Arquivo da tag: desobediência

Casal de irmãos é preso em Guarabira suspeito de estupro de vulnerável, desacato, desobediência, resistência e lesão corporal

Um casal de irmãos, ele com 26 e ela com 23 anos de idade, foi preso por policiais do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) nesta segunda-feira (21), na cidade de Guarabira, suspeito de estupro de vulnerável, desacato, desobediência, resistência e lesão corporal. A ocorrência teve início quando os policiais foram acionados para atender a uma solicitação onde uma jovem com um bebê estaria sendo agredida por um homem que dizia ser o marido dela. Quando os militares chegaram ao local informado, a vítima, de 14 anos, informou que o pai da sua filha, um bebê de dois meses, teria peço a criança à força e, sem a sua autorização, a teria levado. Na tentativa de impedi-lo, ela foi empurrada e derrubada no chão por ele.

As guarnições de Rádio Patrulha e do CPU (Coordenador de Policiamento da Unidade), tenente Danilo, se dirigiram até a residência do suspeito, que foi localizado, porém, ao tentar verbalizar com ele, o oficial foi desacatado e contra ele foram desferidas palavras de baixo calão. Diante da situação, a guarnição adentrou na residência e deu voz de prisão ao suspeito que, muito agressivo, ainda resistiu à prisão e desobedeceu às determinações legais da polícia. Ele ainda tentou fugir pelo quintal da residência, mas foi localizado e capturado pela guarnição comandada pelo cabo Rogério, momento em que a irmã do acusado, tentando impedir a prisão dele, jogou uma cadeira na direção da guarnição, atingindo o braço e o pescoço do policial.

A irmã do suspeito, que também passou a proferir ofensas contra os policiais, foi detida junto com ele e os dois foram conduzidos à delegacia. A criança foi entregue à mãe, que relatou que mantinha relações sexuais com o suspeito desde os 12 anos de idade, o que caracteriza o estupro de vulnerável. As partes envolvidas foram conduzidas à delegacia.

 

Assessoria 4º BPM

 

 

Quatro são presos em Belém suspeitos de receptação, desobediência e desacato

No início da madrugada deste domingo (24), policiais da 3ª Companhia do 4º BPM (Batalhão de Polícia Militar) prenderam, na cidade de Belém, dois homens suspeitos de furto e uma mulher, acusada de receptação, resistência e desacato. A ocorrência teve início quando os policiais foram informados que dois homens teria pulado o muro da Escola Estadual Márcia Guedes Alcoforado de Carvalho, levando alguns objetos do interior do estabelecimento de ensino.

De imediato, os policiais deram início às diligências e localizaram os dois suspeitos no centro da cidade, ainda com alguns dos objetos furtados da escola. Eles informaram que teriam vendido um botijão de gás por R$ 40 a uma mulher, que foi localizada. Apesar dos dois afirmarem que ela teria adquirido o produto furtado, ela negou e acabou desacatando os policiais e resistindo à prisão, sendo necessário o uso progressivo da força. Os três e os objetos apreendidos foram conduzidos à Delegacia de Polícia Civil.

Na noite do domingo (23), também em Belém, os policiais foram atender a uma ocorrência de perturbação do sossego causado por um som em alto volume e, ao chegarem ao local informado, o proprietário desobedeceu à ordem para desligar o aparelho e passou a proferir palavras de baixo calão contra os militares. Ele foi conduzido à delegacia, onde foi autuado em flagrante por desobediência e desacato.

4º BPM

Juiz determina retirada de placas publicitárias do Governo e impõe multa em caso de desobediência

placas-do-governoO juiz João Guedes Cavalcanti Neto, que atua como Auxiliar da Propaganda Eleitoral no Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), decidiu conceder parcialmente liminar solicitada pela Coligação A Vontade do Povo, que tem como candidato a governador o senador Cássio Cunha Lima (PSDB), contra propaganda irregular do Governo do Estado, notadamente no uso de placas de publicidade em pleno período eleitoral.

Em sua decisão, João Guedes deu o prazo de 24 horas para que o Governo do Estado retire as placas publicitárias e impõe uma multa de R$ 5 mil por dia para cada uma que não for retirada.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A denúncia, transformada em representação, dispõe de várias fotos com informações sobre a localização das placas irregulares, todas devidamente identificadas.

Na sentença prolatada pelo juiz da Propaganda Eleitoral, ele censura a “publicidade dissimulada apta a desequilibrar o pleito”, ao mesmo tempo em que critica o uso das placas de publicidade institucional que extrapolam a divulgação de dados técnicos da obra.

Assessoria

Secretário de Saúde pode ser processado por improbidade e crime de desobediência

anibalO deputado estadual Aníbal Marcolino (PEN) disse na sessão desta terça-feira, 06, que a Assembleia Legislativa da Paraíba poderá ingressar com um processo de improbidade administrativa  e crime de desobediência contra o secretário de Saúde do estado da Paraíba, Waldson de Souza, caso ele não compareça a audiência pública que está marcada para a tarde desta quarta-feira, 07, na casa legislativa.

Os parlamentares querem a presença do gestor para explicar os supostos desvios de recursos do Hospital de Emergência e Trauma verificados em auditoria realizada pelo Tribunal de Contas do Estado.

“O secretário deveria comparecer a esta casa independente de convocação. Ele deveria vir pelo menos quatro vezes para prestar contas, mas espera ser convocado. Caso ele não venha, esta casa vai processá-lo por improbidade e crime de desobediência”, falou Aníbal.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O deputado finalizou dizendo que Waldson de Souza esteve na ALPB apenas uma vez durante todo o ano de 2013 e disse que poderá pedir o afastamento do secretário no Ministério Público da Paraíba.

 

BLOGDOGORDINHO