Arquivo da tag: definem

Organizadores definem estrutura para festa de Nossa Senhora do Livramento em Bananeiras

 

A Festa de Nossa Senhora do Livramento ocorre nos dias 05 e 06 de Janeiro/2015.

 

reuniãoNa manhã desta terça-feira, 30 de dezembro, a Secretária de Turismo do município de Bananeiras, Mirian Trindade, reuniu todos que fazem parte da organização do evento, para definir a estrutura da festa. Júnior Bubu, coordenador de eventos no município, também participou da reuniu que contou ainda com as presenças de pessoas que estarão comercializando na festa.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A Secretária informou que para quem vai comercializar no espaço da festa é bom não esquecer dos critérios de higienização e dos preços dos produtos, que são tabelados. “Nossa preocupação é em não haver exploração por parte dos comerciantes aos participantes da nossa festa.” Informou Mirian. Comerciantes que chegarem de fora, se não estiverem no cadastro, não poderão comercializar na área da festa.

 

A festa vai contar com toda estrutura necessária; palco, som, luz, tendas, banheiros químicos, barracas e parque de diversões.

 

Atrações confirmadas

 

Dia 05 de Janeiro

Hora: 23h00

Felipe Lemos e Guto e Forró Universitário

 

Dia 06 de Janeiro

Hora: 23h00

Forró Bakana e Valdonys

 

Assessoria

 

6 coisas que definem uma pessoa mimada

Receber afago é delicioso, eu adoro dar e receber carinho, sem medo de me machucar ou de pedir, afinal não tenho nada a perder. Mas a maioria das pessoas confunde afetuosidade com mimo.

A pessoa mimada raramente se reconhece como tal, de modo geral ela se acha super madura e ponderada nos pedidos que faz em relação aos outros. Quando apontada sobre essa característica começa a esbravejar, bater o pé e até romper amizades. Muito madura.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Admitir-se infantil é muito difícil, principalmente por volta dos 18 aos 30 anos em que as pessoas se pensam super bem resolvidas. O fato é que na maior partes das vezes somos um apanhado de resquícios de nossos pais (o que há de pior neles) misturado com um percurso automático e pouco claro de nossos comportamentos. Crianças de 1,70, saca?

Ser infantil, nada mais é do que agir (em idade cronológica inadequada) de modo reativo, exclusivista, parcial, egocêntrico, pessoalista e imediatista mesmo tendo capacidade cerebral e espaço social e psicológico para agir diferente. Sua vida pessoal e amorosa é impactada diretamente pela sua infantilidade, ainda que não admita esses traços em você. Também preciso realçar que existem graus de infantilidade, você pode preencher crivos parciais deles.

6 coisas que definem uma pessoa mimada

– A reatividade é aquela tendência a responder aos estímulos do meio (pessoas e situações) automaticamente de forma impulsiva, sem avaliação da complexidade das situações. É o que alguns chamam de ansiedade ou ainda de espontaneidade e autenticidade.

– O exclusivismo é o hábito de travar uma luta aberta ou silenciosa por espaço pessoal assumindo que as pessoas e objetos que orbitam ao seu redor são suas posses exclusivas. O que alguns chamam de ciúme ou zelo.

– A parcialidade é a limitação cognitiva de alcançar a maior quantidade de facetas de uma realidade. É considerar uma parte mínima como o todo e ignorar que existem outras dimensões de um mesmo fato que devem ser levantadas antes de um parecer conclusivo. Você provavelmente chama isso de “mas é obvio, não?”. Não, não é.

– O egocentrismo não é só a mania de de querer tudo só para si, mas também a tentativa sutil de referenciar todos os acontecimentos do mundo em seu próprio ego. É como se todos fossem atores coadjuvantes ou figurantes da trama incrível da sua vida. Sabe quando não consegue imaginar nem de longe o que o outro está pensando ou sentindo quando algo afeta você? Pois é, chame seu descontrole de egocentrismo daqui para a frente.

– Pessoalismo é uma inclinação por achar que o mundo deve ser medido pelas suas predileções, ou seja, se você gosta e aprova (ainda que isso mude sem você perceber) é bom e o que se opõe a isso é ruim, condenável e maléfico.

– O imediatismo é aquela predisposição a achar que todo mundo é lerdo e só você é esperto e de exigir que tudo seja para ontem. Além disso é a incapacidade de considerar que ações tem consequências e que elas se desdobrarão num efeito em cadeia até o ponto de prejudicar alguém.

Espero ter ajudado você a descobrir se é mimado ou não, se é provavelmente está resmungando e dizendo que exagerei ou que não te conheço de verdade (olha lá, se achando o centro do mundo de novo), só peço a gentileza de dar um pouco mais de tempo antes de seguir julgando o texto precipitadamente. Talvez alguns anos.

 

contioutra

MPPB e prefeituras definem horários de encerramento dos festejos carnavalescos

mppbOs festejos de Carnaval nos municípios de João Pessoa, Baía da Traição, Rio Tinto, Marcação, Lucena e Cabedelo terão hora de encerramento seguidos à risca. O consenso nos horários foi acertado na tarde desta segunda-feira, numa reunião realizada na sede do Ministério Público da Paraíba em João Pessoa, presidida pelo procurador-geral de Justiça, Bertrand de Araújo Asfora, com a participação de procuradores e promotores de Justiça, comandos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, da Segurança  Pública e representantes de seis dos oito municípios da Região Metropolitana da capital convidados para o encontro.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Apenas dois municípios não mandaram representantes: Bayeux e Santa Rita. Já Conde e Pitimbu não abriram mão dos seus horários pré-definidos e outra reunião nas promotorias regionais serão realizadas ainda esta semana. Rio Tinto e Marcação não participaram da reunião, mas irão aderir aos horários já definidos para Baía da Traição, já que os três municípios estão na mesma jurisdição de atuação de uma mesma promotoria de Justiça. Oito dos 14 municípios da Região Metropolitana, além da direção do Projeto Folia de Rua e do Muriçocas do Miramar, haviam sido convidados para a reunião.

Para a definição dos horários, levou-se em conta a disponibilização de contingente de homens da Polícia Militar, para atender dezenas de eventos em pouco espaço de tempo, garantindo segurança aos foliões e à população da Grande João Pessoa. “O importante é que chegamos ao consenso e os blocos, promotores de eventos e as prefeituras terão horário a cumprir, conforme a legislação”, comemorou o secretário da Segurança, Cláudio Coelho Lima.

Em João Pessoa, ficou definido que o Carnaval Tradição promovido pela prefeitura, inclusive nos três pólos descentralizados – Mandacaru, Mangabeira e Rangel – diariamente sempre terá que ser encerrado à meia-noite. Já os 41 blocos do Folia de Rua terão que desligar seus trios-elétricos às 2h da madrugada, com uma tolerância de meia-hora. O mesmo horário – 2h, com tolerância de meia-hora – ficou definido para o encerramento do desfile do maior bloco pré-carnavalesco da capital, o Muriçocas do Miramar. Os carnavais de Baía da Traição, Rio Tinto e Marcação terão encerramentos sempre às 1h30, com meia-hora de tolerância. Já os festejos em Lucena e Cabedelo podem ir até as 2h, com tolerância de meia hora.

Na quinta-feira (20), com os respectivos promotores de Justiça responsáveis por cada cidade, serão definidos os horários dos municípios de Pitimbu e Conde, cujas prefeituras insistem em manter os festejos até as 4h da manhã, mas o subcomandante da Polícia Militar paraibana, coronel Almeida, presente à reunião no Ministério Público, garantiu que não haverá condições da PM garantir segurança até esse horário e avisou que o horário deverá ficar entre 2h e 2h30 nessas duas cidades.

“O importante é que estamos chegando ao consenso e tudo isso está sendo base de discussão para a criação futura de um comitê de eventos para o estado da Paraíba, para planejamentos a médio e longo prazos no que diz respeito à segurança da população. Vamos buscar isso junto ao governador do estado e aos deputados, para uma normatização dessas regras de segurança, com a participação dos municípios”, prevê o procurador-geral de Justiça, Bertrand Asfora.

A mesa da reunião, presidida pelo procurador-geral de Justiça, foi composta pelo primeiro-subprocurador-geral de Justiça, Nelson Lemos; procurador-geral de Justiça Valberto Lira (Caop do Cidadão); procuradora de Justiça Kátia Rejane Medeiros Lira Lucena, coordenadora do Centro de Apoio Operacional (Caop) às Promotorias Criminais e Execuções Penais; o promotor de Justiça Cacimiro Neto, da 8º Promotoria Criminal de João Pessoa, com atribuição na Vara de Entorpecentes; a promotora de Justiça Andréa Bezerra Pequeno Alustau, coordenadora do Centro de Apoio Operacional às Promotorias do Meio Ambiente e dos Bens de Valor Artístico, Estético, Histórico, Urbanístico, Turístico e Paisagístico (Caop do Meio Ambiente); e promotores de Justiça que abrangem os municípios convidados para o evento.

A mesa ainda foi composta pelo do secretário Cláudio Coelho Lima, da Secretaria de Segurança e Defesa Social do estado; coronel-PM Almeida, subcomandante da Polícia Militar; coronel Jair, do Corpo de Bombeiros; o delegado Isaías, representando a Polícia Civil; e o secretário de Segurança Pública e Cidadania de João Pessoa, Geraldo Amorim.

Assessoria do MPPB