Arquivo da tag: convite

Tião Gomes nega convite do G11 a Inácio Falcão e diz que ele quer se valorizar

Após o deputado estadual Inácio Falcão (PCdoB) declarar nesta sexta-feira (09) que teria sido convidado para integrar o bloco G11 na Assembleia Legislativa, o deputado Tião Gomes (Avante) que é integrante do grupo, negou a informação e afirmou que Inácio não tem perfil para integrar o G11.

“Essa informação não procede. Acredito que Inácio Falcão está tentando se valorizar perante o governo e usou o nome do G11 no intuito de conseguir algo, ou como moeda de troca. Falo em nome de todos os deputados do bloco e afirmo que ele nunca foi procurado, muito pelo contrário, se ofereceu várias vezes e pedia para deixar a vaga dele quando o mesmo tentava defenestrar o secretário Geraldo Medeiros do cargo de Secretário de Saúde. Inácio não tem o perfil do G11 e nunca existiu nenhuma conversa com ele”, afirmou o parlamentar do Avante.

Ainda de acordo com Tião Gomes, é até incoerente o deputado que foi expulso do partido Avante ser convidado para fazer parte de um bloco onde todos os quatro deputados do partido estão inseridos e são maioria, além do líder ser do Avante. “Seria muita incoerência convidar um deputado que foi expulso do partido para fazer parte de algo que tem a liderança do Avante e tem a maioria dos deputados do Avante. Portanto, a informação não procede”, disse.

Finalizando, Tião Gomes destacou que vem observando que existe uma campanha muito bem patrocinada para desqualificar o G11 e alguns deputados, através de notas totalmente infundadas plantadas na imprensa. “Há uma onda de Fake News na imprensa para desqualificar nosso grupo que está mais unido e mais forte. Quanto mais bate, mais o G11 cresce”, reforçou.

Portal WSCOM

 

 

RC nega convite para se filiar ao PSD e descarta fazer oposição à presidente Dilma

ricardo-coutinhoEm mais um trecho da entrevista à jornalista Joice Hasselmann ao programa ‘Direto ao Ponto’, da ‘TVeja’, o governador Ricardo Coutinho (PSB) negou sua saída do PSB para se filiar ao PSD, do ministro da Integração Nacional, Gilberto Kassab. Ele também descartou fazer uma “oposição pela oposição” à presidente Dilma Rousseff (PT).

O chefe do executivo estadual negou conversas políticas com Gilberto Kassab ao assegurar que a pauta com o ministro ficou apenas no campo político. “Nunca houve nenhuma conversa. Conversei semana passada com o ministro, mas foi do ponto de vista de uma audiência porque a Paraíba tem uma carteira de investimentos e existem alguns atrasos que precisamos colocar em dia, mas não há nenhuma conversa acerca de mudança partidária”, assegurou.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Ele também afirmou que pretende permanecer no PSB, mas cobrou da legenda a construção de uma agenda positiva. “Eu quero que o PSB me represente, se tem uma postura crítica em relação ao governo, vamos exercer,  mas não podemos ficar distanciados ao longo do que construímos há 15, 20 anos”, falou.

Para o socialista, o PSB errou ao apoiar a candidatura de Aécio Neves no segundo turno das eleições passadas e defendeu que a sigla tenha uma postura independente. “Acho equivocado fazer uma oposição pela oposição. Nós pensamos uma coisa, o PSDB pensa outra. Não é pelo fato de os dois terem perdido as eleições que terão, necessariamente, que comungar do mesmo ideário”, declarou.

 

BlodoGordinho

Arthur Cunha Lima Filho diz que espera convite de Ricardo para aderir e assumir mandato

arthur-filhoO suplente de deputado estadual Arthur Cunha Lima Filho (PRTB), revelou na manhã desta quinta-feira, 19, em entrevista a Rádio Tabajara, que espera apenas o convite do governador Ricardo Coutinho (PSB) para aderir ao governo e assumir uma vaga na Assembleia Legislativa.

Arturzinho revelou que ainda não sentou com governador, nem com ninguém do governo, mas confirmou que existem conversas de bastidores e que se for convidado, vai conversar.Perguntado se aceitaria assumir uma cadeira na Casa Epitácio Pessoa, Arthur foi taxativo. “Claro, fui candidato para ser deputado, se tiver a oportunidade, vou conversar”.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O suplente disse ainda que o fato de ser primo de Cássio não atrapalha em nada. “Se tiver que assumir, vou continuar sendo primo”, simplificou

Ele não quis comentar se tem mágoa do senador Cássio Cunha Lima por conta de falta de apoio durante a eleição. “Isso é um assunto interno de família”.

Marcos Wéric

Papa Francisco faz convite e recebe transexual no Vaticano

papaO papa Francisco recebeu no último sábado, em audiência privada, o transexual espanhol Diego Neria Lejarraga, 48 anos, e sua namorada, informou o jornal Hoy.

O encontro teria ocorrido após Lejanarraga ter enviado cartas ao Pontífice para contar que estava sendo excluído de sua paróquia após ter feito a cirurgia de mudança de sexo.

Ainda de acordo com as informações do periódico, o homem contou ao líder da Igreja Católica que na sua cidade, Estremadura, ele foi proibido de comungar e que o pároco o chamou de “filha do diabo”.

Após receber a carta, Jorge Bergoglio ligou para Lejarraga no dia 8 de dezembro e, mais uma vez, dias antes do Natal, quando o convidou para ir ao Vaticano. Sobre o encontro, estritamente privado na residência de Santa Marta, as fontes oficiais da Santa Sé não quiseram se pronunciar.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Nascido em uma família católica, Diego nasceu menina e, assim como tantas pessoas que passam pela mesma situação, não se sentia uma mulher. Apesar de sempre ter contado com o apoio dos pais e da irmã, ele só fez a cirurgia de mudança de sexo aos 40 anos.

Bergoglio é conhecido por querer aproximar e dar uma maior abertura na Igreja para os homossexuais e os transexuais. Em julho de 2013, afirmou: “se uma pessoa é gay e busca a Deus, quem sou eu para julgá-la?”. No Sínodo Extraordinário sobre a família o tema chegou a entrar em discussão.

Ansa

Sheila recebe convite para 4º ensaio nu

sheila_melloConvidada para ser a estrela da edição de aniversário da “Playboy”, em agosto, Sheila Mello privou os fãs de verem a ex-Loira do Tchan pela quarta vez na revista.

Ela nem quis ouvir a proposta e recusou de imediato: “Está fora dos planos. Não existe essa possibilidade. E meu marido me deixa ir só até o palco, nesse novo projeto com a Scheila Carvalho. Além disso, não”, diz a dançarina, casada com o ex-nadador Fernando Scherer, e que completa nesta quarta-feira 36 anos.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Sheila Mello posua nua pela primeira vez assim que foi escolhida a nova Loira do Tchan num concurso promovido no “Domingão do Faustão”, em 1998. Na revista, foram mais duas capas, sendo que uma deles ao lado de Scheila Carvalho, num ensaio na Amazônia.

Jessika Alves, que viveu a babá Guiomar na novela “Em família”, acabou assinando com a revista para a edição de aniversário. A atriz Polliana Aleixo e a namorada de Zezé, Graciele Lacerda, também foram sondadas pela “Playboy” para a capa de agosto.

Extra

Após receber convite para ser vice, Ronaldo Fenômeno entrará na campanha de Aécio Neves após Copa

Aécio Neves e Ronaldo Nazário em foto postada no Instagram
Aécio Neves e Ronaldo Nazário em foto postada no Instagram

Integrante do Comitê Organizador Local (COL)  da Copa do Mundo, o ex-jogador Ronaldo  provocou a ira do governo na semana passada,  ao afirmar que se sente “envergonhado” com os  problemas que o país enfrenta para concluir as obras necessária para a competição. A presidente Dilma Rousseff (PT) e o ministro do Esporte, Aldo Rebelo (PC do B), apressaram-se em rebater as declarações – classificadas como ‘um jute contra o próprio gol’ pelo ministro. Agora, outra entrevista de Ronaldo promete causar burburinho no Planalto: o ex-jogador afirmou ao jornal Valor Econômico que votará no tucano Aécio Neves (PSDB) nas eleições de outubro. E disse que uma participação na campanha do senador mineiro à Presidência não está descartada. Em 2012, ele já havia recebido convite do próprio Aécio Neves para compor a chapa como vice.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Ronaldo afirmou que mantém uma relação de amizade com o pré-candidato do PSDB há pelo menos quinze anos. Questionado sobre em quem votaria, o ex-jogador da seleção brasileira afirmou que seu voto irá para Aécio. Ele falou ainda da relação com a presidente Dilma: “Conheci a presidente, tenho uma ótima relação com ela. Mas minha amizade com Aécio tem quinze anos. Ele foi o único cara que eu apoiei publicamente. Sempre tivemos uma amizade muito forte e agora vou apoiá-lo. É meu amigo, confio nele”, afirmou.

Sobre a possibilidade de filiar-se ao PSDB, partido do amigo, Ronaldo descarta. “Não sou filiado a nenhum partido, não tenho pretensão de entrar para a política. Voto declarado, mesmo, só no Aécio”. Ronaldo confirmou ainda sua participação na campanha do candidato tucano. “Alguma coisa [vou fazer], sim. Justamente num momento em que vai acabar a Copa do Mundo e eu precisava de umas férias. Foram dois anos de luta e batalha para esta Copa. Mas vou fazer”, afirmou o ex-jogador.

Apoio

Mês passado, Ronaldo publicou imagem no Twitter e no Instagram em que está acompanhando a partida entre Cerro Porteño e Cruzeiro, pela Copa Libertadores, com o mineiro Aécio Neves, que pode ser o candidato do PSDB nas eleições. “Futuro presidente do Brasil”, escreveu o ex-camisa 9. “Deixando de ver o Timão por causa do meu grande amigo e futuro presidente do Brasil @aecionevesoficial que hoje como visita eu deixei ele escolher assistir o Cruzeiro! Vamos Timão e vamos Cruzeiro!”, disse Ronaldo no Instagram.

Veja e Terra

Comissão do Senado aprova convite para ouvir Lobão e Graça Foster

senadoA Comissão de Meio Ambiente e Fiscalização e Controle do Senado aprovou nesta terça-feira (25) convite para que sejam ouvidos no colegiado o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, e a presidente da Petrobras, Maria das Graças Foster. Por se tratar de um convite, as autoridades não são obrigadas a comparecer.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Os senadores querem ouvir esclarecimentos de Lobão e Graça Foster sobre a compra da refinaria de Pasadena (EUA) pela empresa estatal brasileira.

A Petrobras comprou 50% da refinaria em 2006. Depois, por força de contrato, teve que adquirir o restante. A transação, que resultou num gasto total de R$ 1,18 bilhão para a Petrobras, se tornou objeto de investigações do Tribunal de Contas da União (TCU), da Polícia Federal (PF) e do Ministério Público Federal (MPF) devido a suspeitas de superfaturamento.

No caso do ministro Lobão, os senadores também vão querer ouvi-lo sobre a situação do setor elétrico no Brasil.

Compra da refinaria
Quando a Petrobras comprou 50% da refinaria de Pasadena, em 2006, a presidente Dilma Rousseff, então ministra do governo Lula, comandava o Conselho de Administração da empresa. Na última semana, o Palácio do Planalto divulgou nota em que afirma que o Conselho da Petrobras aprovou a transação baseado em um parecer “falho” elaborado pela diretoria da área internacional da empresa.

De acordo com a nota do Planalto, o parecer omitia a existência de duas cláusulas no contrato. A primeira delas, chamada Put Option, obrigava uma das partes da sociedade comprar a outra em caso de desacordo entre os sócios. Em 2008 houve desentendimento entre a Petrobras e a sócia na refinaria, a empresa belga Astra Oil, o que obrigou a estatal brasileira a comprar a outra metada da refinaria.

A segunda cláusula, Marlim, garantia à sócia da Petrobras um lucro de 6,9% ao ano mesmo que as condições de mercado fossem adversas. O governo diz que a compra não teria sido aprovada pelo conselho da Petrobras se as duas cláusulas tivessem constado do resumo executivo.

 

g1

Dilma formaliza convite para que secretário de São Bernardo assuma Ministério da Saúde

ROBERTO STUCKERT FILHO/PLANALTO
ROBERTO STUCKERT FILHO/PLANALTO

A presidente Dilma Rousseff formalizou na manhã de dessa terça (21) o convite ao secretário de Saúde de São Bernardo do Campo, Arthur Chioro, que será o novo ministro da Saúde com a saída de Alexandre Padilha da equipe ministerial para disputar o governo do estado de São Paulo. A definição de Chioro teve o apoio do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

O encontro entre Dilma e Chioro ocorreu em meio à reforma ministerial que a presidenta prepara no Palácio do Planalto em função das eleições. A reforma ministerial teve início na segunda, quando Dilma se reuniu com Lula para tratar das substituições no governo. O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, deixará a pasta para assumir a Casa Civil, em substituição à ministra Gleisi Hoffmann, que vai disputar o governo do Paraná.

A ideia da presidenta é alinhar as principais trocas, como o Ministério da Saúde, antes de seguir para Davos (Suíça), onde ocorrerá o Fórum Econômico Mundial, com previsão de inicio em 23 de janeiro. O secretário municipal de São Bernardo exerceu a função de direção no Ministério da Saúde entre 2003 e 2005 e é presidente do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Estado de São Paulo (Cosems).

Ao ABCD Maior, na semana passada, Marinho confirmou a sondagem em torno de Chioro: “Eu não negaria o pedido de Dilma.”

 

 

por Rodrigo Bruder, do ABCD Maior

Aguinaldo Ribeiro recusa convite para disputar governo da Paraíba

aguinaldoÉ impressionante o prestígio do ministro paraibano Aguinaldo Ribeiro, das Cidades, com a presidente Dilma Rousseff. Ao ponto de recusar um convite dela para se tornar candidato ao governo da Paraíba no próximo ano.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

A informação está veiculada na coluna do repórter Felipe Patury, da Revista Época. Abaixo o texto:

“O ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, tenta convencer seu colega das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, a disputar o governo da Paraíba. O plano de Carvalho é pôr Ribeiro, do PP, na cabeça de chapa e reservar o lugar de vice para alguém de seu PT. O que Ribeiro achou disso? Adorou, mas disse não. Os líderes do PP não querem pensar em vê-lo fora da Esplanada.”

Marcone Ferreira

Sem convite para jogar, Zico fica fora de reabertura e aprova mudanças no Maracanã

Alguns dos momentos mais marcantes da carreira de Zico foram vividos no Maracanã. O maior ídolo da história do Flamengo conquistou vários títulos e marcou mais gols do que qualquer outro jogador no estádio considerado o templo do futebol brasileiro.

Apesar da inegável ligação sentimental com o estádio, onde entrou pela primeira vez aos 8 anos como torcedor, Zico, que não estará na reabertura (leia mais abaixo), defendeu a polêmica reforma completa para a Copa do Mundo de 2014, que resultou num Maracanã bem menor e completamente diferente daquele onde o ex-jogador brilhou tantas vezes dentro de campo.

Mohammed Dabbous-29.fev.2012/Reuters
Zico, quando ainda era técnico do Iraque
Zico, quando ainda era técnico do Iraque

“O estádio está muito bonito, mas por dentro é um outro estádio, totalmente diferente do antigo Maracanã. Do Maracanã mesmo só ficou no mesmo lugar e com a mesma parte de fora. Quem vê o Maracanã por dentro não tem nada a ver com o antigo”, disse Zico, que marcou 333 de seus mais de 800 gols no Maracanã, em entrevista à Reuters por telefone.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“Eram mudanças necessárias. Houve tempo de 100 mil, 120 mil torcedores no Maracanã, mas hoje o futebol exige um conforto e uma segurança maiores. A perda da capacidade é uma consequência quando se precisa aumentar a segurança para o próprio torcedor, especialmente num estádio que foi construído há muito tempo”, acrescentou.

Zico, 60, jogou a maior parte da carreira no Flamengo, entre 1967 a 1989, com uma interrupção de 1983 a 1986, tendo o Maracanã como sua casa. Foi lá que ele liderou a equipe que conquistou quatro títulos nacionais entre 1980 e 1987 e venceu a Copa Libertadores de 1981, na chamada “Era Zico”.

Nos tempos de Zico, era comum o público passar da casa dos 100 mil torcedores, boa parte concentrada na área chamada de geral –um local onde se via o jogo de pé, abaixo do nível do gramado, com ingressos vendidos a preços baixíssimos.

Mesmo antes da reforma de quase R$ 900 milhões para a Copa do Mundo, o Maracanã já não comportava mais públicos de 100 mil torcedores, e a geral foi extinta na reforma realizada para os Jogos Pan-Americanos de 2007. Agora, a capacidade do estádio caiu novamente, de 90.000 para 78.639.

 

 

Folha