Arquivo da tag: confessa

Filho da deputada confessa assassinato e admite ter dado seis tiros no pai

Filho da deputada Flordelis (PSD), Flávio dos Santos, de 38 anos, admitiu ter matado a tiros o pai, o pastor Anderson do Carmo de Souza. Em depoimento à Polícia Civil nesta quinta-feira (20), ele afirmou ter disparado seis vezes – laudo do IML mostrou que a vítima tinha 30 perfurações no corpo.

Flávio dos Santos disse ainda que seu irmão mais novo – Lucas dos Santos, de 18 anos – teria ajudado a comprar a arma usada no crime. A motivação do assassinato e outras circunstâncias do crime ainda são apuradas pela Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DHNSG).

Nesta quinta-feira (20), a Justiça do Rio de Janeiro aceitou o pedido da Polícia Civil e determinou a prisão temporária de Lucas e Flávio. O pedido foi feito ao Judiciário após os investigadores realizarem uma acareação entre Flávio e Lucas.

Anteriormente, a Polícia Civil informou que Flávio dos Santos teria confirmado apenas que planejou a morte. No entanto, a equipe de reportagem da TV Globo confirmou que ele assumiu ter feito seis disparos. Ainda não está claro se os outros tiros foram disparados pelo irmão.

Lucas e Flávio já estavam detidos desde segunda-feira (17), porque tinham mandados de prisão pendentes por outros crimes. O pedido de prisão temporária, por homicídio qualificado.

Latrocínio é descartado

A polícia descartou hipótese de latrocínio – roubo seguido de morte – no caso do assassinato do pastor. Segundo a polícia, as imagens das câmeras de segurança da casa do pastor não mostram nenhum suspeito entrando ou saindo.

Na tarde desta quarta-feira (19), Flávio, que é filho biológico de Flordelos, prestou novo depoimento na Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo.

Agentes encontraram, na noite anterior, uma pistola em cima de um armário no quarto onde ele dormia. Para a polícia, a arma foi usada no crime.

G1

 

Pai confessa estupro da própria filha de dez anos e diz que dopava menina, diz polícia

Foto: diariodobrejo.com

O homem de 32 anos confessou que estuprava a filha de 10 anos em Araruna, no Brejo da Paraíba. Em depoimento, o homem informou que em algumas ocasiões chegou a dopar a menina para cometer os abusos. Como os dois moravam sozinhos, ele trancava as portas de casa para que ninguém chegasse de surpresa e flagrasse o crime.

O pai da criança foi preso no domingo (6) horas depois de ser denunciado pela madrinha da menina sob suspeita de praticar atos sexuais com a própria filha. De acordo com a Polícia Militar, o crime foi descoberto após a menina contar os episódios de abuso à madrinha. A mulher, que já estava desconfiando do comportamento da afilhada, resolveu prestar queixa na delegacia.

A confissão foi feita durante depoimento ao delegado da Polícia Civil de Solânea, Diógenes Fernandes ainda no domingo. Segundo o escrivão que acompanhou o depoimento, o homem revelou que praticava sexo anal e oral com a filha. Os exames feitos pela criança na unidade de pronto atendimento em Araruna confirmaram a versão do homem, uma vez que apontaram que a vagina da menina estava intacta.

Após ser ouvido pelo delegado, o pai da criança foi autuado pelo crime de estupro de vulnerável e, se condenado, pode pegar uma pena de até 15 anos de prisão. Ele segue detido na manhã desta segunda-feira (7) na cadeia pública de Araruna.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Homem agride ex, mas atual companheiro defende esposa e confessa que já foi traído por ela; vídeo

Um homem agrediu ex-companheira na Ilha do Bispo na noite desta segunda-feira (21). O atual companheiro dela tomou as dores e partiu pra cima do ex. De acordo com ele, o ex-companheiro da sua esposa tentou agredi-lo com um facão.

No meio da conversa com o repórter Victor Freitas, para a TV Arapuan, os envolvidos deixaram escapar que houve uma traição, mas o casal se ama e se beijou na Central de Polícia.


Yves Feitosa/Victor Freitas

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Cunhado confessa assassinato de sobrinha-neta de Sarney

marianaO empresário Lucas Porto, 37 anos, confessou ter assassinado a sobrinha-neta do ex-presidente da República José Sarney, Mariana Costa, de 33 anos.

A informação foi revelada nesta quarta-feira (16), pelo secretário estadual de Segurança do Maranhão, Jefferson Portela, em entrevista coletiva a imprensa e divulgadas pelo jornal O Estado de S.Paulo.

De acordo com o secretário, Lucas Porto confessou possuir “uma atração muito forte” por Mariana e que ao voltar ao apartamento da vítima no último domingo (13), viu a publicitária despida, e tentou consumar o seu desejo, porém acabou havendo recusa da própria, “ocorrendo a luta corporal, que resultou na morte” da sobrinha-neta do ex-presidente.

Segundo a publicação, a confissão de Lucas Porto foi feita na noite de terça-feira (15), após a divulgação, pela imprensa, dos vídeos que apontam o empresário na cena do crime.

O cunhado da vítima, ainda revelou que nunca teve nenhum relacionamento sexual com Mariana, antes do ocorrido e que esta teria sido sua primeira tentativa de saciar o seu desejo.

Ainda nesta quarta-feira (16), parentes da vítima serão ouvidas pela Polícia Civil. O secretário de Segurança informa que ainda aguarda o resultado do exame para saber se houve estupro. A expectativa da conclusão do teste forense é de até 15 dias.

R7

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

Paraibano confessa ter executado família na Espanha, diz agência de notícias

sobrinhoO paraibano François Patrick Nogueira Gouveia confessou nesta sexta-feira (21) à Guarda Civil espanhola que foi o responsável pelo assassinato de seus tios e os dois filhos deles, duas crianças de 4 e 1 anos, em uma casa do município de Pioz, na província de Guadalajara (centro).

Assim disseram à agência EFE fontes da investigação, que acrescentaram que o jovem, de 20 anos, não apresentou muitos detalhes, à espera da declaração que prestará perante um juiz de Guadalajara.

Patrick chegou na quarta-feira a Madri após se entregar voluntariamente depois de conversas que os investigadores da Guarda Civil mantiveram durante vários dias com a família de Patrick no Brasil.

Os corpos do casal Gouveia (esquartejados) e os das duas crianças foram achados em uma casa em setembro depois que um vizinho alertou sobre o mal cheiro perto da casa da família, o que fez suspeitar que teria sido assassinada semanas antes.

Os parentes do jovem se convenceram de que o suspeito tinha que se apresentar à Justiça na Espanha, porque, além disso, a Guarda Civil tem vários indícios que apontam para o jovem.

Tudo parece indicar que na decisão do jovem de se entregar às forças de segurança espanholas pesou muito a convicção de que na Espanha o suposto autor teria um julgamento mais objetivo e uma detenção diferente da qual teria nas prisões brasileiras, segundo as fontes.

Por sua vez, a Promotoria de Guadalajara pedirá a prisão provisória de François Patrick.

Assim afirmou à Efe a promotora-chefe de Guadalajara, Dolores Guiard, que justificou esse pedido de prisão provisório “pela gravidade dos fatos e a ausência de firmeza no país” para assegurar assim sua permanência na Espanha.

Sobre as possíveis penas, a promotora-chefe disse que o Código Penal estabelece que os assassinatos de crianças menores de 16 anos são penalizados com prisão perpétua que pode ser revisada depois de um tempo.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Após forjar sequestro, mãe confessa que afogou e esquartejou bebê na BA

A babá Renata Cerqueira, que denunciou no sábado (20) o sequestro do filho, em Porto Seguro, no extremo sul da Bahia, confessou à polícia que afogou e esquartejou o bebê de dois meses. Ela foi presa na segunda-feira (22), horas depois de ele ter sido achado dentro de uma panela de pressão, na casa dela.

Inicialmente, a mãe falou em depoimento que a criança morreu afogada em uma banheira. Depois, ela mudou a versão e confessou à policia ter cometido o crime. Renata diz ter matado o filho na tarde de sábado (20), quando afogou em um vaso sanitário e dividiu o corpo da criança em partes.

Criança foi vista sendo levada por mulher  (Foto: Arquivo pessoal)Criança que foi morta pela mãe na Bahia
(Foto: Arquivo pessoal)

Segundo a titular da 23ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin), Valéria Chaves, a babá disse que matou o próprio filho porque se sentia cansada de ter que criar a criança sozinha, sem a presença do pai.

“Ela alega que estava muito cansada, porque ela já era babá e tinha a criança. Segundo ela, o pai do bebê não ajudava ela em nada e ainda a pressionava para morar com ele. Ela não queria e ele a impedia de ter outra relação. Por esse motivo ela resolveu matar a criança”, afirma Valéria.

Segundo a polícia, Renata conta que, após matar o filho, escondeu partes do corpo em uma panela de pressão e outra em uma sacola plástica, guardada no quarto da mãe que mora com ela. Depois, ela decidiu forjar o sequestro ao contar à polícia sobre o sumiço do bebê.

A polícia chegou a fazer buscas e ouviu testemunhas que disseram ter visto uma mulher saindo da casa no dia do crime. “Pode ter sido uma mulher que passou e ela utilizou isso como um álibi para ela”, diz a coordernadora.

Ainda segundo o depoimento, na tarde de segunda-feira, Renata esperou que a mãe saísse de casa, para participar do protesto contra o suposto sumiço do menor, para colocar a panela de pressão com partes do corpo da criança na cozinha.

A mãe do bebê também foi à manifestação e, quando retornaram, a avó da criança percebeu o mau cheiro que vinha da panela, com o corpo em estado de decomposição. A polícia foi acionada e fez buscas na casa pela outra parte do corpo da criança, que acabou encontrada no quarto da avó.

O corpo do bebê foi enterrado no Cemitério Pousada Eterna, no Centro de Porto Seguro, no final da manhã desta terça-feira (23).

Renata responderá pelos crimes de homicídio qualificado, ocultação de cadáver e falsa comunicação de crime, porque relatou o falso sequestro. A polícia não informou o local que ela está detida, mas disse que segue à disposição da Justiça.

Sequestro
Segundo a Polícia Civil, quando denunciou o suposto sequestro do filho, ela contou que a criança estava na sala de casa, dormindo em um carrinho, quando foi levada. Testemunhas informaram à polícia que uma mulher saiu da casa com a criança e fugiu do local em um carro.

Segundo o delegado plantonista Wendel Ferreira, ela contou que estaria nos fundos da casa, lavando roupas, e por conta do barulho do som na casa dos vizinhos, só percebeu o crime quando a avó do bebê chegou na casa e procurou a criança. A criança morava com a mãe. O pai do bebê mora em outro local e já foi ouvido pela polícia, que descartou a participação dele no crime.

Bebê de três meses foi sequestrado dentro de casa na Bahia (Foto: Arquivo pessoal)Bebê de dois meses que foi morto pela mãe em Porto Seguro, no extremo sul da Bahia (Foto: Arquivo pessoal)
G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Agricultor é preso acusado de estuprar menina de 12 anos e confessa o crime

plantão policialUm agricultor foi preso nessa segunda-feira (25), no Sítio Mufumbo, zona rural do município de Belém, acusado de estuprar uma menina de apenas 12 anos de idade. A polícia foi acionada pelo Conselho Tutelar que fez a denúncia do caso. O homem, que seria padrasto da garota, confessou que estava mantendo relações sexuais com ela havia sete meses.

Após solicitação do conselho tutelar da cidade de Belém a guarnição da Polícia Miliar compareceu na localidade para averiguar a denúncia de estupro. Chegando ao local foi constatada a veracidade do fato e o acusado confessou o crime

O acusado e a vítima foram conduzidos para a Delegacia de Polícia de Solânea, na presença do Conselho Tutelar para que as providências fossem tomadas. Uma espingarda ‘soca-soca’ foi encontrada com o acusado e apreendida.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Focando a Notícia

“Ganho R$ 10 mil com shows em casas de prostituição”, confessa Fani

fani-pachecoA ex-BBB Fani Pacheco sempre esteve envolvidas em polêmicas quando o assunto ésexualidade. Sem papas na língua, a loira afirmou a um site nacional que tem feito vários shows em casas de prostituição pelo Brasil inteiro e que tem recebido bem com esse trabalho.

Atualmente noiva de Leandro Dias, a musa diz que sempre viaja acompanhada de uma secretária e que não ocorre nada demais nesses eventos. “É um trabalho como qualquer outro, eu subo no palco, grito meu bordão – Uhu, Nova Iguaçu – e chamo alguns rapazes para dançar comigo, geralmente sempre escolho os mais gordinhos. Danço 40 segundos consertados no relógio com cada um deles e só. Não tiro a roupa em nenhum momento. Consigo R$ 10 mil por essas apresentações”, relatou ela.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Por marcar presença nesse tipo de festa a ex-BBB sempre recebeu convites para fazer programa. “Já recebi muitos convites mas nunca fiz programa, não seria agora que vou fazer. Sou muito feliz com o que tenho, não preciso de mais”, disse.

Image title
FONTE:

  • Com informações do Extra

Marido confessa morte de esposa e amante

mortosUm homem se apresentou à Polícia Civil e confessou ter matado a tiros a mulher e o suposto amante dela em um quarto de motel de Candelária, cidade do Vale do Rio Pardo, no Rio Grande do Sul. O casal foi assassinado na tarde da última terça (6) no estabelecimento que fica às margens da ERS-287.

O suspeito é Antônio Moacir dos Santos, de 35 anos. Ele se apresentou na quinta (8) na Delegacia de Polícia, acompanhado de um advogado. Segundo o delegado Rodrigo Marquardt da Silveira, que investiga o caso, o homem prestou depoimento e confessou ter atirado na esposa Tatiane de Oliveira Cortês, de 29 anos, e em Juliano Ederson Rodrigues Tavares, de 26, que teria um caso com a mulher.

“Ele confessa, mas alega que houve um enfrentamento com o rapaz. E em razão disso ele atirou”, diz ele.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Ainda de acordo com o delegado, o homem estava hospedado no quarto vizinho e arrombou a porta do outro cômodo, onde estava o casal. Ele chegou ao motel poucos minutos antes das duas vítimas e esperou para agir.

Na versão do suspeito, ele e Juliano brigaram no quarto antes dele efetuar os disparos. Logo depois, o atirador fugiu de carro.

A Justiça já havia expedido um pedido de prisão temporária contra Antônio. Devido à dinâmica do crime, desde o início das investigações a Polícia Civil levantou a hipótese de crime passional.
Outras testemunhas ainda devem ser ouvidas para a conclusão do inquérito. O suspeito deve ser indiciado por homicídio qualificado. Ele foi levado para no Presídio Estadual de Candelária.

G1

Secretário confessa que matou prefeito e primeira-dama

casalO advogado do secretário de Finanças de Matrinchã, Hélio Alves Soyer, de 66 anos, informou nesta quarta-feira (12) que o seu cliente confessou à Polícia Civil que matou o prefeito da cidade, Daniel Antônio de Souza (PTB), de 50 anos, e da primeira-dama, Elizeth Bruno de Barros, 40. Segundo o defensor, Douglas Dalto, o crime foi cometido após uma briga entre eles.
Ele contou que Hélio Soyer se apresentou à polícia na terça-feira (11) e confessou o crime. Segundo o defensor do secretário, não houve premeditação no assassinato do casal. “A motivação trata-se de problemas administrativos entre o prefeito e ele, que culminou em uma briga pessoal”, esclareceu.

Ainda de acordo com o advogado, o duplo homicídio aconteceu após ele se defender de uma agressão do prefeito. “O prefeito tentou agredi-lo com uma marretinha. Ele conseguiu tirar da mão dele e reagiu, o agredindo, mas ele acabou perdendo da cabeça”, argumentou.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

Já a esposa do prefeito, Elizeth, morreu ao entrar no meio da briga dos dois e tentar defender o marido. Segundo a polícia, as vítimas foram encontradas com os pescoços cortados na chácara em que moravam.
Em uma coletiva de imprensa convocada nesta quarta-feira (12), o delegado Kleber Toledo, titular da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic), e que investiga o caso, não quis dar informações sobre o caso. “É um caso muito complexo. O que eu tenho a dizer é simplesmente que não vamos nos manifestar sobre as investigações, o que aconteceu ou deixou de acontecer, enquanto não tivermos um resultado”, disse.
O secretário foi ouvido pela polícia e, em seguida, liberado.
Crime
O prefeito e a primeira-dama de Matrinchã foram encontrados mortos no último dia 4, na chácara em que moravam. No dia do crime, o prefeito era aguardado para uma reunião, mas, como estava demorando a chegar, funcionários pediram que um motorista fosse buscá-lo. Segundo a assessora de gabinete do gestor, Maria Cecília Ribeiro, quando o condutor chegou ao local, viu marcas de sangue e chamou dois servidores, que encontraram os corpos dentro de casa.
Rastros de sangue foram encontrados do lado de fora da residência. Para a polícia, as marcas indicam que pelo menos uma das vítimas foi morta na parte externa da residência e arrastada para dentro da casa.

Agentes da Polícia Civil encontraram uma foice cravada em uma árvore da chácara. Eles analisam se o objeto foi utilizado para matar o casal.
Os corpos do prefeito e da primeira-dama foram enterrados no último dia 5, no Cemitério Municipal de Matrinchã. O sepultamento reuniu milhares de pessoas.
O duplo assassinato comoveu a cidade. Familiares ficaram chocados. “É inacreditável. Eles eram muito queridos”, disse, no dia do crime, um dos nove irmãos do prefeito, Cornélio Gaudino de Souza, de 43 anos.
Daniel e Elizeth estavam juntos há cerca de dez anos. O prefeito tinha duas filhas e a mulher, um filho. Todos de relacionamentos anteriores.
Devido à morte do prefeito, o vice-prefeito de Matrinchã, Rogério Mendes Xavier (PDT) tomou posse no dia 7. Segundo o secretário de Administração da cidade, Cleib de Morais, o novo administrador municipal assumiu em um momento difícil e seu maior desafio é comandar a cidade após uma grande tragédia.

G1