Arquivo da tag: detento

Advogada é detida tentando repassar celulares a detento

celularesUma advogada de Cajazeiras foi detida e encaminhada à Delegacia de Polícia Civil do município, na tarde da terça-feira (4), após ser flagrada entregando celulares a um cliente, detento do Presídio Padrão de Cajazeiras.

Por ser advogada, a mulher goza do direito de não passar por revista íntima, entretanto, foi flagrada repassando o material para o cliente.

De acordo com o diretor do presídio, Tales Almeida, em contato com site da região, a advogada confessou a entrega ilícita ao presidiário. O fato aconteceu no parlatório, onde ela teria tentado repassar cinco celulares ao preso – que não foi identificado.

Wscom

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Detento é aprovado em 1º lugar em curso de biblioteconomia da UFPB

 (Foto: João Rosas/Arquivo Pessoal)
(Foto: João Rosas/Arquivo Pessoal)

O detento Rodrigo Antônio Monteiro, de 38 anos, foi aprovado em primeiro lugar, com média 591,82, para o curso de biblioteconomia na Universidade Federal da Paraíba (UFPB), através das 14 vagas reservadas para cotistas, por meio da realização do Enem Para Privados de Liberdade (Enem-PPL) em 2016. O detento está preso há cinco anos e cumpre pena de 31 anos por roubo e abuso sexual.

De acordo com o diretor do presídio, João Rosas, o mesmo preso foi aprovado também em primeiro lugar para o curso de Letras no ano anterior, usando a nota do Enem 2015 e através do Sistema de Seleção Unificado (Sisu), mas a burocracia o impediu de fazer o curso presencial.

O preso cumpre pena há dois anos na penitenciária Geraldo Beltrão, mas já passou por outros presídios do sistema carcerário da Paraíba. A penitenciária dispõe de um sistema de ensino, onde uma cela foi transformada em biblioteca e sala de aula, proporcionando a ressocialização através da leitura e do estudo.

Para João Rosas, “a grande questão agora é para tornar esse sonho realizado”, declarou. A direção da penitenciária quer que o detento consiga, pelo menos, fazer o curso de Educação à Distância. Com inscrição para o ProUni realizada, é possível que, desta vez, Rodrigo consiga realizar o sonho do ensino superior.

“De toda forma a gente vai fazer a matrícula dele na quinta-feira, no curso de biblioteconomia”, disse o diretor. A penitenciária agora aguarda a documentação original do detento que deve ser entregue pela família. “Acredito que para o Ensino à Distância vamos conseguir”, ressaltou.

Segundo o diretor, a reação do candidato foi de surpresa, mas também de felicidade, ao ser mais uma vez aprovado, mesmo estando privado da liberdade. “Ele tem muita esperança de, efetivamente, poder cursar”, declarou João Rosas.

Detento foi aprovado em primeiro lugar das 14 vagas reservadas para modalidade de cotas (Foto: Reprodução/Sisu)Detento foi aprovado em primeiro lugar das 14 vagas reservadas para modalidade de cotas (Foto: Reprodução/Sisu)

Processo de inscrição
A inscrição do detento no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para os Privados de Liberdade é realizada, primeiramente, através de um formulário físico encaminhado em seguida para a coordenadora de educação da Gerência de Ressocialização do Estado. No entanto, no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) quem inscreve é o diretor da penitenciária, João Rosas.

Quando começa o prazo para a escolha do curso, com a divulgação diária das notas de corte, o resultado de cada detento é analisado individualmente e as opções vão sendo verificadas. “Levamos ao conhecimento deles e eles fazem as escolhas”, explicou João.

Mais aprovações
Além do detento aprovado em Biblioteconomia, mais três aprovações aconteceram no sistema penitenciário da Paraíba. Um detento da Penitenciária Raimundo Asfora (Serrotão) foi selecionado para o curso de Letras na Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), com média 659,08. Outro detento, com média 606,52, da Penitenciária Desembargador Flóscolo da Nóbrega (Roger), foi aprovado no curso de Física da UFPB. Dentre os presos aprovados, uma mulher também foi selecionada, com média 616,10, para o curso de pedagogia na UEPB.

Cela foi transformada em sala de aula e biblioeteca na Penitenciária de Segurança Máxima Geraldo Beltrão (Foto: João Rosas/Arquivo Pessoal)Cela foi transformada em sala de aula e biblioeteca na Penitenciária de Segurança Máxima Geraldo Beltrão (Foto: João Rosas/Arquivo Pessoal)

O Enem-PPL recebeu 852 inscrição na Paraíba, no entanto, apenas 44 se inscreveram no Sisu. De acordo com a Gerência de Ressocialização do Estado, 24 reeducandos conseguiram atingir nota para certificação do ensino médio. “Para garantir essa certificação é necessário [atingir] 450 pontos em cada área de conhecimento e 500 pontos na redação”, explicou a gerente do órgão, Ziza Maia.

*Sob supervisão de Taiguara Rangel

G1 PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

 

PB tem 12 mil presos em espaços para 5,2 mil e cada detento custa R$ 2,4 mil

presidio-rogerA Paraíba tem atualmente cerca de 12 mil presos em 74 unidades penitenciárias na Paraíba que têm apenas 5.200 vagas. A informação é do secretário de Administração Penitenciária do Estado, Wagner Dorta, durante entrevista ao Correio Debate desta segunda-feira (16), na Rede Correio Sat. Cada preso custa R$ 2,4 mil por mês aos cofres públicos.

Com todos os órgãos de Segurança em situação de alerta contra rebeliões, ele disse que a Paraíba não está imune a um problema como esse por conta dos problemas entre facções, da superlotação e precariedade dos presídios. “O déficit carcerário é em todo o Brasil, onde há 650 mil presos em unidades quem cabem 350 mil. [Na Paraíba] os presídios são antigos”, disse.

Sobre os custos que o Estado arca para manter cada preso, mesmo sendo altos para tanta precariedade, Dorta explicou que eles compõem um Custo Efetivo Total (CET) que inclui alimentação, remuneração de agentes e toda a estrutura necessária para manter os detentos.

Quanto à situação dos agentes, ele disse que há 1.800 em todos os presídios, o que permite uma média de seis agentes por preso no estado e, segundo Dorta, é uma das melhores médias do Brasil. “A situação de agentes pelo Brasil é bem pior. Há estados com números baixos”, explicou, defendendo a gestão do governador Ricardo Coutinho (PSB) na contratação de concursados.

Dorta seguiu para Brasília onde se reúne nesta terça (17) com o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, e com secretários de Administração Penitenciária do país para discutir a situação carcerária. Ele falou que a Paraíba terá R$ 44,7 milhões para construir novos presídios em Campina Grande e João Pessoa, mas não deu detalhes dos projetos sobre essas novas unidades.

portalcorreio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Detento toma posse como vereador e receberá R$ 9 mil por mês

detentoEm solenidade no plenário da Câmara Municipal de Caratinga (MG), algemado e vestindo o uniforme vermelho do sistema prisional de Minas Gerais, Ronilson Marcílio Alves (PTB), 42, tomou posse no cargo de vereador do município, distante 320 km de Belo Horizonte, nesta terça-feira (3).

Sob escolta policial, o agora vereador permaneceu por pouco mais de uma hora no local e fez o juramento solene da posse de cumprir a Constituição e as leis do país.

“Prometo cumprir dignamente o mandato que me foi confiado, respeitar a constituição federal e a constituição do estado e a lei orgânica municipal e observar as leis, trabalhando pelo engrandecimento do município e o bem-estar de sua população”, afirmou o vereador preso. Na sequência, Alves assinou o termo de posse.

Reeleito em outubro do ano passado com 854 votos, Alves tornou-se alvo de investigação policial um mês depois, quando a PC (Polícia Civil) cumpriu mandado de busca e apreensão na sua residência e apreendeu documentos, equipamentos de informática e aparelhos celulares, e o conduziu para prestar esclarecimentos.

O parlamentar foi liberado em seguida, mas em dezembro, Alves foi preso em Cordeiro (RJ), distante 188 Km da capital fluminense, e transferido para a Penitenciária de Caratinga, preso em regime fechado.

De acordo com a PC, o caso segue em segredo de justiça.

O UOL não localizou o defensor de Alves. De acordo com informações da rádio Cidade, de Caratinga, o vereador é acusado de extorsão contra um padre do município. Ele e outras três pessoas, presas em flagrante pela mesma acusação, estariam exigindo R$ 200.000 do religioso para não divulgar vídeos íntimos.

De acordo com a assessoria da Câmara Municipal, o regimento interno da Casa dá o prazo de dez dias para o vereador que não compareceu à cerimônia oficial, realizada no domingo (1º), tomar posse. Assim, a Vara de Execuções permitiu a posse de Alves nesta terça-feira.

A assessoria da Câmara explica que o vereador do PTB vai receber em janeiro e fevereiro o subsídio mensal de R$ 9.015 como parlamentar, mesmo estando preso na Penitenciária de Caratinga.

Uol

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Detento pula muro usando corda de tecido e foge de cadeia em Araruna

sireneUm detento de 21 anos fugiu na madrugada desta terça-feira (6) da cadeia pública de Araruna, na Paraíba. De acordo com o tenente Rodrigues, da Polícia Militar, a fuga aconteceu por volta das 2h (horário local) com a ajuda de uma corda feita de tecido, objeto conhecido como “Teresa”.

Ainda segundo o tenente Rodrigues, da PM, o detento serrou a grade da cela e foi até o pátio. Jogando a corda para fora da cadeia, o preso conseguiu escalar o muro, chegar até o telhado e fugir. O inspetor que estava trabalhando no momento ouviu o barulho e começaram as buscas.

O detento responde por roubo, furto e homicídio. Até às 14h45 a Polícia Militar realizava buscas na região para localizar o detento. Conforme informações do tenente Rodrigues, os possíveis lugares em que ele pode estar escondido também já estão sendo mapeados.

G1 PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Detento pula muro usando corda de tecido e foge de cadeia em Araruna

casos de policiaUm detento de 21 anos fugiu na madrugada desta terça-feira (6) da cadeia pública de Araruna, na Paraíba. De acordo com o tenente Rodrigues, da Polícia Militar, a fuga aconteceu por volta das 2h (horário local) com a ajuda de uma corda feita de tecido, objeto conhecido como “Teresa”.

Ainda segundo o tenente Rodrigues, da PM, o detento serrou a grade da cela e foi até o pátio. Jogando a corda para fora da cadeia, o preso conseguiu escalar o muro, chegar até o telhado e fugir. O inspetor que estava trabalhando no momento ouviu o barulho e começaram as buscas.

O detento responde por roubo, furto e homicídio. Até às 14h45 a Polícia Militar realizava buscas na região para localizar o detento. Conforme informações do tenente Rodrigues, os possíveis lugares em que ele pode estar escondido também já estão sendo mapeados.

 

G1

 

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Detento é espancado dentro de cela penitenciária em Guarabira

presosUm detento da Penitenciária João Bosco Carneiro, em Guarabira, no Agreste da Paraíba, foi espancado dentro da cela em que estava detido, segundo o diretor da unidade prisional, Henrique Elias. Ele segue internado na Ala Vermelha do Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa em estado grave.

A agressão aconteceu por volta das 21h30 da segunda-feira (7), quando outros detentos informaram que a vítima estava doente. Os agentes e o diretor da penitenciária encontraram o homem desmaiado, com um corte na cabeça e várias lesões no corpo.

O diretor explicou que os outros 12 detentos que estavam na mesma cela que ele relataram que o apenado caiu da cama. Porém, segundo Henrique Elias, era impossível que uma queda da cama resultasse em lesões tão graves.

Ele foi levado para o Hospital Regional de Guarabira, porém, diante da gravidade do quadro de saúde dele, o detento foi transferido para o Hospital de Trauma de João Pessoa, onde deu entrada às 0h54 e passou por procedimentos médicos de emergência.

Henrique Elias informou o caso à Vara de Execuções Penais, à Polícia Civil e à Gerência do Sistema Penitenciário (Gesipe). Uma sindicância vai ser aberta para apurar o caso, mas, já que nenhum detento assumiu a autoria do crime, todos devem ser indiciados, segundo o diretor.

G1 PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Em Campina Grande, detento é morto dentro da penitenciária Padrão

sireneUm detento foi morto dentro da penitenciária Padrão, em Campina Grande, no Agreste paraibano, na manhã desta segunda-feira (10). A informação foi confirmada pela direção do presídio, mas outros detalhes só vão ser divulgados durante uma coletiva de imprensa ainda nesta tarde. As informações divulgadas inicialmente são de que o detento tenha sido agredido até a morte.

A morte do presidiário foi registrada por volta das 9h30. Até 13h50 desta segunda-feira a Polícia Civil e Instituto de Polícia Científica seguia dentro do presídio, realizando procedimentos. O Centro Integrado de Operações da Polícia Militar (Ciop) não confirmou ter recebido solicitação de apoio para a ocorrência no presídio.

G1 PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Detento da Paraíba estaria coordenando quadrilha de roubo a bancos em três estados

presidioUm preso do Distrito Federal, que cumpre pena por furto qualificado no Presídio Padrão Regional de Cajazeiras, no Sertão da Paraíba, a 468 km de João Pessoa, seria coordenador de uma quadrilha acusada de assaltos a caixas eletrônicos no Distrito Federal, no Ceará e em Goiás. Cinco membros do grupo foram presos nesta sexta-feira (20) em um avião no Aeroporto Internacional de Brasília, quando, segundo a Polícia Civil, que conduziu a investigação, chegavam de Joinville, em Santa Catarina.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A polícia também prendeu outras duas pessoas e apreendeu uma menor. O levantamento de dados levou os agentes ao apenado de Cajazeiras, e a outro que também já cumpre pena. Estes também seriam indiciados pelos crimes de organização criminosa e roubo qualificado.

Segundo Jailson Mattos, diretor do Presídio de Cajazeiras, a participação do preso ainda não podia ser confirmada, mas uma investigação seria feita para que o caso pudesse ser esclarecido. Ele confirmou que existe um preso de Brasília nas dependências da unidade. O gestor também informou que suspeito foi detido em 2014 após arrombar um caixa de uma agência bancária em Cajazeiras e que, na ocasião de um ‘pente fino’ feito na cela dele, já foram apreendidos 10 celulares. O detento receberia visitas frequentes de parentes da terra natal.

“Apesar das informações que já colhemos e das suspeitas, ainda não podemos confirmar que o preso é realmente o comandante da quadrilha. Faremos um levantamento e, caso o fato se confirme, o detento será transferido para uma unidade mais segura, que seria, no caso, o presídio PB 1, em Jacarapé”, disse Jailson, acrescentando que o sistema prisional do Litoral Sul dispõe de tecnologia bloqueadora de sinal de celular.

Na investigação nacional, no total, dez pessoas serão indiciadas. Conforme divulgado na Agência Brasil, o caso começou a ser apurado após uma agência bancária ser assaltada em Brasília, no final de novembro. Segundo a polícia, entre novembro de 2014 e janeiro deste ano, os presos assaltaram oito agências bancárias, sendo quatro delas no DF. A polícia estima que os criminosos tenham levado cerca de R$ 500 mil nas ações.

A redação do Portal Correio tentou entrar em contato com o secretário de Administração Penitenciária da Paraíba, Wagner Dorta, para aprofundar o tema, mas não houve retorno às ligações telefônicas.

 

Portal Correio

Detento é flagrado com salgados, pipoca e acessórios para celulares no presídio do Serrotão, em Campina Grande

objetosUm detento do presídio do Serrotão, em Campina Grande, considerado ‘de confiança’, foi flagrado nesta sexta-feira (19) com salgados, pipocas, doces, além de chips, carregadores e cartões de memória para aparelhos celulares, entre outros objetos.

A Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) informou que um procedimento interno de investigação foi aberto para apurar como os objetos chegaram até os presos.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Suspeita-se que ‘os presentinhos’ podem ter entrado com uma auxiliar do consultório odontológico.

O caso foi parar na Central de Polícia de Campina Grande, que está apurando o ocorrido.

MaisPB