Arquivo da tag: cunhada

Homem é preso suspeito de estuprar a cunhada, em Campina Grande

Um homem de 33 anos foi preso na tarde do domingo (27), suspeito de estuprar a cunhada, no distrito de São José da Mata, em Campina Grande. O crime aconteceu no sítio Campo de Angola e teria sido facilitado pela irmã da vítima, que é companheira do suspeito.

A Polícia Militar recebeu a denúncia de que um homem estaria sido espancado. Quando chegaram ao local, testemunhas informaram a policiais militares que o suspeito estaria sendo agredido porque havia estuprado a cunhada.

À polícia, a vítima de 31 anos disse que, por volta das 3h30 do domingo, a irmã teria ido até a casa dela e a segurado para que o cunhado cometesse o estupro.

O casal foi encaminhado para a Central de Polícia de Campina Grande. O G1 tentou entrar em contato com a Polícia Civil, mas até as 18h50 não recebeu a confirmação de qual delegado plantonista estaria responsável pelo caso.

G1

 

Homem é detido após agredir companheira, sogra e cunhada em Guarabira

casos-de-policiaUm homem de 37 anos foi detido na manhã do sábado (27) após agredir três mulheres na Rua Manoel Severino, no Bairro do Nordeste II, em Guarabira. Uma das vítimas, que é a companheira do agressor, está grávida. As informações são do Relatório Diário das Ocorrências de Destaque do 4º Batalhão de Polícia Militar.

De acordo com a PM, o crime aconteceu por volta das 4h. Marinaldo Marques Lima estava agredindo a companheira na via pública. Durante a confusão, a irmã, de 30 anos, e a mãe da vítima, de 61, também foram agredidas. Segundo a polícia, elas tentaram evitar a briga do casal e foram hostilizadas por Marinaldo. O motivo da discussão não foi especificado no relatório.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Conforme o boletim, os policiais tomaram conhecimento da briga após denúncias de populares. O agressor foi detido e levado para a delegacia, em Guarabira. A idosa e sua filha também foram conduzidas a DP para prestar esclarecimentos. Já companheira do acusado se recusou a ir a central de polícia por estar grávida.

 

manchetepb

Prefeito emprega filha, cunhada, primos e parentes de aliados no interior da PB

Prefeito Dr. Neto(foto) é acusado de praticar nepotismo, segundo Frei Anastácio
Prefeito Dr. Neto(foto) é acusado de praticar nepotismo, segundo Frei Anastácio

O deputado estadual Frei Anastácio, líder do PT na Assembleia Legislativa, denunciou nesta terça-feira (26) a livre prática de nepotismo na prefeitura de Sumé. “Os documentos que recebi mostram que na prefeitura daquela cidade, existe um verdadeiro “trem da alegria”, com a contratação de parentes do prefeito Francisco Duarte da Silva Neto (Dr. Neto) e de vereadores”, disse.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Segundo o deputado, entre os contratados na prefeitura estão a filha, a cunhada e primos do prefeito além de parentes do vice e de vereadores. “Vimos ainda pessoas com outros graus de parentescos, como por exemplo: Merenciana Polyenne Rodrigues Duarte, filha do prefeito, Maria das Graças Simões Leite, irmã da primeira dama, Ana Paula.

A irmã do vice-prefeito, Andréa Duarte Pinto de Sousa, foi nomeada como assessora de comunicação do gabinete do prefeito. A prima do prefeito, Maria do Socorro Queiroz Duarte, assumiu cargo em comissão na administração da cidade.

Ainda existem primos do prefeito: Rosalma Duarte da Silva, Rafael Pereira Nunes de Souza e Francisco Duarte da Silva Neto, primo do vice.

Segundo Frei Anastácio, documentos mostram ainda a contratação de familiares próximos de vários vereadores. Simone de Sousa Xavier, prima da vereadora e secretária de ação social, Brigida Xavier; Sara Shênia Sarmento, irmã do vereador e secretário de saúde, Antônio Carlos Sarmento. “A relação é bem extensa. As informações apresentadas são de conhecimento público e mesmo assim o prefeito, com a cara mais deslavada do mundo, faz às vezes de ouvido de mercador”, disse o deputado.

MaisPB 

Homem acusado de tentar assassinar a cunhada de 44 anos é preso na cidade de Bananeiras

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Crimes contra a Pessoa (Homicídios) da Capital, apresentou na manhã desta terça-feira (11), Jonas Santino Simões, de 29 anos. Ele é acusado de tentar assassinar com cinco tiros a cunhada Maria Lúcia de Sousa, de 44 anos.

De acordo com o delegado responsável pelas investigações, Bruno Victor Germano, Jonas foi preso na cidade de Bananeiras, no Brejo paraibano, após denúncias. A ação foi realizada em parceria com policiais da 8º Área Integrada de Segurança Pública (Aisp), com sede em Guarabira.

“Ele já foi autuado em Bananeiras pela delegada Paula Monalisa por posse ilegal e receptação de arma de fogo. Aqui na Capital, ele será autuado pelo crime de tentativa de homicídio. E na delegacia de crimes contra menores já existe um inquérito no qual está sendo apurado o estupro de uma menina de 14 anos, filha de Jonas Simões. A adolescente está com sete meses de gestação e o acusado pode ser pai da criança”, afirmou Bruno Germano.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook
Entenda o caso – Jonas Santino Simões era companheiro de Elisângela Sousa e registrou a filha dela, se tornando legalmente pai da menina. Mesmo assim, segundo as autoridades policiais, ele é suspeito de estuprar a jovem desde que ela tinha 11 anos.

Quando a gravidez foi confirmada, a tia da adolescente, Maria Lúcia, descobriu o que estava acontecendo e avisou a irmã, Elisângela. Ao saber da situação, mãe e filha saíram de casa.

Jonas, ao ficar sabendo da atitude da cunhada, teria ido ao encontro dela na feira de Oitizeiro, em João Pessoa, no último sábado (8), e disparado cinco tiros de uma arma calibre 32. Ela foi atingida com três tiros no abdômen, um no braço e outro na perna.

Segundo o delegado Bruno, Jonas possui um histórico de doenças mentais, conforme laudos entregues pela família à polícia. “Esses laudos serão anexados ao inquérito e serão analisados pelo Judiciário para que o juiz competente possa indicar a casa de detenção mais apropriada para o caso”, finalizou.


pbagora com Secom

Sogra e cunhada matam mulher em CG após briga por causa de marido

plantão policialTrês mulheres foram presas na madrugada deste domingo  (24)  e uma está foragida acusadas de assassinar uma mulher a golpes de faca e ferir outra com uma pedradas na cabeça no bairro do Jeremias, na cidade de Campina Grande. As informações dão conta que o motivo do assassinato foi por causa de marido.

O comandante do 2º Batalhão de Polícia Militar, tenente coronel Souza Neto informou que as vítimas foram as domésticas Renata Santos, de 25 anos e Renale da Silva Oliveira, 22 anos. Renata foi ferida com dois golpes de faca no pescoço desferidos pela sua própria sogra e a cunhada.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Renata e Renale  moravam na mesma residência. As duas  foram socorrida para o Hospital de Hospital de Emergência e Trauma Don Luiz Gonzaga Fernandes, mas Renata não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

Uma fonte do MaisPB em Campina Grande contou que Renata era casada com um presidiário, mas, a  sogra dela, Maria da Conceição da Silva, 59 anos,  a estava acusando de trair o marido. Esse seria o motivo do início da briga e do homicídio.

De acordo com Souza Neto, testemunhas informaram que as discussões começaram no local por volta das 8h da noite do sábado e durou até a madrugada com um desfecho trágico deixando um saldo de  uma pessoa ferida e outra assassinada.

Após saberem que uma mulher estava morta, populares se armaram com pedaços de pau e tentaram linchar as acusadas do homicídio e, só não tiveram êxito, devido a chegada da Polícia. Para não morrer,  três das acusadas do crime se esconderam dentro de casa e outra fugiu.

As mulheres apontadas pelo assassinato e a lesão corporal são as domésticas: Edvânia Pereira Barros, de 37 anos; Maria da Conceição da Silva, 59 anos (acusada na do homicídio e sogra da vítima); Ednalva Pereira de Andrade, (acusada na participação do homicídio e foragida) e Edilene Pereira de Andrade, 34 anos (acusada da lesão corporal).

A Polícia foi chamada através do número 190, para uma ocorrência de ferimento de arma branca no bairro do Promora.

A uma guarnição da Operação Nômade, comandada pelo policial militar, J. Nilton, esteve no local, onde foi constatado o descontentamento de várias pessoas querendo fazer justiça com as próprias mãos por conta de duas mulheres que teriam sido feridas com golpes de faca peixeira desferidos por familiares. Para conter os ânimos foram acionadas as guarnições do Choque e da Força Tática.

Os policiais deram voz de prisão às supostas acusadas sendo que, momentos depois, chegou a noticia que uma das vítimas teria vindo a óbito, (Renata). Três das quatro acusadas foram presas e conduzidas a Central de Policia e apresentadas a autoridade policial judiciária para que fossem autuadas na forma da legislação. Outra acusada encontra-se foragida, porém, já  identificada pela Polícia.

Roberto Targino – MaisPB

Prefeito nomeia esposa, cunhada e motorista como secretário, depois de aumentar seus salários em mais de 200%

nepotismoOs vereadores da cidade de Santa Rita, região metropolitana de João Pessoa, vão protocolar no Ministério Público uma denúncia de nepotismo contra o prefeito da cidade, Reginaldo Pereira (PRP). De acordo com Joselito Carneiro de Morais, o Josa de Nezinho (PTC), presidente da Câmara Municipal, Reginaldo estaria colocando parentes próximos para ocuparem cargos sem concurso público.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Com documentos, os vereadores Josa de Nezinha (PTC), João Júnior (PSB) e Genival Guedes (PSD) informaram que Reginaldo estaria praticando o que classificaram como ‘mais um dos desmandos da administração do prefeito’. “Parentes estão ocupando cargos de confiança e secretariado”, revelou Nezinha.

Vereadores denunciam atos do prefeitoFoto: Cópia do decreto de nomeação de Vilma, cunhada do prefeito
Créditos: Portal Correio

Conforme os parlamentares, uma cunhada do prefeito e sua esposa ocupam cargos públicos. Vera Lúcia Gomes de Lima Costa, primeira-dama da cidade, ocupa o cargo de secretária de Ação Social (veja cópia do ofício de nomeação). Durante entrevista no programa radiofônico Correio da Manhã, 98FM,  os vereadores revelaram que o prefeito nomeou o seu motorista particular como secretário de Articulação Institucional, com salário de R$ 10.400.

Vereadores denunciam atos do prefeitoFoto: Cópia do decreto de nomeação de Vera, primeira-dama
Créditos: Portal Correio

Os vereadores informam que em Santa Rita os princípios da legalidade, impessoalidade, e moralidade não estão sendo respeitados. Outra denúncia de irregularidade no governo municipal apresentada pelos políticos é sobre a contratação de pessoal.

“No início da gestão, o prefeito exonerou diversos servidores sob justificava de ausência de capital nos cofres da prefeitura. Ele disse que encontrou um rombo de R$ 300 milhões, mas, em seguida, criou mais de 400 cargos comissionados”, comentou João Júnior.

No início da gestão, através de Medida Provisória (MP) enviada à Câmara Municipal, o prefeito comunicou a criação de quatro secretarias e 400 cargos comissionados. Segundo Joselito, o Reginaldo Pereira elevou os salários dos secretários municipais de R$ 2,5 mil para R$ 8 mil. Os salários dos secretários adjuntos serão de R$ 5 mil.

Cópia do decreto de nomeação de Edvaldo, motorista do prefeitoFoto: Cópia do decreto de nomeação de Edvaldo, motorista do prefeito
Créditos: Portal Correio

Segundo o Ministério Público, a justificativa apresentada pelas prefeituras, argumentando que a indicação de parentes para cargos políticos é livre e está em conformidade com a lei, não tem fundamento. A nomeação de familiares deve ser uma exceção e acontecer somente quando a pessoa tiver, comprovadamente, melhor capacidade técnica do que outros potenciais candidatos ao mesmo cargo.

 

 

 

Hyldo Pereira

Portalcorreio

Dona Inês-PB: Homem é preso por tentativa de homicídio; a vítima foi sua cunhada

Luiz do Carmo de Oliveira, de 34 anos de idade, residente em Oiticica, em Dona Inês-PB, foi levado para a delegacia de polícia civil do município após ser preso pela polícia militar do destacamento local.

O agricultor está sendo acusado de ter atentado contra vida da cunhada, a agricultora Raimunda Costa da Silva, de aproximadamente 40 anos de idade, residente na mesma localidade. O crime ocorreu por volta das 14h30 da terça-feira (23).

De acordo com o acusado a discussão foi motivada por questões familiar. A vítima seria responsável pelos cuidados da mãe do acusado e o tratamento da vítima para com a sogra não estaria agradando o acusado que foi tomar satisfação na tarde de hoje com a cunhada. O seu irmão, José do Carmo de Oliveira, esposo da vítima teria participado da discussão e o acusado armado com uma espingarda do tipo soca-soca, teria apontado a arma para seu irmão a fim de alveja-lo, foi nessa hora que a vítima se atravessou na frente e recebeu o tiro.

Raimunda foi alvejada na barriga e socorrida para o hospital por populares. A vítima foi medicada e passa bem.

O acusado se evadiu do local abandonando a arma que foi apreendida pela PM.

O Sargento Edivolnaldo, comandante do destacamento local, contou que após ser comunicado, saiu em diligências com o Cabo F. Santos e conseguiu alcançar o acusado na localidade de Cachoeirinha, município de Tacima-PB.

O acusado foi levado para a delegacia onde foi ouvido pela autoridade competente e deve responder pelo crime de tentativa de homicídio. O agricultor ficará preso na cadeia pública de Belém-PB a disposição da justiça.

Por Júnior Campos