Arquivo da tag: diariamente

Por que é importante escovar a língua diariamente?

Os hábitos de higiene pessoal estão cada vez mais incorporados no nosso dia a dia, isso porque sabemos dos benefícios que eles proporcionam para saúde e bem-estar do corpo.

Atualmente, não existem mais dúvidas da importância da escovação dos dentes e uso regular do fio dental. Porém, muitas pessoas ainda se questionam sobre a escovação da língua, e por isso acabam deixando a prática de lado por não entenderem a necessidade.

A boca é uma região extremamente contaminada por bactérias e a higiene dessa região faz com possamos manter as bactérias em quantidades que não sejam suficientes para nos causar mal. Ou seja, nunca conseguiremos acabar com as bactérias da boca, mas com a higiene, conseguimos mantê-las em uma quantidade que não nos afete.

Da mesma forma que ficam ao redor de todos os dentes, presas através do biofilme bucal, que é como se fosse uma massinha que vai se formando nos dentes, com fácil remoção com escovação constante – mas que pode ficar mais difícil de ser removida se a escovação não for bem feita – essa bactérias também se fixam a língua, que é uma superfície áspera e aderente.

Quanto mais sulcos apresentar a língua, mas resíduos e bactérias ficarão presos a ela. Muitas vezes, a língua fica com uma camada mais esbranquiçada de células descamadas sobre ela, que chamamos de saburra lingual. Isso deve ser removido, melhor ainda, não devemos permitir que se forme. Além disso, a falta de escovação na língua pode causar mau hábito.

Se você está buscando por benefícios de manter a escovação diária da língua, veja abaixo algumas vantagens:

  • Ajuda manter o fluxo salivar, o que muito bom principalmente em idosos que costuma ter uma baixa salivação
  • Livre de bactérias e saburra conseguimos deixar as papilas gustativas aptas para sentir de forma melhor o sabor dos alimentos
  • A língua estando saudável manteremos a sua cor mais rosada.

 

por Milton Sabino

 

 

 

Beber chá e café diariamente previne contra AVC, diz estudo

Foto: Getty Images
Foto: Getty Images

Em dúvida sobre beber chá ou café, o melhor é consumir os dois. Um estudo publicado no jornal American Heart Association’s descobriu que pessoas que ingerem uma xícara de café por dia têm 20% menos chance de ter um acidente vascular cerebral em comparação com as que evitam a bebida. Além disso, quem inclui pelo menos quatro xícaras de chá verde no cardápio diário também reduz igualmente o risco de derrame. As informações são do Daily Mail.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Pesquisadores analisaram os hábitos de consumo de quase 84 mil adultos japoneses, durante um período de 13 anos. “Este é o primeiro estudo que examina em grande escala os efeitos combinados de chá verde e café sobre os riscos de AVC”, disse Yoshiro Kokubo, líder do estudo, do Centro Nacional de Saúde Cerebral e Cardiovascular do Japão.

 

O relatório concluiu que a combinação de chá verde e café contribui para redução do risco de AVC. Mesmo em menor quantidade, consumir apenas o chá também ajuda a proteger contra a doença. Pessoas que bebiam entre duas e quatro xícaras por dia tinham 14% menos chance de ter um AVC.

 

Participantes do estudo tinham entre 45 e 74 anos e estavam livres de câncer e problemas cardiovasculares. Todos os resultados levaram em conta idade, sexo, estilo de vida, tabagismo, consumo de álcool, peso e prática de exercícios.

 

Embora ainda não esteja claro como o chá verde causa estes resultados, os cientistas acreditam que um composto conhecido como catequinas pode fornecer uma proteção aos vasos sanguíneos. Quanto ao café, diversos componentes da bebida são benéficos à saúde,  como  o ácido clorogênico e a cafeína. Isso, segundo os pesquisadores, pode reduzir o risco de AVC e diabetes do tipo 2.

 

“Você pode fazer uma mudança de vida pequena, mas positiva para ajudar a reduzir o risco de acidente vascular cerebral”, aconselhou Yoshiro.

 

Outro estudo publicado no ano passado ainda mostra que quanto mais café que você bebe, menor a probabilidade de morrer de uma série de fatores, incluindo doenças cardíacas, doenças respiratórias, diabetes e infecções.
 

Terra