Arquivo da tag: devem

Atividades físicas devem ser evitadas após as refeições

exerciciosDesde pequeno, é costume ouvir de nossas mães que não devemos entrar na piscina logo depois do almoço e o ideal seria esperarmos algumas horas. Mas qual o tempo correto que o corpo precisa esperar para digerir a comida e evitar uma congestão? O Bem Estar desta quarta-feira (21) abordou o tema. A doutora Ana Escobar e cirurgião do aparelho digestivo Fábio Atuí foram os convidados do programa.

Após o almoço, o indicado é não praticar atividades físicas, pois elas desviam o sangue para outras partes do corpo que não o estômago, que precisa dele para a digestão. Mergulhar na piscina, por exemplo, altera a vascularização, muda a pressão interna do corpo e também atrapalha a digestão. Por outro lado, uma caminhada leve faz com que a comida se movimente no estômago e seja digerida melhor e mais rápida.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Reuniões, discussões e fazer sexo também não são indicados. Eles alteram a circulação do sangue no corpo e, novamente, atrapalham a digestão. Dormir muito diminui a temperatura do corpo, os batimentos cardíacos e tudo funciona mais devagar. Assim, o melhor a se fazer é tirar um leve cochilo, pois ele relaxa e deixa o corpo concentrar na digestão.

Comer acompanhado também pode ser uma boa opção. Quando você almoça com alguém, você acaba fazendo uma refeição mais longa, mastiga mais e, consequentemente, alcance a saciedade com menos comida. Celulares e tablets, que distraem o seu momento de comer, fazem você comer mais e mastigar menos. Evite.

G1

PROCON: Confira lista de sites ‘picaretas’ que devem ser evitados pelos consumidores em compras online

compras-onlineOs sites “Pescaria Urbana”, “Oliveira Shopping”, “Poucas Horas e “Poucas Horas Clube” (estes dois fora do ar) foram incluídos esta semana na lista de não recomendados pelo Procon-SP, que já soma 388 endereços. Os fornecedores a serem evitados receberam queixas dos clientes, foram notificados e não responderam ou não foram encontrados – inclusive pelo rastreamento feito no banco de dados de órgãos como Junta Comercial, Receita Federal e Registro BR – responsável pelo registro de domínios no Brasil.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook
A falta de entrega do produto adquirido é a principal reclamação contra as lojas virtuais fraudulentas, além de irregularidades na prática do comércio eletrônico. Segundo o Procon-SP, alguns casos das empresas listadas são encaminhados para o Departamento da Polícia que combate os crimes eletrônicos e ao Comitê Gestor da Internet (CGI), que controla o registro de domínios no Brasil. Porém, muitos sites continuam em atividade, por isso o órgão alerta para a importância de evitá-los.

Antes de comprar, o Procon recomenda que o consumidor busque informações a respeito do fornecedor para não cair em armadilhas. Confira algumas dicas:

– Procure no site a identificação da loja (razão social, CNPJ, telefone e outras formas de contato além do e-mail);

– Prefira fornecedores recomendados por amigos ou familiares;

– Desconfie de ofertas vantajosas demais;

– Não compre em sites em que as únicas formas de pagamento aceitas são o o boleto bancário e/ou depósito em conta.

– Leia a política de privacidade da loja virtual para saber quais compromissos ela assume quanto ao armazenamento e manipulação de seus dados;

– Imprima ou salve todos os documentos que demonstrem a compra e a confirmação do pedido (comprovante de pagamento, contrato, anúncios, etc.);

– Instale programas de antivírus e o firewall (sistema que impede a transmissão e/ou recepção de acessos nocivos ou não autorizados) e os mantenha atualizados em seu  computador;

– Nunca realize transações online em lan houses, cybercafés ou computadores públicos, pois podem não estar adequadamente protegidos.

Olhar Digital

Indicações para a Comissão Especial da PEC do Diploma devem ser feitas nos próximos dias

celso_e_alves_interna_finalConfirmando compromisso assumido com dirigentes da FENAJ e de Sindicatos de Jornalistas, o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, assinou, no dia 29 de maio, ato criando a Comissão Especial para análise do mérito da Proposta de Emenda Constitucional 209/2012, a PEC do Diploma. Aguarda-se para os próximos dias a definição da composição da Comissão, bem como de seu presidente e relator.

De acordo com o ato assinado pelo presidente da Câmara, a Comissão Especial será composta de 24 membros titulares e 24 suplentes, sendo um titular e um suplente de acordo com o rodízio entre as bancadas não contempladas na composição geral.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A decisão respaldou-se nos parágrafos 1º e 2º do artigo 33 do Regimento Interno da Casa, que prevêem que os membros da Comissão serão “designados pelo Presidente por indicação dos Líderes, ou independentemente desta se, no prazo de quarenta e oito horas após criar-se a Comissão, não se fizer a escolha” e que”observar-se-á o rodízio entre as bancadas não contempladas, de tal forma que todos os Partidos ou Blocos Parlamentares possam fazer-se representar”, respectivamente.

Durante as atividades realizadas na Câmara na semana passada, os representantes dos jornalistas apresentaram ao presidente da Casa uma lista com sugestões de parlamentares para comportem a Comissão, a partir de consultas às lideranças de bancadas. Cabe agora às lideranças formalizarem as indicações. Neste sentido, o diretor de Relações Institucionais da FENAJ, José Carlos Torves, visitou as lideranças de bancadas na segunda-feira (02/06). “O ato do presidente da Câmara já chegou nos gabinetes das lideranças e estamos na expectativa da formalização das indicações para a Comissão Especial o mais breve possível”, informou.

“O esforço de deslocamento a Brasília de dirigentes dos Sindicatos de Jornalistas de vários estados valeu a pena e surtiu efeito”, avalia a diretora da FENAJ e integrante da Coordenação da Campanha em Defesa do Diploma, Valci Zuculoto. “Continuaremos mobilizados para que a PEC vá a voto em plenário o quanto antes”, complementa.

Para o deputado Hugo Leal (PROS/RJ), a matéria deverá ter uma tramitação mais rápida a partir de agora. “Como já tínhamos feito várias atividades parlamentares quando formou-se Comissão Especial para análise da PEC 386/09, do deputado Paulo Pimenta e de conteúdo semelhante à PEC 206, acho mesmo que bastarão dez sessões para que a matéria esteja pronta para ir a plenário”, comenta, avaliando que a votação poderá ocorrer em agosto.

 

Servidores da UFPB em greve devem radicalizar e prometem fechar a Reitoria nesta quarta

ufpb-300x137O Comando Local de Greve do SINTESPB pretende, nesta quarta-feira (28) pela manhã, através de ações de sensibilização e convencimento fechar a Reitoria da UFPB. A atividade de mobilização começa logo cedo, a partir das 06:00 horas, com uma café da manhã e ato público.

Um arrastão por vários setores do campus I da UFPB, na última segunda-feira, deu início ao calendário de luta desta semana dos servidores técnico-administrativos das universidades federais na Paraíba, que estão com suas atividades paralisadas há quase 70 dias, sem conseguir avanços nasnegociações com o Governo Federal.

Já nesta terça-feira e amanhã(quarta-feira), a intenção é radicalizar o movimento com ações de repercussão em setores estratégicos da UFPB. Hoje pela manha, foi realizado um ato público em frente ao portão de entrada do Centro de Tecnologia, com panfletagem. Nesta quarta-feira, será a vez da Reitoria, onde os grevistas estarão realizando uma atividade de mobilização de maior impacto.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Na quinta-feira, haverá uma assembleia geral, na sede do SINTESPB, pela manhã, para avaliar a repercussão do movimento. A semana se encerra com a reunião do CLG, na sexta-feira, para planejar a programação das próximas atividades.

A orientação do Comando Nacional de Greve da FASUBRA é que a partir da negativa do Governo em não apresentar proposta que atenda aos anseios da categoria o movimento paredista se intensifique com o desenvolvimento de ações que deem visibilidade à greve em todas as universidades do país e mostre o seu poder de força.

Segundo o CLG, o objetivo é chamar a atenção da população para a greve e denunciar a intransigência do Governo em não apresentar nenhum avanço na pauta de reivindicações, alegando falta de recursos financeiros.

Ascom

UFPB e UFCG estão entre as 58 instituições que devem fazer concurso para preencher 150 vagas

UFPBO Ministério do Planejamento autorizou as universidades federais vinculadas ao Ministério da Educação realizarem concurso público em todo o país para o preenchimento de 150 vagas para cargos isolados de professor titular-livre. São 58 instituições de ensino superior que devem realizar concurso público, condicionado à existência dessas vagas.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A Universidade Federal da Paraíba (UFPB), com cinco vagas; e a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), com três vagas, foram contempladas com a realização desse concurso.

O prazo para publicação do edital de abertura para realização do concurso será de até seis meses. A responsabilidade da sua realização será do reitores dessas universidades, a quem caberá baixar as normas, mediante editais, portarias e outros atos administrativos.

O edital com a relação das universidades autorizadas a realizar o certame foi publicado no Diário Oficial da União, na edição desta quinta-feira (22). O edital é assinado pela ministra do Planejamento, Miriam Belchior.

 

portal correio

Pequenas empresas devem faturar R$ 500 milhões com a Copa

dinheiro

A Copa do Mundo já rendeu cerca de R$ 280 milhões em negócios para micro e pequenas empresas e até o final do evento a expectativa é que o faturamento chegue a R$ 500 milhões, segundo levantamento realizado pelo Sebrae com base nas rodadas de negociações promovidas nas 12 cidades-sede da Copa.

 
“Quem mais vai faturar com a Copa são as empresas que se prepararam antes e que estão pensando no pós-evento, no legado que ele vai deixar para a competitividade dos pequenos negócios”, explica o presidente do Sebrae, Luiz Barretto.

É o caso de setores como o da construção civil, que vêm aproveitando as oportunidades geradas em obras nas arenas, ou de madeira e móveis que, além de atender às demandas dos hotéis, têm expandido suas atuações também no exterior.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“Nosso trabalho é mobilizar os empresários para aproveitar as oportunidades, não apenas identificando potenciais mercados, mas também dando todo o suporte para a adequação às exigências desses mercados”, completa Barretto.

A Fantastic Brindes de São Paulo é uma das empresas que têm apostado nessas oportunidades. A empresa aplicou 80% de seus investimentos no Kit Torcedor. Nele, itens como corneta, caneca, apitos, copo, vuvuzela, zumbina e mochila já estão levando aos fãs de futebol um diferencial na hora de torcer pelo Brasil.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Só no início deste ano, a Fantastic Brindes já fechou orçamentos de aproximadamente 100 mil kits para grandes empresas, o que equivale à venda de mais de 400 mil produtos. O faturamento que era de R$ 150 mil em junho de 2013 saltou para R$ 380 mil no final do ano passado. O empresário estima triplicar as vendas com a demanda gerada pela Copa.

“Os pequenos negócios que se prepararam e planejaram para aproveitar as oportunidades geradas pela Copa irão aumentar não só o faturamento como poderão se consolidar tanto no mercado interno quanto externo, uma vez que passarão a atender dentro dos padrões internacionais exigidos a todos que atuarem durante o mundial”, ressalta o presidente do Sebrae, Luiz Barretto.

Um exemplo é o escritório de arquitetura de interiores Saad Larcipretti, de São Paulo, que tem como meta atender o público potencial que visitará a capital paulista para assistir aos jogos da Copa do Mundo. O trabalho da Saad já pode ser encontrado nos móveis, pisos, quartos de hotéis que atenderão aos turistas brasileiros e estrangeiros durante o campeonato de futebol. Alguns móveis, contidos nas suítes dos hotéis, localizados em São Paulo e na Ilha de Comandatuba (BA), foram remodelados por meio dos projetos da empresa.

Para a diretora da rede Rosângela Larcipretti, o evento esportivo é uma oportunidade de divulgação das atividades realizadas pelos profissionais das empresas, inclusive para os estrangeiros. Prova disso é que os trabalhos da Saad Larcipretti já alcançaram visibilidade internacional: duas redes hoteleiras estrangeiras já estão em negociação com o escritório.

Fonte: Blog do Planalto

Papa diz que gays não devem ser julgados nem marginalizados

papa O papa Francisco disse que os homossexuais não devem ser julgados nem marginalizados mas integrados à sociedade, numa das mais conciliatórias declarações já feitas por qualquer pontífice sobre o tema da homossexualidade.

Em uma abrangente conversa de 80 minutos com jornalistas no avião que o levou de volta a Roma depois de uma semana no Brasil, Francisco disse também que não julgaria padres gays, um tema que provoca divisão entre os católicos.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Mas o pontífice argentino, de 76 anos, reiterou o ensinamento da Igreja de que atos homossexuais são pecaminosos.

O papa reforçou que o veto da Igreja Católica à ordenação de mulheres no clero é definitivo, mas que gostaria que elas assumissem papéis de maior liderança na administração e nas atividades pastorais.

E demonstrou um sentimento de dor pelos escândalos que atingem o banco do Vaticano, durante uma prolongada entrevista coletiva, sua primeira desde a eleição, em março, como substituto de Bento 16.

O tom direto ao responder tantas questões reforçou a vontade de Francisco de agir de forma diferente. Ele tem evitado muitas armadilhas do papado, defendido os pobres e abordado de cabeça erguida alguns dos maiores escândalos que a Igreja enfrenta.

Francisco disse que há santos na Santa Sé, mas também “aqueles que não são muito santos”.

O encontro com jornalistas dentro do avião cobriu temas variados, desde a insistência do papa em reduzir sua segurança pessoal a sua vontade de abrir os cadeados do Vaticano para sair em caminhadas.

“QUEM SOU EU PARA JULGAR?”

Em resposta a uma pergunta sobre um suposto “lobby gay” no Vaticano, após uma série de escândalos sobre padres pedófilos e corrupção na administração da Santa Sé, Francisco disse: “Se uma pessoa é gay e busca Deus e tem boa vontade, quem sou eu para julgá-la?”.

 

“O problema não é ter essa orientação. Precisamos ser irmãos. O problema é o lobby por essa orientação, ou lobbies de pessoas ambiciosas, lobbies políticos, lobbies maçônicos, tantos lobbies. Esse é o pior problema”, afirmou.

“Você vê muita coisa escrita sobre o lobby gay. Ainda não vi ninguém no Vaticano com uma carteira de identidade se dizendo gay”, brincou.

O papa defendeu os gays contra a discriminação, mas repetiu o catecismo universal da Igreja Católica, segundo o qual a orientação homossexual não é pecado, mas os atos homossexuais são.

“O catecismo da Igreja Católica explica isso muito bem. Diz que eles não devem ser marginalizados por causa disso (orientação sexual), e sim que devem ser integrados à sociedade”, afirmou o papa, em italiano, usando a palavra “gay” em vez de “homossexual”, que era o termo adotado por outros pontífices.

Francisco também respondeu em parte a uma pergunta sobre o monsenhor Battista Ricca, que foi nomeado pelo papa para supervisionar o banco do Vaticano e que, segundo a mídia italiana, teve envolvimentos homossexuais quando era diplomata na América Latina.

O papa disse que “uma investigação rápida” concluiu que as acusações eram infundadas.

NÃO À ORDENAÇÃO DE MULHERES É DEFINITIVO

Sobre a questão da ordenação de mulheres, ele disse: “A Igreja falou e diz ‘não’… essa porta está fechada”. Foi a primeira vez que Francisco falou publicamente sobre o tema.

“Não podemos limitar o papel das mulheres na Igreja ao de coroinha ou de presidente de uma entidade beneficente, deve haver mais”, disse ele, respondendo a uma pergunta.

A Igreja Católica prega que não pode ordenar mulheres porque Jesus escolheu apenas homens como apóstolos. Defensores do sacerdócio feminino dizem que Jesus agiu de acordo com os costumes de seu tempo.

Muitos dentro da Igreja, mesmo aqueles que se opõem à ordenação de mulheres, dizem que elas devem ter papéis de liderança tanto na Igreja como na administração do Vaticano.

A longa entrevista no avião foi algo bastante incomum na história do papado moderno, tanto por sua franqueza como pela amplitude.

Ao contrário de seu antecessor, Bento 16, que sabia de antemão as poucas perguntas que os jornalistas seriam autorizados a fazer, Francisco, o primeiro papa não-europeu em 1.300 anos, não impôs restrições ao responder 21 perguntas.

Ele disse que a viagem de uma semana ao Brasil o deixou muito cansado, mas “me fez muito bem espiritualmente”.

O papa falou das reformas que iniciou no Vaticano, inclusive no banco do Vaticano, que é alvo de várias investigações sobre lavagem de dinheiro.

Francisco disse que o banco deve tornar-se “honesto e transparente”, e que vai ouvir os conselhos de uma comissão criada por ele sobre se a instituição pode ser reformada ou deve ser fechada completamente.

O papa, que escolheu andar em um papamóvel aberto e em um carro simples da Fiat durante a viagem ao Brasil, disse que não se preocupa com a segurança reduzida que escolheu em comparação com seus antecessores.

“A segurança está em confiar nas pessoas. É verdade que há sempre o perigo de que uma pessoa louca possa tentar fazer alguma coisa, mas também há o Senhor”, disse ele, acrescentando que seria uma loucura maior ficar longe das pessoas.

O pontífice argentino desembarcou nesta segunda-feira em Roma após uma triunfal visita de uma semana ao Brasil, por ocasião da Jornada Mundial da Juventude, que culminou com uma celebração que reuniu mais de 3 milhões de pessoas na praia de Copacabana, segundo estimativa da prefeitura do Rio de Janeiro.

Yahoo! Notícias