanhas eleitorais deste ano serão financiadas exclusivamente por doações de pessoas físicas e pelos recursos do Fundo Partidário.

Antes da aprovação da reforma, o Supremo Tribunal Federal (STF) já havia decidido pela inconstitucionalidade das doações de empresas a partidos e candidatos.

A prática de usar argumentos falhos para adquirir votos não é novidade em períodos de campanha eleitoral. Alguns candidatos se valem do uso de factóides políticos e midiáticos para ludibriar o eleitor que se detém a escutar apenas um lado da história.

O uso das dúvidas geradas após a Minireforma na Lei eleitoral em 2015 tem deixado alguns candidatos a argumentarem em seus discursos até mesmo o que não está na lei. Assim, dizer em atos públicos que pode ganhar uma eleição cassando seu opositor se faz um dos discursos mais utilizados na atualidade.

Segundo, o Código Eleitoral no Art. 224. “Se a nulidade atingir a mais de metade dos votos do país nas eleições presidenciais, do Estado nas eleições federais e estaduais ou do município nas eleições municipais, julgar-se-ão prejudicadas as demais votações e o Tribunal marcará dia para nova eleição dentro do prazo de 20 (vinte) a 40 (quarenta) dias.”

Então, caso haja necessidade de cassação de algumas das chapas, naturalmente será marcado novas eleições, segue o artigo abaixo na íntegra.

Art. 224. Se a nulidade atingir a mais de metade dos votos do país nas eleições presidenciais, do Estado nas eleições federais e estaduais ou do município nas eleições municipais, julgar-se-ão prejudicadas as demais votações e o Tribunal marcará dia para nova eleição dentro do prazo de 20 (vinte) a 40 (quarenta) dias.

§ 1º Se o Tribunal Regional na área de sua competência, deixar de cumprir o disposto neste artigo, o Procurador Regional levará o fato ao conhecimento do Procurador Geral, que providenciará junto ao Tribunal Superior para que seja marcada imediatamente nova eleição.

§ 2º Ocorrendo qualquer dos casos previstos neste capítulo o Ministério Público promoverá, imediatamente a punição dos culpados.

§ 3o A decisão da Justiça Eleitoral que importe o indeferimento do registro, a cassação do diploma ou a perda do mandato de candidato eleito em pleito majoritário acarreta, após o trânsito em julgado, a realização de novas eleições, independentemente do número de votos anulados. (Incluído pela Lei nº 13.165, de 2015)

§ 4o A eleição a que se refere o § 3o correrá a expensas da Justiça Eleitoral e será: (Incluído pela Lei nº 13.165, de 2015)

– indireta, se a vacância do cargo ocorrer a menos de seis meses do final do mandato; (Incluído pela Lei nº 13.165, de 2015)

II – direta, nos demais casos. (Incluído pela Lei nº 13.165, de 2015)”

Por Raíssa Fernandes

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Chocolate amargo engorda menos do que uma barra de cereal. Saiba enganar a fome

balançaSabe quando chega perto da hora do almoço, ou durante o período da tarde, e bate aquela fome? Pois saiba que muitos alimentos podem ajudar a controlar isso, prolongando a sensação de saciedade. E melhor ainda, tudo isso com alimentos saudáveis. Entre as opções de estão a banana, o iogurte e até mesmo os biscoitos com fibras. A chia é outro alimento que está na lista dos que são ideais para segurar a fome.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Mitos e verdades sobre a digestão

Para ajudar nessa tarefa e ainda explicar os benefícios de cada um desses itens, o Tempo de Mulher convocou dois especialistas em nutrição para dar dicas sobre como driblar aquela fominha básica. São eles, a nutricionista funcional, Andrezza Botelho, e o nutricionista Gabriel de Carvalho, presidente de honra do Instituto Brasileiro de Nutrição Funcional. Vamos às dicas?

BANANA

Fácil de carregar na bolsa, ela tem fibras e dá uma sensação de saciedade. Essa fruta contém ainda potássio, ferro e triptofano, que ajudam ainda a dar pique para enfrentar a rotina. Mas não exagere, pois ela é um pouco calórica (cada uma tem, em média, 90 calorias). Por isso, nada de comer três bananas de uma vez, ok?

IOGURTE OU BISCOITOS COM FIBRAS

Esse é outro alimento fácil de levar na bolsa. Um bom iogurte (há tantas opções no mercado) ajuda a tapear a fome. Se preferir, coloque aveia que a sensação de saciedade aumentará. Além disso, uma alternativa para aliviar aquele desejo louco por doces é comer biscoitos integrais. Mas o excesso pode engordar.

CHOCOLATE AMARGO

“Esse tipo de chocolate, quando sem açúcar, é perfeito. Uma barra de 25 gramas, muitas vezes, tem menos calorias do que uma barra de cereal e, obviamente, como ele tem muito menos carboidratos, vai engordar bem menos. Além disso, como tem gordura, vai proporcionar mais saciedade”, afirma Gabriel.O chocolate amargo tem ainda os compostos do cacau – que aumentam a produção de serotonina, responsável pela sensação de felicidade – e que, junto com substâncias como feniletilamina [conhecido como o hormônio da paixão], magnésio e vitamina B6, ajudam na síntese de neurotransmissores [substâncias químicas que têm como função transmitir impulsos nervosos de um neurônio para outro].

CASTANHAS

“Já as castanhas são ricas em gorduras insaturadas [que ajudam a reduzir o colesterol ruim] e fibras, além de retardar o esvaziamento gástrico [a transferência do alimento que está no estômago para o duodeno, que é a primeira parte do intestino delgado*]. Com isso, a pessoa tem uma sensação de saciedade por mais tempo”, diz nutricionista funcional Andrezza Botelho.

*faz parte do sistema digestivo

CENOURA E PEPINO

“Faça palitinho de cenouras e/ou coma pepino sempre que bater aquela fome. Pode ser aquele pepino em conserva também. Tem o gosto salgadinho e ácido que algumas pessoas precisam para tapear a fome”, afirma o nutricionista Gabriel de Carvalho, presidente de honra do Instituto Brasileiro de Nutrição Funcional.

CHIA

“Quando você coloca uma colher de semente de chia e deixa de molho, na água (mínimo 30 minutos), ela começa a formar uma espécie de gel, que é fibra solúvel. Consumir esse gel retarda o esvaziamento gástrico e aumenta a sensação de saciedade”, recomenda a nutricionista funcional Andrezza Botelho.

BATATA DOCE E OVO

A batata doce, rica em carboidratos de baixo índice glicêmico [ou seja, libera açúcar em menor quantidade no sangue] e fibras, garantindo absorção gradual do carboidrato. Com isso, a sensação de saciedade é prolongada.”Ovos cozidos ou mexidos são fontes de proteína que demoram um tempo maior para fazer digestão, se comparados aos carboidratos, e não geram picos de glicêmica (liberação de açúcar no sangue)”, afirma Andrezza Botelho.

 

MSN Saúde e Bem Estar

 

Golpe na internet usa mensagem sobre Enem para enganar usuários

enemMais um e-mail criado por golpistas circula na internet com o provável intuito de roubar dados das pessoas ou instalar programas maliciosos nos computadores. Os golpistas, desta vez, procuram, prioritariamente, enganar os inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

 

“Identificamos que ocorreu um erro na emissão do cartão de inscrição do candidato com o email @radiobras.gov.br cadastrado em nosso sistema, podendo resultar no cancelamento de sua inscrição em até 48 horas. Evite o bloqueio do seu cadastro pois o Enem é a única forma de ingresso para 2015 em faculdades públicas, requisições para PROUni, Fies e outros programas aos quais o Governo Federal oferece a população”, consta no e-mail.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

 

No caso em questão, algumas divergências podem causar estranhamento ao destinatário do e-mail, como o uso do endereço eletrônico da Radiobras, empresa extinta que deu lugar à Empresa Brasil de Comunicação (EBC) em 2007. Além disso, a assessoria do Ministério da Educação negou que tenha enviado a nota oficial nº 12838-2014, como consta na mensagem, e confirmou que trata-se de um e-mail falso.

 

Como em diversos e-mails, cujo objetivo é se apropriar de dados de terceiros, os golpistas pedem que as pessoas preencham um formulário com seus dados ou de parentes. O texto mostra isso claramente: “Preencha manualmente o recadastramento passo a passo e normalize já sua situação (repare que algum parente pode ter usado seu email para cadastro de informações). Segue abaixo o link para consulta e regularização do seu cadastro.”

 

Golpes parecidos com esse são frequentes na internet, principalmente pela curiosidade que essas mensagens despertam nas pessoas. O ideal é ficar atento, instalar antivírus no computador e não abra e-mails considerados suspeitos.

Agência Brasil