Arquivo da tag: difusão

Prefeitura articula parceria com PM/PB para difusão da educação ambiental nas escolas

Nesta segunda-feira (26/08), o prefeito de Bananeiras Douglas Lucena (PSB) encaminhou ofício ao comando do Batalhão de Policiamento Ambiental da PM/PB para formalização de parceria entre a corporação e a prefeitura. O objetivo é a realização de palestras pela Polícia Ambiental sobre educação ambiental nas escolas da rede pública municipal de ensino.

Na semana passada (20/08) dois policiais militares do Batalhão de Policiamento Ambiental, Cabo Soares e Cabo Fabrício ministraram palestra e também montaram stand de taxidermia (empalhamento) para os alunos conhecerem algumas espécies da fauna paraibana. Tanto a palestra quanto a exposição seguiram em clima foi euforia. Os alunos ouviram com total atenção as informações e puderam sanar suas dúvidas perguntando diretamente aos policiais que responderam os questionamentos, um a um, com visível satisfação.

Este momento foi a culminância do projeto de pesquisa intitulado “Projeto Natureza” de um grupo de 22 (vinte e dois) alunos da escola Nossa Senhora do Carmo mediado pela tutora da escola que é, também, Secretária de Meio Ambiente de Bananeiras, Kerssia Melo. “Nesse período identificamos mais uma vez a grande preocupação das crianças e adolescentes pelas causas ambientais e a vontade de sensibilizar colegas e a comunidade sobre a importância da preservação ambiental”, disse.

O referido projeto faz parte da metodologia de ensino da escola, que busca a curiosidade do educando como ponto de partida de toda a ação pedagógica bem como o protagonismo, a empatia, a criatividade e o trabalho em equipe como fundamentos da proposta pedagógica. Destaca-se que a escola tem sido referência nacional pelo trabalho educativo desenvolvido.

“O evento foi tão bem-sucedido que, apesar de ter sido previsto para acontecer apenas pela manhã, foi estendido para o período da tarde para que todos os 280 (duzentos e oitenta) alunos pudessem participar naquela ocasião. No mesmo sentido, entendo ser de grande relevância fazermos esta parceria com o Batalhão para abrirmos a oportunidade das demais escolas também serem contempladas. O Secretário de Educação de Bananeiras Genival Azeredo estará junto conosco nesse trabalho”, finaliza a secretária.

Cabo Soares e Cabo Fabrício destacaram o quanto se sentiram felizes ao chegarem a Bananeiras e terem encontrado tamanha receptividade por parte dos alunos e da comunidade escolar. “As crianças estavam querendo saber sobre o nosso trabalho, como se faz para entrar na polícia ambiental”, lembrou Soares.

O policial destaca ainda a importância do efeito multiplicador. “Através das palestras que fazemos as pessoas tiram fotos, divulgam pelas redes sociais e isso termina espalhando o nosso trabalho. Hoje o foco são os jovens para que no futuro sejam multiplicadores da educação ambiental, sejam ambientalistas. Com a educação ambiental isso está mudando. Começou com um projeto tímido, nós não tínhamos ainda muito incentivo, mas isso deu uma visibilidade tão grande para o batalhão que terminou abrindo os olhos dos comandantes e hoje o carro chefe do batalhão é a educação ambiental”, finaliza.

A presidente da Cooperativa de Desenvolvimento Social que é mantenedora da escola, Gitânea Rocha explanou sobre a realização do evento. “Depois da palestra já surgiu a proposta de alunos que querem estudar sobre a atuação do Batalhão Ambiental na Paraíba. O interesse começou depois que assistiram a palestra”.

“Momentos como este nos reavivam e reafirmam que estamos no caminho certo nesta caminhada trabalhando pelo presente e pelo futuro das novas gerações. A cada ação de educação ambiental sentimos que os frutos irão brotar por meio desses jovens que logo irão se destacar como cidadãos conscientes e participativos”, avalia Kerssia.

Ascom – PMB

 

Foragido internacional, Eike entra na difusão vermelha da Interpol

FRED PROUSER/Reuters
FRED PROUSER/Reuters

O nome do empresário Eike Batista foi incluído na difusão vermelha da Interpol (Polícia Internacional), lista dos criminosos mais procurados em todo o mundo. A Polícia Federal não encontrou Eike na manhã desta quinta-feira (26), em sua residência, no Rio, e o empresário é formalmente declarado foragido.

A Interpol funciona, na prática, como uma rede que mantém conexão com as polícias de quase 200 países. Os nomes dos procurados abastecem o cadastro da Interpol.

A ordem de prisão contra Eike foi decretada pelo juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Federal do Rio, no âmbito da Operação Eficiência – desdobramento da Calicute e da Lava Jato que mira o ex-governador Sérgio Cabral (PMDB).

Com base nas delações premiadas de dois operadores do mercado financeiro, Renato e Marcelo Chebar, a Polícia Federal e a Procuradoria da República descobriram remessas de US$ 100 milhões para o exterior em favor do peemedebista. Eike foi o ‘autor intelectual’ da transferência de US$ 16,5 milhões, transação que envolveu conta do empresário no Panamá e remessa final para o Uruguai.

A prisão de Eike foi decretada no dia 13. A PF acredita que o empresário pode ter saído do País usando passaporte alemão. O delegado Tacio Muzzi, da PF, disse que não trabalha com a hipótese de que houve vazamento da Operação Eficiência, abrindo caminho para a fuga de Eike.

A defesa do empresário informou que ele ficou ‘surpreso’ com a ordem de prisão. O advogado disse que Eike vai se apresentar, mas não disse quando isso vai ocorrer.

Uol

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br