Arquivo da tag: Educação

Secretaria de Saúde de Solânea promove “Projeto de Educação Permanente” para qualificação dos profissionais da saúde

Com objetivo de proporcionar mais qualificação para os profissionais na área da saúde do município, o Governo de Solânea através da Secretaria de Saúde, deu inicio nesta quinta-feira (10), ao “Projeto de Educação Permanente” no Cine Teatro Jacob Soares. O Projeto ocorrerá todas as quintas-feiras deste mês e nas duas últimas quintas de novembro, e abordará  assuntos direcionados a cada setor da secretaria de saúde, com temáticas diferentes a cada encontro.

Nesta quinta, participaram da capacitação os profissionais que compõem a Rede de Atenção em Saúde do Município de Solânea: Agentes de Saúde, dentistas, enfermeiros, técnicos de enfermagem, médicos e técnicos de saúde bucal. “Esse é o momento de refletir sobre as melhorias para que os profissionais voltem ao trabalho de forma aperfeiçoada. Com isso, melhora a assistência prestada a nossa população”, avaliou o prefeito Kayser Rocha.

Durante o treinamento, o Secretário de Saúde de Solânea, João Rocha, falou da importância dessa capacitação. “A partir do momento em que o profissional tem uma orientação diferenciada, tudo isso vai refletir num atendimento de qualidade aos nossos usuários”, defendeu. Os temas abordados durante os encontros de capacitação serão: Territorialização e cartografia em saúde, saúde mental, saúde bucal, saúde da criança, saúde do adulto, saúde da mulher e acolhimento em saúde. A palestrante deste primeiro dia de treinamento, Lucileide Braga é enfermeira de formação, Mestre de Atenção em Saúde e professora universitária da Faculdade FCM.

 

 Assessoria de Comunicação

 

Polícia Federal prende estudante de Educação Física suspeito de vender anabolizantes em JP

Um jovem estudante de Educação Física foi preso em flagrante nesta terça-feira (1) pela Polícia Federal, durante a deflagração da Operação Catabolismo, que tem o objetivo de combater o tráfico de medicamentos utilizados para hipertrofia muscular. Segundo os policiais, o jovem teria recebido por via postal, uma grande quantidade de medicamentos anabolizantes.

O investigado responderá pelo crime de falsificação, corrupção, adulteração ou alteração de produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais, previsto no artigo 273 do código penal, cuja pena poderá chegar à 15 (quinze) anos de reclusão.

O nome da operação, CATABOLISMO, é uma alusão fase do metabolismo em que ocorre a degradação, pelo organismo, das macromoléculas nutritivas, com liberação de energia.

 

clickpb

 

 

Prefeitura articula parceria com PM/PB para difusão da educação ambiental nas escolas

Nesta segunda-feira (26/08), o prefeito de Bananeiras Douglas Lucena (PSB) encaminhou ofício ao comando do Batalhão de Policiamento Ambiental da PM/PB para formalização de parceria entre a corporação e a prefeitura. O objetivo é a realização de palestras pela Polícia Ambiental sobre educação ambiental nas escolas da rede pública municipal de ensino.

Na semana passada (20/08) dois policiais militares do Batalhão de Policiamento Ambiental, Cabo Soares e Cabo Fabrício ministraram palestra e também montaram stand de taxidermia (empalhamento) para os alunos conhecerem algumas espécies da fauna paraibana. Tanto a palestra quanto a exposição seguiram em clima foi euforia. Os alunos ouviram com total atenção as informações e puderam sanar suas dúvidas perguntando diretamente aos policiais que responderam os questionamentos, um a um, com visível satisfação.

Este momento foi a culminância do projeto de pesquisa intitulado “Projeto Natureza” de um grupo de 22 (vinte e dois) alunos da escola Nossa Senhora do Carmo mediado pela tutora da escola que é, também, Secretária de Meio Ambiente de Bananeiras, Kerssia Melo. “Nesse período identificamos mais uma vez a grande preocupação das crianças e adolescentes pelas causas ambientais e a vontade de sensibilizar colegas e a comunidade sobre a importância da preservação ambiental”, disse.

O referido projeto faz parte da metodologia de ensino da escola, que busca a curiosidade do educando como ponto de partida de toda a ação pedagógica bem como o protagonismo, a empatia, a criatividade e o trabalho em equipe como fundamentos da proposta pedagógica. Destaca-se que a escola tem sido referência nacional pelo trabalho educativo desenvolvido.

“O evento foi tão bem-sucedido que, apesar de ter sido previsto para acontecer apenas pela manhã, foi estendido para o período da tarde para que todos os 280 (duzentos e oitenta) alunos pudessem participar naquela ocasião. No mesmo sentido, entendo ser de grande relevância fazermos esta parceria com o Batalhão para abrirmos a oportunidade das demais escolas também serem contempladas. O Secretário de Educação de Bananeiras Genival Azeredo estará junto conosco nesse trabalho”, finaliza a secretária.

Cabo Soares e Cabo Fabrício destacaram o quanto se sentiram felizes ao chegarem a Bananeiras e terem encontrado tamanha receptividade por parte dos alunos e da comunidade escolar. “As crianças estavam querendo saber sobre o nosso trabalho, como se faz para entrar na polícia ambiental”, lembrou Soares.

O policial destaca ainda a importância do efeito multiplicador. “Através das palestras que fazemos as pessoas tiram fotos, divulgam pelas redes sociais e isso termina espalhando o nosso trabalho. Hoje o foco são os jovens para que no futuro sejam multiplicadores da educação ambiental, sejam ambientalistas. Com a educação ambiental isso está mudando. Começou com um projeto tímido, nós não tínhamos ainda muito incentivo, mas isso deu uma visibilidade tão grande para o batalhão que terminou abrindo os olhos dos comandantes e hoje o carro chefe do batalhão é a educação ambiental”, finaliza.

A presidente da Cooperativa de Desenvolvimento Social que é mantenedora da escola, Gitânea Rocha explanou sobre a realização do evento. “Depois da palestra já surgiu a proposta de alunos que querem estudar sobre a atuação do Batalhão Ambiental na Paraíba. O interesse começou depois que assistiram a palestra”.

“Momentos como este nos reavivam e reafirmam que estamos no caminho certo nesta caminhada trabalhando pelo presente e pelo futuro das novas gerações. A cada ação de educação ambiental sentimos que os frutos irão brotar por meio desses jovens que logo irão se destacar como cidadãos conscientes e participativos”, avalia Kerssia.

Ascom – PMB

 

Profissionais da Rede Municipal de Educação de Solânea recebem treinamento para primeiros socorros

Nessa quarta-feira (21) as Secretarias de Saúde e Educação de Solânea realizaram um curso de primeiros socorros para cerca de 250 profissionais que trabalham na Rede Municipal de Educação. O treinamento é resultado da parceria entre as secretarias para a aplicação do “Programa Saúde na Escola”(PSE).

Professores, gestores, supervisores, toda a equipe técnica e auxiliar das escolas foram treinados em duas turmas montadas em horários distintos da manhã e tarde. Entre os procedimentos ensinados pela equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Solânea, foram apresentados e treinados de forma prática como agir em situações de convulsão, desobstrução das vias aéreas superiores, queimaduras e parada cardiorrespiratória.

O prefeito de Solânea, Kayser Rocha, participou do treinamento. “Conhecendo como realizar os primeiros socorros podemos salvar vidas. Por isso a importância deste treinamento para os profissionais que cuidam de alguns dos nossos bens mais preciosos que são nossos estudantes”, disse. Ainda durante o curso, os secretários de Saúde, João Rocha, e Educação Virnália Fagundes, chamaram a atenção dos profissionais da educação para a parceria entre as secretarias e sobre a importância do treinamento. A diretora do Samu, Vânia Cândido, contou que durante o curso também foram esclarecidas informações sobre como funciona o serviço e em que situação chamar o Samu.

        

Ascom-PMS

 

UFPB, UFCG e UEPB paralisam aulas em protesto pela educação

Professores da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) vão parar as atividades nesta terça-feira (13) em adesão ao Dia Nacional de Greve da Educação, que se manifesta contra o programa Future-se, do Governo Federal, e a favor de pautas sociais.

Em João Pessoa, os professores da UFPB vão promover uma manifestação a partir das 14h em frente ao Lyceu Paraibano, Centro da Capital.  Do Lyceu, os manifestantes vão seguir em passeata pelo Centro até o Ponto de Cem Réis. Estão programadas apresentações culturais com a participação de artistas locais.

UFCG e UEPB

Em Campina Grande, professores e estudantes da UFCG e da UEPB vão promover uma manifestação conjunta a partir das 8h em frente ao portão principal da UFCG. Em seguida, ocorrerá um ato público em frente a Reitoria da universidade e às 9h30 sairão em marcha até a Praça da Bandeira, para uma manifestação a partir das 10h30.

 

portalcorreio

 

 

Novo corte na Educação proposto pelo Governo Bolsonaro penaliza em cheio UFCG; Veneziano reage e endurece tom

Membro da Comissão de Educação (CE) do Senado Federal, o Senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB) rechaçou a decisão do presidente da República, Jair Bolsonaro, de enviar ao Congresso Nacional o Projeto de Lei N° 18, DE 2019, que estabelece remanejamento de recursos, retirando da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) quase R$ 2,3 milhões em verbas para seu custeio. Veneziano lamenta que, mais uma vez, o presidente Bolsonaro mostre seu descompromisso com a educação pública, fazendo esse remanejamento de verbas para atender emendas de parlamentares.

“Hoje pela manhã os meios de comunicação do país trouxeram que o presidente Jair Bolsonaro fez um remanejamento orçamentário de R$ 3 bilhões, sendo que R$ 2 bilhões foram utilizados para pagamentos de emendas parlamentares. R$ 1 bilhão desses recursos remanejados foram retirados do Ministério da Educação. Ou seja, além dos bloqueios e contingenciamentos para com as universidades, Institutos Federais, etc, tivemos esse prejuízo a mais e que esses (prejuízos) serão mais impostos ao Nordeste. No nosso caso, aqui em Campina, mais de R$ 2,2 milhões foram retirados da UFCG, além de R$ 13 milhões que estavam alocados para o centro de Convenções de Campina Grande”, disse Veneziano. Veja o depoimento completo: https://youtu.be/B6eu0JWBGTg

Como defensor do ensino público gratuito e de qualidade, Veneziano repudiou a atitude e disse que o governo do presidente Jair Bolsonaro deveria rever esse posicionamento nocivo e fortalecer as universidades federais, destinando mais recursos para o ensino, a pesquisa e a extensão.

Ao lembrar que foi contra a Emenda Constitucional 95, que limitou recursos para áreas como Saúde e Educação, Veneziano garantiu continuar na defesa de uma formação superior de qualidade e um ensino capaz de tornar o Brasil uma referência na América.

 

 

Assessoria de Imprensa

 

 

 

Mais de 20 academias são notificadas pelo Conselho de Educação Física

O Conselho de Educação Física da 10ª Região – Paraíba (CREF10/PB) notificou 24 estabelecimentos do sertão do estado, por apresentarem irregularidades. Foram visitadas 64 academias, 22 escolas e um circuito de treinamento funcional. Também foram flagradas cinco pessoas em exercício ilegal da profissão. A fiscalização foi realizada durante toda a semana passada.

Nas notificações, 13 academias foram encontradas sem registro, sendo três em Triunfo, uma em Cajazeiras, uma em Uiraúna, uma em Poço José de Moura, uma em Sousa, uma em Vieirópolis, uma em Carrapateira, uma em Santa Helena, uma em Joca Claudino e uma em Cachoeira dos Índios. Duas escolas foram notificadas por estarem com professor sem registro profissional, sendo uma em Cajazeiras e outra em Bonito de Santa Fé. Também em Cajazeiras, um Circuito de Treinamento Funcional foi notificado por ter um estudante ministrando aula.

Ainda foram visitadas as cidades de São José de Piranhas, São João do Rio do Peixe, Nazarezinho, Bonito de Santa Fé, Monte Horebe, Poço Dantas, Bernardino Batista, Bom Jesus e Marizopólis, totalizando 87 fiscalizações.

Setenta pessoas foram fiscalizadas, das quais cinco foram flagradas em exercício ilegal da profissão. Três responsáveis técnicos foram autuados por faltas éticas. Foram lavrados 18 avisos de impedimento de pessoa jurídica e cinco avisos de impedimento de pessoa física.

Os notificados devem se regularizar e podem fazer isso, de maneira mais prática, nos dias 09 e 10 de agosto, quando será realizada a edição do projeto “CREF Itinerante” em Cajazeiras. Outros atendimentos também serão realizados, além de cursos gratuitos voltados a estudantes e profissionais da área.

Assessoria

 

 

Secretária de Educação de Campina Grande se apresenta à Polícia Federal após mandado de prisão

Iolanda Barbosa, secretária de Educação de Campina Grande se apresentou na sede da Polícia Federal, na manhã desta quinta-feira (25), após o mandado de prisão. O mandado de prisão temporária foi expedido ainda na quarta-feira, porém não foi cumprido pois Iolanda estava em um evento em São Paulo.

A secretária é investigada na Operação Famintos deflagrada na manhã desta quarta-feira (24) que tem como objetivo de desarticular um esquema criminoso de fraudes em licitações e contratações na cidade de Campina Grande, nos anos de 2013 até 2019, com pagamentos vinculados a verbas do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).

O Ministério Público Federal (MPF) pediu o afastamento dela da pasta. Além dela também foi pedido o afastamento do secretário de Administração da prefeitura de Campina Grande, Paulo Roberto Diniz. Ambos são suspeitos de fraude em licitação.

O nome da operação Famintos é uma alusão à voracidade demonstrada pelos investigados em direcionar as contratações para o grupo criminoso. Já o nome Feudo remete ao vínculo familiar entre os integrantes do grupo criminoso atuante em Monteiro.

 

clickpb

 

 

Provas objetivas do concurso da Educação do Governo da Paraíba serão aplicadas neste domingo

O Governo da Paraíba, por meio da Secretaria de Estado da Administração e da Secretaria de Estado da Educação e da Ciência e Tecnologia, informa que as provas objetivas do concurso público para área de Educação do Governo da Paraíba serão realizadas no domingo (21), no período da tarde.

O candidato que ainda não consultou o local das provas ou não imprimiu o ‘cartão de informação do candidato’, deverá acessar o site da banca organizadora do certame o quanto antes para se certificar sobre as informações. O link é o www.institutoaocp.org.br. As provas serão aplicadas nos municípios de Cajazeiras, Campina Grande, Catolé da Rocha, Cuité, Guarabira, Itabaiana, Itaporanga, João Pessoa, Mamanguape, Monteiro, Patos, Pombal, Princesa Isabel e Sousa. Ao todo, 43.097 candidatos tiveram as inscrições homologadas.

O portão de acesso ao local de realização da prova objetiva será aberto às 12h15 e fechado às 13h. A aplicação da prova objetiva terá início 15 minutos após o fechamento do portão de acesso, com duração de quatro horas, incluído o tempo de marcação na folha de respostas. O candidato deverá levar caneta esferográfica de tinta azul ou preta fabricada em material transparente, seu documento original oficial de identificação com foto e o cartão de informação do candidato impresso.

Estão sendo oferecidas 1.000 (mil) vagas para o cargo efetivo de Professor de Educação Básica III, da carreira do Magistério Estadual. Desse total, 50 vagas são destinadas às pessoas com deficiência.
Os aprovados serão nomeados logo após o resultado final do concurso. O salário oferecido para os que vão disputar as vagas é de R$ 2.110,12 (dois mil cento e dez reais e doze centavos), com carga horária de 30 horas semanais. Este é o quarto concurso público realizado pelo Governo da Paraíba para o cargo de Professor de Educação Básica III, de 2011 até 2019, totalizando 5040 vagas ofertadas.

As vagas ofertadas são para 13 disciplinas: Artes (72), Biologia (150), Educação Física (68), Filosofia (6), Física (47), Geografia (72), História (78). Língua Espanhola (18), Língua Inglesa (61), Língua Portuguesa (195), Matemática (199), Química (28) e Sociologia (6).

Secom PB

 

 

Prorrogadas as inscrições dos Prêmios Mestres da Educação e Escola de Valor

A Secretaria de Estado da Educação e da Ciência e Tecnologia (SEECT) prorrogou até o dia 19 de julho as inscrições para os prêmios Mestres da Educação e Escola de Valor. O objetivo é possibilitar a participação do maior número de professores e gestores. A prorrogação foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) no dia 13/07/2019.

As inscrições, que iniciaram no dia 29 de junho, poderão ser feitas exclusivamente no endereço eletrônico: http://www.see.pb.gov.br/premios. Podem participar professores e gestores em exercício na rede pública estadual da Educação Básica.

Os professores devem ter carga horária de sala de aula registrada no Sistema de Acompanhamento Pessoal (SAP) e estarem lotados em escolas da rede pública estadual da Educação Básica.

A inscrição será exclusivamente por meio de preenchimento de formulário eletrônico, sendo obrigatório que o professor e o gestor escolar informem o e-mail que utiliza no Sistema SABER.

Através do formulário o candidato envia o seu projeto como professor, no caso do Mestres da Educação, e o Projeto de Intervenção Pedagógica (PIP), no caso do Escola de Valor, elaborados para o ano de 2019, em consonância com os requisitos estabelecidos no item 4 do Edital. Este procedimento é condição indispensável para a emissão do comprovante com número que identifica e confirma a inscrição do professor no Prêmio Mestres da Educação e da escola no Escola de Valor.

A Secretaria de Estado da Educação e da Ciência e Tecnologia disponibiliza guia de orientação para elaboração dos documentos exigidos nos editais que regem os Prêmios. O guia está disponível no novo site dos prêmios, ou pode ser acessado diretamente através do link: http://www.see.pb.gov.br/premios/guia.

A homologação da inscrição dos professores e das escolas públicas nos prêmios ocorrerá no dia 19 de julho de 2019, no endereço eletrônico: http://www.see.pb.gov.br/premios e dar-se-á após confirmado o envio do projeto do professor e do PIP da escola no ato da inscrição.

Os prêmios são uma iniciativa do Governo do Estado que consistem no fomento, seleção, valorização e premiação das experiências administrativas e práticas pedagógicas exitosas, resultantes de ações integradas e executadas por profissionais de educação em exercício e lotados nas escolas públicas estaduais de Educação Básica, e que, comprovadamente, estejam tendo sucesso no enfrentamento dos desafios no processo de ensino e de aprendizagem.

Em 2019, os prêmios farão alusão ao Ano Cultural Jackson do Pandeiro. Em 2018, 212 professores receberam as duas premiações que garantiram o 14º e 15º salários.

As demais orientações estão nos editais, que podem ser acessados no endereço eletrônico dos Prêmios ou através dos links: Mestres: http://www.see.pb.gov.br/premios/edital-mestres-da-educacao, Escola: http://www.see.pb.gov.br/premios/edital-escola-de-valor.

PB Agora