Arquivo da tag: controle

Homem perde controle de moto e se choca com poste em Bananeiras

Um acidente grave aconteceu na tarde desta terça-feira (07) na PB 105. Segundo informações o motoqueiro Cleyton Araújo sobrou em uma curva na ladeira que liga as cidades de Solânea e Bananeiras ficando em estado grave depois de colidir com um poste.

Populares informaram que o acidente teria sido provocado quando uma chave que ele trazia na mão caiu, ao olhar para trás já estava em cima da curva, não conseguindo mais se equilibrar vindo a se chocar com o poste.

Cleyton é de Solânea, não foi informado o estado de saúde do mesmo após ser removido para o hospital.

 

FN com Rota da Notícia

 

 

Aumento do Diesel: representante de caminhoneiros diz que situação pode sair de controle

O novo aumento no preço do óleo diesel, de 2,57%, anunciado pela Petrobras na sexta-feira (3), gerou uma nova onda de insatisfação entre os caminhoneiros autônomos. Um dos principais representantes da categoria, Wanderlei Alvez, diz que “teme uma revolta”, mas tenta acalmar os ânimos.

“Tenho conversado com o ministro Tarcísio [Gomes, da Infraestrutura], e ele tem se mostrado comprometido com a fiscalização da tabela de frete, cumprido com a promessa dele. Eu estou mostrando isso para os colegas. Mas é muita indignação. O ministro está se esforçando, dá pra notar. Mas não sei até quando o pessoal vai se controlar”, afirmou Dedeco, como é conhecido, ao Congresso em Foco, em conversas pelo WhatsApp entre a noite sexta-feira (3) e este sábado (4).

“Vão parar?”, perguntou a reportagem. “O que a classe, que já se revoltou, decidir, estaremos juntos. Não é fácil segurar a insatisfação de milhares de profissionais. Os caminhoneiros estão impulsivos”, respondeu ele.

De forma recorrente, Dedeco diz que o governo Bolsonaro “erra” ao não “agradar os caminhoneiros” e afirma que é “perigoso a situação sair do controle”. Ele tem mais de 90 grupos no WhatsApp, cada um com mais de 150 integrantes, cada um deles com outros grupos também por trás. Um dos grandes segredos do seu poder de mobilização.

Aos colegas, porém, ele tem dito que, ao decretar uma greve, a categoria fecha as portas de diálogo que conseguiram abrir com o governo. “O que vamos fazer? Boa parte da categoria não fez campanha e colocou o [Jair] Bolsonaro lá como presidente? Vamos segurar um pouco, gente”, afirmou em áudio encaminhado aos grupos, em que relata as conversas com o ministro da Infraestrutura e as medidas de intensificação da fiscalização do frete mínimo nas estradas.

Dedeco é o principal representante do grupo que havia convocado a paralisação dos caminhoneiros para o último dia 29 de abril. Ele ficou conhecido na greve geral que parou o país no ano passado e gerou transtorno em todos os estados, com corridas a supermercados, postos de combustíveis e longas filas em todos os cantos.

A classe voltou atrás da decisão após uma reunião no Ministério da Infraestrutura em 22 de abril quando o próprio chefe da pasta, Tarcísio Gomes, garantiu uma maior fiscalização nas estradas sobre a tabela do frete mínimo, uma das reclamações da categoria.

Na ocasião, foram firmados os seguintes compromissos: estudar a eliminação de multas desnecessárias aos caminhoneiros; transferir o custo do diesel para a tabela do frete; fiscalização efetiva da referência de custo do piso mínimo do frete; celebração de um termo de compromisso com as entidades representantes da categoria para tornar mais efetiva a fiscalização.

No dia 30 de abril, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) aprovou uma resolução em que alterou a resolução que trata da Política Nacional de Pisos Mínimos do Transporte Rodoviário de Cargas, a tabela de frete proibindo que autônomos sejam multados por carregarem cargas no valor abaixo do piso mínimo de frete estabelecido.

No meio de abril, o governo anunciou a abertura de uma linha de crédito no valor de R$ 500 milhões para caminhoneiros autônomos manterem seus veículos e o emprego de R$ 2 bilhões no término de obras e manutenção de rodovias.

 

Congresso em Foco

 

 

Em Arara, motorista perde controle cai de ponte e morre

O motorista de um caminhão morreu na tarde deste domingo (05) na cidade de Arara, no Agreste do Estado, após ficar preso às ferragens do veículo. O caminhão tombou em uma ponte na entrada da cidade.

A vítima fatal foi identificada como Ivan, conhecido caminhoneiro da cidade. O caminhão tombou às margens do açude de Arara.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para fazer a remoção do corpo do caminhoneiro, que ficou preso nas ferragens do veículo. O resgate foi demorado, devido à gravidade da situação e centenas de pessoas se aglomeraram nas proximidades para acompanhar a ação.

Com Click

 

 

Ministro da defesa reconhece o controle das penitenciárias por organizações criminosas

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, afirmou, no Rio de Janeiro, que o sistema de segurança pública no Brasil está falido. Segundo ele, a situação chegou a tal ponto que facções estão no comando de ações criminosas praticadas por quadrilhas organizadas de dentro das penitenciárias.

Jungmann participou de evento promovido pela Polícia Militar do Rio de Janeiro e o Viva Rio, na sede da Firjan (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro). “Este sistema vigente está falido, e o que estamos vivendo hoje é o feito, não apenas da falência, do desenho deste sistema, mas o feito de muitas outras razões. O crime se nacionalizou. Mais que isso, se transnacionalizou. Então, não é no espaço da unidade da Federação que vamos resolver o problema da grande criminalidade”, disse.

Jungmann ressaltou o fato de que, na Constituição de 1988, entre 80% a 85% das responsabilidade com segurança e ordem pública foram transferidas para os Estados, restando ao governo federal apenas o controle das polícias Federal e Rodoviária Federal, que ficam encarregadas do controle das fronteiras e das ações contra crimes transnacionais e o tráfico de drogas.

“Há, sim, a influência da crise neste processo, da falta de recursos para serem canalizados para a segurança pública. E, também, porque não temos um fluxo estável de recursos orçamentários e financeiros para a área de segurança. O país passa por uma das maiores crises dos últimos 50 anos em termos econômicos e fiscais e a segurança pública mergulha nesta crise”, acrescentou.

Presídios criam gangues

O ministro destacou a crise enfrentada pelo sistema penitenciário, com superlotações de presídios e presos mantidos em situações adversas, como determinante para a falência do sistema e o avanço da criminalidade no país.

“Em razão da incapacidade do Judiciário de julgar os processos, o sistema penitenciário brasileiro tem 30% a 40% dos presos provisórios e temporários em suas celas. Ninguém sabe hoje, de fato, qual é o tamanho da população carcerária do país. E quem acha que sabe está enganado”.

Para Jugnmann, foi nestes espaços que surgiram as grandes gangues: o PCC, o Comando Vermelho, Amigos dos Amigos, Sindicato do Crime, Terceiro Comando, Família do Norte.

“Todos estes grupos criminosos, que surgiram dentro do sistema penitenciário e a partir do sistema penitenciário, controlam o crime nas cidades.

Correio da Paraiba

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Secretário diz que governo adotará novas medidas para controle de gastos

waldson-sousaO secretário de Planejamento, Waldson Sousa, informou que o governo do estado deve adotar algumas medidas para ampliar o controle de gastos de todos os órgãos do Poder Executivo. Segundo o auxiliar do governador Ricardo Coutinho, o sistema de governança vem sendo trabalhado internamente e será implantado em breve.

“O governador tomará outras decisões nos próximos dias que são importantes tanto para o ajuste fiscal como para o controle dos gastos. Isso é para que a receita do estado permaneça em condições de continuar investindo”, declarou. Waldson também falou sobre a expectativa de conclusão dos trabalhos com a votação da LOA na Assembleia Legislativa até a segunda semana de dezembro “para que se tenha um orçamento tranquilo no próximo ano”.

Em relação recursos da repatriação, o secretário informou que, dos R$ 180 milhões que a Paraíba tem a receber, R$ 67 milhões já foram depositados na conta do estado, enquanto o restante deve ser pago nos próximos dias. “São recursos importantes não só para o estado mas para os municípios que estão em situação difícil”. Segundo ele, a quantia vai ajudar a recompor os caixas para o encerramento de um ciclo de quatro anos de crise. “A gente fecha um ano bastante difícil do ponto de vista fiscal, com a diminuição de receitas e de arrecadações importantes”.

Sobre o pagamento da segunda parcela do décimo terceiro, o auxiliar do governador preferiu não antecipar datas. Waldson declarou que essa é uma prerrogativa de Coutinho, mas que a garantia do pagamento já foi dada pelo gestor. “Ele tem chamado a equipe de governo para que se tenha concentração em tudo que se anuncia. Esse é um anúncio do governador”.

blogdogordinho

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

WhatsApp precisa de mais controle, dizem especialistas da polícia e MP

whatsappAs frequentes brigas entre aplicativos como WhatsApp e a Justiça brasileira se resolveriam a partir da regulamentação desses serviços. Foi o que defenderam Augusto Rossini, procurador do Ministério Público de São Paulo, e José Mariano Araujo Filho, especialista em Investigação de Cibercrimes e Inteligência da Polícia Civil, durante o Security Leaders –evento de Segurança da Informação e Risco–, realizado em São Paulo.

“É preciso que se crie uma normativa clara, com a criação de uma agência que pudesse fiscalizar e regulamentar todos os aplicativos que queiram atuar no Brasil”, aponta Rossini, que diz que o Marco Civil da Internet é insuficiente. “Só assim o Brasil poderá exercer a sua soberania.” Segundo ele, o país poderia se inspirar na Espanha, que já adota modelo semelhante.

A ideia, como ele explica, não seria transformar o Brasil em uma China, que controla tudo que é acessado ou não por sua população. “Ainda assim temos que estabelecer diretrizes claras que obriguem os aplicativos a colaborar em casos especiais e mediante ordens judiciais. Quer operar no país? Então são obrigados a andar conforme as nossas regras, mas como elas não existem acabam fazendo o que bem entendem”, enfatiza Rossini.

Como acrescenta Araujo Filho, aplicativos como o WhatsApp têm sido usados pelas autoridades brasileiras basicamente para a produção de provas. “Uma situação que nos remete ao passado, quando se discutia a legalidade ou não dos grampos telefônicos”, compara ele, que ressalta a existência de uma distorção de valores quando se define o WhatsApp como um serviço essencial.

“Se por algum motivo comercial, o WhatsApp deixar de operar no Brasil, no segundo seguinte os consumidores terão a sua mão outras opções”, justifica o policial civil, que também defende a regulamentação dessas empresas como salvaguarda para a própria população brasileira.

Rossini, no entanto, reconhece as dificuldades para a aprovação de uma possível regulamentação dos aplicativos. “Falta conhecimento, estrutura e dinheiro do governo para que a medida seja colocada em prática”. Mas, como medida alternativa, o procurador sugere um ajustamento de conduta para que os aplicativos possam assumir as suas responsabilidades.

Tanto Rossini como Araujo Filho defenderam os pedidos de bloqueio do WhatsApp no país e alegaram que as sanções, previstas em lei, forçam a empresa a ser mais colaborativa com a Justiça brasileira. “Não se trata apenas de casinhos em São Bernardo e em Lagarto. Mas, sim, de impedir que criminosos atuem livremente em apps como o WhatsApp”, relata o policial civil, ao se referir às investigações policiais que resultaram no bloqueio do aplicativo no Brasil.

Justiça x WhatsApp
Diante da briga entre a Justiça brasileira e o WhatsApp, o app de mensagens instantâneas já foi bloqueado no país três vezes em menos de um ano. A última delas em 19 de julho, por determinação da juíza Daniela Barbosa, da comarca de Duque de Caxias (RJ).

A Justiça do Rio de Janeiro pedia que o WhatsApp interceptasse mensagens de envolvidos em crimes na região. O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Ricardo Lewandowski, considerou a decisão desproporcional, por ferir o direito à liberdade de comunicação de milhões de brasileiros. O app chegou a ficar fora do ar por cerca de cinco horas.

Em maio deste ano, o aplicativo chegou a ficar bloqueado por 25 horas, por determinação do juiz Marcel Montalvão, da comarca de Lagarto (SE), que também pediu a prisão do vice-presidente do Facebook na América Latina, o argentino Diego Jorge Dzodan, em março.

Já, em dezembro de 2015, o aplicativo por ordem da Justiça de São Paulo passou 13 horas fora do ar, também por descumprimento de decisão judicial.

Em todos os casos, os juízes que expediram os pedidos de bloqueio alegaram um desrespeito do WhatsApp com a legislação brasileira. O app, por sua vez, sempre alegou colaborar com a Justiça, mas não ter as informações, nem mesmo capacidade técnica para atender aos pedidos.

Fonte: UOL

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Caminhão que presta serviço na rodovia de Pilões capota após motorista perder controle

(Foto: Fernandinho / Nordeste1)
(Foto: Fernandinho / Nordeste1)

Um caminhão caçamba tombou na rodovia PB-077, que liga as cidades de Cuitegi à Pilões. O motorista perdeu o controle do veículo que virou na pista. O acidente aconteceu na manhã desta sexta-feira (04) na localidade conhecida como Serra do Espinho, município de Pilões, no Brejo paraibano.

A rodovia passa por uma pavimentação asfáltica e a caçamba é agregada a empresa que realiza os trabalhos na estrada. Não há informação de feridos.

O veículo seguia com destino à Cuitegi e estava carregado de barro quando tombou em uma das curvas.

nordeste1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Motorista de Bananeiras bate em cachorro, perde controle do veículo e capota

acidenteUm homem, residente no distrito de Roma, zona rural de Bananeiras, capotou o veículo, na manhã desta sexta-feira (23/09), na rodovia PB-073, que interliga as cidades de Belém a Pirpirituba, no Agreste paraibano.  Um animal na pista teria provocado o acidente. A vítima teve apenas ferimentos leves, além do susto.

gtv-copia Informações obtidas através de um policial, que passava no momento do acidente para trabalhar, cujo condutor do veículo perdeu o controle do carroao bater num cachorro que apareceu de repente na pista. O automóvel sai da rodovia e, consequentemente, capotou em seguida caindo a uma distância da rodovia dentro do matagal. Oveículo  ficou com a posição contrária para cima.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada e conseguiu retirar a vítima do veículo e realizou os primeiros atendimentos no próprio lugar. Conforme notícia, o homem encontra-se todo instante consciente e apenas ele obteve alguns ferimentos pelo corpo.

No choque, o cachorro não sobreviveu e ficou às margens da rodovia.

Enquanto o carro da vítima, o qual se deslocava sentido Pirpirituba,  ficou bastante danificado a lataria após o capotamento.

O acidente se deu próximo ao Bar Brasil, no sítio Cafeles, zona rural de Belém.

Classe da Noticia

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Motorista perde o controle e mata mulher atropelada em Bananeiras

vitimaUma mulher morreu na manhã desta quinta-feira (28), no Conjunto Major Augusto Bezerra (Cidade Alta), município de Bananeiras.

Ela foi atropelada próximo ao conhecido Cícero da Borracharia. De acordo com testemunhas, o motorista do veículo que atropelou a vítima perdeu o controle. A mulher morreu na hora.

acidente

Mais informações em instantes

Focando a Notícia

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Homem morre ao perder controle de moto e cair de ribanceira de 5 metros

Reprodução/São Vicente Agora
Reprodução/São Vicente Agora

Um homem de 33 anos morreu vítima de acidente de moto registrado no fim da tarde desse sábado (19), na rodovia estadual PB-177, no município de Pedra Lavrada (Borborema paraibana, a 237 km de João Pessoa).

Segundo informações repassadas pela Polícia Militar, o homem viajava de Parelhas, interior do Rio Grande do Norte, com destino ao município de Seridó, na Paraíba, onde tem familiares.

Ao passar por um trecho do quilômetro 38, ele perdeu o controle da moto e caiu de uma ribanceira de aproximadamente cinco metros. A vítima morreu na hora.

Não há indícios de envolvimento de outro veículo no acidente. Ainda conforme a polícia, a vítima teria ingerido bebidas alcoólicas antes da viagem.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

 

portalcorreio