Arquivo da tag: distrito

Supostos assaltantes são linchados e presos em um distrito na cidade de Areia

Dois homens foram pegos e linchados por várias outras pessoas, quando estavam praticando assaltos no bar de João Carlos, no distrito de Cepilho, que fica na cidade de Areia, na Paraíba.

A dupla foi agredida e tiveram as mãos e os pés amarrados por fios até a chegada da polícia no local. O fato teria ocorrido na manhã deste sábado (7).

paraiba.com.br

 

 

Em parceria com a Popular Ótica, Cristina de Chagas leva caravana de serviços ao distrito de Roma

A ex-vereadora, Cristina de Chagas, em parceria com a Popular Ótica, levou ao Distrito de Roma, em Bananeiras, mais um projeto que beneficiou os moradores da localidade. Uma caravana de serviços que deu assistência aos mais carentes.

A ação, totalmente de graça, levou o oftalmologista Flávio Carvalho e sua equipe até o Distrito de Roma, onde várias pessoas foram atendidas. Foram oferecidos serviços como identificação de catarata, pressão do olho, limpeza e manutenção de óculos, exame normal de vista, entre outros.

“Ficamos muito felizes em sempre procurar atender a todos que precisam. da melhor maneira. Agradeço de coração a todos que participaram dessa ação, que se torna, a partir de agora, uma caravana de ação. Nossos próximos locais serão os distritos de Cajazeiras e Alagamar,” destacou Cristina de Chagas, ex-vereadora e atual secretária executiva da Mulher de Bananeiras.

Redação FN

 

 

Distrito do Tabuleiro realiza tradicional Festa da Padroeira Santa Luzia, nesta sexta

Para quem busca ouvir uma boa música e dançar forró, o Distrito do Tabuleiro, localizado na cidade de Bananeiras, realiza nesta próxima sexta (13), a tradicional Festa da Padroeira Santa Luzia.

A partir das 21h, o público vai poder curtir muita música com Neco Lobão, Wagner Viana e Dida Pachequinho.

A Festa é uma realização da Prefeitura Municipal de Bananeiras e dos comerciantes locais.

Ascom – PMB

 

Prefeito assina ordens de serviços de quadra coberta e climatização de salas de aula para o Distrito de Santa Fé

Durante audiência pública realizada na terça-feira (27) pela manhã com a comunidade do Distrito de Santa Fé o prefeito de Solânea, Kayser Rocha, assinou duas ordens de serviços para o início da construção da quadra coberta no distrito e climatização de salas de aula da escola Municipal Padre Ibiapina.

A construção da quadra é fruto de recursos de R$ 485 mil aprovados através do Deputado Federal Efraim Filho e a obra começa ainda esta semana. Logo depois o local foi visitado pelo prefeito e demais autoridades para acompanhamento de como começará as atividades de construção da quadra. “Estamos muito satisfeitos de no momento da audiência itinerante já trazer ações antes solicitadas pela população. Hoje foi muito participativo e um momento de integração para ouvirmos a comunidade, que apontou as dificuldades e prioridades”, disse o prefeito. Ainda durante a audiência, também foi assinada liberação para climatização com ar condicionados das salas de aula da Escola Padre Ibiapina.

Prioridades indicadas pela comunidade

Durante a audiência itinerante os moradores falaram das prioridades para a comunidade e entre as solicitações foram apontadas a necessidade de calçamentos de ruas, mais segurança para os moradores com presença de policiamento e estruturação de mais um posto de saúde, no Sítio Pia.

Assessoria de Comunicação

 

Governo de Solânea realiza audiência pública itinerante no Distrito de Santa Fé, nesta terça (27), para ouvir a população

Na ocasião também será assinada ordem de serviço para construção de quadra coberta no Distrito e climatização da Escola Municipal Padre Ibiapina.

Acontece nesta terça-feira (27) no Distrito de Santa Fé a partir das 8:30 da manhã na Escola Padre Ibiapina, a primeira audiência pública para elaboração da Lei Orçamentária Anual – 2020 (LOA – 2020). Durante a reunião será assinada a ordem de serviço para construção da quadra coberta em Santa Fé.

O objetivo da audiência é envolver o poder executivo e comunidade para ouvir as propostas e prioridades da população em áreas como saúde, educação e pavimentação de ruas. Para posterior inclusão na previsão orçamentária no exercício financeiro 2020 da administração municipal.  “Toda a população está sendo convidada para participar. É um encontro importantíssimo para todos nós, envolvidos na gestão do município”, contou o prefeito Kayser Rocha.

 Assessoria de Comunicação

 

Palestra do Proerd abre a Semana do Estudante da CMB no Distrito do Tabuleiro

A Câmara Municipal de Bananeiras (CMB) tem promovido a Semana do Estudante, uma ação do Projeto Câmara na Escola. O projeto visa integrar o Legislativo e a Escola, promovendo ações educativas e de liberdade de expressão.

O cenário que recepcionou o projeto foi à Escola Municipal Miguel Filgueira Filho, acolhendo de modo especial o Presidente da Casa Odon Bezerra, Kilson Dantas (PSB), servidores da CMB, representante da Afink, o coordenador do Proerd Guarabira, Tenente Coronel Brandão da Policia Militar e demais policiais.

A palestra sobre prevenção às drogas proferida pelo Proerd vem de encontro com o caráter educativo, alertando sobre todos os malefícios que os entorpecentes podem causar no ser humano e ainda no ambiente familiar.

Além de contribuir com palestras educativas, o Câmara na Escola buscará garantir a participação dos alunos no processo de conhecimento do poder legislativo.

Ascom-CMB

 

Homem é assassinado a tiros no distrito de Estacada de Curral de Cima

Um homem foi assassinado a tiros na manhã do sábado (06) no distrito de Estacada de Curral de Cima, vale do Mamanguape Paraibano.

Por volta das 6:30min, a vítima identificada como Antônio dos Santos Silva (Tonho rei), foi jogar uns galhos de mato próximo a sua residência quando o criminoso o surpreendeu e disparou 5 tiros sendo 3 no peito e 2 na cabeça vindo a vítima morrer na hora.

A vítima é natural de Serra da Raiz e residia na comunidade há cerca de 3 anos. A polícia juntamente com a perícia estiveram no local levantando informações que possam chegar a autoria e motivação do crime.

 

blogdofelipesilva

 

 

Homem morre após ser atropelado no distrito de Rua Nova, em Belém

Um jovem morreu na noite desta quinta-feira (30) depois de ser atropelado por um carro, na PB 073, no trecho que passa pelo Distrito de Rua Nova, em Belém, no Agreste paraibano.

De acordo com informações, o jovem conhecido por Carlinhos seguia caminhando às margens da rodovia quando foi atingido por um veículo, com o impacto ele não resistiu e morreu no local.

Ainda conforme apuração, o motorista teria alegado que não teve como evitar porque o rapaz surgiu rápido na pista. A PM esteve no local levantando mais detalhes do caso.

 

blogdofelipesilva

 

 

Crianças e jovens ‘fazem cinema’ com celulares em distrito de Areia, no Brejo da Paraíba

Um projeto de produção de cinema feito por crianças e jovens tem possibilitado a integração de estudantes e moradores com a sétima arte, no distrito de Mata Limpa, em Areia, no Brejo da Paraíba. Com o objetivo de gerar conhecimento cultural e incentivar futuros comunicadores, o projeto surgiu em agosto de 2017 e hoje cerca de 80 estudantes participam da iniciativa.

Segundo o idealizador do projeto, o professor Thiago Rodrigues, dos 80 alunos que participam da iniciativa, 50 deles trabalham produzindo e 30 trabalham indiretamente no dia da Mostra de Cinema de Mata Limpa, que acontece todo mês de dezembro para premiar os filmes produzidos.

O projeto, que acontece na Escola Abel Barbosa da Silva, visa a comunicação entre estudantes e comunidade. Crianças de 4 anos até jovens de 18 anos, além dos moradores da região, participam da produção de curtas-metragens por meio de celulares.

“Além das produções de curtas-metragens, no projeto os alunos fazem roteiros, edição de fotos e vídeos, participam diretamente em produções maiores e adquirem conhecimento local e humano, e ainda organizam a Mostra de Cinema”, conta o professor Thiago Rodrigues.

Na II Mostra de Cinema, realizada pelas crianças e jovens em dezembro de 2018, o prêmio de melhor atriz foi para Isadora Roseno, de 4 anos, que atuou na produção “Zé”, curta que ganhou como melhor filme e outras categorias da Mostra.

“Pra mim essa foi uma das produções mais interessantes, porque envolveu muita gente da comunidade, como o vigia da escola e várias mulheres da comunidade”, diz o professor Thiago.

Isadora Roseno, de 4 anos, ganhou como melhor atriz na II Mostra de Cinema de Mata Limpa, em Areia, na PB — Foto: Thiago Rodrigues/Arquivo Pessoal

Isadora Roseno, de 4 anos, ganhou como melhor atriz na II Mostra de Cinema de Mata Limpa, em Areia, na PB — Foto: Thiago Rodrigues/Arquivo Pessoal

Outro estudante que participa do projeto, Natan Silva, de 8 anos, ganhou como melhor ator pelo personagem protagonista que fez no curta-metragem “Jaca”, que também levou o prêmio como melhor filme e melhor direção pelo júri popular, curta dirigido por outra criança, Artur Neves, de 11 anos.

“Gostei muito de fazer cinema com meus amigos e me diverti muito nas gravações”, diz o estudante Natan Silva, de 8 anos.

A Mostra de Cinema de Mata Limpa acontece em praça pública. Os alunos desenvolvem curtas-metragens de até 15 minutos, que são exibidos para toda a comunidade. O evento conta com atrações artísticas e feirinha gastronômica, além da distribuição de pipoca para as crianças e os moradores.

Todos os vídeos exibidos na Mostra são produzidos por celulares. “Muitos celulares são emprestados pela própria comunidade e alunos que possuem aparelhos ajudam os outros no processo de gravação”, explica Thiago Rodrigues.

Natan Silva, de 8 anos, ganhou como melhor ator no curta-metragem Jaca, exibido na II Mostra de Cinema de Mata Limpa — Foto: Thiago Rodrigues/Arquivo Pessoal

Natan Silva, de 8 anos, ganhou como melhor ator no curta-metragem Jaca, exibido na II Mostra de Cinema de Mata Limpa — Foto: Thiago Rodrigues/Arquivo Pessoal

“A Mostra de Cinema é importante para mostrar o potencial dos alunos e do povo de Mata Limpa”, afirma Natan.

De acordo com o professor Thiago, as produções geralmente são feitas na própria comunidade, casas de vizinhos, rua e outros locais abertos. As crianças envolvidas são alunos da Escola Abel Barbosa da Silva, mas estudantes de outras escolas também participam do projeto, além de familiares desses alunos que moram no distrito.

“Além da participação dos alunos diretamente nas produções, a comunidade atua como parte mais importante também, não só colaborando com as crianças, mas com tudo, na limpeza e organização da praça no dia do evento e durante todo o ano ajudando como pode”, salienta o professor.

Filmes feito pelas crianças e jovens são exibidos durante Mostra de Cinema de Mata Lima, na praça pública do distro em Areia, na PB — Foto: Thiago Rodrigues/Arquivo Pessoal

Filmes feito pelas crianças e jovens são exibidos durante Mostra de Cinema de Mata Lima, na praça pública do distro em Areia, na PB — Foto: Thiago Rodrigues/Arquivo Pessoal

Curtas exibidos e premiados em festivais

O professor conta que uma das produções dos alunos do projeto, o curta-metragem “Mais que a Chuva”, foi premiada com menção honrosa no Festival Comunicurtas UEPB, da Universidade Estadual da Paraíba, em Campina Grande. “Além disso, esse filme já chegou a ser exibido em um festival de cinema na França”, destaca.

Ainda segundo o idealizador do projeto, uma das produções dos alunos será exibida em um festival de cinema em Minas Gerais, em maio deste ano.

Professor idealizador do projeto

O projeto de cinema feito por crianças, jovens e comunidade de Mata Limpa foi uma iniciativa do professor Thiago Rodrigues. Natural de São Paulo, o arte educador está no município de Areia há quase dois anos. Ele explica que chegou à cidade após um convite da Prefeitura para desenvolver projetos culturais voltados para a comunidade.

“Foi exatamente no distrito de Mata Limpa, aqui em Areia, no Brejo paraibano, que me encontrei. Vi nas crianças e jovens daqui uma grande vontade de aprender e crescer como pessoas dentro do seu ambiente. Além disso, tive a parceria incrível dos amigos e diretores de fotografia Thiago Trajano e Júnior Alves, que me permitiu atingir um número maior de alunos, afinal ninguém faz nada sozinho”, conclui o professor Thiago.

Professor Thiago Rodrigues durante produção de curta com moradores de Mata Limpa, em Areia, na PB — Foto: Thiago Rodrigues/Arquivo Pessoal

Professor Thiago Rodrigues durante produção de curta com moradores de Mata Limpa, em Areia, na PB — Foto: Thiago Rodrigues/Arquivo Pessoal

*Sob supervisão de Krys Carneiro

G1

 

Joaquim Roriz, ex-governador do Distrito Federal, morre aos 82 anos

O ex-governador do Distrito Federal Joaquim Roriz morreu às 7h50 desta quinta-feira (27), após um choque séptico decorrente de complicações de infecção pulmonar. Ele tinha 82 anos. A informação foi confirmada pela família e pelos médicos.

Roriz estava internado no Hospital Brasília desde 24 de agosto, após sofrer um quadro de pneumonia e febre.

Nesta quarta (26), o quadro clínico do ex-governador piorou. Segundo familiares, ele sofreu um infarto à tarde e duas paradas cardíacas e respiratórias no fim da noite, além de enfrentar um quadro infeccioso. Nas primeiras horas da noite, um padre foi chamado para ministrar a extrema-unção, ligada à tradição católica.

Nos últimos anos, Roriz lidava com diversas doenças crônicas como diabetes, mal de Alzheimer, demência, hipertensão e insuficiência renal (veja detalhes abaixo). Ele deixa a mulher, Weslian, três filhas – Jaqueline, Liliane e Wesliane – e quatro netos.

O ex-governador Joaquim Roriz durante homenagem em 2015 — Foto: TV Globo/ReproduçãoO ex-governador Joaquim Roriz durante homenagem em 2015 — Foto: TV Globo/Reprodução

Roriz nasceu em 4 de agosto de 1936, em Luziânia (GO), e iniciou a carreira política na cidade goiana, onde foi vereador. Antes de iniciar a vida em Brasília, foi eleito deputado estadual (1978), deputado federal (1982) e vice-governador do estado de Goiás (1986). De 1987 a 1988, foi prefeito da capital, Goiânia, como interventor.

No mesmo dia em que deixou a prefeitura de Goiânia, em 17 de outubro de 1988, Roriz se tornou governador do Distrito Federal, indicado pelo então presidente do país, José Sarney. Na época, o DF não tinha o direito de eleger seu governador pelo voto direto.

Roriz voltou ao Palácio do Buriti em março de 1991 – desta vez, como o primeiro governador eleito da nova capital. A vice na chapa era Márcia Kubitschek, filha de Juscelino.

O político também foi eleito governador do Distrito Federal nas eleições de 1998 e 2002. Nesse período, inaugurou a primeira linha de metrô da capital federal e a Ponte JK, um dos principais cartões postais da cidade.

Imagem de arquivo do ex-governador Joaquim Roriz, em entrevista coletiva — Foto: Reprodução/TV GloboImagem de arquivo do ex-governador Joaquim Roriz, em entrevista coletiva — Foto: Reprodução/TV Globo

Saúde

O quadro de saúde de Roriz era considerado grave há pelo menos um ano. Em agosto de 2017, o ex-governador amputou dois dedos do pé e, dias depois, a perna direita na altura do joelho. O procedimento foi motivado por complicações do diabetes, descoberto há 30 anos.

Roriz também sofria de insuficiência renal, que o obrigava a fazer hemodiálise todo dia, em casa. Nos últimos meses, o político era levado mensalmente a hospitais particulares do Lago Sul, para exames e monitoramento das funções vitais.

Em fevereiro, laudo do Instituto Médico Legal confirmou que Roriz tinha quadros de “mal de Alzheimer em estágio avançado” e “demência vascular”. No documento, constava que o político não tinha esboçado reação nos testes de estado mental.

Em entrevista ao IML, Weslian Roriz disse que os primeiros sintomas começaram há oito anos, e se agravaram desde 2015. Na descrição feita à época, disse que o marido “não sabe lidar com dinheiro, não realiza tarefas domésticas, ‘não sabe o que acontece na política’ e chama pela mulher com frequência, ao longo do dia”.

Ex-governador Joaquim Roriz despachando no Palácio do Buriti, em imagem de arquivo — Foto: Reprodução/TV GloboEx-governador Joaquim Roriz despachando no Palácio do Buriti, em imagem de arquivo — Foto: Reprodução/TV Globo

Importância política

Em 2015, o governador Rodrigo Rollemberg (PSB) – antigo opositor político – prestou homenagem a Roriz, a quem chamou de “governador que mais marcou a vida de Brasília”. Naquele momento, Roriz já estava em uma cadeira rodas e, em razão da saúde frágil, fez apenas um breve discurso ao receber o título de cidadão honorário de Brasília.

“Eu me sinto muito emocionado quando vejo essa casa, construída em homenagem a JK, cheia de gente. A emoção de me tornar cidadão de Brasília, essa cidade que me acolheu e que me permitiu viver os melhores momentos da minha vida. Não tenho muito o que falar.”

O ex-governador do DF Joaquim Roriz, lendo discurso durante homenagem — Foto: TV Globo/Reprodução

O ex-governador do DF Joaquim Roriz, lendo discurso durante homenagem — Foto: TV Globo/Reprodução

Trajetória conturbada

Paralelo ao sucesso nas urnas, Roriz protagonizou uma sucessão de escândalos na política do DF. Já no quarto mandato, após a eleição de 2002, Roriz deixou o governo para se candidatar ao Senado.

Eleito com 113 mil votos, ele renunciou após cinco meses no cargo, em julho de 2007, para evitar um processo de cassação por quebra de decoro no Conselho de Ética do Senado.

De acordo com as investigações da Polícia Civil na operação Aquarela, Roriz foi gravado ao telefone com o ex-diretor do Banco de Brasília (BRB) Tarcísio Franklin de Moura, negociando a partilha de R$ 2,2 milhões sacados em uma agência da instituição.

O episódio ficou conhecido como “Bezerra de Ouro” porque Roriz afirmou que o valor se referia à compra do embrião de uma bezerra de raça, em São Paulo.

Durante a operação, Moura e outros citados foram presos pela Polícia Civil. O grupo foi acusado de lavagem de dinheiro e fraude em licitações, entre outros crimes.

Em 2017, Roriz deixou de ser réu por formação de quadrilha e peculato porque os crimes prescreveram. Além da demora para a conclusão do caso, Roriz recebeu o direito à atenuação de pena por ter mais de 80 anos.

No último movimento político como protagonista, em 2010, Joaquim Roriz chegou a lançar candidatura ao governo do Distrito Federal, buscando um quinto mandato no cargo. A tentativa foi vetada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) com base na lei da Ficha Limpa.

A coligação “Esperança Renovada” indicou como substituta a mulher dele, Weslian Roriz. Ela disputou o segundo turno contra o candidato do PT, Agnelo Queiroz, mas recebeu 33,9% dos votos e foi derrotada.

No último dia de campanha, o clã Roriz empregou todos os minutos do programa eleitoral em direitos de resposta.

Weslian Roriz faz campanha ao lado do marido, Joaquim Roriz, durante campanha em 2010 — Foto: Divulgação / AssessoriaWeslian Roriz faz campanha ao lado do marido, Joaquim Roriz, durante campanha em 2010 — Foto: Divulgação / Assessoria

Caixa de Pandora

Joaquim Roriz também foi investigado na Operação Caixa de Pandora. A ação foi deflagrada pela Polícia Federal (PF) em 2009, com base na delação do ex-secretário de Relações Institucionais do DF Durval Barbosa. O escândalo também ficou conhecido como “Mensalão do DEM”.

Em fevereiro de 2016, Joaquim Roriz e Arruda foram condenados por improbidade administrativa pelo envolvimento no esquema de corrupção. As defesas recorreram, e um pedido de perícia nos gravadores usados por Barbosa travou o processo por dois anos. Em agosto, a suspeita de fraude foi descartada.

Legado político

Já fora da vida pública, Roriz deixou como principais herdeiras do legado político duas das três filhas: Liliane e Jaqueline. Atualmente, os três estão inelegíveis com base na Lei da Ficha Limpa.

Jaqueline foi flagrada, em vídeo, recebendo dinheiro das mãos de Durval Barbosa no mensalão do DEM. Eleita deputada federal em 2010, foi denunciada por quebra de decoro no Conselho de Ética da Câmara – o plenário rejeitou o processo em votação secreta.

Em 2014, no entanto, Jaqueline foi condenada por improbidade administrativa ligada ao caso, e virou “ficha suja” junto com o pai. Naquele ano, oito membros do clã Roriz se inscreveram nas eleições, mas apenas Liliane Roriz foi eleita.

Como distrital, Liliane denunciou um suposto esquema de propina na Câmara Legislativa do DF para privilegiar empresas de saúde que tinham faturas a receber do governo. Atualmente, cinco distritais são réus na operação Drácon, ligada à denúncia – Liliane não é acusada.

A deputada, no entanto, está inelegível porque foi condenada por compra de votos e falsidade ideológica na campanha de 2010. Liliane recorreu, mas não se candidatou para as eleições deste ano.

G1