Arquivo da tag: encontram

Agentes encontram maconha dentro de bolachas em cadeia na Paraíba

Droga foi achada dentro de pacotes com bolacha em cadeia no Sertão da Paraíba (Foto: Sargento Helder Inácio/PMPB)
Droga foi achada dentro de pacotes com bolacha
em cadeia no Sertão da Paraíba
(Foto: Sargento Helder Inácio/PMPB)

Agentes penitenciários da cadeia pública de Conceição, cidade do Sertão da Paraíba, encontraram 10 papelotes de maconha escondidos em dois pacotes de bolacha nesta terça-feira (2). Segundo informações do diretor da cadeia, Adelmo Kehrle, a droga foi encontrada durante uma revista após denúncias anônimas repassadas pela polícia.

Os dois pacotes de bolacha foram entregues  aos agentes pelo pai de um detento para que fosse repassado para o filho, que cumpre pena por homicídio. Após a entrega, os agentes fiscalizaram os pacotes e encontraram as drogas. O pai do presidiário não foi preso em flagrante pois já tinha saído da cadeia quando os papelotes foram encontrados, segundo o diretor da cadeia.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

A droga foi encaminhada para a Polícia Civil, que procura o pai do detento. De acordo com Adelmo Kehrle, até a manhã desta quarta-feira (3) não havia informação de que o suspeito de entregar os pacotes de bolacha com droga tivesse sido localizado.

 

G1

Agentes encontram ‘caverna’ debaixo da maior penitenciária do RN

tunel-rnUma galeria escavada sob o piso de um dos pavilhões da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, na Grande Natal, foi descoberta na manhã desta terça-feira (9). Segundo a direção, o local seria utilizado para a fuga dos detentos do Pavilhão 1, o maior da unidade. “Isso aqui é uma verdadeira caverna. Eles planejavam a maior fuga da história do presídio”, afirmou o diretor Ivo Freire. Alcaçuz fica no município de Nísia Floresta. Com mais 900 presos, é a maior unidade prisional do Rio Grande do Norte.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O Pavilhão 1, o maior de Alcaçuz, abriga parte dos presos investigados na Operação Alcatraz, deflagrada no início do mês e que aponta a existência de facções ditando regras e comandando crimes a partir de presídios do Rio Grande do Norte.

Ainda de acordo com o diretor de Alcaçuz, os agentes chegaram à galeria por meio de uma denúncia anônima. Ivo explicou que recebeu a informação de que haveria um resgate dos detentos. “Eles planejavam uma grande operação para realizar a fuga. O que soubemos é que a galeria seria usada como um local onde eles aguardariam o resgate. Certamente uam equipe viria pelo lado de fora e daria o sinal para a debandada. Acreditamos que seriam usadas cordas e escadas para que eles pudessem passar por cima dos muros. Seria a maior fuga da história de Alcaçuz”, acrescentou.

Maior fuga da história
A maior fuga da história da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, aconteceu no dia 20 de janeiro de 2012. Ao todo, 41 detentos escaparam das celas, que estavam sem cadeados, e passaram por cima do muro do chamado Pavilhão 5 da unidade, onde hoje funciona o Presídio Estadual Rogério Coutinho Madruga. Quando inaugurado, em dezembro de 2010, o pavilhão era considerado de segurança máxima. Dos que escaparam, 28 foram recapturados e 9 morreram em ações criminosas. Quatro continuam foragidos.

Presos usaram sacos de areia e piso para cobrir túnel no Pavilhão 4 de Alcaçuz (Foto: Divulgação/Sejuc-RN)Presos usaram sacos de areia e piso para cobrir
túnel no Pavilhão 4 de Alcaçuz
(Foto: Divulgação/Sejuc-RN)

Segunda tentativa de fuga em menos de uma semana
Na última quarta-feira (3), uma revista realizada no Pavilhão 4 de Alcaçuz encontrou um túnel na quadra usada pelos detentos para o banho de sol. Na ocasião, o diretor da penitenciária explicou que os presos utilizaram sacos de areia e o próprio piso de pedra da quadra para esconder o túnel. “Fizeram um corte naquele espaço e camuflaram com pedras. O local é usado pelo menos quatro vezes por semana para banhos de sol e visitas íntimas. São momentos em que os presos sabem que não há uma segurança mais enérgica”, ressalta o diretor. Freire acredita que vários detentos se revezaram para cavar o túnel.

Alcaçuz
Alcaçuz foi inaugurada em 1998. Quando erguida, chegou a ser considerada pelo Estado como unidade de segurança máxima. Em 2012, a unidade passou dois meses interditada por condições degradantes de estrutura.

Penitenciária Estadual de Alcaçuz (Foto: Ricardo Araújo/G1)Penitenciária Estadual de Alcaçuz (Foto: Ricardo Araújo/G1)

G1

Familiares encontram corpo de jovem desaparecido, vítima de afogamento em Cacimba de Dentro

O corpo de um jovem de 19 anos que estava desaparecido desde o último domingo (19), após ter mergulhado em um açude na zona rural de Cacimba de Dentro foi encontrado.

afogad
(Foto: Reprodução)

Arlefison Luiz da Silva, agricultor, residente no Sítio Salgado de Souza estava tomando banho com amigos e familiares por volta do meio dia, quando segundo testemunhas, o jovem desapareceu.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros realizou buscas com uma rede de arrasto até por volta das 18h, mas não conseguiram localizar o corpo.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Na manhã desta segunda-feira (20), familiares encontraram o corpo da vítima, e uma equipe do Corpo de Bombeiros fez o resgate do corpo.

O IML foi até o local e um laudo posterior deve confirmar a causa da morte. A Polícia Civil também foi acionada para as medidas cabíveis.

afogamento

nordeste1

Agentes encontram túnel em presídio de João Pessoa e evitam fuga de detentos

presidio_rogerAgentes da Penitenciária Flósculo da Nóbrega, o Presídio do Roger, em João Pessoa, encontraram um túnel na manhã desta segunda-feira (29), em um dos pavilhões da unidade prisional.

De acordo com Jardson Bezerra, gerente Executivo do Sistema Penitenciário da Paraíba, o buraco foi encontrado na cela 7 do pavilhão 3. “Foi um trabalho excelente dos agentes, que evitaram uma fuga de grande proporção. O pavilhão 3 é onde estão 30 presos de uma facção criminosa”, comentou.

O gerente disse que o local está isolado. “O espaço onde o túnel foi achado está isolado e estamos fazendo o levantamento para saber a profundidade do túnel e onde ele chegava”, revelou o Jardson Bezerra.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Segundo José Mendonça Neto, diretor adjunto do presídio, o buraco estava com 3 metros de profundidade, com dois de comprimento e mais de um metro de diâmetro. O buraco foi descoberto após o trabalho do serviço de inteligência.

“Após informes, começamos a fazer o trabalho de inspeção no presídio.O túnel estava por trás da escada de uma beliche. Os apenados cavavam e colocavam a areia dentro de sacos feitos com panos de colchão e lençóis. Tinham vários sacos com areia dentro do buraco”, confirmou.

 

Por Hyldo Pereira

Após “pente fino” agentes encontram armas e celulares na cadeia pública de Belém

apreensãoApós a transferência de cinco presos de alta periculosidade da Cadeia Pública de Belém, foi realizada uma operação pente fino, no início da tarde desta quarta-feira (30). Graças ao bom trabalho realizado pelos agentes penitenciários; JONNY, WILLIAM, ADJERSON e o diretor DIOGENES, foram encontrados alguns objetos.

Foram encontrados três espetos artesanais e duas lâminas, na cela aonde os respectivos presos transferidos, estavam.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Segundo foi repassado pelos agentes, os presos cavam as estruturas das paredes para conseguir o ferro e utilizá-lo para a fabricação artesanal das armas.

A direção da cadeia pública acredita que essas armas seriam utilizadas contra algum deles, para uma possível fuga.

 Michele Marques

Adolescentes encontram recém-nascida abandonada num saco plástico, em Maricá

Dois adolescentes encontraram, na noite desta terça-feira, uma criança recém-nascida abandonada num saco plástico, numa praça do bairro São José, em Maricá. Os dois jovens, Matheus Moraes, de 16 anos, e Thales Garcia, de 15, estavam a caminho da praça para andar na pista de skate, por volta de 21h, quando ouviram um barulho num terreno baldio.

Recém-nascida abandonada passa bem

Recém-nascida abandonada passa bem

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

– Primeiro pensei que pudesse ser um animal, um gato. Mas logo a criança chorou e não tivemos dúvida – contou Matheus. Segundo ele, o bebê ainda estava cheio de sangue e com o cordão umbilical, o que indicaria que deve ter sido abandonado logo após o parto. – Eu tinha passado por ali uns 20 minutos antes e não havia nada naquele local. Deve ter acontecido tudo nesse intervalo – disse.

A criança, uma menina, foi levada para o Hospital Municipal Conde Modesto Leal, em Maricá. Ela passa bem e deve ficar internada até esta quarta-feira. O caso foi registrado na 82ª DP (Maricá).

Wilson Mendes – Extra

 

Secretários encontram teto desabado em escola de Lagoa de Dentro

Intalações do PETI

A nova equipe de governo do município de Lagoa de Dentro encontrou equipamentos públicos em situação de risco ao assumira Prefeitura da Cidade. Depois de inspecionar os prédios da cidade, os secretários de Educação e Ação Social afirmaram ter se surpreendido com as condições dos prédios.

Um dos locais que foram encontrados em situação delicada durante uma visita para reconhecimento dos prédios públicos foi a escola municipal do Sítio Feijões. O colégio possui uma sala de aula com teto desabado, um incidente que, de acordo com moradores, ocorreu no final do último ano, últimos dias de mandato da antiga gestão.

O novo secretário municipal da Educação, José Humberto de Paula, garantiu a equipe fez um levantamento de todas as necessidades da escola, que serão atendidas em breve.

Quem também reclamou da estrutura municipal foi Érica Andrade, a nova secretária de Ação Social. Os problemas, nesse caso, foram encontrados nas instalações do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI). No local, o grupo identificou que tanto piso quanto o teto estavam em situação irregular, o que poderia causar riscos aos usuários do programa.

De acordo com informações da Assessoria de Imprensa do Município, a estrutura havia sido alugada pela gestão anterior, e nunca passou por uma reforma, apesar da estrutura danificada.

“Estamos tomando todas as providências para solucionar o problema e retornar com o funcionamento do programa o mais rápido possível. Não dá para acreditar que um lugar como aquele estivesse sendo utilizado para o funcionamento de um programa tão importante”, declarou a gestora.

Arthur Araújo

Portalcorreio

Populares encontram corpo em decomposição na zona rural de Sertãozinho

Populares da localidade conhecida como Guabiraba, zona rural do município de Sertãozinho, encontraram na manhã dessa sexta (9), o corpo de homem em estado avançado de decomposição. Os Familiares identificaram o cadáver como sendo de Antonio Nogueira da Silva, aproximadamente 74 anos.

Antonio estava desaparecido de casa havia uma semana, conforme relatou um sobrinho. Ele tinha problemas mentais e costumava sair de casa por vários dias. A família acredita que ele tenha morrido de morte natural.

O local aonde foi encontrado o cadáver de Antonio é de difícil acesso. O corpo apresentava um incrível mau cheiro. Parte do pé direito estava arrancado, supostamente comido por algum animal.

De acordo com um sobrinho de Antonio, ele havia sido visto na cidade de Guarabira no início desta semana.

Michele Marques

Portalmídia

Moradores de rua encontram cerca de R$ 20 mil e entregam à PM em SP

Um casal de moradores de rua encontrou por volta das 3h30 desta segunda-feira um saco com aproximadamente R$ 20 mil em dinheiro, no Tatuapé, zona leste de São Paulo, e entregou à polícia.

O casal, que mora há aproximadamente quatro meses embaixo do viaduto Azevedo, ouviu o barulho do alarme de uma loja próxima e foi verificar o que acontecia. No caminho, eles encontraram um saco com o dinheiro –notas e moedas– abandonado próximo a um ponto de ônibus na Radial Leste.

O morador de rua Rejaniel de Jesus Silva Santos, 36, que ganha por dia cerca de R$ 15 como catador de produtos recicláveis, disse que “a primeira coisa que veio à sua cabeça quando viu todo aquele dinheiro foi avisar a polícia”.

Zé Carlos Barretta/Folhapress
Rejaniel de Jesus Silva e a mulher, Sandra Regina Domingues, no 30º DP do Tatuapé´após entregarem o dinheiro
Rejaniel e a mulher, Sandra Regina Domingues, no 30º DP do Tatuapé após entregarem o dinheiro à PM

Santos e a mulher abordaram um segurança em uma moto e pediram para ele ligar para o 190. Quando os policiais chegaram ao local o casal entregou o dinheiro. Segundo Santos, os policiais militares não acreditavam que ele estava devolvendo o dinheiro e deram parabéns pela honestidade.

Santos, que perdeu o contato com a família depois que foi morar nas ruas, torce para que a mãe que vive no Maranhão veja alguma das entrevistas que deu nesta madrugada para emissoras de TV.

“A minha mãe me ensinou que não devo roubar e se vir alguém roubando devo avisar a polícia. Se ela me assistir pela TV lá no Maranhão vai ver que o filho dela ainda é uma das pessoas honestas deste mundo”, falou Santos.

Segundo a PM, no saco havia cupons fiscais que identificavam que o dinheiro pertence a um restaurante oriental na rua Coelho Lisboa, que havia sido furtado.

O caso foi registrado no 30º Distrito Policial do Tatuapé. A polícia tenta localizar o dono do restaurante para devolver o dinheiro.

Divulgação/PM
Polícia mostra dinheiro devolvido por moradores de rua na zona leste de São Paulo
Polícia mostra dinheiro devolvido por moradores de rua na zona leste de São Paulo

HISTÓRIA

Santos veio do Maranhão há cerca de 16 anos para trabalhar com o irmão na construção civil. Em São Paulo, ele se casou e teve um filho, com quem não tem mais contato.

Após a separação, Santos perdeu o emprego e a casa e foi morar nas ruas. A atual mulher, Sandra Regina Domingues, ele conheceu nas ruas e mora com ela há cerca de quatro meses, embaixo do viaduto Azevedo.

Folha.com