Arquivo da tag: criminoso

Fogo na Serra Preta é controlado após 7 dias, na PB; incêndio pode ter sido criminoso, diz Bombeiros

Após sete dias, o incêndio de grandes proporções que atingiu a Serra Preta, em Mãe D’Água, no Sertão da Paraíba, foi controlado, conforme informou na manhã desta segunda-feira (30) o comandante Regional do Corpo de Bombeiros, Saulo Laurentino. De acordo com o coronel, as chamas, que começaram no dia 22 de setembro, foram controladas no último domingo (29), mas o fogo ainda não foi extinto. A suspeita dos bombeiros é de que o incêndio seja criminoso.

Segundo o comandante, há suspeita de que o incêndio seja criminoso porque vários moradores da região denunciaram a presença de um homem circulando em uma motocicleta próximo aos principais focos do incêndio.

“As equipes do combate receberam informações de que moradores viram uma pessoa de motocicleta, às margens das estradas, ateando fogo propositalmente em várias propriedades rurais da região. E quando a gente analisou toda a área, as características apontam que o fogo realmente pode ter sido criminoso”, explicou Saulo Laurentino.

Bombeiros trabalham no local para tentar extinguir fogo totalmente, na Serra Prera, Sertão da PB — Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Bombeiros trabalham no local para tentar extinguir fogo totalmente, na Serra Prera, Sertão da PB — Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Na manhã do último sábado (28), os bombeiros conseguiram controlar os principais focos do incêndio. Mas, segundo o comandante, ainda durante a tarde do sábado, as chamas se descontrolaram novamente devido ao calor e ao clima seco da região.

“Agora o fogo está controlado, mas não extinto na totalidade. No sábado, a gente conseguiu controlar a maioria dos focos do incêndio, mas no mesmo dia houve descontrole das chamas novamente. Foi neste domingo [29] que conseguimos de fato controlar o fogo, para esse trabalho a gente recebe apoio de militares de Campina Grande e João Pessoa”.

Principais focos do incêndio foram controlados, mas fogo não foi totalmente extinto — Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Principais focos do incêndio foram controlados, mas fogo não foi totalmente extinto — Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Uso de drones para mapeamento da área

Ainda conforme o comandante Regional do Corpo de Bombeiros, nesta segunda-feira, cerca de 25 militares atuam no combate ao incêndio. Além disso, as equipes vão receber apoio de drones para realizar o mapeamento da área atingida pelo fogo. “Esses drones auxiliam os bombeiros no trabalho de mapeamento da região, e também vai nos ajudar a dimensionar a área queimada”, destacou.

Cerca de 25 militares fazem força tarefa para extinguir o fogo na Serra Preta, no Sertão da PB — Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Cerca de 25 militares fazem força tarefa para extinguir o fogo na Serra Preta, no Sertão da PB — Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

Incêndio começou no dia 22 de setembro

O incêndio de grandes proporções atinge a Serra Preta desde o dia 22 de setembro. De acordo com o coronel Saulo Laurentino, o fogo chegou a ser controlado entre a quarta (25) e a quinta-feira (26), mas, como o local é de difícil acesso, as chamas teriam se alastrado na manhã da sexta-feira (27), reduzidas no período da tarde, mas continuaram totalmente descontroladas na região.

Conforme Saulo Laurentino, a terra no local é bastante íngreme. “O fogo é no pico da serra. O combate é desgastante, porque as viaturas só conseguem chegar até um certo ponto, então precisamos levar todo o material de combate caminhando até o local, é cerca de uma hora caminhando só pra chegar lá em cima”, salientou.

Fogo estava totalmente descontrolado, segundo bombeiros, em Mãe D'Água, na Paraíba — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Fogo estava totalmente descontrolado, segundo bombeiros, em Mãe D’Água, na Paraíba — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

 

G1

 

 

Grupo criminoso explode agência bancária na cidade de Pedra Lavrada

Uma agência bancária foi explodida durante a madrugada desta quarta-feira (26) na cidade de Pedra Lavrada, na região do Seridó paraibano. O grupo criminoso chegou à cidade durante a madrugada e efetuou o crime contra a agência do Bradesco.

Até o momento não é possível saber se a ação criminosa foi bem sucedida e se o grupo conseguiu levar algum dinheiro do local.

Durante a ação criminosa eles ainda efetuaram vários disparos de arma de fogo e explodiram algumas bombas com o intuito de amedrontar a população. Durante a fuga, os assaltantes espalharam grampos pela estrada para dificultar a perseguição policial.

Este é o 82º registro de casos de violência contra instituições bancárias na Paraíba somente no ano de 2018, de acordo com levantamento feito pelo Sindicato dos Bancários. Ao todo foram registradas 60 explosões em bancos, dois assaltos, 15 arrombamentos e cinco tentativas de assalto.

clickpb

Criminoso conta em detalhes como aconteceu assassinato de bombeiro militar

A Polícia Militar prendeu, na noite dessa quinta-feira (30), os três suspeitos envolvidos no latrocínio (roubo seguido de morte) de um sargento do Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba, que aconteceu no fim da manhã do mesmo dia, em um quartel, no bairro de Mangabeira, em João Pessoa. O crime, que seria para roubar a pistola da vítima, foi encomendado por um presidiário que cumpre pena alternativa por tráfico de drogas, realizando serviços diários de faxina no local onde o militar trabalhava.

O caso foi elucidado em menos de 12 horas após a morte do sargento, através de buscas realizadas por policiais militares de várias unidades, que passaram a verificar as denúncias recebidas pela população por telefone e por aplicativos de mensagens instantâneas. Durante a noite, a PM prendeu, no bairro do Valentina, o suspeito que estava pilotando a moto, um jovem de 18 anos, e encontrou com ele a motocicleta que aparecem nas imagens.

No decorrer das buscas, a Polícia Militar chegou até o autor dos disparos, um acusado de 20 anos, que tinha sido preso na última sexta-feira (24) com drogas, na 31ª edição da operação Impacto, mas foi liberado na delegacia, após assinar um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO). Ele cumpre pena por roubo no regime aberto e estava escondido na casa da namorada, em uma comunidade que fica na divisa dos bairros do Altiplano e Quadramares. A arma roubada do sargento estava escondida na residência e foi recuperada. O revólver usado para tirar a vida da vítima também foi apreendido na ação.

Com a prisão da dupla, os policiais descobriram que o crime tinha sido encomendado por um preso de 32 anos, que estava há dois meses cumprindo medida alternativa no quartel onde o sargento trabalhava. Ele teria encomendado o crime para vender a arma do militar e passou para os comparsas o momento exato de praticarem o roubo.

Os três suspeitos foram apresentados na delegacia de Crimes contra o Patrimônio, onde serão autuados por latrocínio, cuja pena é de reclusão de 20 a 30 anos. Eles devem passar por audiência de custódia nesta sexta-feira.

 “Eu cheguei da escola e Jonas me chamou dizendo ‘tem como arrumar uma moto para pegar uma pistola nos bombeiros?’. Peguei a moto, ele me deu o capacete, fiquei na outra rua, ele entrou e coisou. Perguntei o motivo e ele disse ‘ele reagiu, ia atirar em mim’. Não era pra fazer isso não, respondi. Ele mandou eu ligar a moto e fomos embora”, contou um dos acusados.

assessoria

Grupo criminoso toca fogo em residência com casal dentro em JP

Segundo informações da vítima, o grupo de homens chegou até o local espalhando líquido inflamável pelo chão e atearam fogo (Foto: Reprodução/Portal T5)

Um grupo de homens tocou fogo em uma residência com os moradores dentro durante a madrugada desta quarta-feira (16) no bairro João Paulo II, em João Pessoa. Um casal estava dentro da casa no momento do incêndio e a mulher ficou ferida.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e conseguiu controlar o fogo. No entanto, todos os móveis e eletrodomésticos que estavam dentro da casa foram queimados.

Segundo informações da vítima, o grupo de homens chegou até o local espalhando líquido inflamável pelo chão e atearam fogo. Eles teriam gritado contra o casal que estava dentro da casa e fugido logo que o fogo se alastrou.

O homem que estava dentro da casa ainda relatou que havia se mudado para o local há apenas cinco meses e não sabia o que poderia ter motivado o ataque. O morador de 57 anos não ficou ferido.

A mulher, de 47 anos, teve queimaduras nas pernas e foi levada para receber atendimento no Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa. Ela ainda está internada e seu quadro é considerado estável.

ClickPB

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Criminoso rouba bolsa de mulher e arremessa criança no chão na Grande João Pessoa; assista

Câmeras de segurança flagraram o momento em que uma mulher foi assaltada na rua da Enseada, em Intermares, Cabedelo, Grande João Pessoa, no final da tarde desta quarta-feira (27).

A mulher chegava acompanhada do filho quando foi abordada pelo criminoso que já chegou anunciando o assalto. O bandido disse que estava armado, mas a vítima relatou que não viu a arma.

Na confusão, o bandido tomou a bolsa da mulher e a criança que tem aproximadamente 10 anos tentou impedir, mas foi arremessada no chão.
Na fuga, o celular da vítima caiu e ela conseguiu recuperar, mas a bolsa foi levada.

Confira toda a ação:

Marília Domingues / Marcos Antônio (Águia)

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

14 ficam feridos após atropelamento criminoso em Melbourne; dois suspeitos foram detidos

A Polícia de Melbourne informou que prendeu dois suspeitos de participar do atropelamento de dezenas de pessoas no centro da cidade nesta quinta-feira (21). Ao menos 14 pessoas ficaram feridas, sendo que “muitas estão em estado grave”.

Polícia prende 2 pessoas por atropelamento em Melbourne
Polícia prende 2 pessoas por atropelamento em Melbourne

Foto: EPA / Ansa – Brasil

De acordo com as autoridades, o motorista e um possível cúmplice estão sendo interrogados. “Trata-se de um ato deliberado, mas as investigações estão em curso. Ainda é muito cedo para saber as motivações”, disse um porta-voz da polícia local.

“A Polícia foi chamada por um incidente na Flinders Street, entre Elizabeth e Swanston street, onde um veículo atingiu diversos pedestres. O motorista foi preso”, disse Creina O’Grady, porta-voz da polícia.

De acordo com testemunhas, o veículo estava a cerca de 100km/h na hora do incidente, que as autoridades ainda não consideram um ato terrorista.

O primeiro-ministro da Austrália, Malcolm Turnbull, usou as redes sociais para lamentar o ocorrido e informou que tanto as autoridades federais como locais “estão trabalhando juntas na cena para investigar esse incidente chocante”.

Essa é a segunda vez que a cidade passa por um atropelamento do tipo. Em janeiro, seis pessoas morreram quando um homem jogou um carro contra pedestres na Bourke Street. Por conta disso, as autoridades australianas instalaram blocos de concretos em diversos pontos sensíveis da cidade para prevenir esse tipo de ação.

Terra 

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Filho de prefeito chefiava esquema criminoso que desviou mais de R$ 1 mi, diz MPPB

mppbUma organização criminosa suspeita de desviar mais de R$ 1 milhão dos cofres públicos foi desarticulada, na manhã desta quinta-feira (12), em operação deflagrada pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB). O filho do atual prefeito de Gado Bravo (Agreste do estado, a 191 km de João Pessoa) comandava a quadrilha. Outros parentes do gestor também estariam envolvidos no esquema.

Desde o início da manhã, são cumpridos sete mandados de busca e apreensão em propriedades da família do prefeito, além de três mandados de prisões temporárias e três mandados de conduções coercitivas. Cerca de 70 profissionais, entre promotores, policiais e bombeiros, dão cumprimento às ordens judiciais, que foram obtidas junto ao Juízo de Direito da Comarca de Aroeiras.

Segundo as investigações, o líder da quadrilha, que além de filho do prefeito é secretário de Finanças do município de Gado Bravo, teria assumido a pasta com o objetivo de desviar recursos públicos através de fraudulentos processos licitatórios, falsificação de documentos públicos e particulares, entre outras condutas ilícitas.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

A fraude consistia na utilização indevida de dados de diversas pessoas físicas que figuravam em empenhos como credores de valores despendidos pelo município de Gado Bravo, mas relativos a serviços que jamais foram executados, bem como a confecção de empenhos e pagamentos em valores superiores aos serviços realizados, com nítido desvio de recursos públicos, beneficiando ilicitamente familiares do prefeito, em prejuízo de toda uma coletividade ávida, carente de serviços básicos de saúde e educação.

Ainda de acordo com MPPB, o esquema criminoso foi percebido após cruzamento de informações junto ao Sistema de Acompanhamento da Gestão dos Recursos da Sociedade (Sagres), mantido pelo Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB). Foram identificados desvios em várias secretarias, destacando-se a das Finanças. No período investigado, foi constatado desvio superior a R$ 357,8 mil e que um parente do prefeito teria recebido R$ 160 mil do montante retirado de forma irregular dos cofres públicos. O prejuízo total causado pelo esquema ainda está sendo levantado pelo Ministério Público, mas estima-se que tenha sido superior a R$ 1 milhão.

Denominada ‘Salinas’, por ser esse o nome do sítio onde o esquema criminoso era administrado, a operação é comandada pelo MPPB, por meio da Promotoria de Justiça Cumulativa de Aroeiras e do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), e tem apoio do Batalhão de Operações Especiais da Policia Militar (Bope) e equipes do Resgate do Batalhão do Corpo de Bombeiros.

 

 

portalcorreio

Viatura da PM pega fogo no Sertão e polícia investiga se incêndio foi criminoso

Uma viatura da Polícia Militar pegou fogo na madrugada desta quarta-feira (21), em Triunfo, Sertão do estado. O veículo estava dentro da garagem da delegacia da cidade e a polícia ainda não sabe se a combustão foi criminosa.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada para conter o fogo, que por volta das 5h já havia sido controlado. No momento da combustão, não havia ninguém na delegacia. A garagem onde estava a viatura ficou destruída e o teto desabou.

De acordo com informações do 6º Batalhão da PM, uma perícia será realizada para saber o que motivou as chamas.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Perícia vai analisar se fogo foi criminoso ou acidentalÂngelo Lima

 

 

Portal Correio

Incêncio criminoso destroi parcialmente a Delegacia de Polícia de Cacimba de Dentro

incendio-O prédio onde funciona a Delegacia de Polícia do município de Cacimba de Dentro, Curimataú paraibano, foi atacado por um incendiário, na madrugada deste sábado (12).

De acordo com as primeiras informações, seis motocicletas apreendidas em ocorrências, que estavam no terraço da delegacia, foram completamente destruídas pelo fogo. Não houve vítimas.

O fogo atingiu apenas a parte frontal do prédio, documentos e registros que se encontravam  dentro da delegacia não foram atingidos.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A perícia encontrou no local, uma garrafa pet com vestígios de uma substancia inflamável, o que comprova que o incêndio foi criminoso.

A suspeita é de que um jovem com problemas mentais, que teve a moto apreendida a poucos dias, teria provocado o incêndio.

 por Michele Marques/portalmidia

‘Criminoso mais burro do mundo’ é preso ao esquecer de sair do Facebook em roubo

facebookNicholas Wig, 26, foi preso na terça-feira (24) em St. Paul, no Estado americano de Minnesota, depois de olhar seu perfil no Facebook e de esquecer de se deslogar após um roubo, informou a CBS Minnesota. “É o criminoso mais burro do mundo”, disse o dono da casa roubada, James Wood.

O ladrão fugiu com os cartões de crédito, dinheiro, celular e relógio de Wood, mas deixou para trás seus sapatos, jeans e cinto, que estavam molhados porque chovia.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Quando percebeu que Wig havia deixado seu perfil no Facebook aberto, Wood postou a informação de que o jovem havia roubado sua casa e compartilhou seu telefone pedindo mais informações. Então o próprio Wig lhe enviou uma mensagem de texto, e os dois concordaram em se encontrar. Segundo Wood, Wig pareceu pensar que, se devolvesse o celular que havia roubado em troca das roupas que havia deixado para trás, tudo ficaria bem.

Mas, assim que Wood viu Wig caminhando em direção à sua casa, telefonou para a polícia. O ladrão foi preso no local e, se condenado, poderá enfrentar uma sentença de dez anos e US$ 20 mil em multas.

Ig