Arquivo da tag: Divisa

Quatro são presos na divisa de PE e PB suspeitos de tráfico e porte ilegal de arma

Foto:Divulgação
Operação ocorreu na divisa de PE com PB

Quatro pessoas foram presas nesta terça-feira (17) em cidades que ficam na divisa da Paraíba com Pernambuco. A ação deu cumprimento a nove mandados de busca e apreensão, decorrentes de investigação criminal que apura a prática de tráfico de drogas e posse/porte ilegal de arma de fogo na comarca de Teixeira e municípios circunvizinhos.

As ações foram registradas em Teixeira e Desterro, na Paraíba, e Brejinho, em Pernambuco. Foram presos em Teixeira um jovem de 21 anos, ele portava duas espingardas de calibre indefinido, pólvora, chumbo e cartucheira; outro de 29 anos, em posse de cinco munições calibre .38; um homem de 53 anos, em posse de uma espingarda calibre 12, um revólver calibre .38, 21 munições intactas de .38, três munições intactas de calibre .12 e cinco munições intactas .32.

Foi preso ainda em Brejinho um homem de 50 anos, em posse de duas espingardas de calibre indefinido, 45 munições intactas de calibre 20, uma munição intacta de calibre .38, chumbo e pólvora.

Todos os presos foram autuados em flagrante por posse ilegal de arma de fogo de uso permitido, sendo postos em liberdade após o recolhimento de fiança.

 Portal Correio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Paraíba reforça policiamento na divisa com o RN após fuga em massa de Penitenciária

O comando da Polícia Militar enviou as tropas especiais para apoiar as ações nas divisas (Foto: Walla Santos)

Na manhã desta quinta-feira (25) a Polícia Militar deflagrou uma operação de reforço nas 36 cidades que fazem divisa com o Estado do Rio Grande do Norte. A intenção da operação é impedir a entrada na Paraíba dos presos que fugiram durante a madrugada da Penitenciária Estadual de Parnamirim, na Grande Natal.

Penitenciária de Parnamirim registra fuga em massa na madrugada desta quinta-feira

A PM paraibana já montou vários pontos de bloqueio nas cidades e intensificou as abordagens em veículos que vêm do estado vizinho, já que, segundo a direção do presídio, pelo menos dois veículos deram apoio resgatando os presos. O Serviço de Inteligência também está atuando para colher informações sobre a presença de pessoas suspeitas nos municípios.

O comando da Polícia Militar enviou as tropas especiais para apoiar as ações nas divisas, inclusive com o Grupamento Especializado de Operações em Área de Caatinga (GEOsAC) pronto para realizar buscas em áreas de vegetação que possam ser usadas como rota de fuga. O mesmo esquema de segurança foi adotado todas as vezes em que foram registradas fugas ou rebeliões nos presídios dos estados vizinhos.

ClickPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Ações integradas: Polícias reforçam segurança na divisa entre os Estado da Paraíba e RN

reuniaoAs polícias Civil e Militar da Paraíba e Rio Grande do Norte estão realizando ações integradas principalmente nos municípios que fazem divisas dois Estados.  As ações contam com tropas de várias unidades operacionais, inclusive com apoio do policiamento especializado. Em Jacaraú e Mataraca – no Litoral Norte paraibano – os carros e motos com placas do Rio Grande Norte foram parados em bloqueios policiais. De acordo com o capitão Alberto Filho, da 2ª Companhia Independente, as buscas foram para identificar pessoas que poderiam ter participado dos ataques e estariam fugindo pelas cidades de Montanhas, Nova Cruz e Canguaretama.

A mesma estratégia foi usada nas cidades de Patos, Várzea, São Mamede e Junco do Seridó, no Sertão. A segurança segue reforçada nesta quarta-feira (18), inclusive com ações integradas com policiais do Rio Grande do Norte. São mais de 30 cidades de divisa monitoradas pela Polícia Militar da Paraíba.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Durante todo o dia desta quarta-feira (18) o secretário executivo da Segurança e Defesa Social, Jean Francisco Nunes, e o delegado geral da Paraíba, João Alves, participam de reuniões no Estado do Rio Grande do Norte (RN), com a presença da secretária nacional de Segurança Pública, Regina Mikki. O objetivo é discutir o apoio da segurança da Paraíba no fortalecimento das divisas entre os dois estados e ainda no Nordeste.

Segundo o secretário Jean Nunes, além de articular ações de caráter institucional, as reuniões proporcionam uma cooperação entre Paraíba e Rio Grande do Norte, assunto discutido diretamente com a secretária de Segurança do RN, Kalina Leite. “As forças de segurança da Paraíba reafirmaram o apoio ao estado vizinho que está passando por este momento de crise. Colocamos à disposição o trabalho de Inteligência, principalmente nas divisas com o nosso Estado. O que estamos também buscando é uma orientação de caráter preventivo, para que assim possamos diagnosticar qualquer foco de problema que possa acontecer em cidades da Paraíba”, afirmou.

Para o delegado geral, João Alves, a Paraíba levou para a reunião no Rio Grande do Norte a experiência da integração entre as forças de segurança. “A reunião foi realizada no Centro de Comando de Controle aqui do Rio Grande do Norte e a nossa intenção foi trazer apoio da Paraíba, da nossa experiência de integração e ainda fortalecer e retomar o trabalho da Divisa Segura”, disse o delegado geral.

Assessoria

Policiais de PE disparam contra trabalhadores da PB que protestavam na divisa entre os dois estados

 

policia-militarTrabalhadores rurais que na última sexta-feira (18) participavam de um protesto na BR-101, na divisa Paraíba/Pernambuco, foram surpreendidos e brutalmente atacados com disparos de balas de borracha pelo Pelotão de Choque da Polícia Militar de Pernambucano. A informação foi repassada à redação do FOCANDO A NOTÍCIA nesse domingo (20) pelo sargento PM/PB, Astronadc Pereira, conhecido popularmente como sargento Pereira, que integra o Conselho Estadual de Direitos Humanos (CEDH).

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Pereira, que foi até o local, afirmou que a violência poderia ter sido evitada “uma vez que as famílias estavam apenas reivindicando uma audiência com a Justiça de Pernambuco para tentar negociar uma ordem de despejo expedida para o acampamento Ouro Verde, as margens da BR”.

 

Pereira, que por diversas vezes atuou no gerenciamento de crises, classificou a ação da polícia de “desastrosa” já que, segundo ele, vários trabalhadores rurais sem terra ficaram feridos. “Quando cheguei ao acampamento, além dos lesionados encontrei pessoas assombradas, entre as quais, idosos, crianças e mulheres grávidas”, narrou.

 

O membro do CEDH repudiou a atitude da polícia pernambucana e disse que esse tipo de institucionalização da violência demonstra um total despreparo do estado em resolver conflitos através do diálogo, bem como a falta de sensibilidade no que se refere aos assuntos sociais do povo.

 

Após ressaltar que o estado não pode cometer violações de direitos, sargento Pereira cobrou explicações do governo. “É preciso que o gestor de Pernambuco venha a público explicar toda essa violência contra trabalhadores e trabalhadoras da Paraíba”.

 

“Nós não queremos ninguém ferido. Nem os sem terras e nem os policiais. Defendemos o dialogo e que os trabalhadores e trabalhadoras possam ser recebidos pela Justiça e ouvidos, pois suas reivindicações são legitimas”, frisou, acrescentando em seguida: “vamos somar esforços para evitar tragédias como a de Eldourado do Carajas”.

 

Além de Pereira, compareceram ao acampamento Ouro Verde o deputado estadual Frei Anastácio, o representante do deputado federal Luiz Couto, Legal, e o superintendente do Incra na Paraíba, Cleofas Caju.

 

 

 

Redação/Focando a Notícia

Operários paralisam transposição do Rio São Francisco na divisa do Ceará com a Paraíba

operariosCerca de 500 operários que trabalham na obra de transposição do Rio São Francisco, decidiram entrar em greve nesta segunda-feira (10). O trecho onde as obras foram paralisadas fica no distrito de Umburanas, município de Mauriti, na divisa entre Ceará e Paraíba. Eles dizem que estão sem receber salários e também reclamam das condições de trabalho.Com investimento de R$ 8 bilhões, as obras de transposição do Rio São Francisco tiveram início em 2007 e sofrem a terceira greve.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Com a paralisação, a construção de abertura de um canal que liga os estados do Ceará e Paraíba. São 43 quilômetros que devem estar concluídos no segundo semestre de 2015. Entre as reivindicações dos operários, estão pagamento dos salários em dia, melhores condições de trabalho e segurança, além de assistência médica.

Essa é a terceira vez que as obras do lote seis, em Mauriti, são paralisadas. De acordo com o Ministério da Integração Nacional, metade da obra já foi concluída e deve ser inaugurada, em sua totalidade, no final de 2015. “Nós já procuramos o Ministério Público do Trabalho (MPT) para que ele faça a mediação do conflito, mas não tivemos sucesso. A paralisação vai continuar até que os problemas sejam resolvidos”, diz Francisco Evandro Pinheiro, representante do sindicado dos operários.

Em nota, a assessoria de imprensa da Construtora Queiroz Galvão, responsável pela obra, informou que a empresa não vai se pronunciar sobre o assunto. Já o Ministério da Integração Nacional disse que monitora a paralisação e que uma audiência está marcada para a quarta-feira (12), entre a construtora e o sindicato dos trabalhadores para que todas as divergências sejam sanadas e as atividades sejam retomadas. Transposição do Rio São Francisco

O eixo norte da Transposição, que vai trazer água ao Ceará, está com 22% concluído, enquanto o eixo leste, que vai irrigar Rio Grande do Norte, está em 80%, segundo o Ministério da Integração. Pelo cronograma original da obra, cidades do interior do Ceará já deveriam estar recebendo água do São Francisco. A previsão para concluir as obras da transposição do rio São Francisco está mantida para o final de 2015

A transposição das águas do São Francisco desvia o curso de água do rio em Pernambuco para a Bahia, Rio Grande do Norte, Paraíba e Ceará. De acordo com o governo federal, 12 milhões de pessoas devem ser beneficiadas com o abastecimento de água com a conclusão da obra. A transposição começou em 2007, avaliada em R$ 7 bilhões. Atualmente trabalham 8.700 homens na obra. De acordo com o Ministério da Integração, houve diferenças entre os contratos e a “realidade da obra” que levaram ao corte de gastos.

 Globo.com

Seis são presos por crimes de roubo e homicídio na divisa da Paraíba com Ceará

Divulgação/13º BPM
Divulgação/13º BPM

Equipes do 13º Batalhão de Polícia Militar da Paraíba e da PM do Ceará prenderam seis pessoas durante a operação ‘Divisa Segura’ realizada nas proximidades do Distrito de Umbaranas, município de Mauriti/CE, próximo a Santana de Mangueira, a 450 km de João Pessoa, na divisa com a Paraíba. O trabalho foi realizado por toda a segunda-feira (28), mas as informações detalhadas só foram divulgadas nesta terça-feira (29).

A operação tem como objetivo fazer busca e reconhecimento de suspeitos que costumavam praticar assaltos, homicídios e vários outros crimes naquela região do Sertão.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Foram presos na operação Everaldo Pereira, 18 anos, natural de Santana de Mangueira/PBB; Max Well Pereira de Lima, 26 anos, natural de Santana de Mangueira/PB; Francisco Denison da Silva, 24 anos, natural de Santa Quitéria/CE; Cândido Pereira de Sousa, 38 anos, natural de Mauriti/CE; José Juvêncio Pereira, 23 anos, natural de Santana de Mangueira/PB e Cícero Pereira de Sousa, 25 anos, natural de Santana de Mangueira/PB.

Junto com o grupo, foi apreendido um Fiat Uno vermelho, com placas de São Paulo; duas motocicletas, uma pistola calibre 9mm, três revolveres calibre 38, 28 cartuchos calibre 38, 30 cartuchos calibre 9 mm, 15 cartuchos calibre 380, nove caixas de espoleta, cinco cartuchos de espingarda calibre 28, um cartucho de espingarda calibre 36, um carregador de pistola calibre 380, uma touca preta, quatro aparelhos celulares, pólvora, chumbo e uma japona camuflada.

De acordo com o Capitão Rodrigo Cavalcanti, comandante da 2ª Companhia do 13º BPM, que supervisionou a operação, os próprios acusados informaram que o objetivo do grupo era executar uma pessoa na cidade de Santana Mangueira, porque havia rixas entre grupos.

O grupo e o material apreendido foram levados pela polícia para a cidade de Brejo Santo/CE.

Material apreendidoFoto: Material apreendido
Créditos: Divulgação/13º BPM

 

portalcorreio

50 quilos de drogas são apreendidos na divisa da Paraíba

Ascom PRF
Ascom PRF

Três pessoas que estavam transportando mais de 50 kg de drogas (crack e cocaína) foram presas na madrugada desta terça-feira (19), na BR-101, na localidade de Guajú, divisa dos estados Paraíba e Rio Grande do Norte.

No total foram apreendidos aproximadamente, 48 kg de “crack”, 2 kg de maconha e 1,1 kg de pasta base de cocaína. Além de 11 relógios de pulso e quatro aparelhos de telefone celular.

Uma mulher e dois homens foram presos e há indícios de que eles vinham do estado da Bahia e tinham como destino a cidade de Natal, Rio Grande do Norte onde a droga provavelmente seria entregue.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A ação foi do Núcleo de Operações Especiais (NOE) da Polícia Rodoviária Federal (PRF), que durante fiscalização de rotina encontrou o entorpecente em um automóvel da marca VW Gol. “Os policiais estranharam o comportamento dos ocupantes e resolveram fazer buscas no interior do veículo encontrando vários tabletes de maconha e cocaína”, disse assessoria de imprensa da PRF.

Um outro carro da mesma marca e modelo que vinha logo atrás, quando os ocupantes viram o primeiro sendo abordado, fugiram por dentro do matagal abandonado o veículo que estava recheado de crack. A droga foi encontrada no interior dos assentos, para choque e forros do carro.

Equipes da Polícia Rodoviária Federal estão nas imediações da divisa da Paraíba com o Rio Grande do Norte, realizando diligências na tentativa de prender os outros três elementos em fuga.

 

 

Portalcorreio, com ascom PRF

Acidente de ônibus na divisa com Pernambuco deixa cinco mortos da mesma família

Um acidente de ônibus na manhã desse domingo (14) causou a morte de cinco pessoas no município de Goiânia, na divisa com o estado de Pernambuco.

O motorista que conduzia o veículo da empresa Joca Tour perdeu o controle, bateu na cerca de proteção da pista e tombou em um barranco. O ônibus saiu da cidade de Natal-RN as 2h da manhã e ia para uma festa religiosa na cidade de Olinda, próxima a Recife.

As cinco pessoas que morreram eram todas da mesma família. Clara Beatriz dos Santos Gomes, 7 anos, Aida dos Santos Conceição 43 anos, Ana Aida Tomaz, 19 anos, Magno Heider dos Santos Conceição, 59 anos, e Isabel dos Santos Conceição, 73 anos, foram as vítimas.

Os demais passageiros e o motorista foram encaminhados para hospitais de Goiania e Recife.

Paraíba.com-Pedro Callado/Geovan Petry

Focando a Notícia

9º BPM deflagra Operação Divisa Segura entre Nova Floresta e Jaçanã

Cumprindo determinação do Comando de Policiamento Regional I (CPR I) e dando prosseguimento ao trabalho de combate aos crimes nas cidades que fazem divisa com a Paraíba, policiais militares pertencentes ao 9º Batalhão de Polícia Militar da Paraíba deflagraram durante toda quinta-feira, 30, e nas primeiras horas deste dia 31, mais uma etapa da operação “Divisa Segura”. Desta vez, o efetivo policial concentrou as suas atividades entre as cidades de Nova Floresta-PB e Jaçanã-RN.

A operação – que desta vez teve o comando do Capitão PM Josimá – abordou diversos veículos que foram prontamente vistoriados pelos policiais militares objetivando a inibição de possíveis ações delituosas.

Contando com a participação de policiais da recém-criada Patrulha Rural e do Radiopatrulhamento, as ações também tiveram como foco a área bancária dos citados municípios, considerando a possibilidade de assaltos ou explosões às agências, algo que não foi constatado durante a operação.

“Desde o seu início, em agosto de 2011, a Operação Divisa Segura já planejou e executou mais de 20 operações entre os estados vizinhos, efetuando a prisão de criminosos, apreensão de armas, drogas e explosivos”, garantiu o Major PM Galvão, Comandante do 9º BPM.

9º BPM para o Focando a Notícia

9º BPM-PB desencadeia mais uma etapa da Operação Divisa Segura

 

Dando continuidade ao trabalho de combate aos crimes nas cidades que fazem divisa com a Paraíba, policiais militares paraibanos e norte-rio-grandenses deflagraram na sexta-feira, 13, mais uma etapa da operação “Divisa Segura”. Desta vez, o efetivo policial concentrou as suas atividades entre as cidades de Nova Floresta-PB e Jaçanã-RN.

A operação – que desta vez teve o comando do Capitão PM Josimá – abordou diversos veículos que foram prontamente vistoriados pelos policiais militares de ambos os estados no intuito de inibir a ação delituosa.

Desde o seu início, em agosto de 2011, a Operação Divisa Segura já planejou e executou mais de 20 operações entre os estados vizinhos, efetuando a prisão de criminosos, apreensão de armas, drogas e explosivos.

“É importante ressaltar a parceria com a Polícia Militar do Rio Grande do Norte em mais uma etapa da operação. Esperamos, com isso, reduzir drasticamente a incidência de crimes e atos criminosos”, asseverou o Comandante do 9º Batalhão de Polícia Militar da Paraíba, Major Galvão.

9º BPM-PB para o Focando a Notícia