Arquivo da tag: divergências

PEC que visa reduzir o número de parlamentares no Brasil causa divergências entre parlamentares paraibanos

Proposta em análise na Câmara dos Deputados altera a Constituição Federal para reduzir o número total de senadores e de deputados federais e estaduais nas respectivas casas legislativas. Tal medida vem causando divergências entre alguns parlamentares paraibanos enquanto o ex-deputado federal e atual parlamentar estadual Wilson Filho-PTB observa que o estado pode perder cerca de R$ 2,3 bilhões em recursos, o deputado federal Pedro Cunha Lima- PSDB se mostra favorável a proposta.

Dados ainda iniciais mostram que a PEC se aprovada vai gerar uma redução de aproximadamente 23,19% do número de parlamentares federais; de 33,33% de senadores da República, e, 24% de deputados estaduais e distritais.

Segundo Wilson, a economia dessa redução de parlamentares pode causar perdas para a Paraíba via na ordem de R$ 2,3 bilhões referentes a emendas parlamentares destinados ao Governo do Estado e aos municípios. “Essa análise é complicada se tomarmos por base a Paraíba. Com a aprovação da PEC o Estado perderia cerca de três cadeiras na Câmara dos Deputados e perderíamos espaços importantes, sem falar dos recursos. Por isso é preciso observar bem o que a PEC pode causar. Um estado pobre como a Paraíba não pode se dar ao luxo de perder representatividade no Congresso Nacional”, disse.

Enquanto isso o parlamentar tucano, diz ser necessário os gastos com parlamentares. E isso não pode mais ser apenas um discurso. A título comparativo, vale mencionar o exemplo dos Estados Unidos da América, em que os 435 membros da Câmara dos Representantes, órgão equivalente à nossa Câmara dos Deputados, representam uma população de pouco menos de 327 milhões de habitantes”, afirmou.

 

 

pbagora

 

 

Cássio afirma que tem ‘divergências profundas’ com RC e explica razões do rompimento

ricardo e cassioO senador Cássio Cunha Lima (PSDB) explicou durante entrevista na Arapuan FM as suas razões para romper a aliança com o governador Ricardo Coutinho (PSB). Em 2010, o tucano e o girassol tinham um interesse em comum: tirar José Maranhão (PMDB) do Governo do Estado.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“Naquele ano tínhamos convergências que nos aproximavam, após esses três anos temos mais características que nos afastam. Quando formamos a aliança, assinamos uma carta compromisso e no final de 3 anos, eu poderia assinar embaixo ou discordar da gestão realizada até o momento”, colocou.

 

O senador tucano destaca que o motivo é administrativo e político. “São divergências profundas. Ricardo tem uma dificuldade enorme em dialogar e de escutar também. A comunicação entre nós era por mensagem”, contou.

“É claro que eu não o procurava muito. Eu tinha noção de que eu era um ex-governador e precisava dar autonomia ao governante, não posso ficar me metendo”, explicou.

Por fim, o senador afirmou que não se arrepende de ter formado a aliança com o PSB. “De forma alguma, é por isso que as eleições são de 4 em 4 anos. Para podermos avaliar o que foi feito e se vale a pena continuar”.

Pedro Callado

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Cartaxo supera divergências e atrai emendas de Cássio, Cícero e Couto para hospital

cartaxoO prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, consolidou nesta quarta-feira a conquista de R$ 10 milhões para a construção do Hospital da Mulher nos próximos dias, a partir de entendimentos com os senadores Cássio Cunha Lima, Cícero Lucena e Vital Filho, além do deputado federal Luiz Couto e emenda de Bancada. Em um pouco mais de um ano de mandato, ele já se reuniu várias vezes com a maioria dos parlamentares, mas não consegue tabular audiências com o governador Ricardo Coutinho.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Ele confirmou encontro nesta quarta-feira com Cícero Lucena, quando foram consolidados R$ 2 milhões para o hospital, da mesma forma que o senador Cássio assegurou outros R$ 2,5 milhões. Vital Filho está na articulação de Emendas de bancada com a mesma finalidade.

Chamou a atenção a decisão do deputado federal Luiz Couto de destinar R$ 3 milhões, enquanto Damião Feliciano destinou R$ 300 mil.

O prefeito esteve no gabinete do senador Cícero acompanhado do Secretario da Saúde, Adalberto Fulgencio, e do secretario de Articulação em Brasília, Inaldo Leitão.

Walter Santos
WSCOM Online

Cartaxo garante que apesar das divergências políticas quer RC como parceiro em João Pessoa

Apesar das divergências políticas entre o prefeito eleito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PT) e o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), o petista garante que vai manter relação respeitosa e buscar parcerias com o governo estadual.

“Política é uma coisa, administração é outra completamente diferente”, afirma o prefeito em entrevista ao programa Rede Verdade da TV Arapuan da quarta (31). Cartaxo afirmou que vai manter relação respeitosa com o governador e trabalhar em favor da cidade de João Pessoa e afirmou que da mesma forma que vai buscar parcerias no governo federal, o governo estadual está incluso nas pretensões de parceiros.

“Qualquer ação objetiva que o governador se disponha a fazer na cidade de João Pessoa, sendo positiva para a cidade terá o aval do prefeito”, garante.

Marília Domingues

Homem é morto com golpes de faca por conta de divergências políticas

Na noite do último sábado (15), uma discussão culminou na morte de um homem no município de Dona Inês, no Curimataú paraibano.

Informações dão conta de que Adriano Alves da Silva, 32 anos, também chamado de “Pernambuco”, estava em um bar ingerindo bebida alcoolica na companhia de um indivíduo identificado até o fechamento da matéria, apenas por Gerson, quando num dado momento por conta de divergências políticas se iniciou uma discussão. O proprietário do estabelecimento retirou os dois do local mas o desentendimento continuou.

Adriano teria agredido Gerson com um tapa no rosto e por conta disso foi golpeado por várias vezes com uma faca peixeira que foi sacada por Gerson, que evadiu-se em seguida.

Adriano foi socorrido para o Hospital da cidade, mas não resistiu a gravidade das perfurações e morreu.

Por conta do acontecimento as atividades políticas que seriam realizadas no domingo (16) foram canceladas.


Nordeste1

Imagem Pan-noticias.blogspot.com