Arquivo da tag: Corredor

Profissionais do Trauma de CG fazem corredor humano em gratidão a doação de órgãos de menino morto

Dois meninos em São Paulo receberam os rins de origem da doação de órgãos de uma criança que morreu no Hospital de Trauma de Campina Grande, no Agreste da Paraíba. O menino de 11 anos morreu de uma hemorragia cerebral, decorrente de uma malformação arteriovenosa, nessa sexta-feira (1).

O coração já foi doado a uma criança de 13 anos, no Ceará. O fígado foi doado para uma pessoa internada no Hospital Nossa Senhora das Neves, em João Pessoa.

Uma das crianças que recebeu um rim do menino que morreu em Campina Grande tem sete anos. A outra tem 11 anos, assim como o doador.

Na saída do corpo do menino da ala médica do Hospital de Trauma Dom Luiz Gonzaga Fernandes, a equipe preparou um corredor humano em solidariedade à mãe que perdeu o filho e em gratidão pela doação dos órgãos.

A mãe foi amparada por profissionais do hospital até a saída. Uma pessoa deixou uma mensagem durante o corredor humano. “Que Deus lhe dê o descanso eterno.”

Veja o vídeo do momento do corredor humano

clickpb

 

Pinto do Acordeon canta em corredor de hospital e anima pacientes e funcionários

O cantor, músico e compositor Pinto do Acordeon cantou no corredor do Hospital Memorial São Francisco, em João Pessoa, onde está internado há alguns dias para tratamento nos rins e avaliação de necessidade de cateterismo. O momento foi registrado em vídeo, nessa quinta-feira (14).

O filho de Pinto do Acordeon, Mô Lima, disse ao ClickPB que o médico Ítalo Kumamoto convidou seu pai para se apresentar na inauguração de uma ala hospitalar.

O cantor e compositor Pinto do Acordeon deixou a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na manhã do dia 6 de março. Contudo, ele segue internado. Pinto passou por sessão de hemodiálise no dia 3 deste mês.

O filho dele, o também músico Mô Lima, conversou com o ClickPB na segunda-feira (4) e confirmou que o pai tem se tratado de problemas renais para ser submetido a um cateterismo.

Em 2015, Pinto do Acordeon amputou parte de uma das pernas por complicações do diabetes.

Ainda segundo revelou Mô Lima ao ClickPB, Pinto tem conversado e está ansioso e preocupado em se recuperar para poder se apresentar nas festas de São João.

Veja o vídeo.

clickpb

 

Japonês que passou 46 anos no corredor da morte é libertado

iwaoO japonês Iwao Hakamada, de 78 anos, foi libertado nesta quinta-feira (27) após passar 46 anos no corredor de morte. A soltura do réu, que se tornou o homem a ficar mais tempo no corredor da morte em todo o mundo, ocorreu depois que um tribunal decidiu revisar seu caso, levando em conta novas provas sobre o assassinato múltiplo pelo qual o japonês foi condenado.

Hakamada sofre de uma doença mental e não demonstrava qualquer expressão ao deixar a prisão em Tóquio. Ele foi recebido por sua irmã e por vários meios de comunicação.

Horas antes, o Tribunal do distrito de Shizuoka, no centro do país, anunciou que analisaria as últimas provas de DNA apresentadas pela defesa, que acredita poder demonstrar que o homem é inocente do crime, ocorrido em junho de 1966. Hakamada, então um boxeador, foi acusado de apunhalar até a morte o dono de uma pequena fábrica de missô (pasta tradicional da culinária japonesa usada principalmente em uma sopa chamada missoshiru) onde trabalhava, a mulher dele e seus dois filhos, e depois incendiar a casa da família. O japonês foi condenado à pena de morte em 1968.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Ao decidir revisar o caso, o juiz responsável disse à agência de notícias Kyodo ser “injusto” manter o réu na prisão, ao considerar que “a possibilidade de sua inocência alcançou um grau considerável”.

A emissora pública japonesa NHK, que retransmitiu ao vivo a saída de Hakamada da prisão, revelou que o condenado não recebe visitas há quase 4 anos por causa de seu delicado estado mental. Segundo um de seus advogados, quando ele foi avisado de que seria libertado, “pareceu entender, mas não expressou nenhuma alegria com a notícia”.

Sempre se declarou inocente
Durante o julgamento e em todos os anos de prisão, Hakamada sempre se declarou inocente do crime. Várias organizações de direitos humanos denunciaram que a investigação sofreu vários tipos de irregularidades. O ex-boxeador disse ter sido coagido pela polícia a assinar uma confissão.

A Suprema Corte do Japão confirmou a sentença de morte em 1980, mesmo ano em que o réu entrou com um pedido de novo julgamento. Já o último recurso, feito por seus parentes, baseia-se em resultados de exames de DNA que revelam que as amostras de sangue recolhidas das roupas do assassino não correspondiam às de Hakamada.

O presidente do tribunal, Hiroaki Murayama, aceitou o argumento e afirmou que as mostras de roupa “não eram do acusado”, abrindo assim a possibilidade de realmente ter havido manipulação de provas.

Esta é a sexta vez desde 1949 que um tribunal japonês decide reabrir um caso de condenado à morte. Entre os outros cinco acusados, quatro foram absolvidos.

AFP

 

Centro Social Urbano de Sapé realiza sarau poético e ganha corredor da leitura

 
O Centro Social Urbano Augusto dos Anjos, localizado em Sapé, realiza nesta quinta-feira (20) um final de tarde festivo para a comunidade. Haverá homenagem a Augusto dos Anjos com a exibição de um documentário sobre a vida e obra do poeta. Entre as atrações, a programação ainda prevê um sarau poético e apresentações artísticas. A expectativa dos organizadores do evento é que mais de 200 pessoas participem das atividades.
Na ocasião, também será inaugurado o corredor da leitura com um acervo de cerca de 500 livros. O CSU de Sapé continuará recebendo livros de doação para compor o acervo que servirá para toda comunidade.
Na Paraíba, existem 16 Centros Sociais Urbanos (CSUs), espaços vinculados à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Humano (Sedh) que oferecem cursos profissionalizantes, atividades culturais, práticas esportivas para crianças e adolescentes. Nos Centros também são realizados os grupos de idosos, com atividades voltadas para as pessoas com 60 anos ou mais.
Melhorias – Recentemente, a Sedh realizou reforma nos CSUs em um investimento de mais de R$ 2 milhões. Um exemplo é o próprio CSU Augusto dos Anjos, que existe desde a década de 70. O local foi totalmente recuperado para atender à população.
Entre as metas da Sedh para 2013, por meio da coordenação estadual dos CSUs, está a realização de ações de cidadania voltadas à comunidade, com incentivo à cultura e a vocação artística de cada localidade.

Secom/Pb para o Focando a Notícia

Clube de Orquestra Ciganos do Esplanada anima ‘Corredor Cultural’


Mais uma agremiação ligada ao Carnaval Tradição vai animar o Beco da Cachaçaria Philipéia, durante o ‘Corredor Cultural’ deste sábado (26). O Clube de Orquestra Ciganos do Esplanada fará uma apresentação no local por volta das 15h, logo após o ‘Sabadinho Bom’, que também acontece no Centro Histórico da Capital. A realização é da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope).

O Clube de Orquestra Ciganos do Esplanada foi fundado em 1999, por Marcos Antonio dos Santos, conhecido como “Coroné Bonerges”, devido à sua atuação na quadrilha junina Botijinha. A intenção inicial da agremiação era animar a rua. A partir daí, músicos e amigos resolveram pensar o projeto tendo como ponto de partida a figura de uma cigana, mesmo símbolo da quadrilha que anima o bairro.

As cores verde, vermelho, preto, branco e amarelo identificam a agremiação. O grupo se transformou em uma entidade social sem fins lucrativos, denominada Associação Folclórica Clube de Frevo Ciganos de Esplanada e Quadrilha Junina Botijinha. Hoje, o projeto conta com 250 participantes cadastrados.

Secom-PMJP para o Focando a Notícia