Arquivo da tag: crianças

Mulher sequestrou crianças de orfanato em Esperança para enganar marido

(Foto: Felipe Valentin/TV Paraíba)

A mulher apontada como mentora do sequestro de duas crianças do orfanato e abrigo provisório da cidade de Esperança, no Brejo paraibano, queria usar as crianças para enganar o marido. Segundo o Conselho Tutelar da cidade, a mulher havia dito ao marido que estava grávida de gêmeos, mas nunca aparecia com as crianças.

“Ela dizia ao marido que estava grávida de gêmeos e que tinha feito o parto na cidade de Recife, onde as crianças estariam internadas com problemas cardíacos. O pai questionava porque ela nunca aparecia com os gêmeos. O Conselho Tutelar tomou conhecimento do caso e foi atrás até confirmar que essas crianças não existiam”, disse a conselheira tutelar Adriana Alves.

O Conselho Tutelar destacou que, pelo fato de dizer que era mãe de gêmeos, a mãe cortou e pintou o cabelo das meninas sequestradas e ainda vestiu elas com roupas masculinas. Antes de sequestrar as crianças, para enganar o marido, segundo o Conselho Tutelar, a mulher enviava fotos de crianças que ela salvava da internet. As imagens enviadas para o marido foram analisadas pela Polícia Civil, que confirmou que eram fotos de internet.

Sobre a situação do orfanato e abrigo provisório, o Conselho Tutelar destacou que vai intensificar a fiscalização sobre as funcionárias, tendo em vista que uma delas é suspeita de participação no crime. “Uma funcionária que trabalha há um mês no local foi quem passou as crianças por cima do muro, na madrugada, enquanto a outra funcionária estava dormindo”, disse Adriana Alves.

O Conselho Tutelar destacou ainda que está preparando relatórios com denúncias e informações que serão protocolados junto ao Ministério Público da Paraíba e a Polícia Civil do estado da Paraíba.

Relembre o caso

Quatro mulheres foram presas em flagrante suspeitas de sequestrarem duas crianças de 1 ano e 1 ano e 3 meses que estavam no orfanato e abrigo provisório na cidade de Esperança. Entre as mulheres presas está uma funcionária do local que facilitou a fuga, passando as crianças por cima do muro, segundo a Polícia Civil.

Outra mulher que foi presa era mãe de uma criança que estava internada no local, porém, a mulher sequestrou outras duas meninas que não eram suas filhas. O sequestro ocorreu durante a madrugada do sábado (8), e as crianças foram encontradas pela manhã em uma casa, na cidade de Areial.

A dona da casa uma amiga também foram presas. Na casa, as crianças já estavam com cabelos cortados e pintados e usavam roupas masculinas.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Suspeito de pedir fotos íntimas e marcar encontros com crianças pelo Facebook é preso na PB

Jovem é preso depois de polícia encontrar pornografia infantil no celular dele

Um jovem de 21 anos foi preso na noite da quarta-feira (3) suspeito de aliciar crianças para enviar fotos íntimas e marcar encontros por meio do Facebook. A prisão aconteceu na Praça da Paz, nos Bancários, em João Pessoa, depois que o suspeito tentou fugir ao notar a presença da Polícia Militar na praça.

Segundo a PM, os policiais faziam uma ronda de rotina na praça quando viram o suspeito fugindo ao notar o carro da polícia. Uma perseguição foi feita e, ao princípio, os policiais não encontraram nada suspeito com o jovem. Apenas ao analisar o celular foi que os PMs encontraram a troca de mensagens entre o suspeito e crianças de 10 e 11 anos.

Conversa em celular de suspeito mostra jovem tentando marcar encontro com criança de 11 anos (Foto: Reprodução/TV Cabo Branco)

“Além dessas mensagens, com um palavreado bastante chulo, pornográfico, erótico, tinha também fotos em que ele provavelmente aliciava os menores e eles remetiam para ele as fotos dos próprios órgãos genitais”, explica a delegada Ana Carolina Ferreira.

Em uma das mensagens salva no celular e que foi impressa pela delegada, o rapaz insiste em encontrar a criança, que responde escrevendo que tem apenas 11 anos. Em outro trecho da mesma conversa, ele continua a insistir e a criança diz que tem medo que a mãe descubra.

O rapaz não tinha antecedentes criminais e foi levado para a Central de Polícia Civil. Segundo a delegada, ele deve passar por audiência de custódia ou pagar fiança e responder ao crime em liberdade. O caso vai ser encaminhado para a delegacia responsável para investigação.

“Parece que há grupos fechados no Facebook só para aliciamento de menores para atos libidinosos. Pode ser que ele seja integrante ou não, mas isso exige uma investigação mais profunda. Se a delegada especializada achar necessário ela aprofunda a investigação no que diz respeito a essas denúncias dos grupos, uma vez que com o que temos aqui não há materialidade comprovada dessa participação”, completa a delegada.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

20% das crianças nascidas no país são filhas de meninas de 10 a 19 anos

Pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) indicam que uma em cada cinco crianças brasileiras são filhas de mães que engravidaram entre os 10 e os 19 anos. Além disso, 76% das adolescentes que engravidam abandonam a escola e 58% não estudam nem trabalham fora de casa.

Os dados foram mostrados em reportagem do programa Profissão Repórter, da rede Globo, desta quarta-feira (6).

A agente de saúde Lidiane Pereira Brito, da Ilha de Marajó (PA), revela um pouco de sua rotina com os casos de gravidez na adolescência. Ultimamente, as jovens estão ficando grávidas muito crianças. A gente recebe criança de 12 anos. A gente conversa com as adolescentes, faz palestras, mas o índice é muito grande. E nessa faixa etária muitas se recusam a fazer o pré-natal porque têm vergonha”, conta.

No Acre, a Secretaria de Saúde implementou para conscientização nas escolas. O projeto conseguiu reduzir em 11% os casos de gravidez entre adolescentes nos centros de ensino do estado. A iniciativa também tenta conscientizar os homens. “O moralismo e o machismo entram forte. O menino é incentivado a ter várias parceiras e não a ser pai”, diz Antônio de Oliveira, criador do projeto.

NM

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Grávida perde bebê após acidente em moto com quatro crianças, na PB

(Foto: Reprodução/TV Paraíba)

Uma mulher que estava grávida de sete meses e sofreu um acidente de moto perdeu o bebê e está em coma induzido, no Hospital Regional de Sousa, no Sertão da Paraíba. A mulher trafegava de moto, levando mais quatro crianças na garupa do veículo, quando o acidente ocorreu na noite do sábado (25), na zona rural de Sousa.

A perda da gestação foi confirmada na manhã desta segunda-feira (27), pelo Hospital Regional de Sousa. Na moto também estavam quatro crianças de 1, 4, 11 e 12 anos. A criança de 1 ano foi transferida para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande e está internada em estado grave. O menino sofre fratura na perna e traumatismo craniano.

Segundo o pai das crianças, a mulher costumava sair de moto com os filhos e sempre era alertada. “O acidente poderia ter sido evitado, se ela não tivesse saído na moto com os quatro meninos. Todo mundo alertava a ela”, disse José Rodolfo Medeiros, que é gari.

As outras três crianças tiveram ferimentos leves e já receberam alta médica, ainda no Hospital Regional de Sousa. A Polícia Militar tomou conhecimento do caso, mas não sabe como o acidente ocorreu. Segundo o pai das crianças, a moto teria sido atingida por um carro descontrolado.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Idoso de 93 anos é preso suspeito de abusar sexualmente crianças em Campina Grande

Um idoso de 93 foi preso na segunda-feira (6) suspeito de abusar sexualmente de duas crianças de 9 e 8 anos no bairro de Bodocongó, em Campina Grande. Segundo registro do Centro Integrado de Operações Policiais (Ciop), as crianças foram brincar em um campo de futebol próximo à casa do suspeito e retornaram para as residências apresentado sangramento.

De acordo com a polícia, com base no relato das crianças aos familiares, o idoso se aproximou das crianças oferecendo balas e aproveitou a abordagem para cometer os abusos sexuais. O idoso foi preso em flagrante e encaminhado para delegacia.

Os parentes das crianças também foram encaminhadas para delegacia para prestar esclarecimentos. O caso foi registrado na tarde de segunda-feira, por volta das 14h15 (horário local), na rua Santa Terezinha.

g1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Crianças são intoxicadas por veneno e mãe aponta pai delas como suspeito, na PB

(Foto: Maurício Melo/G1)

Três crianças foram internadas no Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande, na noite desse domingo (22), vítimas de intoxicação por veneno de lagarta. Elas são da cidade de Livramento, Cariri paraibano, a 243 km de João Pessoa.

Segundo a assessoria de comunicação do hospital, com base no relato da mãe, o pai das crianças seria o responsável pela intoxicação. Ela contou que o homem teria espalhado veneno em um pano e, em seguida, colocado o tecido na cabeça das crianças – duas meninas e um menino, que têm três, seis e sete anos de idade.

A mãe das crianças também informou que o homem tentou agredir funcionários do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) que atuaram no socorro às vítimas.

Ainda conforme a assessoria do hospital, as crianças estão internadas na ala de observação infantil, com quadro clínico estável.

Em contato com o Portal Correio, o delegado de Livramento, Ariosvaldo Adelino, disse que a Polícia Civil ainda não foi acionada sobre o caso. “Estamos aguardando o comunicado para iniciar o processo de investigação e procura por esse homem que está sendo apontado como suspeito”, informou.

Portal Correio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

‘Insulina análoga’ será liberada pelo SUS para crianças com diabetes no Brasil

Foto: Marcos Santos/USP Imagens
Imagem Ilustrativa

As crianças portadoras de diabetes tipo 1 terão à disposição no Sistema Único de Saúde (SUS) um dos mais modernos medicamentos para o tratamento da doença: a insulina análoga. O medicamento deverá estar disponível no país em 2018 e foi apresentado nesta quarta-feira (11) pelo Ministério da Saúde.

O Ministério da Saúde anunciou que irá investir R$ 135 milhões, por ano, na compra do novo insumo. Segundo o governo, a nova aquisição será uma importante ferramenta na melhora da qualidade de vida de 100 mil crianças com maior dificuldade de controle da doença.

Estudos apontaram que insulina análoga proporciona um melhor controle glicêmico nos sintomas relacionados à hiperglicemia e diminuição das complicações agudas e crônicas decorrentes do diabetes. O produto é de fácil aplicação, sua embalagem é uma caneta, resposta rápida e com doses que podem ser adaptadas a situação do paciente.

O novo tratamento será ofertado, prioritariamente, às crianças e adolescentes, já que o diabetes tipo 1 apresenta o seu pico entre 10 a 14 anos. A demanda representa 10% do total de crianças com diabetes no país, que são 1 milhão. No entanto, pacientes adultos, com este tipo da doença, também poderão ter acesso ao medicamento, desde que tenham indicação médica.

Portal Correio

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Mais duas crianças atacadas em creche são transferidas para Belo Horizonte

(Foto: Natália Jael/Inter TV Grande Minas)

Mais duas crianças feridas no ataque à creche em Janaúba, um menino de cinco e uma menina de quatro anos, foram transferidas para o hospital João XXIII, em Belo Horizonte, na madrugada deste sábado (7).

De acordo com a assessoria da unidade de saúde, os dois transferidos estão em estado grave. Outras oito crianças estão internadas no hospital, elas também estão em estado grave. Há também duas mulheres, que segundo a assessoria, estão em estado gravíssimo.

Ainda na capital, outras três crianças estão internadas no Hospital Odilon Behrens. Novos boletins serão divulgados neste sábado.

Até a publicação desta reportagem, sete crianças e uma professora morreram após o vigia Damião Soares dos Santos atear fogo nele próprio atacar crianças e professoras dentro da creche Gente Inocente em Janaúba, na Região Norte de Minas Gerais nesta quinta-feira (5). O vigia também morreu.

Outras vítimas feridas estão internadas em Montes Claros e Janúba.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Sobe para sete o número de crianças mortas no incêndio da creche em Janaúba

Sobe para sete o número de crianças mortas no incêndio da creche em Janaúba, região norte de Minas. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, Cecília Davina Gonçalves Dias e Yasmin Medeiros Salvino, ambas de quatro anos, faleceram na tarde desta sexta-feira, 6, no hospital em que estavam internadas em Montes Claros, também na região norte do estado. O total de mortos na tragédia, agora, é de nove. Sete crianças, uma professora e o vigia da creche, que provocou o incêndio na creche.

Sobe para seis o número de crianças mortas no incêndio da creche em Janaúba: Entre a noite de quinta a manhã desta sexta, 11 crianças vítimas do incêndio foram levadas para Belo Horizonte© Fredsom Souza/Estadão Entre a noite de quinta a manhã desta sexta, 11 crianças vítimas do incêndio foram levadas para Belo Horizonte  

Na manhã desta sexta-feira, 6, em Belo Horizonte, três crianças atingidas pelo fogo e levadas para o Hospital de Pronto Socorro João XXIII, em Belo Horizonte, foram transferidas para o Hospital Municipal Odilon Behrens, também na capital.

A assessoria do pronto-socorro, referência em queimados, não informou se a ida para outro local de tratamento ocorreu por melhora no quadro clínico dos pacientes. Os bombeiros elevaram para 43 o total de feridos, conta feita ants do falecimento de Cecília. Conforme a corporação, houve mais procura por atendimento médico em Janaúba durante a madrugada.

Entre a noite de quinta a manhã desta sexta, 11 crianças vítimas do incêndio foram levadas para Belo Horizonte. Todas em estado grave, com queimaduras entre 10% e 80% do corpo, e nas vias aéreas. As crianças transferidas para o hospital municipal têm três anos. Entre os pacientes que permanecem no João XXIII, oito têm cinco anos e um tem quatro anos. Outras duas vítimas, ambas professoras da creche, chegaram há pouco a Belo Horizonte.

O incêndio na creche, conforme investigações da Polícia Civil, foi provocado pelo vigia da instituição, Damião Soares dos Santos, de 50 anos, que antes teria jogado líquido inflamável nas crianças e no corpo.

Quatro alunos morreram imediatamente após o ataque. Uma professora, outra criança e o autor do crime faleceram depois de internadas no hospital de Janaúba. Ainda segundo as investigações, o crime foi premeditado. Galões com combustível foram encontrados na casa do vigia. Damião também teria dito a familiares que “daria um presente a todos, se matando em breve”.

Risco de morte

Em entrevista coletiva mais cedo, antes da confirmação da morte das meninas, o diretor do Hospital Regional de Janaúba Helvécio Campos de Albuquerque havia dito que as 13 vítimas internadas no hospital João XXIII, em Belo Horizonte, ainda estavam em estado gravíssimo e corriam sério risco de morrer. Além dessas pessoas, as meninas Cecília e Yasmin, que estavam internada em Montes Claros, também tinham o mesmo diagnóstico.

Os corpos das vítimas começaram a ser velados por familiares, em casa, na noite de quinta-feira. Os enterros ocorrem separadamente no cemitério da cidade.

Estadão

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Sobe para 6 número de crianças mortas após vigia atear fogo em creche de Janaúba (MG); professora também morre

Mais duas crianças morreram na noite desta quinta-feira (5) depois de terem sido queimadas em uma creche de Janaúba, no Norte do Minas Gerais. Assim, sobe para seis o número de alunos mortos.

Segundo a assessoria de imprensa do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, os dois, um menino e uma menina, estavam sendo transportados de Janaúba para Montes Claros. Ambos tinham quatro anos de idade. Os nomes ainda não foram divulgados.

A creche em que eles estavam foi incendiada pelo vigia noturno Damião Soares dos Santos, de 50 anos, segundo a polícia. Ele também morreu horas depois.

Também na noite desta quinta morreu, em Janaúba, a professora Helley Abreu Batista, de 43 anos. Ela estava com 90% do corpo queimado após ter sido atingida pelo fogo. A informação da morte foi dada por Ricardo Tolentino, diretor da Fundação Hospitalar de Janaúba, onde ela estava internada.

Segundo o Instituto Médico-Legal da cidade, também morreram no ataque:

  • Ana Clara Ferreira Silva, 4 anos
  • Luiz Davi Carlos Rodrigues, 4 anos
  • Juan Pablo Cruz dos Santos, 4 anos
  • Juan Miguel Soares Silva, 4 anos

Outras 24 pessoas seguem internadas, 21 das quais crianças, segundo o Corpo de Bombeiros.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

O Jornalismo em Ação