Arquivo da tag: cliente

Cliente mata adolescente armado que invadiu e anunciou assalto em padaria

casos-de-policiaO cliente de uma padaria, localizada no bairro Monte Santo em Campina Grande no Agreste Paraibano, reagiu a um assalto por volta das 19h, desta sexta-feira (9), e matou o criminoso com um tiro. O fato foi registrado pelo Centro de Operações da Polícia Militar (COPOM).

De acordo com a soldada Renalli Souza, o assaltante, identificado como J.H.S. de apenas 17 anos de idade, entrou no estabelecimento comercial armado com um revólver e anunciou o assalto. O que ele não esperava é que um dos clientes da padaria também estivesse armado e reagisse.

CURTA o FOCANDO A NOTÍCIA no Facebook

Quando o homem percebeu a ação criminosa, ele sacou uma arma de fogo e disparou um tiro contra o adolescente, que morreu no local do crime, antes da chegada do atendimento médico.

A bala atingiu o tórax do assaltante, que residia no mesmo bairro onde a padaria está instalada. O corpo do menor infrator foi removido para o Instituto de Medicina Legal (IML), em Campina Grande.

Bananeiras Online com Portal Correio

Denúncia: Caixa Econômica de Bananeiras exige seguro de vida para liberar beneficio social, diz cliente

O Bananeiras Online recebeu um email de um amigo e leitor do portal sobre um fato que aconteceu com sua mãe na Caixa Econômica Federal, onde pediu para não ter seu nome revelado, veja o que ele relatou:

Segundo o filho da vítima, na ultima quinta-feira (10) sua mãe foi procurar a Caixa Econômica Federal, agência de Bananeiras-PB, para fazer o saque do benefício social, na agência, ela foi orientada a fazer um seguro de vida, segundo informações da funcionária da caixa, este seguro seria necessário, pois do contrário ela não receberia o benefício. Em plena atitude de confiança na funcionária, ela fez o seguro acreditando ser uma operação obrigatória para sacar o benefício.

Ao ser informado desse fato, no dia seguinte, seu filho dirigiu-se a agência para solicitar explicações, a princípio o gerente em exercício lhe ofereceu uma acareação entre a funcionária e sua mãe pra que a verdade viesse à tona, visto que o próprio gerente não aceitaria tal atitude vinda de seus funcionários, no desenrolar dos fatos, o gerente chamou a funcionária para falar em particular, quando ele volta da conversa, seu discurso muda, segundo o filho da vitima, o gerente disse que a funcionária afirmou que não tinha dito que seria uma condição fazer o seguro de vida, apenas orientou a fazê-lo, e o gerente disse mais: “A senhora assinou de livre e espontânea vontade, será sua palavra contra a da funcionária”, e para minha surpresa, disse o filho, o gerente não permitiu a acareação que ele mesmo havia sugerido.

Palavras do filho da vítima

Estou indignado com a atitude tomada pela Caixa Econômica Federal de Bananeiras, fiz um boletim de ocorrência junto à polícia civil, prestei reclamação junto à ouvidoria da Caixa, e estou divulgando este fato na imprensa, pois minha maior preocupação é que outras pessoas não passem problemas dessa natureza como minha mãe passou.

Gente, quem é a pessoa que vai sacar um benefício social, que já é muito pouco, se interessa de livre e espontânea vontade em fazer um seguro de vida? Isso é um insulto à inteligência de qualquer pessoa.

O pior que a coisa é feita de modo que deixa o cliente sem condições de pleitear judicialmente seus direitos, sob a alegação de não haver provas documentais da coação, ficando apenas a palavra da funcionária contra a do cliente.

Não ter muito dinheiro, não é sinônimo de não ter conhecimento, posso não ter o dinheiro que muita gente tem, mas sou capaz de mudar muita coisa pelo meu conhecimento.

Meu coração chora só de imaginar o que pode acontecer dentro dos estabelecimentos financeiros com pessoas desprovidas de conhecimento, o quanto seus direitos são usurpados, o quanto são ludibriados, levados como ovelhas a matadouros, enganados por quem deveria articular o acesso aos seus direitos.

É desse modo que vergonhosa e inaceitavelmente temos sido tratados pelos diversos segmentos financeiros.

O Bananeiras Online, no uso da democracia, oferece o direito de resposta à Caixa Econômica Federal de Bananeiras-PB.

bananeirasonline

Homem entra em bar e dispara dois tiros na cabeça de cliente em um bar na orla de João Pessoa

Um homem ainda não identificado entrou em um bar na praia da Penha na tarde desta segunda-feira (12), e efetuou dois disparos na cabeça de um cliente. A vítima morreu na hora.

Fábio Ferreira de Oliveira, 25 anos, estava bebendo em uma das mesas do bar guando sofreu os disparos. A vítima não teve tempo de reagir. Fábio morava na comunidade Citex no Geisel.


MaisPB

Carro é arremessado contra oficina e atropela mecânicos e cliente em João Pessoa

Um grave acidente envolvendo três carros e um ônibus deixou quatro pessoas feridas na tarde desta terça-feira (11), na avenida Tancredo Neves ( sentido praia/centro), entre os bairros de Mandacaru e Padre Zé, em João Pessoa. Pelo menos dois postes de energia elétrica foram derrubados.

De acordo com as primeiras informações, o veículo Honda de placas DEZ 2126/ João Pessoa dirigido pelo médico Felipe Gurgel, tentou ultrapassar um ônibus da empresa Transnacional quando os dois colidiram.

Com o impacto, o Honda foi jogado para fora da pista, invadiu uma oficina mecânica e atingiu  um veiculo Gol que estava suspenso em um macaco hidráulico da oficina.  Um terceiro carro que estava no local foi atingido na batida.

Dois mecânicos e um cliente da oficina tiveram fraturas expostas e foram socorridos para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa. O médico também teve várias escoriações.

A avenida foi interditada devido a queda dos postes. A Energisa foi acionada para restabelecer o fornecimento de energia. A área também foi interditada para evitar choque elétrico.

De acordo com o Hospital de Emergência e Trauma vítimas do acidentes, Aléssio Pedro Aguiar Pereira da Silva, 20, Yago Assis Magalhães de Sousa, 21, e Diogo Barbosa, 21 anos de idade. Os pacientes foram socorridos por ambulâncias do resgate do Corpo de Bombeiros. O estado de saúde mais grave é o de Diogo.

O médico foi socorrido para um hospital particular da Capital.

portalcorreio