Arquivo da tag: duplo

PM mata suspeito e prende dois após duplo homicídio

Um suspeito morreu e dois foram presos após troca de tiros com guarnições da Polícia Militar no distrito de São Gonçalo, em Sousa, Sertão da Paraíba, a 438 km de João Pessoa, na noite desta terça-feira (30). O fato ocorreu após a PM partir em investigação sobre disparos de arma de fogo ouvidos na região. Após o tiroteio, os policiais encontraram corpos de dois homens, que teriam sido vítimas dos tiros escutados anteriormente.

Segundo a PM, quando policiais que trabalhavam em operação alusiva ao Dia do Trabalhador, comemorado nesta quarta-feira (1º), seguiram para investigar os disparos, acabaram se deparando com quatro suspeitos, que trafegavam em duas motocicletas, nas proximidades de um açude.

“Os suspeitos já receberam a PM a tiros. Os policiais reagiram e balearam um deles, que morreu no local. Dois foram presos e um conseguiu fugir”, disse um dos agentes envolvidos na ação, que também informou que o foragido seguirá sendo procurado.

Depois do confronto, moradores indicaram à PM onde estavam os outros dois corpos, em um matagal. De acordo com a polícia, as vítimas poderiam ter sido mortas em virtude de rixas entre grupos criminosos rivais.

 

portalcorreio

 

 

Acusado de duplo homicídio em Solânea é morto em troca de tiros com a polícia

fabinhoAção Policial da 21° Delegacia Seccional e 7° CIPM realizaram diligência na zona rural de Solânea para prender Fabio Romão dos Santos o “Fabinho”, o autor do duplo homicídio ocorrido no baixio que vitimou um ex-presidiário e o pedreiro Marcos em dezembro 2016.

Fabinho recebeu a polícia a tiros, na troca de tiros ele foi atingido e veio a óbito.

A ação aconteceu na manhã desta terça-feira (21)  que teve como êxito a apreensão da arma um revolver calibre 38, arma essa que o mesmo disparou vários tiros contra a policia, ainda foi recuperadas três motos com restrição de roubo.

 

01

 

Redação/TV Web Cidade

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Duplo homicídio em Solânea: homens são mortos em bar 

sireneA cidade é Solânea registrou um Duplo homicídio na noite desta quarta-feira (28). De acordo com as primeiras informações, as duas vítimas estavam bebendo em um bar, na comunidade do Baixio, quando dois homens armados chegaram e já foram atirando.

Marcos Antonio e o ex-presidiário João Batista dos Santos, conhecido por Bel, morreram na hora.

Os assassinos seriam, de acordo com informações coletadas pela polícia, Jurandir dos Santos Porto (Uau), e Fabio Romão dos Santos ( Fabinho), que acabou de sair da cadeia.

Eles teriam ido matar apenas o Bel, que também é ex-presidiário do João Bosco em Guarabira. Marcos Antônio teria sido morto apenas por estar na companhia de Bel.

Não há informações sobre a prisão dos acusados.

 

Focando a Notícia

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Feriado duplo em Campina Grande altera rotina de órgãos e serviços

museuDevido aos feriados do dia de emancipação política de Campina Grande nesta terça-feira (11) e o do dia de Nossa Senhora Aparecida, que é padroeira do Brasil, na quarta-feira (12), o horário de funcionamento de alguns setores foi alterado na cidade.

Poder público
Os serviços não essenciais, tanto municipais como estaduais, ficam fechados durante os dois dias, sendo preservados o funcionamento dos essenciais.

Shoppings
Os shoppings de Campina Grande também vão ter horários diferenciados por causa do feriadão. Confira:

Partage Shopping – Lojas e áreas de lazer das 14h às 22h. A praça de alimentação abre das 11h às 22h. O shopping vai ter oficinas gratuitas para as crianças.
Cirne Center – Fica fechado durante os dois dias.
Shopping Luiza Motta – O funcionamento é das 10h às 20h.

Comércio
A Câmara dos Dirigentes Lojistas informou que recomendou a abertura das lojas nos dois dias, mas apenas a de artigos infantis devem funcionar. Sindicato dos Comerciários em Campina Grande, a abertura dos estabelecimentos fica a critério do comerciante. Decidindo abrir, os funcionários deverão receber um valor extra, além de folga em outra data.

As empresas que vão funcionar no feriado, usando a mão de obra de seus empregados, vão ter que cumprir o que determina a convenção coletiva da categoria, ou seja, o pagamento de abonos da seguinte forma: empresa que tenha em seu quadro funcional até dez empregados –  R$ 33,00;  empresa com mais de dez trabalhadores – R$ R$ 40,00. O empregado ainda terá direito a uma folga integral a ser tirada até 21 dias, após o dia trabalhado.

Bancos
O presidente do Sindicato dos Bancários de Campina Grande, Rostand Lucena, informou que as agências vão ser fechadas, com funcionamento normal dos caixas eletrônicos.

Transportes
A frota do transporte coletivo de Campina Grande fica reduzida em 30%, segundo a Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos (STTP).

Lazer
O Parque das Criança, no bairro do Catolé, abre em horário normal na terça-feira e na quarta-feira.

Parque da criança, em Campina Grande (Foto: Leonardo Silva/Jornal da Paraíba)Parque da criança, em Campina Grande (Foto: Leonardo Silva/Jornal da Paraíba)

 

G1 PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Vereador e 4 parentes são presos no Cariri; parte deles é suspeita de duplo homicídio

Detidos foram levados para delegacia Monteiro
Detidos foram levados para delegacia Monteiro

Um vereador do município de São Sebastião de Umbuzeiro, na região do Cariri, a 319 quilômetros de João Pessoa, foi preso nessa quarta-feira (21) junto com mais dois irmãos e dois sobrinhos por porte ilegal de armas.

Dois dos detidos, um irmão e um sobrinho do vereador, são suspeitos de um duplo homicídio ocorrido no dia 13 de abril deste ano, em que pai e filho foram executados na zona rural do município. Com os cinco, a polícia apreendeu três espingardas calibre 12, duas espingardas calibre 28 e um revólver.

De acordo com informações do delegado da cidade vizinha de Monteiro, Yuri Givago, um dos dois suspeitos do duplo homicídio, que é irmão do vereador, sofreu uma tentativa de homicídio no dia 19 de fevereiro.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“O agricultor que foi morto junto com o filho no dia 13 de abril seria suspeito da tentativa de homicídio contra o irmão do vereador, e essa teria sido a motivação para o duplo homicídio. O filho do agricultor, no caso, teria sido morto porque estava na companhia do pai”, explicou o delegado.

Yuri Givago informou que as armas foram apreendidas em cinco residências diferentes, uma delas localizada na zona rural de São Sebastião de Umbuzeiro e as outras quatro localizadas na zona urbana da cidade.

Os cinco detidos foram levados para o presídio de Monteiro e responderão por porte ilegal de armas e no caso dos supeitos do duplo homicídio, eles responderão por mais esse crime.

 

portal correio

Duplo homicídio é registrado em Solânea na noite desta sexta-feira

O duplo homicídio foi registrado por volta das 19h40, na noite desta sexta-feira (14) na PB-105 onde fica localizado um assentamento de sem-terras em Solânea no brejo paraibano.

Francisco Gomes da Silva, 35 anos

Francisco Gomes da Silva, 35 anos

De acordo com informações do comandante da Segunda Companhia de Polícia de Solânea o Capitão J. Ferreira, as duas vítimas chegaram em uma moto Twister e começaram a beber no bar do seu Geraldo quando chegaram dois homens armados em uma motocicleta e começaram a atirar contra as vítimas. Francisco Gomes da Silva, 35 anos, foi atingido por um único tiro na cabeça, a segunda vítima identificado apenas pelo nome de Flaviano ao tentar escapar dos disparos entrou em uma residência mais também foi atingido e veio a óbido no local. Após o homicídio a dupla armada fugiram tomando rumo ignorado.

Vitima conhecido por Flaviano

Vitima conhecido por Flaviano

O Capitão J. Ferreira falou ainda que de acordo com relados de moradores do local Francisco costumava frequentar o bar e sempre exibia uma arma, falaram que não denunciaram com medo de represárias. A perícia encontrou na cintura de Francisco uma arma de calibre 32. Os corpos das vítimas foram levados pelo GEMOL (Gerência Executiva de Medicina e Odontologia Legal) para as providências cabíveis.03

01

 

Redação/TV WEB CIDADE

Adolescente indiana sofre duplo estupro coletivo e é queimada viva

AFP/Arquivos
AFP/Arquivos

Uma adolescente indiana sofreu dois estupros coletivos em ataques separados e depois morreu queimada viva, reavivando os protestos contra este tipo de crime na cidade de Calcutá e na capital, informou a polícia nesta quinta-feira.

A menina de 16 anos foi primeiramente atacada em 26 de outubro e novamente no dia seguinte por um grupo de mais de seis homens perto da casa de sua família na cidade de Madhyagram, 25 km ao norte de Calcutá.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O segundo estupro coletivo aconteceu quando ela estava voltando para casa depois de ter ido prestar queixa do primeiro ataque numa delegacia de polícia.

Em 23 de dezembro, atearam fogo na adolescente e ela morreu no hospital, na noite de Ano Novo, informou a polícia.

“Antes de morrer, ela prestou depoimento diante de um oficial de justiça e afirmou que duas pessoas ligadas aos acusados atearam fogo nela quando estava sozinha em casa”, informou o policial Nimbala Santosh Uttamrao à AFP.

A polícia realizou as duas primeiras prisões na quarta-feira, dois meses depois do primeiro crime, afirmou, por sua vez, o chefe de polícia Rajiv Kumar.

“Os acusados tentaram matar minha filha ateando fogo nela para silenciá-la sobre os crimes”, declarou o pai da vítima, um taxista.

Nem ele nem sua filha podem ter o nome revelado por razões legais.

Centenas de ativistas protestaram na primeiro dia do ano em Calcutá para denunciar os crimes e as brutalidades cometidas com as mulheres indianas.

Os ativistas também se manifestaram na capital Nova Délhi nesta quinta-feira, acusando o governo e a polícia de não agir com rapidez depois que a adolescente apresentou sua primeira queixa.

“Temos convicção de que se o governo tivesse agido contra os criminosos, os horríveis atos subsequentes teriam sido evitados e a vida da jovem moça teria sido poupada”, afirmou a Associação das Mulheres Democráticas da Índia, em um comunicado enviado ao chefe de gabinete do governo regional.

As autoridades informaram que farão de tudo para levar os responsáveis pelo estupro e morte da adolescente o mais rápido possível ante a justiça, segundo a agência Press Trust of India.

“Estamos comprometidos com uma política de tolerância zero em relação à violência sexual”, afirmou o secretário-chefe de Bengala Oriental, Sanjay Mitra.

Os crimes de estupro, agressão e assédio sexual contra as indianas estão no centro das discussões nos últimos doze meses depois de um estupro coletivo que tirou a vida de uma estudante de 23 anos em um ônibus em Nova Délhi, em dezembro de 2012.

O Parlamento desde então aprovou leis mais rígidas para punir os estupradores.

Os ativistas afirmam que as vítimas de estupro sofrem com constantes ameaças por parte de seus agressores, enquanto a polícia as desestimula a a fazer a ocorrência dos ataques.

 

AFP

Inezita Barroso comemora 60 anos de carreira com DVD duplo

JAILTON GARCIA/ARQUIVO RBA-JUNHO/2009
JAILTON GARCIA/ARQUIVO RBA-JUNHO/2009

“Uma coisa sem raiz voa, o vento leva e desaparece”, disse Inezita Barroso à Revista do Brasil, em junho de 2009. A cantora, instrumentista e folclorista paulistana, hoje com 88 anos, nunca deixou as suas raízes de lado. Ao contrário. Considerada como “embaixadora” da música caipira, Inezita mantém bem vivo o sertanejo genuíno por meio de seu programa semanal Viola, Minha Viola, da TV Cultura, que apresenta há mais de três décadas.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Esta trajetória e seus 60 anos de carreira são celebrados com o lançamento de seu primeiro DVD, Inezita Barroso – Cabocla Eu Sou, nesta quinta-feira (19), na Livraria Cultura do Conjunto Nacional. O projeto do DVD duplo foi desenvolvido durante três anos dentro de seu programa e reúne 31 músicas, raridades e muitas imagens antigas do acervo da TV Cultura, que foram recuperadas e digitalizadas em alta definição.

Um disco traz uma edição especial de Inezita no Viola, Minha viola acompanhada da Orquestra Fervorosa, grupo paulistano criado em 2010 que faz música popular tradicional nos moldes das históricas orquestras brasileiras, como as que eram comandadas por Radamés Gnattali e Tom Jobim. Fazem parte do disco Ronda (Paulo Vanzolini), Moda da Pinga (folclore), Lampião de Gás (Zica Bergami), Pingo d’Água (João Pacífico), Flor do Cafezal (Luis Carlos Paraná) e Viola Quebrada, que Mário de Andrade recolheu do folclore e carregou com linguagem caipira.

A ideia de fazer um álbum com uma orquestra tem ligação direta com a história da “dama da música raiz”, que gravou músicas populares e folclóricas ao lado de grandes maestros brasileiros, como Hervê Cordovil, Radamés Gnattali, Guerra Peixe, Gaó e Lyrio Panicali. Foi isso que inspirou os arranjos feitos com a Orquestra Fervorosa, que teve 32 integrantes e a regência de Paulo Serau. “O brasileiro está dando muito mais valor à sua música, de todas as regiões do Brasil. Fico muito feliz com isso a ponto de chegar aos 60 anos de carreira e querer comemorar com meu público e com uma orquestra. Estou muito contente por isso. É um espetáculo diferente de música brasileira”, afirma na abertura do DVD.

O segundo DVD traz canções registradas em vídeo entre 1951 e 2012, além de imagens de filmes dos quais a cantora participou e músicas em que ela divide o palco com Renato Teixeira, Chitãozinho & Xororó e Daniel, selecionadas entre as cerca de quatro mil interpretações de Inezita presentes no acervo da emissora.

O título do DVD saiu dos versos da música Caipira de Fato, que Adauto Santos dedicou à cantora: “Eu sou cabocla, estou chegando lá da roça. Ainda falo ‘Virgem, nossa’“. Feito pela TV Cultura e pela Substancial Music, o projeto documenta a história da música de raiz brasileira por meio da trajetória de Inezita. Do início ao fim, quase se pode sentir o cheiro de mato molhado, de fogueira e do fogão à lenha ao som do caipira genuíno.

Inezita Barroso – Cabocla Eu Sou será lançado nesta quinta-feira (19), às 19h, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional, em São Paulo, com sessão de autógrafos e pocket show gratuito da cantora. Os ingressos podem ser retirados com uma hora de antecedência.

Lançamento de Inezita Barroso – Cabocla Eu Sou
Quando: Quinta-feira, 19 de dezembro, 19h
Onde: Livraria Cultura do Conjunto Nacional – Avenida Paulista, 2073. Retirada de ingressos com uma hora de antecedência
Ficha técnica
Gravadora: Substancial Music
Realização: TV Cultura
Direção: Nico Prado
Roteiro: Aloisio Milani
Produção: Fernando Abdo Saraiva Santos, Sheila de Sá Budney, Bruno Longui, Beatriz Domingos

Repertório
DVD 1. Ao vivo com Orquestra Fervorosa 
1. Engenho Novo (Heckel Tavares)
2. Flor do Cafezal (Luis Carlos Paraná)
3. Guacyra (Joracy Camargo/ Heckel Tavares)
4. Festa de Ogum (Babi de Oliveira)
5. Meu Limão, Meu Limoeiro (folclore recolhido por José Carlos Burle)
6. Moda da Pinga (folclore)
7. Viola Quebrada (Mário de Andrade)
8. Perfil de São Paulo (Bezerra de Menezes)
9. Ronda (Paulo Vanzolini)
10. Rio de Lágrimas (Lourival dos Santos/Piraci/Tião Carreiro)
11. Pingo dÁgua (João Pacífico)
12. Lampião de Gás (Zica Bergami)
DVD 2. Seis décadas musicais
1. Quem é (Marcelo Tupinambá) / Filme Ângela (1951), com Inezita Barroso, Ruth de Souza e Luciano Salce
2. Juízo Final (Paulo Vanzolini) / Filme Mulher de Verdade (1954), com Inezita Barroso e Colé
3. Lampião de Gás (Zica Bergami) / Música Brasileira (1969), com Inezita Barroso
4. O Batateiro (Zica Bergami) / Música Brasileira (1969), com Inezita Barroso
5. Soca Pilão (folclore com arranjo de José Roberto e J. Prates) / Música Brasileira (1969), com Inezita Barroso
6. Ronda (Paulo Vanzolini) / Música Brasileira (1969), com Inezita Barroso
7. Moda da Pinga (folclore) / Música Brasileira (1969), com Inezita Barroso
8. Ismália (Alphonsus de Guimarães/Capiba) / Música Brasileira (1969), com Inezita Barroso
9. Cais do Porto (Capiba) / Música Brasileira (1969), com Inezita Barroso
10. Negrinho do Pastoreio (Barbosa Lessa) / Música Brasileira (1969), com Inezita Barroso
11. Caboclo do Rio (Babi de Oliveira) / Música Brasileira (1969), com Inezita Barroso
12. Mocidade (folclore) / Panorama (1979), com Inezita Barroso
13. Cana Verde (folclore) / Panorama (1979)
14. Lampião de Gás (Zica Bergami) / Panorama (1979), com Inezita Barroso
15. Moda da Mula Preta (Raul Torres) / Viola, Minha Viola (1980), com Inezita Barroso e Nonô Basílio
16. Caipira de Fato (Adauto Santos) / Viola, Minha Viola (1992), com Inezita Barroso, Adauto Santos, Robertinho do Acordeon e regional
17. Chitãozinho e Xororó (Serrinha/Athos Campos) / Viola, Minha Viola (2011), com Inezita Barroso e Chitãozinho e Xororó
18. Romaria (Renato Teixeira) / Viola, Minha Viola (2011), com Inezita Barroso e Renato Teixeira
19. Cabocla Tereza (João Pacífico/Raul Torres) / Viola, Minha Viola (2012), com Inezita Barroso e Daniel

 

RBA

Rixa entre famílias leva a duplo homicídio no Conde; jovem pode ter sido morto por engano

Duplo homicídio no Conde. Foto Washington Luis
Duplo homicídio no Conde. Foto Washington Luis

Uma rixa entre famílias na cidade do Conde levou a dois homens a matarem com tiros pelas costas dois homens nesta terça-feira (03). Dois homens que trabalhavam numa empresa terceirizada da Cagepa foram abordados pelos seus assassinos quando estavam se encaminhado em direção à empresa.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Ronaldo Camilo da Silva, de 45 anos, e Marcos Gil Lima da Silva, 26 anos. Segundo informações da Polícia, o alvo principal seria o Ronaldo. O crime aconteceu por volta das 9h na cidade de Jacumã próximo a caixa d’água. Os dois foram assassinados ainda com a farda do trabalho.

 

A briga entre famílias foi deflagrada desde de um homem foi morto no Mercado Público da cidade numa disputa por um Box. Segundo informações da Polícia Militar, é possível que Marcos Gil não tenha nada a ver com a história, estava apenas ao lado de Ronaldo no momento da execução. Ronaldo levou cinco tiros e Marcos Gil apenas um tiro.

 

Esse é o quarto homicídio desde o início da rixa entre as famílias.

Paulo Dantas/Washington Luis

Duplo homicídio: usuários de drogas são executados em João Pessoa

casos-de-policiaUm duplo homicídio foi registrado, no final da tarde desta sexta-feira (12), no bairro Ernesto Geisel em João Pessoa, As vítimas, foram surpreendidas pelos disparos de arma de fogo, enquanto trafegavam em via pública, nas proximidades do Campo do Santos.

De acordo com testemunhas, um homem a pé, teria abordado Bruno e Álysson e efetuados os tiros. A dupla morreu no local do crime e o responsável pelo duplo homicídio teria fugido a pé, sendo auxiliado em seguida por um comparsa que estava em um carro.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Populares informaram na localidade, que as vítimas seriam usuárias de drogas e, com isso, a polícia investiga a hipótese de acerto de contas por envolvimento com o tráfico de entorpecentes.

Todos os detalhes do caso serão veiculados na reportagem de Emerson Machado durante o Programa Correio Verdade, neste sábado (13), na TV Correio.

 

Local do crimeFoto: Local do crime
Créditos: Emerson Machado

 

 

Por Pollyana Sorrentino