Arquivo da tag: contesta

TRE anula registros de candidaturas do PT de Guarabira. Presidência local contesta

ptO Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba, através da relatoria da desembargadora Maria das Graças Morais Guedes, rejeitou o recurso do Partido dos Trabalhadores (PT) do Município de Guarabira tornando nulo o registro da ata convencional junto ao DRAP – Demonstrativo de Regularidade de Atos Partidários. O que, em tese, anula também as candidaturas do partido ao cargo de vereador.

Em 05 de agosto, a legenda travou uma batalha interna que acabou gerando duas atas distintas com propostas de aliança com PMDB e PSB. Até um Boletim de Ocorrência foi registrado com relatos de indicavam um suposto sumiço da ata original do recinto convencional.

Com a decisão proferida pelo TRE, os votos contabilizados para os vereadores do PT de Guarabira podem ser anulados e discutidos no TSE, em Brasília, posteriormente, o que poderá implicar em uma futura alteração na composição da Casa Legislativa.

O presidente municipal do PT, Ênio Miller, divulgou um vídeo nas redes sociais afirmando que as candidaturas a vereador estão de pé normalmente, já que a decisão do TRE foi acompanhada pelo jurídico da legenda e por si só não prejudica as postulações em Guarabira.

Para Ênio, adversários do PT temem a eleição do primeiro vereador do partido e espalham boatos.

“Não existe a possibilidade de anulação das candidaturas, todas estão mantidas”, afirmou Ênio.

Rafael San

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Testemunha quebra o silêncio, inocenta padrasto de Rebeca e acusa tenente; delegado do caso contesta

rebecaUma testemunha que preferiu não se identificar procurou a reportagem da TV Arapuan, para acusar um tenente da Polícia Militar, de ser o autor do assassinato da adolescente Rebeca Cristina, morta em 11 de julho de 2011. Ele inocentou o padrasto da jovem, preso do dia 22 de julho deste ano e disse ter visto o tenente acompanhado de outra pessoa junto com a adolescente no dia que ela foi assassinada.

De acordo com a testemunha, a jovem estava no banco da frente de um carro prata e não esboçava reação, aparentando conhecer as pessoas que a acompanhavam. O local onde o veículo tentou entrar só permite a passagem de veículos de tração animal, ou bicicleta, por isso, o carro precisou voltar de ré. “Olhei e vi duas pessoas, lembrei que era um rapaz que já tinha visto e no outro dia vendo um programa policial vi que se tratava do sumiço de uma menina encontrada estuprada e morta. Liguei 190 e 197 e o policial chegou com foto de outra pessoa que não era a que eu tinha visto”, disse.

Ele explicou que foi ouvido duas vezes pela Polícia e pelo Ministério Público e reconheceu a pessoa. Apesar disso, o processo continuou e apontou o padrasto da jovem como o autor do crime.

A testemunha explicou que não tem medo de represália por vir a público e disse que faz, pois se morrer, “a imprensa sabe quem foi”, afirmando que seria o suposto assassino da jovem. “Quando chegar no momento oportuno eu vou dizer na cara dele que é um assassino porque eu vi ele com a menina. Ele acha que o crime foi perfeito, mas foi burrice que ele fez das grandes, tirar a vida de uma pessoa inocente”, afirmou.

O outro lado

O delegado do caso, Glauber Fontes, afirmou que tem conhecimento do teor da declaração desta testemunha, mas desqualificou as acusações afirmando que ele já foi ouvido diversas vezes e que voltou atrás em diversos pontos, chegando a dar versões distintas. “Checamos o policial (que a testemunha indicou) ele fez exame de DNA e o resultado foi negativo, em seguida ele apresentou uma nova versão, cada vez que a tem contato com a investigação cria uma história diferente o que nos leva a crer que o objetivo é aparecer e não contribuir com a investigação”, disse.

A prisão temporária do padrasto foi decretada e nestes 30 dias e a polícia continua trabalhando para preencher as lacunas que faltam. “É preciso tempo para que a polícia trabalhe e evitar que pessoas ajam com injustiça”, explicou.

O promotor do caso, Marcos Leite, também desqualificou as declarações da testemunha, afirmando que só por estar no local do crime não quer dizer que está isento de comprometimento.

A respeito do envolvimento do tenente da PM, o promotor explicou que essa testemunha surgiu logo após o crime, foi ouvida porque teria visto uma pessoa com a menina e reconhecido por uma foto numa reportagem, mas quando foi levado a Central de Polícia deu informações desencontradas.

Entenda o caso

Rebeca Cristina, de 15 anos, foi violentada e assassinada em 11 de julho de 2011, no trajeto entre a casa da família e o Colégio da Polícia Militar, em Mangabeira VIII, Zona Sul de João Pessoa. O corpo da estudante foi encontrado com diversos tiros em um matagal na Praia de Jacarapé, Litoral Sul da Paraíba, na tarde do mesmo dia do crime.

Marília Domingues / TV Arapuan

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

MST contesta proibição da obstrução de BRs

mstO coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST).  Augusto Berlarmino,  contestou, nesta terça-feira (17), determinação da Justiça Federal na Paraíba de impedir bloqueios nas BR-230 e 101 no Estado. A Multa por desobediência é de R$ 10 mil por hora de interrupção.

Em entrevista ao programa 60 Minutos, apresentado pelos jornalistas Heron Cid e Anderson Soares, na Rádio Arapuan FM,  Augusto Berlarmino considerou que a medida foi criada para coagir as pessoas que buscam reivindicar seus direitos.

De acordo com ele, mesmo com a decisão judicial, o MST  vai continuar  fazendo suas atividades.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

“Na verdade nós somos contra essa medida e se a gente avaliar que dever fazer a manifestação, a gente vai fazer ”, assegurou.

Roberto Targino – MaisPB

Colunista do Jornal da Paraíba contesta nota de Samuka e apresenta provas de acúmulo de funções

samukaRecebi a nota da assessoria de Samuka Duarte esclarecendo ou tentando defender o indefensável em relação ao acúmulo de cargos em cinco prefeituras, além do governo do Estado, em 2011. Por conta desta ação de improbidade administrativa, movida pelo Ministério Público, o apresentador da TV Correio teve os bens bloqueados por decisão liminar do juiz Gustavo Procópio Bandeira de Melo, da 5º Vara Mista da Comarca de Santa Rita.

O apresentador jura inocência e constituiu advogado para tentar provar que as acusações formuladas pelo Ministério Público da Comarca de Santa Rita são falsas. Uma missão difícil de ser conseguida, uma vez que todas as informações constam nos balancetes das prefeituras remetidos ao Tribunal de Contas do Estado (TCE). Vale lembrar que a decisão é liminar e o mérito ainda vai ser apreciado pela Justiça, que poderá obrigar Samuka a devolver R$ 338.586,92 aos cofres públicos.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Outra punição que poderá ser acumulada pelo apresentador, segundo o MP, é a suspensão dos direitos políticos por oito anos. Esse fato, apesar de ser atinente aos casos de improbidade administrativa, é citado por Samuel de Paiva Henriques (Samuka) para justificar uma suposta perseguição política. Mas o fato é que se os vínculos citados não existiram, já que o serviço não foi prestado, o apresentador deveria processar as prefeituras por terem usado o nome dele.

O que não vale é negar os fatos pretéritos alegando a situação atual. Na nota divulgada pelo apresentador, ele diz que exerce “atualmente apenas um cargo público junto à 1ª região de Ensino da Secretaria de Educação do Estado, desenvolvendo atividades de assessoria de comunicação”. É bom lembrar que a ação é relativa a fatos pretéritos. Além disso, sobre o vínculo citado, em consulta feita pela CBN, a Secretaria de Comunicação levou três horas para dizer onde ele está lotado. Estranho, não?

Confira alguns dos cargos que levaram Samuka a ser alvo da investigação. Tomei o cuidado de pegar os documentos apenas de um mês comum, para mostrar que era impossível o apresentador estar em todos eles ao mesmo tempo.

Governo do Estado

governo1

Prefeitura de Sapé

sape3

 

Prefeitura de Santa Rita

 

santa-rita-1

 

Prefeitura de Mari

mari-agosto1

 

Prefeitura de Marcação

 

marcacao-agosto2

 

Confira a nota divulgada pelo apresentador:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

Sobre as matérias publicadas em torno da ação de improbidade administrativa promovida pelo Ministério Público junto à Comarca de Santa Rita, venho esclarecer o seguinte:

1 – Exerço atualmente apenas um cargo público junto à 1ª região de Ensino da Secretaria de Educação do Estado, desenvolvendo atividades de assessoria de comunicação.

2 – Fui servidor ativo da Secretaria de Educação do Município de Santa Rita, com exercício funcional na assessoria de comunicação da Secretaria de Educação, desde 2001, encontrando-me aposentado voluntariamente.

3 – Nunca deixei de prestar serviços nos cargos públicos que ocupo ou ocupei, notadamente no Município de Santa Rita.

4 – Prestei assessoria de comunicação a alguns municípios, por curtos períodos e recebi pelas atividades efetivamente prestadas, sem qualquer empecilho ao exercício dos outros cargos, fato comum na área de comunicação.

5 – A Digna Promotora junto à Comarca de Santa Rita foi levada a erro por pessoas interessadas em denegrir minha imagem e preocupadas com o alcance social dos meus programas jornalísticos.

6 – Confio na Justiça da Paraíba e estou preparado para, nas instâncias judiciárias, apresentar minha defesa para, afinal, obter, com a proteção de Deus, pronunciamento favorável, pois não cometi ato de improbidade ou desonestidade. Tenho a consciência limpa e a tranquilidade de quem não agiu de má-fé. Repito: nunca recebi sem trabalhar.

7 – Constituí o advogado Delosmar Mendonça Junior para atuar na minha defesa no processo judicial e ele, a partir de agora, deve prestar os esclarecimentos necessários à Justiça e à sociedade.

8 – Por último, agradeço a solidariedade de tantos e renovo meu compromisso de servir ao meu público.

Blog do Suetoni

Pesquisa contesta mito de que fumar ajuda a manter o peso

cigarroSabe aquela sua amiga que não para de fumar mais por medo de engordar do que por força de vontade? Pois é, um estudo americano, feito com mulheres e publicado pelo site do jornal britânico Daily Mail, contesta essa crendice.Muitas pessoas acham que o cigarro pode ajudar a manter o peso, acreditando que a nicotina diminui o apetite. Mas de acordo com a pesquisa, é justamente o contrário que faz sentido: largar o cigarro é que poderia fazer as pessoas a emagrecerem.

Os pesquisadores concluíram que o hábito de fumar pode aumentar a vontade por doce e alimentos gordurosos. A explicação é que, em algumas pessoas, o cigarro entorpece o gosto do doce e do açúcar, fazendo com que o consumo destes itens seja maior.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Foram feitos testes com diferentes grupos de mulheres, de 21 a 41 anos, que provaram pudins de baunilha com quantidades diferentes de gordura. Em seguida, elas foram convidadas a classificá-los por sua quantidade de açúcar.

Os grupos eram compostos de mulheres obesas e fumantes; obesas e não fumantes; fumantes com peso normal e não-fumantes com peso normal. “Comparadas com os outros três grupos, as fumantes que eram obesas percebiam menos a cremosidade e a doçura”, observou Yanina Pepino, professora assistente da Escola de Medicina da Universidade de Whashington.

Ela pontua que, a partir desta menor percepção, este grupo de mulheres precisava comer mais. “Uma vez que o tabagismo e a obesidade são fatores de risco cardiovascular e de doenças metabólicas, comer mais gordura e açúcar pode ser prejudicial à saúde”, completou.

Cerda de 20% das fumantes no Reino Unido – cerca de 900 mil mulheres – atualmente usam o cigarro como uma forma de manter o peso. Muitas afirmam ter medo de engordar ao parar de fumar, e é essa é uma das principais barreiras para abandonar o hábito.

Estudos anteriores já mostraram que fumantes consomem mais carne, gorduras saturadas e álcool do que não-fumantes, além de consumirem menos vitamina C.

A especialista afirma ainda que as mulheres são muito mais propensas do que os homens a manterem o vício como forma de controlar o peso. “Mas não existem evidências de que isso ajuda a manter um peso saudável a longo prazo”, reforça.

O professor Robert West, da Universidade de Londres, acrescenta que geralmente os fumantes têm desejos de açúcar e gordura várias vezes ao dia, porque a nicotina sai do corpo muito rapidamente. “Durante estes períodos, você terá os níveis de serotonina do cérebro empobrecidos, o que está associado a um aumento no desejo para lanches e alimentos açucarados”, explica.

 

 

Terra

 

Secretaria de Segurança contesta ONG que colocou JP entre as 50 cidades mais violentas do mundo

revolver11A secretaria de Segurança e da Defesa Social da Paraíba divulgou uma nota contestando os números divulgados pela ONG mexicana Consejo Ciudadano para la Seguridad Pública y Justicia Penal que colocou João Pessoa como uma das 50 cidades mais violentas do mundo em 2014.

Confira a nota na íntegra:

No que se refere ao estudo publicado pela ONG mexicana Consejo Ciudadano para la Seguridad Pública y Justicia Penal, que diz trazer a lista das cidades mais violentas do mundo em 2014,  a Secretaria da Segurança e da Defesa Social (Seds) da Paraíba esclarece que:

Os números da pesquisa não se baseiam em dados oficiais e sim em notícias reproduzidas pela mídia e projeções com uma metodologia não explicada para o ano todo. Assim, não refletem a realidade da redução de homicídios em João Pessoa, quando comparados os anos de 2013 e 2014.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

De acordo com o Núcleo de Análise Criminal e Estatística da Seds, a Capital da Paraíba teve 481 assassinatos em 2014, 7% a menos do que o contabilizado em 2013 (515). Dessa forma, a publicação traz uma quantidade de homicídios 29% maior do que a realidade para o ano passado.

Outro dado oficial do Nace é que em 2010 a cidade de João Pessoa apresentava taxa de homicídios de 71,3 (por 100 mil habitantes) e depois do Programa Paraíba Unida Pela Paz, desde 2011, a taxa caiu para 61,6 em 2014.

Ainda em relação a João Pessoa, o próprio estudo afirma, na página 16, que errou nos números da edição anterior. Traz também que não foram encontradas referências do ano passado e por isso foi tomada a taxa estimada de 2013 (1º semestre) para 2014, apesar de os dados de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) serem divulgados regularmente, e de forma trimestral, na página do Governo do Estado da Paraíba (www.paraiba.pb.gov.br). A pesquisa tenta justificar que tais dados parciais foram utilizados dessa forma porque “se houvesse acontecido queda nos números ela teria sido festejada pelas autoridades da Paraíba”.

A Secretaria de Estado da Segurança e da Defesa Social lamenta que  um levantamento frágil e desprovido de consistência ou metodologia científica apropriada esteja sendo utilizado de forma sensacionalista por parte de alguns que tentam confundir a opinião pública.

Por fim, a Secretaria de Estado da Segurança e da Defesa Social reafirma seu empenho no enfrentamento à violência, principalmente aos crimes contra a vida, e o comprometimento na divulgação de dados oficiais de CVLI no Estado.

Secretaria de Estado da Segurança e da Defesa Social

Secom PB

Shopping divulga imagens de segurança e contesta ‘agressão’ a empresário em JP

agressaoO Shopping Manaíra divulgou na manhã desta segunda-feira (14) uma nota de esclarecimento sobre acusações que sofreu no último sábado (12) de um cliente que relata ter sofrido agressões de um segurança do estabelecimento.  O cliente afirmou em depoimento que foi agredido quando tentava entrar no estabelecimento para pegar os filhos que tinha acabado de sair do cinema e o aguardava.

De acordo com a assessoria do Shopping, o estabelecimento prestou queixa na delegacia de polícia e vai aguardar a posição da polícia.

 

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Veja a nota de esclarecimento divulgada na página do shopping no Facebook:

paraiba.com.br

Defesa contesta decisão de Joaquim Barbosa e diz que pedirá ao plenário do STF para devolver Genoino à prisão domiciliar

genoinoO advogado Cláudio Alencar, que defende o ex-deputado José Genoino (PT-SP), afirmou nesta quarta-feira (1º) que vai recorrer ao plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) contra a decisão do presidente da Corte, Joaquim Barbosa, de revogar a prisão domiciliar do petista.

Genoino se apresentou por volta das 15h ao Centro de Internamento e Reeducação (CIR) do presídio da Papuda, em Brasília, onde dará continuidade ao cumprimento da pena pela condenação no processo do mensalão do PT.

Barbosa determinou na quarta (30) o “imediato retorno” do ex-parlamentar à prisão, após laudo de médicos da Universidade de Brasília indicar que ele não possui doença cardíaca grave.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“Vamos recorrer da decisão do ministro Joaquim pedindo ao plenário do Supremo que reveja essa decisão do presidente do STF e devolva o deputado à prisão domiciliar, que é a mais adequada na condição do José Genoino”, disse o advogado depois de ter acompanhado a chegada do cliente à Papuda.

Condenado a 4 anos e 8 meses de prisão, o ex-deputado, que tem problemas cardíacos, foi preso em novembro do ano passado, mas passou mal no presídio e, desde então, obteve o direito a cumprir temporariamente a pena em prisão domiciliar provisória. A defesa pleiteava a prisão domiciliar definitiva, o que Barbosa negou.

Para Claudio Alencar, o estresse da prisão pode agravar a condição clínica de Genoino.

“A preocupação maior é que não há um pronto-atendimento. Se houver algum evento, algum incidente, não tem quem socorra o deputado José Genoino. Estamos recorrendo, portanto ao plenário do Supremo”, disse.

Cardiologista contesta

O cardiologista de Genoino, Geniberto Paiva Campos, que também acompanhou o petista à Papuda, disse que não há médico de plantão na cadeia de Brasília, o que “é preocupante”.

“Do ponto de vista médico, a cardiopatia que ele teve é gravíssima. Ele tem pressão alta, doença coronariana, e já teve arritmia. Este não é o melhor local para ficar”, disse.

Segundo o cardiologista e o advogado de Genoino, os médicos do sistema prisional estão “em férias” e só retornam após “10 ou 15” dias.

Ambos reconheceram, porém, que Joaquim Barbosa autorizou a entrada de médico particular no presídio para examinar Genoino “sempre que necessário”. O cardiologista afirmou ainda que o petista estava calmo ao se entregar para cumprir a pena na cadeia.

“No momento, ele está muito bem porque nestes meses ele teve acompanhamento médico e familiar. Ele estava bem tranquilo. Pressão controlada. Nesse aspecto, ele está bem, mas um paciente com esse diagnóstico eu não colocaria no sistema carcerário”, afirmou.

“Ele vindo aqui para a prisão fechada, ele corre risco”, completou.

Para Geniberto Paiva, Genoino “corre risco” em uma prisão fechada. Segundo ele, o laudo médico assinado por cardiologistas da Universidade de Brasília (UnB) não indica que o ex-deputado pode cumprir a pena na cadeia. Diz apenas que “no momento” o petista está clinicamente bem.

“O laudo da UnB não recomenda que ele volte para o sistema prisional, diz que ele está bem e isso eu também digo. Mas ele tem uma cardiopatia grave”, declarou.

G1

JP é 9ª mais violenta do mundo: Cláudio Lima contesta ‘Fantástico’ e diz; ‘Não houve estudos em outros estados’

claudio-lima-sspO secretário de Estado da Segurança e da Defesa Social, Cláudio Lima, contestou as informações publicadas em uma matéria no “Fantástico” neste domingo (23) afirmando que a capital paraibana é a 9° cidade mais violenta no mundo. “Os dados da pesquisa foram encontrados na internet e estão corretos, pois nós divulgamos a informação para o público, contestamos porque não houve estudos em outros estados, eles não foram a campo”, afirmou Lima em entrevista ao portal paraiba.com.br nesta segunda-feira (24).

De acordo com o secretário de Segurança do Estado outras cidades não publicaram seus dados. “Será que João Pessoa está mais violenta que Rio de Janeiro, do que a Bahia?”, perguntou Lima.

Segundo Lima os dados devem ser checados e comparados com todas as cidades do país, mas muitas capitais não publicaram, apontando que João Pessoa só apareceu no ranking porque divulgou os dados.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

 

Confira a matéria do ‘Fantástico’:

https://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=fdQ9cBqra14

Wagner Mariano