Arquivo da tag: CR7

Real encerra jejum, bate o Barça com gol de CR7 e fica bem perto do título

O Real Madrid deu um passo importante rumo ao título do Campeonato Espanhol. E que passo. Neste sábado, os merengues venceram o Barcelona por 2 a 1, no Camp Nou, e abriram sete pontos de vantagem para os arquirrivais, a quatro rodadas do fim da competição. Na era Pep Guardiola, os “Galácticos” ainda não tinham vencido os rivais na Catalunha.

Os gols do triunfo merengue foram marcados por Khedira, após falha de Puyol, e Cristiano Ronaldo. Alexis Sánchez balançou a rede para o Barcelona. Lionel Messi bem que tentou levar os donos da casa à vitória, mas não repetiu as últimas atuações. Esteve bem abaixo do normal. Com o resultado, o Real chegou aos 88 pontos, deixando o rival com 81. Na próxima rodada, a equipe de Mourinho recebe o Sevilla, no Bernabéu. O Barça terá pela frente o Rayo Vallecano, fora de casa.

cristiano ronaldo real madrid gol barcelona (Foto: Agência EFE) Cristiano Ronaldo comemora gol da vitória sobre o Real Madrid (Foto: Agência EFE)

Além de se aproximar do título, que não consegue desde a temporada 2007-2008, o Real Madrid encerrou o incômodo jejum de não vencer o Barça desde a mesma temporada, quando o time rival era comandado pelo holandês Frank Rijkaard. Na última vitória, os merengues ganharam por 1 a 0, gol do brasileiro Julio Baptista.

“Mal acostumada”, a torcida do Barça, por sua vez, viu algo raro: seu time perder dois jogos seguidos (vale lembrar que os culés foram batidos pelo Chelsea por 1 a 0 na última quarta-feira pela Liga dos Campeões). A última vez que isso aconteceu foi em maio de 2009, quando caiu para Mallorca e Osasuna.

Real mantém equipe da Champions, e Barça inicia com Tello e Thiago

Sami Khedira gol Real Madrid (Foto: Reuters)Khedira comemora o gol marcado diante do
Barcelona, no Camp Nou (Foto: Reuters)

O técnico José Mourinho optou por escalar no clássico deste sábado contra o Barcelona o mesmo time titular que na última terça-feira perdeu por 2 a 1 para o Bayern de Munique, no jogo de ida pelas semifinais da Liga dos Campeões, e com isso deixou os brasileiros Marcelo e Kaká no banco de reservas.

O lateral, que normalmente começa jogando, cedeu lugar mais uma vez para Fabio Coentrão, mesmo com as críticas feitas ao português após a partida em Munique. No meio-campo, Mourinho incumbiu Özil e Di María de armar as jogadas para a dupla de ataque formada por Cristiano Ronaldo e Benzema.

No Barça, a maior surpresa foi a escolha do jovem Cristian Tello para ser o parceiro de ataque de Lionel Messi. O meia-atacante Thiago Alcântara, filho do ex-jogador Mazinho, também iniciou a partida, assim como os laterais Daniel Alves e Adriano.

Bobeada de Puyol ajuda Real a sair na frente no Camp Nou

gol Real Madrid (Foto: Reuters)Jogadores do Real comemoram gol marcado por Khedira no Camp Nou (Foto: Reuters)

Com a bola rolando, a primeira chance saiu logo aos três, com Cristiano Ronaldo subindo mais que a zaga do Barça e obrigando Valdes a se esticar todo para defender. A partida seguiu equilibrada. Ora o time catalão no ataque, ora os merengues.

E, mesmo jogando fora de casa, o Real Madrid foi premiado com uma bobeada de Puyol. Após cobrança de escateio, a bola caiu nos pés do capitão do Barça, que, em vez de afastar o perigo, tentou dominar a bola dentro da pequena área. Esperto no lance, Khedira dividiu com o espanhol e abriu o marcador no Camp Nou.

falha puyol barcelona khedira madrid (Foto: Agência Reuters)Puyol falha no gol marcado por Khedira, o primeiro
da vitória do Real Madrid (Foto: Agência Reuters)

A partir do gol, o Real passou a esperar o Barça. Os visitantes recuaram e deixaram a responsabilidade de buscar o resultado para os donos da casa. E, aos 26 minutos, quase saiu o empate do time catalão. Messi puxou a marcação e deu um lindo passe para Xavi. O espanhol, que completou 32 jogos contra os rivais e se tornou o jogador do time catalão que mais vezes enfrentou a equipe da capital, dominou na frente de Casillas e finalizou. O goleiro salvou os merengues com um leve toque de perna direita na bola.

Até o fim do primeiro tempo, o panorama do jogo se manteve. O Barcelona buscava o empate, e o Real esperava fechadinho em sua defesa, apostando num contra-ataque para tentar matar a partida. Mas a etapa inicial ficou mesmo no 1 a 0 para os merengues.

CR7 acorda na etapa final e garante vitória do Real

guardiola barcelona real madrid (Foto: Agência Reuters)Guardiola lamenta derrota para o Real Madrid na
partida deste sábado (Foto: Agência Reuters)

O panorama da partida seguiu da mesma maneira no segundo tempo. E, aos nove minutos, Tello perdeu um gol inacreditável. Thiago Alcântara fez um lançamento lindo para a revelação do Barça, que ficou na cara de Casillas. O atacante bateu de primeira e isolou a bola, desperdiçando uma ótima oportunidade de deixar tudo igual no Camp Nou.

O ataque contra a defesa seguiu da mesma maneira. Era o Barça pressionando, e o Real se defendendo. E, para piorar, os merengues não conseguiam aproveitar os contra-ataques. Cristiano Ronaldo era figura nula em campo. Pouco produzia a favor dos merengues. Não chamava a responsabilidade da partida.

Após tanto pressionar, o Barça foi premiado por seu esforço. Logo após entrar na vaga de Xavi, Alexis Sánchez aproveitou bate-rebate na área e igualou o marcador. Casillas salvou o primeiro chute do chileno, que, caído, conseguiu pegar o rebote e empatar a partida, aos 25 do segundo tempo. Foram seus primeiros toques na bola.

Dois minutos depois, CR7 finalmente acordou em campo. Özil fez um ótimo lançamento para Cristiano Ronaldo, que ganhou na velocidade de Mascherano, invadiu a área e tocou por cima de Valdes, colocando novamente o Real em vantagem. Após balançar a rede do Barça, o português provocou os rivais na comemoração. Apontou para o próprio peito, fez cara de ironia e fez gestos para que a torcida se acalmasse. Esse foi o 42º gol dele na temporada, ficando um à frente de Messi. Foi também 109º tento dos merengues na temporada – quebrando o recorde da equipe de 1989-1990.

puyol barcelona cristiano ronaldo real madrid (Foto: Agência Reuters)Crsitiano Ronaldo estava apagado até marcar o gol da vitória sobre o Barça (Foto: Agência Reuters)

A 15 minutos para o fim do jogo, os ânimos ficaram exaltados, como de costume ultimamente no clássico. Daniel Alves dividiu a bola com Cristiano Ronaldo, que ficou caído no chão. Os jogadores das duas equipes iniciaram um princípio de discussão, que logo foi contido pelo árbitro.

Após o gol de CR7, o Barça não conseguiu mais reagir. Até manteve a posse de bola, mas nada que assustasse os merengues. No fim, o Real saiu de campo com o triunfo após quase quatro temporadas e muito próximo de mais um título do Espanhol. De quebra, chegou aos 19 jogos sem derrotas no Campeonato Espanhol, uma sequencia que não conseguia desde a temporada 1996/1997.

guardiola barcelona mourinho real madrid (Foto: Agência Reuters)Mourinho e Guardiola têm duelos complicados no
meio de semana pela Champions (Reuters)

Liga dos Campeões

No meio de semana, na  quarta-feira, o Real recebe o Bayern de Munique no Bernabéu pelo jogo de volta das semifinais da Liga dos Campeões precisando tirar vantagem conquistada pelos bávaros na ida (2 a 1).

Um dia antes, o Barça, que não perdia no Camp Nou desde 11 de setembro de 2010 (2 a 0 para o Hércules), também entra em campo pela Champions. O time de Messi e companhia encara o Chelsea tendo que vencer por dois gols de diferença para ir à decisão (os culés foram batidos em Londres por 1 a 0).

Globoesporte.com

Decisivo, CR7 repete ‘folha seca’ e dá vitória ao Real em clássico de Madri

Cristiano Ronaldo voltou a decidir a favor do Real Madrid. Com uma exibição para calar qualquer crítica, o craque português anotou três vezes na goleada sobre o Atlético de Madri, por 4 a 1, em clássico disputado no Vicente Calderón, nesta quarta-feira, pela 33ª rodada do Campeonato Espanhol. E, com dois golaços de fora da área, repetiu a chamada “folha seca”, eternizada pelo brasileiro Didi, campeão das Copas de 1958 e 1962 com a Seleção. O centroavante colombiano Falcao García descontou e Callejón, em passe do camisa 7, fechou o placar.

Cristiano Ronaldo - Atletico de Madri x Real Madrid (Foto: AFP)Cristiano Ronaldo cobra falta para abrir o placar a favor do Real Madrid (Foto: AFP)

O resultado leva o time de José Mourinho aos 82 pontos e alivia a pressão após a aproximação do Barcelona, que ainda sonha com o tetracampeonato, com 78. O Atlético, por sua vez, está em nono, com 42, a quatro da zona de classificação para a Liga Europa – o Osasuna é o sexto, com 46. Restam seis rodadas, incluindo o superclássico do dia 21 de abril, disputado no Camp Nou.

Com mais um hat-trick na carreira (três gols em um jogo), Cristiano Ronaldo também superou Lionel Messi na tabela de artilharia do Espanhol. O português igualou sua marca da última temporada e soma agora 40 tentos, contra 39 do argentino. O terceiro colocado é o próprio Falcao García, com 21.

saiba mais

  • BRASIL MUNDIAL FC: veja os golaços de CR7 na goleada sobre o Atlético de Madri
  • Confira a classificação atualizada e a tabela de jogos do Campeonato Espanhol
  • Saiba como foi a partida, lance a lance

O triunfo também fez o Real aumentar o jejum de jogos sem perder para o rival. Os colchoneros não vencem os merengues desde o dia 29 de outubro 1999, quando fez 3 a 1 no Santiago Bernabéu.

‘Folha seca’: primeira versão

Com Kaká começando a partida de titular – o lateral Marcelo, com dores musculares, não ficou sequer no banco -, o Real Madrid teve de enfrentar forte pressão nos minutos iniciais. Mais da torcida rival do que propriamente dentro do campo, é bem verdade, mas as dificuldades dos merengues ficaram claras.

Do lado de lá, outro brasileiro, Diego, comandava as ações dos donos da casa, que rondavam a área, mas não conseguiam concluir. Além do ex-jogador do Santos, o lateral Filipe Luís foi outro representante do Brasil em campo. A primeira boa chance surgiu aos nove minutos, com Falcao García, que recebeu pela esquerda e bateu forte, forçando Casillas a realizar boa defesa.

Cristiano Ronaldo comemorando gol - Atlético de madrid X Real MAdrid (Foto: Ag. Reuters)Cristiano Ronaldo comemora um de seus três gols na goleada em pleno Vicente Calderón (Foto: Reuters)

Quando ensaiava uma reação, o Real foi premiado com um gol. E que gol. Em falta da intermediária, a princípio distante da meta, Cristiano Ronaldo soltou a bomba. Como uma folha seca, a bola morreu no canto esquerdo de Courtois: 1 a 0.

O gol deu a vantagem e também o controle da partida aos visitantes. Apesar de serem incomodados, os merengues não chegaram ao segundo por detalhes. Aos 32, Benzema cabeceou ao lado, enquanto Cristiano viu Courtois defender finalização de canhota aos 37. A resposta veio aos 44, com Diego, que assustou.

Do banco, Kaká vê CR7 decidir

Atletico de Madri x Real Madrid (Foto: Agência EFE)Falcao García tenta passar por Coentrão: atacante
foi o melhor em campo pelo Atlético (Foto: EFE)

Mesmo com a vitória parcial, Mourinho mexeu para a etapa final: Özil no lugar de Kaká. Aparentemente a substituição não surtiu efeito, já que o Atlético voltou com postura ofensiva. E o empate não demorou a sair. Aos 10, Diego tabelou com Adrián, que cruzou com precisão para Falcao García, entre a zaga, cabecear no cantinho de Casillas.

Se o centroavante colombiano dava trabalho de um lado, Cristiano Ronaldo decidia do outro. Um minuto depois de perder boa chance de cabeça, o atacante português acertou um chutaço de fora da área, semelhante ao primeiro, que encobriu Courtois, aos 23 minutos. Golaço.

O jogo, no entanto, seguia aberto. Di María quase ampliou aos 28, assim como Falcao García por pouco não deixou o seu segundo, de cabeça, aos 31. Os donos da casa só não contavam, no entanto, que o zagueiro Godín cometeria pênalti infantil em Higuaín, aos 36. Com a ajuda do quique da bola, Cristiano cobrou e anotou o seu terceiro. No fim, ainda houve tempo para Callejón selar a goleada após passe de Cristiano Ronaldo.

Globoesporte.com