Arquivo da tag: emboscada

Emboscada: homem é morto a tiros de espingarda quando retornava para casa

Ainda é um mistério para a polícia, o assassinato de José Josinaldo dos Santos, 22 anos, O crime aconteceu na manhã deste domingo (25), na zona rural de Gado Bravo, Agreste da Paraíba.

De acordo com informações, a vitima retornava de carro com um amigo de uma festa do Sítio Chã de Ze Polônio, quando foi surpreendido por vários elementos que estavam em outro veiculo e já chegaram atirando.

O amigo de 17 anos que não foi atingido, disse a Policia que os indivíduos estavam com espingardas calibre 12 e já chegaram atirando em Grilinho, como era conhecido o jovem. Ele ainda foi socorrido para o Hospital de Queimadas, mas não resistiu a gravidade dos ferimentos e morreu ao dar entrada naquela unidade Hospitalar.

O crime está sendo Investigado pela Delegacia de Queimadas, que atendeu a ocorrência.

 

paraiba.com.br

 

 

Homem é morto em emboscada na zona rural de Alagoa Grande

sireneUm comerciante de 53 anos foi morto a tiros quando transitava de moto em uma estrada vicinal na zona rural do município de Alagoa Grande, no Brejo paraibano. O crime ocorreu na tarde desta quarta-feira (21), e a principal suspeita da Polícia Civil é de que o homem foi vítima de uma emboscada. A possibilidade de latrocínio já foi descartada.

De acordo com a Polícia Civil, a vítima estava passando por uma estrada no sítio Usina Tanques, por volta das 15h30 (horário local). O homem foi atingido por um tiro na cabeça e morreu ainda no local.

Os policiais acreditam que o autor do crime estava escondido em uma pequena estrada e esperou a vítima passar para começar atirar.

Segundo os agentes de investigação da Polícia Civil, nenhum objeto nem a moto foram levados da vítima. O corpo do homem caiu junto com a moto, que ficou em cima de uma das pernas dele. Até as 18h (horário local) desta quarta-feira, a polícia não tinha nenhuma informação sobre o autor do crime, nem características da moto que foi utilizada.

G1 PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Em Dérbi, torcedor morre do coração, dez são detidos e ameaça de emboscada detectada

 

(Foto: Ari Ferreira/LANCE!Press)
(Foto: Ari Ferreira/LANCE!Press)

O saldo do Dérbi disputado entre Palmeiras e Corinthians na tarde deste sábado, no Pacaembu, foi bastante negativo fora de campo. Dez torcedores foram detidos pela Polícia Militar por diversos motivos, uma ameaça de emboscada da torcida do clube alviverde denunciada por corintianos e um torcedor ainda morreu de infarto na chegada à Santa Casa, para onde foi levado pelos médicos que prestavam serviço no Pacaembu.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O torcedor João Correia Leal Filho, de 60 anos, acompanhava o clássico com seu genro e, no momento em que o Palmeiras abriu o placar, sentiu um forte mal estar. Dois médicos que estavam no local atenderam João no ato e realizaram massagem cardíaca. Ele foi desfibrilado na arquibancada verde do Pacaembu e levado com vida pela ambulância do Pacaembu. Horas depois, a Polícia Militar divulgou que o torcedor morreu no hospital.

Em razão de uma possível demora dos médicos e enfermeiros do estádio, três torcedores foram detidos pela PM por provocação de tumulto. Além deles, mais sete pessoas precisaram ser encaminhadas à delegacia. As razões são as seguintes para a detenção dos outros sete foram incitação à violência, uso de sinalizador (dois membros da Torcida Rasta, do Palmeiras) e uso de artefato explosivo – ainda no primeiro tempo, um rojão foi atirado do setor do tobogã em direção aos corintianos, que ocupavam a parte de visitantes.

EMBOSCADA

Policiais que faziam segurança no Pacaembu receberam denúncias de pessoas diferentes a respeito de uma possível emboscada que torcedores do Palmeiras estavam armando para surpreender os corintianos na saída do estádio. De acordo com o Tenente Razuk, da Polícia Militar, os torcedores do Corinthians foram orientados a permanecer para acompanhamento particular até a estação Clínicas do Metrô.

LANCENET!

PM é baleado em emboscada na frente da esposa e do filho em Santos

Crime aconteceu na manhã desta terça-feira (27) (Foto: Jonatas Oliveira/G1)

Um policial militar foi baleado na manhã desta terça-feira (27) em Santos, no litoral de São Paulo, quando chegava em casa. Ele não estava com farda. O crime aconteceu por volta das 7h, na frente da esposa e do filho do policial. Até o momento ninguém foi preso.

Segundo testemunhas, o PM André França estava voltando do trabalho quando foi abordado por três homens na porta de casa. Os criminosos alegaram que era um assalto e levaram o policial para dentro da residência. Ainda de acordo com as testemunhas, os criminosos teriam visto o colete do policial que estava dentro da casa. Em seguida, o PM teria reagido ao assalto e acabou sendo baleado com três tiros, na axila, na clavícula e no abdômen. A esposa do policial e o filho da vítima, um bebê, presenciaram o crime.

O crime aconteceu na Rua Francisco Costa Pires, no bairro Vila São Jorge, limite de município com a cidade de São Vicente. A vítima foi levada para o Crei e já passou por uma cirurgia. O estado do policial é grave. Nas próximas horas ele deve ser submetido a outra cirurgia.

G1

Outro candidato a prefeito sofre emboscada na Paraíba

Cinco dias após o ataque ao candidato a prefeito de Alcantil, José Ademar de Farias, mais um que disputa a vaga foi vítima de um atentado a bala. Desta vez, o alvo foi o peemedebista Francisco Jucélio de Sá Mendes (o ‘Celinho Mendes’), que disputa a prefeitura de São José da Lagoa Tapada. Quem estava em sua companhia, e por pouco também não perdeu sua vida nesta sexta (07), foi seu candidato à vice, Jucélio Formiga.

Segundo relata Celinho, estava ele e sua comitiva realizando visitas no Sítio Mandioca. Enquanto se deslocava ela região, seu veículo foi interceptado por dois homens encapuzados, que já saíram de um matagal atirando. Para sorte dos candidatos, a falta de perícia dos assassinos não deixou sequer feridos na ação: apenas um tiro atingiu a lataria do veículo, que não parou durante o tiroteio.

Por conta do susto que passou, Celinho promete levar o caso à Justiça, onde irá pedir a presença de tropas federais na cidade para garantir a segurança do pleito.

MaisPB