Arquivo da tag: Econômicos

Geraldo Medeiros projeta flexibilização do isolamento social a partir de junho: ‘eu acho que a população não suporta mais muito tempo, e os segmentos econômicos’

O secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, disse nesta quinta-feira (21) em entrevista ao Correio Debate que existe a possibilidade de flexibilização do isolamento social a partir de junho: “eu acho que a população não suporta mais muito tempo, e os segmentos econômicos”.

“Nós estamos num período já longo de isolamento. Eu acho que a população não suporta mais muito tempo, os segmentos econômicos. Então, é claro que nós temos essa compreensão também e acredito que até o final do mês, nós tomamos outras diretrizes na condução desse processo. Até porque, a nossa esperança, se houver a receptividade da população até o final do mês, é que essa curva comece a entrar num processo de decréscimo”, explicou, revelando que já estuda a perspectiva de iniciar um processo gradual de flexibilização do isolamento.

 

clickpb

 

 

Bancos pagarão R$ 10 bilhões a poupadores referentes a planos econômicos

Os poupadores que foram prejudicados com os quatro planos econômicos que precederam o Plano Real (Bresser, Verão, Collor 1 e Collor 2) deverão ser finalmente indenizados, embora com montante bastante inferior ao previsto inicialmente. Bancos e poupadores chegaram a um acordo na última segunda-feira e o valor a ser pago deve ficar na casa dos R$ 10 bilhões – deveriam ser pagos cerca de R$ 50 bilhões. O montante poderá ser pago à vista ou em até três parcelas.

O texto contendo os termos finais do acordo deverá ser assinado até a próxima segunda-feira e encaminhado ao Supremo Tribunal Federal (STF). A previsão é que existam em torno de um milhão de processos tramitando na Justiça, mas a quantidade exata de ações ainda será levantada.

Em coletiva realizada ontem, a advogada-geral da União, a ministra Grace Mendonça, afirmou que o acordo não só possibilita a injeção de recursos que ajudarão no reaquecimento da economia brasileira, mas também comprova que é possível solucionar litígios complexos por meio do consenso.

De acordo com estimativa, os pagamentos aos poupadores que entraram com ação na Justiça e tiverem direito a indenização deverão ser feitos apenas em 2018. Cada um deverá ter direito a uma média de R$ 10 mil. As perdas ocorriam quando o índice de correção da caderneta era alterado, geralmente para percentuais mais baixos, e os bancos realizavam a alteração antes de encerrar o ciclo mensal da poupança.

Por estado

Conforme a AGU, que mediou o acordo entre o Instituto de Defesa do Consumidor (Idec), a Frente Brasileira dos Poupadores e a Federação Brasileira de Bancos, os poupadores por estado que deverão ser beneficiados com o acordo só deverão ser conhecidos após levantamento a ser realizado pelo órgão, depois que o STF apreciar o texto assinado pelas entidades. O dinheiro já está disponível nos bancos.

Para ter direito, o poupador deve comprovar que tem uma ação em andamento na Justiça e aceitar desistir desta ação. De acordo com as entidades, a poupança não precisa estar ativa, mas é necessário comprovar que havia dinheiro depositado na conta no período dos planos. Ainda, o valor a ser recebido deverá sofrer desconto que ainda será definido pelas entidades que fecharam o acordo.

Celina Modesto

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Chevrolet Onix e Prisma Joy 2017 chegam como os modelos mais econômicos da marca

Depois da apresentação de Onix e Prisma reestilizados nas versões LT, LTZ e Activ, é a vez da linha de modelos Chevrolet ganhar mais uma novidade: o Joy linha 2017, que estreia com foco no custo-benefício e inovações tecnológicas implementadas nas versões mais sofisticadas. Entres elas está a direção elétrica progressiva e a suspensão recalibrada. O conjunto permitiu melhorar a dirigibilidade e o conforto a bordo, tanto em perímetro urbano como no rodoviário.

12_GM_FGD_7530_05-08-16

Tanto Onix quanto Prisma Joy também se destacam em desempenho e eficiência energética. Tratam-se dos carros 1.0 aspirados mais econômicos do mercado, de acordo com dados do Inmetro e do Conpet. Contribuem para esse feito o perfeito casamento entre o motor de nova geração (SPE/4 ECO) com a transmissão manual, agora com seis marchas, além de um pacote de inovações tecnológicas, que entre outros itens conta com pneus verdes e freios de baixo atrito.

10_GM_FGD_7368_05-08-16b

Outra novidade é o exclusivo sistema OnStar da Chevrolet. Estão disponíveis serviços como o de recuperação veicular em caso de roubou ou furto, além do diagnóstico de itens do veículo por meio de um aplicativo específico para smartphones – recursos inéditos em carros dessa categoria.

43_GM_FGD_7137_05-08-16

O modelo ganha ainda mudanças na ampla cabine. O acabamento do painel em dois tons (preto e cinza) dão um toque de requinte e amplitude ao ambiente, enquanto o novo quadro de instrumentos digital reforça a personalidade jovial da versão. Os apoios de braço e puxadores das portas estão mais ergonômicos e integrados ao conceito “dual cockpit” característico dos veículos Chevrolet. Os bancos trazem novo revestimento, e o volante traz detalhes preto fosco. De série, ambos trazem ar-condicionado, direção elétrica, vidros elétricos, alertas de pressão baixa nos pneus e de não-uso do cinto de segurança, além do sistema OnStar.

29_GM_FGD_7312_05-08-16b
Com gasolina, o Onix Joy 1.0 ECO roda 15,3 km/l na estrada e 12,9 km/l na cidade. Já o Prisma Joy faz 12,9 km/l na cidade e até 15,6 km/l na estrada.

53_GM_FGD_7168_05-08-16

Junto com o Onix Joy, a empresa desenvolveu uma série de acessórios originais, como o multimídia com sistema de projeção para smartphone e rodas de liga leve aro 14 com design exclusivo. São diversos itens para que o consumidor possa customizar o veículo da forma que preferir.

“Tudo isso, somado ao design consagrado do modelo e a seu baixo custo de manutenção, faz do Onix Joy a escolha mais inteligente em sua faixa de preço”, argumenta Marcos Munhoz, vice-presidente da GM. Para marcar o lançamento da versão, a Chevrolet está criando uma série limitada de 500 unidades pintadas na cor Vermelho Chilli.

42_GM_FGD_7135_05-08-16

carsnews

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Colapso pode deixar 100 mil sem água na PB e provocar sérios problemas econômicos

Reprodução/Folha do Sertão
Reprodução/Folha do Sertão

A cidade de Sousa, no Sertão paraibano, deve entrar em colapso dentro de poucos dias. Isso, porque o nível do açude de São Gonçalo, principal manancial que abastece o município, atingiu o volume morto, estando com apenas com 9,8%, ou seja, 4,3 milhões de metros cúbicos (m³) da capacidade total de 44,6 milhões de m³. Segundo o presidente do Departamento de Água, Esgoto e Saneamento Ambiental de Sousa (Daesa), Fernando Perisse, os cardumes de peixes devem morrer em alguns dias e será necessário até oito anos para o açude se restabelecer.

A situação é crítica e vem afetando as indústrias, plantações e o comércio local. O presidente da Daesa informou que técnicos da Agência Estadual de Gestão das Águas (Aesa), já relataram que a água vai se tornar imprópria para consumo humano dentro de algumas semanas, ocasionando um colapso não apenas no açude, mas em toda a cidade.

Uma das causas para o aprofundamento da crise hídrica na região seria a retirada ilegal de água do açude por parte de moradores que possuem chácaras na beira do São Gonçalo. “Existem pessoas que não sobrevivem da agricultura, mas que retiram água de maneira ilegal do açude para irrigar seus pomares particulares e realizar festas. Esse tipo de retirada é proibida quando o manancial atinge 20%, estamos com apenas 9,8%, e já atingimos o volume morto. Algo tem que ser feito, pois estamos a beira de um colapso”, afirmou Fernando Perisse.

Os moradores se apoiam em outorgas que dariam autorização para a retirada da água. Fernando Perisse informou que até os produtores de coco locais estão sem utilizar a irrigação através do açude desde 2013. “Eles se escoram em outorgas que autorizam a utilização da água, mas devemos lembrar que desde janeiro de 2013 os colonos da região estão proibidos de utilizar as águas para irrigação. Se até os colonos estão proibidos, esse pessoal que retira água de maneira irregular deveriam ser proibidos também”, explicou.

Segundo Fernando Perisse, o despejo de esgoto no São Gonçalo, proveniente de cidades vizinhas, também contribui na morte do açude. O esgoto contribui para o surgimento de microfloras, que, por sua vez, não permitem a entrada da luz do sol no fundo do açude, provocando a morte das algas mais profundas. Com isso, as algas apodrecem e liberam gases na água, causando baixa no nível de oxigênio e a mortandade dos cardumes.

O colapso também viria com a falência do comércio da região que vem sofrendo forte queda nas vendas devido à falta de água e a dificuldade de obtenção de renda da população. De acordo com Fernando, duas grandes indústrias de Sousa já estariam para fechar as portas pela grave crise hídrica e econômica, criando demissões em massa.

Medidas foram tomadas 

Na última terça-feira (20), uma reunião envolvendo o novo juiz da 8ª Vara Federal da cidade de Sousa, Bernardo Monteiro, o prefeito André Gadelha (PMDB), o presidente da Daesa, membros da Câmara de Dirigentes Logistas de Sousa (CDL), membros da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), produtores rurais e a sociedade civil, discutiu medidas emergências a serem tomadas, como o cancelamento das outorgas de irrigação, para que o colapso no São Gonçalo seja evitado.

Na última quinta-feira (22), o juiz determinou o cancelamento das 56 outorgas que possibilitavam a utilização da água do São Gonçalo por pessoas físicas. Na decisão, o juiz Bernardo Ferraz determinou ainda que seja efetuada fiscalização ostensiva e imediata quanto às captações no Açude São Gonçalo. A multa para o descumprimento da decisão vai ser de R$ 5 mil.

CDL confirma comércio com dificuldades

O presidente da Câmara de Dirigentes Logistas de Sousa (CDL), Zilmar Leandro, confirmou que a situação do comércio é complicada e que duas indústrias da cidade podem vir a fechar as portas com a falta de água. “A situação é complicada. Temos recebidos reclamações dos lojistas, conhecemos as dificuldades e sabemos que as plantações de coco estão zeradas, sem renda nenhuma aos produtores. As pessoas estão sobrevivendo apenas do pagamento da prefeitura e do estado”, falou.

 

portalcorreio

Conheça os carros mais econômicos do Brasil, segundo o Inmetro

NOVO RENAULT CLIO (FOTO: DIVULGAÇÃO)
NOVO RENAULT CLIO (FOTO: DIVULGAÇÃO)

O Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia, o Inmetro, divulgou neste mês o lista atualizada com os últimos resultados do Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBE) que classifica os carros vendidos no país segundo parâmetros de eficiência enérgética. A nova listagem incluiu os dados dos modelos que foram lançados nos últimos meses, como o novo Toyota Corolla, novo Honda Fit e Nissan New March.

Os resultados são medidos com os veículos abastecidos com álcool e gasolina, rodando na cidade e na estrada. Nessa pesquisa, os modelos participantes são divididos em 11 categorias: sub-compactos, compactos, médios, grandes, extra grandes, utilitários, fora de estrada, minivans, veículos comerciais, carga e esportivos. Nessa edição, 36 montadoras submeteram seus carros aos testes, inclusive chinesas como Rely e Changan. Apenas a Chevrolet segue fora do programa do Inmetro.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Há muitas maneiras de estabelecer um ranking, pois há carros mais econômicos com etanol e no circuito urbano, outros mais eficientes com gasolina e rodando na estrada. Nós optamos por listar primeiro os 10 modelos mais econômicos abastecidos com álcool no circuito urbano. Em seguida, classificamos os mais econômicos com gasolina, incluindo os modelos híbridos. Todos eles receberam nota A no PBE. Para conferir o estudo completo basta acessar o site oficial do Inmetro aqui.

Etanol Gasolina
Modelo Câmbio Cidade (km/l) Estrada ( km/l) Cidade (km/l) Estrada ( km/l)
Renault Clio 1.0 Manual 9,5 10,7 14,3 15,8
VW up! 1.0 Manual 9,1 9,9 13,2 14,3
Nissan March 1.0 Manual 8,9 10,4 12,6 15
Fiat Palio Fire 1.0 Manual 8,8 10,3 12,3 15
VW Fox Bluemotion 1.0 Manual 8,8 9,9 12,7 14,3
Nissan New March 1.0 Manual 8,7 10,4 12,5 14,8
Fiat Uno Economy 1.4 Manual 8,7 10,4 12,5 12,5
Toyota Etios hatch 1.5 Manual 8,5 9 12,5 13
Renault Sandero 1.0 Manual 8,4 9,2 12,9 13,8
Toyota Etios Sedan 1.5 Manual 8,4 9,3 11,9 14
Gasolina
Modelo Câmbio Cidade (km/l) Estrada (km/l)
Ford Fusion Hybrid CVT 16,8 14,7
Lexus CT200h CVT 15,7 14,2
Toyota Prius CVT 15,7 14,3
Renault Clio Manual 14,3 15,8
VW up! Manual 13,2 14,3
Smart Fortwo Manual 13,2 14,4
Renault Sandero Manual 12,9 13,8
VW Fox Bluemotion Manual 12,7 14,4
Nissan March Manual 12,6 15
Novo Uno Economy Manual 12,6 12,5

 

revistaautoesporte

Seis hábitos cotidianos econômicos e sustentáveis

A preocupação com o meio ambiente não precisa necessariamente ser algo que vai além das nossas tarefas cotidianas usuais. Pequenos hábitos já contribuem com um estilo de vida mais ambientalmente e economicamente sustentável, veja alguns deles:

Não use a marcha lenta
Cada momento que você deixa o motor do seu carro em marcha lenta desperdiça combustível, além de desgastar o veículo. Deixar a marcha lenta por mais de 10 segundos consome mais combustível do que é necessário para dar a partida no carro. No geral, os americanos desperdiçam 2,9 bilhões de galões de combustível por ano com esta “brincadeirinha”.

Adote a carona
Usar a carona é bom para quem dá carona, que pode dividir algumas despesas, para quem recebe e para o descongestionamento do transporte público. Além disso, os momentos presos no trânsito podem ficar bem menos tediosos.

Desligue o computador
Economize energia e desgaste menos seu hardware ao desligar o computador à noite. No final de um ano a economia no orçamento é realmente perceptível.

Lave a roupa com água fria
Uma maneira fácil de tornar seu cotidiano mais ambientalmente amigável é mudar o botão em sua máquina de lavar roupa para frio. A maioria das roupas não precisa ser lavada em água quente e cerca de 90% da energia utilizada por máquinas de lavar acontece por causa do aquecimento. Quanto maior a temperatura da água, maior o custo para você e para o planeta.

Pague suas contas online
Economize recursos naturais -, bem como juros de mora – ao pagar suas contas por meio da web ou em débito automático. Pagamento sem papel não só salva muitas árvores, mas também elimina o combustível fóssil necessário para obter todos os envelopes de contas.

Imprima nos dois lados da folha
Parece muito complicado achar o lado certo da folha para utilizar suas duas faces na impressão, mas há softwares que ajudam a fazer isso. Mesmo assim a maioria das pessoas ainda utiliza apenas uma face.

* Com informações do The Daily Green

Esma e UFPB disponibilizam 50 vagas para especialização em Direitos Humanos, Econômicos e Sociais

Um convênio entre a Universidade Federal da Paraíba (UFPB) e a Escola Superior da Magistratura (Esma), do Tribunal de Justiça da Paraíba, vai disponibilizar 50 vagas para o curso de Especialização em Direitos Humanos, Econômicos e Sociais. O curso será ministrado pelo Departamento de Direito Privado (DDPr) do Centro de Ciências Jurídicas (CCJ), Campus I, ano letivo 2012 e as inscrições têm início nesta segunda-feira (23) e vão até o dia 4 de maio.
“A concretização desta especialização é uma prova concreta que a Esma, com total apoio do atual presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Abraham Lincoln da Cunha Ramos, se preocupa em fechar parcerias com instituições de notável reconhecimento na sociedade e na comunidade acadêmica, como é o caso da UFPB”, comentou o diretor da Escola, desembargador Saulo Henriques de Sá e Benevides. O magistrado ressaltou que a especialização também conta com o suporte da Gerência de Capacitação do TJPB.
Conforme o edital, que foi publicado nessa quarta-feira (18) no Diário Eletrônico da Justiça, as vagas são distribuídas da seguinte forma: cinco vagas para funcionários do CCJ-UFPB; cinco vagas para demanda social; cinco vagas para membros do Ministério Público do Estado da Paraíba; cinco vagas para membros da Defensoria Pública do Estado da Paraíba; cinco vagas para servidores do Poder Judiciário do Estado da Paraíba; e 25 vagas para magistrados do TJPB.
As inscrições deverão ser efetuadas pessoalmente, por procuração, ou pelos correios, na Secretaria da Esma, situada à Rua Abelardo S.G. Barreto, Altiplano, João Pessoa/PB, sempre de segunda a sexta- feira, das 14h às 20h. Será cobrada uma taxa de inscrição, no valor de R$ 50,00 para magistrados, promotores de justiça e defensores públicos e R$ 25,00 para servidores do TJPB, através de boleto bancário emitido pela Esma. Ficha de inscrição está disponível no site da Escola (www.esma@tjpb.jus.br).
No dia 23 deste mês de abril, às 8h, na Esma, será realizada uma reunião de orientação sobre a elaboração do projeto de pesquisa e outras informações. O curso será realizado nas instalações da Esma e o Tribunal de Justiça não arcará com quaisquer despesas do alunado para deslocamento, hospedagem e alimentação. As matrículas dos candidatos aprovados serão realizadas no período de 9 a 11 de maio. As aulas serão quinzenais e terão início no dia 11 de maio.
Etapas – Análise do currículo e do projeto de pesquisa para o trabalho final – monografia ou artigo vale 50% da avaliação. Será considerado aprovado quem obtiver média igual ou superior a 7,0. O projeto de pesquisa deverá ser elaborado em, no máximo, dez páginas, da introdução ao cronograma, fonte 12, papel A-4 e espaçamento 1,5. A admissão ao curso de especialização dependerá, além da aprovação, da classificação do candidato, em função do número de vagas, por categoria.

TJPB/Gecom – Fernando Patriota
Focando a Notícia