Arquivo da tag: Comer

Saiba qual lanche deve comer antes de dormir; dicas!

Você já está pronta pensando em dormir , de pijamas, mas bate aquela fome. E aposto que já escutou que não deve comer carboidratos à noite se não quiser engordar. E agora, quais as melhores opções de lanches para não ir para cama com fome?

O jornal “The New York Times”, na sessão Well, fez essa pergunta a especialistas. As ideias de lanches sugeridas são pouco calóricas e não vão atrapalhar a sua dieta. Veja os detalhes:

Segundo Isabel Maples, porta-voz da Academia de Nutrição e Diabetes americana, a dica é limitar as calorias e buscar opções saudáveis e ricas em nutrientes que possam estar faltando em seu cardápio diário, como frutas, vegetais, frios de baixo teor de gordura ou castanhas e cereais integrais. Assim, vai realmente valer a pena ingerir essas calorias e você vai matar a fome, diz a Isabel.

Combinações

Esse lanchinho noturno pode ter uma banana, uma maçã ou outra fruta fresca. Complete com uma fonte de proteína, como queijo cottage ou iogurte. Também adicione uma porção de fibras, com um cereal.

Uma ideia é comer um pote de iogurte, com uma colher de aveia e uma porção de frutas picadas, por exemplo. Outra sugestão é apostar em palitinhos de vegetais crus, dois biscoitos integral com queijo magro, uma porção de amêndoas ou castanhas.

Segundo Isabel, o segredo é associar o carboidrato a uma fonte de proteína. Com isso, se sentirá saciado mesmo com uma pequena porção de alimentos.

Fome de verdade

É importante também entender quando o que sente é fome de verdade e não apenas uma vontade de comer algum alimento. Vale prestar atenção no que está comendo ao longo do dia. Há a chance de estar se alimentando mal quando está no trabalho ou fora de casa e, aí, sente necessidade de comer – e comer muito – à noite. Nesse caso, é preciso rever as refeições.

Também é muito comum achar que está com fome quando, na verdade, está apenas com sede. Especialistas sugererem beber mais água ao longo do dia e também no jantar e ficar atento para ver se essa “fome noturna” passa ou não.

Barry Popkin, professor da U.N.C. Gillings School of Global Public Health, também nos Estados Unidos, tem uma dica que pode até substituir os lanches: antes de ir para cama, baba um copo de leite desnatato, ou um copo de chá – quente ou gelado – sem cafeína, ou um bom copo de água. “Beber água é opção mais saudável antes de dormir, sem dúvida”, comenta o professor

Fonte: iG

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

 

 

Executiva estadual da Juventude do PMDB lança pré-candidatura de Maranhão ao governo

jose_targino_maranhaoA executiva estadual da Juventude do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) na Paraíba indicou, nesta segunda-feira (23), o nome do senador José Maranhão como pré-candidato do partido ao governo do estado em 2018.

Em nota à imprensa, a Juventude do PMDB disse que a escolha do nome do senador foi por maioria qualificada. Lembra, no entanto, que a discussão sobre o debate em torno de nomes para disputar as eleições gerais do ano que vem não foi provocada pela executiva estadual da Juventude.

A Juventude peemedebista disse que o PMDB não pode ficar a reboque de outras legendas.

Diz à nota que, “Diante da antecipação do cenário político estadual, temos a satisfação de indicar o nome do filiado e senador da República José Targino Maranhão, como nosso pré-candidato”.

Confira a nota:

Nota da Juventude do PMDB da Paraíba

A Executiva Estadual da Juventude do PMDB da Paraíba, por maioria qualificada, vem por meio deste, informar, que após manifestações de filiados com mandato, acerca do posicionamento do PMDB no pleito vindouro, abrimos ampla discussão sobre o tema, que não foi suscitando por nós, haja vista que só iriamos debater o tema no ano eleitoral, chegando ao entendimento de que o nosso partido é grande o suficiente para termos pré-candidatura própria, não ficando a reboque de outras agremiações partidárias.

Diante da antecipação do cenário político estadual, temos a satisfação de indicar o nome do filiado e senador da República José Targino Maranhão, como nosso pré-candidato ao cargo de Governador do Estado da Paraíba, nas Eleições de 2018.

O peemedebista José Maranhão possui currículo invejável, tendo sido deputado estadual, deputado federal, vice-governador, governador por três mandatos e senador por duas vezes, portanto, testado e aprovado pelo povo paraibano, através do voto.

João Pessoa-PB, 23 de Janeiro de 2017.

Dihêgo Amaranto

Presidente Estadual da Juventude do PMDB da Paraíba

clickpb

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Consumo de bebida alcoólica aumenta vontade de comer, diz estudo

bebidaSe você sente muita fome após tomar bebidas alcoólicas, saiba que existe uma explicação para isso. Um grupo de cientistas do Instituto Francis Crick, em Londres, descobriu que o álcool ativa os mesmos neurônios que normalmente estimulam a fome.

O estudo, publicado no dia 10 de janeiro pela “Nature Communications”, pode ajudar a entender como o consumo de álcool está ligado a compulsão alimentar. As bebidas alcoólicas são ricas em calorias, por esse motivo deveriam suprime os sinais de fome do cérebro, porém de alguma forma isso não acontece.

Os pesquisadores identificaram que os componentes fundamentais dos circuitos da alimentação no cérebro, que estimulam a sensação de fome, também são ativados pelo álcool. Além disso, descobriram que a atividade dos neurônios AGRP do hipotálamo é essencial na ingestão de alimentos induzida pelo etanol, um dos componentes do álcool, na ausência de fatores sociais que possam induzir a comer demais.

Foram realizadas análises com dois grupos de ratos. O primeiro deles teve um consumo excessivo de álcool por três dias (ingerindo o equivalente a 18 doses por dia), já o segundo grupo não foi submetido ao uso do etanol.

O resultado mostrou que os ratos que permaneceram “sóbrios” não alteraram seus padrões de consumo alimentar, mas os animais que tiveram um consumo excessivo apresentaram um aumento significativo na ingestão de alimentos.

minhavida

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

 

Não force o bebê a comer; veja outros erros da introdução alimentar

(Foto: Mayara Netto/Fotografia com Sentimento)
(Foto: Mayara Netto/Fotografia com Sentimento)

A regra de ouro da alimentação infantil é nunca forçar a criança a comer. Ela vale também para os bebês, que estão começando a conhecer outros sabores além do leite materno.

A consultora em comportamento alimentar, Fabiolla Duarte, criadora do Colher de Pau, diz que alguns erros da introdução alimentar do bebê podem afetar a sua relação com a comida no futuro.  Entre os principais erros estão forçá-lo, distraí-lo ou iniciar a introdução antes do tempo.

Ela também critica pais que usam de barganha ou chantagem para fazer a criança comer. “Isso tudo, quando usado sistematicamente, causa sérios danos no comportamento alimentar.”

Para tranquilizar pais aflitos com a falta de fome do filho, Ary Lopes Cardoso, chefe de Nutrologia do Instituto da Criança do Hospital das Clínicas, da Faculdade de Medicina da USP, costuma dizer que é normal que crianças de 2 anos passem a rejeitar a comida.

“Quando chegam ao consultório dizendo isso, eu respondo: ‘Ainda bem, seu filho normal’”, diz o nutrólogo.

Para justificar seu argumento, ele faz uma relação entre a idade e ganho de peso da criança ao longo da vida. “Até completar 1 ano, a criança triplica de peso e cresce a metade, em centímetros, da altura que tinha ao nascer. Por isso ela é gordinha, cheia de dobras e os pais se lembram para o resto da vida que ela comia de tudo quando era bebê.”

Mas a partir do segundo ano, afirma Lopes Cardoso, quando ela começa a ficar mais seletiva com a comida, passa a ganhar cerca de 2,5 kg por ano e cresce de 8 a 10 centímetros. “Tem que parar de comer mesmo, é fisiológico.”

Para não ter dor de cabeça com o cardápio do filho, o nutrólogo aconselha os pais a evitarem cinco erros que prejudicam a relação da criança com a comida. São eles: 1) insistir, 2) forçar, 3) agradar, 4) irradiar/barganhar,5) substituir.

“Se os pais não errarem, terão uma criança que come o que tem. Que não fica escolhendo”, diz ele.

Ele lembra que esse quinto item costuma acontecer muito em casa de avós, que oferecem outro prato para criança que recusa a primeira opção.

Lopes Cardoso complementa sua lista com três mandamentos de ouro para a criação dos filhos: 1) não comparar; 2) ter bom senso; 3) fazer seu filho morar na sua casa, e não você na dele. “É preciso botar limites. O pai precisa ser mais esperto que o filho.”

Especialistas são unânimes em defender que as refeições aconteçam à mesa, e não em frente à TV. E sem distrações, como musiquinhas de tablets e celulares.

INTERFERE NA ALIMENTAÇÃO

A nutricionista Priscila Maximino, do Centro de Dificuldades Alimentares do Hospital Infantil Sabará, alerta para outras situações que podem prejudicar o apetite da criança. “Criança cansada, com sono, com nariz entupido ou com virose não come”, diz. “Se vai ficar doente, um pouco antes, já perde a fome.”

Nessas situações, Priscila diz que costuma dar um recado aos pais preocupados com a alimentação do filho: “O apetite é o primeiro que vai e o último que volta”.

Para ela, um dos principais cuidados que os pais devem ter é com a segurança da criança na hora das refeições. “Criança tem que comer sentada no cadeirão e presa pelo cinto de segurança.”

O cadeirão, segundo Priscila, ajuda a incluir o bebê nos hábitos alimentares da casa. “Você pode levá-lo para cozinha enquanto pica os alimentos ou encaixá-lo à mesa na hora das refeições.”

 

maternar.blogfolha

Acompanhe mais notícias do FN nas redes sociais: FacebookTwitterYoutube e Instagram

Entre em contato com a redação do FN:  WhatsApp (83) 99907-8550. 

E-mail: jornalismo@focandoanoticia.com.br

Comer antes ou depois dos exercícios influencia na queima de gordura, diz estudo

Foto: Bruno Poppe / Extra/Agência O Globo/Arquivo
Foto: Bruno Poppe / Extra/Agência O Globo/Arquivo

Se você já não sabe mais o que fazer para se livrar dos “pneuzinhos”, um experimento feito por um médico da Universidade de Surrey, na Inglaterra, pode ter encontrado a solução. Testes feitos com 30 pessoas e exibidos no programa “Trust me, I’m a doctor”, da BBC britânica, mostraram que as mulheres conseguem queimar até 22% a mais de gordura se ingerirem carboidratos logo antes de se exercitarem. Para os homens, essa queima fica até 8% maior se o consumo de alimentos energéticos ocorrer imediatamente após a atividade física.

No estudo, conduzido pelo PhD em nutrição Adam Collins, os voluntários, que não tinham hábito de se exercitar, fizeram aulas de zumba, spinning e treinos de alta intensidade por um mês. Sete homens e sete mulheres bebiam uma mistura de carboidratos com quantidade controlada de calorias antes das atividades, enquanto seis homens e dez mulheres consumiam a preparação após as sessões. Para comparação de efeitos, às vezes, era dado a eles um placebo, sem calorias.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

A explicação para homens queimarem mais gordura fazendo refeições após a malhação é que o corpo deles tem preferência por gastar carboidratos. Assim, na presença desse nutriente, utilizam-no como combustível em vez da gordura.

No caso das mulheres, o carboidrato é conservado mais facilmente durante o exercício, o que facilita a queima de gordura por até três horas depois. Comer apos a malhação, portanto, atrapalharia esse processo, de acordo com Adam Collins.

Jejum não é indicado para perda de peso

Segundo o ortopedista Rodrigo Freitas, especialista em medicina esportiva, as conclusões do teste não podem ser tomadas como verdade absoluta, já que diversas varáveis, como idade e percentual de massa magra, interferem na queima de gordura. O essencial é não se exercitar em jejum.

— Isso não é indicado para perder peso e é extremamente arriscado, porque pode gerar um estado de hipoglicemia e levar a desmaios, além de lesões como estiramento muscular — alerta.

O médico diz que comer carboidratos, ainda que uma porção mínima, antes da malhação é importante principalmente para as mulheres porque, para elas, o nutriente funciona como ativador da via metabólica que leva à perda de gordura. Sem esse substrato, o risco de queimar proteínas musculares é maior.

Extra

Saiba o que comer antes e depois da malhação

malhacaoVocê sabe quais alimentos devem ser consumidos antes e depois de uma atividade física? E que sua baixa performance na academia pode estar diretamente relacionada a uma alimentação inadequada? É o que explica a coordenadora do curso de Gastronomia do IBMR Ana Maria Gonçalves.

Ela afirma que uma alimentação programada e equilibrada em nutrientes vai proporcionar a força, a velocidade, a resistência nos treinos e o substrato essenciais à recuperação muscular e ao organismo como um todo. Segundo ela, as refeições devem ser divididas em duas fases: a (antes de malhar) e b (depois de malhar).

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

A.    Antes de malhar

Consuma alimentos ricos em carboidratos complexos. É preciso energia, mas lenta e constante, para garantir potência suficiente durante a atividade e para que não ocorra muita perda muscular. O Ideal são alimentos ricos em fibras, como cereal integral, biscoito integral, barra de cereal (rica em fibras). Outras opções benéficas para antes da prática esportiva são: torrada integral com requeijão ou pão integral com azeite ou banana com aveia e uma colher de chá de óleo de coco ou, ainda, mamão com granola.

B.    Depois de malhar

Faça refeições que contenham proteína animal com carne sem gordura – atum, filet de frango sem pele, rosbife, carpaccio de filé, peito de peru ou presunto sem capa, com uma parcela generosa de um carboidrato complexo, como o arroz, de preferência integral, ou massa integral, batata com casca, pão ou torrada integral. Para melhorar a reposição de vitaminas e minerais, é necessário incluir hortaliças e leguminosas na refeição. Ela podem ser cozidas ou cruas na forma de salada. O importante é ter no mínimo cinco cores no prato.

 

Alimentos importantes:

 

1.     Ovos: A ingestão de ovos pode ser feita em diversas formas, como mexidos, cozidos, ponche, em omeletes. Eles possuem substâncias importantes ao desempenho, como a albumina, presente na clara, que é um aminoácido importante para formação e desenvolvimento muscular. A grande observação é que ela não deve ser consumida crua, pois possui uma substância chamada avidina, que não biodisponibiliza esse nutriente.

2.     Peixe fresco de água salgada como atum/ sardinha/ Badejo: É uma excelente fonte de iodo, contém quatro vezes mais concentração de cálcio do que as carnes comuns. Seu baixo conteúdo de tecido conjuntivo o torna de mais fácil desintegraçãoe digestão. Sua carne é magra e de alta digestibilidade, em virtude da falta de tecido conjuntivo.

3.     Banana: Possui 20% de carboidratos, vitaminas do complexo B e potássio. É ótima opção para um lanche rápido, pois é rica em energia, apesar de não ser muito calórica. Pode ser misturada com cereal tipo aveia, granola, linhaça.

4.     Leite e derivados desnatados: Possuem cálcio, proteínas de alta qualidade e vitaminas A e D, fósforo. O ideal é o consumo de duas a três porções diárias nos intervalos das grandes refeições. As versões desnatadas não possuem as gorduras saturadas de origem animal.

5.     Cereais como aveia – arroz integral – farinhas integrais: Compõem o grupo dos carboidratos com baixo índice glicêmico. Demoram mais para que sejam transformados em glicose no sangue e evitam o acúmulo de gordura. São ricos em energia, fibras, vitaminas e minerais, e aveia.

6.     Azeite de oliva: É um antioxidante poderoso para quem faz atividades físicas e, também, rico em gorduras monoinsaturadas – aquelas consideradas boas e que não se acumulam em forma de gordura localizada e/ou nas artérias. Utilize-o sobre o pão ou torradas e para temperos de saladas e hortaliças.

7.     Frutas Oleaginosas: amêndoas, castanhas, nozes, avelãs: Com 16% carboidratos, 20% proteínas, contêm proteínas de médio valor biológico e 60% de lipídeos de difícil digestão (celulose, lipídios em alta concentração). Este grupo possui grande concentração de calorias, que raramente se acumulam como gordura localizada, desde que você consuma uma palma de mão em forma de concha ao dia.

8.     Batata doce: Hortaliça do grupo C, com 20% de glicídios, mas rico em fibras. Sua liberação de energia no sangue é mais lenta do que os outros tipos de batata e, por isso, é tão usada no meio esportivo. Ela também é rica em vitamina A

 

Estadão

Prefeito esclarece caso de criança que caça ratos para comer: “recebe pensão e auxílio do governo”

prefeitoO caso das crianças de Alagoa Grande, no Brejo, que supostamente se alimentam de roedores e foi destacado pela mídia estadual ganha mais um capítulo, o prefeito da cidade, Hildo Régis (Bôda) apontou nesta segunda-feira (06) distorções na versão divulgada pela imprensa.

O homem que seria o chefe da família – que na matéria teria cometido suicídio – de acordo com Bôda, “não tem nada haver com as crianças que apareceram na fotografia e que foram expostas com animais silvestres em mãos, são de famílias diferentes”, disse durante entrevista ao Nordeste1.

Bôda explicou que, apesar dos pais da criança da foto, que aparece exibindo os ratos, terem morrido há alguns anos, o irmão mais velho é o tutor da criança, e é responsável por uma pensão da Previdência Social que a criança recebe, além do benefício da Bolsa Família, do Governo Federal.

ACOMPANHE O FOCANDO A NOTÍCIA NAS REDES SOCIAIS:

FACEBOOK                TWITTER                    INSTAGRAM

“Essa criança que foi alvo desta polêmica, recebe um salário mínimo de pensão há bastante tempo, por que seus pais são falecidos, além desse salário mínimo, ele recebe também do Governo Federal uma quantia de R$ 294, 00 do programa Bolsa Família”, disse o prefeito.

Alagoa Grande Ratos
A criança da foto tem o irmão como responsável (Foto: Portal AG1)

Ele comentou que o irmão, e tutor do menino, não vive numa situação ruim e recentemente adquiriu imóveis em Alagoa Grande.

“Não vive numa situação tão deplorável quanto se comenta, visto que o mesmo adquiriu uma casa no valor de R$ 80 mil num conjunto residencial em Alagoa Grande. Comprou uma moto para ele e outra para a esposa e trabalha em João Pessoa, na Construção Civil”.

O prefeito denunciou que pode estar havendo falha na distribuição da renda por parte do tutor e que este caso deve ser levado ao Ministério Público.

“Caberá ao Ministério Público junto com o Conselho Tutelar investigar, o que a gente não pode ficar calado é com a exploração que foi feita de uma situação de extrema miséria que não é a realidade”, concluiu o prefeito.

COMPROVAÇÃO
O Nordeste1 teve acesso aos documentos que comprovam a renda da família. O relatório emitido pela Prefeitura Municipal de Alagoa Grande, através da Gestão Municipal do Cadastro Único e Programas Sociais de Transferência de Renda, que afirma que o menor é beneficiário do INSS, pela modalidade pensão por morte de sua mãe e faz uso de um procurador sendo seu irmão.

O documento foi assinado pelo gestor do órgão responsável, Luciano Fábio Ferreira Marques.

O prefeito concedeu entrevista ao repórter Raelson Galdino, da Rádio Rural de Guarabira, que foi veiculada no último domingo, mas Bôda apresentou os documentos nesta segunda-feira (06).

 

nordeste1

Homem choca o mundo após matar, esquartejar e comer uma mulher

barbaridadeUm homem de 37 anos foi preso no Tennessee (sul) depois de ter matado uma mulher de 36 anos, decapitado, cortados suas mãos e pés para depois comer partes do corpo, informou a imprensa local.

Gregory Scott Hale foi detido na segunda-feira (9) depois de confessar o assassinato de Lisa Mary Hyder em sua casa em Summitville, indicou a polícia do condado de Coffee. O homem esquartejou sua vítima e escondeu os pedaços em um recipiente cheio de cinzas.

Ele admitiu que comeu alguns pedaços de sua vítima.O assassinato foi descoberto quando o canibal pediu ajuda a um vizinho para esconder o corpo. Lisa Mary Hyder era divorciada e mãe de dois filhos.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

CASOS SEMELHANTES:

Na Rússia, Um dos russos acusados de canibalismo em expedição de pesca na Sibéria foi liberado por três anos após confessar ao júri, nesta sexta-feira (6) que realmente comeu o amigo, Andrei Kurochkin, 44 anos, apesar de não estar com fome.

A mulher de Kurochkin, Olga Kurochkin, falou, em depoimento, sobre seu horror diante da brutalidade do assassinato. Os acusados deixaram os pés e a parte traseira do crânio com um pouco de cabelo da vítima.

Segundo o tabloide britânico Daily Mail, Alexei Gorulenko e Alexander Abdullaev eram pescadores e se perderam durante meses em uma expedição na Sibéria. Com a fome, decidiram comer o amigo Kurochkin.

Olga afirmou que pensar sobre a situação está fazendo muito mal a ela.

180 graus

Comer fora de casa pode ser risco à saúde

Alberi Pontes
Alberi Pontes

Para muitos paraibanos, comer fora de casa é a única opção em meio ao corre-corre do dia a dia. Seja um lanche ou um almoço em restaurante ou marmita, uma alimentação sem atentar para a forma de preparo, armazenamento e local apropriados pode acarretar sérios riscos para a saúde. Por isso muito cuidado se deve ter na hora de comer fora de casa.

Segundo dados da Vigilância Sanitária Municipal, somente no ano passado 23 estabelecimentos foram interditados e foram aplicadas 57 multas em locais que apresentavam condições inadequadas na capital.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

De acordo com o gerente da Vigilância Sanitária de João Pessoa, Alberto dos Santos, 625 serviços de alimentação foram inspecionados no ano passado. Destes, apenas 215 estabelecimentos eram licenciados sanitariamente.

“Posso dizer que a situação da comercialização de alimentos nas ruas nos preocupa bastante. Nós realizamos inspeções nos estabelecimentos regulados duas vezes por ano. Também realizamos ações pontuais para fiscalizar o comércio informal além de atendermos às denúncias da população”, explicou.

Segundo o gerente, os principais problemas encontrados vão desde desrespeito com as condições higiênico-sanitárias até a manipulação inadequada e instalação de comércios em locais inadequados.

“Nós nos preocupamos muito porque as pessoas que consomem alimentos preparados e acondicionados em locais inadequados podem contrair várias doenças, desde uma intoxicação alimentar simples (doenças diarreicas) ou contrair bactérias do tipo salmonella que podem levar a óbito”, afirmou.

De acordo com especialistas, descuidos com a alimentação podem ocasionar desde uma simples gastrite até câncer. De acordo com a nutricionista Cristiane Mendes, dentre os maiores riscos de uma alimentação improvisada está a proliferação de bactérias. “Esse é o maior risco porque a manipulação e conservação inadequadas dos alimentos podem ativar o crescimento desses organismos e consumir as defesas naturais com o passar do tempo”, alertou.

A escolha de um local adequado para se alimentar também deve ser uma preocupação na hora das refeições, conforme Cristiane. “Além de não se fazer uma boa mastigação, dependendo do local, a poluição pode chegar até os alimentos e as consequências podem ir de problemas de estômago como gastrites e úlceras até à produção de bactérias ruins que afetam a mucosa intestinal trazendo uma irritação que, ao longo dos anos, pode levar até a um câncer”, afirmou.

A procedência de marmitas e comidas de restaurante também deve ser averiguada com atenção.

“A manipulação, higiene e armazenamento desses alimentos são os principais pontos a serem atentados. Nos restaurantes se deve observar as pessoas que preparam os alimentos, se estão com luvas, toucas, se a salada está resfriada. Com as marmitas da mesma forma, é preciso saber os cuidados com o preparo”, informou.

HIGIENE DO LOCAL DEVE SER OBSERVADA

Uma pessoa habituada a comer na rua é a assistente de eventos Jacqueline Elisiário. Ela trabalha oito horas por dia e tem apenas uma hora reservada para o almoço. Devido à correria, a única coisa que a assistente observa é a higiene do local onde ficam os alimentos.

“Eu acho muito importante observar tudo, mas não vejo coisas como conservação e o preparo porque não tenho tempo. A pressa me impede de prestar mais atenção, infelizmente”, relatou.

O descuido com a alimentação já fez Jacqueline passar por diversos transtornos. “Eu queria ter mais tempo para averiguar os alimentos. Eu já passei mal por causa de um purê de macaxeira que comi na rua. Já que não tenho muito tempo, tento pelo menos sempre ir no mesmo lugar para não passar por isso novamente”, declarou.

Diferentemente da assistente de eventos, a cabeleireira Nara Machado sempre busca uma estratégia para observar se o local possui uma alimentação adequada. “Eu sempre dou um jeito de chegar próximo à cozinha para verificar a forma de preparo dos alimentos que consumirei”, disse.

Apesar de todos os cuidados, Nara também já passou mal devido a um suco que tomou fora de casa. “Eu tomei um suco num lugar que eu até conhecia e passei mal a noite inteira. Às vezes tem coisas que eles guardam de um dia para o outro e a gente não tem nem como observar. Mas, dentro do que dá, eu fico atenta, porque comer fora às vezes é minha única opção”, afirmou.

Para garantir que os clientes tenham uma alimentação higiênica e bem preparada, muitos locais seguem à risca cuidados essenciais no momento do preparo. Um exemplo é a marmitaria Marmitex. O estabelecimento fornece quentinhas para empresas bem como para a população de modo geral.

De acordo com uma das proprietárias da empresa, Nadir Maia, uma das donas é nutricionista e ela sempre busca se atualizar, bem como todos os funcionários, para oferecer um serviço de qualidade a todos. “A gente usa sempre luvas, toucas, óculos de proteção, temos acompanhamento nutricional, tudo para garantir um produto de qualidade”, explicou.

Segundo Nadir, muitas pessoas já relataram terem passado mal devido a alguma marmita consumida na rua. “Em toda esquina tem alguém que faz quentinha, muitas vezes de qualquer jeito, então aqui a gente busca esse diferencial e as pessoas sentem a diferença”, completou.

Para garantir um serviço de qualidade, o gerente da Vigilância Sanitária Municipal orienta todos a serem também fiscalizadores desse serviço. “As pessoas podem exigir, dos estabelecimentos licenciados, que eles apresentem a licença sanitária. E, caso constatem qualquer anormalidade sanitária, eles podem denunciar através do nosso Disk Denúncia, o 0800-281-4020”, orientou.

 

jornaldaparaiba

Além do alto astral, comer mais fibras, dormir melhor e fazer sexo também favorecem a longevidade

Dois americanos parecem ter encontrado a fórmula para viver até 20 anos mais sem recorrer a tratamentos absurdos. No livro Diminua Sua Idade (editora Best Seller), o médico Frederic J. Vagnini e o jornalista Dave Bunnell apresentam hábitos que aumentam em décadas a longevidade – com justificativas cientificamente comprovadas. As principais recomendações dos americanos são: comer mais fibras, fugir do açúcar, cortar gorduras saturadas, dormir bem, fazer mais sexo e sorrir mais. No Brasil, a expectativa de vida é de 72 anos. No entanto, poucos são os que sonham viver somente até esta idade. Fomos conversar com um time de especialistas para entender como essas simples mudanças são capazes de garantir que você chegue à velhice com uma vida e saúde mais plenas.

Fuja do açúcar

Açúcar

De acordo com a dermatologista Marcella Delcourt, da Sociedade Brasileira de Dermatologia, depois da preocupação com radicais livres e raios UV, o alvo para combater o envelhecimento é diminuir o açúcar. Isso porque ele libera um processo que liga moléculas de glicose maléficas às moléculas de proteína saudáveis.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

“A glicação ocorre quando uma molécula de açúcar em excesso, por aumento da ingestão ou por lentidão do metabolismo da glicose, se adere a uma molécula de proteína (colágeno, elastina) formando os AGEs, que alteram a estrutura dessas proteínas, impedindo a eficácia no desempenho de seus papéis mais importantes e, na pele, leva ao aparecimento das rugas”, explica a especialista.

Além de alterarem a estrutura da proteína, os AGEs são fábricas de radicais livres que se acumulam ao longo do tempo, piorando seus efeitos no organismo e também deixando a pele com um aspecto opaco e envelhecido. Mesmo com a corrida para tentar combater os AGEs, é possível diminuir seus efeitos com hábitos alimentares saudáveis:

– Amêndoas e quinua são uma boa pedida para as refeições, da mesma forma que o consumo de maçã também é recomendado (rica em antioxidantes e flavonoides)

– As fibras também são importantíssimas: feijão, lentilha, ervilha. Agem como estabilizadores do açúcar e ajudam a queimar a gordura;

– Beba seis a oito copos de água por dia e prefira alimentos orgânicos;

– Evite comidas industrializadas, como flocos de milho, salgadinhos, bolachas, ketchup, refrigerantes e alimentos que contêm corante caramelo na sua composição, dentre outros.

– Tome chá verde ou suplementos à base dessa bebida com probióticos, antioxidantes e substâncias anti-AGEs de ultima geração na composição (prescritos pelo médico).

Dormir bem

Um estudo realizado pela American Academy of Sleep Medicine mostrou que dormir bem é um dos segredos para a longevidade. Alguns problemas de saúde foram associados com pior qualidade de sono. Entre os avaliados, 46% dos participantes que tiveram a autoavaliação de saúde insatisfatória também relataram não dormir bem. As chances de um bom sono foram também menores em pessoas que muitas vezes se sentiam ansiosas, que tinham pelo menos uma doença crônica e dificuldades com as tarefas diárias.

De acordo com o neurologista Renato Lima Ferraz, a quantidade ideal de horas de sono varia de pessoa para pessoa. “Mas o mínimo recomendado é de seis horas ao dia, sendo importante não ultrapassar nove para adultos, porque quem dorme mais que isso acaba ficando, na verdade, menos descansado”, explica o especialista.

A importância do sono, também se estende ao aprendizado. “A fase REM, quando acontecem os sonhos, tudo que aprendemos durante o dia é processado e armazenado. Quando dormimos menos que o necessário, a memória de curto prazo não é processada e não conseguimos transformar em conhecimento aquilo que foi aprendido”, explica o neurologista.

Não se sature de gordura

Viver com gordura pode ser ruim, mas viver sem ela é péssimo para seu paladar e inviável para seu organismo. As gorduras servem de base para a formação de diversos hormônios, inclusive os hormônios sexuais. Entretanto, as gorduras saturadas são as mais nocivas para a saúde do organismo. Para identificá-las, basta lembrar da banha de porco que sua avó tinha guardada na cozinha ou a capa da picanha que causa arrepios no seu cardiologista. As gorduras saturadas contêm o número máximo possível de átomos de hidrogênio (daí o termo saturadas), e ingeri-las em excesso é um passaporte garantido para um infarto no miocárdio.

Derrames e alguns tipos de câncer, como o de próstata e o de mama, também têm a origem associada aos excessos dessas gorduras no organismo – sem contar que a gordura saturada é inimiga número um do emagrecimento. Para prevenir tudo isso, restrinja o consumo diário desse nutriente a, no máximo, 7% das calorias totais da sua dieta.

Fazer mais sexo

Sexo

Aqui cabe uma ressalva: priorize a qualidade, em vez da quantidade. O sexo, quando em uma frequência que atrapalha a rotina da pessoa, pode ser um sintoma da compulsão por sexo. Mas, nos dias atuais, o que vem acontecendo com muita gente é deixar o sexo de lado, por conta da falta de tempo e do estresse do dia a dia, que detonam a libido. Segundo o ginecologista Neucenir Gallani, o sexo é importante para a saúde física e emocional, pois o orgasmo libera substâncias como as endorfinas, que atuam no sistema nervoso. “Elas diminuem a sensibilidade à dor, relaxando a musculatura e melhorando o humor”, afirma.

Estabelecer uma quantidade normal de desejo sexual não é algo satisfatório, pois cada um lida com a própria libido de forma diferente – e ao longo da vida ela costuma oscilar e até se modificar por completo. “No entanto, quando há insatisfação pessoal, há algo de errado provavelmente”, de acordo com o sexólogo Paulo Bonança.

Sorrir mais

Manter uma fisionomia pacífica é essencial para a boa convivência, afinal a expressão “cara de poucos amigos” não surgiu à toa: quem vive de cara feia, afasta todos ao redor.

E sorrir vale até para ajudar a manter aquela linda história de amor. Um estudo realizado pela Universidade de Pittsburgh, nos Estados Unidos, identificou que pessoas que sorriem de forma sincera e verdadeira têm mais chances de manter o casamento. Isso porque a sinceridade do sorriso revela a atitude da pessoa diante da vida. “Sabemos também que a falta de senso de humor, ou uma vida acompanhada de impaciência, raiva e atitudes hostis, estão associados a um maior risco de desenvolver pressão alta, piorar o controle dos níveis de glicose e ainda aumentar o risco de doença isquêmica do coração e de morte”, de acordo com o neurologista de Unifesp Ricardo Teixeira.

 

minhavida