Arquivo da tag: Comitê

Comitê Científico recomenda lockdown imediato em Campina e João Pessoa

O Comitê Científico de Combate ao Coronavírus do Nordeste, criado pelo Consórcio Nordeste, que reúne os governadores de todos os estados da região, recomendou aos mesmos que ampliem as medidas de isolamento social e adotem o lockdown (fechamento total) em grandes cidades nordestinas.

A indicação de medidas mais restritivas é vista como necessária em João Pessoa e Campina Grande (Paraíba), além de Natal e Mossoró (Rio Grande do Norte), Arapiraca e São Miguel dos Campos (Alagoas).

 

paraibaonline

 

 

Flexibilizar distanciamento social pode gerar tragédia humana sem precedentes, diz comitê científico

O Comitê Científico do Consórcio Nordeste para o COVID-19, integrado por representantes de todos Estados da região e assessorados por cientistas e médicos de outras regiões do país e do exterior, está estudando todos aspectos da pandemia através de 9 subcomitês, alertou no boletim número 03 do dia 09 de abril que a flexibilização do distanciamento social pode gerar uma tragédia sem precedentes no Brasil.

Veja as recomendações:

1 – Distanciamento social

As determinações de distanciamento social e medidas restritivas correlatas são, no momento, as medidas mais eficientes de combate à pandemia e o relaxamento do distanciamento social amplo.

Assim sendo, o Comitê Científico do Consórcio do Nordeste ratifica nos mais fortes termos e sem hesitação que, baseados em todas evidências disponíveis no Brasil e em todo mundo, não há justificativa alguma para qualquer tipo de relaxamento no distanciamento social. Reafirma, portanto, que qualquer flexibilização agora vai gerar tragédia humana sem precedentes no país.

Como resultado da medida, o isolamento social reduziu a velocidade de contaminação por coronavírus em Fortaleza e no Estado do Ceará. Estudo realizado pelo Grupo de Sistemas Complexos, do Departamento de Física, da Universidade Federal do Ceará (UFC), com apoio da Secretaria de Saúde do Estado (SESA-CE) e da Vigilância Epidemiológica da Prefeitura de Fortaleza, concluiu que em 24 de março Fortaleza registrava 542, e o estado do Ceará, na mesma data, 607. Sem o isolamento determinado pelo governo estadual o número seria 1.194 para a capital e 1.349 para o estado.

2 – Hidroxicloroquina

Em vista das notícias veiculadas na mídia e nas redes sociais, o Comitê Científico enfatiza que, neste momento, não existe nenhum embasamento científico ou clínico que justifique o uso da hidroxicloroquina no tratamento de pacientes em qualquer fase da infecção produzida pelo coronavírus.

Artigos publicados nos últimos dias em diversas revistas científicas de grande relevância, corroboram esta compreensão e indicam os graves riscos, inclusive de morte súbita, que o uso indiscriminado desde medicamento pode acarretar.

Em meio a uma pandemia, não se justifica aumentar ainda mais o risco a que estão submetidos pacientes infectados, com a possibilidade de submetê-los a graves efeitos colaterais de uma droga que não foi devidamente testada neste tipo de infecção.

O artigo muito apresentado pelo governo Trump com justificativa para a defesa da hidroxicloroquina como tratamento para a infecção pelo novo coronavírus recebeu uma declaração de preocupação da sociedade que publica o periódico em questão trabalho foi publicado.

No dia 3 de abril de 2020, o International Journal of Antimicrobial Agents, afirmou que o artigo de 20 de março, “Hidroxicloroquina e azitromicina como tratamento de Covid-19: resultados de um ensaio clínico não randomizado de rótulo aberto” não atende ao padrão esperado da [Sociedade Internacional de Quimioterapia Antimicrobiana], especialmente relacionado à falta de melhores explicações sobre os critérios de inclusão e à triagem de pacientes para garantir a segurança do paciente. [1].

Uma equipe da Universidade de Paris e do Hospital Saint-Louis, também na capital francesa, avaliaram 11 pacientes consecutivos internados com o mesmo curso de tratamento que o grupo criticado. Um paciente morreu (e outros dois foram para a UTI) e, dos dez sobreviventes, 8 ainda eram positivos para o vírus 5/6 dias após o tratamento. Um paciente teve que interromper a terapia no dia 4 por causa do prolongamento do intervalo QT, efeito colateral conhecido da hidroxicloroquina que pode levar à arritmia cardíaca fatal.

Outro ponto potencialmente importante e levantado na toxicologia de ratos relata interação com metformina, com cerca de 30% de mortalidade. Se isso se traduzir em seres humanos, pode ser uma má notícia, porque os diabéticos parecem um grupo de alto risco e muitos pacientes podem estar tomando metformina quando se apresentam no hospital. [2]

Os resultados com a Hidroxicloroquina são tão erráticos que há hospital deixando de usar HcQ.

1 –https://blogs.sciencemag.org/pipeline/archives/2020/04/06/hydroxychloroquine-update-forapril-6
https://retractionwatch.com/2020/04/06/hydroxychlorine-covid-19-study-did-not-meetpublishing-societys-expected-standard/

3 – Monitora Covid-19

Foi lançado nesta quinta-feira, 9, o app Monitora Covid-19, aplicativo ratificado por este comitê e desenvolvido por instituições privadas, em parceria com o Consórcio Nordeste, a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação da Bahia (Secti), a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (SESAB) e a Fundação Estatal Saúde da Família (Fesf-SUS/FESF-tech).

A ferramenta pode ser baixada gratuitamente no Google Play, marca que detém 92% do mercado de aplicativo das plataformas Android, e será uma das principais ferramentas no combate da pandemia da região. A expectativa é que o Monitora Covid-19 esteja também disponível na Apple Store nos próximos dias.

O Monitora Covid-19 será viabilizado progressivamente pelo Consórcio Nordeste para os 57 milhões de habitantes dos nove estados que compõe o grupo e visa suprir falta de testes no mercado, evitar aglomerações em hospitais, orientar recursos médicos 4 para cada localidade, além de garantir a fiscalização adequada do distanciamento social em locais com índices elevados de contaminação.

Os dados vão gerar informações e mapas sobre como a pandemia desloca-se no território, locais que possam ter contaminação mesmo sem que haja testes confirmando pessoas com covid19, tempo de quarentena, dentre outras informações que servirão de base para tomada de decisões em saúde pública e de atendimento. Busque MonitoraCorona em https://play.google.com/store/apps/details?id=br.com.novetech.monitoracorona e baixe o app.

4 – Site do Comitê Científico

Entrou no ar também nesta quinta-feira, 9, o site operacional do Comitê Científico do Consórcio Nordeste https://www.comitecientifico-ne.com.br/. O espaço irá reunir toda a produção do grupo que orienta as decisões de combate à pandemia mundial de coronavírus a partir do conhecimento científico.

Em uma área virtual do site há espaço para organizar colaborações com pesquisadores e redes de cientistas do Brasil e do exterior. Em votação no Twitter, a funcionalidade, que será um verdadeiro “instituto virtual de pesquisa” ganhou o nome de Projeto Mandacaru e terá como trilha sonora O Xote da Meninas, de Luiz Gonzaga. Até sua completa estruturação, as colaborações para o projeto podem ser enviadas para o endereço eletrônico: nicolelis@isb.org.br

 

 

 

Rota Turística Jackson do Pandeiro elege comitê gestor popular em Remígio

A Rota Turística Jackson do Pandeiro movimentou agricultores, artesãos, artistas, comerciantes e representantes do Poder Legislativo e Executivo, no último Sábado (24), através do Programa de Desenvolvimento Territorial – PRODETER, do Banco do Nordeste, na cidade de Remígio.

A rota consiste em uma Ação Parlamentar do Deputado Estadual Chió (REDE), através de uma parceria com Governo do Estado, a Assembleia Legislativa, as Prefeituras de Juarez Távora, Alagoa Grande, Areia, Remígio, Banco do Nordeste e outros parceiros, com o objetivo de fortalecer o desenvolvimento regional, com a geração de emprego e renda, a partir de toda recuperação asfáltica da PB 079.

O deputado estadual Chió (REDE) ressaltou a importância da parceria com o Banco do Nordeste que, na oportunidade, elegeu os dois representantes de Remígio para o Comitê Gestor do PRODETER.

“Temos trabalhado não só pelo recapeamento asfáltico da PB 079. Nosso objetivo é ir além, criando uma estrada viva, que gere renda para as pessoas a partir das vocações, aspectos culturais, naturais e históricos das cidades. Em parceria com o Banco do Nordeste iniciamos um importante momento de participação da população nesse processo”, destacou o parlamentar.

De acordo com Roberto Reis, articulador da Rota Turística Jackson do Pandeiro, outras três reuniões acontecerão, ainda em 2019, nas cidades de Alagoa Grande, Areia e Juarez Távora, através do PRODETER, com o objetivo de deliberar ações que serão realizadas nas cidades. A eleição foi conduzida pelo Agente de Desenvolvimento do Banco do Nordeste, Nazareno Félix.

Fonte: Ascom Dep. Estadual Chió (REDE).  

 

 

Estudantes lançam comitê em defesa da democracia e do direito de Lula ser candidato

Na tarde desta terça-feira (03) foi lançado no Campus III da Universidade Estadual da Paraíba, na cidade de Guarabira, o Comitê Estudantil em Defesa da Democracia e Direito de Lula ser candidato.

Na oportunidade, participaram do evento estudantes da UEPB, IFPB (Campus Guarabira), mandato do Deputado Federal Luiz Couto, JPT (Juventude do PT) e JSB (Juventude Socialista Brasileira), além da presença de partidos políticos como o PT e PCdoB e da Frente Brasil Popular.

Segundo a organização, a inauguração desse Comitê é o pontapé inicial para a intensificação da defesa do ex-presidente Lula que sofre uma perseguição judicial.

portaldobrejo

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Comitê diz que nível de reservatórios do Nordeste chegará a 7,5% no fim do mês

seca_na_pbO Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE) estima que o nível de armazenamento nos reservatórios da Região Nordeste chegue a 7,5% no fim de novembro. No reservatório de Sobradinho, no norte da Bahia, a situação é mais grave e o nível deve chegar a 4%. Atualmente, o nível de armazenamento das represas na região está em 9,95% e, em Sobradinho, 6,76%.

Recentemente, a Agência Nacional de Águas (ANA) autorizou a redução da vazão mínimadas barragens de Sobradinho e Xingó (AL/SE), no Rio São Francisco, para 700 metros cúbicos por segundo (m³/s), o menor já adotado para os dois reservatórios.

“O CMSE destacou o papel fundamental dos reservatórios na mitigação dos riscos de indisponibilidade e de baixa qualidade da água aos usuários do Rio São Francisco, principalmente em situações de escassez como a vivenciada atualmente”, informou o comitê.

Para os reservatórios do Sudeste/Centro-Oeste, a estimativa do CMSE é que cheguem ao fim do mês com 30,7% da sua capacidade. No Sul, o armazenamento deve ficar em 80,9% e, na Região Norte, em 13,7%.O CMSE avalia que o risco de déficit de energia no ano que vem é de 0,9% para o subsistema Sudeste/Centro-Oeste e de 0,1% para o Nordeste. Neste ano, o risco de déficit é de 0% nos dois subsistemas.

Chuvas O comitê também analisa as condições meteorológicas para verificar se há possibilidade de chuvas nas regiões onde ficam os reservatórios das hidrelétricas. De acordo com estudos dos ministérios de Minas e Energia e de Ciência e Tecnologia, continuam atuantes as condições de neutralidade no Oceano Pacífico Tropical, sendo mais provável o desenvolvimento de um episódio de La Niña de curta duração e fraca intensidade. “Nessas condições, todavia, é pouco provável que a situação oceânica no Pacífico exerça influência sobre as precipitações da atual estação chuvosa do Sudeste/Centro-Oeste.”

Segundo o CMSE, a expansão da capacidade instalada elétrica em 2016 totalizou 8.611 megawatts (MW,) já tendo ultrapassado o recorde de expansão anual anteriormente registrado para o sistema elétrico brasileiro (7.509 MW em 2014) antes do fim deste ano.



Agência Brasil

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Denúncias graves ao Comitê do Caixa 2 pode gerar cassação de mandato na PB

presidente_da_oab_cajazeiras_joao_de_deusO presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Subseção de Cajazeiras, João de Deus Filho, informou que há denúncia graves com relação à prática de Caixa 2 nas eleições deste ano, que podem ocasionar cassação de mandato na Paraíba. De acordo com o presidente, os registros são fruto da campanha realizada pela Ordem junto com a população. “Os números são impressionantes”, disse ele.

João de Deus explicou que não é possível fornecer detalhes sobre as denúncias de crimes eleitorais, reunidas pelo Comitê de Combate ao Caixa 2. No entanto, o presidente destacou que as ocorrências já foram encaminhadas aos órgãos competentes, como Ministério Público e Polícia Federal, para que sejam apuradas e que há um compromisso da Ordem em manter o total sigilo das informações para que as investigações não sejam prejudicadas.

“Em tese, os fatos estão sendo analisado e fatos que podem gerar efeitos ou consequências de cassação de mandatos e sucessivamente”, alertou o presidente da OAB Subseção de Cajazeiras.

clickpb

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Comitê Olímpico Internacional fará reclamação por faixa religiosa de Neymar no pódio

Na festa após a conquista da inédita e tão esperada medalha de ouro pelo futebol brasileiro, uma coisa chamou mais a atenção de dirigentes do Comitê Olímpico Internacional (COI) do que a felicidade da torcida e dos jogadores da Seleção: a faixa religiosa que Neymar ostentava na cabeça durante a cerimônia de premiação.

O adereço com os dizeres “100% Jesus” fere o regulamento do COI, que não permite manifestações de cunho comercial, político ou religioso nos pódios olímpicos. Em virtude disso, o Comitê prometeu enviar uma carta de reclamação à missão brasileira, segundo o Estadão. Apesar disso, nenhuma punição está prevista tanto para o atleta como para a delegação nacional.Neymar com a faixa no pódio olímpico após a conquista do ouro inédito

Neymar com a faixa no pódio olímpico após a conquista do ouro inédito

Foto: EFE

Para a entidade, a atitude de Neymar ao usar a faixa foi apenas um deslize cometido pelo jogador e demais membros da seleção que não o alertaram para o descumprimento da regra. Ainda segundo o jornal, o COI também acredita que uma sanção mancharia a medalha de ouro conquistada pela Seleção, o que não é a intenção do Comitê.

A “vista grossa” feita pelo COI no caso de Neymar é mais um momento em que a entidade abriu mão de seu rigor contra mensagens consideradas alheias ao esporte durante os Jogos do Rio. Desde o início das Olimpíadas, a organização vem aceitando as mensagens políticas e religiosas de torcedores nas arenas olímpicas, algo comumente proibido pelo Comitê em suas competições. A Justiça brasileira foi responsável pela decisão de permitir o pleno exercício da liberdade de expressão pelo público nas praças esportivas.

Terra

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Sarampo está eliminado do Brasil, segundo comitê internacional

sarampoDesde julho de 2015, o Brasil não registra nenhum caso de sarampo. Após um ano sem a doença, a circulação endêmica do vírus do sarampo foi considerada interrompida no país, segundo a presidente do Comitê Internacional de Avaliação e Documentação da Eliminação do Sarampo, Merceline Dalh-Regis.

Segundo a Organização Pan-Americana de Saúde/Organização Mundial da Saúde (Opas/OMS), esse resultado foi obtido por meio de uma colaboração entre a instituição, o Ministério da Saúde, as Secretarias de Saúde do Estado do Ceará e dos municípios de Fortaleza e Caucaia, da Associação Brasileira de Enfermagem, além de universidades.

A Opas/OMS colaborou com R$ 1,2 milhão para os custos de ações para controle do sarampo e com o recrutamento de 165 enfermeiros e auxiliares de enfermagem.

O Brasil tinha tido uma redução drástica na incidência de sarampo entre 1985 até 2000 e ficou sem registrar casos autóctones até março de 2013, quando um novo surto eclodiu em Pernambuco e no Ceará. Houve surtos também em 2014 e 2015, principalmente nesses dois estados.

“Sem dúvida é um avanço e uma prova inequívoca daquilo que as imunizações são capazes de fazer. Erradicamos a varíola, a poliomielite, a rubéola, o sarampo e caminhamos para o controle de várias outras doenças”, diz o médico Renato Kfouri, vice-presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm).

Ele observa, porém, que não se pode baixar a guarda. “O risco de reintrodução existe sempre, por isso é importante que, mesmo com doenças controladas, manter a cobertura vacinal.”

Segundo o Ministério da Saúde, a expectativa é que o Brasil receba o certificado de eliminação do sarampo pela OMS até o fim de 2016.

Sobre a doença
O sarampo é uma doença viral que afeta sobretudo crianças. Transmitida por fluidos nasais e orais, o sarampo se espalha facilmente pelo ar, por gotículas expelidas em tosses e espirros. A doença manifesta-se cerca de dez dias após a contaminação, e causa febre, coriza, olhos avermelhados e manchas brancas dentro da boca. Pintas vermelhas aparecem alguns dias depois na pele, iniciando na face e no pescoço, espalhando-se para o corpo.

 

Não há tratamento específico para o sarampo, e a maior parte dos pacientes se recupera em até três semanas. Em em crianças desnutridas e pessoas com imunidade deficiente, a doença pode matar ou causar pneumonia, encefalite, cegueira e morte.

Sarampo no mundo
Em 2015, a OMS anunciou que a cobertura mundial de vacinação de crianças contra sarampo avançou nos últimos 15 anos, mas está aquém da meta de chegar aos 90% de cobertura. Entre as áreas onde a cobertura de vacinação é mais deficiente estão a África subsaariana, o Sudeste asiático e Ásia Central, segundo dados de abril a setembro.

 

Recentemente, ao divulgar recomendações para viajantes que pretendem vir ao Brasil para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, a Opas/OMS lembrou da importância de os turistas e atletas se vacinarem contra sarampo e rubéola pelo menos duas semanas antes de viajar para não trazer esses vírus de volta ao Brasil.

G1

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Coordenador da campanha de Cássio chama de ‘oportunismo’ a criação de comitê Ricardo/Aécio

efraimO coordenador da campanha de Cássio Cunha Lima (PSDB) para o governo da Paraíba, Fabiano Gomes, chamou de “oportunismo” a criação do comitê Ricardo/Aécio na Paraíba.

Fabiano disse que o projeto, encabeçado pelo deputado federal reeleito Efraim Filho (DEM), lhe causaria “estranheza. Esta posição de Efraim agora, perante o PT, é estranha. Primeiro, que esta posição não aconteceu no primeiro turno. Ele e o pai votaram em Lucélio Cartaxo (PT), candidato ao Senado pela coligação, e agora ele fala em escândalos do PT aparecendo no Jornal Nacional”, acusou Fabiano Gomes.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Para ele, o mais estranho é o fato de que nenhum comitê deste tipo foi criado durante o primeiro turno.

“Isso aconteceu porque ninguém esperava que Aécio fosse virar o jogo. Não se vê em nenhum lugar. Oportunismo político de quem recebe uma orientação de alguém que sabe que acontece na Paraíba uma onda azul”, declarou.

Efraim respondeu às acusações dizendo que, desde o início da campanha eleitoral, deixou claro para Ricardo Coutinho que estaria apoiando o candidato do PSDB à presidência. “Isso nunca foi segredo. Ricardo mesmo apoiava Marina no primeiro turno. Isso mudou agora. Não vejo incoerência na minha postura”, declarou.

Da Redação com Rádio Arapuan FM

 

PT da Paraíba detona Efraim Morais por criação de comitê Aécio e Ricardo

Jackson MacedoO secretário de organização do PT estadual, Jackson Macedo, detonou, nesta quinta-feira (16), o ex-senador Efraim Morais (DEM) e sua família pela criação do comitê suprapartidário “Ricardo e Aécio”, que foi instalado na manhã de hoje na avenida Nego, no bairro de Tambaú, em João Pessoa (PB).

Além de João Pessoa, o comitê também será instalado em Campina Grande, Patos e outras regiões do Estado. Na Capital, o espaço é coordenado pelo deputado federal, Efraim Filho (DEM), e pelo ex-deputado estadual Fabiano Lucena. Em Campina Grande, a coordenação ficará por conta do empresário e presidente da CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) Arthur Almeida “Bolinha” e do vereador Murilo Galdino. Já no Sertão, na cidade de Patos, o empresário Hermano Régis comanda os trabalhos.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Em contato com a reportagem do Portal MaisPB, Jackson Macedo disse que o comitê representa o encontro do que é “mais atrasado na política paraibana e brasileira e vai de encontro ao que representa o governador Ricardo Coutinho (PSB) e a presidente Dilma Rousseff (PT), que disputam a reeleição nas eleições deste ano”.

Efraim Morais é o coordenador político da campanha de Ricardo e o DEM compõe a coligação “A Força do Trabalho”, encabeçada pelo PT e PSB.

“O PT mudou o Brasil nos últimos 12 anos e Ricardo mudou a Paraíba nos últimos quatro anos. Esse comitê representa o encontro dos atrasos. Efraim quer fazer oposto do que Ricardo fez. Isso só demonstra o atraso e conservadorismo político do DEM e da família Morais”, afirmou.

“Esse movimento de Efraim só atrapalha Ricardo, a linha política de esquerda, que mudou a Paraíba e o Brasil”, acrescentou.

Cristiano Teixeira – MaisPB