Arquivo da tag: depois

Depois da dor da morte, o constrangimento pela espera do ‘Rabecão’

GEDSC DIGITAL CAMERA

Os municípios localizados nas proximidades de Patos e Guarabira sofrem com uma situação, no mínimo, inusitada, e que aumenta o sofrimento de muitas famílias: a demora no recolhimento de corpos de pessoas vítimas de crimes ou acidentes nas regiões do Sertão e Agreste paraibanos. O problema é que os Núcleos de Medicina e Odontologia Legal (Numol) dessas duas cidades atendem uma área grande e não conseguem dar conta da alta demanda de ocorrências. Só este ano, até novembro, foram realizadas 686 necropsias nessas duas sedes, que atendem, as duas, 141 municípios.

De acordo com a perita e subchefe do Numol em Guarabira, Michele Ísola Gomes, o prédio onde as necropsias são realizadas, também chamado de Unidade de Medicina Legal (UML) ou Instituto de Polícia Científica (IPC), apresenta problemas hidráulicos, elétricos e até logísticos, como falta de materiais para realização dos exames cadavéricos. Além disso, os chamados rabecões, dois veículos destinados ao transporte de mortos na região, também costumam apresentar problemas mecânicos que chegam a inviabilizar as operações de recolhimento de corpos.

“Em Guarabira nós trabalhamos com uma equipe em cada dia. Se acontecer duas ocorrências em horários próximos, quem chamou por último vai esperar bastante. Porque só temos um rabecão, um motorista, um médico, um odonto, um químico, um  perito criminal, um necrotomista e um técnico de perícia por plantão. Se, por exemplo, acontecer uma ocorrência em Itabaiana e outra em Araruna com meia hora de diferença, irá dar confusão de horário e ficar cadáver no meio da rua por conta desse problema operacional, de área e demanda grande e pessoal reduzido”, disse Michele.

Problema parecido aconteceu a uma família no município de Solânea, distante aproximadamente 40km de Guarabira. De acordo com Maria Araújo (nome fictício para não revelar a identidade da entrevistada), a tia dela, de 50 anos, casada e mãe de três filhos, morreu em um acidente doméstico no dia 19 de agosto, por volta das 14h, mas o rabecão do Numol só chegou à residência onde a morte aconteceu por volta das 21h. A liberação do corpo para velório só aconteceu no dia seguinte, às 12h.

Segundo a Secretaria da Segurança e da Defesa Social, o Instituto de Polícia Científica da Paraíba dispõe de 14 rabecões próprios para atendimento em todo o Estado. Sendo três em João Pessoa, dois em Campina Grande, três em Guarabira, um em Monteiro, um em Itaporanga, um em Patos, um Catolé do Rocha, um em Sousa e um em Cajazeiras.

“Minha tia morreu às 14h. Acionamos a polícia e o Numol poucos minutos depois, mas até as 21h, que foi a hora que o rabecão chegou, a família toda teve que passar pelo constrangimento de curiosos que entravam e saíam de casa para ver o que tinha acontecido e como ela tinha morrido. Por conta de toda a demora na remoção e liberação, o corpo da minha tia só começou a ser velado 24h depois do acidente. Outro problema que nós do interior enfrentamos é o fato do laudo cadavérico não sair na mesma hora. No nosso caso, a família só teve acesso ao documento três meses depois”. Maria Araújo (nome fictício), moradora de Solânea.

Distâncias atrapalham serviço

O diretor do Numol em Patos, Dionísio Costa, afirmou que o que atrapalha as operações de recolhimento de cadáveres no Sertão são as longas distâncias entre as 87 cidades atendidas pelo núcleo. Ele explicou que apesar da sede da região estar localizada em Patos, a equipe tem suporte também nos municípios de Sousa, Itaporanga, Cajazeiras e Catolé do Rocha. “Temos cinco rabecões nas cinco cidades, mas os veículos encontram-se em condições razoáveis, sempre tem dois ou três em manutenção. Não temos como impedir a demora na liberação nos corpos, porque na verdade o tempo gasto é no deslocamento”, afirmou.

Para solucionar esse problema o diretor do Numol/Patos lembrou que o governador já sinalizou que pretende construir uma Unidade de Medicina Legal em Cajazeiras. “Se isso acontecer, vai ajudar muito a melhorar nosso atendimento. É uma obra extremamente necessária, porque a região é muito extensa e precisa de um outro núcleo para melhor atendermos as famílias nesses momentos de tanta fragilidade”, pontuou Dionísio.

Falta espaço na Capital. Enquanto isso, em João Pessoa, o que preocupa o diretor geral do IPC, Israel Aureliano da Silva Neto, é a falta de espaço no prédio, que foi construído, segundo ele, em 1970 e já não comporta a demanda da região metropolitana e dos litorais norte e sul, totalizando 33 municípios. “A nossa sede é antiga, temos consciência que precisa ser reformada e reestruturada para melhor acomodar os serviços que oferecemos. O governador já sinalizou a reconstrução do IPC com um empréstimo que está pra sair. O início das obras do novo IPC está sendo planejado para 2017, segundo os projetos já existentes. Mas só teremos confirmação com a verba disponibilizada”, ressaltou Israel.

Necrópsias só a luz do dia

A respeito das denúncias de que faltava iluminação adequada para necrópsias serem realizada à noite nos núcleos de medicina e odontologia legal da Paraíba, tanto o diretor do Numol/Patos como o diretor geral do IPC afirmaram que a não realização de exames cadavéricos no período noturno é uma normatização seguida pela maioria das unidades.

“No Código de Processo Penal diz que as necropsias devem ocorrer seis horas após o óbito, então quando a morte acontece à tarde, a gente resolve fazer os exames de madrugada. Pra se fazer uma perícia de morte violenta, a luz artificial pura não é ideal, por mais que a iluminação seja boa, não é ideal. Nosso IPC tem até luz de foco cirúrgico, mas por mais que a gente queira que a família receba logo seu ente, aquilo é investigação criminal. Uma necropsia mal feita pode gerar uma exumação no futuro. É preciso fazer as coisas com cautela e responsabilidade”, avaliou Israel Aureliano.

DADOS

Os Núcleos de Medicina e Odontologia Legal (Numol) estão localizados nas cidades de:

– João Pessoa: atende a região metropolitana e litorais sul e norte – 33 municípios.

– Campina Grande: 74 municípios (com suporte de Monteiro).

– Guarabira: 29 municípios.

– Patos: 87 municípios (nessa região o núcleo tem suporte nas cidades de Itaporanga, Sousa, Catolé do Rocha e Cajazeiras).

correiodaparaiba

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

 

Bariátrica não é milagre: cirurgia requer cuidados antes e depois

andremarquesO que o apresentador André Marques, o diretor Boninho e o ator Leandro Hassum têm em comum? Todos apostaram na redução de estômago para ajudar a conquistar corpo dos sonhos, assim como muitos brasileiros no ano passado. Tanto que os números da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM) mostram que esse tipo de cirurgia cresceu 6,25% em relação a 2014.

No entanto, e apesar dos vários casos de sucesso, o procedimento pode dar problemas. Filho de Estevam e Sônia Hernandes, fundadores da igreja Renascer, Felipe Daniel Hernandes morreu na última quarta-feira (14) após ficar cinco anos em coma vegetativo. Em 2005, ele passou por uma cirurgia bariátrica e emagreceu mais de 40 quilos, segundo informações publicadas pela imprensa na época. Contudo, meses depois, teve fortes dores abdominais e precisou ser operado para remover um pedaço obstruído do intestino. Uma das suturas se rompeu, causando hemorragia interna e uma forte infecção, que o levou ao quadro com o qual permaneceu até o dia de sua morte.

Reprodução/Instagram/@leandrohassum
Leandro Hassum perdeu 63kg depois de uma cirurgia bariatrica no final de 2014imagem: Reprodução/Instagram/@leandrohassum

Caetano Marchesini, presidente eleito da SBCBM, nega que este seja um procedimento perigoso. “Atualmente, a bariátrica é reconhecida como a forma mais eficaz de tratar obesidade mórbida. Ela também possui os mesmos riscos que qualquer outro tipo de cirurgia e pode ter complicações – como sangramento ou trombose. Ou seja, problemas não necessariamente relacionados a esta técnica”, explica o médico.

Segundo o profissional, o paciente precisa compreender que esta é uma decisão para a vida inteira e representa a cura para uma doença, a obesidade. Por isso mesmo, passa longe de ser um tratamento estético ou uma solução mágica.

Os cuidados pré e pós-cirúrgicos incluem apoio nutricional, psicológico e até psiquiátrico — caso seja necessário — além de um acompanhamento multidisciplinar permanente e anual para que a pessoa permaneça saudável e bem longe dos antigos hábitos.

Outra dica que pode parecer óbvia, mas que é extremamente importante: você deve escolher um profissional especializado no assunto. Atualmente, segundo Marchesini, o Brasil possui a segunda maior sociedade metabólica e bariátrica no mundo. “Vale a pena procurar informações sobre o médico em órgãos reconhecidos pela categoria e ainda utilizar a internet para ir atrás de mais informações. Atitudes assim diminuem a chance de você acabar em mãos erradas”, orienta.

Suporte especializado

Para a vice-presidente da Comissão de Especialidades Associadas da SBCBM (COESAS), Andrea Levy, que também é psicóloga clínica e bariátrica, algo fundamental para o sucesso do procedimento é o bom preparo. “Esta é uma cirurgia eletiva (o paciente marca o procedimento), não emergencial e com efeitos para o resto da vida. A pessoa precisa estar com a saúde clínica e mental em ordem”, explica. Por isso, além do diagnóstico clínico, é importante fazer um acompanhamento psicológico bem detalhado antes da operação. “Se descobrirmos uma depressão ou ansiedade, por exemplo, melhor adiar um pouco e tratar o problema”.

A questão nutricional é um ponto-chave no acompanhamento do paciente, pois alguns quadros de desnutrição podem ser confundidos com depressão, algo possível de ser descoberto durante as consultas de rotina. “E, se a pessoa estiver desnutrida, ainda aumenta a chance de se tornar compulsiva”, destaca.

Andrea ainda conta que não é algo comum, mas existe o risco da pessoa trocar o vício da comida por outro — se tiver alguma predisposição. “A absorção do álcool fica mais rápida depois da cirurgia, o que pode gerar um comportamento abusivo em quem já fazia uso antes. Mas quero ressaltar que não é o que acontece na maioria dos casos, e sim algo em torno de 2% a mais da população que já tem problemas com a bebida”, diz.

Uol

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Comer antes ou depois dos exercícios influencia na queima de gordura, diz estudo

Foto: Bruno Poppe / Extra/Agência O Globo/Arquivo
Foto: Bruno Poppe / Extra/Agência O Globo/Arquivo

Se você já não sabe mais o que fazer para se livrar dos “pneuzinhos”, um experimento feito por um médico da Universidade de Surrey, na Inglaterra, pode ter encontrado a solução. Testes feitos com 30 pessoas e exibidos no programa “Trust me, I’m a doctor”, da BBC britânica, mostraram que as mulheres conseguem queimar até 22% a mais de gordura se ingerirem carboidratos logo antes de se exercitarem. Para os homens, essa queima fica até 8% maior se o consumo de alimentos energéticos ocorrer imediatamente após a atividade física.

No estudo, conduzido pelo PhD em nutrição Adam Collins, os voluntários, que não tinham hábito de se exercitar, fizeram aulas de zumba, spinning e treinos de alta intensidade por um mês. Sete homens e sete mulheres bebiam uma mistura de carboidratos com quantidade controlada de calorias antes das atividades, enquanto seis homens e dez mulheres consumiam a preparação após as sessões. Para comparação de efeitos, às vezes, era dado a eles um placebo, sem calorias.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

A explicação para homens queimarem mais gordura fazendo refeições após a malhação é que o corpo deles tem preferência por gastar carboidratos. Assim, na presença desse nutriente, utilizam-no como combustível em vez da gordura.

No caso das mulheres, o carboidrato é conservado mais facilmente durante o exercício, o que facilita a queima de gordura por até três horas depois. Comer apos a malhação, portanto, atrapalharia esse processo, de acordo com Adam Collins.

Jejum não é indicado para perda de peso

Segundo o ortopedista Rodrigo Freitas, especialista em medicina esportiva, as conclusões do teste não podem ser tomadas como verdade absoluta, já que diversas varáveis, como idade e percentual de massa magra, interferem na queima de gordura. O essencial é não se exercitar em jejum.

— Isso não é indicado para perder peso e é extremamente arriscado, porque pode gerar um estado de hipoglicemia e levar a desmaios, além de lesões como estiramento muscular — alerta.

O médico diz que comer carboidratos, ainda que uma porção mínima, antes da malhação é importante principalmente para as mulheres porque, para elas, o nutriente funciona como ativador da via metabólica que leva à perda de gordura. Sem esse substrato, o risco de queimar proteínas musculares é maior.

Extra

Saiba o que comer antes e depois da malhação

malhacaoVocê sabe quais alimentos devem ser consumidos antes e depois de uma atividade física? E que sua baixa performance na academia pode estar diretamente relacionada a uma alimentação inadequada? É o que explica a coordenadora do curso de Gastronomia do IBMR Ana Maria Gonçalves.

Ela afirma que uma alimentação programada e equilibrada em nutrientes vai proporcionar a força, a velocidade, a resistência nos treinos e o substrato essenciais à recuperação muscular e ao organismo como um todo. Segundo ela, as refeições devem ser divididas em duas fases: a (antes de malhar) e b (depois de malhar).

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

A.    Antes de malhar

Consuma alimentos ricos em carboidratos complexos. É preciso energia, mas lenta e constante, para garantir potência suficiente durante a atividade e para que não ocorra muita perda muscular. O Ideal são alimentos ricos em fibras, como cereal integral, biscoito integral, barra de cereal (rica em fibras). Outras opções benéficas para antes da prática esportiva são: torrada integral com requeijão ou pão integral com azeite ou banana com aveia e uma colher de chá de óleo de coco ou, ainda, mamão com granola.

B.    Depois de malhar

Faça refeições que contenham proteína animal com carne sem gordura – atum, filet de frango sem pele, rosbife, carpaccio de filé, peito de peru ou presunto sem capa, com uma parcela generosa de um carboidrato complexo, como o arroz, de preferência integral, ou massa integral, batata com casca, pão ou torrada integral. Para melhorar a reposição de vitaminas e minerais, é necessário incluir hortaliças e leguminosas na refeição. Ela podem ser cozidas ou cruas na forma de salada. O importante é ter no mínimo cinco cores no prato.

 

Alimentos importantes:

 

1.     Ovos: A ingestão de ovos pode ser feita em diversas formas, como mexidos, cozidos, ponche, em omeletes. Eles possuem substâncias importantes ao desempenho, como a albumina, presente na clara, que é um aminoácido importante para formação e desenvolvimento muscular. A grande observação é que ela não deve ser consumida crua, pois possui uma substância chamada avidina, que não biodisponibiliza esse nutriente.

2.     Peixe fresco de água salgada como atum/ sardinha/ Badejo: É uma excelente fonte de iodo, contém quatro vezes mais concentração de cálcio do que as carnes comuns. Seu baixo conteúdo de tecido conjuntivo o torna de mais fácil desintegraçãoe digestão. Sua carne é magra e de alta digestibilidade, em virtude da falta de tecido conjuntivo.

3.     Banana: Possui 20% de carboidratos, vitaminas do complexo B e potássio. É ótima opção para um lanche rápido, pois é rica em energia, apesar de não ser muito calórica. Pode ser misturada com cereal tipo aveia, granola, linhaça.

4.     Leite e derivados desnatados: Possuem cálcio, proteínas de alta qualidade e vitaminas A e D, fósforo. O ideal é o consumo de duas a três porções diárias nos intervalos das grandes refeições. As versões desnatadas não possuem as gorduras saturadas de origem animal.

5.     Cereais como aveia – arroz integral – farinhas integrais: Compõem o grupo dos carboidratos com baixo índice glicêmico. Demoram mais para que sejam transformados em glicose no sangue e evitam o acúmulo de gordura. São ricos em energia, fibras, vitaminas e minerais, e aveia.

6.     Azeite de oliva: É um antioxidante poderoso para quem faz atividades físicas e, também, rico em gorduras monoinsaturadas – aquelas consideradas boas e que não se acumulam em forma de gordura localizada e/ou nas artérias. Utilize-o sobre o pão ou torradas e para temperos de saladas e hortaliças.

7.     Frutas Oleaginosas: amêndoas, castanhas, nozes, avelãs: Com 16% carboidratos, 20% proteínas, contêm proteínas de médio valor biológico e 60% de lipídeos de difícil digestão (celulose, lipídios em alta concentração). Este grupo possui grande concentração de calorias, que raramente se acumulam como gordura localizada, desde que você consuma uma palma de mão em forma de concha ao dia.

8.     Batata doce: Hortaliça do grupo C, com 20% de glicídios, mas rico em fibras. Sua liberação de energia no sangue é mais lenta do que os outros tipos de batata e, por isso, é tão usada no meio esportivo. Ela também é rica em vitamina A

 

Estadão

Conheça 8 alimentos para consumir antes ou depois de malhar

Alguns alimentos consumidos antes ou depois da atividade física podem trazer resultados surpreendentes.  Segundo a nutricionista Ana Maria Gonçalves, uma alimentação bem programada e equilibrada em nutrientes é mais do que necessária para obter um melhor desempenho nos treinos.

Image title

Antes de malhar, por exemplo, a especialista indica alimentos que sejam ricos em carboidratos complexos, pois é preciso energia durante a atividade. “O Ideal são alimentos ricos em fibras, como cereal integral, biscoito integral ou barra de cereal”, afirma Ana Maria.

Uma torrada integral com requeijão ou pão integral com azeite ou ainda banana com aveia e uma colher de chá de óleo de coco ou mamão com granola também são algumas opções benéficas para antes da prática esportiva.

Depois da malhação, a nutricionista sugere que as refeições contenham proteína animal: carne sem gordura, atum, filet de frango sem pele, rosbife, carpaccio de filé, peito de peru ou presunto sem capa.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

O carboidrato integral também é indicado da malhação, assim como as hortaliças e as leguminosas, pois garantem a reposição de vitaminas e sais minerais perdidos durante a atividade física.

Ovo

A ingestão de ovos pode ser feita em diversas formas, como mexidos, cozidos, ponche, em omeletes. Os ovos possuem, por exemplo, a albumina, presente na clara, que é um aminoácido importante para formação e desenvolvimento muscular.

Peixe fresco de água salgada (atum/ sardinha/ badejo)

O peixe fresco de água salgada é uma excelente fonte de iodo e contém quatro vezes mais concentração de cálcio do que as carnes comuns.Seu baixo conteúdo de tecido conjuntivo o torna de mais fácil desintegração e digestão, além de ser uma carne magra.

Banana

A banana possui 20% de carboidratos, vitaminas do complexo B e potássio. Ótima opção para um lanche rápido, pois é rica em energia, apesar de não ser muito calórica. Ela ainda pode ser misturada com cereal tipo aveia, granola ou linhaça.

Leite e derivados desnatados

O leite e seus derivados possuem cálcio, proteínas de alta qualidade e vitaminas A e D, fósforo. O ideal é o consumo de duas a três porções diárias nos intervalos das grandes refeições. As versões desnatadas não possuem as gorduras saturadas de origem animal.

Cereais (aveia /arroz integral/farinhas integrais)

Os cereais integrais compõem o grupo dos carboidratos com baixo índice glicêmico.Eles demoram mais para que sejam transformados em glicose no sangue e evitam o acúmulo de gordura. Além de serem ricos em energia, fibras, vitaminas e minerais.

Azeite de oliva

O azeite é um antioxidante poderoso para quem faz atividades físicas e também rico em gorduras monoinsaturadas – aquelas consideradas boas e que não se acumulam em forma de gordura localizada e/ou nas artérias. O ideal é que ele seja utilizado sobre o pão ou torradas e para temperos de saladas.

Frutas oleaginosas (amêndoas/castanhas/ nozes/ avelãs)

As frutas oleaginosas possuem 16% de carboidratos, 20% de proteínas, e 60% de lipídeos de difícil digestão. Esse grupo possui grande concentração de calorias, mas que raramente se acumulam como gordura localizada, desde que você consuma uma palma de mão em forma de concha por dia.

Batata doce

A batata doce é uma hortaliça do grupo C, com 20% de glicídios, mas rica em fibras.Sua liberação de energia no sangue é mais lenta do que os outros tipos de batata e, por isso, é tão usada no meio esportivo. Ela também é rica em vitamina A.

 

  • Com informações do Brasil Post

Em Mamanguape: homem relata ameaças em emissora de rádio e é morto horas depois

vitimaO jovem Edilson Carlos da Silva, de 27 anos, foi assassinado a tiros na cidade de Mamanguape, no Litoral Norte, a 62 km de João Pessoa, na tarde desta segunda-feira (16). Segundo o capitão Alberto Filho, comandante do Batalhão de Polícia Militar do município, a vítima teria ido à emissora de rádio Correio do Vale FM, componente da rede Correio Sat, para denunciar que estaria sofrendo ameaças.

“Ele pegou uma moto emprestada de uma mulher e o veículo foi danificado em um acidente. A mulher pediu que ele pagasse pelo transtorno e ele alegou que não teria condições. Sendo assim, ele disse que a dona da moto passou a ameaçá-lo”, afirmou o capitão.

Ainda segundo o policial, na noite desse domingo (15), a mulher teria feito mais uma ameaça e dito que mandaria um ‘pessoal’ resolver o assunto. Diante desse fato, o jovem partiu para a rádio na manhã seguinte, antes mesmo de informar as autoridades.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

“Ele não procurou a Polícia Militar ou Civil e preferiu divulgar o caso na mídia. Enquanto ele fazia as acusações, a mulher chegou no estúdio da rádio para se defender. Os dois trocaram ofensas verbais”, contou Alberto Filho.

O jovem foi assassinado na Rua da Areia, Bairro Areal. De acordo com a PM, ele sofreu três disparos de arma de fogo. Ainda não havia suspeitas concretas pelo crime.

“A gravação do programa de rádio será encaminhada para o delegado local, que procederá com as investigações. Existe, inclusive, a possibilidade de que alguma outra pessoa, sabendo que a vítima acusava a mulher, poderia ter se aproveitado da situação para cometer o assassinato e tentar ficar livre da culpa”, concluiu Alberto Filho.

Por Gustavo Medeiros, do Portal Correio

Seis coisas que os homens param de fazer depois que se casam

casalSe você foi casada ou viveu algum tempo com um cara, então já sabe do que estou falando. Uma vez selado o compromisso, por assim dizer, as pessoas acabam escorregando numa zona de conforto que pode ser mais tóxica para o casamento do que qualquer outra coisa. “Não há nada mais entendiante do que saber de cor a rotina do seu parceiro. Mantenha ele sempre tentando adivinhar”, afirma a especialista em relacionamentos Dra. Heavenly Kimes. E pra te colocar na dianteira do seu relacionamento, a revista The Stir mostrou de antemão os gestos que vão desaparecendo da atitude do homem durante o relacionamento. Confira quais são eles:

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

1) Andar ao lado dela
Isso é uma coisa que costuma deixar as mulheres confusas e a explicação é sempre a mesma. Ele diz que anda mais rápido, sejam três ou quatro passadas à frente, porque suas pernas são mains longas.

Fonte: Think Stock
2) Abrir as portas para ela
Muitos maridos sequer fizeram isso no começo, então hoje em dia as esposas honestamente até ficam surpresas quando acontece. No fim das contas, não deveriamos todos abrir as portas para o próximo? Com isso em mente, dá pra perceber o quão especial é a gentileza de colocar o outro em primeiro lugar.

3) Levá-la pra passear
Num bom casamento, os casais sempre arrumam um tempo pra passar alguns fins de semana fora. As coisas simplesmente são assim. Se você parou de fazer isso, não é um bom sinal.

4) Comprar presentes pra ela
Nem todo casamento tem um foco para presentes. Sim, porque há mulheres que não estão nem aí com o que o marido irá comprar, contanto que ele seja carinhoso, a escute e segure sua mão. Mas trazer doces, flores ou uma pequena joia de vez em quando é capaz de promover GRANDES emoções.

5) Segurar sua mão
Um gesto tão simples, e tão importante. Pegar na mão dela anuncia para o mundo que vocês são uma unidade e inseparável. Significa que ele quer tocar a mulher, o que a faz feliz. Acima de tudo, nos lembra dos primeiros dias do relacionamento, quando era impossível cansar um do outro e pensávamos que uma hora era tempo demais pra ficar longe.

6) Dizer ‘eu te amo’
No começo, era tão fácil. Você diz ‘eu te amo” porque você realmente quer. Vocês estão tão envolvidos e ele é tudo pra você. Mas com o tempo, a coisa muda. Não se esqueça o quanto as palavras significam. “Eleve seu parceiro”, recomenda a Dra. Kimes. “Mostre que você a ama com palavras de afirmação. Faça elogios a ele tanto quando vocês estão sozinhos quanto na frente de todos.”

 

Yahoo

Em Campina Grande homem é assassinado depois de reclamar de barulho de moto

trauma cpO barulho provocado por uma motocicleta teria sido o motivo que provocou a morte de um homem de 34 anos, na cidade de Campina Grande, no Agreste do estado. Segundo consta no relatório da Polícia Militar, a vítima foi morta ao ser atingida por oito facadas. O crime ocorreu na noite dessa segunda-feira (17), no sítio Porteira de Pedra, no distrito de Santa Terezinha.

O delegado de Homicídios, Antônio Lopes, informou que dias antes do crime, a vítima e o irmão dela já teriam comunicado ao pai do adolescente sobre o barulho e as manobras que o menor e amigos estavam fazendo em frente da casa. Os adolescentes teriam se comprometido que não voltariam mais a pilotar a moto pelas imediações do imóvel.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“Quando foi ontem (17) à noite, os adolescentes voltaram a fazer barulho e manobras em frente da casa. Daí, o homem foi reclamar com um dos garotos e teria o agredido. O adolescente foi comunicar ao pai que, armado, desferiu golpes de faca na vítima, que morreu dentro de um carro. A morte foi confirmada pelo médico do Samu. O irmão da vítima também foi esfaqueado. O acusado pelo crime foi baleado”, revelou o delegado.

As vítimas feridas foram levadas para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande. “O acusado vai ser autuado em flagrante pelo homicídio. Agora vamos investigar de onde partiram os tiros que feriram o acusado”, disse o delegado Antônio Lopes. O corpo foi levado para o Instituto de Medicina Legal ( IML) de Campina Grande.

 

Por Hyldo Pereira

Dois dias depois da eleição, Câmara derruba decreto bolivariano de Dilma

Luis Macedo / Câmara dos Deputados
Luis Macedo / Câmara dos Deputados

A Câmara dos Deputados reagiu e, enfim, derrubou nesta terça-feira o decreto bolivariano da presidente Dilma Rousseff, destinado a criar conselhos populares em órgãos da administração pública. A matéria foi assinada no final de maio em uma canetada da presidente e foi alvo de críticas de juristas e parlamentares. O Senado ainda tem de avaliar o projeto de decreto legislativo para que a determinação do Planalto seja suspensa.

A derrubada da matéria é uma reivindicação antiga da oposição e se deu dois dias após as eleições, indicando a turbulência que Dilma encontrará no Congresso no novo mandato. “Essa derrota é para mostrar que o discurso de conversa com o Congresso não poder ficar só na teoria”, resumiu o deputado Lúcio Vieira Lima (PMDB-BA).

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Tão logo foi apresentado, no início de julho, o projeto que sustava o texto palaciano teve adesão maciça de partidos de oposição e da base, contando inclusive com o apoio do PMDB, maior aliado do governo. Na Câmara, a matéria ganhou regime de urgência, o que permitiu que fosse direto ao plenário antes de tramitar pelas comissões. O projeto de decreto legislativo que pedia a suspensão da canetada de Dilma foi pautado nesta terça por Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), presidente da Casa que saiu derrotado na disputa ao governo do Rio Grande do Norte. Alves credita sua derrota à falta de apoio da presidente Dilma e ao fato de que o ex-presidente Lula chegou a participar da propaganda eleitoral do adversário Robinson Faria (PSD), eleito para o governo potiguar. Durante a sessão, o presidente convocou os deputados para que se mantivessem no plenário e garantissem a aprovação do texto. A derrubada do decreto foi aprovada em votação simbólica.

‘Sociedade civil’ – O decreto número 8.243/2014 foi criado sob o pretexto de instaurar a Política Nacional de Participação Social (PNPS) e o Sistema Nacional de Participação Social (SNPS). Mas, na prática, prevê a implantação de “conselhos populares”, formados por integrantes de movimentos sociais, vinculados a órgãos públicos. A matéria instituiu a participação de “integrantes da sociedade civil” em todos os órgãos da administração pública. Porém, ao trazer uma definição restritiva de sociedade civil, representa um assombroso ataque à democracia representativa e à igualdade dos cidadãos ao privilegiar grupos alinhados ao governo.

O decreto do Palácio do Planalto é explícito ao justificar sua finalidade: “consolidar a participação social como método de governo”. Um dos artigos estabelece, em linhas perigosas, o que é a sociedade civil: “I – sociedade civil – o cidadão, os coletivos, os movimentos sociais institucionalizados ou não institucionalizados, suas redes e suas organizações”. Ou seja, segundo o texto assinado por Dilma, os movimentos sociais – historicamente ligados ao PT – são a representação da sociedade no Estado Democrático de Direito.

A votação, que se arrastou por mais de duas horas, foi marcada por debates acalorados. “Numa democracia, quem escolhe o representante é o cidadão, é o povo. Com esse decreto, a presidente quer que essa escolha seja feita pelo próprio PT. Isso é um regime autoritário”, afirmou o líder do PSDB, deputado Antônio Imbassahy (PSDB-BA). “A Casa tem de se pronunciar. Não há espaço para que haja uma omissão do Parlamento brasileiro tendo em vista um quadro tão grave. A presidente Dilma prega dialogar, chama a nação para uma ampla negociação, mas impõe, via decreto presidencial, um modelo de consulta à população que é definido pelo Poder Executivo. É uma forma autocrática, autoritária, passando por cima do Congresso Nacional. Esse é um decreto bolivariano que realmente afronta o Poder Legislativo”, continuou o líder do DEM, deputado Mendonça Filho (PE).

O PT tentou evitar a derrota a todo custo. Sabendo que não funcionaria no diálogo, o partido apresentou uma série de requerimentos, entre eles para adiar a sessão e retirar a matéria de pauta, mas todos foram rejeitados.

Veja Online

Traficantes matam jornalista e postam fotos do corpo minutos depois

A médica María del Rosario Fuentes Rubio foi sequestrada e morta após deixar o hospital onde trabalhava em Reynosa, no México. Sob o apelido de “Felina”, María manteve por meses um perfil no Twitter e fazia denúncias sobre a violência em larga escala cometida por cartéis de drogas no estado de Tamaulipas. O crime aconteceu no último dia 16. A família da vítima deixou o país após o assassinato, segundo a organização Repórteres Sem Fronteiras.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“Amigos e familiares, meu nome verdadeiro é Maria Del Rosario Fuentes Rubio. Sou médica e hoje minha vida chegou ao fim”, dizia a última mensagem publicada no Twitter de María. “Cancelem suas contas, não coloquem em risco a vida de seus familiares como eu fiz. Peçam perdão”, continuava. Logo após isso, imagens do corpo de María foram publicadas pela conta.

Homenagem feita na web para mexicana María del Rosario Fuentes Rubio

Foto:  Reprodução Facebook

As mensagens publicadas no perfil do Twitter sempre incentivavam a população a denunciar as atrocidades cometidas no país. A conta @Miut3 tinha mais de 510 mil seguidores, sendo um influente perfil de notícias online. O México é um dos países mais perigosos para o trabalho de jornalistas. Sete profissionais foram mortos nos últimos dois anos, segundo a organização Repórteres Sem Fronteiras.

“A Repórteres Sem Fronteiras está chocada com a morte de María del Rosario Fuentes Rubio e pede ao governo que faça uma investigação exaustiva para identificar os responsáveis o mais rápido possível”, comentou a diretora da organização sobre o caso.

O caso de María ocorre em um período marcado pela violência no México. Um prefeito e sua esposa, em cumplicidade com um cartel criminoso, teriam planejado o desaparecimento de 43 estudantes no sul do país, em um caso que abalou o país e colocou dúvidas sobre a estratégia de segurança do governo.

O prefeito da cidade de Iguala, José Luis Abarca, e sua esposa, María de los Angeles Pineda, queriam impedir que uma mobilização de estudantes, em 26 de setembro, interferisse com um ato da primeira-dama, que ela faria como chefe de uma entidade de assistência a menores, disse na quarta-feira o procurador federal Jesús Murillo.

O casal, que trabalhava em cumplicidade com o cartel Guerreiros Unidos e que também tinha o apoio da polícia municipal, ordenou que os estudantes fossem contidos ao virem em um comboio em direção a Iguala, que fica no Estado de Guerrero, após terem tomado ônibus para coletar dinheiro para a escola rural onde estudavam.

 

iG