Arquivo da tag: contradições

Sob pressão, Vasco pega ameaçado Figueirense em jogo de contradições

Juninho e Túlio, personagens importantes de Vasco e Figueira (Foto: Editoria de Arte/Globoesporte.com)

Um jogo cheio de contradições será disputado neste sábado, às 18h30m (de Brasília), em São Januário. Se por um lado o Vasco pode ser considerado favorito, não só por atuar em casa, mas também por estar com 22 pontos a mais que o Figueirense e 15 posições à frente na classificação do Campeonato Brasileiro, por outro os números dos últimos confrontos entre os times favorece amplamente os catarinenses.

Este é o maior jejum de vitórias do Vasco no confronto direto com todos os outros 19 participantes da competição, e a maior invencibilidade do Figueirense em relação aos outros adversários, desde 2006. Os cruz-maltinos ocupam a quarta colocação da competição, com 44 pontos e quer evitar a aproximação de São Paulo, que pode tirá-lo do G-4 nesta rodada, Botafogo e Inter. Já a equipe de Florianópolis está em penúltimo lugar, com 22 pontos e necessita dos três pontos para ganhar ao menos uma posição e se motivar mais na luta contra o rebaixamento.

O reencontro com a equipe carioca traz na lembrança dos torcedores alvinegros uma reflexão. No primeiro turno, o Figueirense vivia expectativas distintas do cenário nebuloso que está encaixado: diante do Vasco, a equipe apresentava o uruguaio Loco Abreu ao torcedor, no Orlando Scarpelli. No imaginário dos catarinenses, chegou-se a planejar uma briga por vaga na Libertadores de 2013. Porém, o duelo em São Januário mostra uma realidade bem diferente.

Com a metade dos pontos do adversário na Série A, o Figueira corre contra o tempo para fugir da zona do rebaixamento. Restando 12 rodadas para o fim do campeonato, o Alvinegro precisa de uma boa sequência de vitórias, que ainda não fez até aqui, para manter-se na elite do futebol brasileiro. Seis pontos atrás do último colocado fora da Z-4, a equipe catarinense encara a partida como uma verdadeira decisão.

Apesar de vir de uma derrota para o Palmeiras, por 3 a 1, o técnico Márcio Goiano aposta na manutenção da equipe. A mudança feita pelo técnico é apenas na zaga, e por obrigação: João Paulo cumpre suspensão e o treinador aposta no jovem Gutti para substituí-lo. Apesar de poder contar com Loco Abreu para esta partida, Goiano prefere manter Caio e Aloísio, já que a dupla é a mais eficiente da Série A, com 17 gols. O atacante uruguaio, que fica no banco, vem de uma série de lesões e jogos pela Celeste Olímpica e não atua pelo Alvinegro desde o dia 8 de agosto.

O GLOBOESPORTE.COM acompanha todos os lances da partida em Tempo Real, com vídeos exclusivos. O canal Premiere transmite a partida ao vivo para todo o Brasil, pelo sistema pay-per-view.

header as escalações 2

Vasco: serão cinco mudanças em relação ao time que empatou com a Ponte Preta, no último domingo, em Campinas (SP). As únicas por escolha do técnico Marcelo Oliveira são a entrada de Tenorio no ataque, substituindo Eder Luis, e a de Nilton na cabeça de área, sacando Eduardo Costa. No mais, suspensões e lesões dão dor de cabeça ao chefe. Luan será improvisado na lateral direita, passando a frente de Max; Fabrício entra na zaga, e Thiago Feltri, na lateral esquerda. Felipe terá mais uma chance de brilhar ao lado de Juninho, atuando com liberdade. A formação, portanto, é a seguinte: Fernando Prass, Luan, Dedé, Fabrício e Thiago Feltri; Nilton, Wendel, Juninho e Felipe; Tenorio e Alecsandro.

Figueirense: sem grandes alterações, Marcio Goiano deve manter o esquema tático que usou no começo da partida contra o Palmeiras, apesar da derrota. Wilson permanece no gol. Elsinho e Helder nas laterais; Gutti e Edson com dupla de zaga. O meio campo deve ficar com Jackson, Tulio, Claudinei e Botti. Caio e Aloísio são os encarregados dos gols.
quem esta fora (Foto: arte esporte)

Vasco: Jonas e Renato Silva estão suspensos. Auremir, Douglas e William Matheus têm estiramentos na coxa e quem está mais próximo de voltar do trio é o último, com uma lesão mais simples. Já Carlos Alberto está debilitado pela ingestão de antibióticos na semana passada, segundo o departamento médico, que tratou uma inusitada infecção no pé esquerdo causada por um pelo encravado.

Figueirense: João Paulo Goiano tomou o terceiro cartão na partida contra o Palmeiras e irá cumprir suspensão automática. Fernandes, Heber e Ricardo seguem vetados pelo departamento médico do clube.

header pendurados (Foto: ArteEsporte)

Vasco: Carlos Alberto, Fabrício e William Barbio.

Figueirense: Claudinei, Edson, Loco Abreu, Sandro e Túlio.

header o árbitro (Foto: ArteEsporte)

Ricardo Marques Ribeiro (Fifa/MG) apita a partida, auxiliado por Márcio Eustaqui Santiago (Fifa/MG) e Cleriston Clay Barreto Rios (SE). Ricardo Marques arbitrou 11 jogos no Brasileirão, marcou 424 faltas (média de 38,5 por jogo), mostrou 48 amarelos (média de 4,4 por jogo) e três vermelhos (média de 0,27 por jogo) e não marcou um pênalti sequer. O campeonato tem média de 5,05 amarelos, 0,28 vermelho, 36,6 faltas e 0,21 pênalti. O árbitro apitou um jogo dos catarinenses na Série A deste ano: Figueirense 2 x 2 Fluminense, pela 21ª rodada.

header fique de olho 2
Vasco:
agora em casa, frente ao penúltimo colocado, Felipe novamente é visto como arma do Vasco na ligação entre o meio e o ataque. Se fracassar, pode dar adeus ao espaço que ganhou com Marcelo Oliveira. Se decidir, uma nova era do Maestro pode começar na Colina.

Figueirense: Caio e Aloísio formam a dupla de ataque com mais gols no Brasileirão: 17 gols. No entanto, a volta de Loco Abreu, carrasco do Vasco quando jogava pelo rival Botafogo, pode surpreender. O uruguaio fez bons treinos durante a semana e pode ser uma boa opção para Marcio Goiano para o decorrer da partida.

header o que eles disseram

Marcelo Oliveira, técnico do Vasco:: “Hoje em dia todos os clubes sabem tudo dos adversários. O Figueirense tem um time muito dedicado que marca bem e utiliza os contra-ataques. Temos de estar prevenidos, mas por estamos no G-4 e jogarmos em casa temos de nos impor. Sabemos que temos de produzir muito”.

Márcio Goiano, técnico do Figueirense: “Temos que estar mais preocupado é com o Vasco, até porque nós sabemos da dificuldade. O Vasco só fala do G-4 e nós estamos em outra situação, temos que sair da zona de rebaixamento. Temos é que nos preocupar com o Vasco, com o agora. Até porque, 2013 não nos pertence. O que temos é o agora e 12 jogos pela frente”.

header números e curiosidades

* O Vasco não vence o Figueirense há seis anos (ou dez jogos). A última vitória vascaína aconteceu no dia 24/8/2006, pelo primeiro turno do Brasileiro daquele ano: Vasco 3 a 1, em São Januário, gols de Abedi, Jean e Faioli, descontando Schwenck. Nos últimos dez jogos entre as duas equipes, oito deles pela Série A e dois pela Série B, o Figueirense venceu três vezes (2 a 1 e 4 a 2, em 2008, e 2 a 1 na Série B de 2009) e houve sete empates.

* Computando todas as competições e amistosos, Vasco e Figueirense disputaram 26 partidas na história, com oito vitórias dos cariocas, contra quatro triunfos dos catarinenses e 14 empates. Nos gols marcados, a vantagem é vascaína: 35 a 31. Dez desses 26 jogos foram realizados em São Januário, com cinco vitórias do Vasco, contra duas do Figueirense e mais três empates. Nos gols marcados, nova vantagem vascaína: 18 a 14.

* O primeiro confronto entre Vasco e Figueirense pelo Campeonato Brasileiro foi também a primeira vez que as duas equipes se enfrentaram em toda a história. Na oportunidade, dia 2/12/1973, houve um empate sem gols no estádio Orlando Scarpelli.

header último confronto v2

Na última vez que Vasco e Figueirense se enfrentaram, houve empate em 1 a 1, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis. A partida realizada no dia 8 de julho deste ano fez parte da oitava rodada do Campeonato Brasileiro. Diego Souza abriu o marcador para o time cruz-maltino, aos 21 minutos do primeiro tempo, e Ronny igualou o placar aos 28 da etapa final .

Globoesporte.com