Arquivo da tag: dicas

Dicas para emagrecer com saúde

Emagrecer com saúde exige dedicação e esforço, mas é totalmente possível seguindo um estilo de vida adequado e saudável.

Todos querem ficar magros, porém as dietas normalmente são uma tortura para muitas pessoas, e o fato é que muitas vezes, essas dietas não trazem resultados duradouros.

Mas existe solução, preparamos dicas especiais e práticas para quem deseja emagrecer com saúde!

Emagrecer com saúde

1- Beba bastante água

Essa é uma dica muito falada, porém poucos dão importância para ela. Sim! BEBA MAIS ÁGUA. Água é vida! A água pode ser um grande aliado para emagrecer, pois ela acelera o metabolismo.

Se você se esforça para beber mais água de vez em quando, mas não dá continuidade a esse hábito, não terá os resultados e benefícios esperados.

Para um resultado eficaz existe um jeito certo para tomar água.

Beba de 1 a 2 copos de água 30 minutos antes de cada refeição, assim seus processos metabólicos terão um novo recomeço, e seu estômago terá uma sensação de saciedade, fazendo com que você coma menos durante as refeições.

Este processo de hidratação e saciedade, também vai ajudar impedido aquela vontade de comer doces e besteiras entre as refeições.

Portanto a água será uma grande aliada para quem deseja emagrecer e ainda está sempre hidratada.

2- Reduza o consumo de açúcar

Este ingrediente está presente na grande maioria dos alimentos industrializados e preparados também, porém ele não contribui em nada para nossa saúde, pelo contrário, estimular o acúmulo de gorduras ruins em nosso corpo.

Ao diminuir ou eliminar o consumo de açúcar, levará você a comprovar que os benefícios são muitos. Em pouco tempo será visível os benefícios, como por exemplo, ter uma pele mais bonita e radiante, prevenir o surgimento de cáries, assim como o controle da insulina no organismo.

Para cada colher de açúcar refinado, você estará ingerindo 20 calorias.

Além disso, liberando insulina, a desenvolvendo o acúmulo de gorduras.

Fique longe o mais que pude, você conseguirá em pouco tempo uma redução significativa no quesito emagrecer e além disso com saúde.

3- Tenha cuidado com as proibições

A grande dificuldade em seguir à risca as dietas são as proibições que ela exige em relação a alguns alimentos, o que torna muitas vezes a dieta impossivelmente ser cumprida.

É certo que é extremamente necessário diminuir o consumo de alguns alimentos do nosso cardápio, mas excluir completamente pode gerar uma reação traumática e na primeira oportunidade de estresse ou ansiedade, você poderá não só correr para esses alimentos “Proibidos”, mas exagerar no consumo deles, acarretando em uma ingestão maior e consequentemente mais prejudicial.

Portanto se tiver vontade de comer algo, coma, é claro que uma porção bem pequena, mas não deixe de comer afastando assim o fantasma das proibições.

4- Inclua chás em sua dieta

Muitas pessoas sofrem com retenção de líquidos, o que muito atrapalha para quem quer emagrecer.

Uma dica muito eficaz para resolver esse problema é o consumo de chás diuréticos, apesar de existirem medicamentos para esse processo diurético no corpo, o ideal é substituí-los por algo eficaz é natural os chás.

Várias ervas são diuréticos naturais e tomar o chá feito a partir delas além de oferecer suas propriedades, anda aumenta o seu consumo de líquidos, o que ao contrário do que se pode pensar ajudar a reduzir a retenção de líquidos.

Segue alguns chás recomendados para reduzir a retenção de líquidos:

Chá verde

Chá de folha de dente de leão

Chá de salsa

Chá de Hibisco

Chá Gengibre

Chá Branco

Chá Erva doce

Chá de Carqueja

5- Reduza o consumo de sal

Uma vida sem sal fica um pouco sem graça neh! Mas esse fator é muito importante para emagrecer saudavelmente.

O sódio é o principal ingrediente do sal, principalmente o sal refinado, além está presente em muitos alimentos, o que muitas vezes aumenta a retenção de líquidos, dificultando a perda de peso e trazendo grandes malefícios para saúde.

Além de reduzir o consumo do sal, é necessário trocar o sal branco pelo sal rosa do Himalaia que possui mais minerais do que os outros. O sal é muito importante para o nosso organismo, porém é necessário o uso moderado.

6- Consuma mais potássio

A ausência de potássio pode trazer grandes malefícios para a saúde, pois além de ser grande a importância desse mineral em nosso organismo para a saúde ele é um importante auxiliar para emagrecer.

Os alimentos ricos em potássio possuem grandes benefícios cada um com sua especialidade. A banana, por exemplo, é rica em potássio e magnésio, um alimento com grandes benefícios, e de fácil acesso, pode ser consumido de várias formas.

Incluir o potássio no cardápio não é difícil, pois alguns dos alimentos podem ser facilmente encontrados e incluídos na alimentação diária, como por exemplo:

Incluir o potássio no cardápio não é difícil, pois ele pode ser encontrado e vários alimentos, e assim incluídos na alimentação diária, como por exemplo:

Abacate

Aveia

Amêndoa

Batata Doce

Milho

Extrato de tomate

Mamão

Melancia

Uva Passa

Existem outros alimentos ricos em Potássio, aproveite cada um deles da melhor forma e gosto de consumir e preparar.

7- Reduza o carboidrato da sua dieta

Reduzir o consumo dos carboidratos é uma excelente forma de estimular e de cuidar da saúde, além de obter grandes resultados na perda de peso.

Alguns estudos apontam que uma alimentação com baixo carboidrato, ajuda a emagrecer. A ingestão de carboidratos em excesso tem sido o grande vilão para doenças cardiovasculares, diabetes e sobrepeso.

O fato é que hoje se consome muita massa, pão, farinhas, além de industrializados cheios de carboidratos como bolachas. É certo que os carboidratos fornecem energia, porém é uma energia de curto prazo, sua sensação de saciedade é muito rápida, e logo o corpo entende que precisar comer mais em pouco tempo.

Uma boa ideia é tentar fazer a dieta do Ovo, que tem como base proteínas.

8- Beba água com limão

Começar o dia tomando água com limão o que favorece as reações de digestão do organismo e auxiliando na eliminação de restos de metabólitos que foram produzidos durante a sua noite de sono.

O sumo de limão com água é um grande potencializador para emagrecer porque desintoxica o organismo, desincha e aumenta a sensação de saciedade. Também limpa o paladar, tirando a vontade de comer alimentos doces que engordam ou prejudicam a saúde

Consuma o sumo de um limão com água em jejum e os resultados serão garantidos.

9- Pratique atividades físicas

Essa é uma das principais dicas para emagrecer com saúde, a lista de os benefícios é extensa.

atividade física e recomendada pelo menos três vezes por semana, respeitando a idade e as limitações de cada um.

O exercício físico ajuda a queimar calorias, e potencializa a perda de peso substituindo a gordura por massa magra e músculos.

Caminhar, nadar, pedalar, dançar, qualquer atividade física que se adequar ao seu estilo de vida, vai valer a pena!

10- Consuma mais fibras

Elas controlam o apetite, melhoram a função intestinal e reduzem a absorção de carboidratos e gorduras.

Alguns estudiosos falam sobre a grande importância dos alimentos ricos em fibras na dieta do emagrecimento. Além de que as fibras são nutrientes essenciais.

Além disso, As Fibras estão presentes em legumes, verduras, frutas, grãos e cereais integrais.

Entre os alimentos ricos em fibras temos:

As leguminosas: soja, grão de bico, lentilha, ervilha e feijão.

Os carboidratos integrais: pão, massas e arroz integral.

Os grãos e farelos: aveia, amaranto, semente de linhaça.

Os vegetais: frutas, verduras e legumes.

11- Visite regularmente um nutricionista

Somente um nutricionista pode fazer uma avaliação correta das necessidades de cada caso, e assim, indicar os melhores métodos e cardápios para emagrecer com saúde.

Portanto, é imprescindível fazer consultas regulares com o seu nutricionista, isso não só garante os resultados, como garante a sua segurança. Nunca faça uso de métodos de “emagrecimento rápido”, “fácil”, nem faça uso de remédios e suplementos não indicados pelos profissionais, pois assim você estará pondo em risco a sua saúde.

Visite o seu nutricionista e garanta sua saúde!

Se o seu objetivo é emagrecer, consulte o nutricionista e converse sobre como emagrecer com saúde, ele irá te indicar os melhores métodos para o seu caso.

 

culturaalternativa

 

 

Dicas e cuidados ajudam a evitar e tratar queimaduras

Marcado como o mês mais festivo da região Nordeste, Junho também é uma das épocas com maior incidência de acidentes e queimaduras com fogos de artifício, fogueiras e balões. Veja abaixo dicas e cuidados citados pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) para evitar esses acidentes.

Conforme a SBD, é preciso ter muito cuidado com a aproximação nas fogueiras, principalmente com crianças pequenas que não conseguem ter dimensão do perigo. Já o manuseio incorreto de fogos de artifício podem causar queimaduras, além de mutilações nos dedos, machucados nos olhos e até a surdez.

“A pele pode ser destruída parcialmente ou totalmente, atingindo desde pelos até músculos e ossos. Os tipos de queimaduras são: 1º grau – quando atinge a camada mais superficial da pele, lesão é vermelha, quente e dolorosa; 2º grau superficial – que gera bolhas e muita dor; 2º grau profunda – quando é menos dolorosa, a base da bolha é branca e seca; e 3º grau – que é indolor, acomete todas as camadas da pele e pode chegar até aos ossos e gerar sérias deformidades”, contou Samuel Mandelbaum, médico dermatologista da SBD.

Em caso de acidente, a SBD recomenda que a área queimada fique debaixo de água fria ou sejam aplicadas compressas limpas e frias sobre a queimadura até que a dor desapareça ou se busque um serviço médico.

“Para as queimaduras de 1º grau, é importante manter a área de queimadura hidratada, usando óleo mineral ou vaselina líquida. Já no caso de formação de bolhas, as mesmas não devem ser retiradas, pois elas servem de curativo biológico. Deve-se procurar um médico, e após a cicatrização, é necessário usar filtro solar para evitar o surgimento de manchas. A SBD também alerta que tratamentos caseiros de queimaduras podem causar infecções na ferida e alergias. Não é recomendado usar pasta de dente, clara de ovo, manteiga ou outras receitas indicadas por amigos ou buscadas na internet”, informou a SBD.

Busque atendimento médico imediato se:

– A queimadura for considerada de segundo ou terceiro graus.

– A área queimada for grande, mesmo que a queimadura não pareça grave, ou sempre que a queimadura parecer cobrir mais de 15 a 20% do corpo.

– A queimadura for provocada por fogo, corrente elétrica ou substância química.

– A queimadura for no rosto, couro cabeludo, articulações ou genitais.

– A queimadura parecer estar infectada (inchada, com pus, cada vez mais roxa ou com linhas roxas na pele que rodeia a ferida).

 

 

portalcorreio

 

 

Dicas para reformar sua cozinha sem gastar muito dinheiro

Reformar a casa é tudo de bom, não é verdade? Cheiro de casa nova, ambiente novo e agradável para receber as visitas, enfim, um cenário mais do que perfeito para o seu bem estar. Que tal reformar sua cozinha sem gastar muito dinheiro? Com certeza é mais do que possível nos dias de hoje. Tudo é questão de planejamento e tranquilidade. Aproveite as promoções do Black Friday a fim de ter melhores condições de dar aquele charme em sua residência.

Quando pensamos em reforma da cozinha, pensamos imediatamente em pedreiro, sujeira e muito dinheiro gasto, mas esta situação pode ser mudada com um pouco de boa vontade e planejamento. Vamos ver algumas dicas agora.

Dica um: pinte os azulejos e paredes

Não há necessidade de contratar um pintor para este trabalho. Você mesmo pode fazê-lo, desde que escolha uma tinta de boa qualidade, e claro, todo o material necessário. Tenha bom gosto na escolha das cores e a gordura e sujeira acumuladas em sua cozinha desaparecerão.

Dica dois: cuide bem dos móveis de sua cozinha

Se você tem móveis antigos e que mereçam uma atenção mais do que especial, que tal dar uma reformada nos mesmos? Uma mão de verniz ou tinta, dão um acabamento mais do que especial com certeza. Sua cozinha terá um novo charme mesmo com os móveis antigos.

Dica três: compre móveis usados

Se você não tem móveis para reformar, uma ideia interessante é comprá-los usados. Muitas pessoas necessitam de um dinheiro extra, portanto, fique atento aos anúncios nas redes sociais e compre uma mesa ou até mesmo um fogão usado em boas condições. Tudo isso é garantia de economia.

Dica quatro: procure por promoções nas grandes lojas do mercado

Se você está disposto a comprar móveis novos, procure por boas promoções sempre. Você precisa ter paciência e disposição para pesquisar os melhores preços e condições. A internet é uma excelente fonte de pesquisa, e claro, você poderá buscar promoções no Black Friday 2019.

Dica cinco: não espere muito tempo para reformar sua cozinha

Muitas pessoas esperam por muito tempo para reformar a cozinha, mas analise a possibilidade de fazer este trabalho quando ela ainda não estiver em condições precárias. Uma ideia interessante é comprar adesivos decorativos. Pode ter certeza que darão um charme todo especial em sua cozinha.

Dica seis: aumente o espaço da sua cozinha com prateleiras

Caso sua cozinha seja pequena e os armários estão tomando conta da mesma, faça uso das prateleiras. É uma ideia simples e que vale a pena levar em consideração. Transforme o ambiente de sua cozinha no melhor possível.

Dica sete: troque o piso de sua cozinha

Troque o piso de sua cozinha usando o piso sobre piso – tudo isso sem quebradeira ou sujeira. Dê um toque mais do que especial neste ambiente tão importante de sua casa. Receba os amigos com mais prazer!

 

 

Ascom

 

 

6 dicas de acessórios automotivos que você precisa ter no carro  

Todo mundo sabe que brasileiro é apaixonado por carros. Além de escolher bem a marca e o modelo, muitas pessoas gostam de incrementar o automóvel com acessórios. Muito mais do que apenas estética, os equipamentos automotivos servem para melhorar o conforto, a segurança, a performance e aumentar o valor de revenda dos carros.

Quando se fala de acessórios ao interior do carro vale destacar as opções indispensáveis para qualquer automotivo: Volante, cinto-de-segurança, bancos, espelhos, tapetes, tapa-sol, pedais, câmbio e manopla de câmbio são todos itens obrigatórios. Ou seja, quem trafega com o veículo sem ter algum desses acessórios pode receber multa ou ter o carro confiscado e encaminhado para a garagem do DETRAN, até ser regulamentado pelo proprietário.

Também é importante considerar os acessórios automotivos para o interior do carro que não são obrigatórios em termos legais, mas trazem grandes diferenciais aos motoristas que apreciam comodidade, segurança e estética.

Mas para que servem tantos acessórios? Fizemos uma pequena lista de 6 dicas simples e bem bacana de acessórios automotivos já conhecidas que você pode incluir no interior do seu carro e as vantagens em ter cada um deles.

Algumas dicas de acessórios:

Eletrônico Auto: Embora não seja item obrigatório, existem motoristas que jamais conseguem trafegar sem antes ligar o som do carro para escutar notícias ou músicas. Aos passageiros terem maior conforto em viagens longas uma Central Multimídia (ou um DVD) pode atender bem as expectativas. Um outro acessório eletrônico que ninguém pode ficar sem dentro do carro é um carregador veicular com entradas USB, esse equipamento automotivo te ajuda a carregar a bateria do celular, do tablet e outros aparelhos eletrônicos.

Câmera de ré: É um acessório que auxilia o motorista a realizar diversas manobras, proporcionando uma visão privilegiada, que sem a câmera seria muito mais difícil ter. Esse dispositivo que antes só era encontrado em carros de luxo, está cada vez mais popular.

Capas: As capas são acessórios que podem estar dentro ou fora do veículo. Na parte interior protegem e proporcionam longa vida para os bancos. Ao considerar a parte externa, a capa serve para proteger a carroceria, e, ao mesmo tempo, esconder os carros quando estacionados na garagem de casa para não chamar a atenção de ladrões.

Tapetes: Estes objetos escorregam e caem frequentemente quando são manuseados. Por forma a evitá-lo são utilizados tapetes anti-deslizantes. Estes acessórios são fixados de forma segura no painel dianteiro do carro e conseguem manter os objetos seguros.

Aromatizantes: São tipos de acessórios capazes de salvar a vida de motoristas que detestam cheiro ruim dentro do veículo. Ao considerar as melhores produções do mercado se pode dizer que apenas duas espirradas já é o bastante para deixar o carro perfumado e refrescante.

Almofada de viagem para pescoço: Conduzir longas horas sentado numa  posição desconfortável pode levar a dor no pescoço e provocar mesmo problemas nas costas. As almofadas especiais de viagem para o pescoço podem reduzir o risco de ocorrência destes problemas de saúde. Proporcionam o apoio necessário para o pescoço e ajudam a manter a postura adequada.

Importância dos acessórios automotivos

Sejam equipamentos para o interior ou exterior do veículo, é sempre importante investir em acessórios de qualidade. No mercado, podemos encontrar milhares de opções para incluir no possante, podendo ser adquiridas em lojas físicas de auto peças e loja online como o site autopecasonline24.pt. Seja no dia a dia ou durante as viagens mais longas, ter os acessórios automotivos certos faz toda a diferença. E são muitos os acessórios para ter no carro.

 

 

 

Economize combustível: 10 dicas simples de seguir para poupar com seu carro

Hoje em dia a palavra de ordem das montadoras é eficiência energética, com veículos e, especialmente motores, cada vez mais tecnológicos para render o mesmo desempenho de sempre com cada vez menos combustível. A prática do “downsizing” é um dos exemplos mais conhecidos, consistindo em trocar motores grandes por unidades menores, geralmente sobrealimentadas por turbo e/ou injeção direta, além de outros recursos, para reduzir o consumo sem abrir mão da performance.

Porém, mesmo com tanta tecnologia, uma peça continua essencial para o veículo gastar menos combustível — ela fica posicionada entre o volante e o banco do motorista. Exatamente: você. Estilo de condução, cuidados com manutenção e até rodar com o tanque na reserva, por exemplo, são fatores pessoais que podem significar dinheiro a mais ou a menos no bolso no final do mês.

UOL Carros conversou com Gilberto Pose, coordenador técnico de combustíveis da Raízen, para elencar algumas dicas simples para você deixar menos grana no posto de combustível e prolongar a vida útil do motor. Confira.

  • Não caia na armadilha do combustível adulterado

    A dica mais óbvia é abastecer com combustível de qualidade, com procedência garantida e preferencialmente em posto com bandeiras conhecidas para reduzir o risco de colocar no tanque um produto adulterado, que eleva o consumo e ainda pode causar danos ao motor e outros componentes do veículo.

  • Não encha até o talo

    Gilberto Pose recomenda nunca colocar mais combustível após o gatilho do bico da bomba desarmar, indicando que o nível no tanque já está próximo ao gargalo. O especialista explica que, nos veículos modernos, existe um dispositivo chamado de cânister, responsável por aproveitar os gases resultantes do combustível, levando-os para a câmara de combustão do motor via coletor de admissão. Com o tanque quase transbordando, há risco de combustível passar para o cânister.

    “Isso danifica o componente — que não foi feito para receber líquido — que perde a função de aproveitar os gases. Além disso, a central eletrônica do motor entende que há algo de errado e isso afeta seu funcionamento em geral, elevando o consumo. Sem falar que, enchendo até a boca, há risco de transbordamento, com desperdício e potencial dano à pintura”, explica. Além disso, o sistema automático protege o frentista do posto, que fica menos exposto a esses gases dos combustíveis, que são tóxicos.

  • Não rode “na reserva”

    Rodar com o tanque na reserva, sempre com a luzinha acesa, pode causar prejuízos. “O próprio combustível ajuda a lubrificar e refrigerar a bomba de combustível. A cada vez que você liga o carro, a bomba envia combustível para o motor e o excesso retorna ao tanque, aquecido. Com pouco líquido, a temperatura dele fica mais alta que o indicado e não resfria a bomba, que pode travar”, explica Pose. Ele também alerta que, com pouco volume, risco de a bomba sugar resíduos e sujeiras no fundo do tanque aumenta, o que também coloca seu funcionamento em risco e pode até chegar aos bicos injetores, prejudicando a performance e elevando o gasto.

    Manutenção em dia poupa combustível também

    Siga os prazos e as especificações do fabricante para a troca de fluidos e filtros do motor indicados no manual, especialmente no que se refere ao óleo lubrificante. Também verifique as condições das correias, velas e cabos de vela. Todos esses itens de manutenção constante influenciam no funcionamento do carro e, em condições inadequadas, contribuem consideravelmente para elevar o consumo.

    Carro não é armário (leve só o necessário)

    Andar com o carro cheio de bagagens no porta-malas ou bagagem sem necessidade eleva o peso do automóvel. Isso aumenta o consumo. Portanto, carregue apenas o necessário e se livre dos “pesos-mortos”.

    Alivie o pé direito

    Prefira um estilo de condução mais suave, com acelerações lineares e troca de marchas no tempo certo, sem “esticar” se não houver necessidade. Evite frenagens e desacelerações bruscas para não apenas poupar combustível, como também prolongar a vida útil de diversos componentes. Outra dica é, dentro do possível, escapar do trânsito de horários de pico — o para-e-anda dos congestionamentos é um dos fatores que mais impactam no consumo, além de causar maior desgaste.

    Pneus podem gastar mais que o motor

    Também não deixe de manter os pneus calibrados corretamente — pneus vazios são grandes vilões para elevar o consumo, pois ampliam a superfície de contato com o solo, criando mais atrito. Com isso, sobe também a força necessária para o veículo se movimentar.

    Mas fique atento: como o ar quente se expande, os pneus devem sempre ser calibrados frios para garantir a aplicação da pressão correta, indicada no manual. Verifique a calibragem antes de pegar a estrada ou a cada 15 dias, aproximadamente, sem esquecer de incluir o estepe.

    Rode sempre quente

    Embora atualmente a maioria das montadoras não traga uma recomendação específica para aguardar o aquecimento do motor antes de começar a rodar, Gilberto Pose afirma que esse costume é benéfico para o veículo e ajuda no consumo de combustível. “Nunca é bom sair com o motor frio, exigindo o máximo do funcionamento do propulsor. Ao entrar no carro, dê ignição no motor antes de colocar o cinto, ligar o som e ajustar o banco. Três minutos são suficientes para o óleo subir e lubrificar as partes altas”, destaca. Com o motor mais quente, as partes metálicas também se expandem, reduzindo folgas e fazendo o carro ficar mais “solto”. A recomendação é não acelerar demais nem esticar marchas enquanto o propulsor não estiver na temperatura ideal.

    Nada de “banguela”

    A prática, apesar de perigosa, até poderia ajudar a reduzir o consumo em carros carburados mais antigos. Mas isso não se aplica a modelos com injeção eletrônica. “Ao colocar o câmbio no ponto-morto, a central eletrônica entende que o carro está parado e injeta combustível no motor apenas para mantê-lo em funcionamento de marcha lenta”, analisa Pose. Além disso, ele avisa que esse costume é perigoso em descidas, pois carro desengatado perde a função do freio-motor e fica mais difícil de ser controlado, elevando risco de acidentes.

    Ar-condicionado ou vidro aberto

    O uso do ar-condicionado interfere diretamente no consumo de combustível, que pode subir em média até 10%, pois o equipamento necessita da força do motor para fazer girar o compressor do gás refrigerante, por meio de uma correia. Além disso, rodar com os vidros abertos, mesmo com o ar desligado, aumenta a resistência do veículo ao ar e também faz o motor beber mais.

UOL 

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Está sempre atrasado? Confira 10 dicas que podem ajudar a ser mais pontual

atrasadoChegar ao trabalho na hora, começar uma reunião ou entregar um projeto. Você não consegue ser pontual em quase nada do que faz?

“Aprender a gerenciar o tempo é considerado uma habilidade”, diz Marineide de Oliveira Aranha Neto, mestre em Gestão de Pessoas e professora da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Ela explica que perder a hora com frequência ou deixar de entregar um trabalho no prazo podem afetar a forma como o trabalhador é visto.

“Se não souber gerenciar o tempo isso vai comprometer a sua carreira. A pontualidade faz parte da imagem profissional”.

Para ajudar quem sempre vive perdendo a hora, o UOL traz dicas de planejamento para melhorar a pontualidade.

1. Calcule o tempo de suas atividades

A consultora do Sebrae-SP em Bauru Patrícia Zuccari explica que o primeiro ponto para evitar atrasos é calcular o tempo de cada atividade desde que acorda até chegar ao trabalho. Isso inclui listar quantos minutos demora para tomar banho, café da manhã, escolher a roupa, vestir-se e chegar ao trabalho, por exemplo.

“Calcular o quanto demora em cada atividade fará com que a pessoa consiga saber o tempo total de que precisará e, assim, poderá colocar o seu relógio para despertar na hora correta. Se uma atividade tomar mais tempo já vou saber que a próxima terá que ser mais rápida”, explicou Zuccari. “É bom lembrar que o ideal é sempre deixar uns minutos a mais, no caso de algum imprevisto”, diz.

2. Use um despertador extra

A consultora do Sebrae-SP afirma que uma das principais desculpas para atraso no trabalho é que o alarme não tocou por falta de bateria no celular.

A dica é usar o celular como despertador e mais um relógio longe da cama, de modo que levante para desligá-lo. E não use a tecla soneca.

3. Deixe a roupa e o café da manhã preparados

Quem perde muito tempo para escolher a roupa que vai usar no trabalho pode começar a deixar pronto, no dia anterior, o que irá vestir, orienta a consultora do Sebrae-SP. Deixar o café da manhã adiantado também ajuda a ganhar alguns minutos que podem fazer diferença entre chegar no horário e se atrasar.

4. Tenha caminhos alternativos

Tenha em mente um caminho alternativo para ir ao trabalho, no caso de trânsito ou algum imprevisto no trajeto que normalmente costuma fazer. Aplicativos de celular também podem ajudar a saber em quanto tempo chegará ao trabalho. Se usa transporte público, pense em meios opções caso haja greve, se o ônibus quebrar ou se o metrô parar.

5. Durma mais cedo

“Quem não tem o hábito de dormir mais cedo pode tentar ir para a cama dez minutos antes. Após acostumar com esses dez minutos, tente outros dez minutos e assim por diante”, explica a consultora.

6. Evite excessos

“Evite consumir bebidas alcoólicas em excesso na noite anterior ou mesmo tomar doses maiores de remédios”, orienta Zuccari. Aranha Neto explica que, se o trabalhador já sabe que precisará acordar cedo no dia seguinte, o ideal é evitar baladas. “Se toda sexta-feira você tem uma reunião cedo, quer dizer que quinta-feira não é um bom dia para sair, por exemplo”.

7. Modere nas redes sociais, jogos e TV

Para a professora do Mackenzie, as redes sociais e os jogos também devem ser usados moderadamente, já que o trabalhador pode ficar até tarde usando o celular, o computador e até assistindo a uma série e perder o horário no dia seguinte.

8. Adiante tarefas

O atraso pode ocorrer não só na hora de chegar ao trabalho, mas também ao entregar um projeto. Tente deixar pronto o que precisa o quanto antes. “Se tenho que entregar um projeto ou um relatório depois de amanhã, é melhor tentar deixar pronto amanhã para dar margem ao imprevisto”, afirma a professora do Mackenzie.

Identifique a hora mais produtiva do dia para realizar as tarefas mais difíceis. Isso ajuda a ganhar tempo.

9. Tenha uma agenda

Use uma agenda, eletrônica ou de papel e anote tudo o que precisa fazer.  “Classifique as pendências em urgentes, que serão resolvidas na primeira hora do dia seguinte. Depois, saiba quais são as importantes, que deverão ser resolvidas durante o dia e, por último, as normais, que poderão ter um prazo de uma semana”, diz Zuccari.

Para ela, é importante revisar a agenda no dia anterior, olhando tanto as pendências como os compromissos, para evitar atrasos.

10. Seja realista com seus compromissos

Não adianta colocar um compromisso próximo ao outro, sabendo que não conseguirá cumpri-lo. Considere o tempo de cada atividade para refletir a realidade do seu dia, aconselha a consultora do Sebrae-SP.

Uol

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

 

Confira as dicas do TSE para votar com tranquilidade ou justificar sua ausência

cabinedevotacaoNeste domingo (2), 144.088.912 brasileiros estão aptos a ir às urnas para escolher 5.568 prefeitos e 57.945 vereadores. Do total do eleitorado, 46.305.957 utilizarão a biometria. O eleitor deve votar entre 8h e 17h, considerando o horário local de seu município. É necessário levar um documento oficial com foto (carteira de identidade, passaporte, carteira de categoria profissional reconhecida por lei, certificado de reservista, carteira de trabalho ou carteira nacional de habilitação).

Não são aceitas certidões de nascimento ou casamento. Embora o título de eleitor não seja documento obrigatório para votar, ele contém informações que facilitam a vida do eleitor, como o número de sua seção eleitoral. Mas, se você não sabe onde vota ou perdeu o título, pode consultar o local de votação e o número do seu título no site do TSE. Para esta consulta, basta informar o seu nome, data de nascimento e nome da mãe (consulte seu local de votação).

No dia da votação é permitido ao eleitor manifestar apoio a seu candidato ou partido, desde que essa manifestação seja individual e silenciosa. O eleitor pode usar camiseta, boné ou botton de seu candidato. Na cabina de votação, é proibido portar aparelho de telefonia celular, máquinas fotográficas, filmadoras, equipamento de radiocomunicação ou qualquer instrumento que possa comprometer o sigilo do voto. Esses aparelhos devem ficar com o mesário enquanto o eleitor vota. Para votar, o eleitor com deficiência ou mobilidade reduzida poderá contar com o auxílio de pessoa de sua confiança, ainda que não tenha feito o pedido antecipadamente ao juiz eleitoral. Diante da urna eletrônica, o primeiro escolherá o candidato a vereador (são 5 dígitos) e depois o candidato a prefeito (dois dígitos). Para agilizar a votação, a Justiça Eleitoral orienta os cidadãos a levar os números anotados em papel (imprimaaqui sua “cola eleitoral”).

Justificativa

O eleitor que não puder votar deve justificar sua ausência. É necessária uma justificativa para cada turno de votação. A justificativa pode ser feita no dia da eleição em um dos postos de justificativa ou em até 60 dias após a ausência. Para justificar a falta no primeiro turno, o eleitor deve comparecer ao cartório eleitoral até o dia 1º de dezembro. Se a falta for no segundo turno, o cartório eleitoral receberá a justificativa até o dia 29 de dezembro. Para preenchimento do formulário de justificativa no dia da eleição é indispensável o número do título de eleitor. O ausente pode preencher o formulário antecipadamente, mas só deve assiná-lo quando da entrega, na presença do mesário. Acesse aqui o formulário da justificativa eleitoral.

Só não vão votar neste pleito municipal os eleitores do Distrito Federal e de Fernando de Noronha, onde não há representantes desses cargos, e os que estão cadastrados para votar no exterior, que só escolhem o presidente da República.

Proibição aos candidatos

Hoje também é o último dia para a propaganda eleitoral mediante alto-falantes ou amplificadores de som, entre as 8h e 22h, nos termos da Lei nº 9.504/1997 (artigo 39, parágrafos 3º e 5º, inciso I). Este sábado também é o último dia (até as 22h) para a distribuição de material gráfico e a promoção de caminhada, carreata, passeata ou carro de som que transite pela cidade divulgando jingles ou mensagens de candidatos (Lei nº 9.504/1997, artigo 39, parágrafo 9º).

TSE

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Veja três dicas para economizar nas compras pela internet

compras-na-internetO consumidor virtual brasileiro está atento e sabe que o comércio eletrônico é um excelente canal para a economia, principalmente nas compras de produtos com valor alto, como eletrônicos, eletrodomésticos, smartphones e informática.

Devido ao cenário político em que o Brasil se encontra, com a inflação batendo dois dígitos e a taxa Selic superando mais de 14% as lojas físicas, o comércio tradicional está perdendo espaço para os e-commerces. O sobe e desce da economia beneficia alguns setores pré-favoráveis às versatilidades, como o surgimento de novas formas de pagamentos, fretes mais acessíveis ou mesmo gratuitos e a utilização de cupons de descontos perante o consumidor final.

Com a adaptação dos dispositivos móveis, mais brasileiros estão comprando produtos em lojas online, o crescimento reflete em novas oportunidades de vendas para os comerciantes e de comparação de preços para os consumidores, visto que a tendência mobile é um comportamento crescente, o varejo deve se adequar a esta vertente e apresentar elementos que despertem ainda mais o interesse dos consumidores.

Dentre os fatores que impactam o valor final da compra online, há três dicas fundamentais que os consumidores já utilizam no seu cotidiano, mas que são determinantes no processo da compra. Veja quais são:

Frete

Dentre os fatores que mais impactam a compra online está à categoria frete, sabemos que cada segmentação de região apresenta uma taxação diferente e que as entregas via correios ou transportadoras também influenciam no valor final da entrega, podemos notar que as lojas online que oferecem fretes gratuitos estão mais propícias a fechar um número maior de vendas mensais.

Com a diminuição das promoções de entregas grátis, o valor de compra final dos produtos também diminui, alguns consumidores ao analisarem o processo de compra se deparam com um valor acerbado de frete e desistem imediatamente de concretizar a aquisição, é importante neste caso verificar quais as possibilidades de entrega e escolher qual se adéqua melhor ao seu orçamento.

Cupons de Desconto

Esta modalidade de promoção vem ganhando espaço perante os consumidores, além de ser fácil de obter, toda forma de baratear os produtos ou serviços é bem quista. Ao ver o preço do carrinho ser reduzido pelo cupom de desconto os consumidores tendem a escolher mais itens para complementar a sua opção de compra, dentre as plataformas internacionais de cupons que estão disponíveis no mercado brasileiro podemos enfatizar a versatilidade do site Picodi.

Oferecendo grandes parcerias em lojas e departamentos o Picodi apresenta uma vasta gama de opções, são mais de 50 tipos de categorias contendo cupons de desconto, ofertas e promoções. A simples maneira de clicar em um desconto e obtê-lo no final do carrinho é satisfatória para os consumidores, otimiza tempo e ainda gera maior economia, palavra muito utilizada neste momento de instabilidade econômica.

Opções de pagamentos

O terceiro fator que impacta o valor final da compra online, sem dúvidas, são as opções de pagamentos, quanto mais vertentes as lojas apresentarem nesta modalidade, mais chances os consumidores terão de concretizar a compra. E-commerces que disponibilizam compras com parcelamento no cartão de crédito, descontos em compras à vista ou boletos bancários, métodos online como Paypal e B!cash e internet banking estão mais receptivos a vender mais produtos.

Cabe neste item o consumidor analisar se a loja online oferece diferentes formas de pagamentos e assim decidir realizar a compra de acordo com suas reais necessidades, levando em consideração as vantagens de realizar a compra à vista ou parcelada.

Mesmo com o cenário econômico sofrendo oscilações o e-commerce brasileiro se mostra uma alternativa para adquirir produtos dos mais variados, prefira fretes mais acessíveis, formas de pagamentos abrangentes e não se esqueça de buscar os cupons de desconto no Picodi. Dê valor ao seu dinheiro!

 

iG

 

 

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Dicas para acordar cedo e mais disposto

acordarAcabaram as festas. Nessa época de começar os regimes e colocar a rotina de volta nos trilhos, levantar cedo pode ser uma tortura. Só de se lembrar disso, há quem já comece a contar os dias para a próxima oportunidade de dormir até mais tarde.
Pular cedo da cama cheio de energia é mesmo um privilégio que nem todos têm. A indisposição na hora de acordar pode ter diversas causas, desde o vizinho que faz barulho até mais tarde, a ansiedade e até mal hábitos alimentares. Mas como na vida há jeito para tudo, também existem formas de não sentir, ou pelo menos diminuir, aquela preguiça matinal. Dê uma olhada nessas dicas e confira o resultado nos dias seguintes.
Depois de colocar o pijama:
 
Tome cuidado com o que vai comer
Evite refeições pesadas e gordurosas antes de ir para a cama. Isso poderá prejudicar a qualidade do sono já que enquanto você tenta dormir, seu corpo priorizará a difícil digestão desses alimentos. Portanto, procure comer coisas mais leves algumas horas antes de dormir. Frutas, vegetais e filé de frango grelhado podem ser uma boa pedida.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Apague as luzes
Fontes de luminosidade, como televisão, celulares, e obviamente, lâmpadas podem ser prejudiciais quando mantidas ligadas enquanto você tenta dormir. Como a melatonina, hormônio responsável pelo sono, só é produzida quando o ambiente encontra-se escuro, lugares com baixa incidência de luz tende a propiciar melhores noites de sono do que lugares claros, como confirma a pesquisa publicada recentemente naScientific Reports.
Cama é feita para dormir
“Na hora de dormir, é importante se desligar do mundo, você tem que relaxar. A cama é feita para dormir, não para assistir televisão, comer ou mexer no celular”, afirma Rodrigo Côrrea, médico formado pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC).  O especialista, que classifica essas ações como “mal do mundo moderno”, diz que tais distrações impedem o “desligamento do mundo”, que por sua vez atrapalham a chegada do sono e, consequentemente, a disposição para acordar no dia seguinte.
….tic-tac tic-tac tic-tac TRIIIIIIIIIIM – É hora de acordar! 
Resista ao botão “soneca”
Nem mais 5 minutinhos! Não passa de um mito a ideia de que aquele cochilo depois de já ter acordado ajuda a descansar. Segundo Roger, a tal “soneca” é muito ruim porque impede que o sono complete o ciclo de trifásico, que faz com que o corpo queira dormir mais. Portanto, a indisposição ao acordar novamente será ainda maior.
Uma dica simples que pode ajudar a não cair na tentação do botão “soneca” é colocar o despertador em uma distância que o barulho seja tão audível que possa lhe acordar e ao mesmo tempo faça com que você tenha que se levantar para desligá-lo.
Alongar-se ao acordar
Além de ser uma atividade simples, rápida e prática, alongar-se ao acordar melhora a circulação sanguínea e alivia as tensões acumuladas durante horas e horas deitado. O alongamento também é recomendado para promover o relaxamento muscular minutos antes de dormir.
Deixe a luz entrar
Abrir a cortina para a luz do sol entrar pode ser uma ótima maneira de pular da cama com mais disposição. Além de inibir a produção de melatonina, a luz solar estimula a produção de cortisol, hormônio, que entre outras funções, nos deixa em estado de alerta.
Praticar exercícios físicos
Não é raro encontrar pessoas dizerem que seus dias ficam “mais leves” depois de se exercitarem de manhã. A razão disso é que, ao fazer atividades físicas, o corpo libera endorfina, substância que diminui e estresse e aumenta o bem-estar – que se prolongará durante o dia.
O bom e velho café
Há quem diga que não sai de casa sem tomar uma xícara de café. E apesar das controvérsias sobre consumo da bebida pela manhã – como aponta o phd da University of Health Sciences de Bethesda, Steven Miller, em entrevista ao blogueiro Ryoto Iwata -, a cafeína presente no café funciona. Ela tem como função inibir a ação da adenosina, neurotransmissor responsável pela sensação de sono, além de estimular a liberação de adrenalina e cortisol, que como vocês já devem saber, promovem o estado de alerta e mandam o sono para longe.
Café é bom, porém doses cavalares podem causar efeitos colaterais nada agradáveis como insônia, dor de cabeça e desconforto gastrintestinal. Como diz o ditado, “prudência (e caldo de galinha) não faz mal a ninguém”, não abuse.
areah

“Há vida depois do infarto”: médico dá dicas de como viver bem após problemas no coração

Ataque cardíaco: quanto mais rápido o atendimento, menor a mortalidade(iStock/VEJA)
Ataque cardíaco: quanto mais rápido o atendimento, menor a mortalidade(iStock/VEJA)

Mais de 4 mil paraibanos morreram este ano por problemas no aparelho circulatório, 1.243 somente de infarto. A quantidade assusta, porém, outros tantos conseguem sobreviver a esses ataques. Setembro é oficialmente o mês do coração. E para saber a relação dos pacientes com o problema, a reportagem do Jornal Correio da Paraíba Online conversou com o cardiologista Helman Campos Martins, que garantiu: “Há vida depois de um infarto”.

“A vida não vai piorar. É o que tenho falado para os meus pacientes. Pelo contrário, vai melhorar. Há vida depois de um infarto. Óbvio que, estes, irão tomar maiores cuidados, sobretudo, no seu estilo de vida, acrescentando uma atividade física, uma caminhada, uma hidroginástica. Outro ponto que temos visto é a redução no uso do cigarro, no quadro de pessoas que já sofreram um infarto. Isso reduz o risco de uma nova recorrência”, disse.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

De acordo com a Federação Mundial do Coração, 80% das mortes são em função de quatro fatores de risco: tabagismo, dieta inadequada, natividade nociva, uso nocivo de álcool.  Sobreviver a um episódio como esse torna obrigatória a mudança de hábitos, como, por exemplo, iniciar uma atividade física.

“Nestes casos, a atividade física é fundamental. Seja um exercício aeróbico, caminhar ou uma hidroginástica. Sempre de forma proporcional ao perfil do paciente, a idade e claro, as condições físicas”, explicou. “Além das medicações, para diminuir o colesterol de maneira continua, também é importante uma dieta saudável. E, fumar nem pensar”, acrescentou.

Em muitos casos, o ataque de infarto está relacionado à idade do indivíduo. Segundo Martins, a vulnerabilidade do homem é maior. “Depende do gênero. O homem, a partir dos 40 anos, está sujeito a uma maior prevalência, enquanto as mulheres, até pelo seu sistema hormonal, tende a sofrer algum problema de coração, caso não se cuide, a partir dos 50, 55 anos. Depois dessa faixa etária, os gêneros equivalem”, revelou.

Para conscientizar a população sobre as doenças cardiovasculares, o Ministério da Saúde criou a campanha “Setembro Vermelho”, quando são agendadas várias ações educativas pelo Brasil. O mês foi escolhido, porque no dia 29 é comemorado o Dia Mundial do Coração.

Maurílio Júnior /Correio da Paraiba