Arquivo da tag: emergência

Gestante morre vítima de Coronavírus na Paraíba; bebê não resiste à cesariana de emergência e também acaba falecendo

Uma gestante de 24 anos morreu na noite deste sábado (23), vítima de Coronavírus, na Paraíba. Joyce Rodrigues era assistente social e morava no bairro de Tibiri, em Santa Rita.

A vítima apresentou os primeiros sintomas no início do mês de maio e precisou ser internada às pressas. Logo em seguida ela apresentou piora no quadro de saúde e ficou intubada por 10 dias.

De acordo com informações, na noite deste sábado (23), ela sofreu uma parada cardíaca e precisou passar por uma cesariana de emergência. Nem ela nem o bebê resistiram e foram a óbito.

 

clickpb

 

 

Prefeita de Belém decreta situação de emergência por causa do Coronavirus

A prefeita Renata Christinne decretou,  nesta segunda-feira (16), Situação de Emergência no município de Belém para prevenir a disseminação da doença viral respiratória (COVID-19), também conhecida como Coronavírus. O Decreto nº 12/2020 leva em consideração o estado de emergência em Saúde Pública, decretado pelo Ministério da Saúde, e da condição de pandemia anunciada pela Organização Mundial de Saúde. O Governo do Estado também decretou situação de emergência na Paraíba por causa do vírus.

A Situação de Emergência autoriza o Poder Executivo à adoção de todas as medidas necessárias para a prevenção e combate ao vírus, como aquisição de produtos/materiais, equipamentos, insumos, medicamentos, contratação de pessoal técnico especializado na área da saúde para contenção/combate da doença e quaisquer outras medidas, CASO SEJAM NECESSÁRIAS, como alterar o horário de expediente dos servidores, suspender aulas, proibição de eventos públicos ou privados com grande aglomeração de pessoas, entre outras medidas administrativas com o objetivo de diminuir a propagação do vírus.

A prefeitura de Solânea no brejo Paraibano também fez o mesmo. Outras devem anunciar o mesmo nós próximos dias.

 

blogdofelipesilva

 

 

Prefeito de Bananeiras decreta situação de emergência para prevenção da COVID-19

O Prefeito Douglas Lucena decretou, nesta segunda-feira (16), situação de Emergência no município de Bananeiras para prevenir a disseminação da doença viral respiratória (COVID-19), também conhecida como Coronavírus. O Decreto nº 002/2020 leva em consideração o estado de emergência em Saúde Pública, decretado pelo Ministério da Saúde, e da condição de pandemia anunciada pela Organização Mundial de Saúde OMS. Além de seguir as recomendações decretadas pelo Estado da Paraíba acerca da prevenção e combate ao vírus para que seja evitado a disseminação.

A Situação de Emergência autoriza o Poder Executivo à adoção de todas as medidas necessárias para a prevenção e combate ao vírus, como aquisição de produtos/materiais, equipamentos, insumos, medicamentos, contratação de pessoal técnico especializado na área da saúde para contenção/combate da doença e quaisquer outras medidas, caso sejam necessárias como alterar o horário de expediente dos servidores, suspender aulas, proibição de eventos públicos ou privados com grande aglomeração de pessoas, entre outras medidas administrativas com o objetivo de diminuir a propagação.

Aulas na rede municipal estarão suspensas a partir do dia 23 de março, eventos com aglomerações estão cancelados a partir da publicação do decreto pelo período de 30 dias.

O Prefeito Douglas esteve na tarde de hoje (16) reunido com o grupo de trabalho criado pela Secretaria Municipal de Saúde para estabelecer o protocolo de procedimento em caso de pacientes com suspeitas de Coronavírus.

A gestão municipal também promoverá ações emergenciais de conscientização da população, nos moldes das normatizações do Ministério da Saúde.

Ascom- PMB

 

 

Prefeito de Solânea, Kayser Rocha, decreta “Situação de Emergência” no município devido disseminação de Coronavírus no país

O decreto autoriza o prefeito alterar o horário de expediente dos servidores municipais, realizar a suspensão de aulas e vedar eventos públicos e privados.

O prefeito de Solânea, Kayser Rocha decretou hoje, 16, em divulgação no Diário Oficial Situação de Emergência no município devido à pandemia da doença infecciosa viral respiratória (COVID-19) causada pelo agente Coronavírus. Segundo o prefeito, um dos objetivos do decreto é a necessidade de estabelecer, no âmbito municipal, planos de ações efetivos contra disseminação do vírus, além da urgência em adotar medidas administrativas necessárias e cuidados preventivos de proteção para a coletividade.

“Precisamos agir com cautela, mas de forma efetiva para cuidar e conscientizar cada um da nossa comunidade nesse momento de enfrentamento da disseminação da doença”, explicou o prefeito. Entre as medidas estão a possibilidade de alteração de horário de expediente dos servidores municipais, suspensão de aulas, a prioridade em regime de urgência – em todos os órgãos e entidades da Prefeitura – para a resolução de assuntos relacionados à situação atual.  E a dispensa de licitação para aquisição de bens, serviços e insumos de saúde necessários ao enfrentamento da emergência em saúde que vivemos atualmente.

Decreto segue posicionamentos dos Governos Estadual e Federal.

Em nota, a gestão municipal justificou a decisão devido a necessidade de acolher o entendimento Nacional do Ministério da Saúde quanto a decretação de Emergência em Saúde Pública e os posicionamentos do Governo do Estado e da Organização Mundial da Saúde (OMS) que na última quarta, 11, anunciou a pandemia da doença.

Assessoria de Comunicação

 

João Azevêdo decreta situação de emergência na Paraíba por conta do coronavírus

O governador João Azevêdo determinou, nesta sexta-feira (13), a decretação de situação de emergência em saúde pública em virtude da epidemia de coronavírus (Covid-19) no Brasil com potenciais repercussões na Paraíba. A medida, que será publicada no Diário Oficial do Estado deste sábado (14), tem caráter preventivo e objetiva assegurar estruturas necessárias para o enfrentamento de possíveis casos no Estado, que possui 13,32% de sua população acima de 60 anos de idade, grupo mais vulnerável à doença.

A decisão teve como base o Estado de Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional (ESPIN) decretado pelo Ministério da Saúde; a declaração da condição de transmissão pandêmica sustentada da infecção humana pelo coronavírus, anunciada pela Organização Mundial de Saúde (OMS); a necessidade de se estabelecer um plano de resposta efetivo para esta condição de saúde de ampla repercussão populacional, no âmbito do Brasil e da Paraíba; e a confirmação de casos de coronavírus nos Estados vizinhos de Pernambuco e Rio Grande do Norte.

O decreto também determina a criação do Comitê de Gestão de Crise, que será coordenado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) e pelo Gabinete do Governador e contará com a participação de representantes das Secretarias de Planejamento, Orçamento e Gestão; Fazenda; Segurança e Defesa Social; Administração Penitenciária; Educação; Administração; Comunicação Institucional; Desenvolvimento Humano; Procuradoria Geral do Estado; e Controladoria Geral do Estado. O grupo já tem sua primeira reunião agendada para a próxima segunda-feira (16), ocasião em que serão discutidas questões relacionadas a eventos com aglomeração de pessoas na Paraíba, dentre outros assuntos relacionados ao coronavírus.

Durante reunião realizada nesta sexta-feira (13) com secretários de Estado, o governador João Azevêdo já determinou o adiamento do início das plenárias do Orçamento Democrático e de atividades do Governo do Estado que envolvam a aglomeração de mais de 100 pessoas. Outra medida anunciada pelo chefe do Executivo estadual foi o pedido de antecipação, junto ao Ministério da Saúde, de vistoria de equipamento para que o Estado realize os testes de virologia que detectam, em até 24 horas, a incidência do coronavírus. Já a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano (Sedh) reforçará sua atuação nas instituições de longa permanência da Paraíba para orientar nos cuidados e visitações aos idosos.

O governador João Azevêdo assegurou que a Paraíba está adotando todas as medidas necessárias para o enfrentamento da doença, já registrada em estados vizinhos, e garantiu que a gestão manterá e ampliará parcerias com o Ministério da Saúde e sistemas municipais de Saúde para se antecipar a prováveis situações ocasionadas pela disseminação do coronavírus.

Orientação à população – O Governo do Estado disponibilizou um plantão telefônico, que funcionará 24 horas, para a população tirar as dúvidas acerca das primeiras providências em casos de suspeita do coronavírus. Os números são: 99146-9790/99146-9250/99147-0810.

A SES também divulgou uma série de orientações à população acerca da conduta de isolamento domiciliar para casos suspeitos da Covid-19 a exemplo da limitar as atividades fora de sua casa, exceto para obter assistência médica; usar máscaras quando estiver na mesma sala com outras pessoas; lavar as mãos frequentemente e completamente com água e sabão por pelo menos 20 segundos; uso de álcool gel a 70% se não houver água e sabão e se as mãos não estiverem visivelmente sujas; evitar tocar olhos, nariz e boca; evitar compartilhar itens domésticos; e limpar superfícies como balcões, mesas, maçanetas, louças, banheiros, telefones, teclados, tablets e mesas de cabeceira pelo menos uma vez por dia. Em caso de desconforto respiratório (falta de ar) é recomendado que se procure assistência médica.

A Paraíba segue sem casos confirmados da Covid-19. Até o momento, 20 casos foram notificados, seis foram descartados, 13 estão em investigação e um foi excluído.

Rede hospitalar preparada – Hospitais da rede pública da Capital estão prontos para acolher possíveis casos de coronavírus. No Hospital Clementino Fraga, estão disponíveis, no primeiro momento, 18 leitos convencionais e 10 leitos de UTI; o Hospital Universitário Lauro Wanderley possui três leitos de isolamento para crianças; e o Hospital Municipal Santa Isabel reservou 12 leitos convencionais e até 10 leitos de UTI.

Secom-PB

 

 

Uruguai decreta estado de emergência nacional por violência de gênero

O presidente do Uruguai, Tabaré Vázquez, decretou estado de emergência nacional em função das estatísticas de feminicídio e lançou uma série de políticas públicas e medidas para combater este tipo de crime no país.

Subsecretário da Presidência, Juan Andrés Roballo, afirmou que as medidas estão dentro da estrutura da Lei Integral de Gênero e englobam a ampliação do programa de tornozeleiras eletrônicas, cursos online de prevenção de abusos sexuais e programas de intervenção em prisões para homens que cometeram alguma violência de gênero, entre outras.

O anúncio vem após três mulheres terem sido mortas na noite de Natal deste ano. De acordo com a Coordenação de Feminismos do Uruguai, apenas em 2019, 35 mulheres foram assassinadas por seus parceiros ou ex-parceiros. Apesar do número ser muito inferior aos dados no Brasil, em números relativos, o Uruguai está entre os países que mais matam mulheres.

Em 2018, de acordo com a Comissão Econômica para América Latina e Caribe (Cepal), o Brasil registrou 1206 feminicídios, enquanto o Uruguai registrou 30. Esses números significam que o Brasil tem uma taxa de 1,1 feminicídio a cada 100 mil habitantes. No Uruguai, essa taxa é de 1,7.

Os países da América Latina com maiores taxas de feminicídios são El Salvador (6,8), Honduras (5,1), Bolívia (2,3), Guatemala (2,0), República Dominicana (1,9) e Uruguai (1,7).

No ranking, o Brasil aparece pior colocado do que países como a Costa Rica e o Panamá, com uma taxa de 1,0 feminicídios a cada 100 mil habitantes, e o Peru e a Venezuela, com 0,8.

Medidas

O subsecretário da presidência uruguaia ressaltou a necessidade de uma profunda transformação cultural, “onde o Estado, as organizações sociais, além de todos os membros da comunidade, principalmente os homens, têm a obrigação de rever comportamentos cotidianos”. Roballo disse que “a luta por uma vida livre de violência de gênero implica uma mudança nas matrizes culturais que apoiam laços autoritários e de dominação sobre meninas, meninos, adolescentes e mulheres de todas as idades”. O governo se propôs a realizar uma reunião de alto nível com o Supremo Tribunal de Justiça e o Procurador Geral, com o objetivo de conquistar maior eficiência no acesso à justiça para a proteção de mulheres e meninas.

Segundo o governo uruguaio, serão compradas 200 novas unidades de tornozeleiras eletrônicas, aumentando o estoque para 1200 tornozeleiras em todo o país.

Além disso, o governo afirmou que divulgará amplamente campanhas de conscientização e realizará cursos virtuais para “a promoção de masculinidades não violentas”, destinados a educadores formais e não formais, para incentivar mudanças nos padrões socioculturais e contribuir para a prevenção da violência de gênero.

Será feito, ainda, um programa de intervenção nas prisões para homens que exercem violência de gênero e outro, de prevenção deste tipo de violência, para mulheres privadas de liberdade.

Agência Brasil

 

 

Governo Federal reconhece situação de emergência em 177 cidades

O Governo Federal reconheceu situação de emergência em 177 municípios paraibanos em decorrência da seca. A informação foi publicada nesta sexta-feira (1º) no Diário Oficial da União.

O reconhecimento aconteceu por meio de portaria assinada pelo secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, Alexandre Lucas Alves. A lista dos 177 criticamente afetados pela estiagem havia sido divulgada pelo Governo do Estado há um mês.

Para emitir o decreto, o governador da Paraíba, João Azevêdo, considerou, entre outras questões, que persiste a escassez de água nos municípios, causando danos à subsistência e à saúde da população; que a estiagem prolongada tem gerado prejuízos importantes e significativos às atividades produtivas do Estado da Paraíba, principalmente a agricultura e pecuária dos municípios afetados; que a escassez pluviométrica prejudicou a recarga dos mananciais, caracterizando assim um desastre que vem exigir a ação do Poder Público Estadual; e que há a necessidade de prover a subsistência da população afetada pelo fenômeno da estiagem.

 

portalcorreio

 

 

Governo decreta situação de emergência em 177 municípios da PB afetados pela estiagem

O Governo da Paraíba decretou situação de emergência em 177 municípios afetados pela estiagem. O decreto foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (1º). A situação de emergência é pelo período de 180 dias.

Conforme a publicação, a estiagem prolongada tem gerado prejuízos importantes e significativos às atividades produtivas do Estado da Paraíba, principalmente a agricultura e pecuária dos municípios afetados. Além disso, também prejudicou a recargas dos mananciais.

A situação de emergência vale apenas para áreas dos municípios comprovadamente afetados pelo desastre. Dessa forma, o Poder Executivo Estadual fica autorizado a abrir crédito extraordinário relativo à situação.

De acordo com o decreto, ficam dispensados de licitações os contratos de aquisição de bens e serviços necessários às atividades de resposta ao desastre, locação de máquinas e equipamentos, de prestação de serviços e de obras relacionadas com a reabilitação do cenário do desastre, desde que possam ser concluídas no prazo estipulado em lei.

G1

 

Avião com mais de 200 a bordo faz pouso de emergência na Rússia

Um Airbus A321 da Ural Airlines, com 226 passageiros e 7 tripulantes a bordo, fez um pouso de emergência nesta quinta-feira (15) em um milharal na região de Moscou, após colidir com um bando de pássaros, informaram autoridades russas.

O Ministério da Saúde da Rússia informou que 23 pessoas, incluindo nove crianças, ficaram feridas e foram hospitalizadas.

A aeronave colidiu com a revoada de pássaros logo depois de decolar do aeroporto de Jukovki, nos subúrbios de Moscou, às 3h20 (horário de Brasília), informou a agência russa de transporte aéreo federal (Rosaviatsia) em um comunicado.

O destino do voo era Simferopol, a principal cidade da península ucraniana da Crimeia, anexada pela Rússia em 2014.
Várias aves “atrapalharam a operação dos motores” e a tripulação decidiu fazer um pouso de emergência, diz a nota.

O pouso em um milharal, localizado a 1 km da pista, foi feito sem o trem de pouso. O Comitê de Investigação da Rússia vai apurar o incidente.

G1

 

 

Governo Federal reconhece emergência em 177 cidades da PB

O Governo Federal reconheceu decreto de emergência em 177 cidades da Paraíba por causa da estiagem. A Portaria consta na edição desta terça-feira (7) do Diário Oficial da União (DOU) e parte do decreto emitido pelo Governo do Estado em abril deste ano.

Com isso, o Estado fica autorizado a abrir crédito extraordinário para fazer face à situação existente. O decreto também permite a convocação de voluntários para reforço das ações de respostas ao desastre natural vivido na Paraíba.

“A situação de anormalidade é válida apenas para as áreas dos municípios comprovadamente afetados pelo desastre, conforme prova documental estabelecida pelo formulário de Informação de desastre (FIDE), e pelo croqui das áreas afetadas, por município que será apresentado oportunamente”, destaca o decreto.

Veja abaixo a relação de cidades afetadas pela medida:

MUNICÍPIOS

01

Água Branca

02

Aguiar

03

Alagoa Grande

04

Alagoa Nova

05

Alcantil

06

Algodão de Jandaíra

07

Amparo

08

Aparecida

09

Arara

10

Araruna

11

Areia

12

Areia de Baraúnas

13

Areial

14

Aroeiras

15

Assunção

16

Bananeiras

17

Baraúna

18

Barra de Santana

19

Barra de Santa Rosa

20

Barra de São Miguel

21

Belém do Brejo do Cruz

22

Bernardino Batista

23

Boa Ventura

24

Boa Vista

25

Bom Jesus

26

Bom Sucesso

27

Bonito de Santa Fé

28

Boqueirão

29

Brejo do Cruz

30

Brejo dos Santos

31

Cabaceiras

32

Cachoeira dos Índios

33

Cacimba de Areia

34

Cacimba de Dentro

35

Cacimbas

36

Cajazeiras

37

Cajazeirinhas

38

Camalaú

39

Campina Grande

40

Caraúbas

41

Carrapateira

42

Casserengue

43

Catingueira

44

Catolé do Rocha

45

Caturité

46

Conceição

47

Condado

48

Congo

49

Coremas

50

Coxixola

51

Cubati

52

Cuité

53

Curral Velho

54

Damião

55

Desterro

56

Diamante

57

Dona Inês

58

Emas

59

Esperança

60

Fagundes

61

Frei Martinho

62

Gado Bravo

63

Gurinhém

64

Gurjão

65

Ibiara

66

Igaracy

67

Imaculada

68

Ingá

69

Itabaiana

70

Itaporanga

71

Itatuba

72

Jericó

73

Joca Claudino

74

Juarez Távora

75

Juazeirinho

76

Junco do Seridó

77

Juru

78

Lagoa

79

Lagoa Seca

80

Lastro

81

Livramento

82

Mãe D`Água

83

Malta

84

Manaíra

85

Marizópolis

86

Massaranduba

87

Matinhas

88

Mato Grosso

89

Maturéia

90

Mogeiro

91

Montadas

92

Monte Horebe

93

Monteiro

94

Natuba

95

Nazarezinho

96

Nova Floresta

97

Nova Olinda

98

Nova Palmeira

99

Olho D`Água

100

Olivedos

101

Ouro Velho

102

Parari

103

Passagem

104

Patos

105

Paulista

106

Pedra Branca

107

Pedra Lavrada

108

Piancó

109

Picuí

110

Pilões

111

Pocinhos

112

Poço Dantas

113

Poço de José de Moura

114

Pombal

115

Prata

116

Princesa Isabel

117

Puxinanã

118

Queimadas

119

Quixabá

120

Remígio

121

Riachão

122

Riachão do Bacamarte

123

Riacho de Santo Antônio

124

Riacho dos Cavalos

125

Salgadinho

126

Salgado de São Félix

127

Santa Cecília

128

Santa Cruz

129

Santa Helena

130

Santa Inês

131

Santa Luzia

132

Santana de Mangueira

133

Santana dos Garrotes

134

Santa Teresinha

135

Santo André

136

São Bentinho

137

São Bento

138

São Domingos

139

São Domingos do Cariri

140

São Francisco

141

São João do Cariri

142

São João do Rio do Peixe

143

São João do Tigre

144

São José da Lagoa Tapada

145

São José de Caiana

146

São José de Espinharas

147

São José de Piranhas

148

São José de Princesa

149

São José do Bonfim

150

São José do Brejo do Cruz

151

São José do Sabugi

152

São José dos Cordeiros

153

São José dos Ramos

154

São Mamede

155

São Sebastião de Lagoa de Roça

156

São Sebastião do Umbuzeiro

157

São Vicente do Seridó

158

Serra Branca

159

Serra Grande

160

Serra Redonda

161

Solânea

162

Soledade

163

Sossêgo

164

Sousa

165

Sumé

166

Tacima

167

Taperoá

168

Tavares

169

Teixeira

170

Tenório

171

Triunfo

172

Uiraúna

173

Umbuzeiro

174

Várzea

175

Vieirópolis

176

Vista Serrana

177

Zabelê

 

portalcorreio