Arquivo da tag: Covid

Paraíba registra 324 novos casos e 5 óbitos por Covid nas últimas 24 horas

Nesta segunda, 13 de julho, a Paraíba registrou 324 novos casos de Covid-19 e 18 óbitos confirmados desde a última atualização, 5 deles ocorridos nas últimas 24h. São 61.108 pessoas que já contraíram a doença, 22.468 que já se recuperaram e 1.302 faleceram. Até o momento, 181.680 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados.

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 54%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 62%. Em Campina Grande, estão ocupados 45% dos leitos de UTI adulto e no sertão, 63% dos leitos de UTI para adultos.

O índice de Isolamento Social foi de apenas 46%, considerado baixo em relação à meta de 70% e à mínima de 50%.

Casos Confirmados: 61.108
Casos Descartados: 71.609
Óbitos confirmados: 1.302
Casos recuperados: 22.468
Total de municípios: 218

Os casos confirmados estão distribuídos por 218 dos 223 municípios paraibanos:

Água Branca (37); Aguiar (19); Alagoa Grande (555); Alagoa Nova (206); Alagoinha (582); Alcantil (22); Algodão de Jandaíra (4); Alhandra (429); Amparo (12); Aparecida (37); Araçagi (345); Arara (131); Araruna (149); Areia (205); Areia de Baraúnas (2); Areial (36); Aroeiras (109); Assunção (27); Baia da Traição (302); Bananeiras (98); Baraúna (120); Barra de Santa Rosa (30); Barra de Santana (70); Barra de São Miguel (12); Bayeux (1079); Belém (496); Belém do Brejo do Cruz (13); Bernardino Batista (3); Boa Ventura (2); Boa Vista (61); Bom Jesus (6); Bom Sucesso (7); Bonito de Santa Fé (7); Boqueirão (173); Borborema (7); Brejo do Cruz (158); Brejo dos Santos (14); Caaporã (810); Cabaceiras (19); Cabedelo (2017); Cachoeira dos Índios (48); Cacimba de Areia (7); Cacimba de Dentro (79); Cacimbas (39); Caiçara (299); Cajazeiras (822); Cajazeirinhas (1); Caldas Brandão (112); Camalaú (1); Campina Grande (8200); Capim (130); Caraúbas (29); Carrapateira (27); Casserengue (153); Catingueira (15), Catolé do Rocha (184); Caturité (63); Conceição (123); Condado (92); Conde (506); Congo (41); Coremas (48); Coxixola (12); Cruz do Espírito Santo (239); Cubati (56); Cuité (126); Cuité de Mamanguape (72); Cuitegí (189); Curral de Cima (15); Curral Velho (1), Damião (3); Desterro (42); Diamante (3); Dona Inês (42); Duas Estradas (45); Emas (5); Esperança (316); Fagundes (59); Frei Martinho (5); Gado Bravo (77); Guarabira (2710); Gurinhém (251); Gurjão (19); Ibiara (13); Igaracy (4); Imaculada (26); Ingá (526); Itabaiana (818); Itaporanga (59); Itapororoca (348); Itatuba (198); Jacaraú (172); Jericó (5); João Pessoa (16.702); Joca Claudino (2); Juarez Távora (212); Juazeirinho (127); Junco do Seridó (31); Juripiranga (335); Juru (14); Lagoa (4); Lagoa de Dentro (60); Lagoa Seca (499); Lastro (15); Livramento (47); Logradouro (92); Lucena (221); Mãe d’Água (15); Malta (26); Mamanguape (1644); Manaíra (7); Marcação (112); Mari (600); Marizópolis (8); Massaranduba (226); Mataraca (125); Matinhas (51); Mato Grosso (7); Matureia (25); Mogeiro (98); Montadas (35); Monteiro (146); Mulungu (229); Natuba (45); Nazarezinho (10); Nova Floresta (26), Nova Olinda (7); Nova Palmeira (40); Olho D´Água (35); Olivedos (44); Parari (4); Passagem (30); Patos (1989); Paulista (70); Pedra Lavrada (26); Pedras de Fogo (1078); Pedro Régis (31); Piancó (96); Picuí (130); Pilar (206); Pilões (42); Pilõezinhos (177); Pirpirituba (140); Pitimbu (540); Pocinhos (69); Poço Dantas (4); Pombal (184); Prata (2); Princesa Isabel (46); Puxinanã (208); Queimadas (667); Quixaba (26); Remígio (183); Riachão (35); Riachão do Bacamarte (193); Riachão do Poço (43); Riacho de Santo Antônio (19); Riacho dos Cavalos (5); Rio Tinto (670); Salgadinho (11); Salgado de São Felix (141); Santa Cecília (45); Santa Cruz (14); Santa Helena (11); Santa Inês (25); Santa Luzia (180); Santa Rita (1528); Santa Terezinha (40); Santana de Mangueira (5); Santana dos Garrotes (7); Santo André (5); São Bentinho (24); São Bento (711); São Domingos do Cariri (29); São Francisco (12); São João do Cariri (44); São João do Rio do Peixe (103); São João do Tigre (4); São José da Lagoa Tapada (18); São José de Caiana (32); São José de Espinharas (11); São José de Piranhas (78); São José de Princesa (1); São José do Bonfim (52); São José do Brejo do Cruz (5); São José do Sabugi (169); São José dos Cordeiros (5); São José dos Ramos (148); São Mamede (34); São Miguel de Taipu (80); São Sebastião de Lagoa de Roça (140); São Sebastião do Umbuzeiro (5); São Vicente do Seridó (32); Sapé (653); Serra Branca (95); Serra da Raíz (14); Serra Grande (8); Serra Redonda (157); Serraria (48); Sertãozinho (62); Sobrado (103); Solânea (204); Soledade (101); Sossego (8), Sousa (692); Sumé (93); Tacima (91); Taperoá (52); Tavares (32); Teixeira (89); Tenório (13); Triunfo (15); Uiraúna (30); Umbuzeiro (55); Várzea (8); Vieirópolis (4); Vista Serrana (2), Zabelê (9).

*Dados oficiais preliminares (fonte: SIM,e-sus VE e SIVEP) extraídos às 10h do dia 13/07, sujeitos a alteração por parte dos municípios.

18 óbitos foram registrados entre os dias 24 de maio e 13 de julho:

Mulher, 80 anos. Residente em Casserengue. Cardiopata. Início dos sintomas em 12/06, foi a óbito em sua residência no dia 13/07.

Homem, 48 anos. Residente em Bayeux. Hipertenso. Início dos sintomas em 25/06, foi a óbito em hospital público no dia 12/07.

Homem, 50 anos. Residente em Cabedelo. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 22/04, foi a óbito em hospital público no dia 12/07.

Mulher, 38 anos. Residente em Pedras de Fogo. Obesa. Início dos sintomas em 30/06. Foi a óbito em hospital privado no dia 12/07.

Homem, 93 anos. Residente em Queimadas. Cardiopata. Início dos sintomas em 13/06, foi a óbito em hospital público no dia 12/07.

Homem, 93 anos. Residente em João Pessoa. Diabético, Cardiopata. Início dos sintomas em 02/07, foi a óbito em hospital público no dia 11/07.

Mulher, 72 anos. Residente em Lagoa Seca. Imunossuprimida. Início dos sintomas em 10/06, foi a óbito em hospital público no dia 11/07.

Homem, 63 anos. Residente em Mamanguape. Hipertenso, diabético e cardiopata. Início dos sintomas em 24/06, foi a óbito em hospital público no dia 09/07.

Homem, 54 anos. Residente em Cabedelo. Obeso, Etilista e portador de doença hepática. Início dos sintomas em 04/07, foi a óbito em hospital público no dia 08/07

Mulher, 84 anos. Residente em João Pessoa. Hipertensa e diabética. Início dos sintomas em 19/06, foi a óbito em hospital público no dia 03/07.

Mulher, 96 anos. Residente em Campina Grande. Cardiopata. Início dos sintomas em 12/06, foi a óbito em hospital público no dia 26/06.

Homem, 97 anos. Residente em Campina Grande. Comorbidades não informadas. Início dos sintomas em 09/06, foi a óbito em hospital público no dia 17/06.

Homem, 86 anos. Residente em Campina Grande. Sem comorbidades. Início dos sintomas em 06/06, foi a óbito em hospital público no dia 15/06.

Homem, 50 anos. Residente em João Pessoa. Diabético. Início dos sintomas em 20/05, foi a óbito em hospital público no dia 14/06.

Homem, 82 anos. Residente em João Pessoa. Cardiopata, hipertenso e diabético. Início dos sintomas em 18/05, foi a óbito em hospital público no dia 07/06.

Mulher, 27anos. Residente em João Pessoa. Portadora de doença respiratória. Início dos sintomas em 21/05, foi a óbito em hospital púbico no dia 02/06.

Mulher, 77 anos. Residente em Pedras de Fogo. Comorbidades não informadas. Início dos sintomas em 20/05, foi a óbito em hospital público no dia 30/05.

Homem, 68 anos. Residente em João Pessoa. Cardiopata e obeso. Início dos sintomas em 17/05, foi a óbito em hospital público no dia 24/05.

Os dados epidemiológicos e de ocupação de leitos estão disponíveis em www.paraiba.pb.gov.br/coronavirus

Assessoria

 

 

Paraíba registra 1.303 novos casos e dois óbitos por Covid nas últimas 24 horas

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Saúde, divulgou na tarde deste sábado (11) mais um boletim da Covid-19. Os dados apontam que nas últimas 24 horas foram diagnosticados 1.303 novos casos da doença com dois óbitos.

Confirma o boletim na íntegra

Governo da Paraíba
Secretaria de Estado da Saúde
Atualização Covid-19 | 11/07/2020

Paraíba confirma 1.303 novos casos de Covid-19 neste sábado

Casos Confirmados: 60.421
Casos Descartados: 70.966
Óbitos confirmados: 1.250
Casos recuperados: 22.116
Total de municípios: 218

Neste sábado, 11 de julho, a Paraíba registrou 1.303 novos casos de Covid-19 e 21 óbitos confirmados desde a última atualização, 2 deles ocorridos nas últimas 24h. São 60.421 pessoas que já contraíram a doença, 22.116 que já se recuperaram e 1.250 faleceram. Até o momento, 178.914 testes para diagnóstico da Covid-19 já foram realizados.

A ocupação total de leitos de UTI (adulto, pediátrico e obstétrico) em todo o estado é de 53%. Fazendo um recorte apenas dos leitos de UTI para adultos na Região Metropolitana de João Pessoa, a taxa de ocupação chega a 64%. Em Campina Grande, estão ocupados 48% dos leitos de UTI adulto e no sertão, 52% dos leitos de UTI para adultos.
O índice de Isolamento Social foi de apenas 39,8 %, considerado baixo em relação à meta de 70% e à mínima de 50%.

Os casos confirmados estão distribuídos por 218 dos 223 municípios paraibanos:

Água Branca (37); Aguiar (19); Alagoa Grande (547); Alagoa Nova (204); Alagoinha (577); Alcantil (22); Algodão de Jandaíra (4); Alhandra (397); Amparo (12); Aparecida (37); Araçagi (345); Arara (130); Araruna (149); Areia (203); Areia de Baraúnas (2); Areial (34); Aroeiras (109); Assunção (27); Baia da Traição (301); Bananeiras (97); Baraúna (120); Barra de Santa Rosa (30); Barra de Santana (70); Barra de São Miguel (12); Bayeux (1071); Belém (490); Belém do Brejo do Cruz (13); Bernardino Batista (3); Boa Ventura (2); Boa Vista (61); Bom Jesus (6); Bom Sucesso (7); Bonito de Santa Fé (6); Boqueirão (171); Borborema (7); Brejo do Cruz (158); Brejo dos Santos (14); Caaporã (807); Cabaceiras (19); Cabedelo (2015); Cachoeira dos Índios (48); Cacimba de Areia (7); Cacimba de Dentro (73); Cacimbas (39); Caiçara (298); Cajazeiras (794); Cajazeirinhas (1); Caldas Brandão (111); Camalaú (1); Campina Grande (8136); Capim (127); Caraúbas (29); Carrapateira (27); Casserengue (153); Catingueira (15), Catolé do Rocha (183); Caturité (63); Conceição (122); Condado (92); Conde (500); Congo (41); Coremas (47); Coxixola (12); Cruz do Espírito Santo (236); Cubati (56); Cuité (125); Cuité de Mamanguape (72); Cuitegí (189); Curral de Cima (15); Curral Velho (1), Damião (3); Desterro (42); Diamante (3); Dona Inês (42); Duas Estradas (44); Emas (5); Esperança (316); Fagundes (59); Frei Martinho (4); Gado Bravo (78); Guarabira (2679); Gurinhém (249); Gurjão (19); Ibiara (13); Igaracy (4); Imaculada (26); Ingá (438); Itabaiana (813); Itaporanga (59); Itapororoca (308); Itatuba (197); Jacaraú (171); Jericó (5); João Pessoa (16.566); Joca Claudino (2); Juarez Távora (212); Juazeirinho (127); Junco do Seridó (31); Juripiranga (335); Juru (14); Lagoa (4); Lagoa de Dentro (60); Lagoa Seca (498); Lastro (15); Livramento (47); Logradouro (92); Lucena (220); Mãe d’Água (15); Malta (26); Mamanguape (1638); Manaíra (7); Marcação (111); Mari (591); Marizópolis (8); Massaranduba (222); Mataraca (121); Matinhas (51); Mato Grosso (7); Matureia (25); Mogeiro (96); Montadas (35); Monteiro (144); Mulungu (229); Natuba (45); Nazarezinho (10); Nova Floresta (26), Nova Olinda (7); Nova Palmeira (40); Olho D´Água (35); Olivedos (44); Parari (4); Passagem (30); Patos (1952); Paulista (70); Pedra Lavrada (26); Pedras de Fogo (1071); Pedro Régis (30); Piancó (95); Picuí (125); Pilar (204); Pilões (42); Pilõezinhos (182); Pirpirituba (139); Pitimbu (539); Pocinhos (69); Poço Dantas (3); Pombal (186); Prata (2); Princesa Isabel (46); Puxinanã (205); Queimadas (674); Quixaba (26); Remígio (183); Riachão (35); Riachão do Bacamarte (193); Riachão do Poço (43); Riacho de Santo Antônio (19); Riacho dos Cavalos (5); Rio Tinto (670); Salgadinho (11); Salgado de São Felix (126); Santa Cecília (45); Santa Cruz (14); Santa Helena (10); Santa Inês (25); Santa Luzia (180); Santa Rita (1490); Santa Terezinha (40); Santana de Mangueira (5); Santana dos Garrotes (6); Santo André (5); São Bentinho (24); São Bento (710); São Domingos do Cariri (29); São Francisco (12); São João do Cariri (44); São João do Rio do Peixe (102); São João do Tigre (4); São José da Lagoa Tapada (18); São José de Caiana (32); São José de Espinharas (11); São José de Piranhas (77); São José de Princesa (1); São José do Bonfim (52); São José do Brejo do Cruz (5); São José do Sabugi (169); São José dos Cordeiros (5); São José dos Ramos (136); São Mamede (33); São Miguel de Taipu (80); São Sebastião de Lagoa de Roça (140); São Sebastião do Umbuzeiro (5); São Vicente do Seridó (28); Sapé (651); Serra Branca (95); Serra da Raíz (14); Serra Grande (8); Serra Redonda (157); Serraria (45); Sertãozinho (62); Sobrado (102); Solânea (204); Soledade (101); Sossego (8), Sousa (664); Sumé (93); Tacima (91); Taperoá (51); Tavares (32); Teixeira (88); Tenório (13); Triunfo (15); Uiraúna (30); Umbuzeiro (52); Várzea (8); Vieirópolis (4); Vista Serrana (2), Zabelê (8).

*Dados oficiais preliminares (fonte: SIM,e-sus VE e SIVEP) extraídos às 10h do dia 11/07, sujeitos a alteração por parte dos municípios.

21 óbitos foram registrados entre os dias 16 de abril e 10 de julho:

Mulher, 87 anos. Residente em Cajazeiras. Portadora de doença renal. Início dos sintomas em 01/07, foi a óbito em hospital público no dia 10/07.

Homem, 64 anos. Residente em Cajazeiras. Hipertenso e diabético. Início dos sintomas em 24/06, foi a óbito em hospital público no dia 10/07.

Homem, 81 anos. Residente em Cabedelo. Portador de cardiopatia, doença neurológica e respiratória. Início dos sintomas em 07/06, foi a óbito em hospital público no dia 09/07.

Mulher, 95 anos. Residente em Mamanguape. cardiopata. Início dos sintomas em 15/06. Foi a óbito em hospital público no dia 30/06.

Mulher, 68 anos. Residente em João Pessoa. Cardiopata e hipertensa. Início dos sintomas em 30/05, foi a óbito em hospital público no dia 21/06.

Mulher, 83 anos. Residente em João Pessoa. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 22/05, foi a óbito em hospital público no dia 20/06.

Homem, 78 anos. Residente em João Pessoa.Portador de doença neurológica e transtorno mental. Início dos sintomas em 06/06, foi a óbito em hospital público no dia 16/06.

Homem, 58 anos. Residente em João Pessoa. Diabético. Início dos sintomas em 01/06, foi a óbito em hospital público no dia 11/06.

Homem, 70 anos. Residente em João Pessoa. Portador de doença hepática. Início dos sintomas em 22/05, foi a óbito em hospital público no dia 09/06

Homem, 82 anos. Residente em João Pessoa. Diabético, cardiopata, imunossuprimido. Início dos sintomas em 29/05, foi a óbito em hospital público no dia 07/06.

Mulher, 104 anos. Residente em João Pessoa. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 19/05, foi a óbito em hospital público no dia 05/06.

Homem, 34 anos. Residente em João Pessoa. Portador de doença neurológica. Início dos sintomas em 13/04, foi a óbito em hospital público no dia 02/06.

Homem, 89 anos. Residente em João Pessoa. Sem comorbidades. Início dos sintomas em 24/05, foi a óbito em hospital público no dia 01/06.

Mulher, 59 anos. Residente em João Pessoa. Cardiopata, diabética. Início dos sintomas em 13/05, foi a óbito em hospital público no dia 31/05.

Homem, 60 anos. Residente em João Pessoa. Sem comorbidades. Início dos sintomas em 16/05, foi a óbito em hospital público no dia 28/05.

Homem, 61 anos. Residente em João Pessoa. Cardiopata. Início dos sintomas em 15/05, foi a óbito em hospital púbico no dia 26/05.

Homem, 96 anos. Residente em João Pessoa. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 01/05, foi a óbito em hospital público no dia 25/05.

Mulher, 67 anos. Residente em João Pessoa. Diabética. Início dos sintomas em 22/05, foi a óbito em hospital privado no dia 24/05.

Homem, 44 anos. Residente em João Pessoa. Sem comorbidade. Início dos sintomas em 17/05, foi a óbito em hospital público no dia 22/05.

Mulher, 58 anos. Residente em Santa Rita. Diabética. Início dos sintomas em 11/05, foi a óbito em hospital público no dia 14/05.

Homem, 87 anos. Residente em João Pessoa. Diabético. Início dos sintomas em 16/04, foi a óbito no mesmo dia em hospital público.

Os dados epidemiológicos e de ocupação de leitos estão disponíveis em www.paraiba.pb.gov.br/coronavirus

Secom-PB

 

 

Covid: Brasil registra mais de 40 mil casos em 24h por terceiro dia seguido

O Brasil se mantém na liderança de atualização de fatalidades pelo novo coronavírus (Covid-190 há sete dias e, nesta quinta-feira (9/7), não foi diferente.

Foram acrescentadas mais 1.220 perdas, além de 42.619 novos casos. Com isso, o Brasil contabiliza 69.184 mortes e, pelas previsões, deve ultrapassar a marca de 70 mil vidas perdidas pela pandemia nesta sexta (10).

No acumulado, apenas os Estados Unidos supera o total de casos e fatalidades pelo novo coronavírus. Segundo levantamento da Universidade Johns Hopkins, 132.834 norte-americanos perderam a vida nesta pandemia e mais de 3 milhões foram infectados. No Brasil, são 1.755.779 positivos para o vírus. Somente a soma dos números brasileiros ao dos EUA representa 40% do total de casos em todo o mundo.

Com mais óbitos que a soma do acumulado na Rússia (10.826) e a Holanda (6.156), São Paulo continua liderando os números da covid-19 no país. São 17.118 mil óbitos e 349.715 mil casos. Dos mais de 202 mil recuperados do novo coronavírus em SP, apenas 25% chegou a precisar de internação. Foram precisamente 50.677 pacientes que precisaram ser hospitalizados e que, atualmente, estão curados. Atualmente, a taxa de ocupação de ocupação de UTIs são de 63,6% na Grande São Paulo e 64,7% no Estado.

No Brasil, não há mais nenhum estado com menos de cem mortes desde que o Mato Grosso do Sul atingiu o patamar. Até esta quinta, o estado tinha 136 óbitos confirmados, sendo a unidade federativa com menos fatalidades. Com MS, somente outros cinco estados têm menos de 500 óbitos: Amapá (467), Santa Catarina (447), Acre (411), Roraima (393) e Tocantins (240).

 

Correio Braziliense

 

 

Quinto óbito de morador de Araruna por complicações da Covid é registrado no boletim de João Pessoa

Nessa semana, faleceu mais um morador da cidade de Araruna-PB com complicações causadas pelo coronavírus. Com ele, o município passa a acumular cinco óbitos acarretados pelos problemas da Covid.

Edgar Tertuliano vivia em Araruna e era casado com uma moradora do município. Hipertenso, o cidadão foi transferido e internado na cidade de Guarabira, onde veio a falecer na última quinta(02). Ele ainda aguardava uma transferência para a UTI, em João Pessoa.

A Prefeitura de Araruna não emitiu quaisquer informações sobre esse caso, o que intrigou os moradores.

O fato é que o óbito foi registrado na cidade de João Pessoa-PB, porque seu cartão do SUS estava registrado na Capital paraibana.

Mesmo sem esse caso, Araruna liderava o índice de letalidade entre 11 municípios da região, segundo uma pesquisa que considerava dados oficiais divulgados até o dia 2 de julho.

 

midiapb

 

 

Interiorização do coronavírus pode causar efeito ‘bumerangue’ da Covid

Pesquisadores da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) que integram o Comitê Científico do Nordeste de Combate ao Coronavírus alertam para a possibilidade de haver efeito bumerangue (de ir e voltar) de casos da Covid-19 no interior paraibano.

Segundo dados dos especialistas, no dia 29 de junho, as cinco cidades com maiores picos de crescimento de casos do novo coronavírus (SARS-CoV-2) no estado foram Sousa, Patos, Conde, Cajazeiras e Alagoa Grande.

“Os dados revelam que a interiorização da pandemia atingiu todo o estado e múltiplas regiões interioranas. Esse fato indica a possibilidade de que João Pessoa venha a sofrer com o efeito bumerangue, que teria o potencial de produzir uma enorme sobrecarga do sistema hospitalar da cidade”, revelam os pesquisadores do comitê.

Barreiras sanitárias

Os especialistas recomendam barreiras sanitárias e que um sistema de controle de tráfego de veículos seja instituído nas rodovias que ligam João Pessoa a Campina Grande e ao extremo oeste do estado.

“A Paraíba poderia também considerar a possibilidade de instituir um fechamento temporário – alguns dias de cada semana – de suas divisas com os estados de Pernambuco e Rio Grande do Norte, para aliviar o fluxo de novos casos para João Pessoa e outras partes do estado”, sugerem os pesquisadores.

Distanciamento social falha no país

Nessa sexta-feira (3), o governo federal publicou a Lei 14.019/2020, no Diário Oficial da União, para dispor sobre a obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção individual em espaços públicos e privados acessíveis no Brasil.

Pela lei, órgãos e entidades públicas, estabelecimentos comerciais e industriais, templos religiosos e instituições de ensino não ficam obrigados a utilizar a medida de proteção recomendada pela Organização Mundial de Saúde.

O ex-ministro de Ciência e Tecnologia Sérgio Rezende, um dos coordenadores do Comitê Científico do Nordeste de Combate ao Coronavírus, disse, em live realizada nessa sexta-feira (3), que a lei demonstra descaso com a pandemia da Covid-19. Durante a transmissão online, foi divulgado o nono boletim do comitê.

“Desde o começo da pandemia, existem medidas que contrariam o distanciamento social e o uso de máscaras. Temos uma projeção feita, há duas semanas, que se o isolamento fosse de 60%, teríamos cerca de 40 mil mortes a menos no país”, lamentou Rezende.

Medidas que deveriam ser adotadas

Para os pesquisadores do comitê, é preciso haver “instituição imediata de lockdown (isolamento total) e reversão de planos de afrouxamento do isolamento social em capitais e municípios interioranos que estejam apresentando curvas crescentes”.

O comitê recomenda que as políticas públicas na Paraíba efetivem a criação de Brigadas Emergenciais de Saúde por todo o estado e “impor uma estratégia eficaz para a quebra da taxa de reprodução do coronavírus tanto no interior quanto na Capital”.

Também reforçam os pesquisadores do comitê que o Estado realize o seu primeiro inquérito soro-epidemiológico, com dados que possam “estabelecer a fração da população paraibana que teve contato com o novo coronavírus”.

 

portalcorreio

 

 

Paciente com covid irá para hospital privado quando não houver vaga na rede pública

Os hospitais privados da Paraíba terão que internar pacientes infectados pelo novo coronavírus quando não houver vaga na rede pública de saúde da Paraíba. Essa é a lei 11.722, de autoria do deputado Jeová Campos, que foi sancionada pelo governador João Azevêdo e publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) deste sábado (4).

A matéria destaca ainda que o médico responsável pelo pedido de internação terá de informar em laudo médico a gravidade da situação do paciente, assim como a inexistência de vagas em unidades de saúde da rede pública.

“A Secretaria de Saúde manterá atualizado o mapa de leitos públicos e privados e disponibilizará as informações às administrações dos hospitais da rede pública”, ressalta o texto da lei.

A publicação ainda destaca que o Poder Executivo vai disciplinar o pagamento das despesas das internações nos hospitais privados de acordo com os valores regulamentados pelo Sistema Único de Saúde.

 

agenciaalpb

 

 

Vereador de Arara perde mãe e pai em menos de uma semana por covid-19

A população de Arara, no interior paraibano, está com medo e assustada após a confirmação da quarta morte em menos de uma semana por covid-19. Nesta segunda-feira (29) a mãe do vereador Anésio Moreno morreu vítima do novo Coronavírus, menos de uma semana após o marido que também faleceu por causa da mesma doença.

Com 80 casos confirmados de covid-19, a Prefeitura de Arara deve intensificar as medidas de prevenção para evitar os números de infectados e mortes causados pela pandemia.

O prefeito Nen solicita a população Ararense para que evite sair de casa, ao sair use máscara, lave bem as mãos, use álcool em gel e mantenha distanciamento social.

*Midia Paraíba

Oito dos 15 municípios da Região de Solânea já têm mortes confirmadas por Covid-19

Oito dos 15 municípios que compõem a Região Geoadministrativa de Solânea já registraram mortes por Covid-19, de acordo com boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde.

Algumas dessas cidades confirmaram o primeiro óbito essa semana como é o caso de Arara, Bananeiras, Casserengue e Solânea. Também já registraram casos de morte os municípios de Araruna, Belém, Caiçara e Serraria.

Quem ainda não faz parte dessa lista são as cidades de Borborema, Cacimba de Dentro, Damião, Dona Inês, Logradouro, Pilões e Tacima.

A Região Geoadministrativa de Solânea é formada por esses quinze municípios e foi instituída pela lei complementar estadual nº 115 de 21 de janeiro de 2013.

 

Redação FN

 

 

Município de Solânea confirma primeira morte por Covid-19

A Secretaria Municipal de Saúde de Solânea confirmou, nesta terça-feira (23), a primeira morte por Covid-19 na cidade.

De acordo com a secretaria, trata-se de um homem de 77 anos  que era hipertenso e diabético e morava na zona rural.

O paciente estava internado no Hospital Metropolitano de Santa Rita desde o dia 8 de junho para realizar um tratamento cardiovascular e testou positivo para a doença.

A morte ocorreu no dia 20, mas só foi confirmada pela Secretaria Estadual de Saúde hoje.

 

Redação FN

 

 

Bananeiras e Casserengue confirmam primeira morte por Covid-19

Os municípios de Bananeiras e Casserengue confirmaram a primeira morte por Covid-19. Os dados estão no boletim epidemiológico divulgado nessa segunda-feira (22) pelas Secretarias Municipais de Saúde.

Ainda conforme o boletim, em Bananeiras são 74 casos confirmados, 53 casos suspeitos notificados, 365 descartados e 47 pessoas já se recuperaram.

O monitoramento na cidade foi intensificado com barreiras sanitárias onde são verificadas as temperaturas das pessoas que chegam ao local, além de distribuição de máscaras e desinfecção dos veículos.

O prefeito Douglas Lucena também alertou a todos que estiverem ou chegarem na cidade que os eventos estão proibidos e que o isolamento social ainda é a melhor forma de impedir a disseminação do novo coronavírus. Ele acrescentou que além disso, a conscientização das pessoas é primordial.

Em Casserengue

Na cidade de Casserengue, conforme os dados, são 92 casos confirmados, 113 descartados, 248 notificados e 57 recuperados.