Arquivo da tag: disponibilizar

Supermercados e agências bancárias devem disponibilizar banheiros e bebedouros aos clientes

A Associação dos Supermercados da Paraíba foi notificada nesta segunda-feira (15) pela Secretaria Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor para que certifique seus associados e providenciem a disponibilização de banheiros e bebedouros com água potável aos clientes e usuários.

A lei 1.576/1998, prevê que os supermercados, assim como bancos e lojas de departamento, ofereçam pelo menos um bebedouro e banheiros para uso feminino e masculino, separadamente, ao consumidor.

No último dia 11, um supermercado instalado no Parque da Lagoa foi autuado porque estava com os banheiros destinados ao publico, sem funcionar.

Segundo informou Maristela Viana, secretária-adjunta do Procon-JP, os banheiros devem ser utilizados por quem tiver necessidade e não apenas mediante prova de que consumiu algo no local. “Os consumidores deve ter livre acessos aos banheiros do estabelecimento, independente se vai consumir ou não. Estamos alertando para esta legislação porque já houve casos em que tivemos que intervir em um shopping sobre esse direito de escolha do consumidor. O estabelecimento pediu uma nota fiscal para liberar o uso do equipamento, e isso não pode ocorrer”.

 

clickpb

 

 

Ricardo inaugura Serviço de Diagnóstico Mamário que vai disponibilizar cerca de mil mamografias por mês

ricardoO governador Ricardo Coutinho inaugurou, nesta sexta-feira (26), o Serviço de Diagnóstico Mamário da Paraíba no Centro Especializado de Diagnóstico do Câncer (CEDC). O mamógrafo para o local foi adquirido por meio de recursos oriundos de convênio entre o Governo Federal e o Governo Estadual. Foi investido aproximadamente de R$ 1 milhão na aquisição do equipamento e na adequação dos espaços do CEDC.  O Serviço de Diagnóstico Mamário vai atender uma demanda de aproximadamente mil mamografias por mês. A ação faz parte da programação elaborada pelo Governo do Estado em comemoração ao aniversário de 431 anos da cidade de João Pessoa.

Na ocasião, o governador Ricardo Coutinho ressaltou que este serviço é uma necessidade primordial para a saúde das mulheres e que o Estado tem ampliado os atendimentos, além de adquirir novos equipamentos para atender mais e melhor. “Nosso objetivo é oferecer integralidade na atenção à saúde, fazendo com que os pacientes sejam bem atendidos e tenham serviços de alta tecnologia. Aqui no CEDC são referenciados cerca de 80 municípios e são feitos aproximadamente 5 mil atendimentos por mês, entre consultas e exames. Com essa aquisição do mamógrafo de última geração e totalmente digital, ficamos em um patamar avançado na prevenção ao câncer de mama, que é a segunda doença que mais causa mortes de mulheres. Importante dizer que as pessoas têm que se conscientizar e buscar o auxílio médico, porque quanto antes a doença for diagnosticada, maior a chance de cura”, comentou.

A secretária da Saúde, Roberta Abath, destacou a importância do serviço que é referência para o Estado e vai disponibilizar cerca de mil mamografias por mês. “Podemos perceber que, além do mamógrafo de alta tecnologia, o ambiente foi preparado com esmero para receber pacientes e funcionários. Além disso, ressalto que os profissionais têm excelência no mercado e estão sendo qualificados para melhor atender os pacientes. Lembrando que no panorama do câncer de mama, a prevenção é fundamental. Ele tem cura e é preciso salientar a importância do diagnóstico precoce. Com a chegada do Serviço de Diagnóstico Mamário da Paraíba, a expectativa é que tenhamos, pelo menos, mil atendimentos por mês”, relatou.

De acordo com a diretora geral do CEDC, Roseane Machado, o mamógrafo adquirido pelo Governo do Estado é totalmente digital, sendo o único deste tipo na Rede de Assistência da Paraíba. “Esse equipamento vai começar a funcionar dentro de 15 dias e será um marco nessa gestão, porque este serviço é de alta tecnologia, sendo o que há de melhor no país. Dessa maneira, vai possibilitar que o paciente seja diagnosticado em fase inicial, de forma rápida, ajudando a reduzir a mortalidade devido o câncer de mama. O serviço é especializado e a mulher deve ir, primeiramente, a um posto de saúde, onde será encaminhada para o CEDC. Aqui ela fará sua consulta especializada com um mastologista, a mamografia e a ultrassonografia mamária. A nossa equipe está sendo treinada e estará pronta para acolher os pacientes com toda eficiência. A Paraíba está de parabéns por oferecer gratuitamente esse serviço tão importante à população”, pontuou.

“Eu estou com um nódulo no seio e fui encaminhada para atendimento aqui no CEDC. Fiquei feliz em saber que agora esse local vai ter um equipamento super moderno para fazer mamografias. Tenho certeza que as mulheres serão muito beneficiadas com isso”, falou a dona de casa Ana Conceição.

Dados – De acordo com informações do Instituto Nacional de Câncer (Inca), estima-se que na Paraíba apareçam 800 novos casos de câncer de mama em mulheres no ano de 2016. Na capital, a estimativa é que surjam 250 novos casos este ano. Com relação ao número de óbitos de mulheres por câncer de mama, em 2016 já foram contabilizados 150. No ano passado, morreram 246 mulheres em função do câncer de mama. Já em 2014, foram 240 óbitos.

Secom-PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Globo está proibida de disponibilizar especial de Ayrton Senna na internet

airton-senaQuem viu, viu. Quem não viu, perdeu! O especial de quatro capítulos produzido pela Globo, em razão dos 20 anos da morte de Ayrton Senna, para o “Esporte Espetacular”, não poderá ser assistido pela internet.

Coisas da toda poderosa, não? Mas dessa vez, a emissora carioca nem tem culpa no cartório. Aliás, seria um enorme absurdo se partisse dela a ideia de privar as pessoas de lembrarem das conquistas e dramas do tricampeão mundial deFórmula 1.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Quem de fato proibiu a veiculação da série em homenagem ao piloto foi a Formula One Management, empresa responsável pelos direitos da categoria e que vem fazendo uma verdadeira limpa no YouTube.

Pelo acordo que fizeram, a Globo foi liberada somente para veicular o seu produto na TV. Portanto, quem quiser assistir e se emocionar com a produção terá mesmo que aguardar uma possível reprise por parte da emissora carioca.

Mundo Pop

 

Google quer disponibilizar wi-fi gratuito em todo o mundo

Balões ficariam na estratosfera Foto: Reprodução
Balões ficariam na estratosfera Foto: Reprodução

O Google está enviando balões para a estratosfera com o objetivo de disponibilizar wi-fi gratuito ao mundo. Trata-se do Projeto Loon. A ideia é fazer centenas de milhares de balões de alta pressão voarem na Terra e fornecerem internet para bilhões de pessoas. Faz parte do famoso Google X Lab, que trouxe ao mundo o Glass e carros autônomos. Segundo a Wired:

 

Esta é uma proposta audaciosa, e hoje em Christchurch, o Google fez uma conferência à imprensa com o primeiro-ministro da Nova Zelândia para revelá-lo formalmente. O Google também fará o maior teste do Projeto Loon: 50 pessoas em Christchurch dentro de uma faixa de 20 km dos balões verão se eles podem se conectar a partir do céu.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

As informações são da revista Wired.

Terra

Emissoras de TV devem disponibilizar cinco minutos para divulgação de desaparecidos

desaparecidosA Câmara Federal analisa projeto de lei 5369/13, do deputado federal Major Fábio (DEM-PB), que obriga as emissoras de televisão a disponibilizarem o mínimo de cinco minutos diários de sua programação para a divulgação de fotos de pessoas desaparecidas.

O projeto estabelece que o conteúdo deva ser exibido durante a programação das emissoras no horário das 7h às 23h. O texto altera a Lei nº 4.117, de 27 de agosto de 1962, que “Institui o Código Brasileiro de Telecomunicações”.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O deputado argumenta que as televisões estão em 95% dos domicílios brasileiros. Além disso, com a disseminação da tecnologia digital, há a expectativa de que as emissoras conquistem ainda mais espaço no mercado de comunicação eletrônica. “A função social das emissoras torna-se evidente não somente em situações de calamidade e emergência, mas também na veiculação de campanhas de utilidade pública”.

De acordo com o Major Fábio, o desaparecimento de pessoas tem grande repercussão junto à sociedade e merece ser tratado com melhor atenção pelas autoridades. Segundo as estimativas oficiais, o Brasil registra anualmente cerca de 40 mil ocorrências de pessoas desaparecidas, causando dramas familiares de dimensões gigantescas.

-Nesse sentido, além de enfatizar o papel da televisão como serviço público de interesse coletivo, a proposição também contribuirá para que muitos cidadãos possam retornar ao convívio de seus lares, oportunizando conforto e felicidade para milhares de famílias brasileiras, concluiu o deputado federal.

O projeto aguarda despacho da Presidência da Câmara para iniciar o processo de discussão nas Comissões


Redação com Assessoria

SUS vai disponibilizar remédio genérico contra o câncer produzido no Brasil

No mês de janeiro do ano que vem, hospitais brasileiros do Sistema Único de Saúde (SUS) irão receber o mesilato de imatinibe, que é o primeiro remédio genérico nacional para o tratamento do câncer. Este produto teve seu desenvolvido realizado no laboratório Farmanguinhos, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

O ministro da Saúde Alexandre Padilha recebeu o primeiro lote do medicamento indicado para o tratamento da Leucemia Mielóide Crônica (LMC) e de um tumor do intestino na quarta-feira (19), no Palácio da Guanabara, no Rio de Janeiro.[bb]

Conforme o ministro isto pode render uma economia ao SUS de R$ 337 milhões durante cinco anos. Durante o primeiro mês, é esperado que sejam distribuidos cinco milhões de comprimidos por todo o Brasil. O Ministério da Saúde destinará R$ 140 milhões ao ano para que o remédio seja produzido.

O ministro apontou que este vai ser o primeiro medicamento genérico para tratamento do câncer que é feito totalmente no país e será o primeiro remédio a ir ao mercado com o visual que foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), para que não haja confusão entre os medicamentos.[bb]

Conforme aponta o governo, esta produção do mesilato de imatinibe reduzirá o valor do comprimido deste medicamento com 100mg que atualmente é de R$ 20,60 para até R$ 17,50 e o de 400mg que custa R$ 82,40 pode ser reduzido para R$ 70. Padilha disse ainda que esta produção do remédio no país é suficiente para atender a demanda do SUS, com aproximadamente oito mil pacientes em internações.

Hoje, conforme aponta o Ministério da Saúde, os pacientes do SUS acessam aproximadamente 280 procedimentos para diverentes tratamentos contra diversos tipos de câncer. É previsto que os investimentos nesta área no próximo ano chegue a R$ 2,4 bilhões.

Notícias BR