Arquivo da tag: Conservação

Governo libera retomada de atividades em Unidades de Conservação da Paraíba a partir de 1º de setembro

O Governo do Estado anunciou neste sábado (15) uma reabertura parcial e gradual da visitação pública às Unidades de Conservação Estaduais da Paraíba, a partir de 1º de setembro. A decisão, publicada no Diário Oficial deste sábado, deve seguir as orientações do Plano “Novo Normal Paraíba” e a reabertura vai depender da classificação por bandeiras da cidade.

Municípios com bandeira verde e amarela podem funcionar, com restrições. Já as cidades sob a bandeira laranja e vermelha, não podem retornar nesta fase.

Para as fases passíveis de visitação pública, é obrigatório o uso de máscara de proteção facial cobrindo a região do nariz e boca. Cada visitante deve atentar à etiqueta respiratória em caso de tosse ou espirro e deve também respeitar o distanciamento físico mínimo de dois metros entre as pessoas, de modo a evitar aglomerações.

O visitante também deve portar garrafa d’água individual, para consumo próprio. A aferição de temperatura corporal dos visitantes será de responsabilidade da operadora de turismo.

Fica proibido o uso de corpos hídricos (rios, cachoeiras e outros) para lazer dentro das Unidades de Conservação.

Bandeira verde

Fica permitido o uso da área comum das Unidades de Conservação, com capacidade controlada de 60 pessoas por turno. Atividades turísticas como trilhas, rapel, passeios de catamarã, entre outras, respeitarão capacidade reduzida de 10 pessoas por condutor ou guia de turismo.

Ensaios fotográficos, filmagens e gravações de programações de TV serão permitidas mediante agendamento e autorização prévia do órgão Gestor, sendo possível o agendamento de até três atividades por turno.

As Unidades de Conservação que possuem infraestrutura de apoio ao visitante e auditório serão abertas mediante acesso controlado, sendo o uso dos bebedouros autorizado apenas para o enchimento de garrafas.

Bandeira amarela

Fica permitido o uso da área comum com capacidade máxima de 30 pessoas por turno. Atividades turísticas como trilhas, rapel, passeios de catamarã, entre outras, respeitarão capacidade reduzida para 10 (dez) pessoas por condutor ou guia de turismo.

Ensaios fotográficos, filmagens e gravações de programações de TV serão permitidas mediante agendamento e autorização prévia do órgão Gestor, sendo possível o agendamento de até duas atividades por turno.

As Unidades de Conservação que possuem infraestrutura e apoio ao visitante e auditório manterão centro e auditório fechados, assim como seus bebedouros.

Bandeira laranja e vermelha

Permanece suspensa a visitação pública, até que o município se enquadre em bandeiras que não representem risco à saúde pública, ou até a publicação de ato normativo modificativo.

G1

 

Desfile de “7 de Setembro” apresentou tema Preservação e Conservação do Meio Ambiente

População participou da festa cívica e assistiu a um belíssimo desfile que priorizou temas da atualidade na área da educação.

Desfile Cívico de Solânea deste ano apresentou o tema “Preservação e Conservação do Meio Ambiente” com o objetivo de sensibilizar o público em geral sobre o Meio Ambiente e os desafios ambientais deste século. O desfile foi marcado por abordar outros temas atuais como o “Setembro Amarelo”, inclusão social, acessibilidade e destacar os trabalhos sociais realizados pelo Governo de Solânea e de Organizações não Governamentais (Ongs) instaladas na cidade, além das homenagens aos 100 anos de Jackson do Pandeiro.

Durante o desfile, os estudantes exibiram em cartazes frases de incentivo ao público como “Plante Árvore” e “Cuide do Futuro”. Os pais participaram do desfile e abraçaram a causa, como na marcha apresentando o tema “Consciência Ambiental começa em Casa”. “Esse foi um momento ímpar para toda a sociedade solanense. Estamos todos de parabéns e felizes por juntos aprendermos e abordarmos tantos temas importantes para o nosso desenvolvimento e crescimento da nossa educação”, avaliou o prefeito de Solânea, Kayser Rocha, durante o desfile.

As escolas municipais das zonas rural e urbana abordaram temas como Impactos Ambientais, Biocombustíveis, Coleta Seletiva, Arborização Urbana, Poluição da Água e do Ar, Consumo Sustentável, Poluição do Solo, Uso Racional da Água, Agricultura Sustentável e Alternativa, Tecnologia em Favor do Meio Ambiente, entre outros.  “Quando se trabalha em equipe, temos esse resultado maravilhoso. Estamos gratos a todos que participaram e abrilhantaram o desfile”, disse a Secretária da Educação do Município, Virnália Fagundes.

Projetos Sociais apresentam ações

Os Grupos “Bem Viver” e “Viver com Saúde”, projetos do Governo Municipal, através do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf) e a Escola Cidadã Integral e Tecnológica “Dr. Alfredo Pessoa de Lima” apresentaram homenagens aos 100 anos de Jackson do Pandeiro. As Associações de Catadores de Materiais Recicláveis do Município de Solânea (Catasol),  e “Amigos do Bem Comum”  também apresentaram os trabalhos que estão desenvolvendo no município com o apoio do Governo Municipal. O Instituto Casa Azul, Clinica escola para autista, que tem a finalidade de promover assistência psicológica, médica e pedagógica para crianças com autismo, realizou o desfile enfatizando a inclusão social dos autistas.

Assessoria de Comunicação