Arquivo da tag: Diretores

Ricardo Coutinho exonera diretores dos presídios do Róger e PB-1, em JP

presidio.rogerO governador Ricardo Coutinho (PSB) realizou mudanças na direção das penitenciárias Flósculo da Nóbrega (presídio do Róger), e da Penitenciária Dr. Romeu Gonçalves de Abrantes (PB1), ambos em João Pessoa.

Com a mudança, Lincon Gomes Pedrosa Sousa deixa o cargo, que será ocupado por David Efraim Nigri. Antes, David ocupava a diretoria adjunta do presídio do Róger.

Já no PB1,  Jailson de Matos Santos deixa o cargo. Em seu lugar, assume Lincon Gomes Pedrosa Sousa. Além de Lincon, Carlos André de Barros Rego e Jairo dos Santos Silva foram nomeados para a Diretoria Adjunto da Penitenciária.

O governador também promoveu uma ‘mexida’ na Penitenciária Padrão Regional de Cajazeiras.

As alterações foram publicadas no Diário Oficial desta quarta-feira (3).

MaisPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Graça Foster e mais cinco diretores renunciam a cargos na Petrobras

 

graçaA presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster, e outros cinco diretores da petroleira renunciaram ao cargo, segundo comunicado da estatal nesta quarta-feira (4). A empresa não confirmou os nomes dos executivos que deixam a diretoria, composta por sete pessoas.

Os novos ocupantes dos cargos na diretoria serão eleitos em reunião do Conselho de Administração que será realizada na sexta-feira (6), informou a empresa.

A saída da diretoria acontece em meio às investigações de um escândalo de corrupção investigado pela operação Lava Jato e a dificuldade da atual gestão da companhia para quantificar os prejuízos com fraudes em contratos de obras durante anos.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O governo vinha sofrendo pressão do mercado pela saída da executiva, cuja gestão foi marcada por graves denúncias de corrupção e pelo acúmulo de resultados negativos.

 

Embora a maior parte dos problemas tenha sido agravada por decisões feitas antes da chegada de Graça Foster à presidência da estatal, a executiva – ainda que não tenha sido implicada diretamente nas investigações da Lava Jato – acabou perdendo as condições políticas para se manter no cargo.

Saída esperada
Na terça-feira, o colunista Gerson Camarotti adiantou que interlocutores da presidente Dilma Rousseff estavam em busca de um substituto para Graça no comando da Petrobras, e que a substituição seria feita quando for encontrado um perfil adequado.

Graça passou a tarde de terça-feira reunida com a presidente Dilma Rousseff, mas nenhuma decisão foi anunciada até a manhã desta quarta.

Os rumores sobre a saída de Graça ao longo da terça-feira fizeram disparar as ações da Petrobras, que fecharam em alta de mais de 15% na Bovespa. Nesta quarta, a confirmação da troca de comando continua dando fôlego à alta das ações da estatal: por volta das 11h, os papéis preferenciais subiam 6,5%, enquanto os ordinários tinham alta de 6,74%.

Possíveis substitutos
Em coluna publicada nesta terça-feira (3), Thais Herédia adiantou que dois nomes são os mais cotados para assumir a vaga de Graça: Roger Agnelli, que esteve no comando da Vale por mais de 10 anos; e Rodolfo Landim, ex-parceiro de Eike Batista e atual desafeto do empresário, com passagens pela Eletrobrás e BR Distribuidora.

Segundo a colunista, Roger Agnelli tem forte ligação com o ex-presidente Lula, mas não é bem visto pela presidente Dilma Rousseff. Agnelli foi demitido por ela no início do 2011.

Rodolfo Landim é conhecido e respeitado no mercado internacional de óleo e gás, com mais de 30 anos no setor. O fato de ter saído brigado com Eike Batista antes mesmo da derrocada do ex-mega-empresário aumenta seu cacife. Hoje, o executivo toca a Mare Investimentos, um fundo de compra de participação em empresas de óleo e gás.

A presidente Dilma Rousseff cumprimenta a nova presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster (Foto: Roberto Stuckert Filho/PR)
A presidente Dilma Rousseff cumprimenta Graça
Foster em sua posse na presidência da Petrobras,
em 13 de fevereiro de 2012
(Foto: Roberto Stuckert Filho/PR)

Histórico
Maria das Graças Silva Foster assumiu a presidência da petroleira em 13 de fevereiro de 2012. Ela foi a escolhida para substituir José Sergio Gabrielli, que estava há 7 anos no comando da companhia.

Funcionária de carreira da Petrobras, Graça Foster ingressou na Petrobras em 1978 e se tornou a primeira mulher do mundo a comandar uma empresa de petróleo de grande porte. Ela foi eleita pela revista norte-americana “Fortune” a executiva mais poderosa fora dos EUA e ficou em 4º lugar no ranking mundial.

A chegada de Graça Foster à presidência foi vista inicialmente como a uma tentativa de implementação de uma gestão mais técnica e menos política. Mas a companhia continuou submetendo a sua política de preços às determinações do seu controlador, o governo, que para tentar frear a inflação segurou os preços dos combustíveis.

Comunicado da Petrobras anuncia saída de Graça (Foto: Reprodução)Comunicado da Petrobras anuncia saída de Graça (Foto: Reprodução)

 

G1

 

Oposição cobra demissão de Graça Foster e diretores da Petrobras

graça FosterLíderes de PSDB, PPS e DEM cobraram nesta sexta-feira (12) a demissão da presidente da Petrobras, Graça Foster, e dos demais integrantes da diretoria da estatal após vir à tona que a cúpula da petroleira foi alertada diversas vezes sobre a ocorrência de irregularidades em contratos da estatal. Segundo reportagem publicada nesta sexta pelo jornal “Valor Econômico”, a ex-gerente executiva da Diretoria de Refino e Abastecimento da Petrobras Venina Velosa da Fonseca denunciou aos diretores da empresa que havia ilegalidades em contratos e licitações.

Demitir toda a diretoria é o mínimo que se tem que fazer. Onde se mexe vem denúncia de todo tipo, não só de [a cúpula da estatal] não ter mandado apurar, mas perseguir e transferir quem denuncia irregularidades”
Rubens Bueno (PR), líder do PPS na Câmara

O jornal relata que, apesar das advertências, a direção da empresa não agiu para conter os desvios bilionários e ainda destituiu de seus cargos os executivos que tentaram barrar o esquema de corrupção.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“Demitir toda a diretoria é o mínimo que se tem que fazer. Onde se mexe vem denúncia de todo tipo, não só de [a cúpula da estatal] não ter mandado apurar, mas perseguir e transferir quem denuncia irregularidades”, afirmou o deputado federal Rubens Bueno (PR), líder do PPS.

Venina Velosa da Fonseca era subordinada ao ex-diretor Paulo Roberto Costa, um dos presos pela Operação Lava Jato, da Polícia Federal. Após fazer as denúncias, ela foi transferida para Cingapura, na Ásia, e, posteriormente, acabou afastada da estatal.

“A demissão seria a resposta mínima para esse momento independentemente se a pessoa teve relação direta com os atos praticados. No mínimo, houve negligência. É uma resposta moral para a sociedade”, reforçou o líder do DEM, Mendonça Filho (PE).

Para o líder do PSDB na Câmara, deputado Antonio Imbassahy (BA), a presidente da Petrobras não tem mais “credibilidade” para permanecer no cargo. “Ela perdeu completamente as condições éticas e morais [para continuar na função], incluindo a confiabilidade interna e a credibilidade externa”, enfatizou.

Na visão do tucano, Graça não tomou nenhuma ação efetiva para interromper “falcatruas” na empresa. “Ela entrou [na presidência] de um tamanho e saiu menor, porque foi omissa.”

Já o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) destacou que o relatório paralelo que a oposição está elaborando para apresentar na próxima semana na CPI mista da Petrobras pedirá o afastamento de Graça Foster da presidência da empresa e de toda a atual diretoria.

“Essa notícia do jornal Valor dá uma clareza a uma questão que é urgente, que é a mudança de toda a diretoria. A atual diretoria não tem mais condições nem credibilidade para tocar a empresa”, opinou o deputado do DEM.

“Essa engrenagem está falida. Independentemente da participação ou do envolvimento pessoal da senhora Graça Foster, você precisa trazer uma equipe acima de qualquer suspeita daqui para frente”, complementou.

 

Os alertas
O “Valor Econômico” diz que a atual presidente da estatal Maria da Graça Foster foi informada das irregularidades por meio de e-mails e documentos enviados desde 2009, antes mesmo de ela assumir o comando da companhia, em 2012.

Graça Foster, segundo o jornal, foi advertida a respeito de contratações irregulares na área de comunicação da Diretoria de Abastecimento, administrada por Paulo Roberto Costa entre 2004 e 2012, nos governos Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff.

O sucessor de Costa na diretoria da Petrobras, José Carlos Cosenza, também foi informado sobre os atos de corrupção. Cosenza é responsável pela Comissão Interna de Apuração de desvios na petroleira.

Afastada da Petrobras em 19 de novembro, Venina advertiu Graça Foster sobre a multiplicação de aditivos na refinaria de Abreu e Lima, em Pernambuco, empreendimento executado pelas empreiteiras investigadas pela Lava Jato. Em 2014, disse o jornal, foram remetidas à presidente da Petrobras denúncias envolvendo os escritórios da estatal no exterior, porém, nenhuma providência foi tomada pelos dirigentes da petroleira.

A delatora, informou o “Valor Econômico”, irá depor ao Ministério Público, em Curitiba, onde tramita a parte do processo da Lava Jato que está na primeira instância. O jornal afirma que ela começou a apresentar as denúncias na época em que ainda era subordinada a Paulo Roberto Costa, entre novembro de 2005 e outubro de 2009.

Relatório paralelo
A percepção entre os líderes oposicionistas, porém, é que o voto em separado dificilmente será aprovado na CPI, na medida em que a base aliada possui uma maioria expressiva no colegiado.

Apesar da chance remota de aprovar o voto em separado, o líder do PPS na Câmara defende a confecção do parecer oposicionista. “A oposição tem que ter um relatório que mostre exatamente o que aconteceu e não um relatório chapa-branca”, argumentou.

Em seu relatório final, o deputado Marco Maia (PT-RS) não recomenda o indiciamento de nenhum dos envolvidos nas denúncias de corrupção. O parecer do parlamentar petista deverá ser votado na próxima quarta-feira (17), mesmo dia em que os oposicionistas prometem entregar o seu documento.

Para Mendonça Filho, mesmo minoritária, a oposição deve dar uma resposta à expectativa da opinião pública por um relatório mais “duro e contundente”. “Os parlamentares vão ter que decidir se vão se submeter ao governo ou se vão estar do lado da sociedade”.

Imbassahy diz que será uma “humilhação” para o parlamento se o relatório do deputado Marco Maia for aprovado. “É levar qualquer iniciativa da CPI à sarjeta”, ironizou.

VALE ESTE - Arte Lava Jato 7ª fase (Foto: Infográfico elaborado em 15 de novembro de 2014)
Fernanda Calgaro e Priscilla Mendes

Diretores do IFPB visitam Prefeito de Guarabira

 

Criação de curso para capacitação profissional dos funcionários municipais, foi um dos temas da conversa

 

reuniao ifpbO prefeito Zenóbio Toscano, recebeu, na tarde desta sexta-feira (22), a visita do reitor do IFPB, João Batista de Oliveira, do Diretor do Campus de Guarabira, Umberto Gomes e do Diretor de  Administração e Planejamento, Lewertton Marreiro.

A visita de cortesia aconteceu no gabinete do prefeito. Entre vários assuntos abordados durante a conversa, estão a ampliação das parcerias entre a Prefeitura e o Instituto e a possibilidade de implantação de cursos específicos para a qualificação profissional dos funcionários da prefeitura. Nesse aspecto, poderá ser implantado o curso de gestão administrativa. Outro tema conversado, foi a devolução de um terreno que foi doado ao IFPB pela gestão municipal passada. Como a sede do IFPB, será construída em outro local, o terreno será aproveitado de outra maneira em benefício do município.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

 

Secom/PMG para o Focando a Notícia

Secretaria de Educação de Bananeiras reúne diretores de escolas para traçar metas para 2013

EncontroCom o objetivo de traçar metas e diretrizes para o novo ano letivo que está prestes a ser iniciado, a secretária de Educação de Bananeiras, Adriana Bezerra Medeiros, e a secretária adjunta de Educação, Carolina Ramalho Viana, reuniram nesta quarta-feira (23) todos os diretores das escolas da rede municipal de ensino.

 

Com a presença do prefeito Douglas Lucena, as secretárias realizaram o encontro com os diretores para discutir a promoção de ações que venham a desenvolver e melhorar ainda mais a educação das crianças e adolescentes do município de Bananeiras.

 

Douglas lembrou da importância da participação constante e do trabalho desenvolvido pelos gestores em suas unidades de ensino visando a qualidade da área educacional. “O trabalho desenvolvido por esses diretores de escolas é muito importante para o município, porque são eles que colocam nossas unidades escolares num patamar de constante desenvolvimento e melhoria”, disse o prefeito.

 

Redação/Focando a Notícia

Diretores eleitos do CCHSA e CAVN, Campus III/Bananeiras, enviam mensagem a nova reitora da UFPB

Confira:

Mensagem a Reitora nomeada

Ante a nomeação no Diário Oficial da União, da professora MARGARETH DE FÁTIMA FORMIGA MELO DINIZ, para exercer o cargo de Reitora da Universidade Federal da Paraíba, a partir de 11 de novembro de 2012, gostaríamos de parabenizá-la, na qualidade de dirigentes eleitos democraticamente pelo Centro de Ciências Humanas, Sociais e Agrárias (CCHSA) e o Colégio Agrícola Vidal de Negreiros (CAVN), do Campus de Bananeiras.
Estamos convictos de que, passado o processo eleitoral, as diferenças ideológicas e o acirramento do debate cedem lugar para a reflexão e dedicação aos problemas que afligem a nossa Universidade e para os desafios que se apresentam para os próximos 04 (quatro) anos. Queremos firmar o nosso compromisso, conjuntamente com os segmentos universitários que expressivamente nos elegeram, em defender os interesses do CCHSA e da UFPB, respeitando a vontade da maioria e os anseios da comunidade que democraticamente nos delegou essa grande responsabilidade. Diante desses desafios, desejamos sucessos e êxito nessa jornada que ora Vossa Magnificência abraça.
Respeitosamente,

Terezinha Domiciano Dantas Martins e Pedro Germano Antonino Nunes
(CCHSA)

Gerson Alves de Azeredo e Edvaldo Mesquita Beltrão Filho
(CAVN)

Redação/Focando a Notícia

AGORA É LEI: Eleições para Diretores das escolas estaduais é promulgada pela ALPB

Segundo o regimento que normaliza as eleições nas escolas Estaduais em todo o estado, as escolas terão até o dia 3 de Novembro deste ano, para criarem suas comissões eleitorais, composta por um professor, um técnico administrativo, um servidor e dois representantes dos alunos. Essa comissão será responsável pelo cumprimento da portaria de nº 0978/06 que rege as atribuições para que seja realizado todo o processo de escolha do diretor e seus adjuntos.

A modificação no inciso da lei 8294/07 foi promulgada pelo presidente da Assembléia Legislativa do Estado da Paraíba, Dep. Ricardo Marcelo em 18/06/2012, projeto do legislativo de autoria do Dep. Frei Anastácio.

Como se trata de algo novo e que inova a maneira de escolha dos diretores, o governo não teve muito interesse em manifesta-se favorável a modificação feita na lei pelo legislativo, visto que a partir de então não haverá mais as indicações feitas por líderes locais.

BoaVenturaPB com Expresso PB