Arquivo da tag: dezembro

Veja previsão do tempo na PB e clima para o fim de semana, 7 e 8 de dezembro

A previsão do tempo na Paraíba para este sábado (7) e domingo (8) tem variação da temperatura de 21º no Brejo, Agreste e Cariri até a máxima de 37° no Sertão e Alto Sertão. Já no Litoral, no sábado as temperaturas oscilam entre 24° e 32º.

Segundo dados da Agência Executiva de Gestão das Águas (Aesa), no decorrer do dia o tempo deverá permanecer com poucas nuvens sobre grande parte da Paraíba e com as temperaturas em elevação e baixos índices de umidade relativa do ar, principalmente no período da tarde.

No Litoral, há previsão de sol entre algumas nuvens no sábado (7). No Brejo e Agreste o sol aparece com poucas nuvens. Nas regiões do Cariri, Curimataú, Sertão e Alto Sertão têm predomínio de sol, sem possibilidade de chuvas.

Previsão do tempo e clima em João Pessoa

O sábado em João Pessoa deve ser de sol com aumento de nuvens de manhã e pancadas de chuva à tarde e à noite. As temperaturas variam entre 22°C e 30°C. No domingo, à noite o tempo fica aberto. A temperatura vai oscilar entre 23º e 30º.

Previsão do tempo e clima em Campina Grande

Em Campina Grande, o sábado é de sol e aumento de nuvens de manhã, com pancadas de chuva à tarde e à noite. As temperaturas variam entre 21°C e 31°C. No domingo, a previsão é a mesma, mas à noite o tempo fica aberto. A temperatura também oscila de 22°C e 31°C.

G1

 

Dezembro Vermelho: Paraíba tem redução de 21,5% em novos casos de Aids

A Paraíba reduziu 21,5% dos novos casos de Aids no Estado. Os dados são do Boletim Epidemiológico, divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) nesta sexta-feira (29). Nesta segunda-feira (2) começam as celebrações alusivas ao Dezembro Vermelho, campanha que visa à conscientização sobre diagnóstico, prevenção e tratamento do HIV/Aids. A abertura contará com uma solenidade no ambulatório do Complexo Hospitalar Clementino Fraga, às 10h.

O Dia Mundial de Luta Contra a Aids, celebrado no dia 1º de dezembro, tem como foco incentivar as pessoas sobre a prevenção do vírus e busca pelo tratamento. O Ministério da Saúde estima que 135 mil pessoas vivem com HIV no Brasil e não sabem. Na Paraíba, o boletim traz dados sobre a diminuição de 9,2% no diagnóstico de novos casos de HIV. Em todo o estado 7.132 que estão em tratamento e convivem com o vírus, mas não desenvolveram a forma agravada da doença, a Aids.

Em 2019 até outubro foram registrados 221 casos de Aids no sexo masculino (21,4%) e 65 casos no feminino (78,6%).  Em relação ao perfil, a maior incidência está entre homens, heterosexuais, na faixa etária de 20 a 49 anos. Questões comportamentais como as práticas sexuais desprotegidas, a busca pelo serviço mais tardiamente e maior resistência ao tratamento podem contribuir para esta predominância. Os municípios de maiores incidências da 1ª região são: Cruz do Espírito Santo, Sapé, Pitimbu, Bayeux e Lucena e na 14ª região foram: Jacaraú, Mamanguape, Marcação, Baia da Traição.

“Nós trabalhamos a vigilância em saúde buscando a detecção do caso de HIV de forma precoce, ou seja, o quanto antes diagnosticarmos evitaremos complicações, o adoecer e óbitos. Quanto mais cedo o diagnóstico melhor é a expectativa de vida”, explica a gerente executiva de vigilância em saúde, Talita Tavares.

Dentro das ações de enfrentamento da doença está a testagem rápida descentralizada nas Unidades de Saúde da Família. “Uma das prioridades da Secretaria de Saúde para o próximo ano é fortalecer as testagens descentralizadas, para que as pessoas continuem sendo diagnosticadas na Atenção Primária e tratadas na rede especializada”, enfatiza a gerente.

O Hospital Clementino Fraga, em João Pessoa, é referência para o tratamento de HIV/Aids, sendo responsável pelo acompanhamento de 90% dos pacientes do Estado. Para a diretora da unidade, Thaís Matos, as ações do Dezembro Vermelho são necessárias para difundir informações respeito destas doenças. “É um momento de reflexão e de mobilização da população para necessidade da conscientização da prevenção combinada e da quebra de preconceitos relacionados à doença e às pessoas que vivem com HIV/AIDS”, reforça a diretora.

A notificação para infecção pelo HIV é obrigatória desde 2014, assim como o tratamento para todas as pessoas vivendo com HIV, independente do comprometimento imunológico. Além da prevenção do contágio através da relação sexual, uma das preocupações da Secretaria de Saúde está na chamada transmissão ventical (de mãe para filho), quando a contaminação ocorre durante a gestação ou a amamentação.

Programação Dezembro Vermelho –  A partir desta segunda-feira (2), será iniciada uma série de ações de prevenção, promoção, diagnóstico e serviços à população, realizadas pela Secretaria de Estado da Saúde em parceria com os municípios em todas as regiões do estado.  Às 10h da manhã, será aberto oficialmente na Paraíba o ‘Dezembro Vermelho’, mês de Luta Contra a Aids. A solenidade ocorrerá no ambulatório do Clementino Fraga.

Na terça-feira (03), segue a programação com testes rápidos de diagnóstico, rodas de conversa e, a partir das 14h, a médica infectologista Adriana Cavalcanti fará palestra com o tema ‘É Possível Viver com Aids: Prevenção Combinada’. Na sequência, às 15h, o médico infectologista Fernando Chagas fala sobre PREP – Profilaxia Pré-Exposição, contendo um relato real de uma usuária do serviço.

A quarta-feira (04), além das atividades de prevenção realizadas no Complexo, é a vez da Feira Livre de Jaguaribe receber a equipe do CHCF, a partir das 7h da manhã, com distribuição de preservativos e material educativo.

Na quinta e sexta-feira, dias 5 e 6, a programação no Clementino Fraga segue com oferta de testes rápidos, salas de espera e rodas de conversa com usuários do serviço. Na tarde da sexta-feira (06), a partir das 14h, haverá uma Vivência de Biodança com usuários do Complexo, tendo como facilitadora a médica infectologista Drª Francisca. Às 15h, está programada a exibição do filme O ano de 1985, para usuários e colaboradores.

Ação na Lagoa – No sábado (07), das 08h às 14h, está programada uma grande ação do ‘Dia D de Luta contra a Aids’ no Parque Solon de Lucena (Lagoa), com oferta de testes rápidos para HIV, Sífilis, e Hepatites Virais, distribuição de preservativos e géis lubrificantes, assim como orientações de como prevenir as ISTs.

PB Agora

 

 

Terceiro Louva Solânea será realizado no dia 14 de dezembro

O Terceiro Louva Solânea, promovido pelo vice-prefeito Edvanildo Júnior, já tem data definida. Será no sábado dia 14 de dezembro. O evento, que se tornou uma tradição na cidade, chega à sua terceira edição esse ano.

Como sempre, será realizado na Praça 26 de Novembro e é aberto ao público. “Já estamos nos preparativos para realizar mais um grande evento que tem o objetivo único de louvar ao nosso bom Deus por tudo que tem feito em nossas vidas. Por isso convido toda a população solanense e os irmãos das cidades vizinhas para louvar a Deus junto conosco”, comentou Edvanildo Júnior.

Esse ano a atração será do grupo Canção e Louvor e Banda, conhecida em todo país pela música “Eu Cuido de Ti”, sucesso no mundo gospel. O Louva Solânea tem início às 19h30 e é aberto ao público em geral.

Redação FN

 

 

Rota Cultural Raízes do Brejo 2019 ocorre de 20 setembro a 01 de dezembro

Reunidos em Serra da Raiz na tarde da quinta-feira, 21 de março, os Prefeitos e Prefeitas dos nove Municípios que compõem a Rota Cultural Raízes do Brejo, definiram as datas para a edição do evento deste ano, que vai de 20 de setembro a 01 de dezembro.

Como vem acontecendo nas edições anteriores, o Raízes do Brejo começa pelo Município de Belém e termina em Pilõezinhos. Para os Gestores e Gestoras dos Municípios envolvidos o evento já está consolidado e permite que a população de cada Município se aproprie de sua história e cultura, e permite que visitantes e turistas conheçam as particularidades de cada município.

O Raízes do Brejo é organizado e idealizado pelo Fórum de Turismo do Brejo Paraibano e realizado pelos Municípios.

Programação

Belém – De 20 a 22 de setembro.

Alagoinha – 27 a 29 de setembro

Duas Estradas – De 11 a 13 de outubro

Lagoa de Dentro – De 18 a 20 de outubro

Serra da Raiz – 25 a 27 de outubro

Borborema -08 a 10 de novembro

Dona Inês – 15 a 17 de novembro

Pirpirituba – 22 a 24 de novembro

Pilõezinhos – 29 a 01 de dezembro

Assessoria

 

 

Mais de 27 mil beneficiários nascidos no mês de dezembro recebem o PIS nesta quinta-feira

No estado da Paraíba 27.174 beneficiários do abono salarial do PIS (Programa de Integração Social), nascidos em dezembro, tem direito a receber o montante de R$ 20.659.483,00. O pagamento será feito pela Caixa, a partir desta quinta-feira (13). Os valores variam de R$ 80 a R$ 954 e são relacionados ao tempo de trabalho durante o ano base.

Os trabalhadores que não sacaram o Abono Salarial PIS/Pasep calendário 2017/2018, ano-base 2016, que terminou em 29 de junho, têm nova oportunidade para sacar o benefício. Para esses trabalhadores, o valor está disponível para saque até 28 de dezembro de 2018.

Trabalhadores com conta na Caixa, titulares de conta individual com cadastro atualizado e movimentação na conta, recebem o crédito automático nesta terça-feira (11).

 

Os pagamentos do Abono Salarial do PIS são realizados conforme o mês de nascimento do trabalhador e tiveram início em julho, com os nascidos naquele mês. Os recursos de todos beneficiários ficam disponíveis para retirada até 28 de junho de 2019. Para os nascidos em dezembro, estão disponíveis mais de R$ 1.3 bilhão para 1.8 milhão de trabalhadores. O valor do benefício pode ser consultado no Aplicativo CAIXA Trabalhador, no site da CAIXA (www.caixa.gov.br/PIS) ou pelo Atendimento CAIXA ao Cidadão: 0800 726 0207.

Em todo o calendário 2018/2019, foi disponibilizado R$ 16,3 bilhões para 22,3 milhões de beneficiários. Tem direito ao benefício o trabalhador inscrito no Programa de Integração Social (PIS) há pelo menos cinco anos e que tenha trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias em 2017, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos. Também é necessário que os dados estejam corretamente informados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), ano-base 2017.

Quem possui o Cartão do Cidadão e senha cadastrada pode se dirigir a uma casa lotérica, a um ponto de atendimento CAIXA Aqui ou aos terminais de autoatendimento da CAIXA. Caso não tenha o Cartão do Cidadão e não tenha recebido automaticamente em conta CAIXA, o valor pode ser retirado em qualquer agência da CAIXA, apresentando o documento de identificação.

clickpb

 

Servidores de Serra Redonda ainda não receberam o salário de dezembro

Os servidores de todas as secretarias do município de Serra Redonda estão até agora sem receber o salário do mês de dezembro, que deveria ter sido pago desde o último dia 30.

De acordo com o diretor do Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais do Agreste e da Borborema (Sintab) em Serra Redonda, Abelardo Agra de Souza, a previsão para regularizar o pagamento informada pelo gabinete do prefeito Danilo José Andrade de Oliveira é ainda o próximo dia 10.

Segundo Abelardo, o atraso está deixando os efetivos desesperados, sem terem como pagar as contas e as despesas básicas.

“A gestão alega que não há recursos, mas nós acompanhamos e sabemos que o problema não é este, mas sim irresponsabilidade da administração”, reforçou.

Assim como está acontecendo em Campina Grande, o Sintab irá apurar criteriosamente a situação e tomará todas as medidas necessárias, inclusive as judiciais.

Ascom

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Prefeituras paraibanas recebem R$ 75 milhões na segunda parcela do FPM de dezembro

O segundo repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) para o mês de dezembro será de R$ 48.142.868,47. O valor, já com o desconto do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), será pago nesta quarta-feira (20). O montante com a soma do Fundo é de R$ 75.223.231,99.

Segundo a área de Estudos Técnicos da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), o 2º decêndio de dezembro de 2017, comparado com mesmo período de 2016, teve uma queda de 18,90%.

O montante de FPM repassado aos municípios brasileiros ao longo de 2017 até o momento totaliza R$ 92,138 bilhões. Isso, representa um aumento de 7,81% em relação ao montante transferido aos Municípios, no mesmo período do ano anterior, sem considerar os efeitos da inflação. Vale ressaltar que esse montante leva em consideração o repasse aos Municípios de 1% de julho e de dezembro nos montantes de, respectivamente, R$ 3,999 bilhões e R$ 3,876 bilhões.

Considerando os efeitos da inflação, o Fundo acumulado apresenta crescimento de 4,25% em 2017, em relação ao mesmo período do ano anterior.

Confira os valores destinados de acordo com o coeficiente de cada município:

blogdogordinho

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Sintab irá aderir à Greve Geral de 05 de dezembro

O Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais do Agreste e da Borborema (Sintab) irá aderir à Greve Geral do próximo dia 05 de dezembro. A paralisação acontecerá em todo Brasil, como protesto contra a provável aprovação da Reforma da Previdência no dia seguinte, 06 de dezembro. Em Campina Grande, a concentração será na Praça da Bandeira, a partir das 7h.

Para o coordenador de comunicação do Sintab, Napoleão Maracajá, da forma como está sendo proposta, a Reforma é criminosa. “O problema da Previdência são as concessões que o Governo faz ao capital e essa conta não pode ser atribuída aos trabalhadores. Todos os parlamentares que votarem contra o povo, ou seja, a favor da Reforma da Previdência, terão seus nomes lembrados pelo Sintab até o dia das eleições”, disse.

Ainda segundo ele, o sindicato irá aderir à Greve Geral em todas as 15 cidades de sua base. “A gente entende que esta Reforma vai prejudicar muito o provo brasileiro, principalmente os mais pobres, por isso o sindicato não pode ficar alheio a esta luta que não é só dos sindicatos nem dos partidos, é do povo”, completou.

O Sintab encaminhará ofício às prefeituras e secretarias municipais comunicando da adesão da entidade ao movimento, para que todos os servidores tenham direito de participar​.​

Assessoria 

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Aneel mantém bandeira vermelha em dezembro, mas adota patamar menor

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) divulgou nesta segunda-feira (27) que a bandeira tarifária para o mês de dezembro será vermelha, mas no patamar 1, com custo um pouco menor, de R$ 3 a cada 100 kWh (quilowatts-hora) consumidos.

Desde outubro, vigorava o patamar 2 na cobrança nas contas de luz, tarifa mais cara prevista na distribuição das bandeiras e que implica a cobrança de taxa extra nas contas de luz de R$ 5 a cada 100 kWh consumidos, após reajuste anunciado em novembro. Em setembro, vigorou na cobrança das contas de luz a bandeira amarela, que aplicou uma taxa extra de R$ 2 para cada 100 kWh.

De acordo com a agência, houve uma ligeira melhora na situação dos reservatórios das usinas hidrelétricas. A Aneel disse ainda que, embora não haja risco de desabastecimento, é preciso reforçar as medidas para evitar o desperdício de energia.

Na semana passada, o Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) apontou uma “pequena melhoria” nas condições de atendimento ao Sistema Interligado Nacional, em razão das chuvas registradas no mês de novembro.

De acordo com o comitê, o cenário é de acompanhamento da evolução “considerando as chuvas previstas nos próximos dias em grande parte do país.” Para o período de 15 a 30 dias, a previsão é de chuvas relativamente próximas à média histórica no Sudeste, Centro-Oeste e no centro-norte da região Sul.

Bandeiras tarifárias

O sistema de bandeiras tarifárias foi criado em 2015 como forma de recompor os gastos extras com a utilização de energia de usinas termelétricas, que é mais cara do que a de hidrelétricas. A cor da bandeira é impressa na conta de luz (vermelha, amarela ou verde) e indica o custo da energia em função das condições de geração.

A bandeira vermelha é acionada quando é preciso ligar usinas termelétricas mais caras, por causa da falta de chuvas. Segundo a Aneel, o sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo real da energia gerada, possibilitando aos consumidores o uso consciente. As cores verde, amarela ou vermelha (nos patamares 1 e 2) indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração de eletricidade.

 Agência Brasil

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Vinte cidades da PB vão deixar de ser abastecidas pela Operação Carro-Pipa em dezembro

Vinte cidades da Paraíba vão deixar de ser abastecidas pela Operação Carro-Pipa do Governo Federal a partir de novembro. De acordo com a Secretaria Nacional de Defesa Civil, estas cidades não fazem parte da região semiárida paraibana, mas estavam incluídas no programa de forma equivocada.

Uma dessas cidades é Matinhas, que fica no Agreste da Paraíba, e tem cerca de três mil habitantes e e recebe água de carro-pipa da prefeitura, que abastece uma cisterna comunitária e duas caixas d’água públicas. É nestes locais que a população pega água para beber e cozinhar. A maioria das famílias mora na zona rural e também está com dificuldade para produzir.

A cidade é abastecida pela Operação Carro-Pipa desde 2008, de acordo com a Defesa Civil Municipal. O coordenador do órgão, Eugênio Alves, acredita que a situação foi criada porque a cidade é considerada como Brejo pelo IBGE há mais de 30 anos. “Nessa época, realmente, a gente tinha muita água no município. Tinha córregos, as cacimbas eram todas cheias, mas hoje em dia a gente não tem”, conta.

Quem tem cacimba em casa e adquire água de carro-pipa divide com os vizinhos. A agricultora Maria Aparecida, a água de carro-pipa acabou e ela teve que pegar em um barreiro do sogro. “Eu ponho produto pra ela ficar mais limpa porque ela é muito barrenta”, conta, explicando que a família não bebe dessa água, mas da que restou do carro-pipa.

Segundo a prefeitura de Matinhas, Maria de Fátima Silva, foi montado um grupo de trabalho com o governo do Estado para encontrar uma solução para o problema. Um documento foi elaborado e entregue à Sudene, que encaminhou para o Ministério da Integração e agora a prefeitura aguarda.

 G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br