Arquivo da tag: derruba

Por 6 a 5, STF derruba validade da prisão após a segunda instância

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quinta-feira (7) contra a validade da execução provisória de condenações criminais, conhecida como prisão após a segunda instância. Por 6 votos a 5, a Corte reverteu seu próprio entendimento, que autorizou as prisões, em 2016.

Com a decisão, os condenados que foram presos com base na decisão anterior poderão recorrer aos juízes que expediram os mandados de prisão para serem libertados. Segundo o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o julgamento terá impacto na situação de 4,8 mil  presos.

Os principais condenados na Operação Lava Jato podem ser beneficiados, entre eles, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso desde 7 de abril do ano passado, na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, após ter sua condenação por corrupção e lavagem de dinheiro confirmada pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), no caso do tríplex do Guarujá (SP), além do ex-ministro José Dirceu e ex-executivos de empreiteiras. Segundo o Ministério Publico Federal (MPF), cerca de 80 condenados na operação serão atingidos.

Votos

Após cinco sessões de julgamento, o resultado foi obtido com o voto de desempate do presidente da Corte, ministro Dias Toffoli. Segundo o ministro, a vontade do Legislativo deve ser respeitada. Em 2011,  uma alteração no Código de Processo Penal (CPP) definiu que “ninguém será preso, senão em flagrante delito ou em decorrência de sentença condenatória transitada em julgado. De acordo com Tofolli, a norma é constitucional e impede a prisão após a segunda instância.

“A vontade do legislador, a vontade do Parlamento, da Câmara dos Deputados e do Senado da República foi externada nesse dispositivo, essa foi a vontade dos representantes do povo, eleitos pelo povo.”, afirmou.

Durante todos os dias do julgamento, os ministros Edson Fachin, Alexandre de Moraes, Luís Roberto Barroso, Luiz Fux e Cármen Lúcia votaram a favor da prisão em segunda instância. Marco Aurélio, Ricardo Lewandowski, Rosa Weber, Gilmar Mendes e Celso de Mello se manifestaram contra.

Entenda

No dia 17 de outubro, a Corte começou a julgar definitivamente três ações declaratórias de constitucionalidade (ADCs), relatadas pelo ministro Marco Aurélio e protocoladas pela Ordem dos Advogados, pelo PCdoB e pelo antigo PEN, atual Patriota.

O entendimento atual do Supremo permite a prisão após condenação em segunda instância, mesmo que ainda seja possível recorrer a instâncias superiores. No entanto, a OAB e os partidos sustentam que o entendimento é inconstitucional e uma sentença criminal somente pode ser executada após o fim de todos os recursos possíveis, fato que ocorre no STF e não na segunda instância da Justiça, nos tribunais estaduais e federais. Dessa forma, uma pessoa condenada só vai cumprir a pena após decisão definitiva do STF.

A questão foi discutida recentemente pelo Supremo ao menos quatro vezes. Em 2016, quando houve decisões temporárias nas ações que estão sendo julgadas, por 6 votos a 5, a prisão em segunda instância foi autorizada. De 2009 a 2016, prevaleceu o entendimento contrário, de modo que a sentença só poderia ser executada após o Supremo julgar os últimos recursos.

Veja como votou cada ministro do Supremo

A favor da prisão em segunda instância:

Alexandre de Moraes, Luís Roberto Barroso, Edson Fachin, Luiz Fux e Cármen Lúcia,

Contra a prisão em segunda instância, ou seja, prisão somente após o chamado trânsito em julgado:

Celso de Mello, Marco Aurélio Mello, Rosa Weber, Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes.

 

 (Foto: Reprodução /Agência Brasil / Carlos Alves Moura)
Agência Brasil

 

 

Elefanta Lady derruba cerca e escapa de área protegida em zoológico de João Pessoa

A elefanta Lady, que vive no Parque Zoobotânico Arruda Câmara, a Bica, em João Pessoa desde 2014, rompeu a cerca elétrica de proteção do recinto onde ela mora e entrou cerca de cinquenta metros no espaço público da Bica nesta segunda-feira (17). Não haviam visitantes no parque, uma vez que o local não abre nas segundas-feiras.

De acordo com a Prefeitura de João Pessoa, por causa das chuvas registradas desde a quinta-feira (13), houve uma pane no sistema da cerca elétrica, que ficou desligada. A elefanta percebeu a falta de eletricidade e rompeu parte da cerca. Ainda segundo a prefeitura, o problema foi resolvido ainda na manhã desta segunda-feira e Lady voltou para o recinto dela.

A elefanta já havia escapado do recinto outra vez, em 2014, quando ainda estava em uma área provisória. Na ocasião, o diretor da Bica, Jair Azevedo, explicou que ela “só queria brincar”, e que não estava agindo de forma violenta. Nesta segunda, Lady saiu do recinto e foi recapturada pastando fora do cercado.

Antes de chegar na Bica, em 2014, Lady passou quase 40 anos realizando apresentações em circos e percorrendo o país em contêineres. Ela nasceu em cativeiro e era uma das principais atrações do Circo Europeu Internacional até ser doada à Prefeitura de João Pessoa.

G1

 

Treze desencanta e derruba o líder Sampaio Corrêa-MA

Foram dois meses sem vencer um jogo. Mas neste domingo, o time alvinegro finalmente deu um chute no azar e conseguiu desencantar na Série C do Brasileiro. Melhor ainda: em cima do até então invicto e líder Sampaio Corrêa do Maranhão, no estádio Amigão, com show do meia Marcelinho Paraíba.

A vitória por 3 a 0 sobre o time maranhense, com gols marcados por Marcelinho Paraíba (2) e Anderson Penna, deixou o Galo um pouco mais aliviado na competição. Isso porque, o time chegou aos seis pontos e saiu da zona de rebaixamento no Grupo A. Já o Sampaio deixou a liderança, com 11 pontos.

Pressionado pelos maus resultados nas últimas rodadas, o Treze entrou em campo disposto a se recuperar na competição, contra o líder Sampaio Corrêa. A prova disso foi que, logo aos dois minutos, o time saiu na frente do placar.

Marcelinho Paraíba cobrou a falta com precisão, a bola foi no ângulo e saiu para o abraço. Festa da torcida trezeana. O Sampaio não se abalou e foi pra cima do Treze em busca do empate. Thiaguinho mandou para a área, a bola passou por todo mundo e sobrou para Cesinha. O atacante ajeitou e bateu da entrada da área, mas para fora.

O Galo estava melhor em campo. E já nos acréscimos chegou ao segundo gol. Marcelinho Paraíba cobrou o escanteio, Juninho desviou de cabeça, e o zagueiro Anderson Penna apareceu, de carrinho, para ampliar.

Foto: Ascom/Treze

Foto: Ascom/Treze

Na segunda etapa, o Bolívia Querida veio com duas modificações: Moisés e Esquerdinha nos lugares de Victor e Lucas Gabriel. Já o Galo manteve a mesma formação e o ímpeto do primeiro tempo.

Aos cinco minutos, o time alvinegro ampliou para 3 a 0, com gol de pênalti convertido por Marcelinho Paraíba. Júlio Pacato fez o cruzamento e na sequência, o defensor do Sampaio desviou de mão. O camisa 10 cobrou com tranquilidade para marcar o seu segundo tento no jogo.

Com a vitória praticamente construída, o Treze procurou jogar com mais cautela para não ser surpreendido pelo adversário nos contra-ataques. E foi assim até o apito final do árbitro gaúcho Vinicius Gomes do Amaral

Ficha Técnica

Treze x Sampaio Corrêa-MA

Data: 02/06/2019

Local: Estádio Amigão/Campina Grande

Competição: Série C/ Grupo A (6ª rodada)

Arbitragem: Vinicius Gomes do Amaral, André da Silva Bitencourt e Fabrício Lima Baseggio (RS)

Gols: Marcelinho Paraíba (aos 2’ do 1ºT) para o Treze, Anderson Penna (aos 46’ do 1ºT) para o Treze, Marcelinho Paraíba (aos 5’ do 2ºT) para o Treze

Cartões amarelos: Victor, Douglas Assis (SC), Juninho, Júlio Pit, Gil (T)

Treze: Mauro Iguatu, Thiaguinho, Anderson Penna, Júlio Pit e Silva; Juninho, Diego Silva, Marcelinho Paraíba (Patrick) e Cesinha (Gil); Júlio Pacato e Eduardo (Maxuel Samurai). Técnico: Flávio Araújo.

Sampaio Corrêa: Andrey, Everton, Vitor (Moisés), Douglas Assis e Lucas Gabriel (Esquerdinha); Eloir, Felipe Dias, Cleitinho (João Paulo) e Welder; Dedé e Ulisses. Técnico: Julinho Camargo.

 

Paraibaonline

 

 

 

TRF derruba liminar que impedia enfermeiros de requisitar exames

Divulgação/Secom-JP
Imagem Ilustrativa

O  presidente do Tribunal Regional Federal da 1ª Região acatou recurso contra a liminar da 20ª Vara Cível do Distrito Federal, que impedia a requisição de exames por enfermeiros, prejudicando o atendimento a pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). A liminar está suspensa até o julgamento do mérito do processo.

Recurso da Advocacia-Geral da União apontou que a liminar baseou-se em “premissas equivocadas” e representou “indevida ingerência do Poder Judiciário na execução da política pública de Atenção Básica do Sistema Único de Saúde”, gerando “grave lesão à ordem público-administrativa e à saúde pública”.

A solicitação de exames de rotina e complementares é realidade consolidada no Brasil desde 1997, quando foi editada a Resolução Cofen 195/97 (em vigor). A consulta de Enfermagem, o diagnóstico de Enfermagem e a prescrição de medicamentos em protocolos são competências dos enfermeiros estabelecidas na Lei 7.498/1986, regulamentada pelo Decreto 94.406/1987 e pela Portaria MS 2.436/2017.

A restrição imposta pela decisão liminar afetou o atendimento a milhares brasileiros, atrasando ou inviabilizando exames essenciais, inclusive pré-natais, além de interromper protocolos da Estratégia de Saúde da Família, prejudicando programas como o acompanhamento de diabéticos e hipertensos (“hiperdia”), tuberculose, hanseníase, DST/Aids, dentre outros.

O Conselho Federal de Enfermagem (Cofen)  permanece firme na missão constitucional de regular e fiscalizar a profissão, e continuará tomando todas as medidas judiciais necessárias para salvaguardar o pleno atendimento à população.

“O bom-senso prevaleceu. Os profissionais de Enfermagem poderão continuar fazendo o que sabem e fazem bem: cuidar da Saúde das pessoas”, comemorou o presidente do Cofen, Manoel Neri. “É uma retumbante vitória da Enfermagem e do Sistema Único de Saúde”.

Fonte: Ascom – Cofen

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Fã invade palco, derruba Simaria e leva soco de Simone; assista

(Thiago Duran/AgNews)

Neste domingo (25), Simone e Simaria se apresentaram no São João de Amargosa, evento que ocorre anualmente em Amargosa, na Bahia, e viveram uma situação tensa na atração.

Enquanto a dupla cantava a música Regime Fechado, um fã invadiu o palco, agarrou Simaria e derrubou a cantora no chão. Ao ver a cena, instintivamente Simone deu um soco no rapaz.

“Vocês vão me perdoar, mas na hora que eu vi o cara derrubar a minha irmã no chão, eu meti a porrada mesmo. Eu dou a minha vida pela a minha irmã, e numa situação dessa, o meu instinto de irmã falou mais alto. Que coisa absurda”, afirmou a Simone.

Após o desabafo, a estrela ironizou a situação. “Quer beijar? Beija com carinho, cheira, miséria, porque eu tô cheirosa. Tá bem, filha? O cabelo tá enorme, pode abaixar aí pra dar uma melhorada. E ele ainda pegou no meu braço e deu uma unhada, aquele filho de rapariga”, disse Simone, aos risos.

Assista:

observatoriodatelevisao

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Grupo rouba carro, faz refém, bate e derruba poste em João Pessoa

acidenteQuatro homens suspeitos de sequestro-relâmpago foram detidos na madrugada desta sexta-feira (17) após baterem um carro roubado em um poste na Avenida Tancredo Neves, no bairros do Ipês, em João Pessoa. Segundo informações da Polícia Militar, cinco homens abordaram o dono do carro na Avenida Maria Rosa, no bairro de Manaíra, quando a vítima chegava em casa. Dentro do veículo com o refém, o grupo iniciou uma série de assaltos.

De acordo com o sargento Henrique, da Polícia Militar, o dono do carro foi colocado no banco de trás e ameaçado várias vezes com uma faca. Ainda de acordo com a polícia, os suspeitos estavam armados com um revólver e uma pistola. Os assaltos praticados pelo suspeitos foram na área da orla e posteriormente no Centro de João Pessoa, onde o grupo roubou alguns taxistas.

Antes do acidente, retornando após os assaltos praticados no Centro, o grupo libertou o dono do veículo no bairro de Mandacaru, nas imediações de uma empresa de ônibus de João Pessoa. O acidente aconteceu logo depois, na Av. Tancredo Neves, após os criminosos perderem o controle do veículo. Após a batida, os suspeitos fugiram, mas foram identificados pela polícia.

“Uma equipe do Bope [Batalhão de Operações Especiais] foi a primeira a chegar no local do acidente e fez buscas no Bairro São José. Quatro desses indivíduos foram localizados. Um deles estava bastante machucado e foi levado pela própria PM e para o Hospital de Trauma de João Pessoa”, comentou.

Entre os detidos, três são jovens e um é adolescente. Na colisão, o carro roubado ficou destruído e o poste caiu interditando uma das faixas da Avenida Tancredo Neves, no sentido Centro-praia. A Polícia Militar segue fazendo buscas para localizar o quinto suspeito. A polícia não informou se o dono do carro feito refém foi ferido durante o sequestro-relâmpago.

G1 PB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Em Guarabira: Após apresentar falha mecânica, ônibus derruba parede de residência e por pouco não atinge moradora

casaUm ônibos escolar atingiu uma residência no município de Guarabira após, segundo o motorista, apresentar falhas mecâncias e, no momento do devido problema, o veículo teria ficado impossibilitado de qualquer tipo de controle segundo o depoimento dado pelo condutor do veículo.

“Desci do ônibus para fazer observações rotineiras e, ao descer do veículo após ter acionado o freio de mão, ele teria saído desgovernado e, sem a mínima possibilidade de evitar o insidente, ele atigiu a casa. Felizmente foram apenas danos materiais e ninguém ficou ferido.” – relatou o condutor do ônibos.

No momento do incidente uma mulher estava no interior da residência, mas não foi atingida. Devido o nervosismo, a mulher foi socorrida para o Hospital Regional de Guarabira por causa de uma tensão emocional apenas pelo susto, mas não sofreu nenhum ferimento.

portalindependente

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

PF faz 2ª fase de operação que fechou Mega Filmes HD e derruba mais 3 sites

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (13) a segunda fase da Operação Barba Negra, que desarticulou uma organização especializada na prática de crimes contra os direitos autorais pela internet. Foram expedidos 12 mandados de busca e apreensão e cinco de prisão pela 1ª Vara Federal de Sorocaba (SP).

A primeira fase da operação foi em novembro de 2015, quando a Polícia Federal tirou do ar o site site Mega Filmes HD, que oferecia um acervo com cerca de 150 mil filmes, documentários, séries de TV e shows.

Cinco pessoas foram presas nesta quinta-feira e um homem está foragido. Os mandados foram cumpridos em São Paulo, Minas Gerais, Paraíba e Pernambuco. A operação contou com a cooperação internacional da Interpol, que permitiu a retirada do ar os sites Armagedomfilmes.biz, Filmesonlinegratis.net e Megafilmeshd20.org. Entretanto, esses dois últimos ainda podiam ser acessados até as 11h50 desta quinta-feira.

Em Belo Horizonte, um hacker foi preso em casa, segundo a PF. O imóvel foi alvo de buscas. Um segundo mandado de prisão temporária contra outro morador da capital mineira não foi cumprido pois ele não está na cidade. A polícia cumpre ainda outros dois mandados de busca e apreensão na região.

Domínios estão sob custódia da Polícia Federal (Foto: G1 )Domínios de sites estão sob custódia da Polícia
Federal (Foto: Armagedomfilmes.biz)

Segundo a PF, os sites operam de maneira ilegal no Brasil e disponibilizam conteúdo sem o pagamento de direitos autorais. As três páginas recebem uma média de 768 milhões de visitas anuais, com mais de 11 mil títulos disponíveis para streaming, com acessos partindo do Brasil e de vários países do mundo, especialmente Portugal e Japão.

Por conta da grande quantidade de acessos, comparável a grandes portais legítimos no Brasil, os sites atraem redes de propaganda online nacionais e estrangeiras. A receita obtida é foco da segunda fase da operação. Os investigados responderão pela prática dos crimes de constituição de organização criminosa com pena três a oito anos e multa, além de violação de direitos autorais com pena de dois a quatro anos e multa.

*Com informações do G1 MG

Site tinha mais de cinco mil filmes em seu catálogo.  (Foto: G1 )Apesar de ter sido fechado em 2015, site Mega Filmes HD funcionava em outro domínio (Foto: Reprodução)
G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

TJ da PB derruba portaria do governo e libera bebida alcoólica no dia da eleição

 (Foto: Walla Santos)
(Foto: Walla Santos)

O Tribunal de Justiça da Paraíba acatou pedido de segurança da Associação de Bares e Restaurante (ABRASEL) e derrubou portaria do Governo do Estado suspendendo a comercialização e consumo de bebidas alcoólicas no próximo domingo (2), dia das eleições municipais.

A liminar foi concedida pelo desembargador Fred Coutinho que entendeu que a portaria fere os princípios constitucionais de que “uma pessoa não pode ser impedida de fazer ou deixar de fazer alguma coisa em virtude da lei”.

A decisão suspende a eficácia de ato normativo editado pelo secretário de Segurança Pública do Estado da Paraíba, Cláudio Lima  e publicado no Diário Oficial do Estado.

Ainda de acordo com o desembargador, não existe na legislação nenhuma  previsão sobre a venda de bebida alcoólica e que, a sua proibição, levaria prejuízo aos bares e restaurantes.

MaisPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Flu derruba Corinthians nos acréscimos e se aproxima do G-4

ciceroNos acréscimos, o Fluminense venceu o Corinthians por 1 a 0 na fria tarde de domingo (25) na 27ª rodada do Brasileirão. O jogo, que teve o pior público da história de Itaquera, aproximou o Tricolor das Laranjeiras do grupo dos quatro classificados para a próxima Copa Libertadores. Já os anfitriões do confronto se afastaram do G-4.

O jogo voltou a ter polêmica envolvendo a arbitragem, mas com bem menos intensidade ao comparar o encontro entre as equipes no meio de semana. Marcos Júnior foi agarrado por Marquinhos Gabriel dentro da área, mas Anderson Daronco não marcou a infração.

Com o resultado, o Fluminense chegou aos 43 pontos e subiu para a quinta colocação. Já o Corinthians se afastou do G-4, ficou em sétimo, com os mesmos 41 pontos somados.

Pelo Brasileirão, o Corinthians volta a jogar no próximo sábado, às 16h30, contra o Botafogo, fora de casa. Antes disso, volta a jogar em casa diante do Cruzeiro, pela partida de ida das quartas de finais da Copa do Brasil. Eliminado da competição mata-mata, o Fluminense recebe o Sport no mesmo dia, mas às 11h, pelo Brasileirão.

Goleiros trabalham bem

A exemplo do que se passou na quarta-feira, o primeiro tempo não teve rede balançando. A diferença, no entanto, é que o futebol apresentado pelas duas equipes é bem melhor. Walter (que, de última hora, substituiu Cássio que sentiu dores no aquecimento) e Júlio César precisaram trabalhar.

O corintiano, aliás, fez praticamente um milagre ao impedir o gol de Marcos Junior aos 24 minutos. O atacante fez a diagonal após passe de Scarpa e finalizou bem, mas viu Walter evitar a abertura do placar. Um minuto depois, foi a vez do goleiro tricolor trabalhar após boa jogada de Romero, que deu até rolinho no adversário.

Polêmica de arbitragem (de novo)

Os jogadores do Fluminense ficaram reclamando bastante de um pênalti de Marquinhos Gabriel em Marcos Junior. As imagens da televisão mostram o corintiano impedindo o atacante da equipe carioca de disputar a bola. Na quarta-feira, jogadores, membros da comissão técnica e da diretoria deixaram Itaquera revoltados com três gols anulados por impedimento e dois supostos pênaltis que não foram assinalados.

Fluminense põe Walter para trabalhar

Walter voltou a se destacar por boas defesas no início do segundo tempo. Novamente o duelo foi com Marcos Junior, que disparou pela direita e chutou cruzado. De ponta de dedo, o corintiano voltou a evitar que sua meta fosse vazada. A resposta veio com dois bons chutes de Giovanni Augusto em um espaço de dez minutos depois: Júlio César caiu bem para fazer defesas seguras.

Gum deixa taco espanar e quase faz gol contra

Quando a torcida corintiana começava a se conformar com o empate, Gum quase passou vergonha em Itaquera. A bola foi alçada na área do Fluminense, e o zagueiro tentou afastar o perigo de primeira. O problema foi que a bola bateu na canela do atleta e parou no travessão de Júlio César.

Carille repete escalação e bola não chega em Romero

Fábio Carille voltou a escalar a equipe com a mesma formação no seu segundo jogo no comando do Corinthians. A exceção foi Cássio, que precisou ser substituído por causa de dores no ombro. O time valorizou a posse de bola, revezava com chegadas de Giovanni Augusto, Rodriguinho e Marquinhos Gabriel à frente, mas tinha dificuldades de colocar Romero para jogar.

Nas vezes que conseguiu, levou perigo a Júlio César. Romero, inclusive, encaixou uma bela bicicleta aos 34 minutos do 2º tempo, mas viu o goleiro voltar a defender bem. Marlone quase não tocou na bola e foi substituído por Lucca.

Nos acréscimos!

No último minuto dos acréscimos, o Fluminense surpreendeu o Corinthians com o gol da vitória. Scrapa levantou na área, a bola sobrou para Magno Alves, que tocou para Cícero mandar para o fundo das redes.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 0 X 1 FLUMINENSE

Data: 25 de setembro, domingo
Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco – RS (FIFA)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (Asp-Fifa) e Elio Nepomuceno de Andrade Junior  (ambos do RS)
Cartões amarelos: Guilherme Arana, Giovanni Augusto e Gustavo (Corinthians); Gum e Henrique (Fluminense)
Público e renda: 19.183 pessoas e R$ 914.004,50

Gol: Fluminense – Cícero, aos 49 minutos do segundo tempo

CORINTHIANS: Walter; Fagner, Yago, Balbuena e Arana; Camacho; Rodriguinho, Giovanni Augusto (Gustavo), Marquinhos Gabriel e Marlone (Lucca); Romero
Técnico: Fábio Carille

FLUMINENSE: Julio Cesar; Igor Julião, Henrique, Gum e Willian Matheus; Pierre, Douglas (Marquinho), Cícero e Gustavo Scarpa; Wellington (Magno Alves) e Marcos Júnior (Richarlison)
Técnico: Levir Culpi

Uol

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br