Arquivo da tag: dente

5 cuidados fundamentais após tirar um dente

A extração de um dente é um procedimento simples onde o cuidado após é fundamental para que tudo termine bem. Listamos agora cinco dicas do pós-operatório:

Descanse

Evite ambientes quentes, seja o calor do sol ou fogão, por alguns dias já que a alta temperatura estimula a circulação sanguínea podendo causar sangramento no dente retirado.

Esfrie

Uma compressa com gelo ou bolsa térmica gelada é muito importante para uma recuperação rápida e consistente. O frio ajuda na contração dos vasos sanguíneos.

Limpeza sempre

Opte por uma escova de dente com cerdas maciais e use pouco creme dentar. O enxague deve ser feito de forma leve nos quatro primeiros dias.

Foto: Livre

Comer

Nas primeiras 24 horas evite comidas quentes e escolha opções líquidas ou pastosas. Isso evita novos sangramentos na região do procedimento. Água, suco e sorvete liberados.

Proibidos

Bebidas alcóolicas e cigarro estão vetados para garantir um processo de cicatrização positivo.

Fonte: FF

Alho ajuda aliviar dor de dente; saiba como utilizar

alhoVocê sabia que o alho serve para muito mais coisas, do que apenas temperar comida? As suas propriedades anti-inflamatórias e antibacterianas podem ser úteis ao tratar várias dores e mal-estares, inclusive a dor de dente.

A substância que tem essas propriedades é encontrada no suco pegajoso do alho. Para amenizar a dor de dente, você deve esfregar metade de um dente de alho no dente por sete a dez minutos pode ajudar a aliviar o desconforto. Quando a dor começar, mastigue o dente de alho para liberar o suco. Em cerca de 15 a 30 minutos a alicina presente no líquido vai fazer efeito e a dor irá desaparecer.

Mas lembre-se de que essa é apenas uma medida de emergência, não uma cura. Se sua dor de dente persistir, você deve ir ao dentista o mais rápido possível. As dores de dente aparecem por vários motivos, e um remédio caseiro nem sempre basta.

Fonte: Não Acredito

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Dor de dente: o que está causando a sua?

O que você faz quando tem uma dor de dente? A maioria das pessoas tendem a buscar formas de aliviá-la, o que realmente é útil enquanto você espera marcar a consulta com um odontologista. No entanto, se a dor passa, a maioria implesmente esquece o problema e deixa a consulta para lá. Mas aí está o perigo: “muitas vezes o paciente nem sabe ao certo qual a causa da dor, já que ela pode se irradiar e parecer estar ocorrendo em outros dentes”, explica a odontologista Fabíola Lanfredi, especialista em ortopedia funcional dos maxilares e ortodontia. Portanto, o problema pode ser até mais grave do que você imagina.

A dor de dente é um sintoma de vários problemas dentais diferentes. “as causas podem estar relacionadas a diversas partes da boca, incluindo cáries, problemas periodontais (na gengiva), problemas endodônticos (no canal), traumas, problemas de oclusão…”, enumera a odontologista Maristella Ramalho, especializada em endodontia. Veja a seguir a lista com as principais causas da dor de dente e a importância de buscar tratamento.

Cáries

Homem escovando os dentes para evitar cáries - Foto: Getty Images
Escovar os dentes é a melhor forma prevenir cáries

Não é à toa que a maioria das pessoas associa dores de dente a cáries: ela sem dúvidas é a culpada pela maior parte dessas queixas nas cadeiras dos dentistas. Normalmente as dores começam quando as lesões causadas pelas bactérias atingem camadas mais profundas dos dentes: “pode começar a doer quando as cáries chegam à dentina, a camada logo abaixo do esmalte. Porém, isto varia muito de pessoa para pessoa: existem casos em que o paciente apenas começa a sentir dor quando já atingiu a polpa, e tem que tratar canal”, descreve a odontologista Maristella Ramalho, especializada em endodontia.

Nessas fases, apenas o tratamento com o dentista pode impedir o progresso da cárie, realizando alguma obturação ou mesmo tratando canal. “Mesmo quando a bactéria ainda está só no esmalte do dente, o ideal é que um dentista acompanhe, oriente e aplique flúor gel ou verniz fluoretado para acelerar o processo”, considera a especialista.

Dente do siso

Dentista em extração de dente - Foto: Getty Images
Na maioria das vezes o dente do siso deve ser extraído, ou causará complicações

O dente do siso pode causar dores em diversos estágios de seu nascimento: desde sua erupção até a falta de espaço na gengiva, que o leva a pressionar os dentes vizinhos, trazendo um deslocamento dolorido. “Mas a principal causa da dor é a inflamação da gengiva que o dente não erupsionado pode causar, já que a região não costuma ser acessada na hora da higienização, podendo infeccionar”, descreve a odontologista Fabíola Lanfredi, especialista em ortopedia funcional dos maxilares e ortodontia.

É muito comum que a dor ligada ao siso passe, mas isso não significa que o problema está solucionado. Fabíola explica que inflamação pode passar, mas ela pode voltar a qualquer instante. Até porque o siso que não nasceu não consegue ser higienizado, ficando muito mais exposto à cáries e outros problemas. “O tecido da gengiva não adere ao esmalte do dente, apenas à raiz. Portanto, se ele não consegue subir, o organismo forma uma bolsa entre o esmalte e gengiva, um espaço propício à entrada de alimentos e formação de infecções”, considera Fabíola.

Por isso, na maioria das vezes o siso dolorido precisa ser extraído, justamente para evitar esse tipo de complicação e a intervenção do dentista é fundamental nesses momentos.

Abscesso dentário

Homem com dor de dente e saco de gelo contra o rosto - Foto: Getty Images
Abcessos são uma causa comum de dores de dente até estourarem

O abscesso dentário nada mais é do que uma infecção próxima à raiz do dente, gengiva ou ossos, que forma uma bolsa de pus na região. “Mesmo com origens diferentes, de canal ou gengiva, eles costumam ocasionar dores de dente por serem infecções com formação de pus e inflamação aguda”, ressalta Maristella Ramalho.

Muitas vezes o abscesso pode estourar, o que trará um gosto amargo à boca, além de alívio da dor. Mas com ou sem o seu rompimento, é preciso buscar um dentista para o tratamento, para que a infecção não se torne crônica. “Além do dano local, as bactérias existentes nesta lesão podem ser levadas pela corrente sanguínea e causar infecção de outros órgãos”, alerta a odontologista.

Sensibilidade da raiz dos dentes

Homem comendo um belo sorvete de casquinha - Foto: Getty Images
Sensibilidade dentinária é um problema em que a pessoa não consegue consumir itens muito quentes ou gelados

Dentes sensíveis também podem trazer dor, mesmo havendo vários tipos: “a sensibilidade pode ocorrer devido à retração da gengiva, que expõe a raiz ou algum problema de oclusão, decorrente da má posição dos dentes, bruxismo e parafunção”, diferencia Maristella Ramalho. Nesses casos, a dor pode ser desencadeada por diversos fatores, como alimentos frios ou quentes, doces ou mesmo o toque no dente.

De qualquer modo, a busca por um tratamento nesses casos é importante para a qualidade de vida do paciente. “Sensibilidade dentinária, ou seja, a não tolerância à temperatura dos alimentos, pode ser tratada com recobrimento de resina, enquanto sensibilidade devido a retração gengival podem até requerer uma cirurgia”, enumera Fabíola Lanfredi

Bruxismo

Homem rangendo os dentes - Foto: Getty Images
Bruxismo pode levar ao desgaste dos dentes, causando dores

O bruxismo é uma doença em que a pessoa costuma ranger ou apertar os dentes, normalmente durante o sono, mas pode acontecer também durante a vigília. Dependendo da forma como isso ocorre, ele pode causar dores de dente. “Dependendo da força exercida no movimento, pode causar dor em dentes por trauma, mas é comum causar desgaste nos dentes sem nenhuma dor”, explica Maristella.

Nesses casos, a dor pode vir da articulação temporomandibular (ATM), que acaba se estressando com o movimento. É comum que a dor se reflita para os dentes, entre outros pontos comuns da cabeça, como as têmporas, fronte e ouvido. “De qualquer modo, quando a dor aparece, indica que o problema está em estágio avançado, quando já está comprometendo a musculatura e ATM”, ressalta a odontologista.

Nesses casos é preciso procurar um odontologista ou cirurgião bucomaxilo, que poderão indicar os tratamentos mais adequados. O ATM não tratado só piora, causando mais dores e desconfortos.

Sinusite ou dor de ouvido

Mulher com dor de ouvido - Foto: Getty Images
Dor de ouvido e sinusite podem ser confundidas com dores de dente, devido à proximidade anatômica

A dor de dente irradiada não ocorre apenas em disfunções da ATM. Dores em estruturas próximas, como no ouvido, podem se refletir na região. Além disso, a sinusite pode se causar dor nos dentes superiores. “A sinusite é a infecção da mucosa que reveste o sinus, cavidade que se localiza acima dos pré-molares e molares superiores, em relação íntima com suas raízes”, destaca Maristella.

Por isso, os odontologistas devem estar preparados para perceber esses casos e encaminhar o paciente para o otorrinolaringologista. “Normalmente o paciente busca o dentista por dor de dente, não encontra nada e aí a sinusite e a dor de ouvido são opções que tem de ser descartadas por um médico”, ressalta Fabíola.

minhavida

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

10 usos bizarros da pasta de dente que ninguém conhece

creme dentalEntão você achou que o creme dental foi feito apenas para escovar os dentes e tirar de sua boca o bafo de leão? Bom, de certa forma ele foi inventado para isso mesmo, mas há inúmeras outras funções para esse produto que as pessoas nem sonham em conhecer.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

E, apesar de parecerem coisas bizarras demais para se colocar em prática, elas podem facilitar bastante a vida.

Veja, abaixo, outras formas estranhas, mas eficientes, de usar sua pasta dental:

10. Tirar cheiro de cebola das mãos

1

Tirar o cheiro de cebola e alho das mãos é uma tarefa meio complicada. Mas dá para usar a pasta dental para resolver esse problema. Para isso esfregue um pouco do produto na palma das mãos e na ponta dos dedos.

Depois é só enxaguar e pronto! Funciona de forma mais rápida que sabão ou qualquer outra coisa que você possa tentar usar. Aliás, essa também é uma boa técnica para tirar o cheiro forte de frutos do mar dos dedos.

9. Limpeza de joias

2

Apesar de ser uma técnica comum, poucas pessoas acreditam na eficácia dela. Mas o fato é que realmente funciona, especialmente em artigos de prata. Aliás para limpar suas joias você precisa só da pasta de dente e de um pincel, para esfregar a peça.

Em seguida, basta lavar, secar e limpar. A diferença é instantânea! Mas, se o metal for muito detalhado ou se a sujeira estiver muito profunda, ajuda também dissolver um pouco de creme dental na água e repetir o procedimento descrito.

8. Remover giz de cera da parede

3

Então os baixinhos sujaram sua parede limpa e branquinha com giz de cera? Não precisa entrar em pânico! Basta aplicar creme dental na superfície e, de leve, limpe o lugar com uma esponja úmida (do lado mais fino). O lápis sai super fácil e não prejudica a pintura da parede.

7. Desembaçar lentes

4

Depois de um tempo óculos escuros, capacetes e ou qualquer forma de lentes acabam se desgastando e ficando manchadas e embaçadas. Embora muita gente insista que só água pode dar um jeito na situação, a verdade é que pastas de dente podem ajudar bastante na limpeza desses objetos. Tudo que você precisa fazer é pegar um pouco de pasta de dentes e limpar as lentes usando um pano macio. Depois disso, é só lavar.

6. Remover espinhas e manchas na pele

5

Por mais surpreendente que isso possa parecer, pastas de dente são bastante eficientes e rápidas contra acne e outras irritações da pele. É preciso aplicar apenas um pouquinho do creme dental sobre a área que estiver inflamada e esperar algumas horas. Para evitar problemas com o produto, melhor mesmo é fazer a aplicação a noite. Quando a pasta de dentes secar, seu rosto vai estar bem melhor.

5. Limpar as unhas

6

Por incrível que pareça, pasta de dente ajuda também a limpas as unhar. Pode ser engraçado pensar em escovar as unhas das mãos e dos pés com creme dental, mas isso realmente funciona, especialmente quando elas estão manchadas com algum material difícil de sair. Além disso, a prática ajuda a deixa as unhas brilhantes e fortes.

4. Limpar mamadeiras

7

Para limpar mamadeiras e copinhos usados pelos bebês, é preciso ter cuidado para que o produto usado não deixe cheiro no recipiente ou passe gosto para o leite. O creme dental também pode ser muito útil na hora de fazer essa limpeza, até porque não causa qualquer dano para o bebê, caso seja ingerido. Então, na hora do aperto, é só colocar um pouco de pasta dental dissolvida na mamadeira e lavar normalmente.

3. Remoção de “anéis” da mesa

8

Sabe quando um infeliz vem e coloca um copo em sua mesa de madeira? Normalmente isso deixa uma anél manchado na superfície. Se você não tiver aqueles produtos próprios para lutrar móveis, pode também usar creme dental. O produto precisa ser espalhado com um pano macio. Depois é só tirar o excesso.

Sabe por que dá certo? Porque a pasta de dente funciona como uma cera.

2. Remover manchas do tapete

10

Tirar manchas de um tapete pode ser a pior coisa que vai te acontecer nos últimos dias. Mas, dá para resolver o problema sem muito sofrimento se você usar pasta dental e uma escova de lavar roupas. Sem colocar muita força – para não estragar o material – esfregue a pasta. Limpe e veja se a mancha saiu. Caso for preciso, pode repetir o procedimento. Esse também é um método que funciona como peças de algodão.

1. Limpar portas de vidro

9

Vidraças e portas de vidro, assim como as lentes (que mencionamos acima) acabam ficando sem brilho com o tempo. Para resolver o problema é só usar um pouco de pasta de dente. Nem é preciso usar tanto produto, caso você use um pano úmido para espalhar a substância pelo vidro. Caso a superfície esteja manchada, tudo se resolve se você deixar a pasta agir durante um tempo antes de esfregar com o tecido.

 

fatosdesconhecidos

Como tratar a dor de dente?

denteDizem que não existe nada pior que dor de dente e nos pés. Para o primeiro caso, podemos utilizar várias receitas naturais antes de visitar um médico. Mas lembre-se: se o tratamento natural e caseiro não puder ajudar, é indispensável consultar um dentista.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Causas da dor de dente

 

Na maioria dos casos, a dor de dente está relacionada às caries, mais especificamente quando elas já chegaram ao nervo e o afetaram. Porém, existem outras causas:

 

  • Dor de ouvidos;
  • Abscesso dental;
  • Má higiene;
  • Infecções;
  • Fortes impactos;
  • Sinusite;
  • Ataque cardíaco;
  • Lesão na boca ou na mandíbula;
  • Alimentos decompostos no dente;
  • Irritação por algum alimento que ficou entre dois dentes;

 

dente2

 

Os sintomas mais habituais são:

 

  • Inchaço;
  • Dores pungentes (como pontadas);
  • Mau hálito;
  • Pulsação na área.

 

Recomendações para a dor de dente

 

Se você sofre de dor de dente frequentemente, procure um especialista, mas também considere as seguintes dicas:

 

  • Esfrie a região por fora, utilizando uma compressa gelada apoiada na bochecha (parte externa);
  • Cuidado ao consumir alimentos ou bebidas muito quentes, muito frias ou muito doces, principalmente quando a região estiver doendo;
  • Mantenha a cabeça erguida ao dormir, eleve-a para ajudar a aliviar a pressão nessa região do rosto;

 

dente3

 

  • Tente se distrair com alguma atividade, como assistir a um filme, sair para caminhar, andar de bicicleta, correr. O esporte libera endorfinas, que podem aliviar a dor de maneira natural;
  • Use fio dental para tirar todos os restos de comida que ficaram entre os dentes, os quais a escova de dente nem sempre consegue eliminar. A utilização tem de ser cuidadosa, para que não machuque a gengiva.

 

Remédios caseiros

 

Se perguntarmos a nossas avós, mães ou tias, com certeza cada uma nos dirá uma receita diferente e muito eficaz para esse problema. Algumas das mais utilizadas são:

 

  • Coloque uma quantidade pequena de cravo da Índia sobre o dente que dói;
  • Prepare um enxague bucal misturando 5 cravos de cheiro, um pouco de açafrão, uma pitada de sal e uma xícara de água. Coloque para esquentar e, quando ferver, deixe por 10 minutos no fogo. Após esse tempo, retire do fogo e deixe descansar e esfriar. Faça bochechos entre 4 e 5 vezes por dia;
  • Mastigue folhas de salsa fresca com o dente que dói para aliviar a sensação;
  • Mantenha um gole de qualquer licor ou bebida branca (como whisky) na boca por alguns segundos. A gengiva absorverá o álcool e adormecerá o dente que dói;
  • Misture uma gema de ovo com uma colher de mel, migalhas de pão, álcool e pimenta caiena. Coloque em uma gaze e pressione o dente afetado com ela;
  • Aperte uma cebola crua contra o dente até que a mesma solte seu suco;
  • Aplique cataplasmas quentes de purê de batatas, arroz ou farinha de linhaça na bochecha, bem como uma tela empapada com chá de camomila morno;

 

camomila

 

  • Amasse raízes de papoula com uma colher de chá de sal, aplique no dente afetado (não é aconselhável para quem sofre de retenção de líquidos ou pressão arterial elevada);
  • Moa folhas de salsa e uma colher de sopa de sal, formando uma pasta que deve ser colocada sobre a bochecha onde se sente a dor;
  • Ferva uma xícara de água com 2 colheres de sopa de losna, deixe esfriar e, com ela ainda morna, faça bochechos sem tomar a água. Mantenha o líquido por alguns minutos no dente afetado para que surta efeito;
  • Ferva duas colheres de sementes de gergelim e uma xícara de água até reduzir o líquido pela metade. Embeba um algodão e aplique sobre o dente. Também é possível fazer bochechos com a mistura para aliviar a dor;
  • Amasse 3 dentes de alho, com 3 colheres de sopa de azeite de oliva, e deixe de repouso por 4 dias. Com um conta gotas, aplique 6 gotas dessa mistura morna sobre o dente que dói;
  • Coloque uma bolsinha de chá preto na gengiva junto ao dente que incomoda por alguns minutos.

 

 

melhorcomsaude