Arquivo da tag: dieta

Graciella Carvalho mostra resultado da dieta que inclui jejum de 20 horas

(Foto: Rogério Tonello / Agência Fio Condutor)
(Foto: Rogério Tonello / Agência Fio Condutor)

Graciella Carvalho está há seis meses sem parar a dieta. Para mostrar o resultado de tanto sacriíficio, a modelo exibiu o corpaço – seco e definido- em um ensaio. “Faz seis meses que não saio da dieta e nem pretendo sair. Cortei muita coisa da minha dieta, não consigo mais comer comida industrializada, fritura nem pensar, abomino açúcar, farinha branca, hambúrguer e não sinto falta de nada”.

Atualmente seu percentual de gordura é de dez por cento. Mas a meta de Graciella é chegar a oito ou cinco por cento. “Estou pesando 58 kg, dez quilos a menos de seis meses atrás. Minha altura é 1,67m e outro dia precisei comprar uma calça tamanho 36!”, festejou ela.

Há dois anos cursando faculdade de Nutrição, ela pretende se especializar na área de nutrição funcional e nutrição esportiva. “Vivo a nutriçao todo o dia e sou completamente apaixonada por essa área.” Para complementar a faculdade, Graciella vem se aperfeiçoando com cursos, que a ajudam a aperfeiçoar sua dieta. “Tenho um nutricionista que é quem monta a minha dieta, mas sempre mexo em alguma coisa por conta própria. Vou testando em mim mesma. Recentemente, por exemplo, testei o jejum intermitente ficando 20h sem comer.”

Graciella ressalta que o jejum não é para qualquer um. “É uma estratégia para a perda de peso e gordura de forma rápida. Não é qualquer um que pode fazer. Existem pessoas que já vêm fazendo dieta low carb há um tempo. Quem não está acostumado pode passar mal. Eu estou acostumada e comecei com pequenos jejuns de 8 horas até chegar ao de 20h. Para esse ensaio fiz o jejum de 20h.”

Durante o jejum, é permitido apenas ingerir água, chá e café. “Eu tomava muito chá de hibisco com cavalinha, que é um ótimo diurético natural. Ultimamente não consumo quase nenhuma comida industrializada. Eu que preparo a minha comida. Dá um trabalhão, mas prefiro que seja dessa forma.”

Na dieta de Graciella, o carboidrato é restrito e deixar de treinar, jamais! “Eu já me acostumei me sinto bem assim. Eu leio muito e estudo muito sobre nutrição e quero envelhecer com saúde sem depender de remédios. Hoje eu cuido da minha saúde com a Alimentação“.

Graciela Carvalho (Foto: Rogério Tonello / Agência Fio Condutor)Graciela Carvalho (Foto: Rogério Tonello / Agência Fio Condutor)
Graciela Carvalho (Foto: Rogério Tonello / Agência Fio Condutor)Graciela Carvalho (Foto: Rogério Tonello / Agência Fio Condutor)
EGO

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Dieta e exercício reduzem acúmulo de proteínas ligadas a Alzheimer

 

AlzheimerUm estudo realizado por pesquisadores do Instituto Semel de Neurociências e Comportamento Humano da UCLA (Universidade da Califórnia em Los Angeles), nos Estados Unidos, descobriu que uma dieta saudável, atividade física regular e um índice de massa corporal normal pode reduzir a incidência de acúmulos de proteínas que estão associadas ao aparecimento do Alzheimer.

Na pesquisa, 44 adultos na faixa etária de 40-85, com modificações de memória leve, mas sem demência, foram submetidos a tomografia por emissão de pósitrons (em inglês chamada de PET Scan) que mede o nível de placas e emaranhados no cérebro.

A placa funciona como depósito de uma proteína tóxica chamada beta-amilóide nos espaços entre as células nervosas do cérebro. Já os emaranhados, estão ligados a proteína tau, que quando os micro túbulos não estão estáveis, pode levar ao aparecimento de estados de demência, como a doença de Alzheimer.

Os pesquisadores também coletaram informações sobre o índice de massa corporal dos participantes, os níveis de atividade física, dieta e outros fatores de estilo de vida. O estudo descobriu que cada um dos vários fatores do estilo de vida estavam ligados a níveis mais baixos de placas e emaranhados nos exames cerebrais.

“O fato de que poderíamos detectar essa influência do estilo de vida em um nível molecular antes do início de sérios problemas de memória nos surpreendeu”, disse Dr. David Merrill, o principal autor do estudo, que aparece na edição de setembro do American Journal of Psiquiatria Geriátrica.

O novo estudo é o primeiro a demonstrar como fatores de estilo de vida influenciam diretamente proteínas anormais em pessoas com perda de memória sutil que ainda não foram diagnosticados com demência. Os fatores de estilo de vida saudável, também têm sido relacionados a uma redução do cérebro e menores taxas de atrofia em pessoas com doença de Alzheimer.

“O estudo reforça a importância de viver uma vida saudável para prevenir a doença de Alzheimer, mesmo antes do desenvolvimento de demência clinicamente significativo”, disse Merrill. “Este trabalho dá uma visão fundamental não apenas para a capacidade dos doentes para prevenir a doença de Alzheimer, mas também a capacidade dos médicos para detectar essas mudanças”.

O próximo passo da pesquisa será combinar imagens com estudos de intervenção de dieta, exercício e outros fatores de estilo de vida modificáveis, como estresse e saúde cognitiva.

minhavida

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Agora É Tarde troca humorista por ex-BBB e investe em dieta de Dilma

francineTerceira colocada na nona edição de Big Brother Brasil, Francine Piaia é a mais nova repórter do Agora É Tarde, talk show comandado por Rafinha Bastos na Band. A ex-BBB assinou contrato ontem (25) e hoje grava sua primeira reportagem, em um pet shop. Amanhã (27), faz sua estreia no palco do talk show, na gravação do primeiro programa de 2015, a ser exibido na próxima terça (3). A funkeira Valesca Popozuda será a convidada.

Francine substituirá Marco Gonçalves, que, na avaliação da Band, não funcionou no show de Rafinha Bastos. A aposta na ex-BBB parece arriscada, mas ela não é estreante como repórter de entretenimento. Formada em rádio e TV e estudante de veterinária, Francine já atuou no Superpop, de Luciana Gimenez, e no teatro. Sua principal missão será realizar gravações externas com um toque de humor.

Marco Gonçalves é a única baixa no elenco do Agora É Tarde. O humorista Gustavo Mendes, especialista em imitar Dilma Rousseff, também atacará de Maria Bethânia. E, pegando na carona na dieta que a presidente da República adotou depois das eleições, fará um programa de emagrecimento no ar, com restrição alimentar e exercícios físicos.

O apresentador Rafinha Bastos aparecerá com um visual levemente diferente. Abandonará o colete e passará usar terno.

Francine em ensaio sensual para o site Paparazzo, em outubro do ano passado

 

noticiasdatv

Limão ajuda na digestão e na dieta

limãoO limão é considerado um dos mais potentes alimentos detox, pois ajuda na eliminação de toxinas acumuladas (ambientais e alimentares), tem ação alcalinizante, além de ajudar na digestão. Por ser rico em vitamina C e flavonoides previne contra o câncer, fortalece o sistema imunológico, é um anti-inflamatório natural, protege o DNA celular, reduz a pressão arterial e deixa os vasos sanguíneos elásticos e resistentes. Ele ajuda a emagrecer porque, além de poucas calorias (20 por unidade), tem muitos nutrientes importantes para metabolizar a glicose e oxidar as gorduras. Seu consumo frequente promove a saúde.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Tipos de limão e nutrientes

Ao todo, estima-se que existam cerca de 100 espécies no mundo. No Brasil encontramos quatro tipos principais: tahiti, galego, siciliano e cravo. Limão contém vitamina C, ácido cítrico, diversos bioflavonoides, vitaminas do complexo B, folato, cálcio, ferro, magnésio, fósforo, potássio e fibras. Não há grandes diferenças entre os valores nutricionais presentes nos diversos tipos de limão.

Alimento alcalino

O limão é ácido no sabor, porém tem ação alcalinizante no organismo. Na verdade o limão é um dos alimentos mais alcalinos e isso é ótimo para neutralizar a tendência à acidez no corpo. O limão induz à produção de agentes alcalinos nos fluidos corporais, ajudando a restabelecer um pH equilibrado, o que contribui para a vitalidade e a longevidade.

Poderoso antioxidante

O limão é excelente fonte de vitamina C e de flavonoides (hesperidina, polifenóis, ácido elágico), com ação antioxidante e imunoestimulante, ajudando o corpo a lutar contra gripes e resfriados, e outras infecções.

Sistema digestivo

O limão ajuda na digestão porque estimula o fígado a produzir mais enzimas digestivas, melhora a ação da bile (que digere as gorduras), tem uma composição química semelhante à da saliva e do ácido clorídrico produzido pelo estômago atuando na digestão de amidos e proteínas, e ainda estimula a função intestinal, ajudando a corpo a eliminar os resíduos com maior eficiência.

Quebra pedra

O ácido cítrico presente no suco de limão ajuda a dissolver os cálculos biliares, os depósitos de cálcio nos vasos sanguíneos e as pedras nos rins, além de diluir e eliminar o ácido úrico (um cristal causador da gota).

Efeito anticancerígeno

O fruto contém 22 compostos diferentes com ação anticancerígena, incluindo o limoneno, um óleo que retarda ou paralisa o crescimento de tumores em animais, e glicosídeos de flavonol que param a divisão celular em células cancerosas.

Neuroprotetor

A casca de limão contém um potente fitoquímico, a tangeretina, que se mostrou eficaz para prevenir distúrbios cerebrais, como a doença de Parkinson. Um estudo com animais mostrou que a tangeretina tem ação neuroprotetora e aumenta os níveis de dopamina, um neurotransmissor que tem seus níveis reduzidos nos portadores de Parkinson. A tangeretina ainda ajuda a reduzir a taxa de colesterol e tem ação antitumoral na leucemia.

Limão emagrece

A naringenina, um flavonoide encontrado em cítricos, apresentou grande potencial para prevenção da obesidade e da síndrome metabólica (onde o acúmulo de gordura visceral evolui para o diabetes tipo 2 e favorece a ocorrência de doenças do aparelho cardiovascular) em recente estudo realizado por pesquisadores canadenses e publicado na revista Diabetes, da American Diabetes Association.

O estudo feito com camundongos mostrou que os animais que tiveram a alimentação enriquecida com naringenina apresentaram melhora dos níveis de colesterol e triglicerídeos, assim como uma redução da resistência à insulina e o metabolismo da glicose normalizado, um dos fatores que influencia diretamente o emagrecimento. Não houve restrição calórica e nem de gordura administrada às cobaias. Dois grupos de camundongos foram alimentados da mesma maneira, mas somente um deles teve o flavonoide adicionado à alimentação e este grupo não desenvolveu obesidade e outras disfunções metabólicas.

Vitamina C detona gordura

Diversos estudos correlacionaram um nível baixo de vitamina C circulando no sangue com o aumento de gordura corporal e da medida da circunferência abdominal. Uma pesquisa realizada em 2006 na Universidade do Arizona verificou que a vitamina C circulante está diretamente ligada à oxidação das gorduras, que é a habilidade do corpo de usar a gordura como combustível durante a prática de atividades físicas e no repouso, ou seja, com níveis adequados de vitamina C o corpo queima mais eficientemente a gordura estocada.

Dose diária

Para ter saúde um limão por dia é suficiente, mas nada impede que você consuma dois ou três. Tome água com limão para um rápido detox, faça uma limonada (aproveite a casca), acrescente em outros sucos (combina com tudo), tempere saladas e legumes, esprema na sopa ou no prato pronto (pescados e carne). Um alerta: evite chupar o limão para não danificar o esmalte dental, devido ao seu alto conteúdo de ácido cítrico.

 

MSN

“Como brócolis o dia todo”, diz Miss Brasil 2014 sobre dieta

Ela gostava de caminhar na praia todos os dias, ir ao cinema, dar uma voltinha no shopping, sair para jantar com os amigos, visitar as crianças no orfanato da igreja nos fins de semana, mas desde que foi coroada Miss Brasil 2014, Melissa Gurgel não tem feito mais nada disso. Pelo menos por enquanto. Esta cearense trocou a casa dos pais em Fortaleza por um flat só dela no bairro de luxo dos Jardins, em São Paulo, deixou de lado as aulas na faculdade de design de moda pelas entrevistas uma atrás da outra e as perguntas sobre sua virgindade, tem agora equipes à disposição que cuidam de todos os seus passos em São Paulo e Fortaleza, malha ao menos três horas por dia, faz aulas de inglês, tem sessões regulares no dermatologista e na massagista, cortou “tudo que você pode imaginar” do cardápio, quase não anda na rua sem ser reconhecida, tem ao menos dois fã-clubes e é assediada e fotografada em todos os eventos que participa pelo País.  “Em um mês, minha vida mudou completamente”, contou em conversa com a equipe doTerra às 8h da manhã de uma sexta-feira na recepção do prédio que virou seu endereço na capital paulista.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

(Foto: Alex Falcão / Futura Press)

Mesmo tendo chegado em casa na madrugada anterior depois um evento em São José dos Campos, cidade localizada a 95 km de São Paulo, apareceu para a conversa impecável com look escolhido a dedo, maquiagem caprichada feita por ela mesma, nenhum fio de cabelo fora do lugar e um salto de quase 15 cm que merece respeito por ser usado a esta hora da manhã. Melissa fala baixo, devagar, não economiza nos sorrisos, é simpática, espontânea e acessível mas está sempre alerta: vigia a postura o tempo todo, não se esquiva de nenhuma pergunta e mostra muita segurança em tudo o que diz, parecendo até mais velha do que os poucos 20 anos.

Neste dia, acordar cedo não foi uma exceção. Desde que venceu a competição em setembro de 2014 em casa, Melissa tem caído da cama para dar conta de tudo que a agenda de uma candidata ao Miss Universo exige. Afinal, a escolha da mulher mais bonita do mundo será feita no dia 25 de janeiro, nos Estados Unidos, e ela está com as malas prontas para enfrentar as 89 meninas que, assim como ela, estão nessa disputa. “Tenho dormido muito pouco porque é uma rotina muito corrida, mas saber que você está representando milhares de mulheres brasileiras é bem bacana”.

O ritual de preparação para o concurso é um esquema quase espartano. Além das aulas, entrevistas, presença em eventos, cuidados estéticos e idas ao cabeleireiro, três quesitos em especial têm exigido maior atenção de Melissa: a dieta, os treinos e a mala.

(Foto: Alex Falcão / Futura Press)

A dieta
Dona de 1,68 m, ela tem fechado a boca para partir para Miami no próximo dia 03 de janeiro com 55 kg. Para isso, tem vivido praticamente de vegetais verdes, peixe, frango e salada. “Como brócolis direto o dia inteiro”.

Quando a vontade de doce aperta, já que Melissa é uma formiga assumida, a solução é uma fruta ou um chiclete. “Esqueci o doce, então vai no Trident quando quero um. É ótimo!”, brinca. Na dieta, não entra nem suco, e cafezinho só de vez em quando para espantar o sono e o cansaço. O esquema é “água, água, água”, como ela repete várias vezes para dar ênfase.

Prestes a embarcar para passar as festas de final de ano na casa da família em Fortaleza, a Miss já se preparou para esquecer qualquer prato da ceia que não seja o peru. “Como vou sobreviver ao Natal? Chorando! Não, é brincadeira”. Mas completa: “não vou estragar tudo agora, vai ser tudo bem regrado e, quando acabar, volto a ser uma pessoa normal”.

O treino
Miss que é Miss malha todo santo dia, então preste atenção na rotina: sempre pela manhã faz exercícios aeróbicos e à tarde volta à academia para um esquema puxado de treinos. Segundas, quartas e sextas-feiras faz muay thai, aula de dança, circuito, musculação, abdominal e, se aguentar, mais 20 minutos de aeróbico. Terças, quintas, sábados e domingos, dedica-se somente à musculação neste segundo período.

(Foto: Alex Falcão / Futura Press)

A mala
Além de chegar nos EUA com o corpo perfeito, Melissa também não pode cometer nenhum deslize fashion durante os vários dias de eventos que antecedem a grande final do Miss Universo, porque qualquer descuido significa pontos negativos na competição. Com tanta exigência, a mala tem dado dor de cabeça. “Acho que é a coisa que dá mais trabalho na vida. São horas planejando”, conta.

Mesmo com a ajuda de personal stylists, o estilo de Melissa predomina nas escolhas das roupas que ela vai usar por lá. Preparem-se para looks comportados, saias mais compridas e produções modernas com apelo mais social. Afinal, sua grande musa fashion é Kate Middleton, a duquesa de Cambridge.

Fora das passarelas e sessões de foto, ela abre mão do social, mas ainda mantém o lema de nada de exageros. Vestidos, rasteirinhas, pouca ou nenhuma maquiagem, nem acessórios são sempre as escolhas da Miss.  “Tenho que dizer para ela levantar mais o short, deixar mais curto”, conta a mãe, Eli Gurgel, que estava de passagem por São Paulo para visitar a filha. Melissa concorda? “Cada um tem seu perfil, mas acho que uma Miss nunca deve se vestir com um shortinho de um palmo só, muito curto. Ela tem que ser humilde, simples, mas sofisticada”.

Mãe de Miss
Mesmo não atendendo tanto assim os conselhos da mãe quanto ao guarda-roupa é de Eli grande parte da responsabilidade por Melissa ser Miss. Foi por causa da insistência dela – que viaja para os Estados Unidos com o filho caçula para acompanhar a competição – que a filha topou participar do concurso regional do Ceará no ano passado. “A Melissa nunca teve uma fase da vida feia e, desde pequena, eu dizia ‘você vai ser miss’. Ela respondia: ‘vou não, não quero'”.

Depois de ver que a filha tomou gosto pela carreira de modelo quando começou a fotografar e desfilar aos 15 anos, Eli investiu pesado nos argumentos e, no ano passado, Melissa topou disputar a faixa. “Ela fez isso para satisfazer meu desejo, porque gostava de ir em eventos sociais e acabou incorporando mesmo a Miss”, conta Eli.

Não só a paz mundial!
Hoje, as duas já partilham do mesmo sonho e Melissa se mostra muito bem resolvida com seu papel como uma representante da beleza feminina brasileira. “Graças a Deus eu me acho uma mulher bonita sim, mas digo que a beleza mais importante não é a que todo mundo vê rápido, mas a que todo mundo conhece”. E ela faz questão de deixar claro que está disponível para mostrar que por trás deste rótulo a atitude é muito mais importante que a imagem. “Mulher bonita tem em todo lugar, a gente sabe disso, mas comprometida com o social nem tanto, e temos que enfatizar que isso é o mais importante”.

No caso de Melissa, isso não é só papo de Miss. Ela foi criada em uma família religiosa, ajuda em obras de caridade da Igreja Batista em Fortaleza, dedica-se principalmente a um projeto nascido durante a Copa do Mundo que ajuda no combate à prostituição infantil e faz questão de ir à missa quando dá. Com a correria em São Paulo, ela tem assistido aos cultos pela internet.

Ceará x São Paulo
Com esta postura, Melissa se destacou no Miss Brasil e foi coroada em cerimônia em casa, mas ainda no palco da final do concurso, se viu no meio da primeira de várias polêmicas que seu nome foi envolvido. Após a vitória, algumas pessoas na internet criticaram a escolhida e especulou-se que as outras competidoras foram apenas abraçar a vice-campeão Fernanda Leme. “Estávamos numa competição e elas foram solidárias à Miss São Paulo, assim como eu também teria sido”.

(Foto: Alex Falcão / Futura Press)

E o preconceito?
Horas depois, a internet também se produziu uma série de comentários preconceituosos e ofensas diretas à Melissa por causa de sua origem nordestina. “Fiquei muito triste, mas me coloquei à disposição para as pessoas virem até mim e me conhecerem. Além disso, uma região não tem nada a ver, pelo contrário, quem já foi lá sabe que é lindo”.

Baixinha?
Depois disso tudo, Melissa foi criticada também por seu tamanho. “Não interferiu em nada na minha vida”, dia categórica. A cearense tem 1,68 m, a altura mínima exigida pela organização do concurso no Brasil e uma novidade entre as campeãs, já que quase por tradição, outras eleitas tinham medidas maiores. “Não adianta você ser muito alta. Se não tiver atitude, você não ganha o Miss Universo. A Olivia Culpo (americana eleita Miss Universo 2012 que mede 1,65 m) bate no meu ombro e ganhou. Lá fora, eles não querem uma mulher alta, eles querem uma mulher com harmonia, com elegância, com desenvoltura”.

Escolhas
Em suas primeiras entrevistas, Melissa falou sobre sua virgindade, uma escolha que fez aos 14 anos por questões religiosas e ainda mantém. O assunto foi comentado em quase todas as aparições públicas da Miss Brasil e rendeu nas redes sociais. Mas Melissa garante que não se importou com a repercussão. “Não me incomodei das pessoas falarem, é uma opção minha, cada um tem suas opções”.

 

Terra

Jefferson recebe ‘dieta alternativa’ e tem cela individual

roberto jefferonO ex-deputado Roberto Jefferson, preso após condenação no esquema do mensalão, passou a primeira noite no Instituto Penal Cel. PM Francisco Spargoli Rocha, em Niterói (RJ), numa cela individual.

 

A Secretaria de Administração Penitenciária disse que “foi feita por nutricionistas uma dieta alternativa, buscando atender às necessidades do preso”. Jefferson afirma precisar de alimentos especiais, sem gordura, em razão das cirurgias a que foi submetido para tratamento do câncer, que reduziram seu aparelho digestivo.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A dieta motivou pedido de prisão domiciliar pelo ex-deputado, o que foi negado pelo presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Joaquim Barbosa. O seu advogado, Marcos Pinheiro de Lemos, não foi localizado pela Folha para comentar o tratamento dado a Jefferson em seu primeiro dia na cadeia.

 

De acordo com a secretaria, a unidade tem capacidade para 192 pessoas e está ocupada por 120 presos. Ele dormiu numa cela individual. A secretaria não informou o motivo pelo qual o instituto foi escolhido para abrigar o ex-deputado.

 

Jefferson foi condenado a 7 anos e 14 dias de prisão em regime semiaberto e multa de R$ 720,8 mil pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Para sair durante o dia da cadeia, ele precisa estar empregado. Antes de ser levado pela polícia, o ex-deputado disse que ainda não tinha nenhuma oferta de trabalho.

 

Folha Online

Canto, dieta e exercício amenizam ronco e problemas bucais

Foto: Shutterstock
Foto: Shutterstock

Além de prejudicar a saúde em geral, o ronco traz prejuízos para a saúde bucal. Normalmente, os roncadores pessoas que respiram pelo nariz, o que provoca a xerostomia – boca seca. As consequências vão desde uma simples cárie até gengivite e mau hálito.

 

Por mais que pareça uma história de terror, passar a noite com a boca aberta também dá chance para insetos e microrganismos entrarem no organismo e desencadearem doenças.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Para evitar esse incômodos, há meios de diminuir o ronco. Placas intraorais, mudanças de hábitos e até o canto são indicados.

 

Cante
Por três meses, 60 participantes de uma pesquisa do hospital Royal Devon and Exeter, Inglaterra, fizeram aulas de canto para melhorar a tonificação dos músculos da garganta. Os exercícios foram desenvolvidos especificamente para pessoas que roncam. Os pacientes que fizeram estes exercícios conseguiram diminuir e até acabar com o problema. A atividade precisa ser diária durante três meses. O estudo concluiu que os exercícios vocais funcionam para as pessoas que sofrem de uma forma simples de ronco ou apneia do sono leve ou moderada.

 

Melhore a alimentação
Com alguns quilinhos a mais é possível que o ronco aumente, já que a gordura que fica acumulada na garganta pode dificultar a passagem de ar.

 

Faça exercícios físicos
A endorfina – que traz sensação de bem-estar ao corpo –, liberada durante os exercícios, é responsável pelas boas noites de sono. Os sedentários levam mais tempo para dormir: são em média dez minutos, contra sete dos que se exercitam regularmente.

 

Não ingira bebida alcoólica 
Assim como alguns remédios tranquilizantes, a bebida alcoólica relaxa a musculatura, e a língua ainda pode atrapalhar a saída de ar.

 

Durma de lado
De barriga para cima, a língua pode obstruir a passagem de ar, uma vez que fica mais próxima ao céu da boca.

 

Pare de fumar
O tabaco incha a garganta e irrita as vias respiratórias.

 

 

Terra

Ovo é aliado da dieta e possui benefícios à saúde

ovoO ovo é um dos alimentos mais nutritivos da natureza e uma excelente fonte de proteína de alta qualidade. Depois de um longo período sendo apontado como vilão da dieta, foi comprovado que o ovo faz bem à saúde, pois possui muitos benefícios, ajuda a prevenir doenças, retarda o envelhecimento e pode melhorar o colesterol.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

 

Ovo na dieta

Além disso, um ovo possui apenas 70 calorias e pode ser um aliado da dieta, pois as proteínas que aumentam saciedade e reduzem o apetite. É fonte também de vitaminas do complexo B e possui vitaminas e minerais que enriquecem qualquer tipo de refeição. O consumo recomendado é de um ovo por dia, a menos que haja outro tipo de orientação do nutricionista, o que pode variar para cada pessoa e cada caso.

Como diminuir o colesterol

O mais importante é que alimentação seja equilibrada. Na dieta para reduzir o colesterol, por exemplo, é mais importante cortar as gorduras saturadas (queijos, manteiga, gordura das carnes, embutidos, cremes de leite etc) e aumentar a quantidade de frutas, verduras e fibras na dieta. As gorduras trans, encontradas em recheio de biscoitos, bolos, massas, algumas margarinas e alimentos que tem gorduras hidrogenadas, também devem ser evitadas, pois, aliadas às gorduras saturadas, aumentam os níveis do mau colesterol sanguíneo (LDL).

A dica é substituir alimentos que contêm gorduras saturadas por aqueles que possuem gorduras insaturadas, como azeite de oliva, abacate, nozes e sementes, óleos vegetais.

O ovo também pode ser utilizado como ingrediente de pratos saudáveis e nutritivas, como uma receita de ovo pochê que leva cogumelos ao molho de vinho tinto.

 

 

itodas

Dieta, exercícios e café reduzem riscos de câncer de útero

Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

Uma pesquisa conduzida por cientistas britânicos indica que seguir uma dieta saudável, praticar exercícios diários e possivelmente tomar café podem reduzir os riscos de câncer de colo do útero.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Os pesquisadores, do Imperial College, de Londres, ressalvaram que, apesar de terem encontrado indícios de que o café pode ajudar a proteger mulheres contra o tumor, não há evidências suficientes para estimular consumo da bebida como forma de prevenção da doença.

 

Na primeira análise global de pesquisas sobre câncer endometrial desde 2007, os pesquisadores examinaram as ligações entre a doença e a prática de exercícios, dieta e peso corporal.

 

Eles concluíram que cerca de 3,7 mil casos de câncer de colo do útero poderiam ter sido evitados se as mulheres tivessem se exercitado ao menos 38 minutos diários cinco dias por semana e mantido um peso saudável.

 

A autora do estudo, Teresa Norat, afirmou que se as mulheres se exercitarem regularmente e mantiverem uma boa dieta “podem reduzir os riscos de câncer de útero e melhorar a saúde em geral”.

 

Karen Sadler, diretora-executiva do World Cancer Research Fund, afirmou que as evidências sobre o café “são muito interessantes”, mas que novas pesquisas devem ser feitas sobre os efeitos da bebida na prevenção do câncer.

 

“Temos de considerar os possíveis efeitos colaterais do café em outros tipos de câncer e na saúde em geral”, afirmou Sadler.

 

BBC BRASIL.com

Dieta líquida pode combater obesidade e diabetes, diz estudo

Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

As dietas líquidas que propõem a substituição de refeições por milk shakes são mal vistas por nutricionistas. Os especialistas normalmente defendem que a perda rápida de peso pode ser ruim para o organismo e esse tipo de dieta não garante que a pessoa aprenderá a comer de forma saudável após o emagrecimento. E de fato muitas pessoas voltam a ganhar peso depois de dietas líquidas. Porém, uma pesquisa, divulgada pelo jornal Daily Mail, sugere que dietas líquidas de baixa caloria podem combater a obesidade e até reverter alguns casos de diabetes tipo dois.

 

O motorista de táxi escocês James Aitken, por exemplo, é um dos pacientes que se beneficiou com essa nova abordagem. Há um ano, com 1,67 m, ele pesava 165 kg e seu IMC era de 56, dados suficientes para que fosse diagnosticado como alguém com obesidade mórbida. Ele chegou a cogitar desistir da profissão, já que sua barriga era pressionada pelo volante, enquanto isso, o taxista também foi obrigado a passar a injetar insulina para controlar sua diabetes. “Até a Lola, minha cachorra, estava engordando, porque eu não podia levá-la para caminhar mais pois meus joelhos doíam muito. Eu queria brincar com meu neto Cooper, mas agachar era impossível”, contou.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Muitos médicos afirmaram que a única maneira de James perder de 15 kg a 30 kg, o mínimo recomendado para fazer diferença na condição geral de sua saúde, seria fazer uma cirurgia de redução de estômago. “Eu estava nervoso de ter que fazer a operação pelos riscos e também por ter ouvido falar que grande parte dos pacientes precisam fazer uma nova cirurgia mais tarde”, disse.

 

No entanto, James decidiu fazer parte de um programa do governo escocês que tentava testar a eficácia de uma dieta líquida contra o sobrepeso. Durante três meses o taxista ingerir todos os alimentos na forma de bebidas nutricionalmente balanceadas. As vitaminas de frutas e alimentos salgados forneciam 800 calorias por dia. “É um choque inicial para os pacientes. Essas pessoas poderiam ingerir de 3 a 4 mil calorias por dia. Então, nos primeiros dias eles passam fome, mas, surpreendentemente, a maioria se adapta rapidamente e dentro de uma semana já não sentem tanto desejo por alimentos”, relatou a enfermeira Mhri Swanson.

 

A dieta líquida é uma alternativa para obesos não precisarem recorrer para cirurgias Foto: Getty Images
A dieta líquida é uma alternativa para obesos não precisarem recorrer para cirurgias
Foto: Getty Images

Ao final do tratamento James havia perdido 38 kg e atingiu um IMC de 43,5. Um ano depois, ele ainda mantém um plano de alimentação saudável e não apenas manteve o peso, como perdeu ainda mais. Atualmente ele está perto dos 120 kg, graças também a visitas regulares a academia. Porém, o mais importante são as melhorias em sua saúde. Agora ele não apenas pode abandonar o uso de injeções de insulina como até diminuiu o uso de medicamentos, já que sua glicose está sob controle.

 

De acordo com a edição de fevereiro do British Journal of General Practice, cerca de 30% das 90 pessoas que participaram da pesquisa perderam entre 15 e 20 kg e conseguiu manter o peso durante um ano.

 

As autoridades escocesas estudam a aplicação de dietas líquidas a partir do sistema público de saúde. Mike Lean, professor de nutrição da Universidade de Glasgow que liderou a pesquisa, esta discutindo sobre o financiamento de um estudo ainda maior com 200 pessoas para estudar o benefício da dieta para diabéticos. “O aumento do número de pessoas obesas ou diabéticas custará bilhões. Se os resultados da pesquisa se repetirem isso poderia representar uma economia muito grande”, defendeu o especialista em obesidade Tont Leeds.

 

Outro benefício para James, foi a melhora das dores nos joelhos.  “Lola está satisfeita também, porque nós estamos saindo para passear de novo e depois eu ainda tenho energia para brincar com Cooper”, contou.

 

De fato, na Dinamarca, uma dieta líquida está prestes a se tornar a primeira linha de tratamento para pessoas com osteoartrite do joelho. O tratamento nasceu através de um estudo realizado com 175 pacientes. Durante a pesquisa eles não apenas perderam muito peso com 60% apresentou também melhora significativa na dor e incapacidade de realizar tarefas.

 

“Até alguns anos atrás a única oferta a esses pacientes era o uso de analgésicos e conselhos para perder peso. A osteoartrite normalmente torna os ossos fracos, reduzindo a densidade mineral óssea. E a dieta líquida pode melhorar essa condição porque permite que o paciente ingira a dose diária recomendada de todos os aminoácidos, vitaminas e minerais. Receber uma dose extra de vitamina D, por exemplo, é vital para a reconstrução dos ossos”, contou o reumatologiata Henning Bliddal.

 

De acordo com o especialista, cerca de 10% das pessoas com mais de 55 anos têm problemas nos joelhos e está acima do peso. A dieta é uma alternativa para que esses pacientes melhorem as condições da cartilagem danificada.  O estudo dinamarquês, publicado no European Journal of Clinical Nutrition, em 2011, concluiu que a dieta líquida foi “eficaz e segura”.

 

De fato, apesar das preocupações de que uma queda rápida de calorias pode ser ruim, novas evidências apontam que ela pode diminuir os níveis de colesterol também. Alguns pesquisadores sugeriram ainda que ela pode até reduzir os sintomas de asma. No entanto, para fazer um regime com restrição de calorias, seja líquida ou sólida, é essencial fazer um acompanhamento com um especialista.

 

 

Terra