Arquivo da tag: desempenho

MEC quer repassar dinheiro conforme desempenho das universidades

Ministério da Educação quer repassar, já a partir de 2020, mais dinheiro às universidades federais que tiverem melhor desempenho em indicadores como governança e inovação, destaca nesta segunda-feira o jornal O Estado de São Paulo.

O secretário de Educação Superior do MEC, Arnaldo Lima Junior, diz que o novo modelo será discutido com reitores das 63 federais e não depende de alterações na lei.

Atualmente, o modelo de distribuição do orçamento é centrado no tamanho das universidades, o que faz com que instituições maiores e com mais alunos recebam mais.

Dos R$ 6,9 bilhões de despesas discricionárias das universidades – aquelas que bancam gastos operacionais como as contas de energia elétrica e de serviços de limpeza –, atualmente R$ 3,2 bilhões estão bloqueados, ainda conforme o jornal.

 

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

*fonte: estadao

 

 

TCE apresentará grau de desempenho das prefeituras paraibanas nesta quinta

tceO Tribunal de Contas da Paraíba apresenta nesta quinta-feira (15),  o ‘Índice de Efetividade da Gestão Municipal’ no âmbito estadual. O estudo é considerado o maior já feito sobre gestão pública dos municípios no país. A apresentação acontece no plenário ministro João Agripino Filho, às 9h30.

O presidente em exercício do TCE-PB, conselheiro André Carlo Torres, anunciou que a apresentação do IEGM ficará a cargo do conselheiro Fernando Catão e da equipe técnica que trabalhou na sistematização das informações presentes nos questionários respondidos pelos gestores.

Adotado este ano por todos os Tribunais de Contas do país, e construído a partir de dados do exercício 2015 fornecidos pelos próprios municípios, o indicador permite avaliar o desempenho geral das administrações municipais. E, pontualmente, também como se saíram em sete áreas específicas – Educação, Saúde, Planejamento, Gestão Fiscal, Meio Ambiente, Cidades Protegidas e Governança em Tecnologia da Informação.

Com a divulgação do IEGM, o TCE passa a disponibilizar para a sociedade uma série de dados que possibilita diversas análises sobre a gestão e os resultados alcançados pelas políticas públicas, inclusive com a perspectiva de construção de uma série histórica.

O TCE-PB promoveu, no decorrer do segundo semestre deste ano, a mobilização dos prefeitos para obtenção dos dados necessários à composição do IEGM, na Paraíba foi instituído pela Resolução TC 04/2016, aprovada em sessão do Pleno em 15 de junho.

As prefeituras de todos os 223 municípios paraibanos concluíram, no mês de setembro, o preenchimento dos questionários, feito que levasse o TCE-PB paraibano a receber reconhecimento nacional, no último dia 2, ao término do II Congresso Internacional de Controle e Políticas Públicas, realizado em São Paulo (SP).

TCE-PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Desempenho do ensino médio em matemática é o pior desde 2005; Português subiu

escolaO nível de aprendizado dos brasileiros no ensino médio piorou em matemática e chegou no ano passado ao pior resultado desde 2005, início da série histórica do Saeb (Sistema de Avaliação da Educação Básica), informa o jornal Folha de São Paulo.

A nota de português subiu, mas ficou abaixo do nível registrado em 2011. Por outro lado, o desempenho subiu nessas duas disciplinas nos dois ciclos do ensino fundamental.

As notas na prova, junto com indicadores de reprovação e evasão, compõem o Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica).

O índice é calculado a cada dois anos, com as médias do Brasil, Estados, municípios e por escola. Os dados mais recentes se referem à avaliação realizada em 2015.

De acordo com a escala de proficiência do Saeb, os resultados de matemática indicam que os estudantes não seriam capazes, por exemplo, de fazer cálculos simples de probabilidade.

UOL

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Alunos da rede pública da Paraíba apresentam baixo desempenho em português e matemática

Foto: Walla Santos
Foto: Walla Santos

A organização não-governamental ‘Todos pela educação’ apontou que os índices de aprendizagem de português e matemática, ensinados no 5º e 9º ano do ensino fundamental na rede pública estadual, está abaixo da média.

De acordo com o levantamento , dos 218 municípios da Paraíba que foram avaliados, apenas 32 atingiram a média em matemática, em 2013. Já na disciplina de português, 79 municípios atingiram a média.

O estudo revela também que no 5º ano, existiu maior aprendizado em matemática do que em português. Em 2013, apenas 37% dos municípios atingiram a meta da língua portuguesa, enquanto em matemática, o percentual foi de 46,4%. Já no 9º ano, 54,1% apresentaram melhor desempenho em português e apenas 14,7% foram bem avaliados em matemática.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Segundo o TPE, para atingir a meta de aprendizado, o aluno precisa atingir ou superar os índices estabelecidos a cada ano avaliado. No 5º ano, a meta é de 225 em língua portuguesa e 200 em matemática. No 9º ano, precisam alcançar uma média igual a 300 em matemática e 275 em português.

 

BlogdoGordinho

Paraíba gera 2.448 vagas em novembro e mantém terceiro melhor desempenho do Nordeste

sine-pbA Paraíba manteve o saldo positivo no segundo semestre e gerou 2.448 postos de trabalho em novembro, uma alta de 29,11% sobre as vagas geradas no mês anterior (1.817), segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta quinta-feira (18) pelo Ministério do Trabalho. O número é resultado da diferença entre admissões (13.922) e demissões de trabalhadores (11.474). Os dois setores que alavancaram as vagas foram comércio (1.301 postos) e os serviços (1.251 postos), seguidos ainda de indústria de transformação (630).

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

No acumulado de janeiro a novembro, o saldo da criação de empregos já é o terceiro maior do Nordeste com acréscimo de 17.675 postos, uma alta de 14,19% sobre os onze meses do ano passado. Os Estados do Ceará (50.732) e da Bahia (42.826) lideram no ano a geração de emprego na região, de acordo com os dados ajustados divulgados pelo ministério. Os Estados de Pernambuco (3.003) e Alagoas (3.305) estão ainda com saldo negativo no ano.

Apesar de as oito atividades econômicas apresentarem saldo positivo neste ano no Estado, os setores que mais geraram vagas nos onze meses foram serviços (9.828), comércio (4.364) e construção civil (2.246).

Entre as cidades do Estado, Campina Grande liderou postos em novembro (1.033), seguido de João Pessoa (601), Guarabira (144) e Patos (100), mas no acumulado do ano a capital paraibana lidera com folga nos onze meses (7.848) a geração de empregos do Estado. Outras cidades como Campina Grande (2.615) e Guarabira (595) criaram mais postos no ano.

NO PAÍS – Após registrar perdas de 30 mil empregos em outubro, o Brasil gerou apenas 8.381 empregos com carteira assinada em novembro. O número é resultado da diferença entre admissões (1.613.006) e demissões de trabalhadores (1.604.625). O número representa uma queda de 88% na comparação com o registrado em novembro do ano passado, quando o país gerou 69.361 vagas de emprego, na série com ajuste – que incorpora as informações declaradas fora do prazo. Na série sem ajuste, considerando a criação de 47.486 postos em novembro de 2013, houve queda de 82%.

Em termos de regiões geográficas, o Sul do País apresentou o melhor desempenho, com 24,2 mil novos postos de trabalho. Em seguida, veio o Nordeste, com 11,2 mil novos postos de trabalho. Na região, o comércio foi o principal puxador do nível de emprego. Das 27 unidades da Federação, 14 apresentaram desempenho positivo na geração de empregos. O pior Estado foi São Paulo, com 18 mil vagas a menos e desempenho puxado pela indústria.

Secom-PB

Economia da Paraíba apresenta bom desempenho em 2012 e supera média nacional

economiaO Produto Interno Bruto (PIB) da Paraíba, em 2012, cresceu 4,0% em relação ao ano anterior, superando a média nacional, que foi de 1,0%, e alcançando o valor de R$ 38,731 bilhões. Segundo o Instituto de Desenvolvimento Municipal e Estadual da Paraíba (Ideme), o bom desempenho econômico do Estado se deve, principalmente, ao crescimento das atividades do setor de Serviços (4%).

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Dentre as atividades do setor de Serviços, as que mais colaboraram para o resultado favorável foi o Comércio, que obteve o segundo maior crescimento: 10,6%; e as atividades relacionadas ao Transporte que cresceram 9%. Já a atividade Administração, saúde e educação públicas – APU, apesar de ter, tradicionalmente, o maior peso para a economia paraibana (31,8%), registrou uma perda de participação neste ano, mesmo tendo crescido 1,2%.

Além do setor de Serviços, o setor Industrial também registrou o expressivo crescimento de 8,6%, impulsionado, especialmente, pela construção civil, que cresceu 16,8%. Já o setor Agropecuário não contribuiu positivamente para o PIB de 2012, pois apresentou uma queda de 26%, devido ao grande período de estiagem registrado na região Nordeste do país. Com esses resultados, a composição percentual do valor adicionado pela economia paraibana passou a ser: Agropecuária 3,6%, Indústria 22,8% e os Serviços 73,7%.

Apesar do bom desempenho, a Paraíba manteve-se na 19º posição no ranking nacional e na 6ª posição no regional.

De acordo com o superintendente do Ideme, Mauro Nunes, o bom desempenho econômico da Paraíba alcançado em 2012 é reflexo dos investimentos e das políticas públicas que o Governo do Estado tem direcionado para setores de Serviços, como o Turismo, o Artesanato, a Cultura e a Gastronomia, com objetivo de gerar mais emprego e renda. “O atual governo entendeu que, criando um ambiente favorável para o desenvolvimento, iremos atrair investidores. E é isso que de fato está acontecendo”, destacou Mauro Nunes, lembrando que a cada dia novos investidores estão aportando na Paraíba e que o desenvolvimento econômico sustentável da Paraíba está apenas começando.

O resultado do PIB da Paraíba foi divulgado pelo Ideme, nesta sexta-feira (14), durante coletiva à imprensa, em João Pessoa. A solenidade, presidida por Mauro Nunes, contou com representantes do Ideme e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que são parceiros na elaboração das contas regionais. Dentre eles estavam: o superintendente adjunto do Ideme, Jakson Amâncio, o diretor do IBGE na PB, Roberto Salgado; e o gerente do Departamento de Informações para o Planejamento do Ideme, Geraldo Lopes, que esclareceram as dúvidas dos presentes.

Secom-PB

MEC fará pesquisa para saber desempenho profissional de quem fez o Enade

mecO Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) – autarquia do Ministério da Educação – fará pesquisa nacional com os egressos da educação superior, que participaram do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), edições de 2009 e 2012. Segundo a autarquia, o objetivo é coletar informações sobre empregos obtidos por profissionais formados.

A pesquisa será enviada por e-mail a cerca de 396 mil profissionais que fizeram o Enade em administração, ciências contábeis, comunicação social – com habilitação em jornalismo, publicidade e propaganda -, design, direito, economia, psicologia, secretariado executivo e turismo.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O tema do e-mail será Pesquisa Nacional sobre Egresso e Seu Perfil de Empregabilidade. O tempo de resposta estimado é cinco minutos e o prazo para envio das respostas vai até 8 de agosto. Todos os entrevistados terão a identidade preservada.

A divulgação dos resultados está prevista para abril de 2015. O Inep informa que os dados servirão para verificar o impacto da política de avaliação do Enade e estabelecer a relação entre o exame, a qualidade da educação superior e a capacidade de conseguir trabalho.

Fonte: Agência Brasil

Pesquisa aponta que cólicas menstruais afetam desempenho em testes de atenção

colicasDesconforto, náuseas, dores e… burrice. Pesquisadores da Universidade de Bath, no Reino Unido, descobriram que mulheres com cólicas menstruais têm pior performance em tarefas com computador. Isto porque as dores reduzem o nível de atenção.

– Observamos como a dor vivida por muitas mulheres a cada mês afeta suas habilidades em diversas tarefas complexas – explicou ao “Daily Mail” o professor do Departamento de Psicologia Ed Keogh, principal autor do estudo.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Os pesquisadores pediram que 52 mulheres adultas com cólicas menstruais completassem testes de atenção, que mediam suas capacidades de escolher entre tarefas concorrentes, de concentração e de mudar o foco de atenção entre duas tarefas.

– Quanto mais entendermos sobre como as pessoas experimentam a dor, melhores serão os mecanismos para ajudá-las a lidar com isso – disse Keogh.

As cólicas menstruais afetam mais de 40% das mulheres no mundo, sendo que 15% relatam graves sintomas.

O Globo

Desempenho: Pilates melhora o sexo e ajuda a ter orgasmo

Foto: Marcelo Theobald / Extra
Foto: Marcelo Theobald / Extra

Você já deve ter ouvido falar sobre os enormes benefícios do pilates para a saúde. A atividade com bola promove fortalecimento e alongamento corporal, além de queimar calorias e emagrecer. Mas você sabia que ele também pode ser um grande aliado quando o assunto é sexo?

Como ter mais prazer

Tudo isso acontece graças fortalecimento do períneo, uma quase desconhecida, mas muito importante parte do corpo. O pilates age aumentando o potencial dessa área, que, entre outras funções, torna mais fácil atingir o ápice do prazer, já que aumenta as contrações da vagina durante o orgasmo. Mais do que isso: ele incha com a excitação feminina, aumenta a irrigação sanguínea e se torna mais sensível, virando uma importante zona erógena.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Segundo a professora Sandra Tofoli, da Cia do Corpo, além do trabalho direto com o assoalho pélvico (períneo), o esporte melhora a condição física global, gerando a possibilidade de novas posições ou posições mais ousadas na hora do prazer.

180 Graus

Como limpar registros com o CCleaner e melhorar o desempenho do seu PC

vassouraO registro é um componente importante do Windows, mas é muitas vezes ignorado pelos usuários. Isso ocorre por que esta parte do sistema operacional não interfere na vida do usuário comum e raramente é necessário modificar alguma de suas configurações. Mas, devido ao grande número de informações que, com o passar do tempo, se acumulam no banco de dados, pode ser preciso fazer uma limpeza.

Limpar os registros do computador garante que entradas desnecessárias sejam eliminadas, melhorando a performance do sistema. Existem vários programas que podem fazer limpeza no registro do Windows. Neste tutorial, vamos usar o CCleaner para o processo; acompanhe e veja como funciona.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Passo 1. A partir da tela inicial do CCleaner, clique em “Registro” e, em seguida, em “Procurar Erros”;

Limpando o registro do sistema com o CCleaner (foto: Reprodução/João Kurtz)Limpando o registro do sistema com o CCleaner (foto: Reprodução/João Kurtz)

Passo 2. O processo de busca dos problemas vai começar automaticamente. Quando ele estiver concluído, é possível conferir os erros encontrados pelo programa. Caso não queira mudar uma alteração, basta clicar na caixa e desmarcá-la. Em seguida, clique em “Corrigir erros selecionados”;

Limpando o registro do sistema com o CCleaner (foto: Reprodução/João Kurtz)Limpando o registro do sistema com o CCleaner (foto: Reprodução/João Kurtz)

Passo 3. Uma nova janela vai surgir perguntando se o CCleaner deve fazer um backup das informações que serão modificadas. A janela seguinte traz informações sobre cada erro do registro que será corrigido. É possível visualizar e corrigir cada um deles individualmente ou todos ao mesmo tempo;

Limpando o registro do sistema com o CCleaner (foto: Reprodução/João Kurtz)Limpando o registro do sistema com o CCleaner (foto: Reprodução/João Kurtz)

Passo 4. Após corrigir os erros, basta clicar em “Fechar” para terminar o processo de limpeza.

 

 

techtudo